Página 1 dos resultados de 137 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A hepcidina como parâmetro bioquímico na avaliação da anemia por deficiência de ferro; Hepcidin as a biochemical parameter for the assessment of iron deficiency anemia

LEMOS, Andrea dos Reis; ISMAEL, Lorene Aparecida Silva; BOATO, Claudia Carvalho Maltese; BORGES, Maria Tereza Frota; RONDÓ, Patrícia Helen de Carvalho
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.29%
A anemia por deficiência de ferro caracteriza-se como o mais prevalente problema nutricional em todo o mundo. Nesta revisão reuniu-se informações a respeito do metabolismo da hepcidina, avaliando-se seu valor como parâmetro bioquímico na anemia por deficiência de ferro. Realizou-se um levantamento bibliográfico nas bases de dados PUBMED e LILACS, período 2006-2010, referentes à hepcidina como um biomarcador para a regulação do metabolismo do ferro. Foram localizados 35 estudos publicados em revistas internacionais e um estudo sobre o assunto em revista nacional. A produção de hepcidina é regulada homeostaticamente pela anemia e hipóxia. Quando a oferta de oxigênio está inadequada ocorre diminuição do nível de hepcidina. Consequentemente, maior quantidade de ferro proveniente da dieta e dos estoques dos macrófagos e hepatócitos se tornam disponíveis. A hepcidina possui a função de se ligar à ferroportina, regulando a liberação do ferro para o plasma. Quando as concentrações de hepcidina estão baixas, as moléculas de ferroportina são expostas na membrana plasmática e liberam o ferro. Quando os níveis de hepcidina aumentam, a hepcidina liga-se às moléculas de ferroportina induzindo sua internalização e degradação...

Avaliação fenotípica dos linfócitos T em um modelo animal de deficiência de ferro; Cells T immunophenotypic analysis in animal modelo of iron deficiency

Araujo, Felipe Saldanha de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.38%
O ferro é um elemento chave em muitos processos metabólicos, como transporte de oxigênio, síntese de hormônios esteróides, respiração celular, transporte de elétrons, síntese de DNA, proliferação e diferenciação celular e regulação gênica. A deficiência de ferro é a desordem nutricional mais comum afetando aproximadamente um terço da população mundial. Pequenos déficits no compartimento funcional de ferro têm sérias conseqüências sobre o sistema imune, principalmente na imunidade mediada por células. A abordagem dos pais ou responsáveis, as exigências éticas e a aderência de crianças da mesma faixa etária e sem outros problemas que afetem o metabolismo do ferro e o sistema imune são as principais dificuldades enfrentadas no desenvolvimento de pesquisas com seres humanos, sendo necessário o estabelecimento de modelos experimentais. Este trabalho teve como objetivo estabelecer um modelo de indução e recuperação de deficiência de ferro em camundongos, visando a sua utilização em estudos sobre alterações do sistema imune induzidas por esta deficiência. A deficiência de ferro foi induzida por ingestão de uma ração com baixo teor de ferro (5 mg /kg de ração) por 4 e 8 semanas. No termino deste período foram determinados: concentração de hemoglobina (colorimetrico)...

Status férrico e algumas funções do estresse oxidativo de fagócitos em idosos anêmicos ou não, portadores de doenças inflamatórias crônicas; Iron status and some phagocytes oxidative stress functions in the elderly with or without anemia, carriers of inflammation chronic diseases.

