Página 1 dos resultados de 1134 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Estudo dos fatores contribuintes para a mortalidade precoce de micro e pequenas empresas de São Paulo; Study of the factors associated to the early failure of the small companies in São Paulo

Filardi, Luis Fernando
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
136.06%
O objetivo principal deste trabalho foi identificar, descrever, classificar, analisar e apresentar os fatores contribuintes para a mortalidade precoce de micro e pequenas empresas de São Paulo. A metodologia de pesquisa utilizada buscou analisar os dados disponibilizados pela junta comercial do Estado de São Paulo - JUCESP sobre extinção de empresas, e com base neste levantamento descobrir quais são os fatores contribuintes para a mortalidade destas empresas. Foram adotadas, como ponto de partida, algumas hipóteses definidas a priori às quais foram submetidas aos testes para verificar se alguns fatores contribuem ou não para a mortalidade precoce das empresas nos primeiros anos de atividade. As hipóteses foram testadas e como resultado da pesquisa foi gerado um conjunto de conclusões e recomendações gerenciais destinadas a reduzir taxas de mortalidade precoce de novas empresas no Brasil, aumentando assim as possibilidades de sucesso de novos empreendimentos.; The main objective of this research is to identify, describe, classify, analyse and present the factors that contributed to the early failure of the São Paulo small companies. The methodology was focused on the analysis of São Paulo commercial office data about business failure...

Os fundos de investimento em direitos creditórios (FIDCS) como uma alternativa ao financiamento de micro e pequenas empresas: uma análise do mercado brasileiro de crédito; The accounts receivable investment funds as an alternative to the small enterprises financing: an analysis of the brazilian credit market.

Silva, Renata Rosada da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
136.18%
O objetivo do presente trabalho é avaliar a possibilidade de utilização dos fundos de investimento em direitos creditórios no financiamento de micro e pequenas empresas. O estudo parte da problemática teórica da assimetria de informações e faz um panorama do mercado brasileiro de crédito, com ênfase nas micro e pequenas empresas. A partir da análise da legislação pertinente a esses fundos, nota-se que não existe impedimento legal à constituição de FIDCs que objetivem fomentar os micro pequenos negócios. No final de 2005, cinco fundos de investimento em direitos creditórios para financiamento de micro e pequenas empresas entraram em funcionamento no Brasil. Por meio da análise do desempenho dos fundos em atividade, percebe-se que esta nova modalidade de financiamento se mostra como uma alternativa viável e promissora no provimento de crédito a micro e pequenos empresários, pois além de aumentarem o acesso desse segmento de mercado a empréstimos, o faz a taxas menores do que aquelas praticadas pelas instituições financeiras convencionais.; The purpose of the present study is to evaluate the possibility of financing micro and small enterprises by means of accounts receivables investment funds. The study starts with a review of the asymmetric information problem and makes a review of the Brazilian credit market...

Análise das contribuições de políticas públicas direcionadas às micro e pequenas empresas: um estudo de caso na Agência de Desenvolvimento de São João da Boa Vista - SP; Analysis of the contributions of public policies targeted to micro and small enterprises: a case study in the development agency of São João da Boa Vista

Almeida, Charles Dias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
136.13%
Considerando o atual cenário de desenvolvimento local no Brasil, nota-se que o grande desafio para os gestores de políticas públicas é o processo de avaliação dessas políticas. Muito se evoluiu em planejamento, implantação e execução. Contudo, não basta implementar políticas públicas; faz-se necessário avaliar as contribuições de suas ações, norteadas por seus principais objetivos e por sua razão de existência. Nesse sentido, esta pesquisa propôs-se a analisar as possíveis contribuições geradas pelas ações da Agência de Desenvolvimento de São João da Boa Vista às micro e pequenas empresas (MPE) locais. Para tanto, foram selecionados dois projetos de apoio às MPE, implementados e gerenciados pela Agência de Desenvolvimento de São João da Boa Vista - projeto de revitalização das MPE comerciais e projeto de revitalização das MPE industriais. Foram utilizadas duas metodologias nesta pesquisa: a Metodologia de Diagnóstico de MPE de Allegretti, por meio da qual se buscou identificar o desempenho gerencial e operacional das MPE assistidas e não-assistidas pela Agência e fazer uma comparação entre os desempenhos desses dois grupos, e a Metodologia de Sistemas Flexíveis - Soft Systems Methodology (SSM)...

