Página 1 dos resultados de 1130 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Co-existing squamous cell carcinoma and hemangioma on the ocular surface of a cat

PERLMANN, Eduardo; SILVA, Enry Garcia da; GUEDES, Pedro Mancini; BARROS, Paulo Sergio de Moraes
Fonte: WILEY-BLACKWELL PUBLISHING, INC Publicador: WILEY-BLACKWELL PUBLISHING, INC
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.25%
A 14-year-old spayed female domestic short-haired cat was presented for evaluation of a mass in the right eye. Ophthalmic examination revealed a blind right eye and presence of two distinct masses: a pink and a red-to-brown mass, the latter occupying most of the cornea and part of the conjunctiva. Exenteration was performed under general anesthesia, and the ocular tissues were processed routinely for histopathology. Upon microscopic examination, a malignant epithelial neoplasm and a benign vascular neoplasm were present in the cornea. The conjunctiva and the third eyelid were also affected. Upon immunohistochemistry, the epithelial tumor was positive for cytokeratin and negative for vimentin and the endothelial tumor was negative for cytokeratin and positive for vimentin. A diagnosis of squamous cell carcinoma (SCC) and hemangioma was made. The SCC was affecting the cornea, bulbar conjunctiva (lateral and inferior) and the base of the third eyelid, whereas the hemangioma was affecting the cornea and medial limbus. To the authors` knowledge, this is the first report of concomitant SCC and hemangioma affecting the ocular surface in a cat.

Metastatic Testicular Germ Cell Tumor or a Chemoresponsive Liver Hemangioma?

Ferreira, J.; Magalhães, M.; Esteves, D.; Marques, F.
Fonte: Unknown Publicador: Unknown
Tipo: Livro
Publicado em /09/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.25%
Testicular germ cell tumors are the most common solid organ malignancy in young adult men. The presence of non-pulmonary visceral metastasis is an independent factor that places such patients into the higher risk group. Hepatic hemangiomas are the most common tumors of the liver and are entirely benign. Overlap between these entities may occur, particularly when metastases are hypervascular. We describe a case of a 27-year-old man with a testicular germ cell tumor and a nodule in the right hepatic lobe suggestive of hemangioma. After three cycles of chemotherapy, a size reduction in the hepatic nodule was confirmed, and this lesion was removed. Pathology revealed a fibrosing hemangioma. In this case report, the authors discuss the possible mechanisms for the hemangioma chemotherapy response.

Propranolol no Tratamento do Hemangioma Infantil. A Propósito de 2 Casos

Carvalho, R; Freitas, I; Henrique, M; Cardoso, J
Fonte: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Introdução: O Hemangioma infantil é o tumor benigno mais frequente na idade pediátrica. A maioria tem evolução favorável, no entanto dependendo da sua localização, podem levar à distorsão de estruturas anatómicas ou a outras complicações locais ou sistémicas, tornando necessária uma abordagem terapêutica precoce e eficaz. Neste contexto, desde que Léauté-Labréze e colaboradores publicaram a sua experiência com o propranolol em 2008, têm-se multiplicado na literatura internacional, casos clínicos e pequenas séries em que este fármaco é utilizado “off-label” como terapêutica de primeira linha. O presente trabalho visa reportar a experiência de um serviço na utilização de propranolol como terapêutica de primeira linha no tratamento do hemangioma infantil em 2 doentes. Casos clínicos: O doente 1, do sexo feminino, tinha um hemangioma infantil desde as 5 semanas, localizado na pirâmide nasal. O doente 2, do sexo masculino, tinha dois hemangiomas infantis ulcerados: um localizado na face, com atingimento do mento, lábio inferior, mucosa gengival e labial; um segundo de localização escrotal. Ambos os doentes realizaram indução terapêutica com propranolol em regime de internamento com uma dose alvo de 2 a 3 mg/Kg/dia. Ao fim de 6 meses de follow-up...

