Página 1 dos resultados de 163 itens digitais encontrados em 0.081 segundos

Produção de forragem e transformações do nitrogênio do fertilizante em pastagem irrigada de capim Tanzânia. ; Herbage production and transformations of the fertilizer nitrogen in irrigated tanzania grass.

Martha Júnior, Geraldo Bueno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.2%
Apesar de o manejo da pastagem ser um componente chave em sistemas pastoris, poucos esforços foram feitos para determinar a intensidade de pastejo adequada para pastagens tropicais, especialmente sob condições irrigadas. O atrativo econômico de sistemas de pastagens irrigadas depende da elevada produtividade da pastagem, o que significa que fertilizantes nitrogenados precisam ser utilizados. Entretanto, para estabelecer medidas efetivas visando o manejo do nitrogênio (N) é necessário entender o balanço entre entradas e saídas de N e a eficiência de ciclagem e transformações do N em sistemas de produção animal em pastejo. Nesse contexto, sete experimentos foram realizados para avaliar o efeito do resíduo pós-pastejo ou de níveis de fertilizante nitrogenado sobre a produção de forragem e a recuperação do N-fertilizante em pastagem irrigada de Panicum maximum cv. Tanzânia. O resíduo pós-pastejo para pastagem de capim Tanzânia irrigada e adubada com N durante o inverno, considerando ciclo de pastejo de 36 dias, deve ser de aproximadamente 1.900 a 2.100 kg/ha de massa seca verde. Para as estações de primavera e verão, a massa de forragem residual deve ser de cerca de 1.700 a 2.700 kg/ha de massa seca verde. Esse manejo assegurou que a produção de folhas e a relação folha/haste fossem próximas do máximo. Parcelas de 1 m 2 ...

Manejo de irrigação por aspersão com base no Kc e adubação mineral na cultura de arroz de terras altas

Crusciol, Carlos Alexandre Costa; Arf, Orivaldo; Soratto, Rogério Peres; Rodrigues, Ricardo Antonio Ferreira; Machado, José Ricardo
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 465-475
POR
Relevância na Pesquisa
75.86%
A irrigação por aspersão diminui bastante o risco de perda da lavoura por deficiência hídrica e aumenta a produtividade de grãos, incentivando maior uso de tecnologias como adubação mineral. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes manejos da água da irrigação por aspersão com base no coeficiente de cultura (Kc) e da adubação mineral sobre a cultura do arroz cv. IAC 201, foram instalados dois experimentos em Latossolo Vermelho Distrófico, em Selvíria (MS). O delineamento foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de precipitação pluvial natural e três manejos de água fornecidos por aspersão. O manejo (M2) foi realizado com base no Kc do arroz de terras altas. Os manejos M1 e M3 foram definidos como 0,5 e 1,5 vezes os Kcs utilizados em M2 respectivamente. em 1995/96, utilizou-se o esquema de parcelas subdivididas, sendo as subparcelas constituídas por dois níveis de adubação: AD1 - 12 kg de N, 90 kg de P2O5 e 30 kg de K2O ha-1, e AD2 - 24 kg de N, 180 kg de P2O5 e 60 kg de K2O ha-1. A deficiência hídrica da emergência da plântula até a diferenciação do primórdio da panícula provocou aumento do ciclo e redução do porte da planta. A deficiência hídrica entre os estádios de diferenciação do primórdio da panícula e os de emborrachamento reduziu o número de espiguetas por panícula. A utilização de 1...

