Página 1 dos resultados de 1643 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Estudo do fabrico do fiambre da perna em ambiente industrial

Dinis, Joana Rita Macedo Loureiro
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
As empresas do sector alimentar têm como objetivo garantir a qualidade e a segurança alimentar daqueles que consomem os seus produtos. Para que se cumpra este objetivo é fundamental a implementação de normas de certificação que lhes garanta estas características. É também fulcral que as empresas se tornem cada vez mais competitivas no mercado consumista, e para isso é essencial conhecer e compreender as preferências do consumidor. Neste contexto, o desenvolvimento deste trabalho teve como objetivos compreender e analisar o funcionamento da linha de produção do fiambre da perna e fiambre da perna SD da empresa Carnes Landeiro, S.A., para que esta se possível possa melhorar. De seguida, e porque o consumidor tem um papel importante para a empresa, completou-se o trabalho através de um estudo do mercado aos consumidores de fiambre, de forma aleatória. Este estudo pretendeu perceber qual o fiambre mais consumido, as características mais importantes para o consumidor, e como se encontrava posicionado no mercado o fiambre da empresa Carnes Landeiro, S.A.. Inicialmente procedeu-se à definição do fiambre, de acordo com as Normas Portuguesas. Esta definição é essencial, sendo o fiambre o principal objeto em estudo. A partir daí foi possível iniciar a observação e análise das linhas de produção. No que se refere à análise da linha de produção...

Biomonitoring of coastal regions of So Paulo State, Brazil, using mussels Perna perna

Catharino, M. G. M.; Vasconcellos, M. B. A.; Kirschbaum, A. A.; Gasparro, M. R.; Minei, C. C.; de Sousa, E. C. P. M.; Seo, D.; Moreira, E. G.
Fonte: SPRINGER; DORDRECHT Publicador: SPRINGER; DORDRECHT
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.32%
The marine environment is constantly affected by anthropic actions, with causes consequent degradation of the waters and marine biota by various discharges of xenobiotics. In the present study, the focus was the study of a region of the marine coast of the State of So Paulo (city of Santos), which is one of the most industrialized parts of Brazil and suffers also from a strong impact of domestic effluents. The mussel Perna perna, very abundant in the coast of the State of So Paulo, Brazil, was selected as the biomonitoring organism for the determination of inorganic elements and a passive biomonitoring was performed. The organisms were collected at two sites in So Paulo State coast: Cocanha beach in Caraguatatuba (mussel farm) and Santos Bay (Itaipu and Palmas). Seasonally, the Perna perna were collected between September/08 and July/09 in each study sites. After removal and sample preparation, the elements As, Co, Cr, Fe, Se and Zn were determined by instrumental neutron activation analysis (INAA) and Cd, Pb and Hg were determined by atomic absorption spectroscopy (AAS) in this organism.; FAPESP from Brazil; FAPESP from Brazil [2008/01385-5]

"Biomonitoração de Hg, Cd, Pb e outros elementos em áreas costeiras do Estado de São Paulo por meio do mexilhão transplantado - Perna perna (Linnaeus, 1758)"; BIOMONITORING OF Hg, Cd, Pb AND OTHER ELEMENTS IN COASTAL REGIONS OF SÃO PAULO STATE USING TRANSPLANTED MUSSELS Perna perna (LINNAEUS, 1758).

