Página 1 dos resultados de 6634 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Efeito do leite fermentado contendo Lactobacillus casei Shirota na microbiota intestinal de crianças sob terapia antimicrobiana; Effect of fermented milk containing Lactobacillus casei Shirota on the intestinal microbiota of children under antimicrobial therapy

Atobe, Jane Harumi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
O tratamento antimicrobiano pode destruir o equilíbrio da microbiota gastrintestinal, podendo induzir sintomas clínicos, principalmente a diarréia. A influência de Lactobacillus casei Shirota sobre a microbiota intestinal foi avaliada em um estudo prospectivo, randomizado, duplo-cego e controlado. Sessenta e três crianças hospitalizadas com idade de 2 a 14 anos, sob tratamento com antibióticos β-lactâmicos, foram randomizadas para receber o leite fermentado por L. casei Shirota, 108-9 UFC/mL, ou o placebo, durante o tratamento antimicrobiano. As amostras de fezes foram colhidas antes da administração do leite fermentado, durante o tratamento antibiótico e uma semana após o término do tratamento com o antimicrobiano e a ingestão do leite fermentado. O número de L. casei Shirota aumentou significativamente (p<0,001) durante o período de ingestão do leite fermentado. Foi observado na microbiota do grupo que recebeu o placebo um aumento na contagem de Pseudomonas aeruginosa (p<0,05) e Clostridium sp (p<0,05), principalmente no último período da terapia antimicrobiana. A alteração da microbiota intestinal em decorrência do tratamento antibiótico foi constatada pela diminuição de acetato (p<0,05), butirato (p<0...

Avaliação da microbiota bacteriana e fúngica presente na cloaca de jabutis (Geochelone carbonaria) criados em domicílio e análise do potencial risco a saúde humana; Bacterial and fungal microbiota evaluation in the companion tortoise (Geochelone carbonaria) and the analysis of the potential risk to human health

Pessoa, Carlos Alexandre
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
Os médicos veterinários que trabalham com répteis frequentemente são indagados pelos proprietários sobre os tipos de doenças que estes animais podem transmitir, bem como sobre as medidas profiláticas que devem ser implementadas para prevenir a transmissão de doenças. Desta forma, o conhecimento sobre os patógenos que estes animais albergam passa a ser importante para orientação dos proprietários quanto aos cuidados adequados que devem ser adotados com estes animais. Os microrganismos que compõem a microbiota podem se tornar patogênicos para seus hospedeiros quando os mesmos encontram-se debilitados, bem como a eliminação contínua destes microrganismos (pelas fezes, por exemplo) por répteis aparentemente saudáveis ou mesmo doentes, pode representar um importante problema para pessoas que tenham contato com eles. Crianças, idosos e indivíduos imunossuprimidos ou imunocomprometidos são bastante suscetíveis às infecções após manipulação de répteis criados como pet. Considerando-se que os répteis participam de forma crescente do mercado de animais criados como pet, suas características microbiológicas devem ser pesquisadas, visando evitar que eles adoeçam ou venham a óbito devido à ocorrência de doenças infecciosas e não transmitam zoonoses para aqueles que os manipulam. Este trabalho teve como objetivos o estudo da microbiota bacteriana e fúngica presente na cloaca de jabutis (Geochelone carbonária) criados em domicílio e análise do potencial risco a saúde humana. Foram realizados exames microbiológicos de swabs de cloaca de 100 jabutis-piranga visando a pesquisa de bactérias aeróbias...

