Página 1 dos resultados de 37 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Avaliação do handicap auditivo do adulto com deficiência auditiva unilateral; Assessment of the auditory handicap in adults with unilateral hearing loss

ARAÚJO, Patrícia Graciano Vicci de; MONDELLI, Maria Fernanda Capoani Garcia; LAURIS, José Roberto Pereira; RICHIÉRI-COSTA, Antonio; FENIMAN, Mariza Ribeiro
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
47.2%
A deficiência auditiva (DA) unilateral é caracterizada pela diminuição da audição em apenas uma orelha podendo acarretar dificuldade acadêmica, alterações de linguagem e dificuldade sócio-emocionais. OBJETIVO: Avaliar a autopercepção do handicap auditivo de sujeitos adultos, portadores de DA sensório-neural unilateral, não usuários de Aparelho de Amplificação Sonora Individual. MATERIAL E MÉTODO: Estudo Prospectivo com 52 sujeitos adultos, com média de 34.5 anos e de ambos os gêneros (26 do gênero feminino, 26 do masculino) com deficiência auditiva: tipo neurossensorial unilateral, de graus variados; responderam a um questionário para a avaliação do handicap sendo utilizado o "Hearing Handicap Inventory for Adults" (HHIA). RESULTADOS: Foram pontuadas as subescalas dos aspectos emocionais e sociais/situacionais sendo encontrados 73,1% de presença do handicap entre os graus leve, moderado e significativo e em maior porcentagem (88,5%) no gênero feminino. CONCLUSÕES: A aplicação do questionário mostrou-se um procedimento eficiente, pois a DA unilateral pode, não raramente, comprometer aspectos sociais e emocionais do sujeito adulto e o mesmo grau de DA podem reagir de forma diferente, indicando que a grande variabilidade na autopercepção do handicap auditivo está associada a aspectos não audiológicos.; Hearing impairment (HI) is characterized by unilateral hearing loss in one ear and can result in learning difficulties...

Correlações audiométricas do questionário de handicap auditivo para adultos; Audiometric correlations of the Hearing Handicap Inventory for Adults

LIMA, Ivanildo Inacio de; AIELLO, Camila Piccini; FERRARI, Deborah Viviane
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
47.13%
OBJETIVO: verificar as relações entre a autopercepção do handicap auditivo (restrição de participação), os achados audiométricos e dados sócio-demográficos em adultos deficientes auditivos. Comparar os resultados da percepção do handicap entre homens e mulheres. MÉTODOS: participaram deste estudo, 113 adultos jovens portadores de deficiência auditiva pós-lingual, neurossenssorial bilateral de graus variados. O questionário de Handicap Auditivo para Adultos (HHIA) foi aplicado no formato de entrevista. A pontuação total e das subescalas "social" e "emocional", do questionário foram correlacionadas com as médias dos limiares audiométricos (ISO, baixa, média e alta frequência) e limiar de reconhecimento de fala (LRF). Também foi obtida correlação entre as pontuações do questionário e tempo de surdez, escolaridade e nível sócio-econômico. A comparação dos resultados do HHIA entre homens e mulheres foi realizada pelo teste t de Student. RESULTADOS: correlações fracas, porém significantes, foram obtidas entre os dados audiométricos e a pontuação do HHIA. Não houve correlação entre o tempo de surdez, escolaridade e nível sócio-econômico com a pontuação do questionário. Não houve diferença significativa da pontuação entre homens e mulheres. CONCLUSÃO: os dados deste estudo reforçam a necessidade de utilização de um instrumento de avaliação da restrição de participação...

