Página 1 dos resultados de 423 itens digitais encontrados em 0.133 segundos

Parasitoses intestinais de indígenas da comunidade Mapuera (Oriximiná, Estado do Pará, Brasil): elevada prevalência de Blastocystis hominis e encontro de Cryptosporidium sp e Cyclospora cayetanensis; Intestinal parasitosis in Indians of the Mapuera community (Oriximiná, State of Pará, Brazil): high prevalence of Blastocystis hominis and finding of Cryptosporidium sp and Cyclospora cayetanensis

BORGES, Jaila Dias; ALARCÓN, Ruth Semira  Rodríguez; AMATO NETO, Vicente; GAKIYA, Erika
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.85%
Foi avaliada a ocorrência de parasitoses intestinais em indígenas da aldeia Mapuera (Oriximiná, Estado do Pará, Brasil). No contexto de apreciações congêneres, expressa contribuição para adequado conhecimento do assunto, significativo sob o ponto de vista médico-sanitário. O exame parasitológico das fezes, de 83 pessoas, realizado por meio de quatro métodos, pode ser considerado como dotado de razoável amplitude para estabelecer diagnósticos. Ocorreu encontro de cistos de protozoários e de ovos de helmintos de múltiplos tipos, até mesmo em expressivas porcentagens, merecendo destaque a muito freqüente presença de Blastocystis hominis (57,8%), como também o encontro de Cryptosporidium sp (3,6%) e de Cyclospora cayetanensis (10,8%), comentado especificamente. O verificado demonstra que tais índios vivem em ambiente onde prevalecem más condições higiênicas, em especial, facilitador da disseminação de protozoários e helmintos pelo contato com o solo ou ingestão de água e alimentos contaminados.; Occurrences of intestinal parasitosis in Indians of the Mapuera community (Oriximiná, State of Pará, Brazil) were evaluated. Within the context of group assessment, this study makes a contribution towards adequate knowledge of this subject...

Pexe oxemoarai: brincadeiras infantis entre os índios Parakanã; Pexe oxemoarai: children’s play in the Parakanã Indians

Gosso, Yumi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
55.9%
Este trabalho teve como objetivo investigar o lugar da brincadeira nas atividades das crianças indígenas Parakanã e descrevê-las no contexto do modo de vida desses índios. Os índios Parakanã ainda mantêm muitas de suas tradições culturais, tais como, a língua, o preparo da farinha, a pintura corporal, as reuniões diárias (tekatawa) para solução de problemas da aldeia, a caça e os festejos. A população é predominantemente jovem e o espaçamento de nascimentos é de aproximadamente dois anos e meio. Foram observadas 29 crianças indígenas Parakanã (16 F e 13 M), de quatro a 12 anos, da aldeia Paranowaona, sudeste do estado do Pará. O método de observação utilizado foi sujeito focal com sessões de cinco minutos. O número médio de sessões para cada criança foi 11. As crianças foram subdivididas nas classes etárias konomia (quatro a seis anos) e otyaro (sete a doze anos), conforme categoria de idade dos próprios índios. Os resultados indicaram que: a) as crianças passam a maior parte do seu tempo brincando; b) meninas trabalham mais que meninos; c) a brincadeira simbólica e a de construção ocorrem com maior freqüência entre as crianças mais jovens e posteriormente começam a surgir os jogos de regras; d) crianças brincam com companheiros do mesmo sexo e grupo etário; e) as brincadeiras simbólicas são representações muito próximas das atividades dos adultos. De uma maneira geral...

"Dois elos da mesma corrente: uma etnografia da Corrida do Imbu e da Penitência entre os Pankararu" ; TWO LINKS IN THE CHAIN An ethnology of the Imbu Run and the Repentance rituals amongst Pankaruru people

Matta, Priscila
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
55.59%
Este estudo apresenta uma etnografia da Corrida do Imbu e da Penitência entre os Pankararu, rituais realizados em um mesmo período temporal, os meses de “força” do imbu, isto é, a época de sua frutificação, fevereiro e março, e também, o período da Quaresma, no calendário da Igreja Católica. Os Pankararu encontram-se na região do submédio São Francisco, Estado de Pernambuco, e na Grande São Paulo, e estão em processo de migração, desde a década de 1950. A pesquisa foi direcionada à compreensão da relação entre os homens e os “espíritos vivos” e mortos, através da Corrida do Imbu e da Penitência. Os mecanismos de comunicação e os vínculos estabelecidos com o mundo sobrenatural, baseados no sistema de promessas e pedidos, relativos principalmente à cura de doenças, são os elementos cotidianos de mediação dessa relação. Esta etnografia pretende contribuir para o entendimento do sistema ritual de um povo que recebe a qualificação de aculturado e que passou por imperativas relações de contato, intercasamentos com outros grupos e perda da língua materna.; This study is a Pankararu’s “Corrida do Imbu and Penitência” ethnography. “Corrida do Imbu” and Penitência” are rituals that occur at the same period...