Paino, Iêda Maria Martinez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
26.24%
Introdução. A Anemia das Doenças Crônicas (ADC) é uma desordem comum em idosos, freqüentemente multifatorial, e exacerbada por citocinas pró-inflamatórias. Nesta população, o diagnóstico de anemia por deficiência de ferro (ADF) é difícil utilizando-se os testes laboratoriais convencionais, devido à prevalência destes estados crônicos. Espécies reativas de oxigênio (ERO) são produzidas por fagócitos durante o burst oxidativo em defesa do hospedeiro, mas são também implicadas como agentes deletérios em um grande número de desordens inflamatórias. Objetivos. Verificar a eficiência do receptor de transferrina sérico (sTfR) e índice sTfR-log ferritina (sTfR-F) no diagnóstico da ADF e ADC; determinar os efeitos das anemias e de estados inflamatórios crônicos sem anemia no burst oxidativo, fagocitose, produção de óxido nítrico (NO) por monócitos, e produção de ácido hipocloroso (HOCl) por neutrófilos. Métodos. Participaram do estudo cinqüenta e três indivíduos (42 mulheres e 11 homens) idosos recrutados do departamento de Cardio-Geriatria da Rede Pública de Saúde de Ribeirão Preto-SP. A proteína C reativa (PCR), utilizada como marcador inflamatório foi analisada pela metodologia ultra-sensível. O status férrico foi estabelecido pelos níveis do sTfR (enzimaimunoensaio...

Efeito in vivo e in vitro da homocisteína sobre fatias de hipocampo de ratos submetidas à privação de oxigênio e glicose

Tagliari, Bárbara
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.15%
A homocistinúria é um erro inato do metabolismo de aminoácidos causado pela deficiência severa na atividade da enzima cistationina β-sintase, o que resulta no acúmulo tecidual de homocisteína e metionina. Pacientes afetados geralmente apresentam aterosclerose, retardo mental, convulsões e isquemia cerebral. Entretanto, os mecanismos fisiopatológicos responsáveis por estas manifestações são pouco conhecidos. A isquemia cerebral é caracterizada por uma redução grave ou pelo bloqueio completo do fluxo sanguíneo normal em alguma região do cérebro, geralmente causada por um trombo ou uma hemorragia. O estresse oxidativo parece ser um dos principais mecanismos envolvidos no dano celular induzido por isquemia e a administração de antioxidantes, em alguns casos, pode prevenir alguns desses danos. Considerando que: a) pacientes com homocistinúria apresentam alterações neurológicas e que são mais suscetíveis à isquemia, b) o estresse oxidativo parece estar envolvido na fisiopatogenia tanto da homocistinúria quanto da isquemia cerebral c) o ácido fólico reduz os níveis plasmáticos de homocisteína e pode ter efeitos antioxidantes, e) o pré-tratamento com vitaminas E e C previne os efeitos da Hcy sobre a Na+, K+-ATPase e sobre a memória...

Avaliação do estresse oxidativo em pacientes idosos com anemia ferropênica; Oxidative stress evaluation in old patients with iron deficiency anaemia

Baccin, Aline Coghetto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.24%
A deficiência de ferro é o resultado de um longo período de balanço negativo do ferro, culminando na exaustão do estoque de ferro do organismo. Isto é revelado quando a concentração de hemoglobina declina para valores abaixo dos limites normais e então aparece a anemia, que ocorre devido à deficiente síntese de hemoglobina, com diminuição da proliferação eritrocitária. A anemia ferropênica é considerada o maior problema de saúde no idoso e está associada com várias complicações, incluindo doença cardiovascular, disfunção cognitiva, aumento no risco de morte, e principalmente tem um significante efeito na qualidade de vida. Estudos revelam que a anemia por deficiência de ferro causa maior susceptibilidade aos agentes oxidantes. Utilizando técnica espectrofotométrica, foram determinadas as atividades das enzimas antioxidantes catalase (CAT), glutationa peroxidase (GPx) e superóxido dismutase (SOD) e quantificada a glutationa total (GSH) nos eritrócitos dos pacientes. Também determinou-se o dano oxidativo nas proteínas plasmáticas e no hemolisado celular pelo método do carbonil a 360 nm. Os níveis da peroxidação lipídica (MDA) e da vitamina C foram determinados por cromatografia líquida de alta performance (HPLC). Os participantes da pesquisa foram selecionados de Ambulatórios de Atenção Básica de Saúde da Região Norte do Rio Grande do Sul...

