Página 1 dos resultados de 492 itens digitais encontrados em 0.096 segundos

Impactos da política americana de estímulo aos biocombustíveis sobre a produção agropecuária e o uso da terra

GURGE, Angelo Costa
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.76%
O presente estudo estima os impactos do crescimento da demanda de etanol no Brasil e nos EUA sobre a produção agrícola e o uso da terra. Utiliza-se um modelo econômico global capaz de representar os mercados agropecuários e de energia, as relações comerciais entre os países, a produção e demanda de etanol no Brasil e nos EUA e mudanças no uso da terra. Aumentos na demanda de etanol no Brasil e nos EUA são simulados de forma a refletir a política norte-americana e projeções da demanda brasileira para a próxima década. Os resultados sugerem que o Brasil deve ter uma especialização na produção de cana-de-açúcar e etanol em detrimento de outros produtos agropecuários. A área cultivada com cana-de-açúcar aumentaria de 5 milhões para 15 a 20 milhões de hectares em 2020, substitutindo áreas de pastagens, de outras culturas e de silvicultura. Cerca de 2,5 milhões de hectares de Cerrado seriam convertidos para agricultura, enquanto a floresta tropical teria impactos consideráveis apenas se as barreiras comerciais às importações de etanol nos EUA fossem reduzidas.; This paper assesses the impacts of the increase in the ethanol demand in Brazil and in the United States on the agricultural production and land use. A global economic model representing agricultural and energy markets...

Uma análise dos fluxos de superfície e do microclima sobre cerrado, cana-de-açúcar e eucalipto, com implicações para mudanças climáticas regionais; An analysis of surface fluxes and of the microclimate on cerrado, sugarcane and eucalyptus: implications for regional climate changes

Tatsch, Jônatan Düpont
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
135.87%
Este trabalho investiga as potenciais mudanças de temperatura e precipitação em escala regional no estado de São Paulo, decorrentes das mudanças do uso da terra. Realizou-se a análise de um conjunto de observações micrometeorológicas no período de fevereiro de 2005 a fevereiro de 2006, sobre áreas de cerrado, cana-de-açúcar e eucalipto. O balanço de energia no cerrado indicou que o saldo de radiação foi maior que sobre a cana-de-açúcar, devido principalmente ao maior albedo e perda de radiação de onda longa na cana. No eucalipto o saldo de radiação foi semelhante ao do cerrado. A partição de energia no cerrado e na cana-de-açúcar diferiu marcadamente nos quatro meses após a colheita, quando a razão de Bowen e o fluxo de calor no solo foram maiores na cana-de-açúcar. No período úmido o eucalipto destacou-se com maior evapotranspiração (5,2 mm dia-1) do que no cerrado e na cana-de-açúcar (3,1 e 2,5 mm dia-1, respectivamente). Apesar disso, o eucalipto foi a área mais sensível à condição de estresse hídrico, reduzindo a evapotranspiração em maior proporção no final de agosto. A temperatura máxima diária (Tmax) sobre o cerrado foi menor que sobre cana-de-açúcar (de 1,3 a 2 ºC) e maior do que sobre o eucalipto (de 0...

Mudanças nos estoques de carbono e nitrogênio do solo em função da conversão do uso da terra no Pará; Changes on soil carbon and nitrogen stocks due to the land use change in Pará State, Brazil

Durigan, Mariana Regina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.9%
A atividade de mudança do uso da terra na Amazônia vem sendo apontada como principal fonte de CO2 para a atmosfera em função das emissões de C e N provenientes do solo. A prática de manejo adotada pode influenciar significativamente nos estoques de C e N do solo funcionando como dreno ou fonte de C e N para a atmosfera. Além disso, podem ser alterados: a fertilidade e a densidade do solo bem como as frações e a origem da MOS. Com o objetivo de avaliar o impacto das mudanças de uso da terra na região leste da Amazônia foram coletadas amostras de terra nos principais usos da terra na região de Santarém-PA, em três profundidades: 0-10, 10-20 e 20-30 cm. Através das amostras foi realizada a caracterização físico-química das áreas e foram determinados os teores de C e N do solo e os isótopos ? 13C e ? 15N com a finalidade de quantificar os estoques de C e N do solo e avaliar a dinâmica e origem da MOS. Para um subconjunto de amostras foi realizado o fracionamento físico da MOS e a determinação do C da biomassa microbiana para compreender como a mudança de uso da terra interferiu nessas frações. Somado a essas determinações foi realizada a estimativa dos fatores de emissão com base na metodologia descrita pelo IPCC. Através da caracterização físicoquímica as áreas de estudo são caracterizadas por solos argilosos a muito argilosos. Os maiores valores de pH...