Human T-cell lymphotropic virus type II in Guaraní Indians, Southern Brazil; Vírus linfotrópico de células T-humanas do tipo II em Índios Guaraní, Sul do Brasil

Menna-Barreto, Marcio; Bender, Ana Ligia; Bonatto, Sandro Luis; Freitas, Loreta Brandao de; Salzano, Francisco Mauro; Tsuneto, Luiza T.; Petzl-Erler, Maria Luiza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
55.96%
O vírus linfotrópico de células T-humanas do tipo II (HTLV-II) é identificado em muitos grupos de ameríndios. No Brasil, tem sido encontrado em indivíduos da população urbana, bem como em índios oriundos da região Amazônica. Os Índios Guaraní, do Sul do país, foram investigados para infecção por HTLV-I/II. Três indivíduos, oriundos de uma amostra de 52 índios, demonstraram sororeatividade para HTLV-II (ensaio imunoenzimático e Western blot). Este estudo preliminar foi o primeiro a identificar a presença de infecção por HTLV-II em ameríndios do Sul do Brasil.; Human T-cell lymphotropic virus type II (HTLVII) is found in many New World Indian groups on the American continent. In Brazil, HTLV-II has been found among urban residents and Indians in the Amazon region, in the North. Guaraní Indians in the South of Brazil were studied for HTLV-I/II infection. Among 52 individuals, three (5.76%) showed positive anti-HTLV-II antibodies (enzyme-linked immunosorbent assay and Western blot). This preliminary report is the first seroepidemiological study showing HTLV-II infection among Indians in the South of Brazil.

Indios cristãos : a conversão dos gentios na Amazonia portuguesa (1653-1769); Christian indians: the convertion of gentiles in Portuguese Amazonian (1653-1769)

Almir Diniz de Carvalho Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
55.81%
Esta tese tem por objetivo demonstrar como os índios de diversas etnias, inseridos na nova ordem colonial que se instalou na Amazônia portuguesa, foram se incorporando àquele novo mundo como cristãos, entre meados do século XVII e a segunda metade do século XVIII, através do processo de sua evangelização. Busca também perceber como esses personagens reinventaram e rearticularam os padrões religiosos e morais do mundo cristão impostos pelos seus missionários, em particular os jesuítas, na tentativa de imprimir sentido ao seu processo de inserção. Procura ainda demonstrar, através dos fragmentos deixados por seus escritos e depoimentos, e os indícios lidos nas fontes do poder colonial, como estas populações indígenas das aldeias e vilas coloniais articularam um patamar cosmológico comum de forte base tupi, apreendido nas aldeias missionárias através da apropriação da simbologia cristã e dos rituais ancestrais tupinambá, para constituírem espaços culturais e sociais autônomos no interior daquele novo mundo.; This thesis seeks to demonstrate how Indians of diverse ethnic origins became incorporated as Christians within the new colonial order established in the Portuguese Amazon, covering the mid-seventeenth century to the second half of the eighteenth. The author shows how Christian Indians reinvented and rearticulated the religious and moral standards introduced by missionaries...

Prevalence of HTLV-I antibody among two distinct ethnic groups inhabiting the Amazon region of Brazil

Nakauchi,C.M.; Maruyama,Koshi; Kanzaki,L.I.; Linhares,A.C.; Azevedo,V.N.; Fukushima,T.; Miyauchi,M.; Koshikawa,N.; Tamayama,C.; Mochizuki,S.; Kawamura,K.
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1992 EN
Relevância na Pesquisa
55.81%
HTLV-I seroprevalences of 3.63% (02/55), 12.19% (10/82) and 13.88% (10/72) were demonstrated among Tiryio, Mekranoiti and Xicrin Amazonian Indians, respectively, by the Western blotting enzyme assay (WBEI). By indirect immuno electron microscopy (IIEM), 2 Tiriyo, 9 Mekranoiti and 6 Xicrin Amerindians were reactive. Of 44 serum samples from Japanese immigrants, none reacted by any of the techniques before mentioned. One, 8 and 6 serum samples from Tiryio, Mekranoiti and Xicrin Indians, respectively, were both WBEI and IIEM positive. Our results strongly suggest that HTLV-I and/or an HTLV-I antigenic variant circulate (s) among populations living in the Amazon region of Brazil.

