Página 1 dos resultados de 3796 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

A dignidade e o início da vida

Hiller, Adalberto
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2005 POR
Relevância na Pesquisa
65.96%
Uma reflexão sobre a questão da dignidade no início da vida, tendo em vista as dificuldades que se põe, diante da tecnologia e do conhecimento médico e biológico e a indefinição de como denominar e como tratar o embrião humano. O que dificulta o reconhecimento da dignidade no início da vida é que o embrião não pode demonstrar a sua relação e não tem consciência do que se passa consigo. No entanto, se alguém pudesse se tornar pessoa adulta, sem que fosse preciso passar pela fase embrionária, poder-se-ia então questionar, o que é “esta substância ainda informe que está a desenvolver-se no ventre materno?” Certo é que a tecnologia e o avanço da ciência não permitem hoje alimentar “tabus” nem a obscurecer ou permitir o descaso sobre o início da vida. Mas, é ela mesma que vem mostrar com mais exactidão a complexidade e a maravilha da concepção humana e a formação, a génese de uma nova vida. O impensável é que por este mesmo conhecimento, lhe tiremos o valor e a dignidade devidas.

Perinatal and early adulthood factors associated with adiposity; Fatores perinatais e da vida adulta jovem associados à adiposidade

Simoes, Vanda Maria Ferreira; Barbieri, Marco Antonio; Silva, Antonio Augusto Moura da; Batista, Rosangela Fernandes Lucena; Britto e Alves, Maria Teresa Seabra Soares de; Cardoso, Viviane Cunha; Veloso, Helma Jane Ferreira; Bettiol, Heloisa
Fonte: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANEIRO Publicador: CADERNOS SAUDE PUBLICA; RIO DE JANEIRO
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
75.78%
We used body mass index (BMI) and waist circumference (WC) as fat indicators to assess whether perinatal and early adulthood factors are associated with adiposity in early adulthood. We hypothesized that risk factors differ between men and women and are also different when WC is used for measuring adiposity as opposed to BMI. We conducted a longitudinal study based on a sample of 2,063 adults from the 1978/1979 Ribeirao Preto birth cohort. Adjustment was performed using four sequential multiple linear regression models stratified by sex. Both perinatal and early adulthood variables influenced adulthood BMI and WC. The associations differed between men and women and depending on the measure of abdominal adiposity (BMI or WC). Living with a partner, for both men and women, and high fat and alcohol intake in men were factors that were consistently associated with higher adulthood BMI and WC levels. The differences observed between sexes may point to different lifestyles of men and women, suggesting that prevention policies should consider gender specific strategies.; Utilizou-se o índice de massa corporal (IMC) e a circunferência de cintura (CC) para avaliar se alguns fatores perinatais e da vida adulta se associam com adiposidade na vida adulta jovem. Trabalhou-se com a hipótese de que os fatores de risco diferem entre homens e mulheres e também são diferentes quando a CC é utilizada como medida de adiposidade em vez do IMC. Realizou-se estudo longitudinal baseado em 2.063 pessoas da coorte de nascimentos de 1978/1979 de Ribeirão Preto...

"Adolescência e vida sexual: análise do início da vida sexual de adolescentes residentes na zona leste do município de São Paulo" ; Adolescence and sexual life: analysis of the sexual initiation among adolescents from the east area of the city of São Paulo