Mudança de uso da terra e impacto na matéria orgânica do solo em dois locais no Leste da Amazônia; Land use change and impacts on soil organic matter in two locations in the Eastern Amazon

Deon, Diana Signor
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
115.89%
Mudanças de uso da terra afetam a dinâmica da matéria orgânica e o acúmulo de C e N no solo e estão associadas a emissões de gases de efeito estufa (GEEs). A região Amazônica é relevante para as emissões brasileiras de GEEs oriundas das mudanças de uso da terra. O objetivo deste trabalho foi determinar alterações quantitativas e qualitativas nos estoques de C e N no solo em função de mudanças de uso da terra em Santarém-PA e São Luís-MA. Foram coletadas amostras de solo sob diferentes usos da terra: vegetação nativa, vegetação secundária, pastagem degradada, pastagem melhorada e agricultura anual. Adicionalmente, foram avaliadas áreas de mata queimada em Santarém-PA e de fruticultura e horticultura em São Luís-MA. Houve diferenças entre os solos de vegetação nativa nos dois locais, apesar dos estoques de C e N terem sido similares. Em Santarém, fósforo e granulometria relacionaram-se aos estoques de C e N. Em São Luís a acidez potencial ajudou a estimar o estoque de C; granulometria e capacidade total de troca de cátions estimaram o estoque de N. Os estoques de C e N na vegetação secundária foram similares aos da vegetação nativa nos dois locais e relacionaram-se com a acidez potencial do solo. Em Santarém o estoque de C (0-30 cm) na pastagem melhorada foi maior que na vegetação nativa. Em São Luís...

Estoques de carbono do solo na mudança de uso da terra para o cultivo de cana-de-açúcar na região Centro Sul do Brasil; Soil carbon stock as result of land use change under sugarcane cultivation in South Central region of Brazil

Mello, Francisco Fujita de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
145.8%
O Brasil se destaca como o maior produtor de cana-de-açúcar do planeta. Como resultado do aumento da demanda de açúcar e etanol, cerca de 4 milhões de hectares foram convertidos em áreas de cana-de-açúcar nos últimos 10 anos. Espera-se que outros 6 milhões de hectares sejam convertidos nos próximos 10 a 20 anos para suprir a demanda nacional de derivados dessa cultura. Estas modificações podem ocasionar a emissão de gases do efeito estufa, resultantes principalmente da decomposição da matéria orgânica do solo, o que pode levar a dívida de carbono. Por outro lado, a substituição de áreas degradadas pelo cultivo da cana-de-açúcar pode acarretar no incremento dos estoques de carbono dos solos promovendo o sequestro de carbono. O principal objetivo foi proceder a metodologia proposta pelo Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização das Nações Unidas para avaliar o impacto ocasionado pela expansão do cultivo da cana-de-açúcar sobre a matéria orgânica do solo e seu resultado em emissão de CO2 ou em sequestro de carbono. O total de 142 situações de campo foram avaliadas na região Centro Sul do Brasil, onde a cana-de-açúcar vem substituindo outros usos da terra gerando o total de 6318 amostras de solo que foram analisadas considerando as três principais conversões existentes para cana-de-açúcar no país: i) Cerrado; ii) Pastagens e iii) Áreas de cultivo anual. Os resultados obtidos indicam o decréscimo dos estoques de carbono dos solos quando o cultivo de cana-de-açúcar substitui o cerrado e áreas de pastagens...

