Página 1 dos resultados de 21606 itens digitais encontrados em 0.011 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp

O papel do lexico na compreensão em leitura em lingua estrangeira : foco no produto e no processo

Matilde Virginia Ricardi Scaramucci
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/1995 PT
Relevância na Pesquisa
36.75%
Este trabalho visa investigar, na perspectiva de um modelo de leitura interativo, o papel do vocabulário na compreensão em leitura em um contexto de língua estrangeira (LE doravante). Mais especificamente seu objetivo é avaliar a competência lexical em inglês de alguns brasileiros em uma universidade estadual paulista e tentar relacionar essa competência à sua habilidade de leitura de textos gerais em inglês. Embora a literatura saliente a importância dessa contribuição, não há dados conclusivos referentes à natureza dessa relação, principalmente em L.E. A evidência de um possível nivel limiar de competência lexical é investigada, assim como as implicações desse limiar para o processo e o produto da compreensão. Considerando-se a complexidade do processo de leitura, ou seja, um processo em que há a interação de vários componentes, este estudo não poderia deixar de incluir dados sobre outros aspectos, tais como conhecimento prévio ou conceitual, proficiência em leitura em língua materna (LM doravante) e concepções do leitor sobre o processo de leitura. O problema é investigado sob dois focos diferentes, ou seja, de produto e de processo, envolvendo análises de ênfase quantitativa e qualitativa...

Crianças leitoras entre praticas de leitura; Reader children among reading practices

Maria Betanea Platzer
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.78%
O presente trabalho visa a investigar o envolvimento de crianças com a leitura em seu cotidiano por meio de suas práticas e representações. Algumas questões são apresentadas neste estudo: De que forma ocorre o encontro entre objetos de leitura e seus leitores? Movido por quais expectativas, interesses e necessidades dos leitores? Quais modalidades de leitura são praticadas e escolhidas pelas crianças? Em que medida e de que forma a leitura é mediada por outros leitores? Quais apropriações e rituais são mais freqüentes e presentes para essas crianças? Para tanto, apoiamo-nos em pesquisas acadêmicas desenvolvidas no campo da leitura, especialmente sob a perspectiva da História Cultural. Os dados foram coletados por meio de diversos procedimentos metodológicos, dentre eles, questionários distribuídos a aproximadamente 60 crianças entre 10 e 11 anos de idade, residentes no município de Araraquara, interior de São Paulo; desse total, posteriormente, entrevistamos 10 crianças. Diferentes temáticas puderam ser contempladas por meio deste estudo, tais como: impressos que circulam e leituras que se repetem entre as crianças, envolvendo suas finalidades; rituais de leitura; apropriação de diferentes gêneros textuais; relação leitura e tecnologia digital e...

Praticas de leitura na escola

Mirian Hisae Yaegashi Zappone
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.75%
Este trabalho analisa um corpus formado por relatórios produzidos por professores da região Sul-sudeste do Brasil que, motivados por um concurso intitulado Leia Brasil, patrocinado pela Fundação Victor Civita em 1997, descrevem suas aulas de leitura no ensino básico (educação infantil e ensino fundamental) e no ensino médio. Tendo em vista esses relatos, esta pesquisa teve por objetivo inicial descrever as formas de ler na escola brasileira da região sul-sudeste. Para isso, numa primeira parte do trabalho, foram estudadas as principais abordagens de leitura correntes no Brasil, supondo-se que essas pudessem, de algum modo, fundamentar as práticas de leitura relatadas. A análise das atividades de leitura em sala de aula apontou para três modos de leitura: a) um modo de leitura designado na pesquisa como estruturalista, que entende a leitura como decifração e recuperação do sentido do texto; b) um modo de leitura cujo objetivo é patrocinar a interdisciplinaridade; c) modo(s) de leitura que procura(m) recuperar algumas premissas de teorias de leitura com as quais o professor tem contato. A análise dos relatórios aponta, entretanto, para uma sobreposição de influências, de modo que a relação entre teorias de leitura e práticas de leitura parece não ser tão direta. Buscou-se...