Propranolol no Tratamento do Hemangioma Infantil. A Propósito de 2 Casos

Carvalho, R; Freitas, I; Henrique, M; Cardoso, J
Fonte: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Introdução: O Hemangioma infantil é o tumor benigno mais frequente na idade pediátrica. A maioria tem evolução favorável, no entanto dependendo da sua localização, podem levar à distorsão de estruturas anatómicas ou a outras complicações locais ou sistémicas, tornando necessária uma abordagem terapêutica precoce e eficaz. Neste contexto, desde que Léauté-Labréze e colaboradores publicaram a sua experiência com o propranolol em 2008, têm-se multiplicado na literatura internacional, casos clínicos e pequenas séries em que este fármaco é utilizado “off-label” como terapêutica de primeira linha. O presente trabalho visa reportar a experiência de um serviço na utilização de propranolol como terapêutica de primeira linha no tratamento do hemangioma infantil em 2 doentes. Casos clínicos: O doente 1, do sexo feminino, tinha um hemangioma infantil desde as 5 semanas, localizado na pirâmide nasal. O doente 2, do sexo masculino, tinha dois hemangiomas infantis ulcerados: um localizado na face, com atingimento do mento, lábio inferior, mucosa gengival e labial; um segundo de localização escrotal. Ambos os doentes realizaram indução terapêutica com propranolol em regime de internamento com uma dose alvo de 2 a 3 mg/Kg/dia. Ao fim de 6 meses de follow-up...

Hemangioma carvenoso da retina

Santos, C; Azevedo, R; Pina, S; Pedrosa, C; Ramalho, M; Teixeira, S
Fonte: Sociedade Portuguesa de Oftalmologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Oftalmologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.42%
Introdução: Os hemangiomas cavernosos da retina correspondem a aglomerados de aneurismas saculares nas camadas internas da retina. Localizam-se na maioria dos casos fora do pólo posterior1. Caso clínico: Criança do sexo feminino, idade gestacional de 30 semanas, peso ao nascer 1200g, foi observada no contexto de rastreio de retinopatia da prematuridade. À observação detectou-se um aglomerado de lesões saculares vermelhas escuras compatível com hemangioma cavernoso da retina periférica do olho esquerdo. Para melhor esclarecimento da lesão decidiu-se realizar observação sob anestesia geral. Confirmou-se o aspecto típico de hemangioma cavernoso localizado às 6h. Optou-se por realizar fotocoagulação da lesão com laser 532nm (potência 100mW, duração 0,6 segundos) aos 8 meses de idade. Foi realizada nova observação sob anestesia geral 4 meses após o tratamento laser. O hemangioma apresentava-se regredido excepto no seu pólo posterior. Foi intensificado o laser nessa área. Quatro meses após a última sessão de laser a lesão mantém-se regredida. O rastreio de familiares de primeiro grau negativo. Aguarda realização de RM-CE para pesquisa de malformações vasculares do sistema nervoso central. Discussão e conclusão: Os hemangiomas cavernosos da retina são geralmente esporádicos. Há no entanto vários relatos de herança autossómica dominante[2]. A coexistência de lesões semelhantes na pele ou sistema nervoso central foi já descrita. Desconhece-se no entanto a frequência desta associação[2...

Antenatal diagnosis of congenital hepatic hemangioma: a case report

Cabrita, SV; Gonçalves, S; Rodrigues, H; Guerra, N; Moura, P
Fonte: Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra Publicador: Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 ENG
Relevância na Pesquisa
37.25%
Hepatic tumors in children account for only 1 to 5% of all pediatric tumors. Hepatic hemangioma is, however, the third most common tumor of the liver in childhood. We report a case of an antenatal diagnosis of a hepatic tumor detected on a first obstetric ultrasound, at 26(th) week of gestation. It revealed a complex, predominantly solid hepatic lesion with 3 x 3 cm and a marked, essentially peripheral, Doppler blood flow. Fetal echocardiography showed a normal heart besides a vena cava displacement by the hepatic mass. Fetal Hepatic hemangioma was suspected. Follow-up ultrasounds were unchanged. Pregnancy evolved well. At 36 weeks of gestation was spontaneously delivered a 3300 g boy whose examination revealed a visible thoracoabdominal circulation and a palpable liver. No skin lesions, namely hemangiomas or petechiae were identified. Postnatal magnetic resonance imaging confirmed the diagnosis of Hepatic hemangioma. Treatment was initiated with prednisolone followed by interferon. After 2 years, there is no active lesion.