Microbiota intestinal de pacientes portadores da Síndrome do Intestino Curto; Intestinal microbiota of patients with Short Bowel Syndrome

Furtado, Eduarda de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Introdução: A Síndrome do Intestino Curto (SIC) é definida como um conjunto de sinais e sintomas conseqüentes de alterações nutricionais e metabólicas secundária a insuficiência intestinal funcional e/ou orgânica, como nos casos de grandes ressecções do intestino delgado. Ressecções intestinais eliminam sítios de colonização, alteram a área de absorção e, o uso freqüente de antibióticos devido a infecções recorrentes, presença de alimentos não digeridos no cólon, trânsito acelerado e diarréia, nestes mesmos pacientes, podem contribuir para a alteração da microbiota intestinal. Objetivo: Caracterizar a microbiota intestinal de pacientes portadores da Síndrome do Intestino Curto atendidos na Unidade Metabólica e do HCFMRP/USP. Casuística e Métodos: Foram recrutados os pacientes portadores de síndrome do intestino curto atendidos na Unidade Metabólica do HCFMRP/USP (uso de terapia nutricional parenteral). Para o grupo controle foram recrutados indivíduos sadios e eutróficos da comunidade e pareados segundo sexo e idade. Foram avaliadas amostras de fezes e exames bioquímicos, estes últimos foram somente dos pacientes. A avaliação do consumo alimentar foi feita por meio do inquérito Diário Alimenta e a avaliação do estado nutricional a partir de medidas antropométricas. Para detecção de cepas patogênicas foram realizados cultivos e testes bioquímicos específicos em meio aeróbio para determinação de espécies da família Enterobacteriaceae. Em cada cepa de E. coli isolada foram aplicados anti-soros para determinação de possível patogenicidade. Metodologia molecular também foi utilizada para determinação do perfil da microbiota intestinal bacteriana: sequenciamento de bibliotecas de DNAr 16S e PCR para detecção de genes característicos de cepas patogênicas de E. coli. Resultados: Verificou-se a presença de subnutrição protéico-calórica no grupo Paciente mesmo com terapia nutricional para recuperação deste estado nutricional. Quanto a microbiota...

Análise da diversidade da microbiota fecal de crianças de zero a doze meses de idade usando o método de eletroforese em gel com gradiente desnaturante; Analysis of the intestinal microbiota of infants from zero to twelve months years old using the method denaturing gradient Gel electrophoresis

Carvalho, Isabel Irino Ramos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
A microbiota intestinal humana é um ecossistema complexo que abriga centenas de espécies bacterianas e que de um modo geral convive harmonicamente com o hospedeiro. Essa interação promove o desenvolvimento e estimulação do sistema imune. A microbiota tem papel primordial na saúde humana por produzir nutrientes, participar no metabolismo de carboidratos e por competir com bactérias patogênicas na colonização do ambiente intestinal. Ela alcança sua estabilidade em torno do segundo ano de vida. O tipo de parto, de alimentação, as condições sanitárias, sociais e os elementos do hospedeiro, como fatores genéticos, peristaltismo e pH intestinal, influenciam na sua composição. Quando há a instalação de infecções intestinais ou uso de antimicrobianos e de imunossupressores ocorre o desequilíbrio desse sistema. Esse estudo tem como objetivo avaliar o estabelecimento e a diversidade da microbiota intestinal em onze crianças a partir do segundo dia até o décimo segundo mês de vida. As amostras fecais das crianças foram coletadas no segundo e sétimo dias de vida e mensalmente do primeiro ao décimo segundo meses de vida. As análises de "fingerprinting" foram realizadas pelo método de eletroforese em gel com gradiente desnaturante (DGGE) usando os iniciadores para a região V3 do gene 16S rRNA. Os perfis de similaridade foram feitos a partir da construção de dendrogramas e para avaliar as relações entre as amostras temporais das crianças e o perfil de bandas obtido com o DGGE foram feitas análises de correspondência. A análise do "fingerprinting" mostrou que cada criança apresentou um padrão de colonização distinto. Apesar de compartilharem algumas características como a forma de nascimento...

