Página 1 dos resultados de 3379 itens digitais encontrados em 0.144 segundos

"Necessidades de familiares em unidades de terapia intensiva: análise comparativa entre hospital público e privado" ; Family members’ needs at Intensive Care Units: comparative analysis between a public and a private hospital

Freitas, Kátia Santana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
85.83%
Trata-se de um estudo comparativo, observacional e transversal, que teve como proposta analisar comparativamente as necessidades de familiares de pacientes adultos internados em UTIs de hospital público e privado, buscando evidenciar possíveis diferenças entre os dois tipos de instituição. A coleta dos dados foi realizada no período de novembro de 2004 a fevereiro de 2005. Um total de 91 familiares foram entrevistados, sendo 47 da instituição pública e 44 da particular. As necessidades dos familiares foram mensuradas quanto ao grau de importância e de satisfação, por meio do Inventário de Necessidades e Estressores de Familiares em Terapia Intensiva (INEFTI). Para análise estatística foram utilizados os testes Qui-quadrado, Mann Whitney e t-Student e a Regressão Linear Múltipla (RLM). Cerca de 89% das 43 necessidades do INEFTI foram consideradas importantes por ambos os grupos, destacando-se, entre elas, as relacionadas à Segurança e à Informação. Os familiares do hospital privado apresentaram maior grau de satisfação do que os do hospital público (p=0,002), as necessidades pouco atendidas estavam relacionadas a Conforto e Suporte. A RLM revelou que, na instituição pública, a necessidade que mais contribuiu para o escore de importância foi "saber porque determinados tratamentos foram realizados com o paciente" (b=0...

Visitando laboratórios: o cientista e a preservação de documentos; Visiting laboratories: the scientists and the preservation of documents

Silva, Maria Celina Soares de Mello e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
95.61%
O objetivo da tese é estudar a relação que cientistas mantêm com os documentos produzidos nos laboratórios científicos e tecnológicos, visando buscar elementos que contribuam para a elaboração de um programa de preservação de arquivos de C&T. A metodologia utilizada foi a de aplicação de questionário, por meio de entrevista, aos responsáveis pelos laboratórios dos institutos de pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia no Rio de Janeiro. O primeiro capítulo apresenta conceitos básicos e algumas iniciativas do governo na área da preservação documental. O segundo capítulo analisa os limites entre o pessoal e o institucional nos documentos gerados pelos laboratórios, verificando que são tênues e mal definidos. O terceiro capítulo explora os limites entre o público e o privado na documentação oriunda das etapas intermediárias de um processo de pesquisa, verificando que o destino desta documentação é incerto. O último capítulo se dedica a explorar a opinião dos cientistas sobre a importância da preservação dos documentos para a memória científica, verificando que há pouca reflexão sobre o tema. Ao final de cada capítulo são apresentadas as conclusões das análises, bem como são apontadas contribuições para um programa de preservação de documentos de arquivos de ciência e tecnologia.; The aim of this thesis is to study the relationship between scientists and the records produced by scientific and technological laboratories...

O público e o privado na conservação biológica: o caso do INbio na Costa Rica; Public and private sectors in biological conservation: the INBio case in Costa Rica.

Galoro, Neiva Cristina Rosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2007 PT
Relevância na Pesquisa
85.77%
Por meio do processo conhecido como bioprospecção, propõe-se a aplicação dos lucros obtidos com a comercialização de produtos, como fármacos, em ações para conservação biológica. O objetivo deste trabalho é verificar a importância deste instrumento para a conservação a partir de estudo de caso focado na experiência do Instituto Nacional de Biodiversidade (INBio), na Costa Rica. Os procedimentos metodológicos estão baseados nas estratégias de pesquisa de: a) estudo de caso; b) documental e c) pesquisa bibliográfica. O INBio, uma associação sem fins lucrativos, se empenhou na elaboração do inventário nacional da biodiversidade e firmou diversos contratos de bioprospecção, entre eles o comentado acordo com a indústria farmacêutica Merck. Alguns pontos positivos devem ser destacados a partir dessa experiência: geração de conhecimento sobre os recursos biológicos locais em função do inventário; criação de sistema de controle ao acesso e identificação dos materiais coletados; o aparato jurídico desenvolvido; aprimoramento da capacidade de negociação; disseminação de informação em publicações científicas; atividades voltadas à Educação Ambiental e apoio a pequenas e médias empresas nacionais no desenvolvimento de produtos baseados em recursos biológicos do país. Por outro lado...

