Página 1 dos resultados de 102 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Mia Couto e Luandino Vieira: a ficção de fronteira nas obras editadas para o público infantojuvenil

Andrade, Júlia Parreira Zuza
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.94%
A presente pesquisa se debruça sobre a literatura infantojuvenil e questiona os rígidos limites entre literatura editada para crianças e jovens e literatura editada para adultos, discutindo se os dois tipos de escrita pertencem a universos distintos e se apresentam características específicas. A questão das faixas etárias se torna interessante no debate quando vista à luz de componentes textuais e imagéticas, assumindo dessa forma uma posição menos cartesiana. Como corpus da dissertação, foram escolhidas A chuva pasmada, do moçambicano Mia Couto e A guerra dos fazedores de chuva com os caçadores de nuvens: guerra para crianças, do angolano Luandino Vieira, obras editadas para a infância e adolescência. Os dois autores são conhecidos por escrever livros editados para ambos os públicos e, na atual investigação, podem ser vistos pontos em comum entre os dois tipos de texto, além de trazer para o primeiro plano alguns tópicos fulcrais ao se estudar as literaturas moçambicana a angolana de língua portuguesa. Para realizar a análise sob o prisma escolhido, primeiramente foi discutido o conceito de literatura infantojuvenil e suas especificidades históricas. Após uma breve contextualização, foi estudada a maneira como os textos se relacionam com a tradição e ancestralidade...

Espelho convexo: o corpo desviante no imaginário coletivo pela voz da literatura infanto-juvenil; Convex mirror: the divergent body in the colletctive imaginary, through children and youth literature.

Amaral, Ligia Assumpcao
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/1992 PT
Relevância na Pesquisa
46.53%
Partindo de uma hipótese inicial de que há na Literatura Infantojuvenil elementos (explícitos ou implícitos) que configuram representações do corpo desviante geradoras ou propiciadoras de cristalizações de estereótipos, denunciadoras de atitudes e preconceitos frente à diferença corporal e perpetuadoras de leituras maniqueístas e estigma, o presente trabalho buscou a analise da concretização desses elementos, através do estudo de características das 47 histórias eleitas, destinadas ao público infantil e juvenil, escritas por autores brasileiros e editadas entre 1971 e 1991, sendo que a ênfase da análise recaiu sob e atributos e ações das personagens corporalmente diferentes. Antes de chegar aos resultados, foi percorrido um caminho que, partindo das visões de corpo, transitou pela problemática do desvio, da diferença, da deficiência; pelo emaranhado conceitual de atitudes, preconceitos, estereótipos e estigma; pelo universo das significações, das anomalias, das monstruosidades, do grotesco; pelo território da Literatura e da Psicologia; pelas especificidades do gênero literário em pauta; pelos meandros metodológicos. As unidades de análise para pesquisa do corpus foram: o narrador...

Livros de autoajuda adaptados ao público infantojuvenil: estratégias linguístico-discursivas

Pimentel, Marília Lima
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 125 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
46.68%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa - FCLAR; O presente trabalho procura examinar algumas obras de autoajuda adaptadas ao público infantojuvenil, tendo como base para a análise também as obras publicadas para aos adultos. Propõe-se neste estudo uma análise comparativa entre os livros originais e suas respectivas adaptações, totalizando sete obras. Nosso objetivo é explicitar as estratégias linguísticos-discursivas nos livros para o público adulto e suas adaptações. Para fundamentar a análise, fez-se um levantamento da história da literatura infantojuvenil e o dos livros de autoajuda. Nortearam esta pesquisa alguns princípios teóricos de discurso e enunciação na perspectiva da semiótica greimasiana, alguns enfoques da teoria bakhtiniana de gênero relacionada com a greimasiana, bem como determinados aspectos dos estudos da Nova Retórica. Com isso, esperamos delinear a imagem de enunciatário projetada nos livros estudados. Assim, as versões para jovens e crianças examinadas têm o objetivo de prepará-los para lidar com as dificuldades da vida adulta, tais como, desenvolver a inteligência financeira, aprender a lidar com mudanças...

