Página 1 dos resultados de 477 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Parasitoses oportunistas no infectado pelo VIH : aspectos epidemiológicos e clínicos

Cabo, João Miguel Pessoa de Matos
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
INTRODUÇÃO: Apesar da incidência de infecções oportunistas em indivíduos infectados pelo VIH ter diminuído substancialmente com a utilização cada vez mais generalizada de regimes quimioprofilácticos específicos e de tratamento anti-retrovírico de grande actividade, estas continuam a constituir uma causa significativa de mortalidade e morbilidade nesta população, tanto em países desenvolvidos, devido a factores de índole variada, como em países com poucos recursos económicos, onde o acesso aos anti-retrovíricos ou mesmo a agentes profilácticos específicos é muito limitado e onde, de resto, se verificam as taxas mais elevadas de infecção pelo VIH. OBJECTIVOS: Abordar as mais importantes parasitoses oportunistas (Toxoplasmose, Criptosporidiose, Microsporidiose), incluindo duas relevantes parasitoses endémicas (Leishmaniose e Doença de Chagas). Este artigo pretende providenciar uma revisão dos seus contexto epidemiológico actual, quadro clínico, diagnóstico e recomendações para profilaxia e tratamento, bem como fazer referência a métodos de diagnóstico e/ou abordagens terapêuticas mais recentes que se tenham revelado promissores. DESENVOLVIMENTO/CONCLUSÕES: Algumas parasitoses oportunistas associam-se a taxas de mortalidade elevadas por não existir qualquer agente terapêutico específico para o seu tratamento. Noutras...

Avaliação de uma nova técnica (TF-Test Modified) destinada ao diagnóstico de parasitoses intestinais em amostras fecais; Evaluation of a new technique (TF-Test Modified) intended for the diagnosis of intestinal parasites in fecal samples

Juliana Barboza de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
As parasitoses intestinais são altamente prevalentes no mundo, estando entre as maiores causadoras de doenças e óbitos em seres humanos. Atualmente, o diagnóstico laboratorial destas parasitoses é realizado por meio de procedimentos técnicos manuais, desenvolvidos na sua grande maioria há décadas, o que justifica a aplicabilidade de técnicas mais sensíveis e práticas para esta finalidade, visando obter resultados eficientes, especialmente em programas governamentais direcionados à Saúde Pública. Sendo assim, o objetivo do projeto foi de avaliar e validar uma nova técnica parasitológica, denominada TF-Test Modified, em comparação com três técnicas parasitológicas convencionais consagradas pela literatura: TF-Test Conventional; Rugai, Mattos e Brisola; e Kato-Katz/Helm-Test. As etapas do trabalho consistiram em realizar coleta de material fecal de 457 indivíduos localizados em regiões endêmicas para parasitoses no município de Campinas, SP; no processamento laboratorial de 1.828 exames; no diagnóstico de 14 espécies parasitárias; e na análise estatística qualitativa de resultados de maneira abrangente. Dentre as espécies parasitárias encontradas, helmintos e protozoários intestinais foram detectados em 42...

Análise do conteúdo de parasitoses em livros didáticos do Ensino Fundamental

Orlandi, Elisa Margarita
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 171
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.35%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Biológicas. Biologia.; O presente trabalho apresenta resultados de pesquisa referente ao trabalho de conclusão de curso, cujo objetivo é analisar como o conteúdo relativo ao tema parasitoses é abordado em livros didáticos para o ensino fundamental. O texto apresenta informações sobre a escolha dos livros a serem analisados e a definição dos critérios de análise. Os títulos escolhidos para análise são utilizados pela rede pública de ensino do município de Florianópolis. Durante o processo de elaboração foram construídos oito critérios: qualidade científica do conteúdo textual; forma de apresentação do tema no livro; características textuais; figuras e ilustrações; contextualização; interdisciplinaridade; atividades práticas e exercícios propostos; recursos adicionais. Os resultados indicam que os livros didáticos analisados apresentam aspectos positivos e negativos com relação aos critérios observados. Ainda que este trabalho tenha analisado apenas o conteúdo referente às parasitoses, ele pode auxiliar professores ou futuros professores que tenham interesse em desenvolver um olhar crítico para o livro didático...