Orkut: o público, o privado e o íntimo na era das novas tecnologias da informação; Orkut: public, private and intimate in the era of new information technology

Thibes, Mariana Zanata
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
85.87%
Os conceitos de privado, público e íntimo sofreram transformações importantes a partir do surgimento das novas tecnologias da informação. Se, por um lado, é possível notar um refinamento das técnicas de controle e vigilância, que levariam ao questionamento da privacidade enquanto um direito individual e à violação da esfera privada, por outro, essas tecnologias permitem certo exercício reflexivo que conduz a novas vivências do privado, do público e do íntimo. Partindo, portanto, do exame da sociabilidade que surge no orkut, esta pesquisa tencionou analisar como se configuram essas novas vivências, observando que, embora a dinâmica desta sociabilidade revele afinidades com os objetivos da sociedade de controle, ela também possibilita a liberdade para criar identidades e para redefinir as regras que orientam a vida, estimulando um tipo de reflexão que aponta para o fortalecimento da política.; The concepts of private, public and the intimacy have suffered important changes since the new information technologies took part of the everyday life. If, on the one hand, it is possible to observe a certain refinement of the techniques of control and vigilance, on the other, these technologies allow a reflexive exercise that leads to new experiences of the private...

Espaços públicos abertos de circulação de pedestres e o usuário cadeirante; Public pedestrians circulation spaces and the wheelchair user

Vizioli, Simone Helena Tanoue
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
85.8%
De acordo com dados do Censo 2000, 24,5 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência, o que corresponde a 14,5% da população. Em São Paulo, chega a 1 milhão. Estes números ressaltam a importância da questão da acessibilidade ambiental aos portadores de deficiências. O objetivo principal deste estudo foi a determinação dos fatores limitantes na utilização do sistema de circulação de pedestres, pelo cadeirante. Esta pesquisa procurou verificar se estes espaços públicos cumprem sua função social sob a ótica do uso e da integração das pessoas de cadeiras de rodas. É apresentada uma discussão sobre a legislação de acessibilidade ambiental, sobre o uso dos espaços públicos de circulação, bem como, sobre as características da deficiência e da inclusão social no Brasil. A escolha do estudo da utilização dos passeios públicos, pelos cadeirantes, justificou-se por duas razões: em primeiro lugar, porque se tratam de espaços-chave na questão da acessibilidade ao representar a interligação entre o público e o privado e em segundo lugar, porque o cadeirante requer adaptações especiais que, ao serem atendidas, indiretamente, atingem outros grupos de pessoas como o idoso, o usuário de muletas...

A intervenção do estado na economia cafeeira na Primeira República : as relações entre o setor público e o setor privado

Oliveira, Elizabete Rodrigues
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
85.91%
OLIVEIRA, Elizabete Rodrigues. A Intervenção do Estado na Economia Cafeeira na Primeira República: as relações entre o setor público e o setor privado. São Paulo, 1995. Dissertação de Mestrado. Escola de Administração de Empresas de São Paulo. Fundação Getúlio Vargas. O Estado brasileiro ampliou sua atuação no domínio econômico durante a Primeira República, colocando em xeque os princípios do liberalismo. O processo de intervenção do Estado na economia cafeeira resultou da interpenetração das esferas pública e privada. Os fazendeiros de café reivindicaram a presença do Estado para solucionar os problemas que atingiam a lavoura, pois não acreditavam que o mercado pudesse resolvê-los. Após a primeira intervenção, em 1906, novas crises afetaram a economia cafeeira, especialmente a lavoura. Os fazendeiros continuaram reivindicando a intervenção do poder público. Para isso, eles construíram a ideologia de que seus interesses corporativos representavam os interesses de toda a sociedade brasileira, fundamentados na argumentação de que o café proporcionava o dinamismo na economia nacional. Mas não foi somente o setor privado que contribuiu para o processo de intervenção do Estado no domínio econômico...

