Página 1 dos resultados de 116 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Estudo da usinabilidade do ZERODUR® no torneamento de ultraprecisão com ferramenta de diamante de ponta única; Study of ZERODUR® machinability using single point diamond turning

Otoboni, José Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.5%
Alguns espelhos usados em câmeras de satélite devem apresentar qualidade superficial elevada. Eles são normalmente fabricados em ZERODUR®, um material vitrocerâmico, por meio de processos abrasivos. Observou-se que a qualidade da superfície do material deteriora-se algum tempo após a usinagem, necessitando assim de retrabalho. A causa mais influente desse fenômeno é o crescimento de trincas devido à corrosão sobtensão. Estas trincas são geradas pelas condições impostas nos processos convencionais de lapidação e polimento. Este trabalho apresenta um estudo sobre a usinabilidade do ZERODUR® utilizando torneamento de ultraprecisão com ferramenta de diamante de ponta única como uma alternativa a estes métodos tradicionais. Amostras de ZERODUR® foram submetidas a testes de indentação e riscamento a fim de se estudar as propriedades mecânicas do material, a transição dúctil-frágil e os mecanismos de remoção de material. Com base nesses testes, foi delineado um experimento fatorial do tipo 23 para avaliar a influência das seguintes variáveis de usinagem: profundidade de corte, nos níveis 0,4 e 0,2 'mü'm, taxa de avanço, nos níveis 0,3 e 0,1 'mü'm/rev e ângulo de saída da ferramenta, nos níveis -5º e -20º. As amostras do experimento foram usinadas em um torno de ultraprecisão com a ferramenta de diamante de ponta única. A qualidade superficial de cada combinação foi avaliada por microscopia eletrônica de varredura e perfilometria óptica interferométrica. Os resultados dos experimentos foram analisados estatisticamente...

Estudo da influencia do teor de niquel na usinabilidade de ligas Fe-Cr-Ni; Study of the nickel content influence in the machinability of Fe-Cr-Ni

Daniel Cirillo Marques
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.5%
O objetivo deste trabalho foi estudar a influência do teor de níquel de ligas FeCrNi na vida da ferramenta de metal duro em processo de torneamento em acabamento. Para este estudo foram preparadas ligas com composição básica 18%Cr-0,01%C-0,2%Si-0,4%Mn e com teores de níquel variados (0, 10, 20, 30, 40, 50 e 60%). A medida que o teor de níquel subia, o teor de ferro diminuía na mesma proporção. Os ensaios foram realizados com pastilhas de metal duro classe M15 revestidas com TiC/Al2O3/TiN. Todos os materiais foram usinados nas mesmas condições (vc = 230 m/min, ap = 0,6 mm e f = 0,1 mm/volta), garantindo assim, como única fonte de variação, o teor de níquel. Os resultados mostram que a vida da ferramenta diminui com o aumento do teor de níquel e que o principal mecanismo de desgaste da ferramenta é a adesão e arrancamento de partículas da ferramenta. Uma exceção se deu com o material com 30% de níquel, que apesar de apresentar o mesmo mecanismo de desgaste, mostrouse mais fácil de usinar, gerando maior tempo de vida da ferramenta; The aim of this work was to study the influence of nickel content in FeCrNi alloys on the coated cemented carbide tool life during the finish turning process. For this purpose 18%Cr-0...

Verificação da usinabilidade dos aços inoxidaveis austeniticos atraves do processo de furação; Classification method of elements that cause the run-up period in changeover

Robson de Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.82%
Graças a suas propriedades mecânicas e a boa resistência à corrosão, os aços inoxidáveis austeníticos representam aproximadamente 70% de todo o aço inoxidável produzido. O aço ABNT 304 tem excelente resistência à corrosão, alta resistência ao ataque de agentes corrosivos e possui boa tenacidade em baixas temperaturas. A condutibilidade térmica, todavia, corresponde a ¼ do aço ao carbono, tanto que o calor gerado durante a usinagem não é transferido ao material ou aos cavacos e sim se concentra na aresta de corte, e a alta tenacidade dos mesmos torna difícil sua saída devido ao alongamento. O mecanismo de encruamento, que é um fenômeno que acontece próximo da aresta de corte, piora a usinabilidade do aço inoxidável. O aço inoxidável, com controle metalúrgico das inclusões e adição de cálcio, é apresentado como uma alternativa, em termos de usinagem, sem perda de resistência à corrosão. O presente trabalho compara, por meio do processo de furação, a usinabilidade do aço ABNT 304 com o aço similar, V304 UF, com adição de cálcio e controle de inclusões. Foram utilizadas brocas de aço rápido recobertas com TiN nos dois diferentes aços com velocidades de corte diferentes para avaliar o efeito da adição de cálcio na usinabilidade. A possível formação da camada protetiva na superfície da ferramenta de aço rápido com revestimento de TiN foi encontrada. Após testes de usinagem...