Parasitoses caninas transmitidas por ixodídeos

Ferreira, Marisa da Fonseca
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 16/06/2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; A presente dissertação refere-se ao período de Setembro de 2007 a Janeiro de 2008, durante o qual foi desenvolvida a componente prática do Estágio do Curso de Mestrado Integrado, no Hospital Escolar da Faculdade de Medicina Veterinária. Foi possível acompanhar uma casuística variada na área da Clínica de Animais de Companhia, dentro da qual foi escolhido o tema “Parasitoses caninas transmitidas por ixodídeos” para desenvolvimento. Existem várias parasitoses, sensu lato, transmitidas por ixodídeos, que afectam a espécie canina, focando-se aquelas cujos agentes etiológicos incluem as espécies dos géneros: Rickettsia, Babesia, Ehrlichia, Anaplasma e Theileria. Tipicamente, estas são caracterizadas por sinais clínicos não específicos como febre, letargia e anorexia. Podem também verificarse, entre outros, perda de peso, mucosas pálidas, linfadenomegália, claudicação, icterícia, hepatoesplenomegália, edema subcutâneo, discoloração da urina, tendências hemorrágicas, manifestações oculares e neurológicas. A alteração laboratorial mais consistente é a trombocitopénia, sendo também frequente a anemia, hipoalbuminémia e hiperglobulinémia. O diagnóstico baseia-se em métodos serológicos...

Influência do maneio na prevalência de parasitoses gastrointestinais em pequenos ruminantes: estudo comparativo entre a região do Alentejo e a região de Andaluzia

Guerreiro, Carla Marisa Correia
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; No âmbito do estágio curricular realizado na Clínica Veterinária Vet + em Montemor-o- Novo (Portugal) e na Faculdade de Medicina Veterinária de Córdova (Espanha), acompanhei actividades na área da sanidade e clínica de grandes animais, assim como técnicas de diagnóstico parasitológico a nível laboratorial. As parasitoses gastrointestinais de Pequenos Ruminantes merecem um lugar de destaque ao longo de toda esta dissertação, sendo o principal objectivo estabelecer uma relação entre o maneio existente nas explorações e a prevalência de parasitoses gastrointestinais. Para tal foram estudadas 18 explorações, 9 na região do Alentejo e outras 9 na região de Andaluzia, Espanha, nas quais foram colhidas amostras de fezes e preenchido um inquérito relativo ao maneio existente. Os resultados obtidos estão de acordo com a bibliografia consultada no que respeita às parasitoses existentes na Península Ibérica. Na região do Alentejo os Estrongilídeos Gastrointestinais são o grupo de parasitas com maior prevalência (73%), o que se deve à predominância de explorações em regime semi-extensivo e à não aplicação de técnicas de maneio que permitem diminuir de forma significativa estes valores (controlo integrado de parasitoses gastrointestinais). De realçar que nesta região a desparasitação é realizada uma vez por ano e sem qualquer carácter estratégico. Na região de Andaluzia as coccidioses causadas por Eimeria spp. são as que apresentam maior prevalência (76%)...

Parasitoses gastrointestinais em ovinos em regime extensivo e intensivo em explorações do Ribatejo-Portugal

Anastácio, Pedro Filipe Branco
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 23/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; As parasitoses e doenças parasitárias dos ovinos são responsáveis por enormes perdas de produção, devidas ao grande impacto, tanto no bem-estar como na saúde animal, causando uma importante diminuição no balanço económico. Na clínica de espécies pecuárias merecem especial atenção as parasitoses por nemátodes, em especial por Estrongilideos Gastrointestinais (EGI) e por coccídias do género Eimeria spp. É essencial o estabelecimento de planos de profilaxia, para manter aceitáveis os níveis de infecção, sendo para tal necessário o conhecimento detalhado das espécies parasitárias envolvidas e respectiva carga e a sua prevalência. Os objectivos deste estudo foram determinar e comparar a frequência das espécies parasitárias existentes em três explorações de ovinos em regime extensivo e intensivo, assim como os níveis de eliminação nas mesmas explorações. Na exploração em regime intensivo, ou seja, de engorda, pretendeu-se também averiguar a eficácia do diclazurilo em tratamentos profiláticos contra infecções naturais de Eimeria spp., assim como a rentabilidade económica da administração de desparasitante, com o intuito de concluir se esta medida profiláctica/terapêutica se traduziria ou não num maior valor de lucro final. Nos ovinos adultos os géneros de nemátodes de EGI mais frequentes foram Trichostrongylus...