Efeitos dos principais ácidos graxos acumulados na deficiência da desidrogenase de acil-coa de cadeia média sobre homeostase energética mitocondrial e parâmetros de estresse oxidativo em cérebro de ratos jovens

Schuck, Patrícia Fernanda
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
A deficiência da desidrogenase de acil-CoA de cadeia média (MCAD) é o mais frequente defeito de oxidação de ácidos graxos, caracterizado bioquimicamente pelo acúmulo tecidual predominante dos ácidos graxos de cadeia média octanoato (AO), decanoato (AD) e cis-4-decenoato (AcD). Embora os sinais clínicos dos afetados sejam fundamentalmente neurológicos, os mecanismos fisiopatológicos do dano do sistema nervoso central apresentado pelos pacientes afetados por esse distúrbio ainda não estão esclarecidos. Tem sido, no entanto, levantada a hipótese de que os ácidos graxos acumulados nesta doença possam exercer efeitos tóxicos. Neste cenário, o objetivo do presente trabalho foi investigar os efeitos in vitro dos ácidos AO, AD e AcD sobre parâmetros de função mitocondrial e de estresse oxidativo em cérebro de ratos de 30 dias de vida, uma vez que o metabolismo energético é muito ativo e as defesas antioxidantes estão diminuídas neste tecido. Inicialmente, observamos que todos os ácidos graxos testados dimuíram o potencial de membrana mitocondrial em preparações mitocondriais de cérebro de ratos, sendo que as concentrações mais altas testadas do AD e do AcD exerceram efeitos comparáveis ao de um clássico desacoplador da fosforilação oxidativa...

Investigação dos efeitos in vitro da 3-metilcrotonilglicina e do ácido 3-metilcrotônico sobre vários parâmetros de estresse oxidativo em córtex cerebral de ratos jovens

Zanatta, Angela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.24%
A deficiência da 3-metilcrotonil-CoA carboxilase (3MCCD) é uma doença autossômica recessiva do metabolismo da leucina, caracterizada bioquimicamente por um acúmulo tecidual de 3-metilcrotonilglicina (3MCG), ácido 3-hidroxi-isovalérico e ácido 3-metilcrotônico (3MCA), bem como de uma deficiência secundária de L-carnitina. A apresentação clínica nos pacientes é bastante variável, mas geralmente apresentam sintomas neurológicos, atraso no desenvolvimento, cardiomiopatia, bem como desenlace fatal em crianças. Tendo em vista que a patogênese da doença ainda é desconhecida, no presente trabalho foram investigados os efeitos da 3MCG e do 3MCA sobre importantes parâmetros de estresse oxidativo em córtex cerebral de ratos jovens. Demonstrou-se que a 3MCG e o 3MCA aumentaram os níveis das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBA-RS) bem como a formação de grupamentos carbonila, indicando que esses metabólitos provocam oxidação lipídica e proteica. Além disso, a elevação de TBA-RS provocada pela 3MCG foi prevenida pelos antioxidantes melatonina e trolox, sugerindo o envolvimento de espécies reativas na indução de lipoperoxidação. Considerando que o inibidor da óxido nítrico sintase Nω-nitro-L-arginina metill éster (L-NAME) não alterou os efeitos da peroxidação lipídica e que a produção de óxido nítrico não foi alterada pela 3MCG...

