Página 1 dos resultados de 145 itens digitais encontrados em 0.093 segundos

O impato da utilização dos contracetivos orais nos tecidos periodontais de suporte

Florêncio, Ana Carolina
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.15%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; O reconhecimento da presença de recetores específicos para as hormonas sexuais, estrogénio e progesterona, na gengiva humana, fez com que o tecido periodontal passasse a ser considerado alvo potencial para as variações hormonais as quais, por sua vez, passaram a constituir possíveis fatores modificadores da resposta inflamatória inerente ao hospedeiro quando do estabelecimento da doença periodontal. Para tanto, evidencia-se o papel das hormonas sexuais na vascularização tecidual, na resposta imunitária, no perfil funcional das células próprias do periodonto, assim como, no reparo tecidual e no metabolismo ósseo. Diante desses aspectos, em razão da vasta utilização de contracetivos orais como método hormonal preferencial das mulheres no planeamento familiar, realizou-se revista na literatura para que fossem coligidos os dados mais relevantes acerca do impacto que a administração de produtos sintéticos, a base de estrogénio e progesterona, podem ter sobre o tecido periodontal. Foi realizada, assim, pesquisa na base de dados PUBMED, Sciene Direct...

"Prevalência das doenças periodontais em pacientes com doença isquêmica coronariana aterosclerótica, em Hospital Universitário" ; Prevalence of periodontal diseases in patients with ischaemic coronary disease in an University Hospital, 2003.

Barilli, Ana Lucia de Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
116.28%
As doenças periodontais (DP) são precedidas em importância apenas pela cárie dentária como problema de saúde bucal coletiva no Brasil. Ambas são doenças infecciosas ainda muito prevalentes, entretanto é dada às DP uma importância questionavelmente secundária, pois não são sistematicamente investigadas e prevenidas em saúde pública. Pelo fato de sua prevalência ser atualmente desconhecida no Brasil, a alta freqüência das formas leves e moderadas das doenças periodontais na população como um todo e de suas formas mais graves em grupos ou indivíduos de risco, dentre estes os portadores de cardiopatias isquêmicas, motivou este estudo no Ambulatório de Cardiopatia Isquêmica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, cotejando os resultados com outros obtidos em grupo de pessoas não-cardiopatas atendidas na mesma instituição. Foi investigada a prevalência e gravidade das doenças periodontais, bem como a prevalência de seus fatores de risco, história médica da presença de doenças de interesse à periodontia (diabetes, hipertensão, acidente vascular cerebral) e comportamento relativo à higiene bucal. Dentre as 634 pessoas examinadas na fase de recrutamento dos participantes...

Perda de inserção periodontal em uma população isolada brasileira: prevalência, extensão, severidade e indicadores de risco; Periodontal attachment loss in an untreated isolated population of Brazil: prevalence, extent, severity and risk indicators

Corraini, Priscila
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
116.23%
Os objetivos deste estudo são avaliar a prevalência, extensão e severidade de perda clínica de inserção (NCI); e investigar as possíveis associações entre variáveis demográficas, socioeconômicas e comportamentais com NCI em uma população isolada brasileira. MATERIAL E MÉTODO: Todos os indivíduos com mais de 12 anos de idade foram identificados por um censo. Eles foram entrevistados por meio de um questionário estruturado e submetidos a um exame clínico completo que consistiu na avaliação de 6 sítios por dente em toda a boca. RESULTADOS: Dentre os 214 indivíduos que foram entrevistados e receberam exame clínico completo, NCI >= 5mm foi observado em 8%, 37%, 70%, 83% e 100% dos indivíduos dentados nas faixas etárias de 12-19, 20-29, 30- 39, 40-49 e 50 ou mais anos de idade; enquanto que a prevalência de NCI >= 7mm foi de 5%, 8%, 20%, 67% e 83% nas faixas anteriormente descritas, respectivamente. Análises de regressão logística multivariável identificaram quantidade de placa visível (OR = 2,8), quantidade de cálculo supra-gengival (20-50%, OR = 2,9; e > 50%, OR= 10,6), idade (OR = 11,4) e tabagismo (OR = 2,4) como indicadores de risco para NCI >= 5mm; e tabagismo (OR = 8,2) para NCI >= 7mm. CONCLUSÃO: Os resultados demonstraram que perda clínica de inserção é altamente prevalente nesta população isolada. A alta prevalência de NCI em faixas etárias jovens e a identificação de indicadores de risco tradicionais para NCI nesta população sugerem que fatores microbiológicos ou a susceptibilidade para a exposição de fatores ambientais possam ser considerados fatores-chave para a alta ocorrência encontrada nesta população.; The aim of this study was to assess the prevalence...