A variabilidade climática e as mudanças de uso da terra: um estudo de caso da vazão e sedimentos da bacia do rio Piracicaba com modelagem numérica; The climate variability and land use changes: a case study of flow and sediments in the Piracicaba River basin with numerical modeling

Queiroz, Mônica Rodrigues de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
145.86%
O objetivo desta tese foi avaliar os impactos decorrentes das mudanças de uso da terra e da variabilidade climática nos recursos hídricos (vazão e fluxo de sedimentos), em mesoescala (bacia do rio Piracicaba) e em pequena escala (microbacia do Ribeirão das Posses), através de um estudo de modelagem numérica com o modelo SWAT (Soil and Water Assessment Tool). Foram utilizados dados de modelo numérico de terreno, mapas de solo e uso da terra, temperatura, precipitação, vento, radiação solar e umidade relativa para forçar o modelo SWAT. O modelo mostrou resultados satisfatórios de desempenho na comparação com dados observados, conforme mostram os índices estatísticos na bacia do rio Piracicaba (COE entre 0,97 e 0,99 para vazão e de 0,90 para fluxo de sedimentos) e no Ribeirão das Posses (COE de 0,53 para a vazão e 0,7 para fluxo de sedimentos). Nas simulações de modificações de uso da terra os resultados indicam que em ambas as bacias as maiores vazões ocorrem nos cenários de desflorestamento, sendo o cenário de pastagem o de valores mais expressivos. O modelo correspondeu às evidências de que as vazões máximas, por exemplo os eventos de inundações, podem ser mitigados com o reflorestamento e que o cenário de antropização com gramíneas...

Essays on land-use change and greenhouse gas emissions in Brazil; Ensaios sobre as mudanças do uso da terra e emissões de gases de efeito estufa no Brasil

Silva, Jonathan Gonçalves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2015 EN
Relevância na Pesquisa
145.92%
This study evaluates the land use changes and forests in Brazil, focusing on deforestation and its greenhouse gas emissions (GHG). More specifically, it analyses: (i) how the specialized literature integrates land-use changes to GHG emissions into a computable general equilibrium (CGE) framework; and (ii) the economic impacts of halting the deforestation. For this purpose, this study was divided into three independent essays. The first essay is theoretical, and evaluates the state of the art of the integration between land-use change and GHG emissions into CGE models. The second essay, is an empirical study about the economic impacts of zero deforestation in the Amazon Biome. The third essay, evaluates the implication of productivity gains in agriculture on land allocation, GHG emissions and the Brazilian economy. The results highlight the difficulties to integrate land use to its GHG emissions, as well as the effectiveness of the deforestation control in the Amazon to reduce national emissions, although it imposes losses to the economy and boosts regional inequalities. Finally, productivity gains in agriculture in turn, also may reduce the domestic emissions, but with no adverse impacts on the economy. However, such effects are limited...

Efeitos das mudanças de uso da terra no regime hidrológico de bacias de grande escala

Bayer, Débora Missio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
135.93%
Os efeitos das alterações de uso da terra na hidrologia das bacias hidrográficas têm sido, ao longo dos anos, amplamente discutidos para pequenas bacias experimentais. O uso de modelos hidrológicos para descrever esse tipo de processo tem se tornado promissor no que tange o estudo de grandes bacias. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é avaliar uma metodologia para analisar o impacto das mudanças de uso da terra sobre o regime hidrológico em bacias hidrográficas de grande escala. Este estudo foi realizado por meio de simulação. Para isso foi utilizado um modelo hidrológico distribuído de base física, o Modelo de Grandes Bacias (MGB-IPH). Para realizar simulações de impactos das mudanças de uso da terra, inicialmente avaliou-se a capacidade do modelo MGB-IPH de captar as alterações produzidas pelas mudanças de uso. A análise de sensibilidade mostrou que a vazão gerada na bacia é inversamente proporcional aos parâmetros de índice de área foliar (IAF) e de altura média da vegetação (h), uma vez que quanto maior o IAF, mais interceptação ocorrerá na bacia e, quanto maior o valor de h, mais facilidade haverá nas trocas aerodinâmicas, ambos favorecendo o processo de evaporação. Já em relação aos parâmetros albedo (a) e resistência superficial (rs)...