A influência do teor relativo perlita/ferrita na usinabilidade do ferro fundido cinzento; The influence of pearlite/ferrite theor in the machinability of gray cast iron

Luiz Roberto Muñoz Dias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.69%
Os ferros fundidos cinzentos são muito empregados em diversos segmentos da indústria, sendo sua utilização preferida para composição de bases de máquinas por ter baixo custo de aquisição, alta capacidade de amortecimento a vibrações e facilidade de fabricação. As normas que norteiam a produção destas ligas determinam as classes divididas por faixas de resistência à tração e forma da grafita presente na estrutura. A classe GG-25, determina resistência à tração situada entre 250Kgf/mm² e 300Kgf/mm² e forma de grafita lamelar. Esta pesquisa tem como objetivo investigar a diferença de usinabilidade entre ferros fundidos cinzentos desta mesma classe, ou seja, dentro da tolerância da norma, com diferentes concentrações de perlita e ferrita. Avaliou-se a usinabilidade em termos de vida de ferramenta, esforços de corte e rugosidade em operações de fresamento em acabamento com ferramentas de metal duro e cerâmica (com geometrias de corte idênticas) e diferentes velocidades de corte em um material contendo 100% de perlita e em outro com 50% de perlita. Os resultados mostraram que os lotes perlíticos, em função de resistência e dureza maiores, provocam desgaste das ferramentas mais rapidamente que os lotes 50% perlíticos e também consomem maiores esforços de corte. Também foi possível notar que as ferramentas de cerâmica apresentaram vida maior que as ferramentas de metal duro. Os mecanismos causadores de desgastes da ferramenta foram: difusão...

Influence of the chemical composition on the machinability of brasses

Vilarinho, Cândida; Soares, Delfim; Davim, J.P.; Barbosa, J.; Castro, F.
Fonte: Elsevier Science Publicador: Elsevier Science
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2005 ENG
Relevância na Pesquisa
37.82%
Although brasses are essentially copper and zinc alloys, they also contain other alloying elements such as lead, silicon, aluminium, iron, tin, manganese, nickel or arsenic whose presence and content are responsible for the wide variety of properties inherent to these materials. In this article, the effect of the chemical composition of brasses, considering each alloying element and the effective copper content, upon the machinability has been investigated. For that purpose, machinability tests have been carried out on a CNC lathe under lubricated conditions. The study includes both commercial alloys and samples prepared in laboratory. The experimental procedure consists on turning operations, during which cutting forces and surface roughness obtained in brass workpieces are measured. The chip class is accordingly evaluated. The statistic treatment of the results enables the establishment of correlations between the studied machinability parameters and the chemical composition of different kinds of brasses.

Study of the machinability of compacted graphite iron for drilling process

Mocellin,F.; Melleras,E.; Guesser,W. L.; Boehs,L.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas - ABCM Publicador: Associação Brasileira de Engenharia e Ciências Mecânicas - ABCM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 EN
Relevância na Pesquisa
37.99%
CGI - Compacted Graphite Iron - has reached an important status for automotive industry, mainly in the last ten years. The material has been used for manufacturing parts as brake discs, exhaust manifolds, engine heads and diesel engine blocks. The superior strength characteristics of CGI, as compared to gray iron, allows the manufacturing of engines for higher pressure operating combustion chambers, therefore more efficient and with lower emissions levels. Also thinner walls are possible, generating lighter engines. However there are some technical challenges to overcome, mainly related to the machining process of the parts. This research intends to study the machinability of CGI, in order to develop a new alloy with improved characteristics of machinability, so the production costs for CGI automotive parts can be reduced. The study uses a reference material, gray iron FC-250, widely used for engine blocks manufacturing. The machinability of the referred material is compared to five different CGI alloys by means of drilling experiments. The considered machinability criteria are the tool wear and the cutting forces. The experiments led to the development of a CGI-450 with machinability 83% (relative to FC-250), therefore with excellent potential qualities for engine block and other auto parts manufacturing.