Impacto das condições de saúde bucal em relação à qualidade de vida de adolescentes escolares de 15 a 19 anos, numa dicotomia socioeconômica, no município de Bauru, São Paulo, em 2009; Impact of oral health conditions related quality of life of adolescent students of 15 to 19 years, in a socioeconomic dichotomy, in the city of Bauru, São Paulo, in 2009

Bastos, Roosevelt da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.12%
Esta pesquisa observacional transversal visou investigar, numa dicotomia socioeconômica, o impacto das condições de saúde bucal na qualidade de vida de adolescentes de 15 a 19 anos da cidade de Bauru, interior do estado de São Paulo. Para tanto, foi realizado levantamento epidemiológico das condições de saúde bucal de adolescentes escolares de 15 a 19 anos matriculados nas escolas estaduais do Parque Santa Edwirges (PSE), Escola Estadual Parque Santa Edwirges e Escola Estadual Vereador Antônio Ferreira de Menezes, e do Jardim Estoril (JE), Escola Estadual Professor Christino Cabral, do município de Bauru, estado de São Paulo. Investigou-se o impacto das condições de saúde bucal sobre a qualidade de vida por meio do uso do questionário Oral Health Impact Profile (OHIP-14). Realizou-se a classificação socioeconômica das famílias dos sujeitos de pesquisa, e então se relacionou as condições de saúde bucal com a qualidade de vida (OHIP-14). Foi realizada calibração (Kappa>0,80) para estes índices. O estudo piloto permitiu determinar a amostra total de 297 sujeitos de pesquisa com base no índice CPOD e seu desvio padrão. A amostra efetivamente examinada foi de 332 adolescentes voluntários do Parque Santa Edwirges e do Jardim Estoril. Os índices utilizados foram CPOD...

Avaliação dos parâmetros clínicos periodontais de pacientes não fumantes em manutenção - Estudo longitudinal prospectivo; Evaluation of the periodontal clinical parameters of non-smoking patients under maintenance Prospective longitudinal study

Bernardo, Carlos Cheque
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
96.32%
Neste estudo observacional longitudinal prospectivo, foram avaliados os parâmetros clínicos de 2257 sítios de 16 pacientes não fumantes em manutenção periodontal, através de sondagem computadorizada. Estes pacientes, tratados de periodontite crônica de moderada a severa, receberam manutenção periodontal trimestralmente durante dois anos. Na consulta inicial e aos 3, 6, 9, 12, 18 e 24 meses foram registrados, em seis sítios por dente, os parâmetros clínicos profundidade clínica de sondagem (PCS), retração gengival, nível clínico de inserção (NCI), sangramento e supuração à sondagem e presença de placa, além da mobilidade dentária. A mensuração e registro automatizado destas medidas foram realizados com precisão de 0,2 mm, sob pressão constante de 20 g. Todos os exames foram realizados pelo mesmo examinador, treinado e calibrado. Os sítios monitorados apresentaram, no período avaliado, redução de bolsa e ganho clínico de inserção significativos (p<0,00001). Considerando diferenças maiores do que 1 mm entre o NCI aos 24 meses e no exame inicial, 4,52% dos sítios apresentaram perda de inserção. O modelo multinível de regressão logística mostrou que, quanto menores o NCI e a PCS inicial do sítio...

Perda de inserção clínica: associação independente com baixa densidade mineral óssea em mulheres na pós-menopausa; Severe clinical attachment loss: an independent association with low hip bone mineral density in postmenopausal women1