Mudanças no uso da terra decorrentes da expansão da cultura da cana-de-açúcar na região oeste do estado de São Paulo

Lourenzani, Wagner Luiz; Caldas, Marcellus Marques
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1980-1987
POR
Relevância na Pesquisa
125.83%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); The demand for energy alternatives to oil are increasing global biofuel production and, consequently, the biofuel crops cultivation. In Brazil, the emergence of flex-fuel vehicles resumed the importance of ethanol production, resulting in a new phase of Brazilian sugar cane crop expansion. Several issues related to the sustainability of biofuel production have been discussed in the literature, such as the effect on food production and food security, the environmental impact of land use change and social effects in the field. This study aims to analyze the land use change in the Oeste Paulista region, caused by the expansion of sugar cane cultivation. Between 2003 and 2012, the Oeste Paulista region represented more than half of the expansion of this crop in São Paulo state, the largest producer in Brazil. This paper used the Shift-Share model to decompose the agricultural areas variation and to calculate the replacement of the main activities analyzed. The results revealed that, in the analyzed region, the expansion of sugar cane area has occurred predominantly by replacing pasture and...

Dinâmica da produção de sedimentos devido a mudanças no uso da terra : estudo de caso da bacia de Chambas, Província Ciego de Ávila, Cuba; Dynamics of sediment yield due to land use changes : case study of Chambas River Basin, Ciego de Avila, Cuba

Tatiana Geler Roffe
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
115.93%
Modelos matemáticos de predição de erosão e produção de sedimentos tem um grande potencial para uso em estudos da degradação e manejo dos recursos naturais, pois permitem estimar os impactos causados pela atividade agrícola. Este trabalho trata da aplicação do modelo hidrológico SWAT (Soil Water Assessment Tool), com a finalidade de previsão dos riscos de erosão devido às mudanças no uso da terra, na bacia do rio Chambas na província Ciego de Ávila, em Cuba. Este modelo tem sido utilizado de forma eficaz em estudos da dinâmica ambiental na representação da variabilidade espacial e temporal de processos hidrosedimentológicos em bacias hidrográficas. O método desenvolvido para modelagem descreve a dinâmica da perda de solo devido à enxurrada produzida pela água e às mudanças no uso da terra. Este permite a avaliação dos riscos de erosão do solo, utilizando um modelo implementado em um Sistema de Informação Geográfica (SIG) em modo raster. O mapeamento de cobertura e uso da terra foi realizado com base na utilização de técnicas de sensoriamento remoto e processamento digital das imagens. O estudo baseou-se no desenvolvimento de diferentes cenários de previsão de comportamento das taxas de erosão do solo...

Mudanças no uso da terra em Biguaçú-SC

Bauer, Eliane
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 94 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
115.9%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas, Florianópolis, 2012; Mudanças nos padrões de uso e cobertura da terra estão ocorrendo a passos acelerados, com impactos tanto para a conservação das florestas tropicais quanto para a subsistência das populações envolvidas. Este trabalho analisa as mudanças no uso da terra na microbacia de São Mateus, localizada no município de Biguaçu-SC, onde a agricultura de corte e queima foi historicamente predominante. O estudo teve por objetivo compreender as causas das mudanças, bem como a direção que o uso da terra está tomando, e discutir seus possíveis impactos. Os dados foram coletados por meio da realização de entrevistas com agricultores informantes chave e da análise de imagens de sensoriamento remoto disponíveis para os anos de 1957, 1978 e 2011. Os resultados mostraram que o mosaico de áreas agrícolas e floresta em estágio inicial de regeneração que dominavam a paisagem nas décadas de 1950 e 1970 têm sido gradualmente substituído nos últimos anos e a agricultura de corte e queima está desaparecendo na região. Parte da floresta secundária avançou para ecossistemas maduros. No entanto...

Percepção ambiental e tomada de decisão de uso da terra

Vasconcelos, Deise Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 98 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
115.9%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas, Florianópolis, 2012; Desde que o homem passou de caçador-coletor a produtor do seu próprio alimento quando do início da agricultura, paisagens foram sendo modificadas ao longo dos tempos segundo o uso dispensado às terras, o que pode estar contribuindo para a mudança no clima. Pressupondo que a tomada de decisão de uso da terra seja em função da percepção ambiental e das prioridades de indivíduos como atores sociais pertencentes a um dado contexto, conhecer esses fatores e entender suas inter-relações pode ser fundamental no desenho de estratégias de desenvolvimento territorial bem como para adaptação a um novo cenário climático. Sendo a mudança climática ocorrente a nível global, mas seus impactos locais, é relevante que sejam realizados estudos específicos a cada contexto, de modo a contemplar as necessidades de cada meio através de propostas de ações em acordo com os atores sociais relacionados. Este trabalho é um estudo de caso realizado na região da Microbacia da Mantiqueira, localizada no município de Não- Me-Toque, Rio Grande do Sul, tendo por objetivo entender como é tomada a decisão de uso da terra por parte dos agricultores vinculados à Cooperativa Cotrijal e como é o sistema de uso da terra local...