Meninas negras na literatura infantojuvenil : escritoras negras contam outra história

Silva, Lucilene Costa e
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.57%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2012.; O trabalho aqui apresentado tem como objetivo investigar representações sociais positivas contidas em três obras de literatura infantojuvenil de temática africana e afro-brasileira em busca de novos referenciais estéticos e culturais para a construção da identidade da menina negra. A pesquisa é de cunho qualitativo e a análise das obras teve como perspectiva metodológica a análise de conteúdo (BARDIN, 2011). As principais categorias selecionadas estão relacionadas com o corpo da menina negra, com a cultura afro-brasileira, com a religião dos orixás, bem como a interface dessas categorias com a questão de gênero. As evidências revelaram uma outra forma de pensar a cultura brasileira apresentando a diversidade de modos de ser e de viver em uma mesma sociedade. A conclusão é de que as obras analisadas possuem um conjunto de representações sociais positivas de crianças meninas negras e podem constituir contribuições importantes para a construção da identidade da menina negra no espaço escolar. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The Work presented here has like objective to investigate positive social representation contained on three works of literature to children and youth about african and afro-brasilian thematic searching for new sthetics and cultural references to construct the identity of the black girl. The research imprint qualitative and the analyses of the works has like methodological perspective the examination content (BARDIN...

Travelling from the city to the countryside : depictions of urban and rural scenarios in two portuguese picturebooks; Viajando da cidade para o campo : representações de cenários urbanos e rurais em dois livros ilustrados portugueses

Ramos, Rui; Ramos, Ana Margarida
Fonte: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Brasil Publicador: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
46.53%
Research has shown that Nature is frequently found as an important element in children’s literature. Despite being depicted in a rather superfi cial and stereotypical way and touched by humanity, it is usually represented as a fun, harmonious and even idyllic component of the story. This construction of the natural world depends on the power of language to create scenarios, shaping the way Nature is perceived, merging the aesthetic, recreational and pedagogical dimensions of children’s literature. The objective of this study is to identify how these dimensions intersect and how the theme of ecoliteracy is dealt with by focusing on two main perspectives: (a) linguistic perspective: resorting to the principles of the identifi cation of frames and their interpretative repertoire; (b) literary and semiotic perspective: establishing text-picture relationships and dynamics according to the postmodern theories on picturebooks. In order to do this, the study focuses on two children’s picturebooks published in 2009, which tell stories of car journeys involving families travelling from an urban setting to a rural one. These two picturebooks represent various forms of subjective appropriation of space and promote ecoliteracy through the relationship between the child protagonists and the surrounding environment.; A investigação mostra que a natureza é presença frequente na literatura infantojuvenil e que é habitualmente confi gurada como uma entidade prazerosa...

Imagem e percepção humana: alternativa aplicada na classificação da literatura infantojuvenil de uma biblioteca escolar

Ramos,Clériston Ribeiro; Dziekaniak,Gisele Vasconcelos; Santiago,Vanessa Dias; Munhoz,Deise Parula
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
Esta pesquisa foi baseada no trabalho de Miranda; Poméia; Bueno (2004), o qual defende que fatores culturais e a faixa etária dos alunos são questões que influenciam na percepção humana, e entende que algumas imagens são convencionalmente designadas para diferentes culturas (como a norte-americana e a brasileira). A presente proposta não teve a pretensão de substituir as notações utilizadas para a classificação de assuntos em bibliotecas, amplamente difundidas (notações numéricas da CDD, CDU, etc.), mas sim, sugerir o que esta pesquisa denomina de "rotulação" destes assuntos através de imagens, para que melhor possam representá-los. Acredita-se que o objetivo da pesquisa foi alcançado: ordenamento mais claro dos materiais da biblioteca. Sugere-se o desenvolvimento desse sistema de imagens de classificação como forma alternativa de organização de bibliotecas contendo, em seu acervo literatura infantojuvenil.

Bô sukuta! Kada kin ku su manera: as junbai tradicionais africanas recriadas na literatura infantojuvenil brasileira, eué!