Silva, Valéria Gondim da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
106.39%
Introdução: A perda óssea é um aspecto de ambas as doenças periodontite e osteoporose. Vários estudos têm analisado se a destruição periodontal poderia ser influenciada pela perda óssea sistêmica. Objetivo: Investigar a relação entre perda de inserção clínica e densidade mineral óssea da coluna lombar e quadril, estilo de vida, tabagismo, fatores sociodemográficos e dados clínicos odontológicos em mulheres na pós-menopausa. Métodos: Cento e quarenta e oito mulheres foram entrevistadas, utilizando um questionário estruturado, e examinadas clinicamente. O exame clínico periodontal, realizado por investigadores calibrados, incluiu perda de inserção clínica (PIC); profundidade de sondagem (PS); retração gengival (RG); sangramento a sondagem (SS); placa visível; cálculo supragengival e perda dentária. A amostra foi estratificada em dois grupos como segue: perda de inserção clínica moderada e grave. Os indivíduos do grupo PIC moderada tinham todos os sítios com perda de inserção clínica 5mm. Os indivíduos do grupo PIC grave tinham pelo menos um sítio com perda de inserção clínica > 5mm. A densidade mineral óssea (DMO), medida através de raios-X com dupla energia (DXA), foi avaliada para os sítos da coluna lombar...

Identificação de sítios periodontais em progressão e marcadores moleculares da atividade da doença; Identification of progressive periodontal sites and molecular markers of disease activity

Borges, Cristine D'Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.29%
A periodontite é uma doença infecciosa caracterizada pela inflamação dos tecidos de suporte dos dentes, perda de inserção e perda óssea. O diagnóstico convencional da periodontite é realizado por meio da avaliação dos parâmetros clínicos e radiográficos. Entretanto, novas modalidades diagnósticas para identificação do início e progressão da periodontite estão sendo estudadas, o que possibilitaria o diagnóstico precoce da progressão da doença, assim como avaliação da resposta ao tratamento periodontal. Este estudo se propôs a monitorar a atividade da doença periodontal e descrever as características clínicas e moleculares de sítios periodontais ativos em progressão em pacientes com periodontite crônica, a partir da avaliação da expressão gênica de sítios periodontais e da avaliação de proteínas inflamatórias salivares e do fluido gengival crevicular, antes e após a terapia periodontal básica. Foram selecionados 27 indivíduos e classificados em dois grupos: grupo Controle (n=9) - pacientes saudáveis; grupo DP (n=18) - pacientes com periodontite crônica. O exame clínico foi realizado por um único examinador experiente em três tempos: (i) quinze dias antes da terapia periodontal, (ii) no dia da terapia periodontal e (iii) 60 dias após a terapia periodontal. A coleta de fluido gengival foi realizada no baseline...

Perda clínica de inserção periodontal em uma população brasileira com deficiência isolada do hormônio do crescimento; Periodontal Clinical Attachment Loss in an Isolated Growth Hormone Deficiency Brazilian population

Britto, Isabella Maria Porto de Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
126.34%
Não existe relato da condição periodontal em indivíduos com Deficiência Isolada do Hormônio do Crescimento (IGHD). O objetivo deste estudo foi investigar possíveis associações entre IGHD e a perda clínica de inserção periodontal (PCI) em uma população com IGHD congênita, presente no Nordeste do Brasil. Material e Métodos: Todos os indivíduos previamente identificados com IGHD e com idade 12 anos foram elegíveis para participar do estudo (n=46). A amostra final ficou composta por 33 casos (IGHD) e 33 controles (não - IGHD) após a exclusão dos edêntulos (n=5) e dos que haviam recebido previamente tratamento com reposição do Hormônio do Crescimento (n=8). Eles foram pareados por idade, gênero, condição sócio-econômica, hábito de fumo e diabetes. Todos foram submetidos a exame periodontal completo em 6 sítios por dente, e entrevistados por meio de um questionário estruturado. Resultados: Indivíduos com IGHD apresentaram quantidade semelhante de biofilme (p=0,32), menos cálculo supragengival (p=0,01), e mais sangramento à sondagem (p<0,01) em comparação com os controles. Após uma série de análises de regressão logística múltipla condicional, ajustada para cálculo supragengival...