Respostas de cultivares crioulas de milho a inoculação com bactérias diazotróficas e adubação orgânica

Pinheiro, Magaiver Gindri
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 16f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.81%
Projeto acadêmico (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Campus Curitibanos. Ciências Rurais.; A utilização de bactérias fixadoras de nitrogênio vem sendo amplamente pesquisada em espécies agrícolas leguminosas e gramíneas. Nos últimos anos, as tecnologias de inoculação vêm recebendo investimento crescente principalmente na cultura do milho. Por consequência, os benefícios de inoculantes comerciais estão sendo testados em diferentes cultivares e regiões do Brasil. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito da inoculação e da adubação orgânica em cultivares crioulas de milho. O experimento será conduzido na safra 2013/2014 em Curitibanos – SC, em delineamento experimental em blocos casualizados em esquema fatorial 3x2x2, com 4 repetições. Serão testadas 3 variedades de milho (Catarina, Fortuna e Pixurum), 2 níveis de fertilizante (com e sem) e 2 níveis de inoculação (com e sem). Aos 90 DAE serão avaliadas altura da planta, altura de inserção da primeira espiga e diâmetro do colmo. Aos 120 dias será avaliada a produtividade. O uso de inoculante e adubo poderão ser recomendados para o aumento do crescimento das cultivares, otimizando a produção e minimizando custos

Manejo de irrigação por aspersão com base no "Kc" e adubação mineral na cultura de arroz de terras altas

Crusciol,Carlos Alexandre Costa; Arf,Orivaldo; Soratto,Rogério Peres; Rodrigues,Ricardo Antonio Ferreira; Machado,José Ricardo
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
75.86%
A irrigação por aspersão diminui bastante o risco de perda da lavoura por deficiência hídrica e aumenta a produtividade de grãos, incentivando maior uso de tecnologias como adubação mineral. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes manejos da água da irrigação por aspersão com base no coeficiente de cultura (Kc) e da adubação mineral sobre a cultura do arroz cv. IAC 201, foram instalados dois experimentos em Latossolo Vermelho Distrófico, em Selvíria (MS). O delineamento foi em blocos casualizados, com quatro repetições. Os tratamentos constituíram-se de precipitação pluvial natural e três manejos de água fornecidos por aspersão. O manejo (M2) foi realizado com base no Kc do arroz de terras altas. Os manejos M1 e M3 foram definidos como 0,5 e 1,5 vezes os Kcs utilizados em M2 respectivamente. Em 1995/96, utilizou-se o esquema de parcelas subdivididas, sendo as subparcelas constituídas por dois níveis de adubação: AD1 - 12 kg de N, 90 kg de P2O5 e 30 kg de K2O ha-1, e AD2 - 24 kg de N, 180 kg de P2O5 e 60 kg de K2O ha-1. A deficiência hídrica da emergência da plântula até a diferenciação do primórdio da panícula provocou aumento do ciclo e redução do porte da planta. A deficiência hídrica entre os estádios de diferenciação do primórdio da panícula e os de emborrachamento reduziu o número de espiguetas por panícula. A utilização de 1...

Esterco de gado leiteiro associado à adubação mineral e sua influência na fertilidade de um latossolo sob plantio direto

Silva,José Carlos Peixoto Modesto da; Motta,Antônio Carlos Vargas; Pauletti,Volnei; Veloso,Cristina Mattos; Favaretto,Nerilde; Barcellos,Milena; Oliveira,André Soares de; Silva,Luiz Fernando Costa e
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.89%
A produção de gado de leiteiro no sul do Brasil ocorre em grande parte em sistema de semi ou completo confinamento dos animais, o que gera uma produção significativa de resíduos. Os resíduos gerados vêm sendo utilizados como única fonte de nutrientes ou associados a fontes minerais na produção de grãos e silagem, mas sua influência nas características de solo não tem sido bem caracterizada. Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a influência de doses de adubação com esterco líquido de gado leiteiro, associadas com adubação mineral, sobre os níveis de P, K, C e condutividade elétrica (CE) de um Latossolo Bruno, em sistema plantio direto e rotação de culturas de inverno e verão (sorgo/aveia-preta/milho/azevém/milho/azevém), para produção de silagem, nas camadas de 0-5, 5-10, 10-30, 30-50 e 50-80 cm de profundidade. Os tratamentos foram distribuídos em três blocos casualizados, divididos em 12 parcelas cada bloco, em arranjo fatorial 3 x 4, sendo três níveis de adubação mineral (0, 50 e 100 % da dose recomendada para as culturas) e quatro níveis de adubação orgânica (0, 30, 60 e 90 m³ ha-1 ano-1). A adubação mineral proporcionou maiores valores de P disponível (Mehlich-1 e resina) até a profundidade de 10 cm...