Detecção e quantificação de bactérias anaeróbias na microbiota fecal de crianças de zero a 12 meses de idade; Detection and quantification of anaerobic bacteria in the fecal microbiota of children aged zero to twelve months of age

Talarico, Silvia Toledo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
A sequência de eventos bacterianos que ocorre durante a colonização do trato gastrointestinal pode afetar o futuro da saúde do hospedeiro, particularmente no que diz respeito à regulação do sistema imunológico. Um entendimento claro do processo de colonização do intestino humano neonatal nos países em desenvolvimento está faltando, porque os poucos estudos disponíveis foram, em sua maioria, realizados utilizando técnicas de cultura. O objetivo deste estudo foi detectar e quantificar as bactérias dos gêneros Bifidobacterium, Lactobacillus, Eubacterium e Lactococcus, importantes componentes anaeróbios da microbiota intestinal usando PCR em tempo real. O grupo de estudo foi composto por 10 crianças, acompanhadas durante o primeiro ano de vida, vivendo em baixas condições sócio-econômicas em São Paulo, Brasil. Amostras de fezes foram avaliadas em períodos de 24 horas, 7 dias, 30 dias, 3 meses, 6 meses e 1 ano. Durante o primeiro ano de vida, há um aumento da quantidade de Bifidobacterium spp., quando comparada com as outras bactérias anaeróbias estudadas, com médias variando de 8,27x1010 a 2,51x1012 número de cópias de DNA/g de fezes. Lactobacillus spp. também foi encontrado em todos os pontos de tempo estudado...

Análise da diversidade da microbiota fecal de lactentes durante o primeiro ano de vida utilizando biblioteca 16S RNA; Analysis of the diversity of fecal microbiota of infants during the first year living library using 16S RNA

Oliveira, Fernanda Filomena de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
A microbiota intestinal humana desempenha papel essencial no organismo saudável, pois sintetiza vitaminas, influencia no desenvolvimento e maturação do sistema imune da mucosa intestinal, além de exercer importante função protetora, competindo por nutrientes e receptores com bactérias patogênicas. A colonização desta microbiota se inicia na criança recém-nascida e alcança estabilidade em torno do segundo ano de vida, com consequência para a saúde da criança e do adulto. As diferenças na composição da microbiota estão relacionadas a diferentes níveis de contaminação ambiental e de diferentes fatores endógenos. O objetivo do nosso estudo foi analisar a microbiota fecal de crianças com idade entre 2 dias a 1 ano de idade, que vivem em baixas condições socioeconômicas em São Paulo, Brasil. Foram coletadas amostras de fezes de crianças saudáveis, nos seguintes pontos pós-nascimento: 2º e 7º dias, 1 mês, 3 meses, 6 meses e 1 ano de vida. O DNA bacteriano foi extraído diretamente a partir das amostras de fezes e as bibliotecas 16S rRNA foram construídas utilizando 2 iniciadores bactéria-específicos. Os clones foram selecionados aleatoriamente, parcialmente sequenciados e analisados com base em bibliotecas de gene 16S rRNA. Os principais grupos filogenéticos identificados foram Escherichia...

Uso da biblioteca genômica RNAr 16S como ferramenta para o estudo da microbiota fecal humana; Using the genomic library 16S rRNA as a tool to study of human fecal microbiota.

Machado, Juliana Bannwart de Andrade
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
A microbiota intestinal é um ecossistema complexo que geralmente vive em harmonia com seu hospedeiro. É essencial para o desenvolvimento e funcionamento adequado do sistema imunológico da mucosa durante o início da vida, um processo que atualmente é conhecido por ser importante para a imunidade de adultos. A microbiota intestinal compreende aproximadamente 1000 espécies, das quais 80% não são cultiváveis. Tendo em vista a importância de se conhecer a microbiota humana e a utilização da ferramenta da construção da biblioteca genômica RNAr 16S ser relativamente recente, esse estudo tem como objetivo analisar diferentes protocolos para avaliar o uso desta ferramenta para o estudo da microbiota intestinal humana. Para a realização dos ensaios experimentais, o DNA extraído de fezes de seis crianças, em diferentes faixas etárias, foi utilizado para a criação de um pool, o qual foi utilizado nos ensaios de PCR. As bibliotecas RNAr 16S foram construídas utilizando 2 pares de iniciadores bactéria-específicos 27F-1492R e 63F-1387R, variando o tempo de desnaturação inicial de cada reação de amplificação do gene RNAr 16S entre 5 e 10 minutos, e 1 par de iniciadores 341F-518R. Os clones foram selecionados aleatoriamente...