Avaliação epidemiológica de doenças negligenciadas em escolares: filariose linfática e parasitoses intestinais

Aguiar-Santos,Ana M.; Medeiros,Zulma; Bonfim,Cristine; Rocha,Abraham C.; Brandão,Eduardo; Miranda,Tereza; Oliveira,Paula; Sarinho,Emanuel S. C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.55%
OBJETIVO: Descrever a prevalência de infecção filarial e de parasitoses intestinais em escolares numa área endêmica de filariose e refletir sobre a opção terapêutica utilizada no Brasil no tratamento coletivo para filariose. MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 508 alunos na faixa etária de 5-18 anos cadastrados em escolas públicas do município de Olinda-PE. Realizou-se a investigação da parasitose intestinal em três amostras de fezes, analisadas pelo método de Hoffmann, Pons e Janer. A investigação filarial foi feita com teste antigênico pela técnica de imunocromatográfica rápida (ICT) e pesquisa de microfilárias, utilizando filtração em membrana de policarbonato. Para análise de dados utilizou-se a estatística descritiva através do programa EpiInfo versão 7. RESULTADOS: A prevalência de filariose por ICT foi de 13,8% e por microfilaremia de 1,2%, enquanto a de parasitoses intestinais foi 64,2%. A concomitância do diagnóstico filarial e de parasitoses intestinais foi de 9,4% e, 31,5% eram isentos de ambas as parasitoses. Entre os indivíduos com parasitoses intestinais, 55% eram monoparasitados e 45% poliparasitados. A presença de geohelmintos ocorreu em 72,5% dos parasitados. No grupo com infecção filarial a ocorrência de geohelmintíase foi de 54...

Tendência secular das parasitoses intestinais na infância na cidade de São Paulo (1984-1996)

Ferreira,Marcelo Urbano; Ferreira,Claudio dos Santos; Monteiro,Carlos Augusto
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
OBJETIVO: Estimar a prevalência e a distribuição social das parasitoses intestinais na infância, estabelecer a tendência secular dessas enfermidades e analisar sua determinação, com base em dois inquéritos domiciliares, realizados na cidade de São Paulo, SP, em 1984/85 e 1995/96. MÉTODOS: Os inquéritos estudaram amostras probabilísticas da população residente na cidade com idades entre zero e 59 meses (1.016 em 1984/85 e 1.280 em 1995/96). Amostras de fezes foram coletadas nos dois inquéritos e submetidas a exame parasitológico pela técnica de sedimentação, realizando-se leituras de preparações simples e de preparações coradas com lugol para exame de cistos de protozoários. O estudo da distribuição social das parasitoses levou em conta tercis da renda familiar per capita em cada um dos inquéritos. A estratégia analítica para estudar os determinantes da evolução da prevalência das parasitoses na população empregou modelos hierárquicos de causalidade, análises multivariadas de regressão e procedimentos análogos aos utilizados para calcular riscos atribuíveis populacionais. RESULTADOS/CONCLUSÕES: Houve entre os inquéritos reduções expressivas na prevalência das parasitoses em geral (de 30,9% para 10...

Avaliação da esquistossomose e de outras parasitoses intestinais, em escolares do município de Bambuí, Minas Gerais, Brasil

Rocha,Roberto Sena; Silva,Janaína Guernica; Peixoto,Sérgio Viana; Caldeira,Roberta Lima; Firmo,Josélia Oliveira Araújo; Carvalho,Omar dos Santos; Katz,Naftale
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
O objetivo desse trabalho foi determinar a prevalência das parasitoses em escolares de Bambuí, através de exames coprológicos (direto e Kato-Katz) e reavaliar os criadouros de moluscos descritos no município. Dos 2.901 escolares examinados, 20,1% estavam parasitados, sendo que Giardia lamblia, Entamoeba coli, Ascaris lumbricoides e ancilostomídeos foram os parasitas mais freqüentes, com prevalências de 6,2%, 6,2%, 4,8% e 1,4%, respectivamente. Os ancilostomídeos foram significativamente mais freqüentes na zona rural e nos alunos com mais de 14 anos, enquanto a prevalência da E. coli foi maior na zona urbana e a G. lamblia mais freqüente na faixa etária de 0-6 anos. Somente três crianças eliminavam ovos de Schistosoma mansoni. O único hospedeiro intermediário encontrado foi a Biomphalaria glabrata e nenhuma delas estava eliminando cercárias de S. mansoni . Comparando-se estes dados a de levantamentos realizados anteriormente no município, observou-se uma queda na prevalência de todos os parasitas. Algumas hipóteses para tentar explicar esta queda são discutidas tais como: processo intenso de urbanização e a melhoria das condições sócio-sanitárias do município.

