Página 1 dos resultados de 371 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Banco de dados geológico-geotécnicos com base em sondagens à percussão e uso de SIG: análise espacial da profundidade do lençol freático e do 'N IND.SPT' para obras de fundação em João Pessoa - PB; Geological-geotechnical Database with SPT sounding data and GIS: spatial analysis of water table level and 'N IND.SPT' values applied to foundation maps in João Pessoa - PB (Brazil)

Soares, Wanessa Cartaxo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
67.33%
Bancos de dados geológico-geotécnicos podem atuar como instrumentos interessantes de auxílio a atividades de planejamento e gestão urbana e ambiental. Entretanto, as informações utilizadas nessas ferramentas nem sempre se encontram disponíveis ou de maneira acessível. Este trabalho aborda a elaboração de um sistema de apoio à decisão em ambiente de SIG (ArcGis 9.1); trata da implementação de um banco de dados geológico-geotécnicos da cidade de João Pessoa - PB, a partir de sondagens à percussão com Standard Penetration Test (SPT). O banco de dados foi projetado para atuar como forma de apoio às ações de planejamento e gestão urbanas do município, assim como importante subsídio ao meio acadêmico e profissional. A pesquisa envolveu etapas preparatórias essenciais para a estruturação do Banco de Dados e para o desenvolvimento de análises e modelagens espaciais, tais como a geração da base topográfica digital da área de estudo, a produção do Modelo Digital do Terreno e a localização e inserção das informações geológicosgeotécnicas obtidas nos perfis das sondagens. Para as modelagens e análises espaciais foram utilizados e comparados métodos de interpolação determinísticos (Topo to Raster) e geoestatísticos (Krigagem Ordinária). As principais variáveis espaciais analisadas foram profundidade do lençol freático (N.A.) e 'N IND.SPT'. Foram gerados mapas do lençol freático e mapas com uso sugerido para fundações em três setores distintos da área de estudo e para diferentes profundidades...

Análise da subirrigação em várzeas tropicais

Farencena, João Carlos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.33%
As Várzeas Tropicais no estado do Tocantins são exploradas intensivamente com duas safras anuais irrigadas: arroz irrigado pelo método de inundação na safra do período chuvoso e diversas culturas de maior valor agregado pelo método da subirrigação na entressafra durante o período de estiagem. Existe uma carência de informações técnicas sobre este bioma e sobre a prática da subirrigação. O trabalho Análise da Subirrigação em Várzeas Tropicais foi realizado com o objetivo de analisar o comportamento deste método de irrigação, através do monitoramento dos níveis de água nos canais e no lençol freático, da produtividade e outros parâmetros complementares. A pesquisa foi realizada na àrea do Projeto Rio Formoso em Formoso do Araguaia – TO durante a entressafra 2009, explorada com a cultura da soja destinada à produção de sementes, local onde esta prática é utilizada constantemente desde o ano de 1981. O acompanhamento da cultura e os resultados obtidos demonstraram que este método de irrigação atendeu parcialmente a demanda hídrica básica da cultura instalada. Nos trinta pontos monitorados, tanto a produtividade como o nível médio do lençol freático apresentaram individualmente grandes variações entre si. Não houve correlação significativa entre a variação do nível do lençol freático com a produtividade...

Desenvolvimento de plantas de sorgo submetidas a diferentes níveis de lençol freático

Tanaka, Adriana Aki
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vi, 54 f.: il. color., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
67.52%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA; A planta de sorgo, apesar de possuir menor valor nutritivo que o milho, tolera mais o déficit de água e o excesso de umidade no solo, assim como situações ambientais muito secas e/ou muito quentes nas quais a produtividade de outros cereais é antieconômica. Possui muitas aptidões, dentre as quais a de forrageiro para silagem e/ou sacarino; forrageiro para cobertura morta e granífero. O objetivo do trabalho foi avaliar o desenvolvimento das plantas de sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) submetidas a diferentes níveis de lençol freático. O presente projeto foi realizado em estufa de vidro, sobre bandejas com reservatórios de água que permitiam a subirrigação e vasos constituídos de tubos de PVC (15 cm de diâmetro) com diferentes alturas simulando diferentes níveis de lençol freático com seis profundidades (0,17m; 0,31m; 0,45m; 0,59m; 0,73m e 0,87m de profundidade; tratamentos T1; T2; T3; T4; T5 e T6 respectivamente) em delineamento inteiramente casualizado. Os parâmetros analisados foram: massa da matéria fresca, seca, altura e diâmetro das plantas; massa da matéria fresca, seca comprimento das panículas; massa da matéria seca das raízes total e particionada em diferentes profundidades (7cm); área foliar; número de folhas; evapotranspiração da cultura (ETc); coeficiente da cultura (Kc) e eficiência do uso da água. A análise estatística dos dados foi feita pela comparação de médias...

