Página 1 dos resultados de 2016 itens digitais encontrados em 0.142 segundos

Entre a ditadura e a democracia: história oral de vida acadêmica (FFLCH-USP); Between dictatorship and democracy: oral history of academic life (FFLCH-USP)

Biazo, Glauber Cícero Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
165.72%
Dezenove entrevistas realizadas com professores titulares pertencentes à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, permitiram examinar a construção de uma memória coletiva sobre o papel desta instituição na transição política da ditadura para a democracia no Brasil. As histórias de vida possibilitaram investigar como os docentes se apropriaram do processo de profissionalização acadêmica determinado pela Lei 5540/68. O objetivo desta tese é demonstrar como o fim das cátedras e a conquista de uma autonomia intelectual baseada na carreira pública foram responsáveis por reorientar os projetos coletivos e resignificar as relações estabelecidas pelos professores com a sociedade no período democrático. A reintrodução da questão democrática no final dos anos 1970 trouxe à tona pautas políticas divergentes que explicitaram diferentes concepções a respeito da função dos intelectuais na sociedade. A intenção desta pesquisa é evidenciar como a comunidade docente forjada em um contexto de modernidade radicalizada, reiterou seu compromisso na defesa do ensino público e o desejo de interferir nos destinos do país; The realization of nineteen interviews with full professors from the Faculty of Philosophy...

O ensino da filosofia no Brasil: uma arqueogenealogia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo

Sanabria de Aleluia, José Roberto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 137 f. il.
POR
Relevância na Pesquisa
165.79%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Educação - FFC; The presented research in this paper aims to understand the discursive constitution of teaching philosophy in Brazil. By mapping and analysis of discontinuities and discursive regularities that preceded the founding of the Faculty of Philosophy, Sciences and Letters of the University of São Paulo, it tries to show what were the conditions that allowed the emergence of a discursive order of teaching philosophy and how such speech produced the image of the illustrated elite philosopher at the University of São Paulo in 1936. Therefore, we investigated the constitution of the subjectivity ways existing between the late nineteenth century to the early twentieth century through the archeology-genealogical methodological procedure. To reach these goals we underline the main concepts developed by Michel Foucault in the archeological and genealogical journey to understand the discursive order that sustained enunciation University of Sao Paulo. We observe that such order provided the existence conditions for the illustrated elite philosopher teaching that governed by the history of philosophy method would be able to philosophize in his meditations or by critics today...

A história da literatura portuguesa : paradigmas, impasses e retornos

Cunha, Carlos Manuel F. da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
145.58%
A história da literatura portuguesa vive num impasse que data de meados do século XX, em função da ruptura do seu paradigma dominante (romântico-positivista). A partir dos anos 50 e 60, começou a impor-se no campo dos estudos literários um paradigma dominado pela Teoria da Literatura, que concedia a primazia à dimensão estética das obras literárias e à leitura imanente dos textos.

IMIGRAÇÃO E EDUCAÇÃO: OS PORTUGUESES EM SÃO PAULO NO INÍCIO DO SÉCULO XX; PORTUGUESE FAMILIES IN SÃO PAULO DURING THE FIRST REPUBLIC

Demartini, Zeila de Brito Fabri
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2001 POR
Relevância na Pesquisa
145.54%
Focalizamos nossa atenção na imigração ponuguesa. ainda pouco estudada no contexto metropolitano de São Paulo. cisando apreender as representações de inte-grantes de famílias de imigrantes sobre seus cotidianos. as vivèncias e estratégias que desenvolveram no contexto da pluralidade de grupos sociais e das transformações ocorrentes nesta cidade: também conhecer as instituições ligadas aos mesmos, sua estrutura e funcionamento. Tratamos de modo especial das relaçÕes estabelecidas no campo educacional, evidenciando como havia simultaneamente uma preocupação dos imigrantes com a melhoria da educação em Portugal. assim conto uma inserção no campo educacional paulista.; Our attention is focused on the Portuguese immigration, very little studied in the metropolitan context of São Paulo. We aimed to apprehend the representations of the members of immigrant families about their everyday life, the experiences and strategies they have developed in the context of the social groups´plurarity and transformations that have occurred in this city. Besides we wanted to study the institutions related to them, their structure and way of operating. We have dealed especially with the relationships established in the educational field...