A dinâmica da utilização das redes sociais no processo de comunicação pelas micro e pequenas empresas têxteis: um estudo exploratório; The dynamic use of social networks in the communication process by micro and small textile enterprises: an exploratory study.

Favero, Marcela Bortotti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
136.25%
O estudo aborda a utilização das redes sociais como plataforma de comunicação das micro e pequenas empresas de confecção. A pesquisa se torna relevante por discutir temas importantes na atualidade: comunicação de marketing por meio de redes sociais e micro e pequenas empresas de confecção, justificando-se ainda, pela dificuldade que as micro e pequenas empresas apresentam de realizar ações de comunicação de marketing devido ao elevado investimento que as mídias tradicionais exigem. A proposta do estudo é identificar como as micro e pequenas empresas de moda estão utilizando as redes sociais para a comunicação com seu público consumidor. Para atender a esse objetivo foram definidos os seguintes passos: (a) Identificar um panorama geral da utilização das redes sociais pelas micro e pequenas empresas de moda; (b) Mapear as ações desenvolvidas no Facebook por essas empresas; (c) Verificar a resposta dos usuários em relação às publicações das empresas;(d) Levantar as postagens dos usuários nas fan pages das empresas; (e) Identificar o potencial de propagação das mensagens. A pesquisa realizada foi de caráter exploratório, qualitativo e descritivo. Os dados foram coletados em dois momentos, uma observação não participante das páginas das empresas selecionadas e a aplicação de questionário nos gestores destas. A análise dos dados permitiu observar que embora a literatura apresente como vantagem da utilização das redes sociais o contato mais próximo com o consumidor facilitando assim o diálogo com baixo investimento...

Inovação em micro e pequenas empresas do setor de serviços: estudo de caso das lavanderias domésticas da cidade de São Paulo; Innovation in micro and small companies in the service sector: a case study of comercial laundries in the city of São Paulo

Freitas, Marcelo Meirelles de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
136.16%
A inovação no setor de serviços vem sendo estudada de modo mais intenso no meio acadêmico nas últimas décadas. Mas, a pesquisa sobre a inovação em micro e pequenas empresas de serviços ainda é baixa, embora esse grupo de empresas seja relevante em termos numéricos e por sua capacidade de gerar empregos. O presente estudo tem como objetivo verificar a percepção dos proprietários de lavanderias domésticas sobre a influência da adoção da inovação na competitividade e produtividade de seus negócios. As práticas que conduzem à inovação nessas empresas, os tipos de inovação adotados e como a inovação impacta na melhora da competitividade e produtividade, são analisadas. As inovações de processo (com foco em sustentabilidade e tecnologia), de marketing e organizacional (com foco em modelos de negócios e linhas de frente e retaguarda), foram estudadas. A pesquisa também foi direcionada à análise do inter-relacionamento entre os diversos tipos de inovação adotados, a competitividade e a produtividade nas empresas. A metodologia escolhida usou a pesquisa bibliográfica teórico-documental, a pesquisa de campo qualitativa (por meio de entrevistas semiestruturadas com especialistas do segmento de lavanderias) e a pesquisa quantitativa (por meio de um questionário de campo com amostra das lavanderias da cidade de São Paulo...