Tratamento do hemangioma de coróide e descolamento total da retina com vitrectomia posterior: relato de caso

Rodrigues,Luciana Duarte; Serracarbassa,Luciana Lucci; Nakashima,Yoshitaka; Serracarbassa,Pedro Durães
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Apresentar a evolução de um caso de hemangioma circunscrito da coróide associado a descolamento total da retina tratado com vitrectomia posterior e endofotocoagulação. Relato de caso intervencional. Paciente do sexo feminino, com 41 anos, apresentava mancha escura na visão do olho direito há uma semana, com progressão da mancha para o campo inferior e diminuição súbita da acuidade visual há dois dias. Ao exame oftalmológico, apresentava acuidade visual menor que 20/400 no olho direito. À fundoscopia do olho direito, observava-se elevação da retina neurossensorial nos quatro quadrantes e uma lesão sub-retiniana avermelhada no pólo posterior, com bordas pouco nítidas. O ultra-som do olho direito mostrava membranas móveis de alta refletividade na cavidade vítrea (retina) aderidas ao nervo óptico e presença de lesão sólida hiperecogênica, homogênea, no pólo posterior, com picos de média refletividade no seu interior, sugestiva de hemangioma de coróide Todos os exames sistêmicos foram normais. Optou-se pela vitrectomia posterior com endodrenagem, retinopexia, endofotocoagulação do tumor e colocação de gás C3F8. A retina manteve-se aplicada nos quinze primeiros dias da cirurgia, quando então apresentou novo descolamento inferior da retina sobre o tumor. Optou-se por nova vitrectomia posterior com endofotocoagulação e colocação de óleo de silicone. A paciente encontra-se no 6º mês de pós-operatório com a retina aplicada...

Eficácia terapêutica do interferon alfa em criança com hemangioma gigante craniofacial: relato de caso

Fonseca Junior,Nilson Lopes da; Cha,Sung Bok; Cartum,Jairo; Rehder,José Ricardo Carvalho Lima
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.42%
O hemangioma é o tumor benigno mais freqüente da infância. O hemangioma capilar geralmente apresenta-se como uma mancha ou tumoração violácea bem delimitada. O diagnóstico destas lesões é clínico. O hemangioma gigante é rara e extensa variação do hemangioma capilar, que geralmente ocorre em recém-nascidos e lactentes. Várias são as modalidades terapêuticas, como a injeção intralesional de corticóide, laserterapia, injeção intralesional de soluções esclerosantes, corticoterapia sistêmica, cirurgia, radioterapia e embolização. Novas modalidades terapêuticas têm sido desenvolvidas, com o objetivo de se obter melhores resultados e possibilitar o tratamento de lesões de difícil acesso cirúrgico e refratárias às modalidades terapêuticas utilizadas rotineiramente. Os melhores resultados tem sido obtidos com o interferon alfa. Este é um caso de uma paciente com três meses de idade, que apresentava desde o nascimento, tumoração arroxeada e amolecida em pálpebra superior do olho direito, lesões cutâneas planas e arroxeadas em região temporal e parietal direita. Realizada tomografia computadorizada de crânio evidenciando processo expansivo orbitário vascularizado com extensão para fossa média, seio cavernoso e fossa posterior. O tratamento inicial foi a corticoterapia oral durante quarenta dias...

Oral propranolol as a new treatment for facial infantile hemangioma: case report

Ferreira,Rosane da Cruz; Wolff,Francisco Romeu Locatelli; Mörschbächer,Ricardo
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 EN
Relevância na Pesquisa
37.25%
Hemangiomas are the most common benign tumors of infancy. Despite their self-limited course, infantile capillary hemangiomas can impair vital or sensory functions as vision and cause cosmetic deformity. The usual treatments include oral/intralesional steroids, alpha interferon, cytotoxins, pulsed dye laser and cosmetic surgery resection. These treatments are not free of multiple complications and toxic side effects. This report describes the case of a 3-month-old female baby with progressively increasing hemangioma of the left upper eyelid impinging over the visual field. The hemangioma promptly responded to low-dose oral propranolol. A clinical response was noticed few days after the beginning of the treatment, with regression to 1/4 of its original size in 45 days of treatment, and to less than 1/10 after 8 months, free of any major side effects.