Andar a pé em Campinas : o pedestre no limiar entre o público e o privado. Uma análise discursiva; Walking in Campinas : the pedestrian in the threshold between public and private. A discursive analysi

Maria Gracinda Salvador Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
115.89%
Nossa pesquisa se inscreve na perspectiva teórico-metodológica da Análise do Discurso materialista, na área Saber Urbano e Linguagem, e tem como objetivo compreender o movimento nas calçadas da cidade de Campinas, vistas como objetos de discursos e afetados pelas fronteiras entre o público e o privado. Para tanto, tomamos a cidade como objeto de análise, considerando-a como um lugar simbólico que produz sentidos, a partir de sua materialidade peculiar, conceito que afeta tanto o campo dos estudos da cidade quanto o do discurso. Nossa questão, aqui, é a de que há uma linha tênue de fronteira entre público e privado nas (novas) práticas das calçadas, diante dos obstáculos que aparecem nesses espaços, destinados ao pedestre, à sua mobilidade e movimento, redefinindo, hoje, seus modos de ocupação e de circulação. Procuramos refletir e discutir de que maneira as contradições e transformações sócio-históricas, relacionadas a esse par público/privado, podem ser fatores relevantes no estudo das produções de um determinado espaço urbano, tanto do ponto de vista de sua composição arquitetural quanto da mobilidade e da experiência cotidiana dos cidadãos. Para tanto, foi necessário determinar a natureza da relação entre linguagem/sujeito/mundo...

Educação como mercadoria: o público e o privado no caso dos shopping centers

Coutinho,Karyne Dias
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
85.85%
Este texto trata da emergência e do papel dos espaços infantis com funções educativas/pedagógicas em shopping centers, sugerindo que a prática de fazer da educação uma mercadoria está envolvida na produção de um processo de hiperprivatização, caracterizado principalmente por sua independência com relação à regulação estatal. Para tanto, aponta certos deslocamentos por que passaram os conceitos de público e privado, a fim de mostrar algumas formas pelas quais se dá a atual dissolução do modo dicotômico de entender (e de usar) esses conceitos. Por fim, sugere que a liquidação da dicotomia público/privado acaba por intensificar a lógica da privatização tão característica do nosso tempo.

Universidade pública estatal: entre o público e privado/mercantil

Sguissardi,Valdemar
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
95.92%
Com este artigo pretende-se contribuir para o debate em torno do dilema que enfrentariam hoje as universidades estatais públicas, tanto nos países centrais como nos da periferia e semiperiferia, isto é, diante dos constrangimentos econômico-financeiros e da nova concepção de economia, de Estado e de direitos ou serviços públicos, verem-se identificadas como bem público ou privado/mercantil. Visa-se a mostrar que é a multissecular identidade universitária que está em jogo. Para tanto, partindo de fenômenos bastante universais como os da extraordinária expansão do setor privado, em especial privado/mercantil, da redução dos investimentos estatais nas universidades públicas e do trânsito da autonomia para a heteronomia universitária, problematizam-se o tema do conhecimento - provido pelo ensino superior - como bem público ou bem privado, as principais teses envolvidas nesta questão e suas decorrências para a identidade universitária. O material empírico do estudo constitui-se de alguns documentos do Banco Mundial, da OMC e da UNESCO, assim como de dados sobre financiamento e expansão da educação superior no Brasil, entre outros. À guisa de conclusão, e de modo sucinto, são examinados alguns novos ou renovados traços e marcas da universidade de "modelo anglo-saxão"...