Mecanismos de apoio às micro e pequenas empresas brasileiras: o caso patme no período 1992-98

Matesco,Virene Roxo; Deane,Tatiana; Nunes,Karen Matesco; Silva,Laura Ribeiro e
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
136.17%
As micro e pequenas empresas, por serem de grande importância como fonte de geração de empregos, como fornecedoras das grandes empresas e por suas condições relativamente mais vantajosas para a realização de inovação tecnológica, vêm recebendo tratamento privilegiado dos governos, independentemente de seus níveis de desenvolvimento. Esse tratamento distinto se refere, sobretudo, a créditos subsidiados, programas especiais de financiamento, empréstimos em condições favoráveis e apoio institucional a investimentos em inovação, treinamento de mão-de-obra e comercialização de novos produtos. No caso brasileiro, no início dos anos 1980, a Finep, em convênio com o Sebrae, criou o Patme, Programa de Apoio Tecnológico às Micro e Pequenas Empresas. Esse programa tem como foco o acesso das micro e pequenas empresas a conhecimentos produtivos e tecnológicos mais avançados, por meio de consultorias externas às empresas. Assim, o presente artigo procura avaliar o impacto do Patme no processo de criação, ampliação e difusão tecnológica das empresas de pequeno porte. Mais especificamente, pretende-se analisar não somente a abrangência da atuação do programa no apoio às empresas industriais e prestadoras de serviços...

Formação de estratégia nas micro e pequenas empresas: um estudo no centro-oeste mineiro

Lemos da Silveira Santos,Leonardo; César Alves,Ricardo; Nunes Tavares de Almeida,Kenneth
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
136.13%
Muito se tem dito e escrito sobre as peculiaridades da administração estratégica nas micro e pequenas empresas (MPE). Pouco, entretanto, tem sido feito em termos de trabalho empírico, de cunho quantitativo, quando comparado com o volume de pesquisa que trata de grandes empresas. Nesse sentido, o presente artigo buscou explorar o processo de formação de estratégias nessas empresas, descrevendo seus principais aspectos e, principalmente, verificando se há características desse processo que podem ser associadas a níveis de desempenho acima (e/ou abaixo) da média. Para tanto, utilizou-se a análise de regressão linear múltipla para entender as relações existentes entre as variáveis do processo de formação da estratégia consideradas no estudo e o desempenho; e, ainda, a análise discriminante para determinar os indicadores que diferenciam os grupos de empresas com desempenho acima e abaixo da média. Os resultados apontaram uma tendência à utilização de processos de formação de estratégia deliberados e formais. Por outro lado, reconhecemos também, uma tendência de inovação e mudança. O desempenho acima da média das micro e pequenas empresas, ao que parece, é resultado de uma receita balanceada desses dois ingredientes.

Análise quantitativa sobre a mortalidade precoce de micro e pequenas empresas da cidade de São Paulo

Ferreira,Luis Fernando Filardi; Oliva,Fábio Lotti; Santos,Silvio Aparecido dos; Grisi,Celso Cláudio de Hildebrand e; Lima,Afonso Carneiro
Fonte: Universidade Federal de São Carlos Publicador: Universidade Federal de São Carlos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
136.21%
O vigor da economia de vários países tem origem no sucesso de pequenas empresas. No Brasil, o Estado de São Paulo concentra mais da metade das empresas brasileiras de pequeno porte. Assim sendo, estudos sobre o sucesso ou o insucesso de micro e pequenas empresas têm sua relevância enaltecida. Este estudo busca apresentar uma análise quantitativa e qualitativa sobre os fatores associados à mortalidade precoce das micro e pequenas empresas. Para tanto, realizou-se uma pesquisa com os gestores de micro e pequenas empresas da cidade de São Paulo que encerraram suas atividades. Para análise quantitativa da amostra, que apresenta representatividade estatística, utilizou-se de técnicas de análise multivariada. Como principal resultado, pode-se destacar que os fatores associados à mortalidade são preponderantemente de natureza estratégica, o que contraria o senso comum que professa a insuficiência de recursos como principal motivador da falência das pequenas empresas. Tal resultado tem importância para orientar as políticas públicas, os empreendedores e as agências de fomento para a formulação de suas estratégias no sentido do desenvolvimento de competências administrativas para o sucesso das micro e pequenas empresas brasileiras.