Borges, Ana Luiza Vilela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
76%
Homens e mulheres têm iniciado sua vida sexual, em grande parte, na adolescência e de formas um tanto diferenciadas. As práticas sexuais, nessa fase, têm sido descritas como dinâmicas e em constantes transformações, sendo que seus perfis podem acarretar impacto importante na vida reprodutiva dos adolescentes. Com o intuito de analisar o início da vida sexual de adolescentes, foram realizadas entrevistas domiciliárias com 383 homens e mulheres, não unidos, de 15 a 19 anos de idade, matriculados em uma unidade básica de saúde da família da zona leste do município de São Paulo, correspondendo a uma amostra representativa dos indivíduos deste grupo etário. A análise de regressão logística múltipla identificou como variáveis associadas ao início da vida sexual de adolescentes do sexo masculino a idade, a situação de estudo, a idade materna no primeiro filho, a concordância materna de que adolescentes tenham vida sexual, o fato de que o pai gostaria que seu filho iniciasse a vida sexual independentemente do casamento, o namoro anterior e o namoro atual. Por sua vez, as variáveis associadas ao início da vida sexual entre adolescentes do sexo feminino foram a idade, o tipo de domicílio, o namoro anterior, o namoro atual e a presença de irmão(ã) que tenha vivenciado uma gestação previamente à união. Entre os 164 adolescentes com experiência sexual...

Adolescência e anticoncepção: iniciação sexual e uso de métodos anticoncepcionais em adolescentes da Ilha de Santiago, Cabo Verde - África Ocidental; Adolescence and Contraception: the onset of sexual life and use of contraceptive methods among adolescents of Santiago Island, Cape Verde - West Africa

Tavares, Carlos Mendes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
86.01%
Objetivo: Descrever a iniciação sexual e o uso de métodos anticoncepcionais e estimar fatores associados a estas condutas, em adolescentes de 13 a 17 anos de idade, de escolas da rede pública de ensino secundário da Ilha de Santiago, Cabo Verde. Métodos: Estudo transversal realizado com amostra probabilística e representativa de 768 adolescentes com idade entre 13 e 17 anos, de escolas secundárias públicas da Ilha de Santiago em 2007. A associação foi testada pelo teste de proporção, qui-quadrado de Pearson ou Fisher e regressão logística. Para estimar os fatores associados ao uso de métodos anticoncepcionais e preservativo, foi analisada a sub-amostra de 368 adolescentes sexualmente ativos. O início da vida sexual, o uso de métodos anticoncepcionais e o uso de preservativo foram analisados como desfechos. Foram consideradas variáveis independentes: características sociodemográficas, afetivo-sexuais e comportamentais. Foi utilizada regressão logística para análise simultânea dos fatores, considerando-se nível de significância de 5%. Resultados: Entre os adolescentes do sexo masculino, os fatores associados ao início da vida sexual foram: idade maior que 14 anos, ser católico e consumir bebidas alcoólicas. Entre as adolescentes do sexo feminino...

A fome e a miséria na alimentação: apontamentos para uma crítica da vida cotidiana a partir da Geografia Urbana; The hunger and the misery on food: notes for a critique of everyday life since the urban geography

Ribeiro Júnior, José Raimundo Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
75.75%
Essa pesquisa parte da consideração da importância da alimentação e da fome como objetos de estudos privilegiados para a realização de uma crítica da vida cotidiana. Em seguida, considera a contribuição de Josué de Castro (geógrafo reconhecido por seus estudos sobre a fome) para esse tema, em uma tentativa de apontar tanto para as conquistas, como para os limites de sua obra. Nesse caminho, coloca a importância de considerar o papel da alimentação na reprodução social capitalista a partir de uma interpretação que considere a crítica da economia política. Além disso, há uma tentativa de se avançar na compreensão do papel do espaço (e de sua produção) para o entendimento dos processos de deterioração da alimentação que levam à miséria na alimentação e à fome. De início, considera uma discussão baseada nas escalas geográficas, para em seguida se aprofundar em um estudo do urbano apoiado na obra de Henri Lefebvre. Destaca-se também o papel dos trabalhos de campo para o entendimento da fome a partir de recortes espaciais realizados na metrópole de São Paulo.; This research starts with the consideration of the importance of food and hunger to realize a critique of everyday life. Then it considers the contribution from Josué de Castro (a geographer known for his studies about the hunger) to this theme...