O desenvolvimento meandroso da educação brasileira entre o estado e o mercado

Cunha,Luiz Antônio
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
85.79%
O artigo questiona a imagem da privatização da educação brasileira como um processo generalizado e contínuo. Defende que a privatização consiste num processo cheio de meandros, que não comporta resposta simples, porque as forças que a determinam ora incentivam o crescimento do setor público, ora do setor privado, ora de ambos. Como sustentação da argumentação, é examinada a legislação federal relativa aos incentivos às instituições privadas nas últimas quatro décadas, assim como as estatísticas de alunos dos três níveis de ensino. O autor chama a atenção para o fato de que o aumento do número de alunos do ensino médio público gera uma nova qualidade, que exige um novo currículo. O artigo conclui que o caráter meandroso dessas fronteiras expressa, de um lado, uma crise de hegemonia no que concerne à natureza do Estado republicano e, de outro, o travamento de uma qualidade de que a educação brasileira carece, qual seja, a da clareza na distinção entre o público e o privado, em sua dimensão institucional e curricular.

Estado e terceiro setor: as novas regulações entre o público e o privado na gestão da educação básica brasileira

Peroni,Vera Maria Vidal; Oliveira,Regina Tereza Cestari de; Fernandes,Maria Dilnéia Espíndola
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
85.84%
Este artigo analisa as conexões entre o público e o privado, no contexto particular do capitalismo de redefinições no papel do Estado, enfatizando a relação entre o diagnóstico neoliberal, incorporado pela terceira via, de que o responsável pela crise é o Estado, e as estratégias de transferência da execução das políticas sociais do Estado para a sociedade civil. Nessa configuração, focaliza o projeto de reforma do Estado brasileiro, que aponta a substituição da administração pública burocrática pela administração pública gerencial e remete à sociedade civil, de modo especial, ao terceiro setor, o encargo pelos serviços sociais e científicos. Assim, questiona-se o deslocamento do foco da participação da sociedade, do controle social para a execução dessas políticas e procura-se discutir as decorrências dessas alterações para as políticas de gestão da educação básica, principalmente, no que concerne à construção da gestão democrática.

O sistema de saúde brasileiro entre normas e fatos: universalização mitigada e estratificação subsidiada

Bahia,Lígia
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
125.87%
As recentes mudanças nas relações entre o público e o privado na rede assistencial são enfocadas com base na análise de informações selecionadas sobre serviços de saúde e normas legais relacionadas com o suporte ao subsistema assistencial privado. Essa abordagem retoma as análises que articulam o exame simultâneo das bases materiais e políticas que redefinem permanentemente o âmbito de atuação do SUS. Considerando os limites de abrangência das bases empíricas analisadas, questiona-se os pressupostos subjacentes as acepções de autonomia dos componentes público e privado, a partir das hipóteses sobre o delineamento de tendências interdependentes de expansão de coberturas universais e reestratificação da oferta e demanda.

Entre o público e o privado: as estratégias atuais no enfrentamento à questão social

Bonfim,Paula
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
85.82%
O objetivo deste artigo é refletir sobre a relação público/privado no Estado burguês e sobre a relação destas esferas no que se refere ao enfrentamento da questão social. Inicia apresentando a origem dessas relações com o desenvolvimento da sociedade burguesa para, a seguir, contextualizar as situações e relações surgidas com a transição ao capitalismo monopolista. Busca demonstrar que nas várias etapas do capitalismo são construídas estratégias econômicas, políticas, sociais e culturais, no intuito de responder às demandas geradas pela contradição entre capital e trabalho. Finaliza apontando as formas atuais destas estratégias que, reformuladas, a partir da década de 1970, sinalizam novos padrões de intervenção na questão social.

Convergência de tecnologias emergentes na área agronômica e engenharia agrícola.