Acompanhamento do nível freático e determinação da condutividade híbrica do solo na Fazenda Experimental da Ressacada CCA-UFSC.

Niero, Raphael Zomer
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 50 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.3%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Curso de Agronomia.; No trabalho buscou-se mapear e identificar o comportamento do nível do lençol freático na Fazenda Experimental da Ressacada e também determinar a condutividade hídrica do solo. Através do monitoramento em 16 pontos de observação permanentes instalados na área da fazenda foi possível investigar o nível do lençol freático e inferir sobre possíveis problemas de drenagem em zonas específicas. Os poços instalados durante o trabalho são definitivos e poderão contribuir para diferentes estudos ao longo do tempo na área da fazenda. Todo o trabalho de investigação da água subterrânea e da capacidade de drenagem do solo realizado durante o estágio servirá de auxílio para projetos de melhoria da drenagem, manejo do lençol freático e outros estudos que venham a ser realizados por acadêmicos, professores e pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina na área da Fazenda Experimental da Ressacada.

Composição química e decomposição de resíduos vegetais da Acrocomia aculeata sob condições de lençol freático

Quintana, Luciane Gomes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
47.52%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2013.; O manejo da macaúba para fins energéticos possibilita a adoção de um modelo de produção mais sustentável. A susceptibilidade dos resíduos vegetais à decomposição está associada à sua composição química. O objetivo deste trabalho foi determinar a dinâmica de decomposição de resíduos vegetais de macaúba associado à sua composição química quanto aos teores de nitrogênio, lignina, celulose, hemicelulose, C/N e L/N sob condições de lençol freático alto e baixo, cujas alturas de profundidade variaram de 1,25 a 3,0 metros. Foram coletadas folhas de uma população natural de macaúba, localizada na fazenda Santa Fé, município de São Gabriel - GO e sua secagem realizada em estufa a 65ºC por 72 horas. Em seguida, 20 gramas do material seco foram acondicionados em litter bags e colocados em contato com o solo, nas duas condições de altura do lençol freático. A decomposição de resíduos vegetais da macaúba foi avaliada durante o período de 420 dias. O processo de decomposição dos resíduos vegetais dessa planta foi semelhante nas duas condições de profundidade do lençol freático...

Macro-nutrientes no lençol freático em Floresta Intacta, Floresta de Manejo e Pastagem no norte de Mato Grosso

Andrade,Nara Luisa Reis de; Sanches,Luciana; Pinto Júnior,Osvaldo Borges; Dias,Carlos Alberto Antunes; Nogueira,José de Souza
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
47.33%
A remoção de uma cobertura florestal e sua substituição por outras formas de uso do solo tem sido uma constante no norte do estado de Mato Grosso podendo alterar os ciclos hidrológicos e biogeoquímicos dos ecossistemas. Neste contexto, o presente trabalho visou identificar a variação do fósforo e nitrogênio das águas do lençol freático em áreas de Floresta de Transição madura e intacta (Floresta Intacta), Floresta de Transição Manejada (Floresta Manejada) e Pastagem localizadas no norte de Mato Grosso. Foram realizadas mensalmente medidas do nível do lençol freático, de coletas de amostras de água para análises físico-químicas e medições de precipitação e temperatura do ar, no período de janeiro/2005 a novembro/2006. Verificou-se uma sazonalidade na precipitação e na temperatura do ar. No período de estiagem as águas do lençol freático apresentaram maiores teores de nitrogênio e de fósforo total nas três áreas em estudo. Os maiores valores de nitrogênio e fósforo foram detectados nos ecossistemas florestais (Florestas Intacta e Manejada) como indicativo da função da cobertura vegetal na ciclagem dos nutrientes.