Prevalence of antibodies against hepatitis A virus among the Kuikuro and Kaiabi Indians of Xingu National Park, Brazil

Lafer,Manuel Mindlin; Moraes-Pinto,Maria Isabel de; Weckx,Lily Yin
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 EN
Relevância na Pesquisa
55.85%
A seroprevalence study to detect total antibodies against Hepatitis A Virus was done with 220 samples from 589 Native Indians from Xingu National Park, Brazil, in five Kaiabi and Kuikuro villages, the most populous ethnic groups. Using a commercial immunoassay kit we detected 97.7% positive samples (95% Confidence Interval: 95%-99%). We noticed a precocious seroconversion, before the age of six years, when the disease is usually asymptomatic. These results are similar to those found in the literature in non-Indian population studies of the Northern, Northeastern and West Central regions of Brazil. They suggest that it is not necessary to introduce vaccination against Hepatitis A in these highly endemic populations.

Decapod crustaceans used as food by the Yanomami Indians of the Balawa-ú village, State of Amazonas, Brazil

Magalhães,Célio; Barbosa,Ulysses C.; Py-Daniel,Victor
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 EN
Relevância na Pesquisa
55.89%
The Yanomami are a group of South American Indians that live in the rainforest along the borderlands of Brazil and Venezuela. They depend on hunting, gardening and wild food for survival; crustaceans are a highly prized food item in their diet. Taxonomical and ethnozoological aspects of the Yanomami Indians of the Balawa-ú village, state of Amazonas, Brazil, related to the crustaceans are described. Information and specimens were obtained from August to December, 2003. Interviews were conducted with residents of the village and focused on questions about species exploited, indigenous names, modes of capture and use of the species. One shrimp species of the family Palaemonidae (Macrobrachium brasiliense) and two crab species of Trichodactylidae (Sylviocarcinus pictus, Valdivia serrata) as well as two of Pseudothelphusidae (Fredius fittkaui, F. platyacanthus) were recorded. The indigenous names applied to these species are: shuhu, for shrimp, oko and peimatherimi for each of the two pseudothelphusid crabs, and hesiki tôtôrema for both trichodactylid crabs.

Epidemiological aspects of retrovirus (HTLV) infection among Indian populations in the Amazon Region of Brazil

Ishak,Ricardo; Vallinoto,Antonio Carlos Rosário; Azevedo,Vânia Nakauth; Ishak,Marluísa de Oliveira Guimarães
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 EN
Relevância na Pesquisa
55.77%
HTLV was initially described in association with a form of leukemia in Japan and a neurological disease in the Caribbean. It was soon shown that HTLV-II was endemic among Amerindians and particularly among Brazilian Indians. The Amazon Region of Brazil is presently the largest endemic area for this virus and has allowed several studies concerning virus biology, the search for overt disease, epidemiological data including detailed demographic data on infected individuals, clear-cut geographic distribution, definition of modes of transmission and maintenance within small, epidemiologically-closed groups, and advances in laboratory diagnosis of the infection. A new molecular subtype named HTLV-IIc was further described on the basis of genome sequencing and phylogenetic analysis. This subtype is present in other areas of Brazil, indicating that the virus is additionally both a valuable marker for tracing past human migration routes in the Americas and a probable marker for social habits of the present human population. HIV, the other human retrovirus, is still not prevalent among indigenous communities in the Brazilian Amazon, but these groups are also easy targets for the virus.

Human T-cell lymphotropic virus type II in Guaraní Indians, Southern Brazil

Menna-Barreto,Marcio; Bender,Ana Ligia; Bonatto,Sandro L.; Freitas,Loreta B.; Salzano,Francisco M.; Tsuneto,Luiza T.; Petzl-Erler,Maria Luiza
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 EN
Relevância na Pesquisa
55.96%
Human T-cell lymphotropic virus type II (HTLV-II) is found in many New World Indian groups on the American continent. In Brazil, HTLV-II has been found among urban residents and Indians in the Amazon region, in the North. Guaraní Indians in the South of Brazil were studied for HTLV-I/II infection. Among 52 individuals, three (5.76%) showed positive anti-HTLV-II antibodies (enzyme-linked immunosorbent assay and Western blot). This preliminary report is the first seroepidemiological study showing HTLV-II infection among Indians in the South of Brazil.