O conceito de "pessoa humana" no âmbito da bioética brasileira; The human person concept within Brazilian bioethics

Lucato, Maria Carolina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
86.07%
A bioética é uma ciência que surgiu no início da década de 1970 nos Estados Unidos, com objetivo de criar uma ponte entre a ciência biológica e a área dos valores. No Brasil, a bioética chega, efetivamente, em 1995, a partir da fundação da Sociedade Brasileira de Bioética e da promulgação da Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Saúde, que regulamenta a pesquisa com seres humanos no país. A bioética possui vários modelos e dentre eles está o Personalismo Ontologicamente Fundado, criado por Elio Sgreccia. Esta linha de pensamento se funda na pessoa humana, ou seja, a pessoa deve ser o critério de avaliação frente a um dilema bioético. Toda pessoa humana é unitotalidade, dotada de uma dignidade. Ela é formada pelas dimensões física, psíquica, social, moral e espiritual. Este modelo considera que toda vida humana tem início com a fecundação e fim com a morte natural. Mas este conceito de pessoa humana não é o único no âmbito da bioética. Por isso, no presente trabalho, se pretendeu através da hermenêutica de Gadamer, identificar o conceito de pessoa humana utilizado no Brasil. Foram recolhidas 63 referências no site da Bireme através de palavras-chave identificadas na revisão da literatura. Destas referências...

Direitos e valores fundamentais no início da vida humana

Silva, Ernestina Maria; Silva, Daniel Marques da
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/2004 POR
Relevância na Pesquisa
75.94%
Com o aumento dos conhecimentos sobre a vida intra-uterina, ao permitir visualizar, avaliar e intervir durante esse tempo da vida humana, hoje é possível uma melhor protecção dos direitos humanos desde o seu início. Reconhecem-se hoje os direitos da criança desde o período germinal, período embrionário e fetal. Vivemos também um período de crescimento de toda uma cultura que valoriza a relação mãe/filho desde o início da gestação. Aparentemente, os resultados do progresso dos conhecimentos e da tecnologia seriam para defender a vida humana de agressões lesivas da sua própria humanidade. Porém, na realidade, o conhecimento antecipado de que ele sofre de doenças graves ou que corre riscos de nascer prematuro permitirá algumas vezes a sua cura ou encaminhamento da mãe para centros diferenciados, mas noutros casos permitirá reconhecer a sua inviabilidade ou que possui uma deficiência definitiva e irremediável que poderá provocar sentimentos de ambivalência nos pais sendo angustiante a decisão de abortar ou não. Entendemos que os pais, por vezes, enfrentam dilemas éticos de difícil resolução e que no uso da sua autonomia e após ter sido fornecido o consentimento informado...

Início da vida sexual na adolescência e relações de gênero: um estudo transversal em São Paulo, Brasil, 2002

Borges,Ana Luiza Vilela; Schor,Néia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
65.92%
Trata-se de estudo transversal com o objetivo de identificar os diferenciais de gênero presentes no início da vida sexual de adolescentes. Foram entrevistados 406 adolescentes de 15 a 19 anos de idade inscritos em uma unidade de saúde da família da zona leste do Município de São Paulo, Brasil, entre maio e dezembro de 2002. Quase a metade dos adolescentes já havia iniciado sua vida sexual, em média aos 15 anos de idade, fossem homens ou mulheres. O início da vida sexual ocorreu, em grande parte, de forma não planejada (72,7%) e dentro de casa (86,1%). O uso de um método contraceptivo na primeira relação sexual foi similar entre homens e mulheres (61,0%), entretanto, foi observado um aumento maior na proporção de uso de algum anticonceptivo entre os homens na última relação sexual. Pelo fato de terem iniciado sua vida sexual em relacionamentos estáveis com vínculos afetivo-amorosos, as mulheres mostraram-se mais vulneráveis às DST/AIDS, pois substituíram o preservativo masculino por outros métodos na última relação sexual, enquanto os homens permaneceram utilizando largamente o condom, provavelmente por estarem inseridos em relacionamentos não estáveis.