Sistemas produtivos de caprinocultura leiteira no semiárido nordestino: controle integrado das parasitoses gastrointestinais visando contornar a resistência anti-helmíntica

Riet-Correa,Beatriz; Simões,Sara Vilar Dantas; Riet-Correa,Franklin
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
A caprinocultura é muito importante para a economia do semiárido nordestino; no entanto a alta frequência das parasitoses gastrintestinais e o aumento da resistência parasitária ameaçam gravemente essa atividade. Nesta revisão são discutidos vários aspectos importantes para o controle das parasitoses gastrintestinais de caprinos, incluindo: 1) as diferenças entre caprinos e ovinos; 2) aspectos epidemiológicos importantes a serem levados em consideração para o controle; e 3) tecnologias a serem utilizadas para realizar o controle das parasitoses gastrintestinais em forma integrada e diminuir a frequência de resistência anti-helmíntica.

Aspectos epidemiológicos, sociais e sanitários de uma área no Rio Negro, estado do Amazonas, com especial referência às parasitoses intestinais e à infecção chagásica

Coura,José R.; Willcox,Henry P. F.; Tavares,Antônio de M.; Paiva,Daurita D. de; Fernandes,Octávio; Rada,Érika L. J. C.; Perez,Eusébio P.; Borges,Lisbeth C. L.; Hidalgo,Martha E. C.; Nogueira,Myriam Lucia C.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1994 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
Um estudo seccional foi realizado na população residente em um de cada quatro domicílios habitados na cidade de Barcelos (no norte do Estado do Amazonas, na margem direita do Rio Negro, a 490km de Manaus por via fluvial), visando a avaliar as condições sociais, sanitárias e os indicadores específicos para as parasitoses intestinais e para infecção chagásica. No inquérito, foram aplicados dois questionários, um domiciliar para avaliar os aspectos sociais e sanitários, e outro individual, para a avaliação das condições sociais e epidemiológicas da população. Uma amostra por conglomerado familiar de 171 domicílios foi estudada. De cada um dos 658 habitantes, foi requisitada uma amostra de fezes para exame parasitológico pelas técnicas de sedimentação de Lutz e de Baermann-Moraes-Coutinho, modificado por Willcox & Coura (1989, 1991) e coletada uma amostra de sangue em papel de filtro para a reação de imunofluorescência para anticorpos anti-T. cruzi pelo método de Fife & Muschel modificado por Camargo (1966) e Souza & Camargo (1966) e Petana & Willcox (1975). O exame de fezes mostrou 69,4% das amostras com um ou mais parasitos. O Ascaris lumbricoides foi predominante, com 51% de positividade...

Estudo da associação entre fatores socioambientais e prevalência de parasitose intestinal em área periférica da cidade de Manaus (AM, Brasil)

Visser,Silvia; Giatti,Leandro Luiz; Carvalho,Ricardo Augusto Chaves de; Guerreiro,Jose Camilo Hurtado
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
Este estudo teve como objetivo avaliar a associação entre fatores socioambientais e condições de saneamento urbano com a prevalência de parasitoses intestinais, em uma comunidade na periferia da cidade de Manaus. O estudo consistiu de um levantamento socioambiental e de um inquérito parasitológico. Foi encontrada uma comunidade heterogênea, apresentando diferenças em relação aos níveis socioeconômicos e ambientais entre as micro-áreas avaliadas, embora as condições de saneamento básico da comunidade tenham-se mostrado precárias de uma forma geral. A prevalência de parasitose intestinal foi de 44,2%. Não foi identificada diferença significativa entre as micro-áreas com respeito à ocorrência de parasitoses intestinais. Houve associação entre parasitoses intestinais e tipo de construção residencial, faixa etária e procedência da água de higiene pessoal e do lar. O despejo do esgoto a céu aberto foi fator de risco associado a parasitoses intestinais (OR=6,72; p=0,034) e a protozoários intestinais (OR=21,87; p=0,004). Foram fatores de risco, apenas para a presença de protozoários, o despejo de esgoto em igarapé (OR=12,98; p=0,011) e o uso de fossa rudimentar (OR=9,54; p=0,019).