Semmler, Marilia Gabriela Miranda Catharino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
nêutrons instrumental, AANI e os elementos Cd, Hg e Pb por espectrometria de absorção atômica, AAS, sendo o Hg por CVAAS e o Cd e o Pb por ET AAS. O controle de qualidade analítica foi realizado por meio da análise de materiais de referência marinhos (Oyster Tissue 1566b – NIST e Mussel Tissue 2976 - NIST), tendo-se obtido erros relativos entre 0,3 e 8,3 % para a AANI e entre 0,8 e 3,9 % para o método de AAS. Foi realizado o cálculo das incertezas para os métodos analíticos empregados. Foi verificado que após os transplantes dos organismos houve acumulação de todos os elementos estudados, em relação ao ponto de controle da Praia da Cocanha, em quase todos os pontos de estudo, indicando assim a boa aplicabilidade dos mexilhões Perna perna como biomonitores. No trabalho são discutidas também algumas variações sazonais encontradas.; of marine reference materials (Oyster Tissue 1566b – NIST and Mussel Tissue 2976 - NIST) and relative errors obtained were between 0.3 and 8.3 % for AANI and between 0.8 and 3.9 % for AAS. It was concluded that, after the transplant of the organisms to the study sites, accumulation of all the elements analyzed occurred, in almost all the study sites, indicating the possibility of using the Perna perna mussel as biomonitor. Some seasonal variations encountered are also discussed.

Biomarcadores de exposição, efeito e bioacumulação de xenobióticos em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758) transplantados ao longo do litoral de São Paulo; Biomarkers of exposure, effect and bioaccumulation of xenobiotics in mussels Perna perna transplanted along São Paulo shore

Pereira, Camilo Dias Seabra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
O presente estudo avaliou a exposição, os efeitos e a bioacumulação de xenobióticos em mexilhões Perna perna coletados na Praia da Cocanha (Caraguatatuba - referência) e transplantados para: Engenho d'Água (Ilhabela), Terminal Almirante Barroso - TEBAR (São Sebastião), Ilha das Palmas e Itaipu (Baía de Santos). Após 3 meses de exposição em cada estação do ano, os mexilhões foram analisados quanto à bioacumulação de metais, HPAs, LABs e a biomarcadores de exposição e efeito. Os organismos fixados na Ilhabela apresentaram concentrações mais elevadas de Cd, Hg, alterações significativas nas atividades de Glutationa Peroxidase (GPx) e Glutationa-S-Transferase (GST), no tempo de retenção do vermelho neutro (TRVN) e no desenvolvimento embriolarval (DE); no TEBAR apresentaram bioacumulação de HPAs, Fe, Co, Cd, alteração na atividade de CYP 450 (DBF), nos danos em DNA, lipoperoxidação e no TRVN; na Ilha das Palmas apresentaram bioacumulação de Co, Fe, Cr, Hg, Pb, LABs e alterações nas atividades de DBF, Catalase, GPx, Glutationa Redutase (GR), TRVN e DE; enquanto que os organismos transplantados para Itaipu acumularam Fe, Co, Cd, Hg, Pb e apresentaram alterações nas atividades de DBF, GPX, GR, GST, danos em DNA...

Impacto da úlcera de perna na vida da família: um estudo de caso; Impact of leg ulcer in family life: a case study

Soares, Maria de Fatima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
A úlcera de perna representa demanda crescente nos serviços de saúde. Por tratar-se de uma doença crônica, recorrente e de difícil manejo, a úlcera de perna é um problema que vem desafiando profissionais, pacientes e famílias. A necessidade de entender melhor a problemática existente no cuidado oferecido pelo enfermeiro ao paciente com úlcera e sua família, motivou a pergunta do estudo, a qual buscou responder como a família influencia e é influenciada pela úlcera de perna. O estudo teve como objetivo conhecer as percepções e crenças do paciente e de sua família em relação à úlcera de perna, bem como compreender como essas crenças influenciam o enfrentamento da família na experiência. O estudo de caso foi o método adotado, e as técnicas da história oral foram utilizadas para a coleta de dados. O estudo foi realizado com um casal idoso, o qual convive com a úlcera de perna da mulher, focando o impacto desse evento na história da família. As narrativas do casal permitiram a construção da memória coletiva organizada em três temas distintos os quais se inter-relacionam: Envelhecimento e doença, Jornada do tratamento, A ferida e o tempo. Os resultados permitiram compreender que a família influencia e é influenciada pela úlcera de perna e esta dinâmica determina um grande impacto na vida do casal que se encontra na fase tardia do ciclo de vida da família. O estudo identificou que as crenças do casal exercem grande influência sobre o impacto da doença em sua vida...