Efeitos do sulfito e do tiossulfato sobre a homeostase energética e redox e função mitocondrial em cérebro de ratos

Grings, Mateus
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.36%
O sulfito e o tiossulfato estão acumulados em tecidos e líquidos biológicos de pacientes afetados pela deficiência da sulfito oxidase (SO), uma enzima mitocondrial que catalisa a oxidação de sulfito derivado do metabolismo de aminoácidos sulfurados. A deficiência da SO é causada pela deficiência isolada da enzima SO ou por uma deficiência na rota de biossíntese de seu cofator molibdênio. Os indivíduos afetados por esta desordem apresentam disfunção neurológica progressiva, convulsões neonatais severas, subluxação do cristalino, hipotonia axial, hipertonicidade periférica e atraso no desenvolvimento, resultando geralmente em morte prematura. Considerando que a fisiopatologia do dano neurológico encontrado em pacientes deficientes para a SO ainda não está esclarecida, o objetivo do presente trabalho foi investigar os efeitos in vitro do sulfito e do tiossulfato sobre parâmetros de metabolismo energético e homeostase redox e mitocondrial em cérebro de ratos jovens. Inicialmente, verificamos que o sulfito inibe a atividade do complexo IV da cadeia respiratória, indicando que este composto prejudica o fluxo de elétrons, enquanto que o tiossulfato não afetou a atividade de nenhum dos complexos da cadeia respiratória em sobrenadantes de córtex cerebral. Também foi verificado que o sulfito e o tiossulfato diminuem a atividade da creatina quinase total (tCK) e de suas isoformas mitocondrial e citosólica...

Avaliação da deficiencia de ferro em pacientes infectados com Helicobacter Pylori; : Assessment of iron deficiency in Helicobacter Pylori infection

Eliana da Costa Alvarenga
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.36%
A deficiência de ferro é provavelmente o distúrbio nutricional mais freqüente no mundo. O ferro é um componente essencial da molécula de hemoglobina, da mioglobina e de diversas enzimas. Tem papel fundamental no transporte de oxigênio, na transferência de elétrons e atua como cofator em muitos processos enzimáticos, incluindo a síntese de DNA. Diversos estudos têm mostrado a contribuição da infecção pelo Helicobacter pylori (H. pylori) no desenvolvimento da anemia ferropriva e a associação entre o H. pylori e a diminuição do estoque de ferro. O objetivo do presente trabalho foi verificar a possível associação entre a infecção pelo H. pylori e a deficiência de ferro em um grupo de pacientes adultos. Desse modo pretendeu-se conhecer melhor as alterações hematológicas presentes nos pacientes infectados pelo H. pylori, principalmente as relacionadas ao metabolismo do ferro. Foram estudados 156 pacientes adultos de ambos os sexos que foram submetidos à endoscopia digestiva alta para esclarecimento diagnóstico. Desses 156 pacientes, 125 apresentaram alterações à endoscopia, que justificaram a realização da biópsia gástrica. A avaliação da presença de anemia foi feita pelos dados hematimétricos e pelo conteúdo de hemoglobina dos reticulócitos (Ret-He) e o estado do ferro foi avaliado pelas dosagens de ferro sérico...

O aumento de transição de permeabilidade em mitocôndrias de camundongos hipercolesterolêmicos é consequência do aumento de síntese de colesterol ou da deficiência da NADP-transidrogenase?; Is the higher mitochondrial permeability trasition of hypercholesterolemic mice due to increased cholesterol synthesis or to NADP-transhydrogenase deficiency?

Ana Carolina Marques
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.24%
Os camundongos hipercolesterolêmicos (LDLr-/-)provenientes do Jackson Laboratory são modelos experimentais valiosos para o estudo da aterosclerose. Estes animais apresentam elevadas taxas de lipogênese, processo que consome grandes quantidades de NADPH. Pesquisas recentes revelaram que esta linhagem possui, além da deleção do gene do receptor de LDL, uma mutação no gene da NADP- transidrogenase (NNT). A falta da NNT pode gerar estresse oxidativo devido ao fornecimento deficiente de NADPH mitocondrial. O objetivo deste trabalho foi investigar a participação da elevação da lipogênese e da deficiência de NNT sobre o estado redox mitocondrial e suscetibilidade à transição de permeabilidade mitocondrial (TPM). Para tanto foram comparadas três linhagens de camundongos: LDLr-/- (deficiente do receptor de LDL e da NNT), C57BL6/J (deficiente apenas da NNT) e C57BL6/JUnib (controle). Foram avaliados: o controle respiratório mitocondrial (consumo de oxigênio), o estado redox de NAD(P) (fluorimetria), a susceptibilidade à transição de permeabilidade mitocondrial induzida por cálcio (inchamento e dissipação do potencial elétrico de membrana (Δψ) sensíveis à ciclosprina A e a geração de peróxido de hidrogênio (H2O2) (Amplex red®) em mitocôndrias isoladas de coração e fígado. Observamos que não houve diferenças significativas nos parâmetros respiratórios mitocondriais nos dois tecidos das três linhagens estudadas. Como esperado...