Manejo de parasitoses em sistema orgânico de produção de leite

Almeida,L.R. de
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
Os sistemas agropecuários de produção orgânica respondem às necessidades do mercado e às crescentes preocupações dos consumidores, relacionadas à qualidade dos alimentos, ao respeito ao meio ambiente e ao bem-estar dos animais. Em tais sistemas de produção animal, o emprego de produtos químicos de síntese é severamente limitado. Assim, a conversão de um sistema de produção animal convencional em sistema de produção orgânica é acompanhada de alterações relacionadas à intensidade e à diversidade de infestação/infecção dos animais por ecto e endoparasitos, tornando indispensável o emprego de medidas profiláticas. O presente trabalho tem como objetivo expor as principais questões relacionadas ao manejo de parasitoses em sistemas orgânicos de produção de leite, assim como suas perspectivas de controle.

Utilização do método famacha no controle de parasitoses gastrintestinais em fêmeas ovinas Sem Raça Definida (SDR).

NEVES, M. R. M. das; ZAROS, L. G.; NAVARRO, A. M. do C.; BENVENUTI, C. L.; VIEIRA, L. da S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 19.; CONGRESSO INTERNACIONAL DE ZOOTECNIA, 11; FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE ZOOTECNIA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS, 5.; FÓRUM DE ESTUDANTES DE CURSOS DE ZOOTECNIA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS, 5.; REUNIÃO NACIONAL DE ENSINO DE ZOOTECNIA, 15.; FÓRUM DE ENTIDADES DE ZOOTECNISTAS, 22. 2009, Águas de Lindóia. Visão estratégica de cadeias do agronegócio: anais. Pirassununga: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos: Associação Brasileira de Zootecnistas, 2009. 3 p. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 19.; CONGRESSO INTERNACIONAL DE ZOOTECNIA, 11; FÓRUM DE COORDENADORES DE CURSOS DE ZOOTECNIA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS, 5.; FÓRUM DE ESTUDANTES DE CURSOS DE ZOOTECNIA DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS, 5.; REUNIÃO NACIONAL DE ENSINO DE ZOOTECNIA, 15.; FÓRUM DE ENTIDADES DE ZOOTECNISTAS, 22. 2009, Águas de Lindóia. Visão estratégica de cadeias do agronegócio: anais. Pirassununga: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos: Associação Brasileira de Zootecnistas, 2009. 3 p. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.35%
O objetivo do presente trabalho foi avaliar a utilização do método FAMACHA, no controle de parasitoses gastrintestinais em fêmeas ovinas sem raça definida (SRD). A partir de um rebanho de 90 matrizes ovinas SRD, mantidas em pastagem cultivada e irrigada de capim - Tanzânia (Panicum maximum cv. Tanzânia), recebendo água e sal ad libitum, foram selecionados aleatoriamente 15 animais para serem avaliados durante um período de 12 meses. Quinzenalmente foram coletado sangue para determinar o volume globular e fezes para realização da contagem de ovos por grama de fezes (OPG) e a identificação de larvas. Durante as coletas os animais foram submetidos ao exame das mucosas conjuntivas pelo método FAMACHA. Aqueles que apresentaram comprometimento da coloração da mucosa nos graus 3 e 4 foram medicados com Closantel (10%). Os animais com grau FAMACHA 1, 2 e 3 apresentaram resultados semelhantes em relação a contagem de OPG. Somente os animais que apresentaram grau FAMACHA 1 diferiram daqueles com grau FAMACHA 4. Alterações no volume globular puderam ser confirmadas com base na coloração da mucosa conjuntival. Animais com o grau FAMACHA 1 apresentaram porcentagem média de VG de 29,4%, os de grau 2 e 3 a porcentagem foi de aproximadamente 26...