Fatores inibidores à adoção de tecnologias de informação em micro e pequenas empresas fornecedoras da vale no estado do Pará

Aranha, Helder da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
136.1%
Universidade Estadual do Rio Grande do Norte; Identificar fatores inibidores à adoção de tecnologias de informação por micro e pequenas empresas fornecedoras no estado do Pará é o objetivo desta pesquisa. A revisão teórica do trabalho baseou-se na literatura acerca tanto da adoção de tecnologias de informação como dos fatores que a determinam. Circunscrita a micro e pequenas empresas fornecedoras não adotantes de operações de comércio eletrônico, a amostra foi recortada do cadastro do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF) da FIEPA. De caracteristica aplicada e exploratória, a pesquisa utilizou a metodologia de levantamento de dados, com abordagem quantitativa. O levanatamento de dados em campo foi realizado os meses de abril e maio de 2010, envolvendo 75 empresas, valendo-se de questionário estruturando, respondido por gestores e proprietários. Na fase de análise de dados, foram utilizadas técnicas estatísticas usuais, tais como análise descritivas e exploratórias de dados: análise de correspondênci, fatorial e correlação canônica. Ficou evidenciado, como resultado, que os aspectos técnico-financeiros surgem como barreiras mais perceptíveis que os fatores de gestão propriamente ditos quando se trata de adoção de TI em PME´s.

Burocracia e comércio exterior: os desafios à exportação sob a ótica das micro e pequenas empresas exportadoras do rio grande do norte

Costa, Ana Carolina Ribeiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
136.11%
As micro e pequenas empresas, ao mesmo tempo em que exercem um papel extremamente relevante na estrutura produtiva da economia brasileira pelo grande número de empreendedores existentes e expressivo volume de pessoal ocupado, perdem competitividade ao se deparar com entraves ao seu desenvolvimento, sejam eles em âmbito gerencial, financeiro, burocrático ou estrutural. Com base nesse contexto, o estudo procura identificar em que medida, na percepção das MPEs exportadoras do Rio Grande do Norte, as exigências burocráticas do processo exportador afetam o seu desempenho no comércio exterior. Como exigências burocráticas compreende-se o conjunto de normas, regras e procedimentos e documentos que disciplinam o processo exportador, enquanto desempenho é entendido como os resultados da atividade econômica medido através do crescimento das vendas para o mercado externo; das demandas de produtos exportados não atendidas e da ampliação do mercado internacional. A pesquisa realizada é de caráter censitário, desenvolvida junto a quatorze MPEs do estado, atuantes regularmente no comércio exterior nos últimos três anos (2009-2011), utilizando aplicação de questionário, assim como uma consulta a dados secundários disponíveis. A análise dos dados levantados revelou que...

Apoio institucional como determinante para ecoeficiência nas micro e pequenas empresas industriais: um estudo de caso para o município de Maceió

Melo, Luzia Maria Cavalcante de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Desenvolvimento sustentável Regional; Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Desenvolvimento sustentável Regional; Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
136.11%
The objective of this study is to check the existent articulation between the institutional arrangement favorable to the echo-efficiency and the industrial MSCs (Micro and Small Companies) in the city of Maceió as a determinant to the use of echo-efficiency measures by these companies. The choice of the municipal district of Maceió as a case study is due to the importance of MSCs in the economy of Alagoas, which represents 98, 7% of the total existing companies in this state, where 54% of them are concentrated in Maceió. This research takes the hypothesis that the limitation of resources and knowledge in relation to environmentally correct manners of production are factors that hinder the echo-efficiency adoption in those companies. For this reason, the institutional support is fundamental so that industrial MSCs in Maceió adopt echo-efficiency measures. For that, a mapping of the main institutions was made with its actions related to the environmental subjects close to MSCs. It was verified that the institutional support is of fundamental importance to the MSCs echo-efficiency. Therefore, the institutional apparatus that works the echo-efficiency in those companies is insignificant.; O objetivo deste trabalho é verificar a articulação existente entre o arranjo institucional...