Influência, in vitro, da vancomicina, da anfotericina-b desoxicolato e de ambas sobre a função fagocitária, produção de radicais de oxigênio e fator de necrose tumoral -α por fagócitos do sangue periférico de indivíduos normais

Pinto, Orlando Magno Fernandes Carvalho
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.15%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2006.; A melhora do atendimento médico em unidades de terapia intensiva tem aumentado a sobrevida dos pacientes, entretanto, têm aumentado o risco de infecções hospitalares múltiplas e graves. Isto resulta na necessidade de associar drogas antimicrobianas potentes, como a vancomicina e a anfotericina-B. Pouco tem sido estudado da ação destas drogas sobre as funções dos fagócitos que são a primeira linha de defesa contra os patógenos a que estes pacientes estão submetidos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência da anfotericina-B e vancomicina, isoladas ou associadas sobre as funções dos fagócitos. Foram retirados, após consentimento informado, 15 ml de sangue periférico de 20 indivíduos normais para avaliar a influência da anfotericina-B desoxicolato (2 mg/L) e da vancomicina (40 g/ml), isoladamente ou associadas, sobre a capacidade fagocitária dos neutrófilos por meio dos receptores para padrões moleculares de patógenos e por meio de receptores para componentes do sistema do complemento, in vitro. O índice fagocitário foi determinado pela multiplicação da média de Saccharomyces cerevisiae ingeridas por fagócito pela proporção de fagócitos envolvidos na fagocitose. A avaliação da capacidade oxidativa dos fagócitos foi feita pelo teste do Nitro blue tetrazolium e produção de fator de necrose tumoral – α pelos monócitos em cultura foi avaliada pelo teste de ELISA. A vancomicina...

A hepcidina como parâmetro bioquímico na avaliação da anemia por deficiência de ferro

Lemos,Andrea dos Reis; Ismael,Lorene Aparecida Silva; Boato,Claudia Carvalho Maltese; Borges,Maria Tereza Frota; Rondó,Patricia Helen de Carvalho
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.24%
A anemia por deficiência de ferro caracteriza-se como o mais prevalente problema nutricional em todo o mundo. Nesta revisão reuniu-se informações a respeito do metabolismo da hepcidina, avaliando-se seu valor como parâmetro bioquímico na anemia por deficiência de ferro. Realizou-se um levantamento bibliográfico nas bases de dados PUBMED e LILACS, período 2006-2010, referentes à hepcidina como um biomarcador para a regulação do metabolismo do ferro. Foram localizados 35 estudos publicados em revistas internacionais e um estudo sobre o assunto em revista nacional. A produção de hepcidina é regulada homeostaticamente pela anemia e hipóxia. Quando a oferta de oxigênio está inadequada ocorre diminuição do nível de hepcidina. Consequentemente, maior quantidade de ferro proveniente da dieta e dos estoques dos macrófagos e hepatócitos se tornam disponíveis. A hepcidina possui a função de se ligar à ferroportina, regulando a liberação do ferro para o plasma. Quando as concentrações de hepcidina estão baixas, as moléculas de ferroportina são expostas na membrana plasmática e liberam o ferro. Quando os níveis de hepcidina aumentam, a hepcidina liga-se às moléculas de ferroportina induzindo sua internalização e degradação...