Avaliação dos teores de Br, Cl, K, Mg, Mn e V em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758: Mollusca, Bivalvia) coletados no litoral do estado de São Paulo, Brasil; Evaluation of the levels of Br, Cl, K, Mg, Mn and V in Perna perna mussels (Linnaeus, 1758: Mollusca, bivalvia) collected in coast of São Paulo, Brazil

Seo, Daniele
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.52%
O ambiente costeiro tem sido fortemente alterado em função de múltiplos impactos ambientais decorrentes das atividades antrópicas, como por exemplo, o escoamento de esgoto proveniente de áreas urbanas, a liberação de inúmeros produtos químicos das indústrias, a agricultura e o fluxo de embarcações, que podem acarretar vazamentos acidentais de petróleo e derivados, combustíveis e outros produtos transportados por via marítima. Neste contexto, um dos meios para avaliação da contaminação ambiental causada por essas substâncias potencialmente tóxicas em água do mar é a monitoração por meio de diferentes espécies de bivalves, que tem sido utilizada por diversos pesquisadores, do Brasil e do exterior. No que se refere aos moluscos bivalves, particularmente os mexilhões, o seu uso no biomonitoramento da contaminação marinha deve-se principalmente à sua ampla distribuição geográfica, hábito séssil e habilidade de concentrar metais tóxicos em até 102 - 105 vezes em relação às concentrações detectadas na água. No presente trabalho, foi empregado o biomonitoramento passivo com o uso do molusco bivalve Perna perna com relação aos elementos Br, Cl, K, Mg, Mn e V. Foram escolhidos estes elementos uma vez que eles podem ser determinados pelo método de INAA (Análise por Ativação com Nêutrons Instrumental)...

Avaliação da citotoxicidade do Dietiltoluamida (DEET) em mexilhões Perna perna (Linnaeus, 1758) irradiados e não irradiados com radiação gama de 60Co; Cytotoxicity evaluation of Diethyltoluamide (DEET) in Perna perna (Linnaeus, 1758) mussels non-irradiated and irradiated with 60Co gamma radiation

Martini, Gisela de Assis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
Estudos recentes têm identificado a presença de diversos poluentes emergentes em ambientes aquáticos. A ocorrência em diferentes matrizes ambientais tem sido continuamente relatada, o que evidencia a necessidade de estudos de toxicidade. O DEET (N,N-dietil-meta-toluamida) é o princípio ativo mais utilizado em repelentes de insetos e está presente em diversas formulações comercialmente disponíveis. Além dos poluentes químicos, os organismos aquáticos estão sujeitos à exposição da radiação ionizante proveniente de fontes naturais ou em proximidades de instalações de usinas nucleares. O presente estudo avaliou a toxicidade do DEET em organismos irradiados e não irradiados com radiação gama de 60Co, e os efeitos que a radiação causa sob os lisossomos de hemócitos do mexilhão Perna perna. Para isso, foram realizados ensaios de toxicidade aguda para identificar a concentração de DEET e a dose de radiação gama passíveis de causar mortalidade, e posteriormente ensaios de citotoxicidade avaliando a estabilidade da membrana lisossômica em organismos expostos ao DEET e radiação ionizante. De acordo com os resultados obtidos nos ensaios de toxicidade aguda, a concentração de DEET que causa mortalidade em 50% dos organismos expostos (CL50) é de 114...

