Página 1 dos resultados de 19964 itens digitais encontrados em 0.010 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC

LINGUÍSTICA CONTRASTIVA: ESTUDO BIBLIOMÉTRICO NO CONTRASTE DE PB E ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA NO BRASIL, DE 1988 A 2010; CONTRASTIVE LINGUISTICS: A BIBLIOMETRIC STUDY ON THE CONSTRAST OF BRAZILIAN PORTUGUESE AND SPANISH AS A FOREIGN LANGUAGE IN BRASIL, FROM 1988 TO 2010

Sousa Silva, Ana Patrícia; Universidade Federal de Santa Catarina Mestranda em Linguística – PPGL/UFSC
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por pares"; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.64%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-8420.2011v12nespp1Este trabalho tem por objetivo geral mapear as pesquisas realizadas em Linguística Contrastiva no Brasil que enfatizam o contraste entre o PB e o espanhol, no período de 1988 a 2010. Na realização deste mapeamento, tem-se como objetivos específicos: (i) categorizar as pesquisas nos modelos de análise da Linguística Contrastiva; (ii) identificar as instituições brasileiras onde se desenvolvem essas pesquisas e (iii) enquadrar as pesquisas conforme a abor dagem linguística empregada. Os dados foram obtidos no Banco de Teses da CAPES em novembro de 2011. O critério de busca (sem delimitação de data) usou os seguintes termos combinados: Linguística Contrastiva espanhol; Análise Contrastiva espanhol; Análise de erros espanhol; Interlíngua espanhol; Transfe rência espanhol Interfe rência espanhol e Fossilização espanhol. Encontraram-se 111 referências, e sua maior concentração está nas regiões Sul e Sudeste, que apresentam 27 e 64 pesquisas, respectivamente. No concernente à abordagem empregada nesses estudos, privilegiaram-se os aspectos morfos sintáticos, apresentando-se como tema recorrente o sistema pronominal das duas línguas. Conclui-se que, nas universidades brasileiras...

Variação linguística e ensino de gramática

Görski, Edair Maria; UFSC - Florianópolis - SC; Coelho, Izete Lehmkuhl; UFSC
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por pares"; Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.57%
 http://dx.doi.org/10.5007/1984-8420.2009v10n1p73 O objetivo deste texto é fazer algumas reflexões, a partir de pressupostos sociolinguísticos, sobre certas questões que envolvem variação e mudança linguística, com implicações diretas no ensino da língua. Discutimos os seguintes tópicos: a língua como atividade social e as variedades linguísticas; a questão da norma, do valor social das formas variantes e do preconceito linguístico; e esboçamos algumas sugestões metodológicas para o ensino de gramática, considerando a diversidade linguística e o aprimoramento da competência comunicativa dos alunos. Esses tópicos são abordados tomando como pano de fundo um contraponto entre um ensino gramatical ‘tradicional’ e o papel social da escola, conforme proposto pelos Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa.