Página 1 dos resultados de 1003 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Tuberculosis Control: patient Perception Regarding Orientation for the Community and Community Participation; Controle da tuberculose: percepção dos doentes sobre orientação a comunidade e participação comunitária; Control de la tuberculosis: percepción de los enfermos sobre orientación a la comunidad y participación comunitaria

CURTO, Márcio; SCATENA, Lúcia Marina; ANDRADE, Rubia Laine de Paula; PALHA, Pedro Fredemir; ASSIS, Elisângela Gisele de; SCATOLIN, Beatriz Estuque; VILLA, Tereza Cristina Scatena
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.62%
To evaluate, from the patient’s perspective, actions of orientation for the community and community participation carried out in tuberculosis control in health services in Ribeirão Preto - SP. This was an evaluative quantitative exploratory study which used part of the Primary Care Assessment Tool, adapted and validated for tuberculosis care, applied through interview, with 100 patients. Indicators of the instrument and analysis of variance were used. The realization of social partnerships for delivery of the sputum pot together with the community, the delivery of the sputum pot to the community by professionals, and the participation of the community to discuss the problem of tuberculosis were identified, 5%, 6% and 5%, respectively. The health services with fewer patients in treatment showed the best indicators. The actions of social partnerships, searching for respiratory symptomatics in the community and community participation in tuberculosis control are poorly incorporated by health services.; O objetivo deste estudo foi avaliar, sob a percepção dos doentes, ações de orientação para a comunidade e participação comunitária, realizadas no controle da tuberculose em serviços de saúde de Ribeirão Preto, SP. É pesquisa avaliativa quantitativa exploratória que utilizou parte do Primary Care Assessment Tool...

Participação comunitária nos processos de educação em saúde e ambiental: região de Paranapiacaba e Parque Andreense; COMMUNITY PARTICIPATION IN THE CRIMINAL EDUCATION HEALTH AND ENVIRONMENTAL Region Paranapiacaba and Andreense Park

Silva, Elaine Cristina da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.62%
A palavra participação tem aparecido nos mais variados discursos. Mas afinal, que participação é essa? Considerando o âmbito da promoção da saúde e seus pressupostos, a participação é citada como uma das condições fundamentais para que as comunidades assumam o controle sobre sua saúde. Percebe-se que há uma grande distância entre o que propõem os principais documentos referentes à promoção da saúde e o que realmente é colocado em prática. Uma das formas mais importantes de estimular a participação comunitária é por meio do processo educativo. Para entender como esses processos educativos vêm ocorrendo em áreas de proteção ambiental de modo que atenda os pressupostos da promoção da saúde, esta pesquisa foi realizada com o objetivo de identificar e analisar as ações de educação em saúde e de educação ambiental desenvolvidas pelo poder público municipal nas áreas de mananciais de Santo André/SP e as formas de participação da comunidade local nesses processos, bem como suas percepções sobre tais ações. A metodologia utilizada para a pesquisa foi de abordagem quali-quantitativa, tendo como instrumentos a análise documental; entrevistas estruturadas e semi-estruturadas. As entrevistas foram iniciadas após prévia aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos entrevistados. Os sujeitos eram adultos de ambos os sexos residentes em 02 áreas da região de Paranapiacaba e Parque Andreense e funcionários da Prefeitura de Santo André. Os principais resultados mostraram que as ações de saúde desenvolvidas na região de estudo ainda são vistas predominantemente sob o prisma da prevenção e não como um processo educativo capaz de subsidiar e alcançar alguns dos objetivos da promoção da saúde...