Relação entre limiares audiométricos, handicap e tempo para procura de tratamento da deficiência auditiva; Relationship between hearing thresholds, handicap and the time taken to seek treatment for hearing loss

Yamamoto, Cássia Hiromi; Ferrari, Deborah Viviane
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.94%
OBJETIVO: Verificar a relação entre limiares audiométricos, autopercepção do handicap e tempo para procura de tratamento em indivíduos atendidos em um serviço público de saúde auditiva. MÉTODOS: Trata-se de estudo retrospectivo, com análise de prontuários de 152 idosos e 48 adultos deficientes auditivos. As médias de limiares audiométricos ISO (500 Hz a 4 kHz) e de altas frequências (2 a 6 kHz), os limiares de reconhecimento de fala e a pontuação total e das subescalas social e emocional dos Questionários de Handicap Auditivo para Adultos (HHIA) e Idosos (HHIE) foram comparados com o tempo compreendido entre o início da queixa auditiva e o momento da procura por tratamento. RESULTADOS: O tempo médio para procura do tratamento foi de 7,6 anos. Não houve diferença entre adultos e idosos para as médias dos limiares ISO e de alta frequência, pontuação total e das subescalas do HHIA/E, e tempo para procura do tratamento. Correlações negativas fracas, porém significativas, foram observadas entre os limiares audiométricos e o tempo para procura de tratamento. Não foram encontradas relações entre o tempo para procura de tratamento e as variáveis referentes à escolaridade, nível sócio econômico e percepção do handicap. CONCLUSÃO: Os limiares audiométricos parecem influenciar a procura pelo tratamento. A despeito dos avanços tecnológicos e mudanças no acesso à informação e ao tratamento...

Perfil de idosos atendidos em um centro auditivo : relação entre o handicap auditivo, a origem do encaminhamento e a aquisição do aparelho de amplificação sonora individual

Cardoso, Mariana de Medeiros
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.81%
Objetivo: Verificar a existência da associação entre a restrição de participação social, o meio de encaminhamento e a aquisição de aparelhos de amplificação sonora individual (AASI) em um grupo de idosos. Métodos: Fizeram parte desta pesquisa 20 indivíduos idosos de ambos os sexos, com idades entre 62 e 96 anos, oriundos da região metropolitana de Porto Alegre e interior do estado (RS) que compareceram a um centro auditivo para a realização de seleção de aparelhos de amplificação sonora individual. Os idosos foram avaliados por meio de anamnese, audiometria tonal liminar (via aérea e via óssea) e o instrumento Hearing Handicap Inventory foi Elderly versão abreviada (HHIE-S). Resultados: A maior parte dos idosos apresentou restrição de participação social (85%). Os meios de encaminhamento mais comuns o médico e família. Não foram encontradas associações estatisticamente significativas entre as variáveis pesquisadas. Conclusão: Constatou-se que não houve associação entre a restrição de participação social, a origem do encaminhamento e a aquisição do AASI nos idosos avaliados.; Objective: Verify the existence of the association between the restriction of social participation, through referral and procurement of equipment for hearing aid (HA) in an elderly group. Methods: This study were part of 20 elderly individuals of both sexes...

A inter-relação entre o processamento auditivo e a competência leitora

Costa, Sónia Maria Martins Neves
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.97%
Este estudo tem por finalidade indagar acerca de um conjunto de capacidades que integram um bloco perceptivo - Processamento auditivo, Consciência fonológica - e da influência do mesmo na competência leitora. O que se sugere é uma reflexão sobre práticas e estratégias que permitam uma melhoria atempada das capacidades de leitura em indivíduos com défices nessa competência, por muitos autores, designados de indivíduos com dislexia. O estudo ilustra o desempenho de sete indivíduos, ao abrigo do Decreto - Lei nº 3/2008, no domínio da Linguagem, em tarefas de processamento fonológico, Processamento auditivo e em Leitura oral. Inicialmente, realizou-se uma prova de leitura oral para reforçar o handicap já atestado em leitura e procedeu-se à realização de treze provas baseadas no PALPA-P elaborado por S. L. Castro, S. Caló & M. Coltheart a fim de se atestar dificuldades de Processamento auditivo e Consciência fonológica. A partir da análise desses instrumentos, criou-se o perfil intra-individual de cada sujeito, tendo-se verificado maior comprometimento em termos de Consciência fonémica, inclusive a nível de reconstrução e segmentação fonémica e algumas dificuldades de Processamento auditivo, particularmente...