Por 259 professores: o percurso para a constituição do Acervo Documental da Greve Estudantil de 2002 da FFLCH-USP

Udaeta, Rosa Guadalupe Soares
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2011 POR
Relevância na Pesquisa
175.72%
Em 2002, os alunos da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da Universidade São Paulo ficaram emgreve por 108 dias reivindicando a contratação de 259 professores e a reposição automática do quadro docente. Durante estemovimento muitos documentos foram produzidos. Parte destes compõe o Acervo Documental da Greve Estudantil de 2002 daFFLCH-USP. Este artigo se propõe a descrever o processo de arrecadação, organização, acondicionamento, tombamento,digitalização e a produção de banco de dados destes documentos.

A Revista Plural no contexto de profissionalização da Sociologia no Brasil: entrevista com Maria Arminda do Nascimento Arruda

Oliveira, Lucas Amaral de; Amaral, Rodrigo Correia do
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
175.73%
Maria Arminda do Nascimento Arruda é professora titular da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, livre-docente na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia da cultura, história social dos intelectuais, da literatura e das artes; Sociologia da comunicação de massas; e teoria sociológica. Dentre suas contribuições mais significativas para a construção de uma agenda de estudos para a Sociologia da cultura no Brasil, destacam-se as obras: Metrópole e cultura: São Paulo no meio século XX (São Paulo: Edusp, 2001), Prêmio Jabuti de 2002; Mitologia da mineiridade: o imaginário mineiro na vida política e cultural do Brasil (São Paulo: Brasiliense, 1990); e A embalagem do sistema: a publicidade no capitalismo brasileiro (São Paulo: Duas Cidades, 1985). Arruda notabilizou-se, ainda, por seus estudos sobre a Escola Paulista de Sociologia e, mais especificamente, a Sociologia de Florestan Fernandes. Dentro dos reconhecimentos que sua produção tem recebido junto à comunidade acadê- mica, ganhou, em 2012, a Medalha Cultural e Comemorativa da trasladação dos despojos da Imperatriz Leopoldina, pelo Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo, e, em 2014, o Prêmio Anpocs de Excelência Acadêmica “Antônio Flávio Pierucci” em Sociologia. Atualmente...

A Abolição da Escravidão nos Livros Didáticos: Textos e Imagens na Construção da História na Escola

Pastore, Victor Doutel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
145.61%
O presente artigo explora os discursos e perspectivas sobre a Abolição da Escravidão transmitidos pelos livros didáticos de História do Brasil do início do século XX até a década de 1980. Para tanto, considerou-se as atuais linhas teóricas de pesquisa, baseadas em autores como Alain Choppin e Circe Bittencourt, que pensam os manuais escolares como documentos históricos, objetos da cultura material responsáveis por produzir e disseminar valores de determinada época, com intenções específicas e parciais. Além disso, são objetos cuja função ultrapassa o caráter ideológico, pois representam currículos, pedagogias e métodos escolares e editoriais que também são históricos. A pesquisa busca aliar tanto o campo das representações quanto o campo metodológico-pedagógico para a análise de alguns autores clássicos de diferentes momentos da produção didática brasileira, como Antônio José Borges Hermida e Joel Rufino dos Santos. Partindo da problemática de como é representado o tema da Abolição e qual o lugar concedido aos negros escravos nessas fontes - considerando a articulação entre textos e imagens - pode-se refletir a construção e consolidação de perspectivas sobre a História e o papel da escola nesse processo.