Reabilitação com ênfase no território - demandas de pessoas com deficiências e a promoção da participação comunitária; Community-based rehabilitation the demands of people with disability e the promotion of community participation

Aoki, Marta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.55%
Este estudo pretendeu discutir a experiência da implantação de um grupo de convivência para adultos com deficiências, na comunidade, como uma das estratégias de reabilitação no âmbito territorial, realizadas a partir de uma unidade básica de saúde. Os objetivos foram: compreender o processo de grupalização de adultos com deficiências e identificar as transformações ocorridas no âmbito individual e coletivo; conhecer os modos de vida e as demandas dessas pessoas e como um grupo de convivência pode contribuir para responder a tais demandas.Para o estudo de caso, utilizou-se a entrevista semi estruturada e o registro/diário de campo das atividades realizadas e acompanhadas pela pesquisadora.Participaram do grupo 10 adultos com deficiências que vivenciavam situação de pobreza e isolamento social, sendo: seis mulheres e quatro homens. Cinco apresentavam deficiência mental, três deficiência física e duas deficiências múltiplas. As entrevistas foram realizadas com 05 participantes do grupo, que o representavam em termos de idade, sexo e tipo de deficiência e tratavam de assuntos como: atividades cotidianas, experiências em saúde e reabilitação, educação, trabalho e participação comunitária.Foram registrados 34 encontros...

Dimensão social da participação comunitária no processo de urbanização nos bairros cota da Serra do Mar em Cubatão; Social dimension of community participation in the process of urbanization in the bairros cota settlements of the "Serra do Mar" in Cubatão

Ovando, Adilana Goulart Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
Esta pesquisa versa sobre o processo de urbanização da Serra do Mar ocorrido nos bairros cota na cidade de Cubatão, no Estado de São Paulo, e se propõe analisar as mudanças sociais e a participação da comunidade no processo de intervenção governamental na área. O objeto da pesquisa é a implantação de um programa estadual de intervenção habitacional por meio de remoção de famílias que ocupavam trechos do Parque Estadual da Serra do Mar, áreas de risco de escorregamento e, ainda, por meio de urbanização de áreas que podem ser consolidadas e regularizadas. A urbanização foi proposta sob o amparo da participação comunitária e com a implantação de projetos sociais e analisar as mudanças sociais e a efetiva participação decorrentes desse processo é o objeto deste estudo.; This research is about deals with the social the process of urbanization of "Serra do Mar" in the "bairros cota" areas located in the city of Cubatão, state of São Paulo, and it aims to analyze social change and community participation in the process of urbanization of the area . The object focused is the actual implementation of a State Program of housing interventions through removal of families that were occupying portions of the "Serra do Mar" State Park as well as areas at risk of slipping; and also the urbanization ofsettlement areas that could be consolidated and legalized. Urbanization was proposed under the auspices of community participation and the implementation of social projects. Analyze social change and the effective participation in this process is the subject of this study .

Participação comunitária e satisfação com os cuidados de saúde primários

Lobo, Liliana
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
Neste artigo são apresentados, brevemente, os resultados de um estudo exploratório realizado com cinquenta utentes da Extensão da Brandoa do Centro de Saúde da Venda Nova (Amadora) com a finalidade de investigar a relação entre participação comunitária no desenvolvimento dos cuidados de saúde primários e a satisfação dos utentes em relação à qualidade dos cuidados. Os resultados evidenciam a importância de fomentar uma mudança organizacional nos Centros de Saúde que centre o processo da qualidade nos utentes, para que estes sejam envolvidos e participem activamente no desenvolvimento dos cuidados de saúde primários. ------ ABSTRACT ------ The objective of this exploratory study with fifteen subjects at Extensão da Brandoa/Centro de Saúde da Venda Nova is about community participation relationship with patient’s satisfaction with quality care. The results shows the necessity of a organizational change in Centros de Saúde for an active patient’s collaboration in health primary care.