Infecção filarial e alergia

Santos, Ana Maria Aguiar dos; Sarinho, Emanuel Sávio Cavalcanti (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
27.46%
A prevalência de infecções helmínticas parasitárias tem declinado em países industrializados e, por outro lado, nas últimas duas a três décadas tem-se observado um significativo aumento na prevalência de doenças auto-imunes e alérgicas nessas regiões. Essas observações despertaram um crescente interesse no estudo da relação entre parasitoses e alergia com base na hipótese de que os helmintos possam causar proteção no desenvolvimento de doenças alérgicas. Contudo, a relação entre doenças parasitárias e alérgicas permanece incerta. Assim sendo, esse trabalho se propôs a investigar, em crianças e adolescentes com filariose bancroftiana residentes na Região Metropolitana do Recife-PE, Brasil, se o comportamento de imunomodulação descrito em indivíduos com infecção filarial pode modificar a resposta alérgica bem como o padrão de produção de citocinas frente à estimulação com antígenos aeroalérgenos e mitógenos. O trabalho foi dividido em três estudos. O primeiro, sob o título “Resposta Imune na filariose bancroftiana e sua repercussão na resposta alérgica” consiste em uma revisão bibliográfica acerca do comportamento da resposta imunológica na filariose linfática, especialmente sobre a capacidade do parasito em modular o sistema imune do hospedeiro...

Efeito e custos do tratamento estratégico seletivo no controle de parasitoses gastrointestinais em bezerras leiteiras

Blanco, Yuly Andrea Caicedo
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias; UFLA; brasil; Departamento de Medicina Veterinária Publicador: Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias; UFLA; brasil; Departamento de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação
Publicado em 24/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
This study aimed at evaluating the effectiveness and costs of a selective strategic treatment for controlling gastrointestinal parasitoses in Holstein heifers. The experiment was conducted during the period from April of 2013 to November of 2014, at the Palmital Farm, of the Universidade Federal de Lavras, located in the municipality of Ijací, MG, Brazil. We equally divided 30 heifers into two groups: G1 – selective strategic treatment (ST), and G2 – conventional treatment (CT). In the CT, the control of parasitoses was performed according to orientation of the Veterinarian responsible for the Farm. In the ST of gastrointestinal helminths, we used Ranger® at 3.5% (ivermectin) during weaning (90 days of age), in the months of April, July, October and January, regardless of age, and individually, whenever the eggs per gram of feces (EPG) count was ≥300. For eimeriosis, we treated with Baycox® (toltrazuril at 5%) with 21 days of age, during weaning and individually, whenever the oocysts per gram of feces (OoPG) count was ≥500. For giardiasis, we used Panacur® (fenbendazole at 10%) at 21 days of age, during weaning and after 28 days. The heifers were monitored every 14 days, from birth to 12 months of age, by means of coproparasitological exams. The statistical analyses were performed using the SAS and PASW 2.0 statistical package. Regarding the level of helminthic infection (EPG)...

Parasitoses intestinais e desnutri??o em crian?as expostas ao merc?rio na Amaz?nia

XAVIER, F?bio Branches
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
O estudo descreve a preval?ncia de parasitoses intestinais, desnutri??o exposi??o mercurial na popula??o infantil da comunidade ribeirinha Barreir? Munic?pio de Itaituba, oeste do estado do Par?. Para detec??o de parasitas intestinais adotou-se a parasitoscopia das fezes pelo m?todo de Hoffmann. Para diagn?stico da desnutri??o utilizou-se o m?todo recomendado pela Organiza??o Mundial da Sa?de (OMS). A dosagem do merc?rio total em amostras de cabelo obtida por meio de espectrofotometria de absor??o at?mica. Os resultados demonstraram elevada preval?ncia de Ascaris/umbricoides e Ancylostoma duodenale. Epis?dios de desnutri??o aguda totalizaram apenas 2,4% popula??o. Quanto ? exposi??o mercurial, 43,5% das crian?as apresentarem n?veis de merc?rio total acima do recomendado pela OMS. N?o houve associa??o entre parasitoses intestinais e desnutri??o.; ABSTRACT: The study show the prevalence of intestinal parasitosis, malnutrition and mercury exposure in childish population of Barreiras riverside community, Itaituba district: western of Par? state. To detect intestinal parasitosis in excrement was used Hoffmann Method. For diagnosis of malnutrition admit the recommended method by World Health Organization (WHO). The proportion of total mercury in specimen hair was obtained to Atomic Spectrofotometry Absorption. The results showed incrase of prevalence of Ascar?s fumbr?co?des and Ancylostoma duodenafe. Malnutrition acute cases to total 2...