Reabilitação auditiva no idoso

Marques,Ana Cléia de O.; Kozlowski,Lorena; Marques,Jair Mendes
Fonte: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Publicador: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
47.08%
Dentre as alterações sensoriais que acompanham o processo de envelhecimento, a deficiência auditiva, conhecida como presbiacusia, é uma das mais incapacitantes. Esta alteração diminui o contato social, gerando alterações emocionais muitas vezes devastadoras. Além da limitação auditiva decorrente da deficiência auditiva adquirida, verifica-se o aparecimento do handicap auditivo, relacionado a aspectos não auditivos e às alterações emocionais e sociais desencadeados pela deficiência auditiva. FORMA DE ESTUDO: Clínico prospectivo. MATERIAL E MÉTODO:Fizeram parte deste estudo 7 Sujeitos, 3 do sexo masculino e 4 do sexo feminino, com idades que variaram de 60 a 77 anos e portadores de perda auditiva sensorioneural bilateral usuários de aparelho de amplificação sonora unilateral. Foram realizadas 7 sessões de reabilitação auditiva com duração de 1 hora cada, semanal e em grupo, nas quais foram treinados Leitura Orofacial de todos os fonemas da língua portuguesa e trabalhadas estratégias situacionais e comportamentais. RESULTADOS: Foi verificada uma redução significativa da percepção do handicap auditivo em todos os sujeitos após o término das 7 sessões, observados a partir da aplicação do questionário HHIE-S pré- e pós-reabilitação auditiva. CONCLUSÃO: Para minimizar as reações psicossociais do idoso decorrentes da deficiência auditiva...

Avaliação do grau de satisfação entre os usuários de amplificação de tecnologia analógica e digital

Magni,Cristiana; Freiberger,Francine; Tonn,Kátia
Fonte: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Publicador: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
OBJETIVO: objetivo desta pesquisa foi investigar o grau de satisfação entre os usuários de Aparelho de Amplificação Sonora (AAS) de tecnologia analógica e digital. FORMA DE ESTUDO: clínico com coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: A amostra foi constituída de 40 usuários de AAS unilateral, sendo 20 de tecnologia analógica (Grupo I) e 20 de tecnologia digital (Grupo II). Os indivíduos são portadores de perda auditiva neurossensorial, de configuração plana, de grau leve a moderado, com idade entre 40 e 95 anos. O instrumento de avaliação utilizado foi o International Outcome Inventory for Hearing Aids (IOI-HA - Versão em Português) proposto por Cox et al. (2002). RESULTADOS: Os resultados mostraram que os usuários do Grupo II utilizam o AAS por mais tempo diariamente e também apresentam um grau de dificuldade menor em determinadas situações com o uso da amplificação, comparado aos usuários do Grupo I. Os usuários do Grupo II relatam que sua perda auditiva não afeta em nada sua relação com terceiros. CONCLUSÃO: Apesar de os resultados revelarem que os usuários do Grupo I apresentam um handicap auditivo mais acentuado comparado aos usuários do Grupo II, o grau de satisfação com relação à amplificação não apresenta diferença significativa entre os dois grupos.