Efeito de três manejos do lençol freático na adaptação fisiomorfológica do feijoeiro (Phaseolus vulgaris, L.) ao encharcamento

Calheiros,R. O.; Cruciani,D. E.; Arruda,F. B.; Queiroz Voltan,R. B.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
47.25%
Estudou-se o efeito de três manejos do lençol freático na indução de adaptações fisiomorfológicas do cultivar Bat 477 de feijão (Phaseolus vulgaris, L.) à hipoxia, com vistas em caracterizar a influência relativa dos principais fatores físicos, químicos e biológicos interferentes. O experimento foi realizado em campo, na ESALQ/USP, Piracicaba (SP), de março a junho de 1999, utilizando-se caixas de cimento amianto de 1.000 L como unidade experimental no delineamento de parcelas inteiramente ao acaso, com quatro tratamentos e cinco repetições. As caixas receberam estrutura própria de manejo e controle do lençol freático. Simulou-se ao máximo um meio físico/condição natural de uma várzea. Após a indução no período vegetativo, a eficiência dos manejos foi testada pela inundação temporária do solo no fim do florescimento/formação de vagens. Houve um efetivo processo de nodulação das raízes, a despeito da condição de alta saturação do solo. As características biométricas de crescimento, embora acusando prejuízo da hipoxia, evidenciaram a utilização pela planta de mecanismos adaptativos morfológicos (raízes adventícias e lenticelas), biológicos (fixação de N) e fisiomorfológicos (resistividade estomática e transpiração). Já as características biométricas de colheita evidenciaram que tanto o manejo do lençol mantido a 15 cm como o de elevação gradativa...

A cultura da manga sob diferentes regimes de profundidades do lençol freático em condições subúmidas

COELHO,EUGÊNIO FERREIRA; OLIVEIRA,FRANCISCO DAS CHAGAS; NASCIMENTO,CARLOS JOSÉ ARAÚJO DO; VASCONCELOS,LÚCIO FLAVO LOPES; ARAÚJO,EUGÊNIO CELSO EMÉRITO
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
47.63%
O conhecimento dos critérios agronômicos de drenagem para a cultura da manga é fundamental na elaboração de sistemas de drenagem para áreas com essa cultura e permite antecipar o seu comportamento sob diferentes níveis de drenagem do solo . O trabalho teve por objetivo avaliar as condições de aeração e umidade do perfil de um solo arenoso (areia franca) sob diferentes regimes de profundidades do lençol freático, para determinação de critérios de drenagem para a cultura da manga, cultivar Keitt. O experimento seguiu um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos (regimes de profundidades do lençol freático às distâncias do dreno de 3,5 m; 10,5 m; 17,5 m e sem presença de lençol freático) e cinco repetições. As profundidades do lençol freático e os teores de água no perfil do solo em cada tratamento foram monitorados durante os períodos chuvosos, em três anos consecutivos (1997-1999). Não houve diferença significativa entre as produtividades da cultura nos tratamentos. As diferenças nas profundidades do lençol freático, nos tratamentos com drenagem, não foram suficientes para diferenciar o estado da água no solo nesses tratamentos. O lençol freático, na profundidade média de 1...

Impacto da lixiviação de nitrato e cloreto no lençol freático sob condições de cultivo irrigado

Andrade,Eunice Maia de; Aquino,Deodato Nascimento de; Crisóstomo,Lindbergue de Araújo; Rodrigues,Joseilson de Oliveira; Lopes,Fernando Bezerra
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
47.33%
Os impactos ambientais provocados pelos fertilizantes nitrogenados, pesticidas e sais presentes nas áreas irrigadas vêm se tornando uma preocupação crescente, uma vez que estes podem se mover no solo desde a zona radicular até atingirem águas subterrâneas. Esta pesquisa teve como objetivo identificar a influência do manejo da irrigação e das chuvas sobre a dinâmica dos íons cloreto e nitrato ao longo dos perfis dos solos, bem como o seu impacto nas águas do lençol freático do Distrito Irrigado do Baixo Acaraú - DIBAU, Ceará. As amostras de solo foram coletadas a cada 50cm de profundidade, da superfície até a zona de saturação do lençol freático (7m) em duas áreas distintas, sendo uma irrigada com a cultura do coco (S1) e a outra uma mata nativa (S2). As amostras dos solos foram realizadas em período de plena atividade da irrigação (nov/06) e ao final da estação chuvosa (mai/07). As medições dos níveis e as coletas de água do lençol freático foram efetuadas, mensalmente, em quatro poços rasos, sendo dois inseridos na área irrigada e dois na área de mata nativa, no período de dez/2003 a nov/2005, nos meses de nov/2006, março e abril/2007. As maiores concentrações de cloreto nos perfis dos solos foram registradas durante a estação chuvosa...