Probiótico na ração de frangos de corte submetidos a antibioticoterapia: desempenho e microbiota intestinal; Dietary probiotic in broiler chickens submitted to antibiotic therapy: performance and intestinal microbiota

Pereira, Rafaela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
Este estudo teve o objetivo de avaliar a eficiência do probiótico em manter o equilíbrio da microbiota intestinal de aves submetidas à antibioticoterapia e as associações com o desempenho. Os tratamentos dietéticos consistiram de uma dieta basal única, à base de milho e farelo de soja, à qual foi acrescido ou não o probiótico Bacillus subtillis (100 g/ton de ração), na concentração de 10? UFC/g. Por 3 dias consecutivos a partir de 21 dias de idade, as aves foram submetidas à antibioticoterapia via água de bebida consistindo de 200 ppm de bacitracina metileno dissacilato (efeito em bactérias Gram-positivas ) e 1000 ppm de sulfato de neomicina (efeito em bactérias Gram-negativas). O experimento foi conduzido com frangos de corte no período de 1 a 42 dias, sendo que de 1 a 21 dias as aves receberam somente o tratamento dietético, e, a partir de 21 dias, as aves receberam os tratamentos dietético e terapêutico. Aos 2, 4 e 6 dias após a antibioticoterapia, 3 aves de cada unidade experimental foram sacrificadas para coleta do conteúdo do intestino delgado e do ceco e obtidos "pools" dos conteúdos intestinais em cada unidade experimental para constituir uma repetição. O experimento foi realizado com 4 tratamentos...

A influência da antibioticoterapia na microbiota fecal de crianças em idade escolar.; The influence of antibiotic theray in fecal microbiota of schoolchildren.

Fernandes, Miriam Rodriguez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
De todas as influências exógenas que possam alterar a microbiota intestinal, os antimicrobianos são capazes de causar as mais rápidas e drásticas mudanças. O impacto da exposição aos antimicrobianos na microbiota intestinal causa diminuição no número de microrganismos ou mesmo supressão, dependendo do antimicrobiano utilizado, da dose e do tempo de exposição. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar de forma comparativa alguns microrganismos que compõem a microbiota fecal de crianças com e sem antibioticoterapia em idade escolar; bem como avaliar a susceptibilidade aos antimicrobianos e os genes de resistência envolvidos. Foram coletadas amostras fecais não diarreicas de 30 crianças sem antibiótico (controle) e 31 de crianças com antibioticoterapia. Na análise quantitativa foi observada redução no número de cópias por g/fezes de: Bifidobacterium spp., B. fragilis, C. perfringens, E. coli, M. smithii e do filo Firmicutes nas amostras das crianças com antibióticos em relação ao grupo controle, exceto para Lactobacillus spp. e P. distasonis que apresentaram quantificação maior no grupo antibióticos quando comparados com o controle. E. coli foi isolada em 26 (86,7%) crianças controles e em 23 (74,2%) tratadas com antibióticos. A resistência foi verificada para diversas drogas no grupo controle exceto para ciprofloxacina...