Biochemical biomarkers and metals in Perna perna mussels from mariculture zones of Santa Catarina, Brazil

Saenz, Luis Alberto; Seibert, Edson Luiz; Zanette, Juliano; Fiedler, Haidi Dalida; Curtius, Adilson Jose; Ferreira, Jaime Fernando; de Almeida, Eduardo Alves; Freire Marques, Maria Risoleta; Dias Bainy, Afonso Celso
Fonte: Academic Press Inc. Elsevier B.V. Publicador: Academic Press Inc. Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 796-804
ENG
Relevância na Pesquisa
37.28%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); The activity of cholinesterase (ChE), glutathione-S transferase (GST), glutathione reductase (GR), glucose-6-phosphate dehydrogenase (G6PDH) and catalase (CAT) was evaluated in the gill and digestive glands of the Perna perna mussel transplanted to three non-contaminated mariculture zones under the influence of distinct physical-chemical characteristics. Differences among sites for ChE. GST and CAT activities in gill, as well as ChE, GST and G6PDH activity in digestive gland of mussels, were found and possibly related to differences in physicochemical characteristics of the sites and/or biological status of the mussels. Mussels that were transplanted to another, more urbanized site (Ponta do Lessa) with similar physicochemical characteristics to one of the farming sites (Sambaqui), was also chosen to evaluate biomarker responses to pollution. Activities of ChE. GST and GR in the digestive glands and CAT in the gills were higher in the polluted site. GR was the only biomarker to be unaltered in different farming sites, but induced in the pollution site. The trace metal concentrations in the mussels were low and unlikely to cause the changes observed in the biomarker levels. The present study strongly suggests that monitoring programs should compare sites with similar physicochemical characteristics when using a complementary biomarker approach. In addition...

Efeitos da exposição aguda ao selênio e ao cobre sobre as defesas antioxidantes de mexilhões marinhos Perna perna

Silva, Marcella Uliano da
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 48
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.52%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.; Embora muitos metais, como o cobre, sejam essenciais para os organismos, o seu uso industrial e na agricultura tem levado a um aumento de sua concentração na natureza. Uma vez em altas concentrações, este metal pode tornar-se tóxico e ameaçar a saúde de organismos marinhos. Além disso, em corpos aquáticos, é freqüentemente relatada a presença de compostos protetores, como o selênio. Desta forma, este trabalho foi dividido em duas partes: na primeira, mexilhões Perna perna foram expostos a diversas concentrações de cobre por 96 horas, a fim de se ter uma estimativa da toxicidade deste metal. A concentração letal 50% em 96 horas foi de 245 μgl-1 (CL50,96h) e a maior concentração sem efeito foi a de 80 μgl-1 (CL0,96h). Após esta etapa, os animais foram expostos à 30, 60, 180 e 540 μgl-1 de cobre, a fim de determinar danos oxidativos em brânquias. Houve um aumento nos níveis de glutationa total para todas as concentrações testadas, exceto para 30 μgl-1. A atividade da enzima glutationa redutase foi menor nos animais expostos a 540 μgl-1, e a atividade da tioredoxina redutase foi menor em todas as concentrações exceto na de 60 μgl-1. Não foi detectada nenhuma alteração significativa na atividade das enzimas catalase e glutationa S-transferase. Houve um aumento no índice de dano no DNA de hemócitos de animais expostos a 180 e 540 μgl-1. Na segunda parte deste trabalho...

The effect of temperature and salinity on the physiological rates of the mussel Perna perna (Linnaeus 1758)

Resgalla Jr.,Charrid; Brasil,Elisângela de Souza; Salomão,Luis Carlos
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2007 EN
Relevância na Pesquisa
37.32%
The aim of this work was to study the rates of respiration, clearance, excretion and absorption efficiency at different temperature and salinity under laboratory conditions for Perna perna. Results showed variations in physiological rates and in acclimatization capacity which, taken together, enabled to understand its behavior in the environment, as well as to estimate its scope for growth. All experiments were carried out in static conditions, in ten replicas with one mussel by flasks. Perna perna was capable of achieving acclimatization for both clearance and absorption efficiency (15 to 30 ºC), but it achieved only partial acclimatization for respiration and excretion under chronic temperature conditions. The clearance and respiration rates increased twofold as the mussel was submitted to temperature shock, which signified a response to metabolism activity. Acclimatization to salinity was clearly the best developed capability (20 to 40 ‰). Net growth efficiency reduced as the temperature increased, but remained constant in the 20 to 35 ‰ salinity range.