Estudo da usinabilidade dos ferros fundidos cinzentos ligados (CrCuSn e CrCuSnMo) e vermicular classe 350 no fresamento frontal em alta velocidade de corte; Investigation of the machinability of alloyed gray cast iron (CrCuSn and CrCuSnMo) ando compacted graphite iron ASTM 350 in milling operation under HSM conditions

Naves, Vitor Tomaz Guimarães
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Utilizado na a fabricação de bloco e cabeçote de motores diesel, o ferro fundido cinzento, apresenta características como boa condutividade térmica e bom amortecimento de vibrações que passam a ser fundamentais no projeto desses blocos. Porém, este material apresenta um limite de resistência menor que a de outros tipos de ferros fundidos, portanto, para obter maiores taxas de compressão é necessário que a espessura da parede do bloco do motor seja aumentada, o que é indesejável, pois além de aumentar seu peso, irá gerar maiores problemas ambientais de modo geral. Mediante a essas características dos ferros fundidos cinzentos, um outro material, de maior resistência mecânica, passa a ganhar importância na fabricação dos blocos de motores diesel, pois torna-se possível obter maiores rendimentos térmicos, visto que a taxa de compressão poderá ser maior. Este material é o ferro fundido vermicular ou Compacted Graphite Iron (CGI) que aparece como uma alternativa para a substituição do ferro fundido cinzento por apresentar características, de condutividade térmica e amortecimento de vibração semelhante aos cinzentos. Porém, o CGI apresenta como desvantagem uma pior usinabilidade, ou seja, maior dificuldade na usinagem quando comparado com o ferro fundido cinzento. O objetivo deste trabalho é investigar e comparar a usinabilidade de dois ferros fundidos cinzentos ligados (ao CrCuSn e ao CrCuSnMo) e um vermicular da classe 350. O processo de usinagem para os testes foi o fresamento frontal. As ferramentas foram pastilhas de metal duro da classe K20 revestidas com Al2O3 sobre pela técnica MTCVD (deposição química de vapor em médias temperaturas) sobre uma camada de TiCN. Todos os testes de usinabilidade foram realizados a seco. O avanço por dente e a profundidade de corte foram mantidos constantes em 0...

Furação de ferros fundidos austemperados e nodular perlítico; Machinability of Austempered Ductile Irons and Pearlitic Ductile Iron in Drilling Process

Barbosa, Patrícia Alves
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
38.13%
Muitos materiais apresentam melhoras em suas propriedades mecânicas através de tratamentos térmicos, mas isso pode acarretar mudanças na sua estrutura, com prejuízo para a usinabilidade, como o caso do ferro fundido nodular austemperado (ADI), que apesar de apresentar melhores propriedades mecânicas, possui uma maior dificuldade de usinagem quando comparado com o ferro fundido nodular convencional e aços de resistência similar. Por se tratar de um material que surgiu recentemente como um dos principais materiais de engenharia, tem-se intensificado pesquisas sobre o comportamento dos ADIs. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho é comparar a usinabilidade de três materiais: o ferro fundido nodular perlítico bruto-de-fundição (FE 70003) e duas classes de ferros fundidos nodulares austemperados com diferentes temperaturas e tempos de austenitização, o ISO 1.050-6 e o ISO 800-10. Para tanto foi utilizado o processo de furação, segundo um planejamento fatorial, variando-se as condições de corte, tipo de aplicação de fluido de corte e o material, todos em dois níveis. Esta comparação se deu através de testes de força constante, do monitoramento da taxa de desgaste da ferramenta, forças de usinagem, potência consumida e vibração em ensaios de longa duração...