Micro e pequenas empresas (MPEs) e construção social do mercado; Texto para Discussão (TD) 1554: Micro e pequenas empresas (MPEs) e construção social do mercado; Texto para Discussão Cepal Ipea 36: Micro e pequenas empresas (MPEs) e construção social do mercado

Amaral Filho, Jair do
Fonte: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
136.14%
O trabalho está estruturado da maneira que segue: a primeira seção tratará do novo ambiente econômico e sua relação com as MPEs, identificando alguns eventos promotores desse ambiente; a segunda seção mostrará as redes e os agrupamentos de micro e pequenas empresas como fator de estabilidade desse novo ambiente, instável; a terceira seção analisará as principais formas e organizações voltadas para construção social do mercado; a quarta seção mostrará os pontos comuns e convergentes entre essas organizações; a quinta seção indicará as possibilidades e os limites colocados pela transposição dessas organizações, ou estratégias, para os países em desenvolvimento; a sexta seção procurará dar uma ideia da difusão imperfeita da estratégia de sistema e arranjo produtivo local (APL); a sétima seção analisará o papel das políticas públicas de apoio e os desafios institucionais; por fim, na última seção será apresentada a conclusão.; 59 p.

Apoio institucional como determinante para ecoeficiência nas micro e pequenas empresas industriais: um estudo de caso para o município de Maceió

Melo, Luzia Maria Cavalcante de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Desenvolvimento sustentável Regional; Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Desenvolvimento sustentável Regional; Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
136.11%
The objective of this study is to check the existent articulation between the institutional arrangement favorable to the echo-efficiency and the industrial MSCs (Micro and Small Companies) in the city of Maceió as a determinant to the use of echo-efficiency measures by these companies. The choice of the municipal district of Maceió as a case study is due to the importance of MSCs in the economy of Alagoas, which represents 98, 7% of the total existing companies in this state, where 54% of them are concentrated in Maceió. This research takes the hypothesis that the limitation of resources and knowledge in relation to environmentally correct manners of production are factors that hinder the echo-efficiency adoption in those companies. For this reason, the institutional support is fundamental so that industrial MSCs in Maceió adopt echo-efficiency measures. For that, a mapping of the main institutions was made with its actions related to the environmental subjects close to MSCs. It was verified that the institutional support is of fundamental importance to the MSCs echo-efficiency. Therefore, the institutional apparatus that works the echo-efficiency in those companies is insignificant.; O objetivo deste trabalho é verificar a articulação existente entre o arranjo institucional...

A Gestão do Conhecimento como recurso de inovação para Micro e Pequenas Empresas (MPEs): o modelo Enabling Knowledge Creation (EKC); Knowledge Management as innovation resource for Micro and Small Enterprises (MSE): the Enabling Knowledge Creation (EKC) model

Felipe, André Anderson; Mota, Denysson Axel Ribeiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
136.11%
Este artigo expõe e analisa o modelo de Gestão do Conhecimento (GC), apresenta no livro Enabling Knowledge Creation de von Krogh, Ichijo e Nonaka (2000), chamado aqui de modelo EKC, traçando suas principais etapas e formas de sua aplicação. Como objetivo analisa como as diretrizes de inovação para MPEs propostas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) envolvem procedimentos da GC, mais especificamente, como se configuram frente ao modelo EKC. A pesquisa bibliográfica e documental foi utilizada como aporte metodológico para apresentar o modelo EKC, e a análise comparativa como recurso para propiciar a análise das diretrizes de inovação para MPEs propostas pelo SEBRAE e a comparação das mesmas, com as etapas estabelecidas pelo modelo EKC. Os resultados mostram que as diretrizes de inovação para MPEs estabelecidas pelo SEBRAE se aproximam das etapas apresentadas pelo modelo EKC, demostrando a relevância da GC no desenvolvimento de ações que promovem formas de inovar no contexto empresarial brasileiro.; This paper exposes and analyzes the model of Knowledge Management (KM), presented in the book Enabling Knowledge Creation from Von Krogh, Ichijo and Nonaka (2000), called here EKC model...