Physiological rates in different classes of sizes of Perna perna (Linnaeus, 1758) submmited to experimental loboratory conditions

Resgalla Jr.,C.; Brasil,E. S.; Salomão,L. C.
Fonte: Instituto Internacional de Ecologia Publicador: Instituto Internacional de Ecologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2006 EN
Relevância na Pesquisa
37.35%
Physiological studies of the mussel Perna perna in Brazil are almost 30 years behind those of other, more exhaustively investigated species, such as Mytilus edulis. Little is known about the variations in physiological rates due to size and the consequences of maintaining P. perna in laboratory conditions. This work investigated the variations in respiration, clearance, excretion and absorption efficiency rates of P. perna, classified by size and acclimatized in a laboratory, monitoring the mussels’ respiration rates and biometry over a period of 30 days, in laboratory conditions. The respiration, clearance and excretion rates presented an allometric relation with the dry weight of the organisms, with b values of 0.66, 0.48 and 0.91 respectively. On the other hand, these same rates, when considered by weight (specific rates) showed a relationship that was inverse to the size of the organisms. Only the absorption efficiency was independent of the weight of the mussel. In terms of acclimatization, it was observed that it takes 10 days for the respiration rate of the mussel P. perna to stabilize in laboratory conditions, after which it follows a routine metabolism.

Fouling organisms on Perna perna mussels: is it worth removing them?

Sá,Fabrício S. de; Nalesso,Rosebel C.; Paresque,Karla
Fonte: Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico Publicador: Universidade de São Paulo, Instituto Oceanográfico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 EN
Relevância na Pesquisa
37.32%
Perna perna mussel spat were suspended from ropes on a long-line cultivation, at Coqueiro´s Beach, Anchieta, South-eastern Brazil, in order to quantify the fouling community structure and its effects on growth and biomass of mussels. Half of the ropes had the fouling removed monthly, half had the foulingleft until the end of the experiment. Monthly samples of thirty mussels from each group were measured and their biomass determined. The fouling organisms were identified, quantified and their biomass evaluated on a monthly basis. After ten months, mussels on the cleaned treatment were significantly larger and heavier (ANOVA; P < 0.05; Bonferroni: unfouled > fouled), showing that fouling reduced mussel development. The most abundant epibiont organisms in terms of biomass were the algae Polysiphonia subtilissima (29%) and Ulva rigida (10.3%), followed by the bryozoans Bugula neritina (13.6%) and Perna perna spat (10.6%). Over 97 taxa and 42,646 individuals were identified, crustaceans being the most abundant group, predominantly one amphipod Cheiriphotis megacheles (12,980 ind.). Species abundance was positively correlated with algal biomass, revealing the influence of algae on vagile fauna, which provide both food and shelter. The benefits of fouling removal are discussed because the majority of species are important feeding items to fishes and yet...

Efeito da concentração e da qualidade do alimento nas taxas fisiológicas do mexilhão perna perna (Linnaeus, 1758)

Resgalla Júnior, Charrid
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
As taxas fisiológicas de clareamento, absorção, respiração e excreção do mexilhão Perna perna foram investigadas em função da variação da matéria orgânica (fitoplâncton) e a quantidade de séston (fitoplâncton mais silte) oferecido como alimento em condições controladas de laboratório. Observou-se que as taxas de respiração e excreção não sofrem alterações com a quantidade e qualidade do alimento. As taxas de clareamento apresentam um aumento e posterior inibição com o incremento de matéria orgânica, e uma relação direta com o aumento do séston oferecido. A eficiência de absorção apresentou uma relação inversa com a quantidade de matéria orgânica e direta com a qualidade do alimento oferecido. A partir da taxa de filtração e da eficiência de absorção estimou-se que a concentração incipiente para a formação de pseudo-fezes (ou rejeição) estaria compreendida entre 4 a 8 mg.L-1 de séston. A porcentagem de matéria orgânica mínima do séston para ocasionar perdas metabólicas fecais e conseqüentemente uma eficiência de absorção negativa é menor que 20%. Os resultados obtidos neste trabalho demonstram que Perna perna apresenta uma fisiologia alimentar similar a outros bivalves suspensívoros investigados no mundo.; Physiological rates of clearance...

