Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Avaliação genética de touros usando produção em lactações completas ou parciais projetadas: 1. Estimativa de parâmetros genéticos

Melo,Cláudio Manoel Rodrigues de; Oliveira,Antonio Ilson Gomes de; Martinez,Mário Luiz; Verneque,Rui da Silva; Gonçalves,Tarcisio de Moraes; Freitas,Rilke Tadeu Fonseca de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
77.26%
Para calcular parâmetros genéticos e fenotípicos de lactações completas e parciais projetadas, foram utilizadas 4595 lactações de 2254 vacas, filhas de 145 touros e de 1618 matrizes, distribuídas em 18 rebanhos, com partos observados entre 1980 e 1997. A partir de 91, 151, 211 ou 241 dias de lactação, projetaram-se 10, 30, 50 ou 70% das lactações, para a duração da lactação observada e para 305 dias. Os parâmetros genéticos foram obtidos utilizando o sistema MTDFREML. Independente da característica, incluíram-se no modelo efeitos fixos de rebanho-ano, época de parto e idade da vaca ao parto, com termos linear e quadrático, considerando-se efeitos aleatórios de animal, efeito permanente de ambiente e erro. A estimativa da herdabilidade da produção de leite até 305 dias e o respectivo erro-padrão (P305d) foi de 0,17 (0,047) e das produções estimadas (PE), pela projeção de uma porcentagem das lactações, variaram de 0,17 (0,048) a 0,27 (0,056). As estimativas das correlações genéticas e fenotípicas e os respectivos erros-padrão entre P305d e as PE variaram de 0,94 (0,466) a 1,00 (0,589) e de 0,74 (0,236) a 1,00 (0,194), respectivamente. Concluiu-se que as herdabilidades das produções estimadas pela projeção de 10% das lactações...

Avaliação genética de touros usando produção em lactações completas ou parciais projetadas: 2. correlações e coincidência de ordem no "Rank"

Melo,Cláudio Manoel Rodrigues de; Gonçalves,Tarcisio de Moraes; Martinez,Mário Luiz; Verneque,Rui da Silva; Oliveira,Antonio Ilson Gomes de; Freitas,Rilke Tadeu Fonseca de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
87.25%
Para estudar a viabilidade de se usarem produções de lactações parciais, projetadas, na avaliação do mérito genético de touros, foram utilizadas 4595 lactações de 2254 vacas, filhas de 145 touros e 1618 matrizes, distribuídas em 18 rebanhos, com partos entre 1980 e 1997. A partir de 91, 151, 211 ou 241 dias de lactação, projetaram-se 10, 30, 50 ou 70% das lactações, para a duração da lactação observada e para 305 dias. As estimativas dos parâmetros genéticos foram obtidas pelo sistema MTDFREML. Incluíram-se no modelo, independente da característica, efeitos fixos de rebanho-ano, época de parto e idade da vaca ao parto, com termos linear e quadrático, considerado-se os efeitos aleatórios de animal, efeito permanente de ambiente e erro. As correlações de ordem e valores, estimadas dos resultados da avaliação genética de 145 touros, usando a produção estimada (PE) e P305, variaram de 0,80 a 1,00 (correlações de ordem) e de 0,83 a 1,00 (corelações de valores), respectivamente. O teste de Friedman evidenciou que as avaliações genéticas realizadas utilizando-se as PE foram iguais às realizadas com base na produção de leite até P305. Selecionando-se 5% dos touros de maior PTA, por intermédio dos valores genéticos oriundos das PE...

Avaliação genética de touros usando produção em lactações completas ou parciais projetadas: 3. Confiabilidade e ganhos genéticos

Melo,Cláudio Manoel Rodrigues de; Gonçalves,Tarcisio de Moraes; Martinez,Mário Luiz; Verneque,Rui da Silva; Oliveira,Antonio Ilson Gomes de; Freitas,Rilke Tadeu Fonseca de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
87.32%
Para estudar a viabilidade de se usarem produções em lactações parciais, projetadas, na avaliação do mérito genético de touros, foram utilizadas 4595 lactações de 2254 vacas, filhas de 145 touros de 1618 matrizes, distribuídas em 18 rebanhos, com partos entre 1980 e 1997. A partir de 91, 151, 211 ou 241 dias de lactação, projetaram-se 10, 30, 50 ou 70% das lactações, para a duração da lactação observada e para 305 dias. As estimativas dos parâmetros genéticos foram obtidas pelo sistema MTDFREML. Incluíram-se no modelo, independente da característica, efeitos fixos de rebanho-ano, época de parto e idade da vaca ao parto, com termos linear e quadrático, considerando-se efeitos aleatórios de animal, efeito permanente de ambiente e erro. A média das confiabilidades, obtida por meio das produções estimadas (PE), variou de 0,60 a 0,67, utilizando-se P305 igual a 0,60. O ganho genético anual pela seleção dos touros utilizando as PE foi, em média, 24,27% maior que o ganho genético anual da P305, quando as lactações foram projetadas para a duração da lactação observada, e 25,65% superior, quando as lactações foram projetadas para P305. As confiabilidades obtidas, bem como os ganhos genéticos anuais estimados nas avaliações genéticas...