Epidemiologia da progressão de perda de inserção periodontal : estudo de Porto Alegre

Haas, Alex Nogueira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.11%
O objetivo desta tese foi estimar a progressão de perda de inserção periodontal (PI) após 5 anos de acompanhamento e estudar fatores de risco para a sua ocorrência em uma amostra urbana do sul do Brasil. O Estudo de Porto Alegre teve início em 2001 com a constituição de uma amostra representativa da região metropolitana obtida por uma amostragem probabilística proporcional estratificada de múltiplo-estágio. A amostra inicial constituiu-se de 1465 indivíduos dentados e 121 desdentados (14-103 anos de idade; média 37,9 anos, desvio padrão 13,3). Em 2006, 697 (47,6%) indivíduos dentados (294 homens e 403 mulheres) e 48 desdentados participaram novamente. Dados demográficos, comportamentais e socioeconômicos foram coletados através de um questionário estruturado. PI foi obtida em seis sítios de todos dentes, por periodontistas calibrados. Duas análises foram realizadas, uma para estimar a ocorrência da progressão de PI proximal, e outra para estimar a associação de fatores de risco para progressão de PI. Do total, 56,0% e 36,2% dos indivíduos apresentaram progressão de PI ≥3mm em 2+ e 4+ dentes, respectivamente. Em geral, a extensão da progressão foi localizada, com média de 3,76 dentes com progressão ≥3mm. A média de progressão de PI foi 0...

Comparação entre dois métodos de aferição da perda de inserção clínica em pacientes periodontais; Comparison between two methods of measurement of clinical attachment loss in periodontal patients : secondary analysis of a randomized clinical trial

Barbosa, Viviane Leal
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.24%
Objetivo: Comparar dois métodos de aferição da perda de inserção clínica (PI) em pacientes periodontais. Materiais e métodos: Setenta e cinco exames (50,9 ± 8,02 anos, 72,2% mulheres e 49,4% não-fumantes), realizados por examinadores calibrados, com registro do Índice de placa visível (IPV), Índice de Sangramento gengival (ISG), Profundidade de Sondagem (PS), Sangramento à Sondagem (SS), Perda de Inserção Clínica aferida pelo método direto (PID) e Recessão Gengival (RG), em 6 sítios/dente, foram utilizados. Valores para PII (método indireto) resultaram do somatório da PS e RG dos sítios RG+ (sítios com recessão gengival). A PID foi considerada como referência. Os dados foram analisados por “clusters”. A dependência dos dados foi observada em níveis hierárquicos: indivíduo/exame, dente e sítio. Para a comparação entre PID e PII gerou-se o valor de d (diferença entre os métodos). Modelos multivariados foram aplicados para investigar o comportamento das demais variáveis em relação à estimação da PI. O Gráfico de Bland-Altman foi gerado para verificar a distribuição da concordância entre os métodos. Resultados: A média de PID (3,96±2,07) foi significativamente menor que a observada para PII (4...

Consumo e tempo de uso do fumo e sua atuação como fator modificador da progressão da doença periodontal; Consumption and time of using cigarette smoking and its effect as a modifying factor for the extent of periodontal disease

Adriana de Fatima Vasconcelos Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2001 PT
Relevância na Pesquisa
76.21%
O fumo é considerado fator de risco para a doença periodontal. Os fumantes apresentam maior profundidade de sondagem, recessão gengival, perda de inserção clínica, perda óssea e perda dentária, quando comparados com os não fumantes.O propósito desse estudo foi analisar a influência do consumo de cigarros no desenvolvimento da doença em 40 indivíduos de 25 a 70 anos, bem como a quantidade de cigarros consumidos por dia em fumantes leves « 1 O cigarros) e fumantes pesados ( > 10 cigarros) e tempo de duração do hábito de fumar em curta duração « 10 anos) e longa duração (> 10 anos), necessários para observar valores significantes do índice de placa, índice gengival, recessão gengival, profundidade de sondagem e perda de inserção clínica. Os resultados demonstraram que os valores dos parâmetros clínicos adotados foram similares, havendo diferença estatisticamente significante ( p < O, 01) na comparação entre sextantes anteriores e posteriores, bem como os fumantes leves apresentaram valores maiores para o IP, IG, R e PS e os fumantes de longa duração obtiveram valores maiores para todos os critérios. Isto nos permite concluir que o fumo é um fator modificador da progressão da doença periodontal; Smoking is considered a risk factor for periodontal disease. Smokers have shown higher probing depth...

Associação de Agravos Periodontais com Obesidade na População adulta de Florianópolis, SC.