Modelagem de uma perna de robô com base no mecanismo de Bennett; Modeling of a robotic leg based on the Bennett’s linkage

Oliveira Júnior, Anezio Alves de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
O objetivo desse trabalho é apresentar o desenvolvimento de uma perna robótica, modelada com base em um mecanismo espacial de quatro barras do tipo 4R, denominado mecanismo de Bennett. Sabe-se que com uma configuração adequada desse mecanismo é possível descrever uma trajetória espacial, com perfil similar ao perfil de um passo, utilizando apenas um grau de liberdade. Em função disso, a perna modelada é bem mais simples do que a grande maioria das pernas que são utilizadas atualmente nos robôs móveis. Em função da necessidade de se transpor obstáculos, foram adicionados à perna dois graus de liberdade, dando a ela uma maior mobilidade. Esses graus de liberdade adicionais não comprometem o desempenho da estrutura, pois são utilizados apenas durante a transposição de obstáculos, que é uma situação na qual o robô normalmente se movimenta a velocidades mais baixas. A perna modelada, apesar de não ter tido sua configuração otimizada, apresentou resultados satisfatórios, sendo capaz de transpor obstáculos de dimensões comparativas às dimensões da perna. As simulações gráficas confirmam que as dimensões físicas da estrutura exercem grande influência sobre as dimensões de obstáculos que a perna pode transpor. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The purpose of this work is to present the development of a robotic leg...

Faecal bacteria in Perna perna (Linnaeus, 1758) (Mollusca: Bivalvia) for biomonitoring coastal waters and seafood quality

Martinez, Diego Igawa; Oliveira, Ana Júlia Fernandes Cardoso de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto Oceanográfico Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto Oceanográfico
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
37.38%
O desenvolvimento urbano em áreas costeiras é intenso e o aumento das descargas de esgoto é uma das conseqüências. Assim, leis específicas que regulem limites para a contaminação microbiológica das águas e de alimentos de origem marinha são necessárias. O objetivo deste estudo é avaliar a utilização de Enterococos e coliformes termotolerantes na carne de mexilhões Perna perna como alternativa para o monitoramento da qualidade microbiológica de águas costeiras. O estudo também considera relações alométricas aplicadas às taxas de "clearance" para entender a concentração de bactérias pelo molusco. As densidades bacterianas obtidas no molusco foram de 50 a 4300 vezes maiores do que nas amostras de água coletadas próximas dos moluscos e alguns foram considerados impróprios para consumo, mesmo quando as águas não mostraram restrições. A taxa de "clearance" média obtida para retenção de Enterococos foi 317.7 ml h-1 e essas taxas (CR) puderam ser relacionadas com o tamanho dos mexilhões (L) pela equação CR = 28.3229L1.6421. Os resultados mostram que as densidades bacterianas nos tecidos dos mexilhões podem refletir a contaminação crônica do ambiente e que as taxas de "clearance" devem ser consideradas para a tomada de decisão em situações onde...

Fouling organisms on Perna perna mussels: is it worth removing them?