Cronologia do desenvolvimento científico, tecnológico e industrial brasileiro 1938-2003

Brasil. Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; Brasil. Secretaria de Tecnologia Industrial; Brasil. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC); Secretaria de Tecnologia da Informação (STI); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) Publicador: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC); Secretaria de Tecnologia da Informação (STI); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae)
Tipo: Documento técnico
POT
Relevância na Pesquisa
146.01%
690 p.; Esta cronologia representa a continuação de um esforço de enumerar os principais marcos do processo de desenvolvimento científico, tecnológico e industrial brasileiro que se iniciou com a edição de uma cronologia comemorativa dos cinquenta anos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Trata-se de uma iniciativa que visa tanto a resgatar a memória de um processo fundamental do desenvolvimento do passado recente do Brasil, como fornecer subsídios para a nova política industrial e tecnológica que vem sendo implantada pelo Governo Federal.; Homenagem do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas pelos 65 anos de Confederação Nacional da Indústria.

Análisis del Proceso de Inserción de las Micro y Pequeñas Empresas en el Arreglo Productivo Local (APL) de Petróleo, Gas y Energía de Duque de Caxias (RJ); Integration Process Analysis of the Micro and Small Enterprises in Oil, Gas And Energy Local Production Arrangement (LPA) of Duque de Caxias (RJ); Análise do Processo de Inserção das Micro e Pequenas Empresas no Arranjo Produtivo Local (APL) de Petróleo, Gás e Energia de Duque de Caxias (RJ)

Filardi, Fernando; Freitas, Angilberto Sabino; Dutra, Rafael Travassos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
136.22%
The Local Production Arrangements (LPAs) have been considered important mechanisms of efforts aggregation, especially in the context of micro and small companies (MSCs), which are seeking to take advantage of this tool for insertion in the productive chains of large companies in various activity sectors. In this context, this study aimed to identify and analyze the main insertion advantages and difficulties encountered by participating and non-participating MSCs in the oil, gas and energy LPA in the municipality of Duque de Caxias. The research, whose methodology assumed a descriptive and exploratory nature, drew upon literature review and a data survey that interviewed 58 small executives in a universe of 800 MSCs. The findings point to a dissonance between the policy employed by LPA and the reality of the current scenario of local MSCs, evidenced by the demands they are submitted, which increase the integration difficulties in the productive chain of Oil, Gas and Energy. It was also possible to verify the need of a greater coordination between developer agencies and those responsible for policy guidelines in order to improve the conditions for a greater number of companies to qualify to be able to join the LPA.; Os Arranjos Produtivos Locais (APLs) têm sido considerados importantes mecanismos de agregação de esforços...

Adoption of information technology and its impact on organizational performance: a study of small and medium-sized enterprises; Adopción de la tecnología de la información y su impacto en el desempeño organizacional: un estudio con micro y pequeñas empresas; Adoção de tecnologia de informação e seu impacto no desempenho organizacional: um estudo realizado com micro e pequenas empresas

Lunardi, Guilherme Lerch; Dolci, Pietro Cunha; Maçada, Antônio Carlos Gastaud
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
136.22%
Studies evaluating the impact of information technology (IT) on organizational performance have received a lot of attention in the last few years. However, almost all have only studied large companies. As IT acquisition has become cheaper, its popularization has grown faster, enabling small and medium-sized enterprise (SME) to adopt IT in their business. In this study, we examined 123 SMEs with a view to analyzing the relationship between IT adoption and its impact on perceived organizational performance. We found that both external pressures and organizational readiness are the main enablers of IT adoption in the small companies investigated. Internal needs are the most influential adoption factor, determining perceived organizational performance. We also found that companies that have planned their IT investments consistently had better perceived performance than the others - especially with regard to cost reduction benefits. Overall, we expect this study to help managers to plan their IT investments more efficiently.; Los estudios que evalúan el impacto de la tecnología de la información (TI) en el desempeño organizacional han recibido mucha atención en los últimos años. Sin embargo, casi todos tienen como enfoque las grandes empresas. A la medida que la adquisición de tecnologías se hace más accesible financieramente...