Demography and health of the Xavante Indians of Central Brazil

Souza,Luciene Guimarães de; Santos,Ricardo Ventura; Pagliaro,Heloisa; Carvalho,Marilia Sá; Flowers,Nancy May; Coimbra Jr.,Carlos E. A.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 EN
Relevância na Pesquisa
55.81%
This study investigates the demographic and health behavior of the Xavante Indians of Mato Grosso State, Central Brazil. Data covering the period 1999 to 2004 was collected using information from household censuses and vital statistics. In addition to standard demographic analyses, survival analysis was carried out. Results show a young age structure, derived from a combination of high fertility rates (7.7 live births per woman) and declining mortality. Mortality rates, especially infant mortality (97 per thousand), remain very high, surpassing regional and national rates. Natural increase is the main contributing factor to population growth. The annual population growth rate is 4.4%. Results suggest that recent declines in mortality and fertility may be related to transformations in the implementation of basic health care services and internal diversity, the latter of which seems to be associated with local history and sociocultural determinants.

Perfil demográfico e estimativas de paridade dos Guarani nas regiões Sul e Sudeste do Brasil; Demographic profile and parity estimation of Guarani in South and Southeast regions of Brazil

Sofia Pereira Madeira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
65.87%
Os povos indígenas no Brasil e na América Latina estão em processo de crescimento populacional, apesar das previsões pessimistas que apontavam seu desaparecimento. Nas últimas décadas, a população indígena brasileira tem crescido, em média, 3,5% ao ano, mais que o dobro da média nacional, o que se deve ao regime de elevada fecundidade e moderada mortalidade. Os povos guarani também vivenciam esse processo de "recuperação demográfica", entre os quais é possível observar uma estrutura sócio-cultural que sustenta um comportamento reprodutivo específico, tendo em vista que estes povos têm como base de sua organização social, econômica e política a formação de famílias extensas, isto é, grupos macro familiares que detêm formas de organização da ocupação sócio-espacial no interior dos territórios (tekoha) segundo relações de parentesco e afinidade. A constituição de uma prole numerosa configura um regime de alta fecundidade, fator preponderante na manutenção cultural e numérica dos povos guarani, o que nos levou a investigar os fatores sociocosmológicos, culturais e históricos explicativos deste perfil - em diálogo com uma importante bibliografia. Assim, a fim de conhecer a relação entre a dinâmica populacional e a cultura guarani...

A ousadia dos índios : a ação política no aldeamento de Barueri (séc. XVIII); Aldacious indians : political action iin Barueri village during the eighteenth century

Daniel Moretto Martini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
55.92%
Esta dissertação de mestrado tem como objetivo principal a investigação da aldeia de Barueri ao longo do século XVIII. Baseando-se em pesquisas recentes, a intenção é entender como os índios dessa aldeia se inseriram dentro da sociedade colonial e como transformaram a identidade de índios aldeados em uma forma de lutar pelos direitos que essa condição supostamente lhes garantia. Para fazer isso esses índios tiveram que se inserir no jogo político da capitania de São Paulo e lidar com os problemas e conflitos entre as diversas autoridades que tinham interesses sobre o trabalho deles. Através dessa interação os índios conseguiram garantir formas particulares de ocupar as terras da aldeia e possibilidades de negar serviços que lhes eram ordenados. Essa situação começou a se transformar com o Diretório dos Índios que passou a exigir uma mudança territorial e, consequentemente, uma mudança de comportamento dos índios. Por fim, buscamos mostrar que existia uma população ativa e que formava famílias dentro da aldeia de Barueri, o que contradiz a bibliografia que vê esse lugar como decadente e despovoado ao longo do século XVIII.; This thesis focuses on the Indian settlement of Barueri, Captaincy of São Paulo...

Dental caries experience in Indians of the Upper Xingu, Brazil

RIGONATTO,Deborah Denise Leal; ANTUNES,José Leopoldo Ferreira; FRAZÃO,Paulo
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 EN
Relevância na Pesquisa
65.92%
The present study describes the experience of dental caries in Indians communities of the Xingu, in order to supply parameters for further analysis of trends of the disease in Indians. We performed oral health examination in 288 Indians from four communities (Yawalapiti, Aweti, Mehinaku and Kamaiura) living in the southern part of the Xingu National Park, using international criteria defined by the World Health Organization. The outcome measures were the DMFT and dmft scores, and the care index. Indians of the Upper Xingu presented high levels of caries, in all age groups. The average DMFT for 11 to 13-year-old children - 5.93 - was lower than the index measured in 1993 for 12-year-old schoolchildren in nearby cities - 8.23 -, whose United Nations' human development index ranked medium. However, Indians presented a much lower care index, per age group, than these cities, and a high ratio of missing teeth for persons above 20 years old. These observations indicate low incorporation of dental care services. The irregularity of the services programmed for these communities, and the changing dietary and cultural patterns, mainly derived from their contact with the non-indigenous population of Brazil, reinforce the pressing need for health promotion initiatives aimed at these groups.