Silva, Celso Sisto
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.76%
Para compor o painel dos contos tradicionais africanos de transmissão oral recontados por escritores brasileiros, especificamente para o leitor infantojuvenil, a presente tese parte das funções e das características do contador tradicional africano, de modo geral denominado griô, para então delinear o caráter espetacular e performático de sua atuação; até reconhecer, por fim, os espaços geográficos de fixação das diferentes etnias dos negros escravos no Brasil e os territórios a partir dos quais as histórias se irradiaram para o restante do país. Considerando a contribuição dos folcloristas como a primeira tentativa de organização de uma antologia do conto popular tradicional africano em terras brasileiras, chegamos finalmente à migração desse legado para a literatura infantojuvenil, através da obra de autores que inauguraram novas etapas no processo de estabelecimento do conto popular africano. Joel Rufino dos Santos, Rogério Andrade Barbosa e Reginaldo Prandi, lidaram com esses contos de maneira específica e diversa, em momentos históricos distintos. A presente tese também investiga o surgimento de uma categoria específica de histórias populares, denominada reconto, surgida a partir do registro multicultural e resultante do processo de transculturação narrativa; propõe ainda uma leitura das obras dos autores citados tomando como figura central a noção de medo e questiona a existência de uma poética afro-brasileira - todos estes elementos essenciais para a ampliação de horizontes do jovem leitor.; To present the panel of African folktales in oral tradition...

A tecnologia na literatura infantojuvenil: possibilidades de leitura em obras brasileiras contemporâneas

Bertanha, Miraní
Fonte: Curitiba Publicador: Curitiba
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.85%
The research about technology and culture makes possible discussions and reflections about society and ways of life. This dissertation intents, through children's literature, to advance the discussion of technology and culture as well as to question the role historically assumed by gender. Through works of Brazilian teenager literature produced between the years 1999 and 2010, we intend to raise possible ways of manifestation of technology in contemporary production and to defend its value as a literary production. Propose the teenager literature as background for academic discussions can be rather arduous, especially because the low value granted to the gender by literary criticism. The dialogue between technology and culture, in turn, is still too little known even in the interdisciplinary field of Science, Technology and Society. As our theoretical basis we resorted to the Cultural Materialism, presented by Raymond Williams.; CAPES; A investigação das relações entre tecnologia e cultura viabiliza discussões e reflexões profundas sobre a sociedade e os modos de vida. Esta dissertação busca, por meio da literatura infanto-juvenil, avançar no debate de tecnologia e cultura, bem como questionar o papel historicamente assumido pelo gênero. Por meio de obras da literatura infantojuvenil brasileira produzidas entre os anos de 1999 e 2010...

Obras de literatura infantojuvenil portuguesa no mercado livreiro e editorial brasileiro em 2010 e 2011; Portuguese children¿s Literature books in Brazilian bookseller and publishing market from 2010 to 2011

Iris Filomena Mendes de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.61%
No Brasil, inúmeras pesquisas estudam obras portuguesas destinadas ao público infantil,as quais tiveram ampla circulação no país no século XIX e primeiras décadas do século XX. Contudo, a respeito da circulação dessas obras no século XXI, percebemos a existência de poucos estudos, estando a temática dispersa em diferentes espaços de buscas e de pesquisas, o que traz dificuldades aos pesquisadores da área quando se trata da identificação dos autores portugueses no campo da produção lusófona. Nesse sentido, nessa dissertação pretendemos contribuir tanto para o dimensionamento e entendimento deste campo de pesquisa em sua historicidade, quanto para o alargamento da compreensão e das relações entre literatura infantojuvenil e o mercado em que ela está inserida. A interrogação dos dados, confrontados com outras informações levantadas nesta pesquisa, permitiu-nos apontar para alguns fatores que, ao que parece, vêm acarretando uma mudança no cenário desta produção, fomentando sua circulação e consolidando a presença desta literatura no mercado brasileiro, nos últimos anos. Neste trabalho, inventariamos e investigamos as obras infantojuvenis portuguesas à venda em uma grande livraria brasileira, no período de agosto de 2010 a dezembro de 2011. Examinamos a relação entre a quantidade de títulos disponíveis...

Tradução de gírias em Harry Potter

Santos, Caroline Reis Vieira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 347 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.68%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, Florianópolis, 2014.; Este estudo abarca a intersecção dos Estudos da Tradução com a Literatura Infantojuvenil investigando, mais especificamente a tradução de gírias presentes em três dos sete volumes que compõe a série britânica Harry Potter (ROWLING, 1997, 2000, 2005) e como essas traduções impactaram no registro do texto. O arcabouço teórico adotado foi o dos Estudos Descritivos da Tradução e o arcabouço metodológico foi o dos Estudos da Tradução com base em Corpus. Para cumprir seus objetivos, esta pesquisa utiliza-se de um corpus paralelo bilíngue unidirecional inglês britânico-português brasileiro alinhado no nível de parágrafo processado com o programa Para Conc (BARLOW, 2001). A análise de dados levou em consideração a(s) técnica(s) de tradução usadas e como o uso dessas técnicas impactou no registro do texto de chegada em relação ao texto de partida a partir da observação dos seguintes subparâmetros do registro: personagem, campo, relações entre os participantes da interação e o modo. A partir da análise, constatou-se que em 42% dos casos analisados as gírias foram mantidas e em 58% as gírias foram padronizadas no texto de chegada. Nos casos em que a gíria foi mantida...