Usinabilidade do aço de corte-fácil baixo carbono ao chumbo ABNT 12L14 com diferentes níveis de elementos químicos residuais (cromo, níquel e cobre); N. Machinability of low carbon free-machining leaded steel ABNT 12L14 with different levels of residual elements (chromium, nickel and cooper)

Luiz, Nelis Evangelista
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.82%
O objetivo desta tese foi estudar a usinabilidade do aço de corte fácil baixo carbono ao chumbo (ABNT/AISI 12L14) com diferentes níveis dos elementos residuais cromo, níquel e cobre. Foram produzidas nove corridas de aço com composição química controlada e alterações nos níveis de residuais citados de forma a conduzir planejamentos fatoriais a dois níveis. A técnica de Planejamento e Análise de Experimentos (DOE) foi usada nos experimentos quantitativos. A caracterização dos materiais estudados envolveu: análise de composição química, dureza e inclusões; ensaios de resistência à tração. A usinabilidade foi avaliada levando-se em consideração a variação das condições de usinagem. As variáveis de usinagem de interesse foram a forma do cavaco, a rugosidade superficial, o grau de recalque do cavaco, a força de corte e a temperatura de usinagem. A conjugação das variáveis de composição química (residuais) com as variáveis de corte (velocidade, profundidade e avanço) permitiu, para os ensaios quantitativos, a construção de planejamentos fatoriais em que todas as influências e interações puderam ser quantificadas. Todos os ensaios foram feitos em operação de torneamento cilíndrico sem fluído de corte. Os ensaios de temperatura de usinagem foram feitos com ferramentas de aço rápido. Os outros ensaios foram feitos com ferramentas de metal duro. Amostras da raiz do cavaco e da superfície de saída de ferramentas...

Influência do ciclo de furação na usinabilidade do ferro fundido cinzento GH190; Influence of Cycle Drilling Machinability in Gray Cast Iron GH190

Silva, Helio Antônio da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Dentre as operações de usinagem, a furação com brocas helicoidais destaca-se por ser uma das mais utilizadas na indústria metal-mecânica. Apesar de a literatura apresentar muitas pesquisas, percebe-se que ainda existe espaço para trabalhos científicos sobre o processo de furação. O presente trabalho analisa a influência do ciclo de furação (contínuo e intermitente – conhecido popularmente como “pica-pau” ou “elimina-cavaco”) no desempenho da usinagem do ferro fundido GH190 realizada com brocas helicoidais de aço rápido, revestidas com multicamadas de TiN-TiAlN e diâmetro de 10 mm. O experimento foi baseado em um planejamento fatorial fracionário 24-1 e os ensaios organizados em duas etapas, a primeira com o recuo da ferramenta de 1 mm e uma, duas e três paradas da ferramenta. A segunda etapa com três paradas ao longo do comprimento de furação e recuo de 1 mm, 3 mm e total da ferramenta. Cada ensaio foi executado em três corridas, sendo o teste e duas réplicas. A vida das brocas foi expressa em termos do número de furos usinados. Como critério de encerramento dos testes de usinagem foi adotado a falha catastrófica da ferramenta (colapso). Além da vida da ferramenta, foram considerados, também, como variáveis de saída o acabamento superficial...

Aplicação de modelos estatísticos para verificar a influência dos elementos residuais (Cr, Ni e Cu) na usinabilidade de aços de corte-fácil; Application of statistics models to verify the influence of residual elements (Cr, Ni e Cu) in the machinability of free cutting steels

Sousa, Marcelo do Nascimento
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
38.04%
Os aços de corte-fácil são especialmente projetados para oferecer melhores resultados mediante a operação com retirada de cavaco, reduzindo o coeficiente de contato ou atrito com a ferramenta. Em geral, estes aços têm que cumprir baixas especificações em outras características como resistência mecânica, resistência a fadiga e temperabilidade, entre outras. Por esta razão os principais elementos de liga que os constituem são destinados a melhoria da usinabilidade. São geralmente aços de baixo carbono com fortes adições de S, Mn, Pb, P etc... . Como são fabricados, normalmente, com materiais recicláveis, elementos como Cr, Ni, Cu e Mo são sempre encontrados em suas composições, sendo considerados elementos residuais. Este trabalho visa investigar a influência de pequenas variações nos teores de cobre, níquel e cromo na usinabilidade dos aços de corte-fácil baixo carbono baseado na metodologia descrita na norma VOLVO STD 1018, 712. Ela se baseia em ensaios de vida de ferramentas monocortantes de HSS aplicadas em condições especiais no processo de fresamento frontal. Para uma melhor confiabilidade foram usadas ferramentas estatísticas através da análise de variância, teste t de Student e análise de regressão nos resultados obtidos pela norma VOLVO. Os resultados encontrados através dos experimentos mostraram que os elementos residuais realmente influenciam na usinabilidade do aço SAE 12L14...