Reflexões iniciais sobre as diversas narrativas de uma história da filosofia; Initial reflections on different narratives of a history of philosophy

Paiva, Gustavo Barreto Vilhena de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
145.64%
Discuto aqui a necessidade de se estabelecer uma história da filosofia que recorra unicamente ao estudo de documentos de interesse filosófico, caso essa história nos deva ser útil para a compreensão de determinadas noções filosóficas a partir de seu desenvolvimento histórico. Para tanto, mostro primeiramente que, no momento em que uma narrativa histórica pressupõe um nível lógico além do seu nível documental, ela perde essa sua utilidade. Em seguida, aponto a maneira pela qual podemos narrar uma história da filosofia exclusivamente documental.  ; Here I discuss the necessity of establishing a history of philosophy which resorts only to the study of documents of philosophical interest, if this history is supposed to be useful for our understanding certain philosophical notions according to their historical development. To do so, I first show that in the very moment in which a historical narrative presupposes a logical level besides its documental level, it loses its usefulness. After that, I point out the way in which we can narrate an exclusively documental history of philosophy.

Sobre as Resenhas de Kant às Ideias para uma filosofia da história da humanidade, de Herder; On Kant’s Reviews to Herder’s Outlines of a philosophy of the history of man

Fragelli, Isabel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
145.63%
Pretende-se, neste ensaio, propor uma leitura das Resenhas escritas, por Kant, às Ideias para uma filosofia da história da humanidade, de Herder. A partir de algumas das principais objeções que Kant dirige a essa obra, ser-nos-á possível compreender as diferenças mais fundamentais entre os projetos filosóficos dos dois autores. Veremos, então, que, ao contrário do que pensava Kant (cuja leitura das Ideias é, de fato, muito pouco generosa), Herder também contribuiu, à sua maneira, para uma reconsideração da metafísica.  ; It is intended to propose, in this paper, a reading of Kant’s Reviews to Herder’s Outlines of a philosophy of the history of man. By understanding some of Kant’s main objections to this work, we will be able to comprehend the most essential differences between the philosophical projects of both authors. We shall see that, unlike Kant’s opinions (whose interpretation of the Outlines is indeed very ungenerous), Herder also contributed, in his way, to the reconsideration of metaphysics.

Apresentação

Editor, O
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
165.73%
O segundo número da SANKOFA – Revista de História da África e de Estudos da Diáspora Africana é lançado tendo como referência os 120 Anos de Abolição, comemorados neste ano de 2008. Celebra-se, aí, a luta dos brasileiros, em especial, do povo negro brasileiro, contra a desumanização de si e do mundo. Buscando dar a sua contribuição a esta luta, a SANKOFA visa, mais uma vez, congregar e publicizar conhecimentos que unam demandas políticas e produção acadêmica, tendo por referência as experiências negras na África e na Diáspora. Para isto, apresenta uma revista democrática e interdisciplinar, contemplando a diversidade de saberes e abordagens. Inspirados por este ideal, a SANKOFA, a partir deste número, anuncia a criação da seção Ensaios & Debates, que irá reunir textos que discutirão, de forma resumida, temas relevantes no debate público contemporâneo. Para iniciar esta seção, apresenta-se o ensaio de Marina Gusmão de Mendonça, que expõem sua argumentação em favor do sistema de cotas raciais nas Universidades Públicas. Na seção de artigos, a SANKOFA continua a destacar o conhecimento das experiências negras na África e na Diáspora Africana. Focando a África, este número se inicia com o artigo de Frederico Souza de Queiroz Assis...

ESTÉTICA E ONTOLOGIA EM HISTÓRIA DA LOUCURA; ESTÉTICA E ONTOLOGIA EM HISTÓRIA DA LOUCURA

Pinezi, Gabriel Victor Rocha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 12/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
145.58%
This essay examines how Foucault conceives the ontological statute of madness based on ideas that belong to the ontology of the work of art. I will focus my analysis on the intersections between Foucault, Nietzsche and Blanchot, showing how they always oppose the being of the work of art to the dialectical reason.; O presente artigo pretende investigar como Foucault reflete, em História da Loucura, sobre o estatuto ontológico da loucura por meio de ideias provenientes da ontologia da obra de arte. Neste sentido, vamos nos atentar ao diálogo entre Foucault, Nietzsche e Blanchot, mostrando como os três pensam a questão do ser da obra de arte sempre em oposição a uma razão dialética.