MANTOVANI, E. C.; YEGANIANTZ, L.; ARAUJO, M. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 38., 2009, Juazeiro, Petrolina. Planejamento da bacia hidrográfica e o desenvolvimento da agricultura: anais. Juazeiro, Petrolina: UNIVASF: Embrapa Semiárido: CEFET: SBEA, 2009. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 38., 2009, Juazeiro, Petrolina. Planejamento da bacia hidrográfica e o desenvolvimento da agricultura: anais. Juazeiro, Petrolina: UNIVASF: Embrapa Semiárido: CEFET: SBEA, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.86%
O objetivo do artigo é propor uma metodologia para estudos de convergência de tecnologias emergentes na área agronômica e de engenharia agrícola, utilizando conceitos como os mapas tecnológicos. A importância desse trabalho está em demonstrar que os conceitos mencionados podem gerar parceria natural entre setor público e privado no financiamento da Pesquisa e Desenvolvimento - P&O, promovendo desenvolvimento da agricultura brasileira. A formulação das ideias e conceitos foram produtos da revisão da metodologia utilizada no planejamento estratégico da Embrapa. O trabalho conclui que as características da nova tecnologia para a agricultura tropical é resultado da sinergia e das relações simbióticas entre inovações "empurradas pela ciência" ? science pushed financiadas pelo setor público e outras inovações induzidas pela demanda de mercado, principalmente do setor privado - demad pulled. A ideia principal explica que as tecnologias das áreas biológicas e agronômicas desenvolvidas pela Embrapa utilizaram recursos públicos, enquanto as tecnologias do setor de mecanização, armazenagem e transporte foram desenvolvidas pelo setor privado. Na área agronômica, o "plantio direto" foi um exemplo típico de iniciativa do setor público enquanto a oferta dos equipamentos foi resposta à demanda do setor privado.; 2009

Enigma de Hidra: o Setor de Saneamento entre o estatal e o privado

Fernando Albuquerque Vasconcelos, Ronald; de La Mora, Luis (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.69%
Após a extinção do Banco Nacional de Habitação - BNH o Setor de Saneamento no Brasil passou a viver um vazio institucional que perdurou por mais de vinte anos. Neste período, o país se ressentia da definição de uma nova Política para o Setor, que se tornou o ponto crucial da agenda do Saneamento, até janeiro de 2007, ocasião em que foi sancionada a Lei nº 11.445/07, que dispõe sobre as Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico. Ao longo de todo este período, o Setor de Saneamento agregou, aos desafios já existentes inerentes ao antigo modelo do Plano Nacional de Saneamento - PLANASA, novos desafios, que emergiram devido às mudanças que vêm ocorrendo de natureza estrutural: o fenômeno da globalização; a crise ambiental, ou mais especificamente a crise da água; e aquelas no âmbito do Estado (principal provedor de bens públicos como os serviços de saneamento). Resumidamente, de acordo com o PMSS Programa de Modernização do Setor de Saneamento, no diagnóstico realizado pelo Governo Brasileiro, entre os principais desafios a serem enfrentados nos próximos anos, visando atingir o objetivo da universalização dos serviços estão: o estabelecimento da regulação como condição de controle dos serviços...

A relação entre o público e o privado: um estudo inicial no pensamento de Hannah Arendt; The relationship between the public and the private: an introduction to the thinking of hannah arendt

Santos, Soraya Vieira
Fonte: Cristóvão Giovani Burgarelli Publicador: Cristóvão Giovani Burgarelli
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
115.92%
v.37,n.2,p.223-235,jul./dez. 2012.; Este artigo visa discutir, de forma introdutória, a relação entre o público e o privado a partir do pensamento de Hannah Arendt. Essa discussão é importante na medida em que, contemporaneamente, a distinção entre a esfera pública e a esfera privada tende a ficar subsumida, de modo que o privado aparece como se fosse público e o público, como se fosse privado. Assim, na impossibilidade de compreensão do público e do privado, desaparece a possibilidade da política, como capacidade de romper com o imediato, e emerge o social. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ This article sets out to undertake an initial discussion of the relationship between the public and the private in the thinking of Hannah Arendt. This discussion is of utmost importance nowadays since the distinction between public and private spheres tends to be subsumed, to the extent that the private seems to be public and vice versa. Thus, given this impossibility of understanding what is public and what is private...