Influência do teor de silício na usinabilidade da liga de alumínio 6351 - avaliada através de força de corte e acabamento superficial; Influence of the silicon content in the machinability of the 6351 aluminium alloy – analysed through cutting force and surface finish

Cunha, Daniel Fernandes da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.82%
O objetivo deste trabalho é a verificação da influência do teor de silício na composição da liga de alumínio 6351 da empresa CBA (Compania Brasileira de Alumínio) na usinabilidade avaliada através da medição da força de corte e do acabamento superficial. Em uma primeira etapa foi analisado estatisticamente o efeito dos parâmetros de corte, profundidade de corte (ap), velocidade de corte (vc), avanço (f) e porcentagem de silício (% Si) na força de corte e rugosidade superficial durante ensaios de torneamento cilíndrico externo sem aplicação do fluido de corte. Em uma segunda etapa dos ensaios utilizou-se fluido de corte aplicado através de MQF (60l/h) e jorro, mantendo constante a profundidade de corte e variando velocidade de corte e avanço. Para cada uma das combinações de parâmetros de corte foram adquiridos valores de força de corte e rugosidade superficial com duas réplicas para cada ensaio, adotando um planejamento fatorial 3k. Analise estatística de variância (ANOVA) mostrou que a porcentagem de silício exerce influência significativa nos parâmetros de usinabilidade avaliados da liga estudada quando comparado com avanço, velocidade de corte e profundidade de corte. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The aim of this work is to study the effect of silicon content in the machinability of CBA’s (Compania Brasileira de Aluminio) 6351 aluminum alloy measured through cutting force and surface finish. In a first moment the effect of depth of cut (ap)...

Influência dos carbonitretos de titânio na usinabilidade do aço VP100 utilizado em moldes de injeção de plástico

Medeiros, Mauro Araújo
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.69%
Este trabalho tem por objetivo investigar a influência dos cabonitretos de titânio, bem como de outros elementos microestruturais, na usinabilidade do aço VP100 com 270 e 350 partes por milhão de titânio, tendo como elemento de comparação o aço VP20 ISO. Tal estudo se justificar considerando-se que o VP100 trata-se um aço para moldes de injeção de plástico recém lançado no mercado cujos aspectos relativos à sua usinabilidade não foram ainda plenamente explorado, havendo ainda um grande vazio de conhecimento sobre esse material a ser investigado. Os resultados obtidos são discutidos considerando-se, inicialmente, a variação das forças de usinagem em função da variação da velocidade de corte, do avanço e da profundidade de corte nos ensaios de torneamento. Em seguida, são avaliados o volume de material removido, bem como os valores da rugosidade média quadrática Rq, para cada tipo de material usinado e condição de corte aplicada, em função da evolução do desgaste das ferramentas utilizadas nos ensaios de fresamento. A realização dos ensaios foi feita a partir de um planejamento estatístico dos experimentos, onde as variáveis relevantes relativas aos parâmetros, tanto da constituição química das ligas como de sua usinabilidade...