Prevalência do anticorpo HTLV-I em dois grupos étnicos distintos habitando a região da Amazônia Brasileira; Prevalence of HTLV-I antibody among two distinct ethnic groups inhabiting the Amazon region of Brazil

Nakauchi, C.M.; Maruyama, Koshi; Kanzaki, L.I.; Linhares, A.C.; Azevedo, V.N.; Fukushima, T.; Miyauchi, M.; Koshikawa, N.; Tamayama, C.; Mochizuki, S.; Kawamura, K.
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1992 ENG
Relevância na Pesquisa
55.81%
Soroprevalências para HTLV-I de 3,63% (02/55), 12,9% (10/82) e 13,88% (10/72) foram demonstradas entre os Tiryió, Mekranoiti e Xicrin, respectivamente - indígenas habitantes da Amazônia -, utilizando-se a técnica de "Western Blot" (WBEI). Por outro lado, a imunomicroscopia eletrônica indireta (IIME) revelou como positivos 2 Tiryió, 9 Mekranoiti e 6 Xicrins. Das 44 amostras de soro oriundas de migrantes japoneses, nenhuma resultou positiva pelas duas técnicas antes mencionadas. Foram reativos por ambos os métodos, 1, 8 e 6 amostras dos índios Tiryió, Mekranoiti e Xicrin, respectivamente. Nossos resultados representam uma forte evidência de que o HTV-I e/ou variante(s) antigenicamente similar(es) circula(m) entre populações que habitam a região amazônica do Brasil.; HTLV-I seroprevalences of 3.63% (02/55), 12.19% (10/82) and 13.88% (10/72) were demonstrated among Tiryio, Mekranoiti and Xicrin Amazonian Indians, respectively, by the Western blotting enzyme assay (WBEI). By indirect immuno electron microscopy (IIEM), 2 Tiriyo, 9 Mekranoiti and 6 Xicrin Amerindians were reactive. Of 44 serum samples from Japanese immigrants, none reacted by any of the techniques before mentioned. One, 8 and 6 serum samples from Tiryio, Mekranoiti and Xicrin Indians...

Experiência de cárie dentária em índios do Alto Xingu, Brasil; Dental caries experience in Indians of the Upper Xingu, Brazil

RIGONATTO, Deborah Denise Leal; ANTUNES, José Leopoldo Ferreira; FRAZÃO, Paulo
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2001 ENG
Relevância na Pesquisa
65.92%
O presente estudo descreve a experiência de cárie dentária em índios do Xingu, visando prover parâmetros para a análise de tendências da doença em comunidades indígenas. Foi efetuado exame bucal em 288 índios de quatro comunidades (Yawalapiti, Aweti, Mehinaku e Kamaiura) situadas na porção sul do Parque Nacional do Xingu, segundo critérios internacionais definidos pela Organização Mundial da Saúde. As medidas utilizadas foram o CPO-D, ceo-d, e o índice de cuidado. Os índios do Alto Xingu apresentaram elevados níveis de cáries, em todos os grupos etários. O CPO-D médio para crianças de 11-13 anos de idade - 5,93 - foi inferior ao índice medido em 1993 para escolares de 12 anos em cidades vizinhas - 8,23 -, cujo índice de desenvolvimento humano medido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento foi classificado como médio. Os índios, no entanto, apresentaram índice de cuidado muito inferior, por grupo etário, que estas cidades, e uma elevada proporção de dentes perdidos para pessoas acima de 20 anos. Estas observações indicam baixa incorporação de serviços odontológicos. A irregularidade dos serviços programados para estas comunidades, assim como alterações em seus padrões alimentares e culturais...