Mapeamento do uso e cobertura da terra a partir da segmentação e classificação de imagens-fração solo, sombra e vegetação derivadas do modelo linear de mistura aplicado a dados do sensor TM/Landsat5, na região do reservatório de Tucuruí - PA

Vasconcelos,Cíntia Honório; Novo,Evlyn Márcia Leão de Moraes
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
145.78%
Técnicas de sensoriamento remoto são fundamentais para o monitoramento das mudanças de uso da terra, principalmente em áreas extensas como a Amazônia. O mapeamento de uso da terra, geralmente é realizado por métodos de classificação manual ou digital pixel a pixel, os quais consomem muito tempo. Este estudo aborda a aplicação do modelo linear de mistura em uma imagem Landsat-TM segmentada para o mapeamento das classes de uso da terra na região do reservatório de Tucuruí-PA para os anos de 1996 e 2001.

Impactos do avanço da soja no balanço de radiação no leste da Amazônia

Souza,Paulo Jorge de Oliveira Ponte de; Rocha,Edson José Paulino da; Ribeiro,Aristides
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.76%
O desmatamento da Amazônia, em especial para o uso da pecuária, tem sido explorado por diversos pesquisadores, os quais têm apontado como conseqüência, sérios problemas ambientais. O contínuo avanço da fronteira agrícola sobre as áreas de pecuária na Amazônia, e mesmo sobre áreas nativas, merece atenção pelo fato de poucos estudos terem sido realizados com o intuito de investigar quais os prováveis impactos ambientais da presença da monocultura da soja na região. Este trabalho teve como objetivo avaliar os impactos nos componentes do balanço de radiação devido à nova mudança no uso da terra em uma área de avanço da fronteira agrícola no leste da Amazônia. Realizaram-se experimentos micrometeorológicos no município de Paragominas-PA em uma área de cultivo de soja (Glycine max (L.) Merrill) e em uma área do ecossistema florestal localizada na Floresta Nacional de Caxiuanã em Melgaço-PA nos anos de 2006 e 2007. Durante o ciclo da soja o impacto médio encontrado representou uma redução 17,9% no saldo de radiação em relação ao ecossistema de floresta natural. Durante a entressafra observou-se um impacto negativo no saldo de radiação de 15,5%. Os principais forçantes deste impacto foram o maior albedo da soja e a perda de radiação de onda longa em relação à cobertura original. Ressalta-se que apesar do maior impacto ocorrer durante o ciclo da cultura...

Modelagem hidrológica aplicada ao estudo da vazão da bacia hidrográfica do rio Araguari - MG, a partir das mudanças do uso da terra e cobertura vegetal nativa

Silva, Mirna Karla Amorim da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
155.95%
A bacia hidrográfica do rio Araguari (BHRA) - MG, apresenta área de 22.146,23 km2 localizados em uma região de grande consumo de água pela agricultura, indústria e pelas pessoas, o que acarreta altos custos ambientais, incluindo danos aos sistemas hídricos naturais. As constantes alterações de uso da terra relacionadas a tais atividades são potencialmente degradantes dos recursos hídricos e devem ser conhecidas para que se possa planejar a gestão dos ambientes de forma coerente com a preservação dos cursos d’água existentes. Neste contexto, frente a necessidade de gestão dos recursos hídricos, a modelagem hidrológica é uma ferramenta importante e eficiente no sentido de auxiliar o monitoramento e gestão das águas presentes nas bacias hidrográficas. Dentre as inúmeras aplicações dos modelos hidrológicos, podemos destacar (como utilizado nesta pesquisa) que eles têm a função de suprir a demanda de dados confiáveis e contínuos em locais onde existe total ou parcial ausência de dados coletados pelas estações hidrometeorológicas e ainda de simular situações/cenários hipotéticos para verificação de alguns fenômenos, a exemplo do comportamento da vazão dos rios presentes área de estudo. Desta forma...