Transporte ascendente da mistura formulada de imazethapyr e imazapic em resposta à profundidade do lençol freático

Bundt,Angela Da Cas; Avila,Luis Antonio de; Pinto,Jesus Juares de Oliveira; Santos,Tiago Torres dos; Agostinetto,Dirceu; Martins,Karen
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
47.33%
Os herbicidas usados na cultura do arroz Clearfield® podem persistir no ambiente e causar danos no arroz não tolerante, cultivado em sucessão. Esse dano pode ser de intensidade variável, dependendo, dentre outros fatores, do movimento ascendente do herbicida para região de absorção do sistema radicular das plantas. O objetivo desta pesquisa foi verificar o efeito da altura do lençol freático no movimento ascendente do herbicida composto pela mistura formulada de imazethapyr e imazapic. Para isso, foram coletados lisímetros de solo com auxílio de tubos de PVC (15x30cm). O herbicida foi aplicado na superfície inferior dos lisímetros, onde foram simulados diferentes profundidades do lençol freático (0, 5, 10, 15 e 25cm da superfície do solo). Os lisímetros permaneceram nessa condição por período de 150 dias, quando foram cortados longitudinalmente, seccionados em porções de 5cm (0-5 a 25-30cm) e realizado bioensaio com a cultivar de arroz não tolerante, IRGA 417. Com os resultados obtidos, foi possível concluir que ocorre movimento ascendente da mistura formulada dos herbicidas imazethapyr e imazapic ao longo do perfil do solo de várzea durante o período da entressafra do arroz irrigado, sendo este maior quando o lençol freático está localizado mais próximo da superfície do solo. O movimento ascendente através da diluição do herbicida na solução do solo ocorre por fluxo de massa através do arraste pela água...

Toposseqüência de solos fertigados com vinhaça: contribuição para a qualidade das águas do lençol freático

Lyra,Marília R.C.C.; Rolim,Mário M.; Silva,José A. A da
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
47.33%
Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade da água do lençol freático de uma área cultivada com cana-de-açúcar que, ao longo do tempo, vem sendo fertirrigada com vinhaça. Para isto, trincheiras foram abertas para identificação e caracterização das classes de solos. O dispositivo experimental foi composto por uma malha referenciada de 19 poços de monitoramento, distribuídos em 12 ha, constituídos por duas áreas cultivadas. Os poços de monitoramento foram localizados em 6 transectos paralelos, dois dos quais na primeira área e os outros na seguinte, distanciados 100 m. Foram realizadas 3 coletas para avaliação da qualidade da água do lençol freático através da determinação da DQO, DBO5, CE e SDT, além da análise físico-química da vinhaça fertirrigada. A análise estatística dos dados da DQO indicou que não ocorreram mudanças significativas para os solos (tratamentos), tempos e interação entre eles no período das três coletas. Com relação à DBO5, ocorreram diferenças significativas unicamente para o tempo. Para CE e STD constataram-se diferenças significativas entre os tratamentos e na interação com os tempos. DQO, DBO5, CE e SDT da vinhaça "in natura" após passagem pelo perfil do solo...

Efeito da Profundidade do Lencol Freatico nas Culturas de Soja, de Milho e de Arroz.

ANDRADE, L.M. de; REIS, A.E.G. dos
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.27, n.6, p.923-933, jun.1992 Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.27, n.6, p.923-933, jun.1992
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.38%
Foi conduzido, em solo Gley Húmico, um estudo para avaliar a influencia de diferentes profundidades do lencol freatico na producao das culturas de soja, milho e arroz, e, assim, estabelecer o nivel freatico ótimo para obtencao de melhores produtividades. O experimento foi locado entre dois drenos com espaços, entre si, de 15 m, com o dreno superior cheio de agua servindo como fonte de recarga, e o dreno inferior mantido vazio, estabelecendo-se assim um gradiente na linha freatica, o qual foi associado à resposta das culturas. Os maiores rendimentos de milho foram obtidos onde o lençol freatico se manteve entre 60 e 70 cm de profundidade. Nao houve resposta do rendimento de grãos de soja e arroz as outras profundidades do lençol freatico.; 1992

Comportamento da cultura do milho sob diferentes profundidades do lencol freatico em varzea.