Facetas do vampiro na Literatura Infantojuvenil

Ambrosini, Camila
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 111 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.88%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Comunicação e Expressão.Curso de Licenciatura e Bacharelado em Língua Portuguesa e Literaturas em Língua Portuguesa; Este Trabalho de Conclusão de Curso teve como objetivo analisar a caracterização e a função do personagem vampiro, pertencente ao tópico do fantástico, mais precisamente à Literatura Vampírica, no universo de alguns livros da Literatura Infantojuvenil. Para isso, foram expostos e estudados quatro livros de nacionalidades diferentes – três deles, traduzidos para a língua portuguesa: dois clássicos europeus, um alemão e o outro francês; e duas obras americanas: uma brasileira e a outra canadense. Seus títulos são, respectivamente: O pequeno vampiro, de Angela Sommer (2014); O chupa-tinta, de Éric Sanvoisin (2006); O vampiro que descobriu o Brasil, de Ivan Jaf (2013); Minha irmã vampira: trocadas, de Sienna Mercer (2010). Fez-se pertinente, também, contextualizar o morto-vivo sugador de sangue, assim como tratar, embora brevemente, do conceito de Literatura Infantojuvenil e Literatura Infantil como partes indistintas de uma mesma literatura, para, enfim, discorrer sobre o semi-vivo de caninos proeminentes no universo de alguns livros infantojuvenis.; This work Completion of course aimed to analyze the characterization and function of the vampire character belonging to the fantastic topic...

Tradução comentada para o espanhol da obra O Medo, de Monteiro Lobato

Oliveira, Thais Trevisan
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 119 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.68%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, Florianópolis, 2015.; Este trabalho apresenta uma retradução (comentada) da obra brasileira lobatiana O Medo (2012), composta pelos quatro contos: O Medo; Boitatá; O Negrinho; Meia-Noite, para o espanhol argentino e a sugestão de um paratexto (GENETTE, 2009) ilustrativo embasado nos seres folclóricos presentes na obra, tema predominante no corpus desta pesquisa. Ademais, analisa a trajetória do autor brasileiro Monteiro Lobato enquanto escritor e tradutor, além de sua relação com a Argentina e sua contribuição para a literatura infantojuvenil. Esta dissertação está dividida em três capítulos: o primeiro capítulo apresenta Monteiro Lobato e trata da sua contribuição no âmbito da literatura infantojuvenil brasileira e argentina; apresenta o corpus deste trabalho, a obra O Medo (2012), e disserta sobre o principal tema contido no objeto de estudo: o folclore. Ademais, analisa as obras envolvidas nesta dissertação, O Saci (1921 e 1947) e El Genio del Bosque (1945) e esclarece suas relações com o corpusdo trabalho. O segundo capítulo apresenta a tradução da obra O Medo ao espanhol argentino. Por fim...

O novo ecossistema comunicacional e a socialização de crianças e jovens no espaço cultural da lusofonia: contributos da literatura infantojuvenil;

Macedo, Lurdes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; text/html
Publicado em 21/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.68%
Partindo da configuração de um novo ecossistema comunicacional, que tem na internet o seu epicentro, procura-se refletir sobre a influência do mesmo na socialização de crianças e jovens, através da análise da presença de literatura infantojuvenil neste novo media. A observação de que os dispositivos de comunicação digital alargam as oportunidades de acesso à informação entre cidadãos que falam, pensam e sentem em língua portuguesa, foca a questão no espaço cultural da lusofonia.; Starting from the new communication ecosystem, on that internet is the main focus, we search for thinking about how it can influence children and young people’ socialization process, trough an analysis about the literature for these publics presence at this new media. We observe that digital communication devices increase information access opportunities to citizens that speak, think and feel in Portuguese language, focusing our question at the lusophone cultural space.