Avaliação da viabilidade e da variabilidade da microbiota salivar armazenada em diferentes temperaturas

Rojas, Elisabete Ulsenheimer
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.99%
O armazenamento de saliva para avaliação da microbiota bucal muitas vezes é necessário, principalmente em estudos epidemiológicos. O objetivo desse estudo foi avaliar a viabilidade e a variabilidade da microbiota bucal, de amostras de saliva armazenadas em temperaturas de -20ºC e em nitrogênio liquido (N2L), após 3 e 10 meses. Uma alíquota de cada amostra de saliva estimulada, usando goma de mascar sem açúcar, foi processada em até 45 minutos após a sua coleta. As amostras foram armazenadas seguindo três métodos diferentes: no primeiro método, as amostras de saliva foram preparadas com glicerol 10% (G) e mantidas a -20ºC durante 8 horas e então armazenadas em botijão com N2L; no segundo foi utilizado o mesmo protocolo, porém, sem glicerol; no terceiro método as alíquotas foram preparadas com glicerol 10% e mantidas a -20ºC. Após semeadura das amostras e incubação o número de unidades formadoras de colônias (UFC) foi determinado e uma média de 30 colônias de cada amostra foi identificada por meio de provas bioquímicas. Não houve diferença significativa na contagem de UFC/mL das amostras processadas imediatamente após a coleta (2,1 x 107 UFC/mL) e após 3 meses de armazenamento em N2L (G) (4,5 x 106 UFC/mL)...

Estudo do perfil da microbiota intestinal em modelo experimental de colite ulcerativa induzida em camundongo da linhagem C57BL/6; Profile study of intestinal microbiota in experimental ulcerative colitis model induced in mice of the C57BL/6 lineage

Milanezi, Ana Carolina Medeiros
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
(Estudo do perfil da microbiota intestinal em modelo experimental de colite ulcerativa induzida em camundongos da linhagem C57BL/6). O trato gastrointestinal dos vertebrados é extensamente colonizado por micro-organismos que estabelecem uma relação mutuamente benéfica. Esta situação é consequência de um longo processo de coevolução, que permitiu o desenvolvimento de tolerância imune a esta microbiota por parte do hospedeiro. Alterações que resultam na quebra desta homeostasia podem comprometer esta relação e, possivelmente, estão envolvidas no desenvolvimento de doenças inflamatórias intestinais, como a colite ulcerativa. O objetivo deste trabalho foi analisar a resposta da microbiota ao longo da indução de colite ulcerativa em um camundongo C57BL/6 pela administração de dextran sulfato de sódio 2%. Amostras da região anal do camundongo foram obtidas em quatro momentos ao longo do estudo: um dia antes do início do tratamento (dia 0), no segundo dia de tratamento (dia 2), no quinto dia de tratamento (dia 5) e no último dia de tratamento (dia 8). As amostras eram semeadas em meio de cultura ágar padrão para contagem e meios seletivos e não seletivos. As colônias consideradas morfologicamente distintas eram subsequentemente isoladas e submetidas à identificação bioquímica. Foram observadas oscilações no número de bactérias heterotróficas entre os dias analisados e identificadas três espécies de bactérias Gram-negativas: Citrobacter rodentium...

Uso de microbiota cecal congelada com crioprotetores em pintos infectados experimentalmente com Salmonella enterica sorovar Enteritidis

Andreatti Filho, R.L.; Lima, E.T.; Okamoto, A.S.; Sampaio, H.M.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 647-653
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Pintos de corte com um dia de idade foram tratados com microbiota cecal cultivada em condição de aerobiose, nos tempos de congelamento de 90, 200, 290 e 360 dias, e associada aos crioprotetores sacarose, trealose, dimetilsulfóxido (DMSO) e glicerol. Posteriormente as aves foram desafiadas com Salmonella Enteritidis, visando determinar a eficácia dos tratamentos em relação à quantidade de bactérias viáveis da microbiota que foi maior aos 90 dias (10,58 Log10 UFC/ml), quando as aves foram tratadas com sacarose, e menor aos 290 dias, quando tratadas com glicerol (7,73 Log10 UFC/ml). No tempo zero, todas as aves apresentaram Salmonella (100%) quando tratadas com DMSO e glicerol, com colonização cecal de 4,9 e 5,2 Log10 UFC/g do conteúdo cecal, respectivamente; aos 360 dias nenhuma ave foi infectada, independente do tratamento. A microbiota cecal, independente de tratamento, sempre determinou menor quantidade de S. Enteritidis em qualquer um dos parâmetros pesquisados, quando comparada com a das aves não tratadas. O congelamento em nitrogênio líquido foi eficaz na manutenção da viabilidade da microbiota cecal até 360 dias.; One-day-old broiler chicks were treated with cecal microbiota cultivated under aerobiose conditions...