COELHO, E.F.; PEREIRA, P.M.; CAIXETA, T.J.; VIANA, M.C.M.; MAIA, A.H.N.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, v. 27, n. 6, p. 881-891, 1992. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, v. 27, n. 6, p. 881-891, 1992.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.24%
O estudo visou estabelecer, para solos argilosos de varzeas, um adequado manejo do lencol freatico sob condicoes de subirrigacao, visando maior produtividade de espigas comerciais de milho verde (Zea mays L.). Instalou-se um sistema de drenagem-subirrigacao composto de cinco faixas de solo correspondendo, respectivamente, a cinco profundidades estaticas do lencol freatico. Sobre um mesmo nivel freatico inslataram-se dez pacelas experimentais contendo a cultivar AG 162, e em outras dez, a cultivar BR 106. Mediram-se, periodicamente, umidade e espaco aereo, altura e area foliar da planta. Na fase de milho verde foram determinadas o peso de espigas comerciais e de espigas refugo. a maior produtividade estimada das cultivares AG 162 e BR 106 ocorreu para o lencolfreatico mantido a 0,53m e 0,60 m de profundidade, respectivamente, durante todo o ciclo da cultura.; 1992

Perfil florístico e distribuição das espécies vegetais, em relação ao gradiente de umidade do solo, em seis veredas no Triângulo Mineiro; Floristic profile and vegetation distribution in response to soil moistness in six palm swamps of Triângulo Mineiro

Oliveira, Geraldo Célio de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
47.3%
O estudo buscou realizar um levantamento florístico, determinar a profundidade do lençol freático e a textura dos solos em um trecho de seis veredas em Uberlândia e Uberaba, para analisar a distribuição da vegetação em função do gradiente de umidade do solo. Três dessas veredas (V1,V2 e V3) estão localizadas em superfície geomorfológica de 800 a 824m, em sedimento de textura média a arenosa. As demais (V4, V5 e V6) encontram-se em áreas com altitude entre 922 a 940m em superfície de textura muito argilosa. A área estudada, em cada vereda, foi de 100 m ao longo da vertente (direita e esquerda) pela largura da vereda. Nesse local foi realizado um levantamento florístico, de janeiro de 2002 a janeiro de 2003 em caminhadas aleatórias e em trilhas pré-determinadas. A profundidade do lençol freático foi determinada, ao longo de um ano, em três transecções, com pontos de amostragem em cada zona da vereda (borda, meio e fundo), no mesmo local onde foi amostrada a vegetação. Para determinar a textura, o solo foi coletado na profundidade de 0 a 20 cm em cada uma das zonas da vereda. No levantamento florístico foram amostradas 435 espécies, distribuídas em 197 gêneros e 62 famílias. Nas veredas V1, V2 e V3 amostrou-se 322 e nas veredas V4...

A contribuição dos solos originados sobre granitos e rochas alcalinas na condutividade hidráulica, na recarga do lençol freático e na suscetibilidade erosiva: um estudo de caso na alta bacia hidrográfica do rio dos bois em Iporá-Go

Sousa, Flávio Alves de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
47.24%
Fez parte do estudo, a análise dos solos nos quesitos textura, densidade, porosidade e resistência do solo à penetração, pois estas propriedades dos solos interferem na capacidade de infiltração e suscetibilidade erosiva. O estudo avaliou a variação do lençol freático utilizando-se de dois poços de monitoramento. Outros itens foram avaliados e analisados, como o Balanço Hídrico Climatológico, que necessitou de dados de precipitação e temperatura dos anos decorridos na pesquisa, ou seja, 2010 a 2012; avaliação da erodibilidade dos solos através da Equação Universal de Perda de Solos por Erosão Laminar (USLE); avaliação e análise de fatores morfométricos da bacia. Outros parâmetros físicos acessórios foram realizados como forma de integração e compreensão da dinâmica da água na bacia, entre eles, as classes de declividades presentes na área, o tipo de relevo, o uso e ocupação das terras. A bacia hidrográfica utilizada neste estudo tem uma área de 10 km2 e está situada na região norte do município de Iporá, na divisa com o município de Diorama, na região oeste do estado de Goiás. Predomina na bacia o relevo suave ondulado, a declividade predominante está entre 0 e 6%. A perda de solos por erosão é inferior a 2 ton.ha.ano na maior parte da bacia. As chuvas são concentradas entre os meses de setembro a março...