Estratégias de tradução de intertextualidade em literatura infantojuvenil

Accácio, Manuela Acássia; Santos, Adriana Maximino dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.81%
A intertextualidade é um recurso estilístico presente em diversos domínios discursivos, principalmente nos literários, conforme Koch, Bentes e Cavalcante (2007), e que consiste na inserção de um texto dentro de outro. Por ser parte de “uma memória social de uma coletividade ou da memória discursiva” (Ibid.,p. 17), ela constitui um elemento cultural. Sua tradução demanda não apenas estratégias tradutórias, mas decisões de outros agentes responsáveis pela acomodação do texto traduzido na cultura-alvo, bem como aspectos legais e sociais. Tratando-se de literatura infantojuvenil, soma-se a esta problemática as limitações do seu público, a criança e o adolescente, os quais ainda estão em formação. Este estudo objetiva, com base na tipologia proposta por Osimo (2004), continuar a discussão iniciada por Santos (2009) sobre estratégias de tradução de intertextualidade. Dessa forma, pretende-se verificar quais procedimentos estão presentes em uma obra traduzida de literatura infantojuvenil alemã. Os resultados demonstraram que as estratégias mais usadas no objeto de estudo tenderam à omissão de informações adicionais e à utilização apenas do texto-fonte como referência para a tradução e não o pré-texto ou intertextos traduzidos no Brasil. Assim...

A tradução de dialeto na literatura infantojuvenil

Santos, Caroline Reis Vieira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
Este artigo apresenta os resultados do estudo realizado por Santos (2010) que investigou a tradução para o português brasileiro e para o português europeu do dialeto inglês do personagem Hagrid na obra Harry Potter e a Pedra Filosofal. A pesquisa utilizou-se do arcabouço teórico-metodológico dos Estudos da Tradução Baseados em Corpora (BAKER, 1993, 1995) e dos Estudos Descritivos da Tradução (TOURY, 1995; HERMANS, 1999) para investigar os “padrões preferenciais recorrentes” (BAKER, 2000) da tradutora brasileira Lia Wyler e da portuguesa Isabel Fraga ao traduzir o dialeto britânico de Rúbeo Hagrid. A análise de dados revelou que, em comparação com a tradutora brasileira, a tradutora portuguesa optou por marcar mais o dialeto do personagem; contudo, ambas optaram por uma redução parcial da “linguagem marcada”, aqui utilizando a terminologia de Krings (1986). Esse resultado corroborou aquele encontrado por Klingberg (1986) e Jenstch (2006) em suas investigações sobre a prática de tradução de dialetos, a saber, o dialeto de um personagem em geral é traduzido por uma variante padrão da língua.

Representação feminina na narrativa infantojuvenil brasileira contemporânea

Silva, Leda Cláudia da; Faculdade Projeção
Fonte: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea Publicador: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.74%
A partir de ampla pesquisa acerca do perfi l das personagens da narrativa infantojuvenil brasileira contemporânea, este artigo investiga a representação feminina na literatura voltada para o público em questão. Pretende-se refl etir acerca da construção do papel feminino, numa tentativa de identifi car e problematizar questões relacionadas à ausência de representação, ao estereótipo, ou, ainda, à possibilidade de uma construção literária da identidade feminina de forma múltipla e representativa. As narrativas analisadas foram retiradas de acervo selecionado e distribuído pelo Ministério da Educação para escolas públicas do Brasil, por meio do Programa Nacional Biblioteca da Escola. Dentre as narrativas, duas serão investigadas mais detidamente: Por que meninos têm pés grandes e meninas têm pés pequenos?, de Sandra Branco, e Amanhecer esmeralda, de Ferréz.

A literatura juvenil brasileira no início do século XXI: autores, obras e tendências

Luft, Gabriela; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea Publicador: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
O artigo apresenta um estudo sobre a literatura juvenil brasileira publicada na primeira década do século XXI, por meio da análise de obras premiadas pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil e pela Câmara Brasileira do Livro, que outorga o prêmio Jabuti. A partir de dados sistematizados por Marisa Lajolo e Regina Zilberman, apresenta-se um breve panorama da literatura infantojuvenil brasileira entre o período de 1890 a 1980, contextualização que permite o delineamento do percurso e das tendências do gênero ao longo do tempo. Após, com base nos estudos desenvolvidos por Teresa Colomer, expõem-se os principais traços da literatura juvenil atual, os quais são cotejados com as características das narrativas juvenis brasileiras premiadas entre os anos de 2001 e 2009. Por meio da leitura, da observação, da análise e da comparação das obras que integram o corpus, procura-se demonstrar as características da literatura juvenil brasileira produzida na primeira década do século XXI, de maneira a responder quais as principais tendências do gênero e qual sua posição no cenário nacional. Verifi case o surgimento de um bom número de autores novos, a diversidade de temáticas trabalhadas e o aumento da complexidade narrativa.