Avaliação da microbiota intestinal de indivíduos que sofreram acidente com materiais biológicos que realizaram profilaxia anti-retroviral

Souza, Micheli Evangelista de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 88 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Doenças Tropicais - FMB; A microbiota intestinal normal embora bastante estável pode se alterar em condições patológicas, modificações na composição da dieta, presença de distúrbios gastrointestinais e/ou ingestão de drogas. A associação de infecção com a utilização de medicamentos dificulta a interpretação da participação desses fatores na microbiota intestinal. O objetivo do presente estudo foi avaliar a microbiota intestinal de indivíduos que sofreram acidente ocupacional com materiais biológicos e receberam anti-retrovirais. Foram estudados 23 indivíduos adultos com idade entre 18-45 anos, sendo 13 doadores de sangue, grupo controle (GC) e 10 que sofreram acidente ocupacional com material biológico e realizaram profilaxia anti-retroviral. Foram avaliados a microbiota intestinal, medidas antropométricas, exames laboratoriais (hemograma, função renal, hepática, lipidograma, glicemia, proteínas totais e frações) pré, após a medicação e 30 dias após o término da medicação. A zidovudina mais a lamivudina foi utilizada em 70% dos indivíduos associado ao nelfinavir...

Efeito da inoculação via esofágica de microbiota intestinalç sobre a hematologia, desenvolvimento e integridade intestinal de pintos de corte

Pires, Dayane Lilian
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: i, 96 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Foram avaliados os parâmetros hematológicos de pintos submetidos à inoculação de microbiota intestinal de aves adultas poedeiras e de corte. Para isso, foi feito um experimento para testar o efeito da técnica de inoculação via esofágica. E este não afetou os parâmetros hematológicos. Num segundo experimento, foram utilizados pintos machos recém eclodidos (linhagem COBB). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, seguindo fatorial 3 x 4, sendo 3 tratamentos [sem inoculação (Controle), inoculação de microbiota intestinal de frangos de corte (IMIFC), inoculação de microbiota intestinal de aves de postura adultas criadas em gaiola (IMIP)] e 4 períodos (1º, 3º, 5º e 7º dia pós-inoculação). A cada período, cinco aves por tratamento foram pesadas e sacrificadas para análise dos seguintes parâmetros: contagem total de eritrócitos (RBC, x106/mm3), hemoglobina (HGB, g/dL), hematócrito (HCT, %), volume corpuscular médio (MCV, μm3), contagem total e diferencial de leucócitos e relação heterófilo:linfócito. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo Teste de Tukey. Houve resposta temporária dos pintos que receberam inóculo independente do tipo de microbiota. Essa resposta foi observada através do aumento do RBC...

Efeito da levofloxacina na microbiota intestinal de pacientes com pneumonia adquirida na comunidade

Silva, Ângela Mara Pinto da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 73 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Doenças Tropicais - FMB; O trato gastrointestinal é um complexo ecossistema que associa uma microbiota residente e células de vários fenótipos alinhadas na parede epitelial que expressam complexa atividade metabólica. A microbiota pode ser alterada durante o processo infeccioso e/ou a utilização de medicamentos, o que pode interferir com a digestão e absorção de nutrientes, a rápida resposta imune contra patógenos, a estimulação e a maturação do sistema imune. O desequilíbrio deste ecossistema altera a população de microrganismos, principalmente os dos gêneros Bacteroides, Bifidobacterium e Lactobacillus da microbiota intestinal, ocasionando diversos prejuízos para o hospedeiro. Assim, este estudo teve como objetivo verificar a influência da pneumonia adquirida na comunidade e a monoterapia com levofloxacina, por via oral, sobre a microbiota intestinal normal do paciente. Por meio de análises microbiológicas das fezes de 15 pacientes estudados, verificou-se que a pneumonia adquirida na comunidade afetou a microbiota intestinal reduzindo a população de Lactobacillus e Bacteroides. O tratamento com levofloxacina alterou a população de Bifidobacterium e Lactobacillus que...