Concurso para a Cátedra de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo

Editor, O
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/1954 POR
Relevância na Pesquisa
145.71%

Alguns problemas do curso de Pós-Graduação em História na Universidade de São Paulo

Janotti, Maria de Lourdes Mônaco
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/1977 POR
Relevância na Pesquisa
195.72%
(primeiro parágrafo do texto)Após cinco anos da institucionalização do novo curso de Pós-Graduação em História na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, já é possível perceber algumas perspectivas de sua evolução, e repensar em termos operacionais as suas diretrizes futuras.

Defesa de tese apresentada ao doutoramento em História Antiga na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo pela licenciada Marilda Corrêa Ciribelli

Porto, Vera Maria Cordilha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1976 POR
Relevância na Pesquisa
175.71%
(parágrafo da tese)Na tese, a autora procura situar Tito Lívio entre os grandes historiadores romanos, ressaltando sua valiosa contribuição para o estudo da República  Romana. Sua originalidade consiste na análise imparcial da obra de Lívio, através do emprego de uma crítica severa de acordo com a historiografia atual.

Eurípedes Simões de Paula (1910-1977)

Theodoro, Janice
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
255.87%
O tema central do artigo é a atuação do professor Eurípedes Simões de Paula, estudada a partir dos seus textos e dos documentos arquivados no Centro de Documentação Histórica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. O professor Eurípedes foi responsável pela implantação de um projeto de raiz humanista, que concebia a Universidade de São Paulo como núcleo formador do homem, agente responsável pela conformação e manutenção da crítica na vida político-social brasileira. O seu engajamento político, na esfera nacional e internacional, expressou-se por meio do exercício da sua profissão de professor e de pesquisador, publicando artigos, organizando associações e ensinando seus alunos a viver o conhecimento. O artigo, lastreado por uma série de citações retiradas dos escritos do professor Eurípedes, trata a memória como uma construção marcada pelo tempo, pelas lembranças e esquecimentos, processados tanto em âmbito individual como social.; The central theme of this article is the performance of Professor Eurípedes Simões de Paula seen through his texts and the documents archived at the Centro de Documentação Histórica da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas at the Universidade de São Paulo. Professor Eurípedes was responsible for setting up a humanist driven project which saw the Universidade de São Paulo as a centre engaged in building up people who would be responsible for the creation and management of critique regarding Brazilian socio-political life. Eurípedes' political commitment...

O prof. dr. Eurípedes Simões de Paula, o Centro de Apoio à Pesquisa em História - CAPH e a memória da FFCL-FFLCH/USP: trajetória e possibilidades

Mirra, Elisabeth Conceta
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
255.94%
Para homenagear o professor e doutor Eurípedes Simões de Paula, o Cento de Apoio à Pesquisa em História (CAPH), um de seus ideais concretizado, realizou uma sessão solene no dia 21 de novembro de 2007, recriou em suas dependências dois ambientes com objetos e documentos doados pela família do professor e apresentou o inventário de seu arquivo pessoal. Complementando esta homenagem, historiamos o CAPH dentro do contexto em que foi idealizado - guardião da "memória nacional" - até a atualidade, quando se transformou no guardião da "memória institucional" da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) e da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FLCH) da Universidade de São Paulo, ao custodiar sua produção científica (teses e monografias) e os arquivos pessoais de alguns dos docentes desta Instituição, como o arquivo do homenageado; The Centro de Apoio à Pesquisa em História (CAPH), brainchild of professor EurípedesSimões de Paula, made a special session on November 21st 2007 to honour its creator and recreated (inside its own building) two spaces with objects and documents donated by professor de Paula's family. The centre also displayed an inventory of his personal archive. With the intention to complement this honour...

Reapresentação

Meneses, Ulpiano Toledo Bezerra de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/1983 POR
Relevância na Pesquisa
195.73%
(primeiro parágrafo do texto)Fruto da iniciativa, do entusiasmo e da permanente dedicação do Professor Eurípedes Simões de Paula, a Revista de História, iniciada em 1950, foi por ele dirigida até sua inesperada morte, em novembro de 1977. Tendo atingido, nesses vinte e sete anos, com uma espantosa freqüência bimestral, cento e doze números, tornou-se, sem dúvida, a mais notória publicação nesse campo, no Brasil. Com a doação da Revista ao Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, pelos herdeiros e segundo as intenções de seu fundador, entra ela em nova fase, após quase cinco anos de interrupção.