Desenvolvimento de um sistema de relações historicamente construído: contribuições da comunicação no início da vida

Lyra,Maria C. D. P.
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
75.82%
Este trabalho resume um esforço de integração entre a perspectiva teórica adotada e a metodologia proposta, focalizando o desenvolvimento de comunicação no início da vida. Dois aspectos teóricos são destacados: a dimensão temporal do desenvolvimento e a natureza das relações sócio-culturais que compõem o sistema comunicativo. Algumas implicações metodológicas são consideradas. A comunicação é concebida como um processo histórico e relacional ou dialógico. As trocas comunicativas são entendidas como compondo um sistema de relações que se reorganiza, dando origem a novos padrões de comunicação. A metodologia adotada compreende o registro longitudinal em vídeo das trocas mãe-bebê, face-a-face e mãe-objeto-bebê, durante os oito primeiros meses de vida do bebê, envolvendo o estudo de múltiplos casos. A análise dos dados de duas díades mãe-bebê apresenta momentos de quase-estabilidade e momentos de mudança dos padrões comunicativos, cuja história de transformação particulariza cada uma delas.

Ambiente de desenvolvimento e início da vida reprodutiva em mulheres Brasileiras

Lordelo,Eulina da Rocha; Seidl-de-Moura,Maria Lucia; Vieira,Mauro Luís; Bussab,Vera Sílvia Raad; Oliva,Angela Donato; Tokumaru,Rosana Suemi; Britto,Regina Célia Souza
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
95.92%
Modelos teóricos inspirados na teoria da história de vida têm avaliado padrões de reprodução humanos em países desenvolvidos, com resultados ainda não conclusivos. Em vista das condições de vida na população brasileira, foram investigadas relações entre marcos da carreira reprodutiva feminina, condições ambientais e variáveis psicossociais relacionadas às condições de criação. Foram entrevistadas 606 mulheres em seis estados. Os resultados apóiam a teoria da história de vida, mostrando associações entre condições de vida na infância e início da vida sexual e da reprodução, mas não com a idade da menarca. Sugerimos que diferentes marcadores da vida reprodutiva podem estar sob controle de diferentes fenômenos e que a diversidade de condições da população brasileira oferece contextos alternativos para testar hipóteses.

Desnutrição protéica no início da vida prejudica memória social em ratos adultos

Silva,Viviane Consiglio da; Almeida,Sebastião de Sousa
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
75.78%
OBJETIVO: Avaliar se a desnutrição protéica imposta no início da vida produz prejuízos em um procedimento experimental de memória social em ratos (Rattus norvegicus). MÉTODOS: Os animais receberam dietas isocalóricas contendo 6% ou 16% de proteína do nascimento aos 21 dias, e dieta comercial a partir de 22 dias de idade. O teste de memória social consistiu em, após duas sessões de habituação (7 minutos/sessão), introduzir um animal adulto (100-114 dias de idade) e um outro jovem (30-44 dias de idade) em uma arena de acrílico (90cm x 90cm x 45cm) em duas sessões separadas por intervalos de 30 (experimento 1) ou 15 minutos (experimento 2). O contato social foi definido como investigação (ato de cheirar/inspecionar a região anogenital). A diferença no tempo de contato entre a primeira e a segunda exposição é considerada um índice de memória social. RESULTADOS: Nenhuma diferença devida à dieta foi observada no experimento 1. No experimento 2 houve redução no tempo de contato social dos animais-controle da primeira para a segunda exposição (p<0,05) e não houve alteração nos animais desnutridos. CONCLUSÃO: Esses resultados sugerem que a desnutrição protéica precoce prejudica a memória social de ratos adultos.