Construção da participação comunitária para a prevenção de acidentes domésticos infantis

Acker,Justina Inês Brunetto Verruck; Cartana,Maria do Horto Fontoura
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
INTRODUÇÃO: Este artigo relata parte de um estudo cujo objetivo foi mobilizar a equipe do Programa de Saúde da Família para a construção da participação comunitária visando a prevenir acidentes domésticos de crianças menores de cinco anos, tendo como fundamento teórico as Sete Teses de Roberto Briceño-Léon. METODOLOGIA: foi empregada a Pesquisa Convergente Assistencial com uma Equipe do Programa de Saúde da Família de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul. Foram realizadas oficinas educativas com a equipe e posteriormente realizadas atividades educativas com famílias da comunidade. As informações foram coletadas por meio de observação e de entrevista coletiva, sendo realizada análise de conteúdo. RESULTADOS: criação das ferramentas educativas: a música "A Lição do Sapeca", a dramatização da música, a dinâmica "O que é isto?" e a dinâmica "Casa Simulada". CONSIDERAÇÕES: evidencia-se que, com criatividade e congruência, a equipe de saúde desencadeou o processo de mobilização da comunidade para prevenir acidentes domésticos infantis.

Promoção da saúde e participação comunitária em grupos locais organizados

Cardoso,Leticia Silveira; Cezar-Vaz,Marta Regina; Costa,Valdecir Zavarese da; Bonow,Clarice Alves; Almeida,Marlise Capa Verde de
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.39%
Objetivou-se conhecer a articulação dos grupos locais organizados com os profissionais da equipe da Estratégia Saúde da Família para a promoção da saúde socioambiental. Utilizou-se a técnica de entrevista semiestruturada gravada com 70 participantes dos 13 grupos investigados, analisadas segundo abordagem qualitativa de conteúdo. A categoria envolvimento comunitário revelou a mobilização profissional e comunitária pela gestão participativa em saúde. O interesse em participar dos grupos locais organizados indica as proposições individuais que se potencializam em coletivo e refletem-se no atendimento das necessidades humanas básicas psicobiológicas e socioambientais.

Avaliação do sistema de vigilância entomológica da doença de Chagas com participação comunitária em Mambaí e Buritinópolis, Estado de Goiás

Silveira,Antonio Carlos; Rezende,Dilermando Fazito de; Nogales,Ana Maria; Cortez-Escalante,Juan José; Castro,Cleudson; Macêdo,Vanize
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.36%
A vigilância entomológica da doença de Chagas em Mambaí e Buritinópolis, no Estado de Goiás, Brasil, tem sido mantida com participação da população, notificando a presença de vetores nas habitações. Passado longo tempo após instituídas as ações de controle e tendo-se já certificado a interrupção da transmissão vetorial, buscou-se avaliar o conhecimento e as práticas da população nessa situação. Os resultados apontam progressivo desinteresse pelo tema doença de Chagas, atribuível à redução da magnitude do problema representado pela enfermidade, a pouca participação das escolas na vigilância, à pequena importância dos vetores secundários e nativos e, em conseqüência, às limitadas intervenções dos serviços de controle em resposta às notificações. Propõe-se, que atividades de busca direta por amostragem sejam periodicamente realizadas e maior envolvimento das instituições de ensino.

Problemas e possibilidades de participação comunitária no controle das grandes endemias no Brasil

Dias,João Carlos Pinto
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
A participação comunitária (PC) ativa, consciente e permanente é um dos elementos fundamentais no controle das grandes endemias em países como o Brasil, particularmente em termos de prevenção e nos seus estágios de consolidação e vigilância. Afetando especialmente as populações mais pobres, essas endemias são altamente lesivas e pressupõem ação específica do Estado, no que se refere a um sistema de saúde equânime, universal e competente, em que a PC é chave, não apenas como elemento de controle social, mas também como executora e mediadora de ações finalísticas. A despeito de toda sua racionalidade, a PC não tem sido exercitada ou estimulada no País de forma sustentada e conseqüente pelos governos e lideranças, como reflexo da própria centralização política e de poder ainda vigentes. Exemplos de situações e possibilidades são ilustrados no artigo com relação a importantes endemias brasileiras. Entendida como processo social profundo e de permanente construção, a PC no controle de endemias se impõe como exercício de cidadania e um grande teste para o Sistema Único de Saúde e para o País.