A presença do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro no campo da educação superior: o projeto da Academia de Altos Estudos - Faculdade de Filosofia e Letras (1916-1921)

Guimarães, Lucia Maria Paschoal
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1999 POR
Relevância na Pesquisa
145.7%
O artigo analisa o projeto da Academia de Altos Estudos - Faculdade de Filosofia e Letras (1916-1921), estabelecimento privado de ensino superior, criado no âmbito do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Apesar da curta existência, suas atividades foram suspensas em 1921, a iniciativa do IHGB constitui-se num ensaio pioneiro, sobretudo no que se refere à formação de professores de ensino médio.; In this article the Author studies the creation, by the Historical and Geographical Brazilian Institute, of the 'Academy of High Studies and Faculty of Philosophy and Letters (1916-1921)', a private establishment of college education. Even though this was a very ephemeral iniciative (the Academy was ended by 1921) its activities were very innovative, specially if we consider the formation of high school teachers.

O cadastro dos saberes: figuras do conhecimento e apreensão do real; The register of knowledge: figures of knowledge and grasping the real

Imbert, Claude
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR
Relevância na Pesquisa
135.68%
O estudo de caso é hoje um referencial privilegiado para as ciências sociais. Redesenha-se toda uma epistemologia, da qual a primeira característica é configurar um conjunto de acontecimentos sem temor de aplicar-lhe uma diversidade de disciplinas razoavelmente complementares e fecundas. Trata-se de um saber empírico que não procede por saturação documental, mais interessado na justeza de sua abordagem do que na decisão. Resultante de modelizações diferentes, ele dará seu lugar à dimensão jurídica sob o efeito da qual as atividades humanas adquirem, às vezes, sua forma final, mas ter-se-á renunciado a uma convergência de índices em direção a um abrigo no qual se unificaria o sentido dos comportamentos humanos. Eis por que devemos libertar-nos de alguns hábitos epistemológicos implicados no vocabulário jurídico, ou casuístico, do caso. Daí o esboço de uma história epistemológica no curso da qual, a partir do galileanismo civil, as atividades humanas adquiriram uma visibilidade específica e uma representação delas mesmas. Após o Iluminismo, a história foi a do lento divórcio entre o juízo da experiência, herdeiro das fenomenologias naturalistas, e esse novo saber. A ruptura se fez ao umbral da antropologia. Tratava-se então de compor um processo de objetivização dos comportamentos com a subjetivização daquilo que lhes confere inteligência e normatividade...

Foucault and the history of philosophy; Foucault e a história da filosofia

Muchail, Salma Tannus
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1995 POR
Relevância na Pesquisa
135.66%
Foucault faz filosofia investigando a história, mas não escreve uma "história da filosofia". Não exclui, entretanto, a abordagem dos filósofos: permeando os escritos sobre diferentes "objetos", inscreve-se, como que "em meio a eles", a leitura das filosofias. Pode-se destacar algumas passagens específicas e, a título de ilustração, exemplificar o modo foucautiano de leitura dos filósofos. Por outro lado, Foucault também não toma por tema uma reflexão sobre a história da filosofia. Entretanto, uma aproximação com autores que realizam esta reflexão permite estabelecer algumas diferenças e semelhanças e entender que as histórias que Foucault escreve - permeadas de abordagens de filósofos - é investida de natureza filosófica.; Foucault generates philosophy by investigating history, but is not the author of a "history of philosophy". He does not exclude, however, the philosophical approach: within the texture of his writings on several objects, one finds the thread of a reading of philosophies. Certain specific passages can be pointed out which, by way of illustration, exemplify the Foucaultian reading of philosophies. On the other hand, Foucault does not choose as subject matter a reflection on the history of philosophy. Nevertheless...