Página 1 dos resultados de 7 itens digitais encontrados em 0.065 segundos

Utilização de cruzamentos controlados e de perfis de ADN na investigação da variabilidade genética dos nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera SPP.

Conceição, Isabel Luci Pisa Mata da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
75.82%
Os nemátodes-de-quisto da batateira, Globodera pallida e G. rostochiensis, são importantes parasitas da batateira. A utilização de cultivares resistentes torna urgente o conhecimento prévio, não só das espécies presentes, como também dos grupos de virulência. Os objectivos do trabalho foram: analisar a variabilidade genética de populações portuguesas de nemátodes-de-quisto da batateira, utilizando a técnica de amplificação ao acaso de ADN polimórfico (RAPD); e seleccionar e caracterizar, a partir de cruzamentos controlados e de perfis de ADN, linhas genéticas de G. pallida. Foi utilizada a técnica de RAPD e 16 primers para diferenciar 32 populações portuguesas de G. rostochiensis e três de G. pallida. A variabilidade genética observada não parece estar relacionada com a origem geográfica das populações estudadas. Em Portugal, a hipótese do acervo genético poderá aplicar-se às populações de nemátodes-de-quisto da batateira, tendo a sua diversidade sido obtida depois da(s) introdução(ões) inicial(ais). As populações actuais de G. rostochiensis podem ser o resultado de uma única introdução e as de G. pallida de uma ou várias introduções. Para manter e multiplicar, em laboratório, populações de Globodera spp....

Influence of litter layer removal on the soil thermal regime of a pine forest in a Mediterranean climate

Andrade, José; Abreu, Francisco; Madeira, Manuel
Fonte: Revista Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Revista Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
95.96%
A remoção da manta morta nos pinhais portugueses pode reduzir o risco de incêndio florestal, mas tal prática pode influenciar o regime térmico do solo, afectando desta forma a actividade biológica do solo, a decomposição da manta morta e a dinâmica de nutrientes. Num solo arenoso (Haplic Podzol) sob um pinhal foram medidos perfis térmicos com termopares a várias profundidades até 16 cm, com ou sem manta morta. A manta morta actuou como um isolador térmico, reduzindo a amplitude da variação periódica da temperatura na camada de solo subjacente e aumentando as profundidades de amortecimento, sobretudo a teores baixos de humidade do solo. À superfície do solo mineral a redução das amplitudes foi de cerca de 2,5ºC no ciclo anual e de 5 a 6,7ºC no ciclo diário, dependendo da humidade do solo. A manta morta aumentou em cerca de 1- 1,5ºC as temperaturas médias diárias do solo mineral quando este se encontrava mais frio e mais húmido. A melhoria das condições térmicas do solo sob a manta morta recomenda a sua retençãocomo regra a seguir enquanto prática de ordenamento florestal.

Aplicações da Simulação de perfis de temperatura do solo com séries de Fourier: estimativa de durações cronológicas de emergência da ervilha e do girassol

Andrade, José; Abreu, Francisco
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
95.84%
A temperatura do solo influencia fortemente a germinação das sementes e a emergência das culturas. O perfil térmico de um Solo mediterrâneo Pardo foi medido a 5 profundidades (entre 2 e 16 cm) e analisado satisfatoriamente para um ciclo diário através das duas primeiras harmónicas de uma série de Fourier, considerando o solo um meio semi-infinito homogéneo e estimando a profundidade de amortecimento para as condições de humidade reais do solo. A partir da integração da soma das harmónicas foram calculadas as temperaturas acumuladas em cada ciclo diário e estimaram-se as durações cronológicas para a emergência da ervilha e do girassol, tendo em conta os respectivos tempos térmicos previamente determinados a partir da relação linear entre taxa de emergência e temperatura. As durações cronológicas assim obtidas foram significativamente semelhantes às durações cronológicas de emergência medidas no campo

Efeitos da rega e do espaçamento nos perfis térmicos do solo e do ar em olivais regados

Andrade, José; Santos, Francisco; Correia, Manuela; Paço, Teresa
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
96.16%
Ocorrem mudanças no clima da camada limite quando é introduzida uma cobertura vegetal em cima de solo nu, designadamente nos perfis térmicos do ar e do solo e os perfis de humidade do ar e do solo, assim como nas temperaturas à superfície deste. Por outro lado, as temperaturas do ar e do solo afetam o crescimento e desenvolvimento vegetal e a humidade do solo. Consequentemente, a temperatura do ar e/ou do solo constituem parâmetros básicos de inúmeros modelos de crescimento e desenvolvimento das culturas, bem como os relativos a processos físicos, químicos e biológicos que ocorrem tanto no solo como na camada limite acima dele (por exemplo, a mineralização do solo, evaporação, a transpiração, ...) . O objetivo deste trabalho foi avaliar (a) o comportamento térmico do solo em dois olivais ( Olea europaea sp. europaea ), ambos cultivados em Luvissolos e sujeitos a irrigação por gotejamento , mas com diferentes espaçamentos entre as árvores , e (b) o perfil térmico do ar sobre linhas do pomar. As experiências foram realizadas entre abril e junho de 2012 no Sul de Portugal . As temperaturas do ar e do solo foram medidas com termopares. Na superfície do solo e na parte superior das oliveiras as temperaturas foram também medidas com termómetros de infravermelhos. A introdução dos dois pomares mudou o campo da temperatura da superfície do solo...