Gênero, o público e o privado

Okin,Susan Moller
Fonte: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
85.83%
Neste artigo, a filósofa política Susan Moller Okin discute as configurações históricas da dicotomia público/privado, analisando seus significados a partir de uma perspectiva de gênero. A ausência de reflexão sobre o gênero - especialmente sob duas formas, a negligência à realidade política das relações familiares e a linguagem 'neutra' - tem levado muitos teóricos, do passado e do presente, a reafirmar essa dicotomia sem levar em conta sua natureza patriarcal. Para Okin, os domínios da vida doméstica (pessoal) e da vida não-doméstica (pública) não podem ser interpretados isoladamente, o que demanda uma revisão profunda dos fundamentos de grande parte da teoria política liberal. A autora enfrenta essa tarefa, abordando problemas importantes, como o valor da privacidade.

“Todos juntos vamos, pra frente Brasil” – o futebol, os meios de comunicação, o público e o privado; “Todos juntos vamos, pra frente Brasil” – o futebol, os meios de comunicação, o público e o privado

Rocco Junior, Ary José
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa acadêmica; Descripción Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
85.84%
O futebol mundial, de uma forma geral, e o brasileiro, mais especificamente, enquanto elementos de expressão cultural, têm apresentado sensíveis transformações nas últimas décadas. Elemento de forte definição das identidades nacionais e, por isso, em muitos casos, “propriedade do Estado”, o esporte mais popular do planeta começou, na década de 80, a ver, em decorrência da tão propalada globalização, uma fragmentação de seu caráter nacional. Com o avanço do mercado e, em conseqüência, do apelo ao consumo, o futebol deixou de pertencer à esfera pública, tornando-se um “bem” privado. Empresas multinacionais investem milhões e, por isso, querem retorno. O objetivo deste trabalho é analisar, no Brasil, as relações existentes entre os meios de comunicação e o esporte na passagem do futebol moderno (do Estado) ao pós-moderno (do mercado). DOI: 10.5841/extraprensa.v1i1E.95; El mundo del fútbol en general, y Brasil, más específicamente, como elementos de expresión cultural, han hecho varias transformaciones en las últimas décadas. Definición de los elementos de una fuerte identidad nacional y, por tanto, en muchos casos, la “propiedad estatal”, el deporte más popular en la tierra comenzó en los años 80...

PÚBLICO E PRIVADO: OS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA CONSTITUIÇÃO DEMOCRÁTICA

FIORAVANTI, MAURIZIO; Università degli Studi di Firenze
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
95.92%
Público e privado constituem as duas dimensões fundamentais da democracia. Dessa forma, parece inegável que uma das principais tarefas das Constituições democráticas – e da democracia constitucional como nova forma política emergente – é o estabelecimento do espaçoe da profundidade de um e do outro. Questiona-se, portanto, se há um verdadeiro modelo constitucional a partir do qual se possa orientar a relação entre ambos. A resposta aqui dada passa pela análise dos caracteres históricos essenciais da democracia constitucional, extraíveisdas Constituições democráticas do século XX. Parte-se, assim, da Constituição italiana de 1948, em análise que torna possível verificar que não se trata apenas de uma nova faceta da democracia parlamentar ou puramente popular – estritamente conectada à regra da maioria – como nomodelo antecedente. Com a afirmação da supremacia constitucional tem-se a construção da ideia de Constituição como garantia e limite, do caráter inviolável dos direitos fundamentais e do princípio da indivisibilidade dos direitos da pessoa. Demonstra-se que o ponto de equilíbrio da relação entre público e privado está na afirmação da Constituição contra o os desmandos e abusos de ambos. O público não pode mais se expressar com a linguagem do legislador onipotente...

O sistema de saúde brasileiro entre normas e fatos: universalização mitigada e estratificação subsidiada

Bahia,Lígia
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
125.87%
As recentes mudanças nas relações entre o público e o privado na rede assistencial são enfocadas com base na análise de informações selecionadas sobre serviços de saúde e normas legais relacionadas com o suporte ao subsistema assistencial privado. Essa abordagem retoma as análises que articulam o exame simultâneo das bases materiais e políticas que redefinem permanentemente o âmbito de atuação do SUS. Considerando os limites de abrangência das bases empíricas analisadas, questiona-se os pressupostos subjacentes as acepções de autonomia dos componentes público e privado, a partir das hipóteses sobre o delineamento de tendências interdependentes de expansão de coberturas universais e reestratificação da oferta e demanda.