Land-use change and soil bacterial communities in the Eastern Amazon: implications for biodiversity conservation and ecosystem function; Mudanças no uso da terra e comunidades bacterianas do solo na Amazônia Oriental: implicações sobre conservação da biodiversidade e funções do ecossistema

Carvalho, Teotonio Soares de
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-graduação em Ciência do Solo; UFLA; brasil; Departamento de Ciência do Solo Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-graduação em Ciência do Solo; UFLA; brasil; Departamento de Ciência do Solo
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 23/10/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
115.96%
As florestas tropicais são as principais reservas mundiais de biodiversidade e regulam o clima e os ciclos biogeoquímicos no planeta. Os microrganismos do solo são componentes-chave para o funcionamento desses ecossistemas, mas o conhecimento de como eles são afetados pela intensificação do uso da terra e pela degradação de florestas ainda é muito limitado. Na Amazônia brasileira, a intensificação do uso da terra altera consideravelmente as propriedades químicas do solo, especialmente a acidez, fatores que conhecidamente afetam as bactérias do solo. No Capítulo 02 eu avaliei como a estrutura das comunidades de bactérias do solo muda ao longo de um gradiente abrangente de intensidade de uso da terra (agricultura mecanizada, pastagem, floresta secundária, floresta primária perturbada, floresta primária não perturbada) na Amazônia oriental usando sequenciamento de nova geração. Eu esperava que a diversidade alfa de bactérias fosse maior em usos da terra mais intensivos, mas que a diversidade beta fosse reduzida, indicando uma homogeneização da comunidade bacteriana do solo. Entretanto, isso foi apenas confirmado para a diversidade alfa porque, em geral, todos os componentes de diversidade foram maiores em sistemas de uso mais intensivos. O pH do solo foi um forte preditor da diversidade alfa...

Sensoriamento remoto aplicado à análise temporal da relação uso da terra/temperatura e albedo de superfície na bacia do Rio Vieira no Norte de Minas Gerais

Leite, Manoel Reinaldo
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
115.9%
Este trabalho objetivou analisar, com auxílio de dados TM – Landsat 5, as relações entre as mudanças no uso da terra e a variação da temperatura e do albedo de superfície, no período sazonal de inverno da bacia do Rio Vieira para os anos de 1985, 1995 e 2010. A escolha da bacia do Rio Vieira se justifica porque essa área, localizada na mesorregião do Norte do Estado de Minas Gerais, foi palco de um rápido e intenso crescimento populacional. De forma que esse fato proporcionou várias modificações nos sistemas de uso da terra dessa bacia, como por exemplo: rápida expansão urbana, recuperação de áreas degradadas e a antropização de áreas naturais. Permitindo, neste contexto, o desenvolvimento deste trabalho num ambiente com as devidas alterações dos sistemas de uso da terra. Os procedimentos metodológicos necessários para analisar as relações entre as mudanças no uso da terra e a variação da temperatura e do albedo de superfície na bacia do Rio Vieira foram os seguintes: o primeiro procedimento cuidou do tratamento das imagens de satélite com vistas ao mapeamento do uso da terra; esse mapeamento, por sua vez, obedeceu ao esquema hierárquico de legenda proposto por Heymann (1994). O segundo procedimento considerou a aplicação do algoritmo semiempírico Surface Energy Balance Algorithms for Land – SEBAL...