Estudo de cepas clinicas e de microbiota de Staphylococcus epidermidis isoladas de colonização/infecção hospitalar relacionadas a cateter vascular

Dulcinea Blum Menezes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
A inserção de cateter venoso central (CVC) representa um importante risco para as infecções sistêmicas nosocomiais, e para estas infecções, Staphylococcus epidermidis é o patógeno mais importante. Com o objetivo de analisar os perfis de DNA genômico, detectar a presença e expressão de gene responsável pela produção de biofilme e estudar a dinâmica da colonização, cepas de S. epidermidis obtidas de episódios de isolamento deste microrganismo em culturas microbiológicas de ponta de CVC e/ou hemoculturas foram comparadas com cepas coletadas da microbiota do paciente hospitalizado no Hospital das Clínicas da UNICAMP. Este estudo também objetivou analisar os procedimentos médico-hospitalares intervencionais destes pacientes. Pacientes com culturas microbiológicas de ponta de CVC (>15 UFC) e/ou hemoculturas positivas para S. epidermidis foram selecionados para a coleta de microbiota presente na pele e mucosa nasal, através de coleta local com zaragatoas umedecidas. As cepas de S. epidermidis foram analisadas através do método de PFGE; teste de sensibilidade a antimicrobianos; detecção da presença do gene ica, através da técnica de PCR e detecção de biofilme, através do método CRA. Fizeram parte deste estudo 247 cepas obtidas de 12 pacientes selecionados em 18 episódios estudados. Foram encontrados 26 distintos perfis genotípicos e 4 perfis fortemente relacionados. Em 10 episódios o mesmo perfil genotípico de DNA foi detectado simultaneamente em cepas clínicas e de microbiota...

Potencial enzimático da microbiota da pele humana e sua ação sobre insumos de fragrâncias; Enzymatic potential of the human skin microbiota and its effect on fragrance ingredients

Carla Porto da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Estima-se que o corpo humano que contém cerca de 10 trilhões de células seja portador de aproximadamente 100 trilhões de micro-organismos. Fatores ambientais como temperatura, umidade e exposição à luz, além de fatores do hospedeiro, como gênero, genótipo, status imune e uso de cosméticos, podem afetar a composição e a distribuição microbiana da pele. Inúmeras pesquisas indicam que a microbiota desempenha um papel importante no sistema imune da pele. Contudo, pouco é conhecido sobre os conjuntos de espécies presentes em amostras cutâneas bem como suas atividades enzimáticas. Esta tese visou realizar o estudo do potencial enzimático da microbiota da pele humana, vinculando este potencial às principais reações de degradação de formulações de cosméticos, mais especificamente, insumos de fragrâncias. O recrutamento dos voluntários levou em conta parâmetros como idade, sexo e fototipo de pele. As principais atividades enzimáticas das microbiotas coletadas foram avaliadas através de técnicas de triagem de alto desempenho, a fim de detectar proteases, lipases, amilases, esterases, epóxido hidrolases e mono-oxigenases, num total de 2.160 experimentos. Através dos resultados obtidos das triagens enzimáticas...