Sá, Fabrício S. de; Nalesso, Rosebel C.; Paresque, Karla
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto Oceanográfico Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto Oceanográfico
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
37.43%
Sementes de Perna perna foram colocadas em cordas suspensas em long-line na Praia do Coqueiro, Anchieta, ES, objetivando-se determinar a estrutura da comunidade de incrustantes e seu efeito sobre o desenvolvimento dos mexilhões. Metade das cordas teve os incrustantes removidos mensalmente, na outra metade eles foram deixados até o final do experimento. Mensalmente, 30 mexilhões de cada grupo foram retirados e medidos e a biomassa aferida. Os incrustantes foram identificados, quantificados e a biomassa de cada taxon determinada. Após 10 meses de cultivo, os mexilhões sem incrustantes eram significativamente maiores e mais pesados (ANOVA; P < 0,05; Bonferroni: sem incrustantes >; com incrustantes), demonstrando que os incrustantes interferiram negativamente no desenvolvimento dos mexilhões. Os incrustantes mais abundantes em termos de biomassa foram as algas Polysiphonia subtilissima (29%) e Ulva rigida (10,3%), seguidas pelos briozoários Bugula neritina (13,6%) e sementes de Perna perna (10,6%). Foram registrados 97 taxa e 42.646 indivíduos, sendo Crustacea o grupo mais abundante, principalmente o anfípodo Cheiriphotis megacheles (12.980 ind.). A abundância de indivíduos foi positivamente correlacionada com a biomassa de algas...

Lesões oxidativas no DNA de glândulas digestivas de mexilhões Perna perna como indicadoras de estresse ambiental; .

Almeida, Eduardo Alves de; Departamento de Bioquímica, Instituto de Química - USP; Gomes, Osmar Francisco; Departamento de Bioquímica, Instituto de Química - USP; Bainy, Afonso Celso Dias; Departamento de Bioquímica - CCB/UFSC; Medeiros, Marisa Helen
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Neste trabalho foram avaliados os níveis de lesões oxidativas em DNA (8-oxo-7,8-dihidro-2'-desoxiguanosina, 8-oxodGuo) de glândulas digestivas de mexilhões Perna perna expostos a diferentes metais por 24 horas, bem como de mexilhões de cultivo e de costão. Com isso, pretendeu-se avaliar a influência de fatores abióticos não controlados na produção desta lesão em mexilhões, a qual é amplamente utilizada como indicadora de ambientes contaminados. Mexilhões expostos ao chumbo e ao cádmio por 24 horas apresentaram maiores níveis 8-oxodGuo em relação ao grupo controle, e nenhuma diferença foi observada em relação aos animais expostos ao ferro, indicando que a contaminação por metais pode ocasionar um aumento nos níveis de 8-oxodGuo nestes organismos. Por outro lado, mexilhões de costa() apresentaram níveis significativamente maiores de 8-oxodGuo em relação aos animais de cultivo, provavelmente associado a um maior estresse em função das oscilações decorrentes do batimento de ondas e os ciclos de marés. Estes dados indicam que apesar da contaminação por metais ocasionar um aumento nos níveis de 8- oxodGuo em mexilhões, fatores ambientais não controlados podem influenciar nos resultados obtidos. Assim...

In vivo effects of metals on the acetylcholinesterase activity of the Perna perna mussel’s digestive gland; In vivo effects of metals on the acetylcholinesterase activity of the Perna perna mussel’s digestive gland

Bainy, Afonso Celso Dias; Departamento de Bioquímica, Centro de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Santa Catarina, 88040-900, Florianópolis, Brazil; Gennari de Medeiros, Marisa Helena; Departamento de Bioquímica, Instituto de Química, Univ
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
Efeitos in vivo de metais na atividade da acetilcolinesterase em glândula digestiva de mexilhões Perna perna. Já foi demonstrado que a enzima acetilcolinesterase (AChE) é fortemente inibida por pesticidas do tipo carbamato e organofosforado, assim como por metais. Entretanto, existem recentes indícios de que metais podem causar um aumento na atividade da AChE, em exposições agudas. Neste trabalho foi avaliada a atividade da AChE em glândulas digestivas de mexilhões Perna perna expostos a metais por 12, 24, 72 e 120 horas. Os mexilhões expostos a Cu e a Fe não apresentaram nenhuma diferença significativa na atividade  da AChE, quando comparados aos animais controle. Mexilhões expostos a Cd por 72  horas e a Pb por 12 horas, tiveram atividade da AChE significativamente maior que os controles. Estes resultados podem indicar que em exposições agudas os metais poderiam interagir com receptores de acetilcolina afetando  sua eficácia de união a estes, o que poderia causar um aumento inicial na síntese de AChE, para decompor a acetilcolina acumulada.; It has been demonstrated that the enzyme acetylcholinesterase (AChE) is strongly inhibited by organophosphate and carbamate pesticides, and also by metals. However, recent reports indicate that some metals can activate AChE during acute exposure. In this work...