Indicações e resultados da ressecção cirúrgica do hemangioma hepático: indications and results

Leonardi,Marília Iracema; Ataíde,Elaine Cristina de; Boin,Ilka de Fátima Santana Ferreira; Leonardi,Luiz Sérgio
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
OBJETIVO: Apresentar os resultados do tratamento cirúrgico em pacientes portadores de hemangioma hepático. MÉTODO: Foram estudados 20 pacientes portadores de hemangioma hepático cavernoso, operados entre fevereiro de 1991 e fevereiro de 2005. A idade dos pacientes variou de 16 a 72 anos (média de 42 anos) com predomínio do sexo feminino (80%), sendo que 85% deles eram sintomáticos. Todos os pacientes foram submetidos à ultrassonografia abdominal (US) e à tomografia computadorizada contrastada (TC). Utilizou-se incisão abdominal subcostal bilateral associada à incisão mediana. RESULTADOS: Durante o período de seguimento clínico não se constataram recidiva de sintomas ou de hemangioma. A morbidade pós-operatória representada por infecção da ferida cirúrgica foi observada em um (5%) paciente, insuficiência hepática leve em 40% e moderada em 15% que apresentaram evolução clínica satisfatória com o tratamento clínico instituido; em um (5%) verificou-se a ocorrência de bilioma que necessitou drenagem por punção abdominal. A maioria dos pacientes retornou as atividades habituais até o 3º. mês de pós-operatório. Não ocorreram óbitos nesta série de pacientes. CONCLUSÃO: A ressecção cirúrgica do hemangioma hepático...

Hemangioma hepático gigante roto

Amaral,Paulo Cezar Galvão do; Santana,Rodolfo Carvalho; Menezes-Junior,Eric Ettinger de; Fahel,Edvaldo
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
INTRODUÇÃO: Ruptura por hemangioma hepático é rara e há somente 32 casos descritos na literatura. RELATO DO CASO: Homem com 39 anos foi admitido com dor abdominal em hipocôndrio direito de início súbito associado à lipotímia. A investigação inicial demonstrou hemangioma hepático gigante (7x13 cm) em lobo direito associado a sinais de sangramento recente. Com o intuito de minimizar possibilidade de sangramento no intra-operatório, foi realizado embolização da artéria hepática direita. A operação transcorreu sem intercorrências, sem necessidade de hemotransfusão no intra-operatório. A transecção foi realizada com grampeador linear cortante de 75 mm. O tempo de internação foi de 13 dias. CONCLUSÃO: Procedimento cirúrgico é mandatório para hemangioma hepático roto, e a embolização é eficiente para controlar o sangramento e preparar melhor o paciente para a operação.

Rare cavernous hemangioma of adrenal gland: case report

Wang,Li; Dang,Yiwu; He,Rukun; Chen,Gang
Fonte: Associação Paulista de Medicina - APM Publicador: Associação Paulista de Medicina - APM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
37.32%
CONTEXT: Cavernous hemangiomas of the adrenal gland are rare benign neoplastic tumors. The clinical presentation of adrenal hemangiomas is usually vague, and they are often discovered incidentally through imaging examination s performed for other reasons. CASE REPORT: We report the case of a non-functional adrenal hemangioma found incidentally in a 37-year-old man with a one-year history of headache and hypertension. A right adrenal mass was detected by means of magnetic resonance imaging. Physical examination and all laboratory values were unremarkable. The patient underwent laparoscopic right adrenal gland resection. Histopathological evaluation confirmed adrenal cavernous hemangioma. CONCLUSIONS: Most occurrences of cavernous hemangiomas of the adrenal gland are non-functional and often discovered incidentally. Although rare, these unusual benign adrenal masses should form part of the differential diagnosis of adrenal neoplasms. The proper treatment for adrenal cavernous hemangioma is surgical removal.