Vedana, Elaine
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 24 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.14%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; As doenças periodontais são associadas à agressão microbiana específica e à resposta inflamatória e imunológica do hospedeiro. Condições sistêmicas podem ser consideradas fatores de risco para as doenças periodontais. A associação destas com o sobrepeso e a obesidade vem sendo investigada mais recentemente, embora o mecanismo pelo qual esta associação ocorra ainda não esteja suficientemente elucidado. O objetivo deste trabalho foi investigar a associação de periodontite com sobrepeso e obesidade em uma amostra representativa da população adulta de Florianópolis, Santa Catarina. Os dados foram obtidos do Estudo EpiFloripa Adulto, uma coorte prospectiva, realizada nos anos de 2009 e 2012. Todas as informações foram coletadas por questionário e exame bucal parcial (quadrantes diagonais e seis sítios por dente) ambos realizados nos domicílios dos participantes. Foram incluídos no estudo 1.069 indivíduos dos quais 2,5% (IC 95%: 1,6-3,9) apresentaram periodontite segundo o primeiro critério diagnóstico adotado (bolsa profunda e/ou perda de inserção periodontal ≥ 4mm no mesmo dente) e 3,6% (IC 95%: 2...

Doenças periodontais em pacientes com doença isquêmica coronariana aterosclerótica, em Hospital Universitário

Barilli,Ana Lúcia Azevedo; Passos,Afonso Dinis Costa; Marin-Neto,José Antônio; Franco,Laércio Joel
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.21%
OBJETIVO: Verificar a freqüência das doenças periodontais (DP) em pacientes com cardiopatia isquêmica. As DP representam grave problema de saúde pública odontológica, com distribuições diferenciadas quanto a gravidade, faixa etária, tipo de infecção, comorbidades e fatores de risco. MÉTODOS: Foram examinados 480 pacientes no Ambulatório de Cardiopatia Isquêmica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, e 154 pacientes sem cardiopatia na mesma instituição. Preencheram os critérios de inclusão para a investigação periodontal, respectivamente, 58 e 62 pacientes, de trinta a 79 anos. Foram utilizados o Índice Periodontal Comunitário (IPC) e o Índice de Perda de Inserção Periodontal (PIP), recomendados pela OMS (1999). RESULTADOS: Houve predomínio de sextantes com DP moderada e grave nos pacientes com cardiopatia (76,3% versus 20,2%; p < 0,00001). Nesses pacientes, 1,1% dos sextantes exibiram saúde periodontal, contra 32,0% nos sem cardiopatia (p < 0,00001). No tocante à história pregressa das DP, 6,0% dos sextantes não exibiram perda de inserção entre os pacientes com cardiopatia, contra 68,0% nos sem cardiopatia (p < 0,00001). Observou-se biofilme dental em 100...

Avaliação da perda de inserção dentária em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise

Gonçalves,Érica Melo; Lima,Danilo Lopes Ferreira; Albuquerque,Sandra Helena C. de; Carvalho,José Arthur de; Cariri,Tiago França Araripe; Oliveira,Cláudia Maria Costa de
Fonte: Sociedade Brasileira de Nefrologia Publicador: Sociedade Brasileira de Nefrologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.18%
A doença renal crônica (DRC) é uma síndrome clínica decorrente da perda lenta, progressiva e irreversível da taxa de filtração glomerular. A DRC pode apresentar várias manifestações bucais, como xerostomia, estomatite urêmica e periodontite, diagnosticada por meio da perda de inserção clínica (PIC). Foram avaliados 92 indivíduos em tratamento de hemodiálise na Clínica de Hemodiálise Prontorim, na cidade de Fortaleza, Ceará. O exame periodontal foi realizado por meio da mensuração da PIC e apenas 34 pacientes (37%) estavam aptos a realizar exame periodontal. A perda de inserção por indivíduo registrada no grupo de dentados ficou entre 1,31 e 5,27 mm, com média de 2,30 ± 0,96 mm. Dezoito pacientes (52,9%) apresentaram PIC menor que 2 mm, enquanto 16 (47,1%) mostraram-se portadores de periodontite. A perda dentária e a presença de considerável perda de inserção foram observadas neste estudo. Contudo, fatores como status social devem ser considerados em futuras investigações.