Risco de sobrevivência de micro e pequenas empresas comerciais; Risk of survival of commercial micro and small enterprises

Santos, Lucas Maia dos; Silva, Gustavo Melo; Neves, Jorge Alexandre Barbosa
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
136.06%
O presente trabalho tem como objetivo investigar os fatores condicionantes do risco de sobrevivência das MPE comerciais da tecelagem tradicional de Resende Costa (MG). Os dados utilizados são referentes a uma pesquisa em 69 estabelecimentos comerciais, realizada no mês julho de 2009. Para operacionalizar o modelo de probabilidade foi utilizada a regressão logística em que a variável dependente se constituiu a partir de variáveis que poderiam reproduzir a organização e estrutura do comércio. O modelo obtido, baseado nos estudos de SEBRAE (2007), Lussie e Corman (2006) e Ercolin (2006), foi significativo para todos os testes de significância, com um poder preditivo de 94,2%. As variáveis que representam a tendência de crescimento da comercialização, inovação dos produtos, tempo de atividade comercial, cursos e treinamentos definiram a função que possibilita a previsão de empreendimentos com maior probabilidade de sobrevivência no mercado. Desta maneira este estudo mostrou uma contribuição aos estudos sobre mortalidade das micro e pequenas empresas, sugerindo-se ampliação geográfica da amostra e das variáveis abordadas.; This study was carried out to investigate the conditioning factors of risk in survival of the weaving stores of Resende Costa (MG). The data come from a survey in 69 stores...

Cooperate or not, that is the Question: variables associated with the propensity of tourism micro and small enterprises (MSEs) to cooperate; Cooperar o no, es la Cuestión: las variables asociadas con la propensión a cooperar por parte de micro y pequeñas empresas (MYPE) de turismo; Cooperar ou Não, Eis a Questão: variáveis associadas à Propensão a Cooperar por parte de Micro e Pequenas Empresas (MPE) do Turismo

Costa, Helena Araujo; Albuquerque, Pedro Henrique Melo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
136.22%
O objetivo do artigo é explorar variáveis possivelmente associadas à propensão a participar de ações de cooperação por parte de micro e pequenas empresas do turismo. Foram selecionadas sete variáveis a partir da literatura: (1) atividade principal, (2) faturamento, (3) formalização do empreendimento, (4) localização, (5) consolidação da empresa, no que diz respeito a sua idade e número de funcionários, (6) qualificação e (7) participação em conflitos. O estudo empírico foi realizado com 209 MPE localizadas em três estados brasileiros (Ceará, Piauí e Maranhão). Valendo-se de uma abordagem quantitativa multivariada, aplicou-se um questionário estruturado e a técnica de regressão logística para a análise estatística dos dados. Os efeitos apurados mostram que, na realidade investigada, as MPE que apresentam menos propensão a cooperar com outras empresas do turismo da cidade são as mais antigas e do setor de alimentação. Por outro lado, as empresas que mais tendem a cooperar são as formais e que participaram de cursos de qualificação. Não há indícios de que as demais variáveis analisadas tenham influência sobre a propensão a cooperar.; El objetivo de este trabajo es explorar posibles variables asociadas con la propensión a participar en acciones de cooperación por las micro y pequeñas empresas turísticas. Siete variables fueron analizadas: (1) la actividad principal...

Micro e pequenas empresas – competitividade e inclusão digital

Ferreira, José Rincón; Tarapanoff, Kira
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 25/03/2006
Relevância na Pesquisa
136.1%
É abordado o tema da inclusão digital voltada às micro e pequenas empresas, visando ao aumento de sua competitividade e incremento de sua inovação. Essa temática é colocada no contexto das políticas públicas desenvolvidas no âmbito do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, especialmente aquelas relacionadas aos Fóruns de Competitividade. Defende-se que, com o apoio dos Telecentros de Informação e Negócios, será possível, para as micro e pequenas empresas, obter vantagem competitiva e melhor posicionamento no mercado, adotando práticas de treinamento que atinjam a sua cadeia produtiva –clientes, fornecedores e parceiros. Como parte essencial para se obter a qualificação de funcionários e empreendedores para a economia do conhecimento, sugere-se a integração dos telecentros com as iniciativas de educação corporativa das empresas. Acesso ao texto completo (PDF)