Produtividade do maracujazeiro amarelo sob diferentes níveis de irrigação e doses de potássio via fertirrigação

Sousa,Valdemício Ferreira de; Folegatti,Marcos Vinícius; Frizzone,José Antônio; Corrêa,Rodrigo Alessandro de Lima; Eloi,Waleska Martins
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
75.93%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de quatro níveis de irrigação e cinco doses de K aplicadas via fertirrigação por gotejamento na produtividade do maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). O delineamento experimental usado foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas com quatro repetições. Os níveis de irrigação (subparcelas) aplicados foram os seguintes: 0,25V (926,76 L); 0,50V (1.528,20 L); 0,75V (2.117,28 L); 1,00V (2.706,36 L), em que V é o volume médio de água aplicado em lisímetro contendo uma planta de maracujá. As doses de K aplicadas em kg de K2O por planta por ano foram: 0,000; 0,225; 0,450; 0,675 e 0,900. A produtividade comercial do maracujazeiro foi influenciada significativamente (P<0,01) pelas doses de K, pelos níveis de irrigação e pela interação doses de K e níveis de irrigação. Os maiores valores de produtividade comercial do maracujazeiro amarelo foram obtidos com a aplicação de doses de K e níveis de água variando de 0,450 a 0,675 kg planta-1 ano-1 de K2O e de 1.528,20 a 2.117,28 L planta-1 ano-1, respectivamente.

Absorção e Níveis Críticos de Fósforo na parte aérea para manutenção da produtividade do Capim-Elefante (Pennisetum purpureum cv. Napier)

Moreira,Luciano de Melo; Fonseca,Dilermando Miranda da; Martuscello,Janaina Azevedo; Nóbrega,Elcivan Bento da
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.89%
O experimento foi conduzido, em campo, durante dois anos, para avaliar o efeito residual da adubação fosfatada de implantação sobre a absorção e os valores de níveis críticos de fósforo (P) na planta para manutenção do capim-elefante (Pennisetum purpureum Schum. cv. Napier). Os tratamentos foram arranjados segundo o fatorial 2 x 2 x 5, em delineamento com blocos casualizados com três repetições, e consistiram de duas formas de aplicação de P (localizada no fundo do sulco e distribuída no sulco com incorporação), dois espaçamentos entre linhas de plantio (0,5 e 1,0 m) e cinco níveis de P que corresponderam às doses de 0, 30, 60, 100 e 150 kg/ha e a 0, 60, 120, 200 e 300 kg/ha de P2O5, para as aplicações localizada e distribuída, respectivamente. Foram efetuadas sete colheitas (cortes) das plantas nos sulcos (linhas) centrais da parcela, correspondente a 2 m². Após pesagem da forragem colhida, amostras foram retiradas para determinar seus teores de matéria seca (MS) e de P na MS. Após cada corte, foi feita adubação em cobertura com nitrogênio e potássio (67 kg/ha de N e K2O, utilizando-se sulfato de amônio e cloreto de potássio). A adubação fosfatada apresentou efeitos residuais sobre a absorção de P pelo capim-elefante...