Influência das concavidades radiculares nas perdas clínicas de inserção, detectadas no exame clínico periodontal inicial

PUSTIGLIONI,Francisco Emilio; ROMITO,Giuseppe Alexandre
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
96.2%
O propósito deste estudo foi estabelecer a influência das concavidades radiculares na perda clínica de inserção (PCI) diagnosticada no exame clínico periodontal inicial. Os dados de PCI foram obtidos dos primeiros e segundos pré-molares, caninos, incisivos laterais e centrais superiores e inferiores, de 163 pacientes. Os dados foram coletados das fichas periodontais dos pacientes que procuraram a Clínica do curso de Pós-Graduação em Periodontia da FOUSP. Foi realizada sondagem em todos os dentes para que se obtivesse as seguintes medidas: distância da linha esmalte cemento à margem gengival, profundidade clínica de sondagem (PCS) nos sítios distovestibular (DV), centrovestibular (CV), mesiovestibular (MV), distolingual (DL), centrolingual (CL) e mesiolingual (ML). Os dados foram incluídos no estudo quando pelo menos um dos sítios apresentasse PCI ³ 4 mm. Após a análise estatística (Friedman ANOVA test) CV e CL mostraram valores de PCI estatisticamente menores para todos os dentes superiores e inferiores. Clinicamente CV mostrou os menores valores de perda clínica de inserção entre todos os dentes analisados, seguido de CL. Embora, baseados em nossos resultados, não exista correlação estatística entre PCI e a presença de concavidades radiculares...

Doença periodontal em adolescentes asmáticos: qual a participação do esteróide inalado

Cesar Nogueira dos Santos, Nilton; Sávio Cavalcanti Sarinho, Emanuel (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.14%
Introdução: Interações entre fatores bacterianos e imunológicos são um fator chave para a doença periodontal. Dentre os fatores de risco para as doenças periodontais, está o uso de medicações que podem causar alterações no sistema imunológico. Existe a possibilidade de os esteróides inalados usados no tratamento da asma crônica estarem envolvidos na patogênese das doenças periodontais. Objetivos: Revisar a literatura sobre o uso dos esteróides inalados e os efeitos negativos na saúde periodontal e verificar a freqüência das alterações periodontais em adolescentes usuários desta medicação. Métodos: Revisão bibliográfica na base de dados do Medline, Scielo e Lilacs com as palavras chaves: doença periodontal (gengivite e periodontite) - asma - esteróide inalado. Para o artigo original, foi realizado um estudo exploratório com 40 adolescentes asmáticos usuários dos esteróides inalados que foi comparado com 40 adolescentes que não usavam esta medicação. Avaliou-se Índice de Placa Visível, Índice Gengival, Presença de Recessão e/ou Hiperplasia Gengivais e o Índice de Perda de Inserção Periodontal. Resultados: Nos usuários dos esteróides inalados, foram mais elevados o Índice de Placa Visível e o Índice de Sangramento Gengival e houve maior número de indivíduos com hiperplasia gengival. Para a presença de cálculo e perda de inserção periodontal...

Imunoexpressão de fatores reguladores da osteoclastogênese na doença periodontal em humanos e sua relação com os parâmetros clínicos

Amaral, Bruna Aguiar do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.15%
Periodontal disease is an infection initiated by oral periodontal pathogens that trigger an immune response culminating in tissue destruction. This destruction is mediated by the host by inducing the production and activation of lytic enzymes, cytokines and the stimulation of osteoclastogenesis. The aim of this study was to compare the immunohistochemical expression of factors involved in bone resorption, RANKL (Ligand Receptor Activator of Nuclear Factor kappa B), OPG (Osteoprotegerin) and TNF-α (tumor necrosis factor alpha) between the gingival healthy, gingivitis and chronic periodontitis and correlate them with clinical parameters. The sample consisted of 83 cases and 12 clinically healthy gums, 42 gingivitis and 29 periodontitis, from 74 adolescent and adult patients with a mean age of 35 years, without systemic changes and non-smokers, predominantly female and race brown. There was no statistically significant difference for the expression of anti-RANKL (p = 0.581) and RANKL / OPG ratio (p = 0.334) when comparing the three conditions, but the anti-OPG and anti-TNF-α showed statistically significant between the types of injury (p = 0.001 and p <0.001, respectively), showing greatest expression in periodontitis. In cases of periodontitis...