Prevalence of oral hemangioma, vascular malformation and varix in a Brazilian population

Corrêa,Priscila Henriques; Nunes,Lara Cristina Caldeira; Johann,Aline Cristina Batista Rodrigues; Aguiar,Maria Cássia Ferreira de; Gomez,Ricardo Santiago; Mesquita,Ricardo Alves
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - SBPqO Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica - SBPqO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 EN
Relevância na Pesquisa
37.42%
Hemangioma, vascular malformation and varix are benign vascular lesions, common in the head and neck regions. Studies about the prevalence of these lesions in the oral cavity are scarce. The aim of this study was to estimate the prevalence of and to obtain clinical data on oral hemangioma, vascular malformation and varix in a Brazilian population. Clinical data on those lesions were retrieved from the clinical forms from the files of the Oral Diagnosis Service, School of Dentistry, Federal University of Minas Gerais, Brazil, from 1992 to 2002. Descriptive analysis was performed. A total of 2,419 clinical forms in the 10-year period were evaluated, of which 154 (6.4%) cases were categorized as oral hemangioma, oral vascular malformation or oral varix. Oral varix was the most frequent lesion (65.6%). Females had more oral hemangioma and oral varix than males. Oral vascular malformation and oral varix were more prevalent in the 7th and 6th decades, respectively. Oral hemangioma and oral varix were more prevalent in the ventral surface of the tongue and oral vascular malformation, in the lips. Oral hemangioma was treated with sclerotherapy (54.5%), and vascular malformation was managed with sclerotherapy and surgery (19.4% each). The data of this study suggests that benign vascular lesions are unusual alterations on the oral mucosa and jaws.

Primary orbital intraosseous hemangioma

Madge, S.; Simon, S.; Abidin, Z.; Ghabrial, R.; Davis, G.; McNab, A.; Selva-Nayagam, D.
Fonte: Lippincott Williams & Wilkins Publicador: Lippincott Williams & Wilkins
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 EN
Relevância na Pesquisa
37.42%
Purpose: Primary orbital intraosseous hemangioma represents a rare, histopathologically benign, vascular tumor of the bony orbit. Only 41 cases have been documented in the literature to date. The authors present 4 new cases of the disease and review the relevant literature. Methods: Retrospective, multicenter case note analysis of 4 patients with histopathologically confirmed primary orbital intraosseous hemangioma and a systematic review of the English-language literature. Results: Four new cases of cavernous haemangiomata are presented with varying clinical manifestations, radiologic appearances, and treatments. Literature review (including the present 4 cases) yielded 45 cases in total. Presentation is often in the fourth and fifth decades (42% cases), the frontal bone being most commonly affected, followed by the zygoma, sphenoid, and maxilla. Intracranial extension occurred in 4 cases. Median duration of symptoms before presentation was 12 months (range, 1 month to 15 years) and the most frequent presentation was a painless mass, often on the orbital rim. The radiologic findings are reviewed. Histopathologically, the lesions were cavernous in 80%, capillary in 17%, and mixed in 3%; the capillary subtype seemed to be associated with more aggressive disease. Treatment was mainly by surgical excision and occasionally complicated by significant blood loss; preoperative embolization of lesions may reduce bleeding. Conclusions: Primary orbital intraosseous hemangioma is a rare vascular tumor that typically presents with a mass effect in the orbits of patients in the fourth and fifth decades of life. Preoperatively...

Hemangioma infantil : clínica fisiopatologia e tratamento

Pestana, Maria Nicole Nunes
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
O hemangioma infantil (HI) é o tumor cutâneo mais frequente nas crianças. Este resulta da proliferação de células endoteliais imaturas e ao contrário de outros tumores surge após o nascimento e involui espontaneamente na maioria dos casos. O presente artigo de revisão foi feito com base numa pesquisa bibliográfica acerca de vários temas relacionados com esta patologia de modo a obter uma visão ampla da epidemiologia, fisiopatologia, histopatologia, clínica, complicações, diagnóstico e opções terapêuticas existentes. Os factores de risco associados ao desenvolvimento deste tumor são a idade materna avançada, gestação múltipla, placenta prévia, pré-eclampsia, prematuridade e o baixo peso á nascença sendo este último o mais relevante. Hoje pensa-se que a histogénese do HI proviria de angioblastos residentes ou circulantes, células de origem placentar embolizadas ou células stem hemangioblastoídes. Estudos recentes apontam ainda para uma possível regulação da proliferação celular endotelial progenitora e diferenciação pelo sistema renina angiotensina (SRA). Na maioria dos casos, o HI apresenta-se clinicamente sob a forma superficial e localizada. As áreas mais afectadas são a cabeça e o pescoço. Este tumor vascular pode ainda surgir associado a síndrome PHACE...