Componentes de produção de mamona em função de níveis de adubação nitrogenada e desfolha

Diniz Neto,Manoel Alexandre; Silva,Ivandro de França da; Diniz,Belísia Lúcia Moreira Toscano; Pereira,Adelaido de Araújo; Pereira,Alécio Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.23%
Objetivou-se com esse trabalho, avaliar os componentes de crescimento e produção da mamoneira submetida à adubação nitrogenada combinada com desfolha artificial da planta. O experimento foi conduzido na Estação Experimental da Empresa Estadual Agropecuária da Paraíba (Emepa-PB) localizada no município de Alagoinha-PB, entre os meses de abril e outubro de 2009. Foram utilizados cinco níveis de N-fertilizante (00-30-60-90-120 kg ha-1) combinados com quatro níveis de desfolha artificial (00-20-40-60%), distribuídos no delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições em arranjo fatorial 5 x 4. Foram avaliadas altura de planta, diâmetro caulinar, número de nós, massa de 100 grãos e produtividade de grãos. As variáveis de crescimento aumentam com os níveis de N-fertilizante nos níveis de desfolha de até 20%. A partir desse nível, há tendência de maior crescimento vegetativo com a aplicação de menores doses de nitrogênio. A massa de 100 grãos e a produtividade de grãos aumentam com doses menores que 120 kg ha-1 de N-fertilizante em níveis de desfolha de até 40%, mostrando que há correlação positiva entre essas variáveis de produção da mamoneira. A desfolha artificial quando combinada com adubação nitrogenada provoca alterações nos componentes de crescimento e de produção da mamoneira...

Efeito de diferentes níveis de fertirrigação nas características morfofisiológicas de espinafre

Biscaro,Guilherme Augusto; Marques,Rosangela Juliana Rosa; Batista,Camila Moreira; Monaco,Kamila de Almeida; Ensinas,Simone Cândido; Rezende,Rodrigo Kelson Silva
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
65.95%
Objetivou-se com esse trabalho avaliar o efeito da fertirrigação nas características morfofisiológicas de mudas de espinafre (Tetragonia tetragonoides). O experimento foi conduzido na Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Dourados, Estado do Mato Grosso do Sul, utilizando-se o fertilizante líquido da marca Murer®. O delineamento experimental utilizado foi blocos casualizados, com seis doses do fertilizante líquido na água de irrigação (0, 1,25; 2,5; 5,0; 10,0 e 20,0 mL L-1) e quatro repetições. Realizaram-se duas fertirrigações, aos oito e 22 dias após a germinação (DAG). Foram determinadas características morfofisiológicas das plantas. Concluiu-se que as fertirrigações proporcionaram maior número de folhas e maiores valores de comprimento, massa fresca e massa seca da parte aérea das plantas, área foliar e massa seca de raízes nas mudas de espinafre. A dose de 20,0 mL L-1 propiciou resultados estatisticamente diferentes da dose recomendada pelo fabricante (5,0 mL L-1) aumentando o número de folhas, comprimento da parte aérea, peso fresco da parte aérea e área foliar.

Produtividade do maracujazeiro amarelo sob diferentes níveis de irrigação e doses de potássio via fertirrigação.

SOUSA, V.F. de; FOLEGATTI, M.V.; FRIZZONE, J.A.; CORRÊA, R.A. de L.; ELOI, W.M.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.38, nº 4, p.497-504, abr. 2003. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.38, nº 4, p.497-504, abr. 2003.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.93%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de quatro níveis de irrigação e cinco doses de K aplicadas via fertirrigação por gotejamento na produtividade do maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). O delineamento experimental usado foi o de blocos ao acaso em parcelas subdivididas com quatro repetições. Os níveis de irrigação (subparcelas) aplicados foram os seguintes: 0,25V (926,76 L); 0,50V (1.528,20 L); 0,75V (2.117,28 L); 1,00V (2.706,36 L), em que V é o volume médio de água aplicado em lisímetro contendo uma planta de maracujá. As doses de K aplicadas em kg de K2O por planta por ano foram: 0,000; 0,225; 0,450; 0,675 e 0,900. A produtividade comercial do maracujazeiro foi influenciada significativamente (P<0,01) pelas doses de K, pelos níveis de irrigação e pela interação doses de K e níveis de irrigação. Os maiores valores de produtividade comercial do maracujazeiro amarelo foram obtidos com a aplicação de doses de K e níveis de água variando de 0,450 a 0,675 kg planta-1 ano-1 de K2O e de 1.528,20 a 2.117,28 L planta-1 ano-1, respectivamente.; 2003

Efeito de diferentes níveis de fertilizante (NPK) sobre o crescimento e desenvolvimento de mudas enviveiradas de táxi branco (Sclerolobium paniculatum) e fava-orelha-de-negro (Enterolobium schomburgkii, Benth.).