Investigação da usinabilidade das ligas de alumínio da série 6xxx; Investigation of the machinability of aluminum alloys of the 6XXX series

Gonçalves, Ricardo Augusto
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Devido à grande utilização das ligas de alumínio e o enorme salto da sua participação no mercado, as empresas produtoras necessitam de mais conhecimento à cerca do comportamento destas ligas durante os processos de fabricação a fim de fornecer mais dados técnicos aos seus clientes. Dentro dos diversos processos de fabricação a usinagem aparece como um dos processos mais utilizados na indústria. Este trabalho tem como principal objetivo investigar a usinabilidade no torneamento cilíndrico externo de cinco ligas de alumínio-magnésio-silício da série 6XXX (6082, 6351, 6005A, 6063 e 6061) em termos das três componentes da força de usinagem, rugosidade, grau de recalque e forma do cavaco utilizando ferramenta de metal duro da classe N. Seguindo um planejamento estatístico foi verificado o efeito dos parâmetros de corte: velocidade de corte, avanço e profundidade de corte. Os resultados mostram que em geral, as forças de corte na usinagem da liga 6082 são maiores. Em termos de rugosidade, os melhores resultados foram obtidos com a liga 6063, que também apresenta maiores graus de recalque. Os cavacos formados na usinagem das ligas têm, geralmente, a forma helicoidal curto e arco solto. Este trabalho mostra diferenças na usinagem das cinco ligas gerando dados importantes aos fabricantes e à indústria que utiliza estas ligas de alumínio. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; Due the wide use of the aluminum alloys and their large participation in the market...

Influência das propriedades mecânicas das ligas de alumínio na usinabilidade – foco no grau de recalque, na dimensão da zona de fluxo e na microdureza dos cavacos; Influence of the Mechanical Properties of the Aluminum Alloys on the Machinability – Focuses on the Chip Thickness Ratio Flow Zone Dimensions and Microhardness of the Chips

Sousa, Marcelo do Nascimento
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
27.82%
A usinabilidade dos materiais depende fortemente de suas propriedades e pode ser medida por vários parâmetros, incluindo vida da ferramenta, força de usinagem, temperatura de corte, acabamento da superfície da peça, entre outros. Em um trabalho anterior1 elaborado no LEPU2, a usinabilidade de várias ligas de alumínio foi estudada considerando a temperatura de corte, a força de usinagem, a potência de corte, a vibração do sistema e a rugosidade da peça, relacionando-as com as propriedades mecânicas (dureza, resistência e alongamento) e com as condições de corte (velocidade de corte, avanço e profundidade de corte). Outras variáveis relacionadas com os cavacos são também importantes no processo de corte. O grau de recalque (ou o ângulo de cisalhamento), a microdureza dos cavacos e a zona de fluxo são três dessas variáveis. O objetivo deste trabalho foi determinar experimentalmente as correlações existentes entre as propriedades mecânicas (dureza, limite de resistência, alongamento e estricção) de várias ligas de alumínio e as condições de corte definidas anteriormente com essas características dos cavacos coletados em ensaios de torneamento cilíndrico. As formas dos cavacos gerados também foram estudadas. As seguintes ligas foram consideradas: 3030 O...

Influência da microestrutura na usinabilidade do ferro fundido nodular FE45012 em diferentes bitolas, obtidos por fundição contínua; Influence of microstructure on ductile iron machinability FE45012 in different sizes, obtained by continuous casting

Sousa, José Aécio Gomes de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Este trabalho avaliou o comportamento da microestrutura na usinabilidade ao longo da seção transversal do ferro fundido nodular FE45012, produzido por fundição contínua em diferentes bitolas. As bitolas estudadas foram cilíndricas e retangulares. Ao longo dos experimentos, foram realizados ensaios de caracterização dos materiais e ensaios de usinagem. Para os ensaios de caracterização dos materiais foram analisados a dureza, microestrutura, alongamento, estricção, limite de escoamento e limite de resistência ao longo da secção transversal das amostras. Nos ensaios de usinagem, as amostras foram submetidas aos processos de furação, torneamento e fresamento. Os parâmetros avaliadores nesses ensaios foram: evolução do desgaste da ferramenta, vida da ferramenta, forças de usinagem, torque, potência de usinagem e rugosidade superficial. Todos os testes foram realizados no Laboratório de Ensino e Pesquisa em Usinagem da Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Uberlândia (LEPU/UFU). Os resultados mostraram que as bitolas com diâmetro de 156 e 203 mm, apresentaram, independente dos parâmetros de usinagem utilizados, diferença estatística entre as regiões do núcleo e da zona intermediária...