Lip cavernous hemangioma in a young child

Avila,Érica Dorigatti de; Molon,Rafael Scaf de; Conte Neto,Nicolau; Gabrielli,Marisa Aparecida Cabrini; Hochuli-Vieira,Eduardo
Fonte: Fundação Odontológica de Ribeirão Preto Publicador: Fundação Odontológica de Ribeirão Preto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 EN
Relevância na Pesquisa
37.32%
Hemangiomas are benign tumors of infancy and childhood, characterized by a phase of fast growth with endothelial cell proliferation, occurring in 10-12% of children at 1 year of age. It is known that hemangiomas of infancy are most commonly located on the head and neck region (around 60% of cases) and occur more frequently in the lips, tongue, and palate. Approximately 50% of hemangiomas have complete resolution, and 90% of them are resolved up to the age of 9. Complications occur in only 20% of the cases, the most common problem being ulceration with or without infection. The treatment depends on lesion location, size and evolution stage, and the patient's age. Surgery is usually indicated when there is no response to systemic treatments, or even for esthetic reasons, being performed as a simple excision in combination or not with plastic surgery. This paper reports a case of lip cavernous hemangioma in a 4-year-old child, who was submitted to 3 sessions of vascular sclerosis due to the size of the lesion, before undergoing simple excision of the hemangioma. Two years of postoperative clinical follow-up shows treatment success with no recurrence of the lesion.

ESCLEROTERAPIA DE HEMANGIOMA BUCAL: RELATO DE CASO

MACHADO, Bruno Miranda Vieira; UFPR; MENDES, Reila Tainá; UFPR; BRANDÃO, Caroline de Sousa; DIRSCHNABEL, Acir; Fundação Pró-renal
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
ESCLEROTERAPIA DE HEMANGIOMA BUCAL: RELATO DE CASO O hemangioma é um tumor benigno comum caracterizado por proliferação das células endoteliais. É o tumor mais comum da infância, mas pode se apresentar em qualquer idade e em vários locais da mucosa bucal, como os lábios, mucosa jugal e língua. Paciente M. R. A. S., leucoderma, sexo feminino, 76 anos, com queixa relacionada à presença de raízes residuais na região antero-inferior. Durante a anamnese a paciente relatou os seguintes distúrbios sistêmicos: hipertensão arterial (180/110 mmHg), hipertireoidismo e doença renal tratada com sessões de hemodiálise. Ao exame físico intrabucal observou-se uma lesão nodular arroxeada, bem delimitada, medindo aproximadamente 2 cm no maior diâmetro, localizada na mucosa jugal (lado E), positiva à diascopia. Como tratamento optou-se em realizar a escleroterapia com injeções intralesionais de oleato de etanolamina, diluído 1 ml em 9 ml de soro fisiológico. Desde a primeira aplicação, houve boa resposta da lesão, que foi regredindo gradativamente. Após a 4ª aplicação...