ANDRADE, D. F. C. de; ROCHA NETO, O. G. da.
Fonte: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRA, 4.; SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 10., 2007, Belém, PA. Anais... Belém, PA: UFRA: Embrapa Amazônia Oriental, 2007. Publicador: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRA, 4.; SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 10., 2007, Belém, PA. Anais... Belém, PA: UFRA: Embrapa Amazônia Oriental, 2007.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.87%
2007

Efeito de diferentes niveis de NPK na infestacao do microacaro do tomateiro Aculops lycopersici (Massee, 1937) (Acari: Eriophyidae) no Submedio Sao Francisco.

MOREIRA, A.N.; OLIVEIRA, J. V. de; HAJI, F. N. P.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 16.; ENCONTRO NACIONAL DE FITOSSANITARISTAS, 7., 1997, Salvador. Resumos... Salvador: SEB: EMBRAPA-CNPMF: EBDA: CEPLAC, 1997. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 16.; ENCONTRO NACIONAL DE FITOSSANITARISTAS, 7., 1997, Salvador. Resumos... Salvador: SEB: EMBRAPA-CNPMF: EBDA: CEPLAC, 1997.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 39,
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.93%
O microacaro Aculops lycopersici constitui uma das pragas-chave do tomateiro na regiao do Submedio Sao Francisco. No controle deste acaro, utilizam-se basicamente acaricidas e inseticidas-acaricidas, entretanto, o seu uso inadequado provoca um desequilibrio no agroecossistema do tomateiro e aumento dos custos de producao. O excesso ou deficiencia de nutrientes tambem pode afetar o agroecossistema do tomateiro, interferindo nos danos causados pelo ataque do microacaro e de outras pragas. Na busca de novas alternativas de controle, a aplicacao de fertilizantes na agricultura desponta como uma importante tatica de manejo integrado de pragas. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes niveis de NPK, em condicoes de campo, na infestacao de A. lycopersici em tomateiro, cultivar IPA 5. O delineamento experimental foi de blocos casualizados com arranjo fatorial, utilizando-se quatro niveis de N (0, 60, 120 e 180 kg/ha), tres niveis de P (0, 80 e 160 kg/ha) e dois niveis de K (0 e 120 kg/ha), com quatro blocos. As amostragens das formas ativas de A. lycopersici foram efetuadas semanalmente, no periodo de 53 a 113 dias de idade das plantas, examinando-se 25 foliolos de parte mediana das plantas, numa area de 1...

Avaliação da eficiência agronômica de fontes e doses de nitrogênio na cultura do milho em região Semiárida.

SOUZA, H. A. de; CAVALCANTE, A. C. R.; POMPEU, R. C. F. F.; TONUCCI, R. G.; MODESTO; NATALE, W.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 4 p. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 4 p. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.87%
Resumo: A adubação com nitrogênio incrementa a produção das culturas, sendo que o conhecimento da dinâmica deste nutriente é importante, principalmente em função dos insumos utilizados. Objetivou-se avaliar a eficiência agronômica de plantas de milho, fertilizada com nitrogênio em diferentes doses e adubos. O estudo foi conduzido no campo experimental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/CNPC) em Sobral-CE. Os tratamentos consistiram de cinco fontes de nitrogênio: uréia; uréia + NBPT; uréia + polímero; uréia + inibidor enzimático + B + Cu; e uréia + capeamento com S elementar, em três níveis de adubação nitrogenada em cobertura: 60, 45 e 30 kg ha-1, aplicados 30 dias após o plantio. A variedade estudada foi o milho BRS Gorutuba, adaptado às condições Semiáridas. Avaliou-se a produção de grãos, a exportação de nitrogênio pelos grãos, o teor de proteína bruta e a eficiência agronômica. O uso de 45 kg ha-1 de N pode ser boa opção para produção satisfatória de grãos de milho. O fertilizante uréia + NBPT apresentou maior eficiência agronômica.; 2012

Efeitos de fontes e doses de nitrogênio sobre características agronômicos do milho produzido na região Semiárida do Brasil.