A suplementação via oral com L-glutamina altera a composição da microbiota intestinal de indivíduos sobrepesos e obesos; Impact of oral supplementation with l-glutamine on gut microbiota of obese and overweight human adults

Alessandra Zanin Zambom de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
Introdução: Inúmeros fatores contribuem para o aumento da obesidade em todo o mundo. Recentemente, a microbiota intestinal ganhou destaque devido ao seu poder de predispor ou inibir o ganho de peso. Alguns nutrientes são capazes de alterar a composição da microbiota intestinal, o que pode trazer efeitos benéficos ou maléficos, como a obesidade. O aminoácido L-glutamina, além de suas inúmeras funções orgânicas e imunológicas, é conhecido por desempenhar importante papel no trofismo intestinal. O objetivo do presente estudo foi investigar alterações na composição da microbiota intestinal de indivíduos com sobrepeso ou obesidade após suplementação oral com L-glutamina. Métodos: Voluntários com sobrepeso ou obesidade foram selecionados para ingerir 30g de L-glutamina (GLN) por via oral ao dia, por um período de quatorze dias. O grupo controle recebeu L-alanina (ALA) no mesmo tempo e proporção. Amostras de sangue e fezes foram coletadas para análises. Para classificação taxonômica das bactérias intestinais, foi realizado sequenciamento do gene 16S RNA ribossomal. Análises de bioinformática foram conduzidas com base no banco de dados RDP (Ribosomal Database Project). Para análise dos dados, estratégias estatísticas variadas foram utilizadas. Resultados: Após quatorze dias de suplementação...

Estudo fenotípico da microbiota bacteriana do trato respiratório superior do golfinho-roaz (Tursiops truncatus)

Fernandes, Raquel Maria Pereira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.01%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; A microbiota é o termo que inclui bactérias, vírus, protozoários e fungos que habitam em diferentes regiões anatómicas. Estes microrganismos estão adaptados para viver dentro do hospedeiro sem causar doenças ou danos. A interação entre o hospedeiro e o meio ambiente estabelece a microbiota normal, sendo esta determinada por muitos fatores, tais como, a idade, raça, níveis hormonais, dieta, stress, comportamento sexual, medicação (caso esteja a ser feita), estação do ano, localização geográfica, habitat, densidade populacional, contato entre animais e, até, procedimentos de limpeza do habitat. Devido à crescente importância das doenças respiratórias em cetáceos este trabalho pretende obter resultados que permitam caracterizar a microbiota do trato respiratório superior de vários exemplares da espécie Tursiops truncatus (Golfinho-roaz) que vivem sob cuidados humanos no Zoomarine, bem como comparar esta com estudos anteriores realizados pelo Zoomarine com dados recolhidos entre o ano de 2005 e o de 2011. Para tal, realizaram-se colheitas assépticas de material do espiráculo destes animais e, posteriormente, o seu processamento laboratorial. Os resultados mostraram uma microbiota variada: na primeira colheita...

Gut microbiota and the development of obesity

Boroni Moreira,A. P.; Fiche Salles Teixeira,T.; Gouveia Peluzio,M.ª do C.; Cássia Gonçalves Alfenas,R. de
Fonte: Nutrición Hospitalaria Publicador: Nutrición Hospitalaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.03%
Introduction: Advances in tools for molecular investigations have allowed deeper understanding of how microbes can influence host physiology. A very interesting field of research that has gained attention recently is the possible role of gut microbiota in the development of obesity and metabolic disorders. Objective: The aim of this review is to discuss mechanisms that explain the influence of gut microbiota on host metabolism. Results and discussion: The gut microbiota is important for normal physiology of the host. However, differences in their composition may have different impacts on host metabolism. It has been shown that obese and lean subjects present different microbiota composition profile. These differences in microbiota composition may contribute to weight imbalance and impaired metabolism. The evidences from animal models suggest that it is possible that the microbiota of obese subjects has higher capacity to harvest energy from the diet providing substrates that can activate lipogenic pathways. In addition, microorganisms can also influence the activity of lipoprotein lipase interfering in the accumulation of triglycerides in the adipose tissue. The interaction of gut microbiota with the endocannabinoid system provides a route through which intestinal permeability can be altered. Increased intestinal permeability allows the entrance of endotoxins to the circulation...