Ergoespirometria em atletas paraolímpicos brasileiros

Silva,Antônio Carlos da; Torres,Fernando Carmelo
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
26.15%
A partir dos testes de aptidão física realizados em atletas paraolímpicos brasileiros, na preparação para as Paraolimpíadas de Sidney 2000, este artigo objetiva discorrer sobre a utilização da Ergoespirometria como um importante método de avaliação funcional, cujas aplicações podem beneficiar desde portadores de patologias até os atletas de alto nível, incluindo-se os portadores de deficiências físicas ou mentais. São mostrados os resultados dos principais parâmetros analisados (consumo máximo de oxigênio - VO2max - e limiares anaeróbios ventilatórios) nestas avaliações com atletas paraolímpicos, de diversas modalidades e com diferentes tipos de deficiências, além de suas bases fisiológicas gerais, a metodologia e protocolos empregados. Salientam-se também certas características especiais que estes testes apresentam, principalmente em portadores de deficiências, como especificidade, cuidados de segurança, processos de motivação e entendimento. Finalmente, a pouca disponibilidade de trabalhos deste tipo publicados na literatura, especialmente com portadores de deficiências brasileiros, torna necessária a divulgação de estudos nesta linha de pesquisa. Estes trabalhos certamente poderão auxiliar para um melhor conhecimento sobre este grande contingente de portadores de deficiências que temos no Brasil e no mundo...

Modificacoes no crescimento e desenvolvimento do algodoeiro herbaceo sob saturacao hidrica do substrato em casa de vegetacao.

BELTRAO, N.E. de M.; AZEVEDO, D.M.P. de; NOBREGA, L.B. da; SANTOS, J.W. dos
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.4, p.391-397, abr. 1997. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.4, p.391-397, abr. 1997.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.15%
Objetivando verificar e quantificar os efeitos da falta temporaria de oxigenio no sistema radicular do algodoeiro herbaceo (Gossypium spp.) cultivar hibrido sintetico, CNPA Acala I, produtora de fibra extra-longa e recomendada para o plantio em areas irrigadas e em regioes de elevada precipitacao pluvial, realizou-se a presente pesquisa, em condicoes de casa de vegetacao. Verificou-se que a producao de algodao em caroco e a precocidade das plantas foram reduzidas significativamente, a medida que se aumentou o tempo do estresse anoxitico causado pelo encharcamento do substrato; a maior queda na precocidade ocorreu quando as plantas estavam com apenas duas folhas verdadeiras. Fato semelhante foi verificado com o numero de capulhos por planta, que foi reduzidoem 50% em comparacao com a testemunha.; 1997

Modificacoes no crescimento e desenvolvimento do algodoeiro herbaceo sob saturacao hidrica do substrato em casa de vegetacao.

BELTRAO, N.E. de M.; AZEVEDO, D.M.P. de; NOBREGA, L.B. da; SANTOS, J.W. dos
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.7, p.701-708, jul.1997. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.7, p.701-708, jul.1997.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.15%
Objetivando verificar e quantificar os efeitos da falta temporaria de oxigenio no sistema radicular do algodoeiro herbaceo (Gossypium spp.) cultivar hibrido sintetico, CNPA Acala I, produtora de fibra extra-longa e recomendada para o plantio em areas irrigadas e em regioes de elevada precipitacao pluvial, realizou-se a presente pesquisa, em condicoes de casa de vegetacao. Verificou-se que a producao de algodao em caroco e a precocidade das plantas foram reduzidas significativamente, a medida que se aumentou o tempo do estresse anoxitico causado pelo encharcamento do substrato; a maior queda na precocidade ocorreu quando as plantas estavam com apenas duas folhas verdadeiras. Fato semelhante foi verificado com o numero de capulhos por planta, que foi reduzidoem 50% em comparacao com a testemunha.; 1997

Crescimento, Desenvolvimento e Producao do Algodoeiro herbaceo em Condicoes de Anoxia do Meio Edafico.