Prevalência de doenças periodontais em amostra populacional da província de Maputo, Moçambique; Prevalenceof periodontal diseaseat Maputo Province, Mozambique

Mendes, Adelina da Conceição
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.22%
O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência e severidade da doença periodontal em amostra populacional da província de Maputo, Moçambique. Foram avaliados 120 voluntários de 15 a 72 anos quanto às medidas de profundidade de sondagem, recessão ou hiperplasia, nível de inserção, índice de sangramento gengival e índice de placa. Os indivíduos foram divididos em quatro grupos de acordo com a faixa etária: Grupo 1- indivíduos de 15 a 24 anos (n=30); Grupo 2- indivíduos de 25 a 34 anos (n= 30); Grupo 3- indivíduos de 35 a 44 anos (n= 30); Grupo 4- indivíduos com idade ≥45 anos (n=30). Os hábitos de higiene, cuidados de saúde bucal e condições de saúde sistêmica foram investigados por meio da aplicação de questionário de saúde. A maioria dos indivíduos apresentava baixa frequência diária de escovação e não usava fio dental. A profundidade de sondagem média foi de 2,5 ± 0,51mm, sem diferenças significativas entre os grupos (p> 0.05; ANOVA pós-teste Tukey). O nível de inserção clínica foi de 1,21 ± 0,87 mm, sendo maior na faixa etária mais velha (p<0.0001; ANOVA pós-teste Tukey). O índice de sangramento gengival foi de 0,17 ± 0,14, sem diferenças entre os grupos (p= 0.68; Kruskal-Wallis) e o índice de placa foi de 0...

Estudo da prevalencia da doença periodontal utilizando os indices "CPITN" e W.S FOP-UNICAMP

Fabio de Abreu Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/1998 PT
Relevância na Pesquisa
86.16%
Vários índices periodontais foram criados com o objetivo de diagnosticar as lesões periodontais. O índice CPITN (Índice Comunitário de Necessidades de Tratamento Periodontal) foi muito utilizado na década de 80 e início de 90, no entanto, recentemente vários trabalhos estão discutindo sua confiabilidade. O índice W.S. FOP-UNICAMP (Wilson Sallum Faculdade de Odontologia de Piracicaba-UNICAMP) está sendo. utilizado há 5 anos nas Clínicas de Graduação e Pós-graduação em Periodontia. Os índices acima foram aplicados em 400 pacientes voluntários, acima de 19 anos, atendidos no setor de Triagem, para avaliar a prevalência da doença periodontal. O código "0" do CPITN foi observado em apenas 2,2% dos sextantes. Houve certo equilíbrio entre os códigos "1 ", "2" e "3" apresentando 22%, 25,8% e 25,5%, respectivamente. O código "P0" (perda de inserção < 3mm) do W.S. FOP UNICAMP foi observado em 8,8% dos sextantes, os códigos "PI" (` > ou = ´3 e <5), e "P2" (` > ou = ´e < 7) foram os mais freqüentes correspondendo a 30,9% e 29,8% respectivamente. Os resultados mostraram que em ambos os índices a doença periodontal é altamente prevalecente e que o W.S. FOP-UNICAMP por analisar perda de inserção periodontal nos dá maiores detalhes das condições periodontais dos indivíduos. No entanto...

Prevalência de agravos periodontais e sua relação com fatores socioeconômicos na população adulta de Florianópolis, SC.

Junkes, Francielly Kons
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 22 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.33%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; A doença periodontal é caracterizada por um processo inflamatório e infeccioso, que pode causar a perda de inserção do ligamento periodontal e destruição do tecido ósseo circunjacente aos dentes. Dentre os potenciais fatores que podem ter influência direta e indireta na ocorrência da doença periodontal, tem-se uso excessivo do tabaco e álcool, diabetes mellitus, obesidade e pior condição socioeconômica. O objetivo deste trabalho foi estimar a prevalência de doença periodontal (presença de bolsa periodontal e perda de inserção periodontal) e avaliar sua associação com variáveis socioeconômicas, especificamente escolaridade e renda. Os dados foram obtidos por meio de um estudo de coorte de base populacional, realizado nos anos de 2009 e 2012, com uma amostra representativa da população adulta (20-59 anos) de Florianópolis, Santa Catarina. Os dados socioeconômicos e relativos à condição periodontal foram obtidos com questionários e exames clínicos de condições bucais. Foram incluídos no estudo 1.112 indivíduos, dos quais 2,5% [IC95%] 1,65-3,89 apresentaram doença periodontal (bolsa profunda e/ou perda de inserção periodontal ≥ 4mm no mesmo dente – DP2) e 3...