Efecto de la profundidad sobre el crecimiento de los mejillones Perna perna y Perna viridis (Bivalvia: Mytilidae) en cultivo suspendidoen el Golfo de Cariaco, Venezuela

Acosta,Vanessa; Lodeiros,Cesar; Prieto,Antulio; Glem,María; Natera,Yolimar
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela. Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 ES
Relevância na Pesquisa
37.35%
Se evaluó el efecto de la profundidad (4, 8 y 16 m), sobre el crecimiento de los mejillones Perna perna y Perna viridis bajo condiciones de cultivo en el Golfo de Cariaco, Venezuela, durante un período de seis meses. Bimensualmente, se determinó la dimensión y masa seca de la concha, tejidos (somático y reproductivo) y el "fouling" sobre la concha en ambas especies. En cada profundidad se obtuvieron registros quincenales de temperatura, salinidad, oxígeno disuelto y disponibilidad de alimento (seston total, orgánico y biomasa fitoplanctónica). A los 8 m se alcanzaron los mayores incrementos en talla, masa seca de la concha, tejidos somático y reproductivo, obteniendo P. perna los mayores valores. El mayor crecimiento a esta profundidad estuvo asociado con el valor de seston orgánico (>20 mg/L). En ambas especies la masa del biso tendió a disminuir con el aumento de la profundidad, así como la biomasa del "fouling". El menor crecimiento de P. viridis, conjuntamente con la baja supervivencia (<30%) en todas las profundidades experimentales sugiere la poca adecuación de esta especie para ajustarse a las condiciones ambientales presentes en el Golfo de Cariaco. Sin embargo, el continuo crecimiento de P. perna y la alta supervivencia (>70%) durante todo el periodo experimental demuestra que no fue afectada por los cambios ambientales que se produjeron en la columna de agua. De los factores ambientales...

Índice de condición de los mejillones Perna perna y Perna viridis (Bivalvia:Mytilidae) bajo un sistema suspendido de cultivo en la Ensenada de Turpialito, Golfo de Cariaco, Venezuela

Acosta,Vanessa; Prieto,Antulio; Lodeiros,Cesar
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela. Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 ES
Relevância na Pesquisa
37.44%
Con la finalidad de conocer la talla mínima de comercialización en fresco, se comparó el índice de condición de los mejillones Perna perna y Perna viridis colocados bajo sistema de cultivo suspendido en la Ensenada de Turpialito, Golfo de Cariaco (Julio 2002 a 2003). Mensualmente, se determinó la dimensión de la concha en función de la longitud máxima de su eje dorso-ventral, las masas secas del músculo, gónadas y el índice de condición en ambas especies. Al final del estudio, Perna perna presentó el mayor promedio de talla (95,92 mm) con respecto a P. viridis (73,61 mm). La variación en peso de los diferentes tejidos secos se relacionó con el índice de condición de ambas especies. P perna alcanzó su más alto índice (39,89%) en diciembre, mientras que P. viridis lo presentó en enero (20,62%), coincidiendo en ambos con el incremento de los tejidos reproductivos y el aumento de la clorofila a durante el período de surgencia. Sin embargo, la mayor variación del índice de condición fue observada en P. viridis, debido posiblemente a una mayor intensidad de los procesos de maduración y desove, lo cual se evidenció con el mas alto coeficiente de variación (0,19), indicando que la fluctuación anual en el proceso reproductivo es más acentuado...