Discursos e práticas referentes ao processo de participação comunitária nas ações de educação em saúde: as ações de mobilização comunitária do PCDEN/PE

Acioli,Moab Duarte; Carvalho,Eduardo Freese de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
Neste artigo analisam-se alguns conceitos de participação comunitária nos processos de educação em saúde, contextualizando-os com as experiências práticas em relação às ações dirigidas para a esquistossomose dentro do Programa de Controle das Doenças Endêmicas do Nordeste (Ministério da Saúde do Brasil (MS)/Banco Mundial, 1987). Partindo-se de uma metodologia qualitativa, houve tanto a análise de discursos institucionais (Sucam, FNS e Ministério da Saúde), quanto um trabalho de campo (entrevistas com agentes de saúde e população) realizado na Zona da Mata de Pernambuco (historicamente endêmica) e, principalmente, no Município de Amaraji. Comparando-se discursos e práticas educativas, foram encontrados fatores responsáveis pelas respectivas convergências e divergências, assim como elementos vinculados ao processo social e histórico das populações envolvidas que limitam a eficácia das ações educativas, inclusive de uma maneira mais sistemática.

Envolvimento comunitário na Estratégia de Saúde da Família: dilemas entre institucionalização e efetiva participação

Bispo Júnior,José Patrício; Martins,Poliana Cardoso
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.39%
Este artigo analisa o desempenho dos Conselhos Locais de Saúde enquanto instrumentos da participação social no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Trata-se de pesquisa quali-quantitativa com triangulação de métodos. O campo de estudo foi o município de Vitória da Conquista-BA. Os dados e informações foram obtidos por meio de análise da agenda de compromissos, dos formulários de acompanhamento, das atas das reuniões dos conselhos e por entrevistas semiestruturadas com informantes-chave. Os resultados demonstraram que os conselhos locais de saúde apresentam desempenho limitado, com baixa frequência de realização de reuniões, agenda de compromissos voltada para o próprio conselho e reuniões pautadas nas dificuldades de acesso aos serviços de saúde. Os baixos níveis de mobilização social e envolvimento comunitário são o principal entrave para o bom desempenho desses fóruns. São apontados problemas sobre representatividade dos conselheiros, desmotivação em participar de atividades voluntárias e sentimento de despreparo em decorrência das fragilidades da formação e capacitação. Conclui-se que a institucionalização dos conselhos locais não é condição suficiente para promover a participação comunitária. São sugeridas algumas iniciativas com potencial de promover a mobilização social e despertar as comunidades para a importância da participação e do envolvimento coletivo.

Desafios para a participação popular em saúde: reflexões a partir da educação popular na construção de conselho local de saúde em comunidades de João Pessoa, PB

Cruz,Pedro José Santos Carneiro; Vieira,Samara Cíntia Rodrigues; Massa,Nayara Moreira; Araújo,Thaise Anataly Maria de; Vasconcelos,Ana Cláudia Cavalcanti Peixoto de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.41%
A participação popular constitui uma força social capaz de elencar prioridades e influir nos serviços públicos de saúde, impulsionando a formulação de políticas para a promoção da saúde como um direito, de forma equânime, democrática e participativa. A organização da representação popular em conselhos de saúde vem avançando desde sua garantia na Lei 8.142/90, fazendo deste um espaço para fiscalização de ações e dinamização do controle social. Nesse contexto, o projeto de extensão "Práticas Integrais da Nutrição na Atenção Básica em Saúde - PINAB", do Departamento de Nutrição/UFPB, vem atuando no processo de fortalecimento da participação popular na saúde a partir da construção de um conselho local de saúde (CLS), em uma Unidade de Saúde da Família (USF), em João Pessoa/PB. Este trabalho pretende sistematizar essa experiência, por meio da inserção dos extensionistas no processo e sua participação ativa nas ações desenvolvidas. Utilizando como metodologia a educação popular, o grupo operativo Mobilização Popular atuou por meio de: Visitas domiciliares, no intuito de reconhecer os movimentos sociais locais, para compreender a sua história de luta; e Atividades educativas, que visam contribuir para a participação comunitária no CLS e aprimorar os conhecimentos dos sujeitos envolvidos...