Indicadores de campo para solos hidromórficos na região de Viçosa (MG)

Campos,C. E. B.; Lani,J. L.; Resende,M.; Rezende,S. B.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
47.44%
Indicadores locais são úteis para a identificação de ambientes. Na região de Viçosa, embora os solos encharcados ocorram sob vegetação de taboa (Thypha dominguensis), Gleissolos, de coloração típica acinzentada, são incomuns. A maioria dos solos com lençol freático alto é coberta pela taboa e as características gleizadas do solo são pouco pronunciadas, especialmente nos solos com mais altos teores de ferro. Não há clara conexão entre altura do lençol freático e deficiência de oxigênio. Como as relações entre altura do lençol freático, deficiência de oxigênio e cor do solo não são claras o bastante, hipotetizou-se que outros indicadores para as condições de redução poderiam ser encontrados nesses ambientes. Neste propósito, caracterizou-se o solo e trabalhou-se na sua relação com a vegetação. Estudaram-se os solos com várias intensidades de condições de drenagem em três áreas: Cajuri (Área 1), Viçosa (Área 2) e Coimbra (Área 3), todas pertencentes ao Planalto de Viçosa. Na avaliação das condições de redox dos solos (pH e pE a campo), utilizou-se um medidor digital adaptado a uma sonda de aço. Conquanto importante na identificação de indicadores de ambientes, a caracterização morfológica não se mostrou precisa o bastante para evidenciar o que os solos encharcados têm mais em comum: a deficiência de oxigênio por longos períodos. A cor...

Resultados preliminares do monitoramento em regime de alta frequência de um sangradouro na praia do Cassino, Brasil – gênese e extinção

Serpa, Christian Garcia; Fontoura, Jose Antonio Scotti; Calliari, Lauro Julio; Albuquerque, Miguel da Guia; Baldez, Anderson Lena
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
47.33%
Os sangradouros são cursos d’água fundamentais para a drenagem da água acumulada na região de pós-dunas, que abastecem a zona de espraiamento com sedimentos arenosos. O trabalho em questão analisa a influência dos fatores climáticos, hidrogeológicos e sedimentares no rompimento do cordão de dunas frontais por sangradouros. A metodologia envolveu análise de dados meteorológicos; coletas de sedimentos para análise granulométrica e a elaboração de perfis e malhas superficiais e de nível do lençol freático. Foram obtidos resultados referentes à profundidade do lençol freático, à variação de volume de sedimentos na face da praia e ao mecanismo de abertura e fechamento do sangradouro. Observou-se que o comportamento do lençol freático é diferente no cordão de dunas e na face da praia, e que fluxo do sangradouro foi interrompido pela ação de uma maré meteorológica.; The washouts are water sub-aerial flows essential to the drainage of the excess of water accumulated in the backshore zone that purvey of sediments the surf zone. This research analyzes the influence of the climatology and the hydrologic, geologic and sedimentary factors in the break of the foredunes field by washouts. The methodology involved analyzes of meteorological data; collecting of sedimentary samples to laboratorial tests of the grain size distribution and the elaboration of superficial meshs and side views of the groundwater table. The results obtained were the water table deep...

Relações entre a distribuição das espécies de diferentes estratos e as características do solo de uma floresta aluvial no Estado do Paraná, Brasil