O a posteriori transferencial dos traumas do início da vida

André,Jacques
Fonte: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-graduação em Teoria Psicanalítica do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.89%
O a posteriori é uma das únicas noções psicanalíticas que permitem compreender os mecanismos da mudança psíquica. Muitas vezes confundida com uma simples significação de retrospectiva, trata-se, de fato, de noção complexa que envolve a concepção psicanalítica da temporalidade e a teoria do trauma. Em que medida o tratamento psicanalítico, a experiência da transferência, é capaz de pôr em jogo novamente os traumas do início da vida, de produzir sobre estes um efeito de a posteriori, e permitir mudança psíquica em relação às camadas mais primitivas do psiquismo?

Bioética e Início da Vida : alguns desafios

Barchifontaine, Christian de Paul de
Fonte: Idéias e Letras Publicador: Idéias e Letras
Tipo: Livro Formato: 49754 bytes; application/pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.86%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. 34:614.253 B243b; Fundamenta os temas dignidade humana, evolução histórica e abrangência temática da bioética. Mostra questões complexas e polêmicas do início da vida humana, como: questão do crescimento populacional; a reprodução assistida; o genoma humano e a clonagem. Traz uma série de documentos de organizações e organismos internacionais, relacionados às questões debatidas.

Nutrição no início da vida num contexto de transição nutricional : um estudo na região semi-árida de Alagoas.; Early nutrition in a context of nutritional transition : a study in semiarid region of Alagoas.

Vieira, Evla Darc Ferro
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Nutrição; Programa de Pós-Graduação em Nutrição; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Nutrição; Programa de Pós-Graduação em Nutrição; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.95%
Alagoas is the poorest state of Brazil, and the semiarid region of Alagoas is the poorest region of this state. Although the population of the semiarid region is of very low income, the prevalence of childhood malnutrition decreased, while obesity is increasing. These data show that the semiarid region of Alagoas is in nutritional transition. The nutritional transition is the change in socioeconomic structure that led to a change in diet and activity patterns. An important change in socioeconomic and demographic structure occurred in recent years in Alagoas. Changes in the quality of diet and level of physical activity are likely the main determinant factors of the nutritional transition. However, recent evidences suggest that specific patterns of prenatal and postnatal growth are also potential contributors. The objective of this work is to investigate if early nutrition influences the nutritional transition in the semiarid region of Alagoas. For this, two studies were elaborated. The first study was entitled Stunting is associated with wasting in children from the semiarid region of Alagoas and the second was Nutritional state of preschool children in the semiarid region of Alagoas according to breastfeeding exposition . The both searches were sectional study involving a sample of the preschool children living in the semi-arid region of Alagoas. In the first study...

Factors associated with sexual initiation and condom use among adolescents on Santiago Island, Cape Verde, West Africa; Fatores associados ao início da vida sexual e o uso de preservativo entre adolescentes da Ilha de Santiago, Cabo Verde, África Ocidental

TAVARES, Carlos Mendes; SCHOR, Néia; FRANCA JUNIOR, Ivan; DINIZ, Carmen Simone Grilo
Fonte: Rio de Janeiro Publicador: Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
65.96%
Foram analisados fatores associados ao início da vida sexual de adolescentes na Ilha de Santiago, Cabo Verde, segundo sexo. Estudo realizado com amostra probabilística e representativa de 768 adolescentes, age 13-17 anos, de escolas secundárias públicas da Ilha de Santiago em 2007. A associação foi testada pelo teste de proporção, qui-quadrado de Pearson ou Fisher e regressão logística. Nos rapazes, os fatores associados ao início da vida sexual foram: idade maior que 14 anos, ser católico e consumo de bebidas alcoólicas. Para meninas: escolaridade maior que nove anos e ter parceiro afetivo-sexual. Ao contrário de outros contextos da África Subsaariana, foram constatadas taxas elevadas de uso de preservativo por adolescentes no início da vida sexual. Os adolescentes podem iniciar a vida sexual de maneira mais segura se tiverem informação, educação sexual e acesso a métodos de prevenção à gravidez e às DST. Este artigo oferece elementos para a reflexão sobre o delineamento de políticas de redução da vulnerabilidade dos jovens às DST/AIDS e sobre os limites e desafios da promoção do uso do preservativo e educação sexual, focando as relações desiguais de gênero; The current study focuses on factors associated with sexual initiation and condom use among teenagers on Santiago Island...