Diffuse cavernous hemangioma of the rectum: an atypical cause of rectal bleeding

Hervías,D.; Turrión,J. P.; Herrera,M.; Navajas León,J.; Pajares Villarroya,R.; Manceñido,N.; Castillo,P.; Segura,J.M.
Fonte: Revista Española de Enfermedades Digestivas Publicador: Revista Española de Enfermedades Digestivas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/05/2004 ENG
Relevância na Pesquisa
37.32%
Objective: cavernous hemangioma of the rectosigmoid colon is a rare disease, with no more than 200 cases reported in the literature. The rectosigmoid is the most common site of this disease in the gastrointestinal tract. Case report: we report the case of a 31-year-old male with recurrent episodes of rectal bleeding, who was finally diagnosed of diffuse cavernous hemangioma of the rectum. The tumor, of 12 x 10 x 9 cm in size, occupied the rectum to the margin of the anal sphincter. A surgical procedure was ruled out because of the inability to carry out a safe anastomosis while preserving anal sphincters. Discussion: rectal hemangiomas are less frequent vascular malformations. The clinical presentation of a cavernous hemangioma of the rectum is usually acute, recurrent or chronic rectal bleeding. Other symptoms stem from the possible compression or invasion of adjacent structures, such as lumbar or perianal pain, metrorrhage, hematuria, etc. This diagnosis is commonly made in younger patients. Colonoscopy is without doubt the diagnostic technique of choice, and it allows to establish the localization, morphology, and total extension of the lesion; its characteristic image is a red-purplish nodule with great vascular congestion. According to the opinion of most authors...

Hemangioma cavernoso de rectosigmoides, enfermedad poco común y mal estudiada

O'Farril Anzures,Ricardo; Herrejón Camargo,José Ma; Coyoli García,Óscar; Martínez Cisneros,Juan M; Toledo Caballero,Carlos R; Jiménez González,Alejandra
Fonte: Asociación Mexicana de Cirugía General A.C. Publicador: Asociación Mexicana de Cirugía General A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 ES
Relevância na Pesquisa
37.32%
Objetivo: Describir los datos clínicos más relevantes del hemangioma cavernoso de rectosigmoides, incluyendo sus bases de diagnóstico y variedad de tratamiento. Sede: Hospital de Atención de Tercer Nivel. Diseño: Revisión bibliográfica. Material y métodos: Se realizó una búsqueda en la base de datos de Medigraphic, Cochrane, Medline y PubMed donde se incluyeron para la revisión artículos originales y guías de tratamiento, con palabras clave: Recto, sangrado transanal, hemangioma cavernoso y flebolitos. Resultados: El hemangioma cavernoso afecta con mayor frecuencia al rectosigmoides; el síntoma principal es sangrado transanal fresco hasta en el 90% de los casos, por lo que se debe incluir para el diagnóstico una historia clínica cuidadosa, así como una exploración proctológica completa. El estudio de rectosigmoidoscopia o colonoscopia es de gran utilidad al mostrar el aspecto de la mucosa, pero por ser una patología de origen vascular se contraindica la toma de biopsia por el riesgo de sangrado. Los estudios de imagen para complementación del diagnóstico hay que realizarlos de manera preoperatoria ya que delimitan con gran precisión la lesión; se incluye Rx abdomen, TAC, RMN, angiografía, ultrasonografía endoanal y endorrectal de 360°. El tratamiento de elección...

Presentación inusual de un hemangioma capilar lobulado en paciente pediatrico.: Reporte de un caso y revisiòn de la literatura

Fonte: Facultad de Odontología -UCV Publicador: Facultad de Odontología -UCV
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.32%
El hemangioma es un tumor benigno compuesto por vasos sanguíneos, el cual histopatologicamente presenta 2 variantes: hemangioma capilar, formado por canales capilares de pequeño diametro; hemangioma cavernoso, formado por grandes senos sanguíneos dilatados con paredes delgadas. Se presentan con mayor frecuencia en el sexo femenino y por lo general aparece pocos días después del nacimiento. La localización más frecuente en cavidad bucal es en la mucosa de los labios, lengua y carrillo. La lesión puede involucionar de forma espontanea o ser eliminada quirúrgicamente, en caso de que la lesión interfiera con alguna función del organismo. Su etiología es desconocida. Se reporta un caso de un paciente de sexo femenino de 6 años de edad que presenta lesión tumoral asintomática de color rosado con áreas ulcerativas y eritematosas de aspecto liso y brillante en el maxilar superior derecho ocasionando asimetría facial en dicha zona, dificultando la fonación y deglución. Se realizó biopsia insicional de la lesión con un diagnostico provisional de granuloma piogénico, se obtuvo como el resultado histopatológico hemangioma capilar lobular.