MODESTO, V. C.; CAVALCANTE, A. C. R.; POMPEU, R. C. F. F.; TONUCCI, R. G.; SOUZA, H. A. de; NATALE, W.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 3 p. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 3 p. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.87%
Resumo: O correto manejo da adubação nitrogenada e o emprego de tecnologias agregadas, aliados a cultivares de milho adaptados à determinadas condições edafoclimáticas, visam o melhor aproveitamento do N pelas plantas. Objetivou-se avaliar as variáveis biométricas e a biomassa seca da parte aérea do milho, em função da aplicação de fertilizantes nitrogenados, em diferentes doses. O estudo foi conduzido no campo experimental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/CNPC) em Sobral-CE. Os tratamentos consistiram de cinco fontes de nitrogênio: uréia; uréia + NBPT; uréia + polímero; uréia + inibidor enzimático; e uréia + capeamento com enxofre elementar, em três níveis de adubação nitrogenada em cobertura: 100%, 75% e 50% da dose recomendada para a cultura, aplicados em cobertura, 30 dias após o plantio. Quando as plantas apresentavam-se 50% pendoadas, foram avaliadas quanto às características biométricas (altura e número de folhas) e biomassa seca de colmos, folhas e espigas. A variedade estudada foi o milho BRS Gorutuba, adaptado às condições Semiáridas do Brasil. Pode-se constatar que as plantas apresentaram ganhos em produção de biomassa seca de folhas, quando comparadas fontes e doses de adubos...

Estado nutricional de plantas de milho submetidas a fontes e doses de nitrogênio em região Semiárida.

SOUZA, H. A. de; CAVALCANTE, A. C. R.; POMPEU, R. C. F. F.; TONUCCI, R. G.; MODESTO, V. C.; NATALE, W.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 4 p. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 4 p. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.72%
RESUMO ? O correto manejo da adubação nitrogenada e o emprego de tecnologias agregadas, aliados a cultivares adaptados a determinadas condições edafoclimáticas visam o melhor aproveitamento do N pelas plantas, em especial a cultura do milho. Assim, objetivou-se avaliar o estado nutricional de plantas de milho, em função da aplicação de fertilizantes nitrogenados em diferentes doses. O estudo foi conduzido no campo experimental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/CNPC) em Sobral-CE. Os tratamentos consistiram de cinco fontes de nitrogênio: uréia; uréia + NBPT; uréia + polímero; uréia + inibidor enzimático + B + Cu; e uréia + capeamento com S elementar, em três níveis de adubação nitrogenada em cobertura: 60, 45 e 30 kg ha-1, aplicados 30 dias após o plantio. A variedade estudada foi o milho BRS Gorutuba, adaptado às condições Semiáridas. Quando as plantas apresentavamse 50% pendoadas, foram avaliadas quanto ao estado nutricional para macro e micronutrientes coletando-se a folha diagnóstica. Pode-se constatar que para N e S houve diferença dos tratamentos em relação à testemunha. A menor dose empregada, de 30 kg ha-1 de N, para os adubos uréia + NBPT, uréia + polímero e uréia + inibidor enzimático promoveu adequado estado nutricional em N.; 2012

Relações biométricas e índice SPAD do milho submetido a fontes e doses de nitrogênio na regiao Semiárida do Brasil.