Ambiente de desenvolvimento e início da vida reprodutiva em mulheres Brasileiras; Environment of development and the start of Brazilian women's reproductive life

LORDELO, Eulina da Rocha; SEIDL-DE-MOURA, Maria Lucia; VIEIRA, Mauro Luís; BUSSAB, Vera Sílvia Raad; OLIVA, Angela Donato; TOKUMARU, Rosana Suemi; BRITTO, Regina Célia Souza
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.92%
Modelos teóricos inspirados na teoria da história de vida têm avaliado padrões de reprodução humanos em países desenvolvidos, com resultados ainda não conclusivos. Em vista das condições de vida na população brasileira, foram investigadas relações entre marcos da carreira reprodutiva feminina, condições ambientais e variáveis psicossociais relacionadas às condições de criação. Foram entrevistadas 606 mulheres em seis estados. Os resultados apóiam a teoria da história de vida, mostrando associações entre condições de vida na infância e início da vida sexual e da reprodução, mas não com a idade da menarca. Sugerimos que diferentes marcadores da vida reprodutiva podem estar sob controle de diferentes fenômenos e que a diversidade de condições da população brasileira oferece contextos alternativos para testar hipóteses.; Several models inspired by the life history theory have assessed the patterns of human reproduction in developed countries with promising but inconclusive results. Considering the diversity of life conditions in Brazil, we investigated the relationship between the time of main events in female reproductive life, environmental conditions and psychosocial variables related to child-rearing. We interviewed 606 women in six different states in Brazil. Results corroborate the life history theory...

A Morte no Início da Vida; DEATH IN THE BEGINNING OF LIFE

Pinto, C.; Veiga, F.
Fonte: Revista Nascer e Crescer Publicador: Revista Nascer e Crescer
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2005 POR
Relevância na Pesquisa
85.92%
RESUMO A morte é uma característica essencial do homem; como todos os seres vivos também morre, mas é único que tem consciência da inevitabilidade da morte e de uma vida finita no tempo. Assim, a morte do homem não se limita a um derradeiro acontecimento, mas compreende toda a vida, condicionando-a - vida e morte identificam-se. O drama da morte, que advém do sentimento de perca e de separação eterna, agudiza-se na criança. A família e os profissionais de saúde têm maior dificuldade em aceitar e lidar com a morte no início da vida, o que se repercute no acompanhamento facilitado à criança em fase terminal. Fica um contributo para a humanização da fase terminal da vida, em particular da criança. O direito à vida cumpre-se, também, no direito a uma morte digna e humana, que mitigue o sofrimento e promova a qualidade de vida do doente. ABSTRACT Death is essential characteristic of man; like all other living creatures he also dies, but man is the only living being that has knowledge of the inevitability of death after a finite period of time. Thus the death of a human beings is not limited to "a last event", it comprehends the whole of the lifetime, while conditioning it - life and death may be identified in each other. The drama of death...

Expressão do transportador de glicose GLUT3 e atividade da acetilcolinesterase em cérebro de ratos adultos submetidos à desnutrição no início da vida; Early postnotal malnutrition, expression of GLUT3 and acetylcholinesterase activity in the brain of yong adults rats.