Determinação da usinabilidade dos aços ferramentas N2711M e VPATLAS no fresamento de topo; Determination of the machinability of tool steels N2711M and VPATLAS in end milling operation

Montalvão, Jairo de Almeida
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.69%
A expansão do setor de moldes e matrizes nas últimas décadas aliada a novas tecnologias e competitividade entre os fabricantes de moldes plásticos, faz com que as indústrias metalúrgicas do setor tenham a necessidade de produzir novos materiais para atender o mercado com menor custo. Como na fabricação de moldes e matrizes o maior custo está relacionado ao processo de usinagem, cada material desenvolvido se faz necessário um estudo detalhado de sua usinabilidade, determinando suas características de fabricação, visando um melhor desempenho do processo com economia. Este trabalho tem como objetivo determinar a usinabilidade de dois aços-ferramentas utilizados na fabricação de moldes e matrizes, o aço N2711M, classificado como um aço martensítico, e o aço VPATLAS, classificado como um aço bainítico. As características de usinabilidade dos aços estudados foram determinadas através de ensaios de vida da ferramenta, determinada utilizando um programa de otimização para definir os coeficientes da equação expandida de Taylor, força de usinagem, torque, potência, acabamento superficial e análise de cavacos, no fresamento de topo com ferramentas de metal duro revestidas. Os resultados encontrados nos ensaios permitiram comparações entre a usinabilidade dos dois materiais...

The influence of laser assistance on the machinability of the titanium alloy Ti555-3

BRAHAM-BOUCHNAK, Tarek; GERMAIN, Guénaël; MOREL, Anne; LEBRUN, Jean-Lou
Fonte: Springer Publicador: Springer
EN
Relevância na Pesquisa
37.5%
The Ti533-3 alloy is a new titanium alloy which is starting to see increased use in the aeronautical domain to improve the durability of components and to optimize the weight/resistance ratio. This alloy is characterized by greater resistance compared to the more commonly used titanium alloys such as Ti6Al4V. However, a disadvantage of the Ti533-3 alloy is that it is very difficult to machine. In this work, the use of laser-assisted machining has been tested to improve chip formation by a thermal softening phenomenon and to improve the machining productivity of the alloy. A parametric investigation of laser assistance on the machinability of the Ti555-3 titanium alloy shows that: (1) the cutting forces can be greatly decreased if the surface temperature is high; (2) the thermal gradient induced by laser heating modifies the surface integrity in terms of strain hardening and residual stresses in the workpiece; and (3) the chip formation mechanisms are also changed, by increasing the sawteeth frequency when using laser assistance

Tool life and surface integrity in hard milling of hot work tool steels

M'SAOUBI, R.; CHANDRASEKARAN, H.; COULON, Bertrand; MARQUES, M.J.; OUTEIRO, José
Fonte: Arts et Métiers ParisTech Publicador: Arts et Métiers ParisTech
EN
Relevância na Pesquisa
27.5%
Machinability enhancement of hot work tool steels can be achieved intrinsically through tailoring of alloying elements and steel processing route but also externally through the use of adequate tooling. The aim of the present investigation was to identify the limitations in hard milling of AISI H13 (50HRC) with respect to different strategies for microstructure control. Accordingly, tool life tests in face and cavity milling were performed using modern PVD-coated carbide inserts where subsequent investigation of tool wear mechanisms and surface integrity were carried out. A modified tool life model derived from Taylor’s approach was employed for the assessment of tool life. The results indicate that traditional improvement in machinability through additives and inclusion control appears not always adequate and the role of primary carbides distribution needs also to be considered. Surface integrity studies, namely residual stress, indicate the predominance of compressive residual stress in the machined surfaces.

Ultra-precision machinability and properties of Electroless-nickel

Pramanik, Alokesh; Basak, Animesh Kumar
Fonte: Curran Associates, Inc. Publicador: Curran Associates, Inc.
Tipo: Conference paper
Relevância na Pesquisa
27.5%
Electroless-nickel (EN) and very few other materials are suitable for ultra-precision machining. This material exhibits excellent properties such as hardness, corrosion resistance which are essential for molding die. This paper discusses the properties of EN and links with the ultra-precision machinability of this material. It is found that chip formation processes changes with the cutting condition. Phosphorus content and heat treatments significantly affect the machinability of EN in terms of tool wear, machining force and surface finish.