Legislação ambiental e participação comunitária

Milaré, Édis
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.51%
Trata da legislação ambiental brasileira, versando sobre as tutelas administrativa e penal do meio ambiente. Discorre sobre a participação popular na proteção do meio ambiente, nos processos de criação do direito do meio ambiente, na formulação e na execução de políticas ambientais, além da participação popular através do Poder Judiciário.

Participação comunitária no âmbito da educação em saúde

Verdi, Marta Inez Machado; Büchele, Fátima; Tognoli, Heitor
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.51%
Este objeto começa enfatizando de que é fundamental a participação comunitária nas práticas educativas em saúde para que estas sejam construídas em bases críticas, libertadoras, dialógicas e transformadoras de realidade. Continua mostrando a extrema importância das sete teses propostas para fomentar a participação comunitária no âmbito da educação em saúde apresentadas pelo autor Briceño-León. Termina mostrando detalhadamente cada uma dessas teses. Unidade 2 do módulo 17 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.

Participação comunitária no âmbito da educação em saúde

Verdi, Marta Inez Machado; Büchele, Fátima; Tognoli, Heitor
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Unidade 2 do módulo 17 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família. Arquivo .zip contendo página html com recursos de texto, imagens e animações em flash.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.51%
Este objeto começa enfatizando de que é fundamental a participação comunitária nas práticas educativas em saúde para que estas sejam construídas em bases críticas, libertadoras, dialógicas e transformadoras de realidade. Continua mostrando a extrema importância das sete teses propostas para fomentar a participação comunitária no âmbito da educação em saúde apresentadas pelo autor Briceño-León. Termina mostrando detalhadamente cada uma dessas teses. Unidade 2 do módulo 17 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.; 1.0; Ministério da Saúdes/OPAS/OMS

Controle da tuberculose: percepção dos doentes sobre orientação a comunidade e participação comunitária; Control de la tuberculosis: percepción de los enfermos sobre orientación a la comunidad y participación comunitaria; Tuberculosis Control: patient Perception Regarding Orientation for the Community and Community Participation

Curto, Márcio; Scatena, Lúcia Marina; Andrade, Rubia Laine de Paula; Palha, Pedro Fredemir; Assis, Elisângela Gisele de; Scatolin, Beatriz Estuque; Villa, Tereza Cristina Scatena
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2010 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
66.62%
O objetivo deste estudo foi avaliar, sob a percepção dos doentes, ações de orientação para a comunidade e participação comunitária, realizadas no controle da tuberculose em serviços de saúde de Ribeirão Preto, SP. É pesquisa avaliativa quantitativa exploratória que utilizou parte do Primary Care Assessment Tool, adaptado e validado para atenção à tuberculose, aplicado por meio de entrevista a 100 doentes. Utilizaram-se indicadores do instrumento e análise de variância. Foram identificadas a realização de parcerias sociais para entrega do pote para coleta de escarro junto à comunidade, entrega do pote para coleta de escarro na comunidade pelos profissionais e a participação da comunidade para discutir o problema da tuberculose, 5, 6 e 5% respectivamente. Os serviços de saúde com menor número de doentes em tratamento apresentaram os melhores indicadores. Conclui-se que as ações de parcerias sociais, busca de sintomáticos respiratórios na comunidade e participação da comunidade no controle da tuberculose são pouco incorporadas pelos serviços de saúde.; El objetivo de este estudio fue evaluar, bajo la perspectiva de los enfermos, las acciones de orientación para la comunidad y la participación comunitaria...