ALMEIDA, O.A. de; BELTRAO, N.E. de M.; GUERRA, H.O.C.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.27, n.9, p.1259-1272, set.1992 Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.27, n.9, p.1259-1272, set.1992
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.33%
O algodoeiro herbaceo (Gossypium hirsutum L.r. latifolium Hutch.) e considerado planta sensivel a deficiencia de oxigenio no meio edafico. Objetivando verificar e quantificar os efeitos da anoxia no crescimento, desenvolvimento e producao da malvacea em consideracao, um experimento foi conduzido em condicoes de casa de vegetacao. Verificou-se que, independentemente da cultivar CNPA Precoce 1, de ciclo curto, e da CNPA 311, de ciclo medio, o encharcamento do solo por um periodo de 120 horas, na fase de botao floral, reduziu a area foliar em 30%, e a fitomassa epigea, em 36%, com relacao as testemunhas, alem de reduzir a producao de algodao em caroco e em pluma, em 38 e 41%, respectivamente. Quando o estresse anoxitico ocorreu na fase de floracao, nao houve reducao na area foliar; houve aumentos de 22% na altura das plantas e de 28% na fitomassa total das plantas. Neste caso, nao houve reducao na producao de algodao em caroco nem em pluma.; 1992

Adaptaciones morfologicas y fisiologicas en plantas de maiz sometidas a deficiencia de oxigeno en el suelo.

LOPES, M. A.; PARENTONI, S. N.; MAGNAVACA, R.
Fonte: In: SEMINARIO MEJORAMIENTO PARA TOLERANCIA A FACTORES AMBIENTALES ADVERSOS EN EL CULTIVO DEL MAIZ, 3., 1987, Quito. Anais... Quito: IICA: PROCIANDINO, 1988. p. 106-124. Publicador: In: SEMINARIO MEJORAMIENTO PARA TOLERANCIA A FACTORES AMBIENTALES ADVERSOS EN EL CULTIVO DEL MAIZ, 3., 1987, Quito. Anais... Quito: IICA: PROCIANDINO, 1988. p. 106-124.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
ES
Relevância na Pesquisa
36.24%
El maiz en el Brasil se cultiva normalmente en el verano, cuando lluvias intensas son comunes y la saturacion o encharcamiento del perfil del suelo suele ocurrir. En condiciones de areas bajo riego, despues de la cosecha del arroz, el cultivo del maiz puede sufrir los efectos del encharcamiento por la elevacion del nivel freatico, por lluvias ocasionales y por la infiltracion de los canales de riego. En estas circunstancias, los cultivares que presentan tolerancia al "stress" de oxigeno tienen mayores posibilidades de resistir, minimizando los riesgos de perdidas. El cultivo del maiz ha sido poco estudiado en estas circunstancias y las experiencias actuales muestran que, a pesar de importantes, los trabajos conducidos en el campo con el objetivo de evaluar tolerancia son de dificil ejecucion dado que muchos factores no pueden ser controlados adecuadamente. Considerando la inmensa area del territorio brasileno, potencialmente utilizable para el cultivo del maiz que esta sujeta a deficiencias acasionales de oxigeno, el Centro Nacional de Investigacion de Maiz y Sorgo de la Empresa Brasilena de Investigacion Agropecuaria (CNPMS/EMBRAPA), viene desarrollando trabajos para detectar, cuantificar y manipular adaptaciones morfologicas y fisiologicas en las plantas de maiz sometidas a deficiencia de oxigeno. El presente trabajo tiene por objetivo reunir informaciones basicas sobre sistemas de suelo bajo condiciones de ausencia de oxigeno (anoxia) y...