Efeitos das mudanças do uso da terra na biogeoquímica dos corpos d'água da bacia do rio Ji-Paraná, Rondônia

Krusche,Alex Vladimir; Ballester,Maria Victoria Ramos; Victoria,Reynaldo Luiz; Bernardes,Marcelo Correa; Leite,Nei Kavaquichi; Hanada,Laís; Victoria,Daniel de Castro; Toledo,André Marcondes; Ometto,Jean Pierre; Moreira,Marcelo Zacharias; Gomes,Beatriz M
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
145.87%
Este trabalho discute os efeitos das mudanças do uso do solo na biogequímica dos rios da bacia de drenagem do rio Ji-Paraná (Rondônia). Nesta região, a distribuição espacial do desmatamento e das propriedades do solo resultam em sinais diferentes, possibilitando a divisão dos sistemas fluviais em três grupos: rios com águas pobres em íons e baixo impacto; rios com conteúdo iônico intermediário e impacto médio e rios com elevados conteúdo iônico e impacto antropogênico. As características biogeoquímicas dos rios têm relação significativa com a área de pasto, melhor parâmetro para prever a condutividade elétrica (r² = 0,87) e as concentrações de sódio (r² = 0,75), cloreto (r² = 0,69), potássio (r² = 0,63), fosfato (r² = 0.78), nitrogênio inorgânico (r² = 0.52), carbono inorgânico (r² = 0.81) e carbono orgânico (rain ² = 0.51) dissolvidos. Cálcio e magnésio tiveram sua variância explicada pelas características do solo e pastagem. Nossos resultados indicam que as mudanças observadas na micro-escala constituem "sinais biogeoquímicos" gerados pelo processamento do material nas margens dos rios. A medida em que os rios evoluem para ordens superiores, os sinais persistentes nos canais fluviais estão mais associdados às características da bacia de drenagem (solos e uso da terra). Apesar dos efeitos das mudanças observadas no uso do solo não serem ainda detectáveis na macro-escala (bacia amazônica)...

O uso da terra na atividade florestal : estudo comparativo dos indicadores socioeconômicos no Rio Grande do Sul

Oliveira, Letícia de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
Discussões que englobam as mudanças no uso da terra e preocupações de ordem econômica, social e ambiental são fundamentais para fortalecer o desenvolvimento regional ao longo do tempo. A importância do setor florestal e a conscientização da sociedade com práticas e produtos florestais sustentáveis, além da crescente demanda por matéria-prima entre vários segmentos industriais de produtos madeireiros e não madeireiros, têm reforçado ainda mais o investimento em florestamento. Percebe-se que os investimentos realizados nesta atividade tendem a causar uma mudança no uso da terra, levando a um aumento de terras necessárias ao cultivo de florestas. Portanto, a justificativa desta tese apoia-se na necessidade de compreender como as mudanças no uso da terra, decorrentes da atividade florestal, afetam os indicadores socioeconômicos dos municípios do Rio Grande do Sul. Procurou-se testar a hipótese de que essas mudanças podem dinamizar as economias locais, levando inicialmente à melhoria em alguns indicadores (efeito positivo), mas que a partir de um ponto o avanço excessivo da atividade pode conduzir à falta de diversificação e consequentemente à piora dos indicadores (efeito negativo). Especificamente, buscou-se comparar os indicadores socioeconômicos nos anos em estudo; identificar os principais indicadores socioeconômicos que são influenciados pela mudança do uso da terra; e verificar a relação desse uso com os indicadores socioeconômicos no desenvolvimento regional. Metodologicamente...

Conflitos de uso da terra na microbacia do São Bartolomeu - Viçosa, MG

Costa,Tássia Alves; Soares,Vicente Paulo; Ribeiro,Carlos Antonio Alvares Soares; Gleriani,José Marinaldo
Fonte: Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
125.8%
Neste trabalho realizou-se o mapeamento dos conflitos de uso da terra nos anos de 1987 e 2007, em uma microbacia situada no município de Viçosa, Minas Gerais. Foram usadas Ortofotos e imagens ortoretificadas do satélite Ikonos obtidas, respectivamente, em 1987 e 2007. Utilizando-se técnicas de fotointerpretação de imagens, foram mapeadas as áreas de nove classes de uso da terra, mediante interpretação visual em tela. Os mapas de uso da terra gerados foram cruzados com um mapa de Áreas de Preservação Permanentes (APP's) para definir as áreas de uso indevido. Os resultados obtidos mostram que a classe classificada como pastagem ocupou em torno de 50% das APP's nas duas datas avaliadas. As classes (agricultura e café) tiveram suas áreas de ocupação em APP's ligeiramente aumentadas. Ao comparar as duas datas (1987 e 2007), todas as classes de uso da terra ocuparam mais de 30% das APP's, evidenciando um aumento do uso indevido do solo.