Desafios para a participação popular em saúde: reflexões a partir da educação popular na construção de conselho local de saúde em comunidades de João Pessoa, PB; Challenges for popular participation in health issues: reflections based on popular education in the development of a local health council in communities at João Pessoa/PB

Cruz, Pedro José Santos Carneiro; Vieira, Samara Cíntia Rodrigues; Massa, Nayara Moreira; Araújo, Thaise Anataly Maria de; Vasconcelos, Ana Cláudia Cavalcanti Peixoto de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.41%
Popular participation constitutes a social force which is able to point out priorities and also to influence the Public Health Services, developing policy-making for Health Promotion as a right, in a democratic, equal and participative way. The organization of popular representation into Health Councils has been growing since it was guaranteed in law 8.142/90, making this space become an instrument to inspect actions and to promote the dynamism of social control. In this context, the Extension Project "Integral Nutrition Practices in Primary Health Care - PINAB", of the Nutrition Department of UFPB (Federal University of Paraíba) has been participating in the process of strengthening popular participation in health, taking as a starting point the organization of a Local Health Council within a Family Health Unit in the city of João Pessoa (Northeastern Brazil). This work aims at organizing this experience, through the insertion of students in the process and through the promotion of their active participation in the developed actions. Popular Education was used as methodology, and the operational group Popular Mobilization acted by means of: Home Visits, in order to survey the local social movements, so as to understand their history of struggle; and Educational Activities...

Participação comunitária e satisfação com os cuidados de saúde primários

Lobo,Liliana
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
Neste artigo são apresentados, brevemente, os resultados de um estudo exploratório realizado com cinquenta utentes da Extensão da Brandoa do Centro de Saúde da Venda Nova (Amadora) com a finalidade de investigar a relação entre participação comunitária no desenvolvimento dos cuidados de saúde primários e a satisfação dos utentes em relação à qualidade dos cuidados. Os resultados evidenciam a importância de fomentar uma mudança organizacional nos Centros de Saúde que centre o processo da qualidade nos utentes, para que estes sejam envolvidos e participem activamente no desenvolvimento dos cuidados de saúde primários.

Problemas e possibilidades de participação comunitária no controle das grandes endemias no Brasil

Dias,João Carlos Pinto
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
66.41%
A participação comunitária (PC) ativa, consciente e permanente é um dos elementos fundamentais no controle das grandes endemias em países como o Brasil, particularmente em termos de prevenção e nos seus estágios de consolidação e vigilância. Afetando especialmente as populações mais pobres, essas endemias são altamente lesivas e pressupõem ação específica do Estado, no que se refere a um sistema de saúde equânime, universal e competente, em que a PC é chave, não apenas como elemento de controle social, mas também como executora e mediadora de ações finalísticas. A despeito de toda sua racionalidade, a PC não tem sido exercitada ou estimulada no País de forma sustentada e conseqüente pelos governos e lideranças, como reflexo da própria centralização política e de poder ainda vigentes. Exemplos de situações e possibilidades são ilustrados no artigo com relação a importantes endemias brasileiras. Entendida como processo social profundo e de permanente construção, a PC no controle de endemias se impõe como exercício de cidadania e um grande teste para o Sistema Único de Saúde e para o País.

Discursos e práticas referentes ao processo de participação comunitária nas ações de educação em saúde: as ações de mobilização comunitária do PCDEN/PE

Acioli,Moab Duarte; Carvalho,Eduardo Freese de
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1998 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
Neste artigo analisam-se alguns conceitos de participação comunitária nos processos de educação em saúde, contextualizando-os com as experiências práticas em relação às ações dirigidas para a esquistossomose dentro do Programa de Controle das Doenças Endêmicas do Nordeste (Ministério da Saúde do Brasil (MS)/Banco Mundial, 1987). Partindo-se de uma metodologia qualitativa, houve tanto a análise de discursos institucionais (Sucam, FNS e Ministério da Saúde), quanto um trabalho de campo (entrevistas com agentes de saúde e população) realizado na Zona da Mata de Pernambuco (historicamente endêmica) e, principalmente, no Município de Amaraji. Comparando-se discursos e práticas educativas, foram encontrados fatores responsáveis pelas respectivas convergências e divergências, assim como elementos vinculados ao processo social e histórico das populações envolvidas que limitam a eficácia das ações educativas, inclusive de uma maneira mais sistemática.