Floresta de símbolos: bicho e poesia para crianças e adultos inteligentes

Silva Junior, Augusto Rodrigues da; Universidade de Brasília
Fonte: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea Publicador: Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea; Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
56.6%
Este trabalho serve-se de produções estéticas nos quadros da literatura infantojuvenil brasileira e a representação do animal no livro. O referencial é a criação poética de Manuel Bandeira para uma comparação entre as obras A arca de Noé, de Vinícius de Moraes, e Rimas da fl oresta, de José Santos. O eixo central para a comparação é a imagem do bicho e o modo de representá-lo na poesia contemporânea. Estes livros têm características, expressas em diversas correntes e múltiplas imagens, que os aproximam: a brincadeira, o humor, imaginação e realismo, aspectos ecoliterários, cultura popular e linguagem coloquial.

A LITERATURA INFANTOJUVENIL E A IDENTIDADE ÉTNICA: REPRESENTAÇÕES DO NEGRO EM O CABELO DE LELÊ

da Silva Cordeiro, Maisa Barbosa
Fonte: DLCV - Língua, Linguística & Literatura Publicador: DLCV - Língua, Linguística & Literatura
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.87%
A literatura infantojuvenil, com a perspectiva de atender à necessidade da construção de uma sociedade multicultural, vem reformulando o modo como são representadas as minorias étnicas. Nesse sentido, este artigo tem por objeto a análise da representação da criança negra na literatura destinada aos leitores mirins. Para tanto, parte da obra O cabelo de Lelê (BELÉM, 2007) e busca auscultar, por meio de um estudo verbo-visual da narrativa, o caminho trilhado pela protagonista para conhecer e afirmar sua identidade. Ao saber que a literatura destinada ao público infantojuvenil é escrita por adultos, este trabalho busca discutir, por meio da referida obra, algumas questões centrais: Por meio de quais discursos a personagem busca afirmar sua identidade étnica? Como os textos verbal e visual representam a personagem negra? De que modo o tipo de representação da obra está em consonância com as exigências da construção de uma sociedade multicultural?

CLARICE LISPECTOR TRADUTORA DE LITERATURA INFANTOJUVENIL

Queiroga, Marcílio Garcia
Fonte: Cultura e Tradução Publicador: Cultura e Tradução
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.85%
Ao longo de sua vida Clarice Lispector exerceu inúmeras atividades, entre elas a de tradutora paralelamente à de escritora e jornalista. Embora seja na atualidade uma das escritoras brasileiras mais estudadas, impressiona a escassez de trabalhos acadêmicos acerca de Clarice Lispector como tradutora. Os trabalhos de Gomes (2004), Nolasco (2007), Ferreira (2012) e Miroir (2013), estes mais específicos, fazem parte do reduzido número de pesquisas. Também são relevantes os dados apontados por Marting (1993), Gotlib (1995) e Moser (2012). Os trabalhos traduzidos, um total de mais de quarenta, eram bastante diversificados e entre eles figuram cinco traduções/adaptações de literatura infantojuvenil, sendo uma do francês (“A ilha misteriosa”, Julio Verne) e cinco do inglês (“Viagens de Gulliver” – Jonathan Swift, “Chamado Selvagem” – Jack London, “O retrato de Dorian Gray” – Oscar Wilde, “O talismã” – Walter Scott e “Tom Jones” – Henry Fielding). A tradução de literatura infantojuvenil é reconhecida por Jobe (1996) como atividade exigente e complexa na qual o tradutor se encontra no dilema de produzir traduções literais ou preservar a fluidez do texto, adaptando-o ao contexto de chegada. Klingberg (1986) aponta que em muitos aspectos os problemas de tradução apresentados na literatura para crianças e jovens podem ser os mesmos da literatura feita para adultos. A literatura infantojuvenil pode trazer...