Vasconcelos, Vívian Sarmento de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Nutrição; Programa de Pós-Graduação em Nutrição; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Nutrição; Programa de Pós-Graduação em Nutrição; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.85%
The protein-energy malnutrition is one of the most serious nutritional problems that occur in developing countries. The energy and nutritional deficiency in early life can cause significant changes in different stages of development of central nervous system, since the cases of hyperplasia, hypertrophy and myelinization occur in more intense. The brain uses glucose as its main energy substrate. However, under certain physiological conditions, as during the weaning or during prolonged fasting, the cells may use other substrates in order to meet their metabolic needs. The transport of glucose to the nerve cells requires the presence of specific transporter proteins called GLUT s (Glucose Transporters) to perform the transport of glucose by facilitated diffusion. Besides the transporters of glucose, transporter proteins of monocarboxilatos (MCTs) are responsible for neuronal influx of lactate, MCT1 being the main responsible for providing energy to neurons during maturation of nervous tissue. The acetylcholine is a major neurotransmitter of the nervous system and is associated with the maintenance processes of attention, learning and memory. In the synaptic cleft acetylcholine is degraded by the enzyme cholinesterase, the acetylcholinesterase (AChE) and the butyrilcholinesterase (BuChE). Increased activity of fractions of AChE has been associated with states of dementia in elderly patients and the loss of cognitive function in patients with Alzheimer's Disease. This work is proposed to study the expression of neuronal glucose transporter GLUT3 and activity of the enzyme acetylcholinesterase (AChE) in brain of young adult rats (84 days of life) who were breastfed in litters formed by 6 (control group) or 12 pups (undernourished group). The results showed that the weight of the brains of malnourished rats was significantly lower (P <0001...

Início da vida sexual de adolescentes da Ilha de Santiago, Cabo Verde - África Ocidental; Beginning of sexual life of adolescents in Santiago Island, Cape Verde, West Africa

Tavares, Carlos Mendes; Kanikadan, Paula Yuri Sugishita; Alencar, Airlane Pereira; Schor, Néia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
96%
OBJETIVO: estimar a idade de início da atividade sexual de adolescentes e sua associação com fatores sócio-demográficos. MÉTODO: estudo transversal, realizado entre janeiro e março de 2007, com amostra de 368 adolescentes de 13 a 17 anos de idade, sexualmente ativos, provenientes de oito escolas secundárias públicas da Ilha de Santiago, Cabo Verde, escolhidas aleatoriamente. Na análise das variáveis, foi ajustado um modelo de regressão múltipla para variável ordinal com função de ligação probit, considerando-se nível de significância de 5%. RESULTADOS: entre os 368 adolescentes, 31,5% (116) eram meninas e 68,5% (252) meninos. Houve maior freqüência de iniciação sexual protegida entre os jovens que se iniciaram sexualmente com idade mais avançada (16 e 17 anos). A iniciação feminina foi mais tardia do que a masculina e rapazes mais novos (13 anos) relataram o início da vida sexual a partir de dez anos de idade. Após análise múltipla, quatro fatores permaneceram significativamente associados à idade do início da vida sexual no sexo feminino: idade, morar em casa alugada, não estar namorando no período da entrevista e menarca. Para o masculino foram: idade, não estar namorando no período da entrevista e interação entre idade e não namorar. CONCLUSÕES: a maior freqüência de iniciação sexual protegida ocorre entre os jovens que se iniciaram sexualmente com idade mais avançada. Todavia...

The beginning of life: the frontiers of conception; INÍCIO DA VIDA: AS FRONTEIRAS DO CONCEITO

ALMEIDA, Marcos de; MUÑOZ, Daniel Romero
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ART. Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/1999 POR
Relevância na Pesquisa
75.84%
O s autores discutem o conceito do início da vida contrapondo-o à questão do que torna a vida humana mais valiosa que outras formas de vida? Colocam que a vida é um “continuum” e que a emergência do indivíduo ocorre gradualmente até tornar-se o elemento vivo de maior significado moral: a pessoa. E buscam na conceituação de Locke os atributos que a tornam tão importante.  ; The authors discuss the beginning of life conception, counter facing it to the question: what makes human life more valuable than other forms of life? They emphasise that life is a “  continuum “and that hum in being turns on gradually until becoming morally the most significant living being: the person. Finally they try to find out in Locke’s writings the reason why the person has such meaning.