MODESTO, V. C.; SOUZA, H. A. de; POMPEU, R. C. F. F.; NATALE, W.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 4 p. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 30.; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICORRIZAS, 14.; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 12.; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 9.; SIMPÓSIO SOBRE SELÊNIO NO BRASIL, 1., 2012, Maceió. A responsabilidade socioambiental da pesquisa agrícola: anais. Viçosa, MG: SBCS, 2012. 4 p. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.72%
Resumo: O correto manejo da adubação nitrogenada e o emprego de tecnologias agregadas visam o melhor aproveitamento do N pelas culturas, em especial a cultura do milho. Objetivou-se avaliar as variáveis biométricas e os teores de clorofila, através de medidas indiretas em folhas de milho, em função da aplicação de fertilizantes nitrogenados em diferentes doses. O estudo foi conduzido no campo experimental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa/CNPC) em Sobral-CE. Os tratamentos consistiram de cinco fontes de nitrogênio: uréia; uréia + NBPT; uréia + polímero; uréia + inibidor enzimático; e uréia + capeamento com enxofre elementar, em três níveis de adubação nitrogenada em cobertura: 100%, 75% e 50% da dose recomendada para a cultura, aplicados em cobertura 30 dias após o plantio. Quando as plantas apresentavam-se 50% pendoadas, foram avaliadas quanto às características biométricas (altura; diâmetro do caule; número de folhas) e medidas indiretas de clorofila com o auxílio de um medidor portátil. A variedade estudada foi o milho Catingueiro, adaptado às condições Semiáridas. Pode-se constatar que as plantas apresentaram diferentes comportamentos para o índice SPAD, em função das doses e dos adubos utilizados. Houve diferença significativa para número de folhas...

Fosfato parcialmente solubilizado em pastagem de capim-bufel no submedio Sao Francisco.

FARIA, C. M. B. de; ALBUQUERQUE, S. G. de.
Fonte: Revista Brasileira de Ciencia do Solo, Campinas, v. 13, n. 3, p. 393-397, set./dez. 1989. Publicador: Revista Brasileira de Ciencia do Solo, Campinas, v. 13, n. 3, p. 393-397, set./dez. 1989.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.72%
Em um podzolico plintico A fraco, com pH 6,2 e P 2,3 ppm, em Petrolina (PE), no periodo de 1982-86, estudou-se a influencia do fosfato Arafertil parcialmente solubilizado (FAPS), comparado com o superfosfato simples (SS) no rendimento do capim-buffel (Cenchrus ciliaris). Usou-se uma testemunha (sem adicao de fosforo) e aplicaram-se no primeiro ano os niveis de 100 e 200 kg/ha de P2O5 para ambas as fontes de P, com base no P soluvel em acido citrico do FAPS. Avaliou-se o P no solo, a produtividade de materia seca (MS) da forrageira e o equivalente a superfosfato simples (EqSS). Os teores de fosforo no solo extraidos pelos metodos Mehlich e Bray 1 nos tratamentos com SS e por Bray 1 nos tratamentos com FAPS, diminuiram, ao longo dos anos, e por Mehlich, nos tratamentos com FAPS, variaram irregularmente. Pelo Mehlich, a extracao de P foi maior nos tratamentos co FAPS do que com SS, e por Bray 1, isso nao se verificou. Nas parcelas com FAPA, a extracao de P foi maior pelo metodo Mehlich do que pelo Bray 1, enquando nas parcelas com SS nao ocorreram diferencas significativas. A analise de variancia dos dados de MS indicou uma resposta positiva da planta a aplicacao de fosforo ao solo, mas nao diferencas significativas entre as fontes de P. O EqSS do FAPS foi de 38...