Recomendações da Sociedade Brasileira de Reumatologia sobre diagnóstico e tratamento das parasitoses intestinais em pacientes com doenças reumáticas autoimunes

Braz,Alessandra Sousa; Andrade,Carlos Augusto Ferreira de; Mota,Licia Maria Henrique da; Lima,Caliandra Maria Bezerra Luna
Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Reumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
RESUMOAs parasitoses intestinais – helmintíases e protozooses – são doenças cosmopolitas com maior prevalência em regiões tropicais. Pacientes com diagnóstico de doenças reumáticas autoimunes apresentam, em função da própria doença de base ou de seu tratamento, um maior risco de ocorrência de manifestações graves das parasitoses intestinais. Embora a prevalência dessas parasitoses seja bastante elevada em nosso meio, nem sempre o reumatologista está atento à necessidade de investigação e tratamento das helmintíases e protozooses antes do uso de terapias imunomoduladoras, imunossupressoras e dos medicamentos biológicos modificadores do curso da doença. Neste documento, a Sociedade Brasileira de Reumatologia estabelece recomendações gerais sobre o diagnóstico e tratamento das parasitoses intestinais no Brasil em pacientes com doenças reumáticas autoimunes, com destaque para a artrite reumatoide, o lúpus eritematoso sistêmico e as espondiloartrites.

Parasitoses Sistémicas

Flores, Pedro; Neto, Ana Serrão; Xavier, M. João; Durães, Fernando; Martins Palminha, J. M.
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
Introdução: As parasitoses sistémicas (PS) são ainda uma causa frequente de hospitalização em África e nalguns países mediterrânicos. O nosso Serviço reúne estas duas características, uma vez que recebe numerosas crianças oriundas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e se insere numa área onde residem comunidades imigrantes com necessidades de saúde especiais.Material e métodos: Estudo retrospectivo dos internamentos por PS no Serviço de Pediatria do HSFX de 1989 a 2000 (12 anos).Foram analisados dados epidemiológicos, clínicos, serológicos e terapêuticos.Resultados: Num total de 72 internamentos, os diagnósticos foram: malária (20), kala-azar (18), larva migrans visceral (12), neurocisticercose (11), schistosomíase (5) fasciolíase (3), poliparasitismo hepático (2), toxoplasmose adquirida (1). Trinta e nove (54%) crianças vieram dos PALOP e as restantes residiam na área de Lisboa. Predominou a raça negra (81%) e o baixo estrato socioeconómico (58%). Doze (17%) crianças tinham idade inferior a 1 ano. As manifestações clínicas predominantes foram febre, hepatospleno-megalia, palidez, convulsões e má nutrição. Anemia (35 casos), eosinofilia (19), trombocitopenia (7) e pancitopenia (4) foram as principais alterações hematológicas. Os doentes foram tratados segundo protocolos específicos...

Aspectos epidemiológicos, sociais e sanitários de uma área no Rio Negro, estado do Amazonas, com especial referência às parasitoses intestinais e à infecção chagásica

Coura,José R.; Willcox,Henry P. F.; Tavares,Antônio de M.; Paiva,Daurita D. de; Fernandes,Octávio; Rada,Érika L. J. C.; Perez,Eusébio P.; Borges,Lisbeth C. L.; Hidalgo,Martha E. C.; Nogueira,Myriam Lucia C.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1994 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
Um estudo seccional foi realizado na população residente em um de cada quatro domicílios habitados na cidade de Barcelos (no norte do Estado do Amazonas, na margem direita do Rio Negro, a 490km de Manaus por via fluvial), visando a avaliar as condições sociais, sanitárias e os indicadores específicos para as parasitoses intestinais e para infecção chagásica. No inquérito, foram aplicados dois questionários, um domiciliar para avaliar os aspectos sociais e sanitários, e outro individual, para a avaliação das condições sociais e epidemiológicas da população. Uma amostra por conglomerado familiar de 171 domicílios foi estudada. De cada um dos 658 habitantes, foi requisitada uma amostra de fezes para exame parasitológico pelas técnicas de sedimentação de Lutz e de Baermann-Moraes-Coutinho, modificado por Willcox & Coura (1989, 1991) e coletada uma amostra de sangue em papel de filtro para a reação de imunofluorescência para anticorpos anti-T. cruzi pelo método de Fife & Muschel modificado por Camargo (1966) e Souza & Camargo (1966) e Petana & Willcox (1975). O exame de fezes mostrou 69,4% das amostras com um ou mais parasitos. O Ascaris lumbricoides foi predominante, com 51% de positividade...