Exploring RTTOV to retrieve land surface temperature from a geostationary satellite constellation

Bento, Virgílio Alexandre da Silva Marques
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
56.13%
Tese de mestrado em Ciência geofísicas, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2013; A constelação de satélites meteorológicos de órbita geostacionária, actualmente em funcionamento operacional, abre perspectivas interessantes para a monitorização de propriedades da superfície terrestre, nomeadamente as caracterizadas por elevada variabilidade temporal. De entre estas, destaca-se a temperatura da superfície do solo cujo ciclo diurno pode ser resolvido através de uma amostragem de alta frequência que, no caso da actual constelação de satélites geostacionários, varia no intervalo de 15 minutos até uma hora. No entanto, a determinação da temperatura à superfície a partir da constelação de satélites geostacionários implica ultrapassar algumas dificuldades relacionadas com as características dos diferentes radiómetros a bordo dos diferentes satélites, podendo mencionar-se, a título de exemplo, o número distinto de canais na janela do infravermelho e a diferente largura de banda dos próprios canais disponíveis, características essas que constituem constrangimentos ao tipo de algoritmo comum a utilizar para a determinação da temperatura da superfície do solo. Os modelos de transferência radiativa constituem uma ferramenta indispensável quando se pretende desenvolver e testar a qualidade de um dado algoritmo de determinação da temperatura da superfície do solo. Neste particular...

Padrão de extracção de água do solo numa vinha da casta Touriga Nacional no "terroir" do Dão

Rodrigues, P.; Gouveia, J.P.; Pedroso, V.; Martins, S.; Lopes, C.; Alves, I.
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
126.01%
Libro de Actas - X Simposium Hispano Português de Relaciones Hidricas, 2010; Com base em medições dos perfis de humidade efectuadas regularmente até à vindima, em duas parcelas de vinha da casta Touriga Nacional na região do Dão, são caracterizados os padrões de extracção de água do solo em plantas não regadas, com rega deficitária e rega plena realizada com um sistema de rega gota-a-gota. Embora globalmente, em plantas não regadas, as várias camadas do solo, até à profundidade de 200 cm, contribuam de forma sensivelmente igual para a satisfação das necessidades hídricas, o padrão de extracção revela uma grande dinâmica sazonal. Na vinha regada com sistema de rega gota-a-gota, durante o período de rega, a extracção de água do perfil concentra-se à superfície, junto ao gotejador. Após a rega, à medida que o teor de água na zona humedecida diminui, as plantas estendem progressivamente a extracção as camadas mais profundas e à entrelinha.

Estudos sobre a influência da rega gota-a-gota subsuperficial na dinâmica de enraizamento, no rendimento físico e na qualidade da matéria-prima do tomate de indústria

Machado, Rui Manuel de Almeida
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
85.87%
Tendo em consideração a importância do conhecimento de novas técnicas de rega e da cultura do tomate de indústria (Lycopersicon esculentum Mill.) em Portugal, constituiu objectivo principal deste trabalho o estudo da influência da rega gota-a-gota subsuperficial na distribuição e evolução do sistema radical e no comportamento quantitativo e qualitativo da cultura. O recurso ao método do minirizotrão, para quantificar as raízes, foi outro dos objectivos deste estudo, sendo por isso necessário proceder à calibração do método, para o solo e cultura utilizados. Como complemento, desenvolveu-se um método mecânico para a colocação superficial dos tubos de rega e preparação do solo com vista a estes ficarem instalados por vários anos, sem serem removidos. Para alcançar os objectivos propostos realizaram-se três ensaios, ao longo de três anos, nos terrenos da Estação António Teixeira, em Coruche. O ensaio principal foi conduzido durante dois anos (1997 e 1998), tendo tido como factores de variação a profundidade de colocação do tubo de rega gota-a-gota (à superfície, a 20 e a 40 cm abaixo da superficie do solo) e a cultivar ('H3044' e 'Brigade'). No segundo ensaio, realizado durante um ano, os tratamentos consistiram na dotação de rega (0...