Desenvolvimento de métodos para o preparo de amostras de Fertilizantes visando à determinação de cobre, cádmio e Chumbo por espectrometria de absorção atômica com chama

Lima, Alexandre de Faria
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
65.95%
O fertilizante químico utilizado em lavouras, para suprir as deficiências nutricionais do solo e consequentemente aumentar a sua fertilidade e a produtividade, pode ser um dos principais responsáveis por contaminar o solo com metais pesados. Dessa forma, este trabalho apresenta um estudo de otimização para extração de cobre, chumbo e cádmio em amostras de fertilizante mineral (inorgânico) empregando um banho de ultrassom para o preparo da amostra e determinação em espectrômetro de absorção atômica com chama, comparando os resultados obtidos no método proposto com o método oficial indicado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). No desenvolvimento do trabalho foram avaliados diferentes variáveis, como o tempo de sonicação, a massa de amostra empregada, composição e concentração da solução extratora, buscando a melhor condição analítica para extração e determinação dos metais. Após a definição de algumas variáveis foram realizados testes de comparação de extração empregando agitação em banho de ultrassom com agitação em vortex, a fim de verificar possíveis alterações na eficiência de extração. Um planejamento composto central (PCC) compondo um planejamento fatorial a dois níveis com três variáveis (23)...

Fertilizante organomineral para a produção de cana-de-açúcar; Organomineral fertilizer for the yield of sugar cane

Sousa, Robson Thiago Xavier de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.11%
A adubação da cana-de-açúcar assume papel de suma importância em todo o seu processo de produção, influenciando de forma direta a produtividade da cultura. A utilização de fertilizantes organominerais como fornecedores de nutrientes pode ser uma alternativa para a substituição dos adubos minerais na cultura. O objetivo do estudo foi avaliar a eficiência agronômica da utilização de fertilizante organomineral na cana-deaçúcar, para tal foram realizados dez experimentos conduzidos entre os anos de 2011 e 2013 em condições de campo nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Goiás. Em nove locais, as doses de organomineral foram definidas em função do tratamento com o fertilizante mineral recomendado em cada área experimental, seguindo aproximadamente 60, 80 e 100% da quantidade de N, P2O5 e K2O além de um tratamento controle, sem a aplicação de fertilizantes e em um local foram aplicados três doses de P2O5 via fertilizantes mineral e organomineral além de um tratamento controle. O delineamento experimental em todos os experimentos foi em blocos ao acaso com cinco repetições. Durante o ciclo da cultura, foram realizadas avaliações de altura de plantas, análise foliar (N, P e K), amostras de solo (antes e após a colheita dos experimentos)...

Mecanismos de distribuição de fertilizante e adubação nitrogenada em cobertura no arroz de terras altas em sistema plantio direto; Fertilizer distribution mechanisms and side dress nitrogen fertilization in upland rice under no-tillage system

Crusciol, Carlos Alexandre Costa; Costa, André de Moraes; Borghi, Émerson; Castro, Gustavo Spadotti Amaral; Fernandes, Dirceu Maximino
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
75.95%
Algumas culturas têm pouca adaptação ao sistema plantio direto (SPD), em vista da alta compactação da camada superficial do solo. Nesse caso, o mecanismo utilizado na semeadora para a abertura dos sulcos para deposição do fertilizante pode ter grande importância no sentido de facilitar a penetração das raízes. Avaliouse a influência do mecanismo de distribuição de fertilizante e da adubação nitrogenada na cultura do arroz de terras altas (Oryza sativa) no sistema plantio direto. O experimento foi conduzido nos anos agrícolas 2001/2002 e 2002/2003, em Botucatu-SP, Brasil. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com parcelas subdivididas e quatro repetições. As parcelas foram constituídas por dois mecanismos de distribuição de fertilizantes (haste sulcadora e disco duplo). Nas subparcelas, quatro níveis de N foram aplicados em cobertura (0, 40, 80 e 120 kg ha-1). Avaliou-se a profundidade de abertura do sulco e de deposição das sementes, a população de plantas, a altura de plantas, o número de colmos e de panículas m-2, o número total de espiguetas por panícula, a fertilidade das espiguetas, a massa de 1.000 grãos, a matéria seca da parte aérea, a produtividade e o teor de N na folha bandeira. O sucesso no estabelecimento da cultura do arroz de terras altas no SPD nas regiões de inverno seco do Brasil está diretamente ligado ao mecanismo de distribuição das semeadoras-adubadoras. A haste sulcadora promoveu maior profundidade de deposição de sementes...