Carvalho,Joema; Marques,Márcia Cristina Mendes; Roderjan,Carlos Vellozo; Barddal,Murilo; Sousa,Silas Garcia Aquino de
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
47.25%
Entre os fatores que influenciam a distribuição de espécies nas comunidades vegetais localizadas em regiões ribeirinhas, as características do solo são consideradas os mais importantes. No presente estudo, foram avaliadas a composição florística, a diversidade e a estrutura de três estratos da vegetação e suas relações com as características do solo em um fragmento de floresta aluvial na bacia do rio Iguaçu, no estado do Paraná. Buscou-se verificar se a estrutura e a diversidade da floresta nos diferentes estratos podem ser explicadas por fatores edáficos e hídricos. Caracterizaram-se os parâmetros estruturais e a composição florística de três estratos da vegetação % de regeneração (20 cm < altura < 1,30 m; 80 sub-parcelas de 1 m×1 m), intermediário (perímetro à altura do peito - PAP < 15 cm, altura > 1,30 m; 20 sub-parcelas de 5 m×5 m) e superior (PAP > 15 cm, 20 parcelas de 10 m×10 m) - e correlacionaram-se as abundâncias das espécies com os parâmetros do solo e do lençol freático de cada parcela. A floresta caracterizou-se por baixa diversidade (H' = 2,36 no estrato de regeneração, 2,49 no estrato no estrato intermediário e 1,59 no estrato superior) e alta similaridade florística entre estratos (índices de similaridade de Sørensen > 0...

Caracterização da vegetação de restinga da RPPN de Maracaípe, PE, Brasil, com base na fisionomia, flora, nutrientes do solo e lençol freático

Almeida Jr.,Eduardo Bezerra de; Olivo,Murielle Andreo; Araújo,Elcida de Lima; Zickel,Carmen Silvia
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
47.33%
O objetivo deste estudo foi realizar o levantamento florístico e descrever as fisionomias, relacionando-as com as formas de vida, fertilidade do solo e variações do lençol freático encontradas na restinga de Maracaípe. A área possui 76,2 ha de vegetação de restinga, sob as coordenadas 08º31'48"S e 35º01'05"W. Possui clima do tipo As' e solo classificado como Neossolo Quartzarênico. Foram feitas caminhadas aleatórias nas três fisionomias existentes - floresta, campo não inundável e campo inundável, durante o período de julho/2003 a julho/2005, para coleta de material botânico. A lista florística foi comparada a outras listas de restinga da região Nordeste. Foram inventariadas 187 espécies, 148 gêneros, distribuídas em 71 famílias. Entre as famílias mais representativas, destacam-se: Poaceae (13 espécies), Cyperaceae (12), Myrtaceae (10), Orchidaceae (9), Rubiaceae (8), Bromeliaceae e Fabaceae (7). A forma de vida "fanerófito" foi elevada na fisionomia florestal e as formas "caméfito", "terófito" e "criptófito", nas fisionomias campo inundável e não inundável. Os solos das fisionomias diferiram quanto à composição química e só ocorreu afloramento do lençol freático na fisionomia campo inundável. Este estudo permitiu concluir que a proporção de formas de vida...

CARACTERIZAÇÃO DA VARIAÇÃO DO LENÇOL FREÁTICO NAS ÁREAS DE MINERAÇÃO DE "XISTO" (FOLHELHO PIROBETUMINOSO) EM SÃO MATEUS DO SUL-PR

FERNANDES, ALDO MAFFEI PIETRO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2004 POR
Relevância na Pesquisa
47.52%
O estudo objetivou, principalmente, definir a abrangência do impacto exercido pela mineração do folhelho pirobetuminoso ou "xisto", no rebaixamento do lençol freático em terrenos naturais, na área da PETROBRÁS-SIX, em São Mateus do Sul, Estado do Paraná. Foram também analisadas as alterações que ocorrem no quimismo da água e a nova posição do nível do lençol freático nos terrenos reabilitados, após a mineração. A lavra é efetuada a céu aberto, ocorrendo portanto uma drástica alteração na paisagem local, onde a cava atinge cerca de 30 metros de profundidade. A jazida do minério apresenta duas camadas distintas de folhelho, separadas por uma camada intermediária considerada estéril. Denominadas de camada superior e camada inferior, as duas apresentam, respectivamente, espessuras médias de 6 e 3 metros e teores de óleo de 6 a 8% e 10 a 12%. Para possibilitar o estudo do lençol freático nos terrenos naturais, ainda não minerados, diversos piezômetros foram implantados. O monitoramento do nível de água nos piezômetros foi realizado diariamente pela PETROBRÁS-SIX, no período de 1995 a 1996, simultaneamente ao avanço e aproximação da mina. Os dados assim obtidos foram fornecidos mensalmente, acompanhados das informações de pluviometria e temperatura. Com estes dados foram elaborados mapas de potenciometria máxima...