Prevalência de anticorpos contra o vírus da hepatite A entre os índios Kuikuro e Kaiabi do Parque Indígena do Xingu, Brasil; Prevalence of antibodies against hepatitis A virus among the Kuikuro and Kaiabi Indians of Xingu National Park, Brazil

Lafer, Manuel Mindlin; Moraes-Pinto, Maria Isabel de; Weckx, Lily Yin
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
55.85%
Um estudo de soroprevalência para detectar anticorpos totais contra o Vírus da Hepatite A foi realizado com 220 amostras obtidas de 589 indivíduos de cinco aldeias indígenas das tribos Kaiabi e Kuikuro, as mais populosas do Parque Nacional do Xingu, Brasil. Utilisando um kit comercial de ensaio imunoenzimático, detectamos 97,7% amostras positivas (Intervalo de Confiança de 95%: 95%-99%), com uma soroconversão precoce, antes dos seis anos de idade, quando a doença costuma ser assintomática. Estes resultados são semelhantes aos resultados encontrados na literatura em estudos com populações não-indígenas das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil, e sugere que não há necessidade de introdução de vacinação contra Hepatite A nestas populações de alta endemicidade.; A seroprevalence study to detect total antibodies against Hepatitis A Virus was done with 220 samples from 589 Native Indians from Xingu National Park, Brazil, in five Kaiabi and Kuikuro villages, the most populous ethnic groups. Using a commercial immunoassay kit we detected 97.7% positive samples (95% Confidence Interval: 95%-99%). We noticed a precocious seroconversion, before the age of six years, when the disease is usually asymptomatic. These results are similar to those found in the literature in non-Indian population studies of the Northern...

Epidemiological aspects of retrovirus (HTLV) infection among Indian populations in the Amazon Region of Brazil

Ishak,Ricardo; Vallinoto,Antonio Carlos Rosário; Azevedo,Vânia Nakauth; Ishak,Marluísa de Oliveira Guimarães
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 EN
Relevância na Pesquisa
55.77%
HTLV was initially described in association with a form of leukemia in Japan and a neurological disease in the Caribbean. It was soon shown that HTLV-II was endemic among Amerindians and particularly among Brazilian Indians. The Amazon Region of Brazil is presently the largest endemic area for this virus and has allowed several studies concerning virus biology, the search for overt disease, epidemiological data including detailed demographic data on infected individuals, clear-cut geographic distribution, definition of modes of transmission and maintenance within small, epidemiologically-closed groups, and advances in laboratory diagnosis of the infection. A new molecular subtype named HTLV-IIc was further described on the basis of genome sequencing and phylogenetic analysis. This subtype is present in other areas of Brazil, indicating that the virus is additionally both a valuable marker for tracing past human migration routes in the Americas and a probable marker for social habits of the present human population. HIV, the other human retrovirus, is still not prevalent among indigenous communities in the Brazilian Amazon, but these groups are also easy targets for the virus.

Demography and health of the Xavante Indians of Central Brazil

Souza,Luciene Guimarães de; Santos,Ricardo Ventura; Pagliaro,Heloisa; Carvalho,Marilia Sá; Flowers,Nancy May; Coimbra Jr.,Carlos E. A.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 EN
Relevância na Pesquisa
55.81%
This study investigates the demographic and health behavior of the Xavante Indians of Mato Grosso State, Central Brazil. Data covering the period 1999 to 2004 was collected using information from household censuses and vital statistics. In addition to standard demographic analyses, survival analysis was carried out. Results show a young age structure, derived from a combination of high fertility rates (7.7 live births per woman) and declining mortality. Mortality rates, especially infant mortality (97 per thousand), remain very high, surpassing regional and national rates. Natural increase is the main contributing factor to population growth. The annual population growth rate is 4.4%. Results suggest that recent declines in mortality and fertility may be related to transformations in the implementation of basic health care services and internal diversity, the latter of which seems to be associated with local history and sociocultural determinants.

Human T-cell lymphotropic virus type II in Guaraní Indians, Southern Brazil

Menna-Barreto,Marcio; Bender,Ana Ligia; Bonatto,Sandro L.; Freitas,Loreta B.; Salzano,Francisco M.; Tsuneto,Luiza T.; Petzl-Erler,Maria Luiza
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 EN
Relevância na Pesquisa
55.96%
Human T-cell lymphotropic virus type II (HTLV-II) is found in many New World Indian groups on the American continent. In Brazil, HTLV-II has been found among urban residents and Indians in the Amazon region, in the North. Guaraní Indians in the South of Brazil were studied for HTLV-I/II infection. Among 52 individuals, three (5.76%) showed positive anti-HTLV-II antibodies (enzyme-linked immunosorbent assay and Western blot). This preliminary report is the first seroepidemiological study showing HTLV-II infection among Indians in the South of Brazil.