Estudo da origem do ferromagnetismo em filmes finos eletrodepositados de Céria Deficientes em Oxigênio

Fernandes, Vilmar
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
26.31%
Resumo: Neste trabalho é descrita a eletrodeposição de filmes finos de óxido de cério (CeO2) com espessuras entre 20 nm e 300 nm sobre substratos de silício. Os depósitos foram preparados usando o método potenciostático a partir de soluções aquosas contendo 800 mmol/L de CeCl3.7H2O com e sem a adição de peróxido de hidrogênio (H2O2) como agente oxidante. Análises de microscopia eletrônica de transmissão em modo de difração de área selecionada revelam que os depósitos possuem estrutura policristalina com uma significativa fração amorfa. A estequiometria dos depósitos foi determinada através de várias técnicas incluindo: espectroscopia de dispersão de energia de raios X, espectroscopia de fotoelétrons estimulados por raios X, espectroscopia de absorção de raios X próxima à borda e espectroscopia de perda de energia de elétrons. Todas estas técnicas indicaram a deficiência de oxigênio nos depósitos devido às vacâncias de oxigênio que são associadas à presença de sítios de Ce3+. A concentração de sítios de Ce3+ em relação ao Ce4+ em depósitos crescidos com e sem peróxido de hidrogênio na solução variou entre 3,3 e 22,7%, respectivamente. Estes depósitos exibem um comportamento ferromagnético à temperatura ambiente com magnitudes de magnetizações de saturação de até 200 emu/cm3...

Características do sêmen equino refrigerado por 72 horas com antioxidantes não enzimáticos

Nogueira, Bruno Gomes
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.25%
Os radicais livres oriundos do metabolismo do oxigênio são denominados de espécies reativas de oxigênio (ROS). Em concentrações fisiológicas estes metabólitos exercem um papel fundamental na regulação da atividade funcional do espermatozoide. A homeostase intracelular é mantida através de um sistema de defesa antioxidante enzimático e não enzimático. No entanto, quando ocorre a produção excessiva de ROS e/ou uma deficiência no sistema de defesa celular, é gerado um quadro de estresse oxidativo. Como consequência, inicia-se um processo de peroxidação dos ácidos graxos poli-insaturados (PUFAs) presentes na membrana celular, denominado de peroxidação lipídica ou lipoperoxidação (LPO). A membrana plasmática do espermatozoide de mamíferos é formada por altas concentrações de PUFAs, fato que a torna suscetível ao processo de LPO, levando a danos irreversíveis, podendo resultar em infertilidade. A refrigeração do sêmen equino é uma biotecnologia que permite seu armazenamento por dias, antes de sua utilização na inseminação artificial, proporcionando assim, inúmeras vantagens para a equideocultura. Contudo, as biotécnicas aplicadas ao sêmen equino promovem um aumento das ROS e redução da defesa antioxidante natural...

Parâmetros de crescimento, bioquímicos e ecofisiológicos em plantas de milho cultivadas em solos multicontaminados com Cd e Zn

Almeida, Lorena Gabriela
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fisiologia Vegetal; UFLA; brasil; Departamento de Biologia Publicador: Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fisiologia Vegetal; UFLA; brasil; Departamento de Biologia
Tipo: Dissertação
Publicado em 31/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.15%
Agricultural species face several biotic and abiotic stresses that are the main limiting factors for crop production. In this context, contamination by trace-elements is characterized as an abiotic stress, representing an environmental issue. Cadmium is a powerful enzyme inhibitor and, given that it is a non-essential element, it can damage plant cells, even in low concentrations. Plant exposure to this trace-element results in many damages to plant physiological metabolism and injures the photosynthetic system, triggering the production of oxygen reactive species in photosynthetically active tissues. Zinc is a co-factor for several enzymes, and is involved in both regulation and activation of such molecules. In addition, it is also involved in the regulation processes of signal transcription, translation, and transduction. Because of its importance for plant metabolism, the concentration of this element must be kept within a relatively narrow range to avoid the effects of either deficiency or toxicity. Physical and chemical similarities between Cadmium and Zinc allow the interaction of these elements in the environment, possibly causing antagonist effects in which Zinc acts neutralizing the damages caused by Cadmium in the metabolism...