Processo de adaptação de próteses auditivas em usuários atendidos em uma instituição pública federal: parte II: resultados dos questionários de auto-avaliação

Freitas,Carine Dias de; Costa,Maristela Julio
Fonte: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Publicador: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Uma reabilitação eficiente deve reduzir os efeitos da deficiência sobre as habilidades auditivas e comunicativas do indivíduo e aumentar o bem-estar psicossocial. OBJETIVOS:Verificar a viabilidade do uso de questionários de auto-avaliação e comparar os resultados da protetização em usuários de uma instituição pública federal, com e sem queixas relacionadas às características da amplificação. MATERIAL E MÉTODOS:25 indivíduos, de 13 a 77 anos de idade, usuários de próteses auditivas. Foram aplicados os questionários de auto-avaliação HHIE-S/HHIA (Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version ou for Adult) e APHAB (Abbreviated Profile of Hearing Aid Benefit), nos indivíduos sem (Grupo 1) e com queixas relacionados às características da amplificação (Grupo 2). RESULTADOS: Diferenças significantes não foram encontradas entre os grupos nos protocolos HHIE-S/HHIA e APHAB, exceto na subescala facilidade de comunicação do APHAB, onde o Grupo 1 obteve melhor benefício. Também evidenciou-se redução significativa da incapacidade auditiva com o uso das próteses em situações favoráveis de comunicação, ambientes reverberantes e na presença de ruído ambiental para ambos os grupos. CONCLUSÃO: Os questionários revelaram ser excelentes preditores das dificuldades enfrentadas pelos usuários...

Treinamento auditivo formal em idosos usuários de próteses auditivas

Miranda,Elisiane Crestani de; Gil,Daniela; Iório,Maria Cecília Martinelli
Fonte: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Publicador: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.78%
A implantação de programas de reabilitação para o deficiente auditivo idoso é de grande importância. OBJETIVO: Verificar a eficácia de um programa de treinamento auditivo formal em idosos que receberam próteses auditivas há no mínimo três meses, por meio de testes de reconhecimento de fala e questionário de auto-avaliação. MÉTODO: Estudo de coorte contemporânea longitudinal. Foram selecionados 13 idosos usuários de próteses auditivas intra-aurais em adaptação binaural, de ambos os sexos, com idade média de 65,30 anos. Este grupo foi subdividido aleatoriamente em Grupo Experimental e Grupo Controle, por meio de sorteio. O Grupo Experimental foi submetido a sete sessões de treinamento auditivo formal, visando estimular as habilidades auditivas de fechamento auditivo, memória, atenção, figura-fundo e integração binaural. Os participantes foram avaliados por três testes comportamentais e um questionário de auto-avaliação. RESULTADOS: Os idosos do Grupo Experimental apresentaram desempenho significantemente melhor nas avaliações após o treinamento auditivo e também em relação ao Grupo Controle. CONCLUSÃO: O programa de treinamento auditivo em cabina acústica, associado ao uso de próteses auditivas...

Adaptação transcultural de um instrumento de avaliação do handicap auditivo para portadores de perda auditiva induzida pelo ruído ocupacional

Holanda,Wanessa Tenório Gonçalves; Lima,Maria Luiza Carvalho de; Figueiroa,José Natal
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
47.08%
A Perda Auditiva Induzida pelo Ruído Ocupacional (PAIRO) é uma doença crônica e irreversível resultante da exposição a elevados níveis de ruído no trabalho que, mesmo no estágio inicial, pode comprometer em vários graus a qualidade de vida do trabalhador. Não existia disponível para a língua portuguesa um instrumento específico de avaliação das implicações psicossociais para portadores de PAIRO. O objetivo desse trabalho foi realizar a adaptação transcultural de um instrumento de avaliação do handicap auditivo da língua original para o português e avaliar sua confiabilidade e validade. O instrumento selecionado passou por um processo de equivalência semântica, que envolveu as etapas de tradução, retradução, apreciação formal da equivalência, pré-teste e crítica final por uma equipe multiprofissional para a elaboração da versão final para uso corrente no Brasil. A Escala de Inabilidades e Handicap Auditivo obteve medidas psicométricas consideradas, em geral, aceitáveis, considerando o tamanho reduzido da amostra e o fato de os participantes não possuírem perdas auditivas muito acentuadas. Portanto, tal escala precisa ser testada em amostras maiores e representativas de trabalhadores brasileiros portadores de PAIRO...

Correlações audiométricas do questionário de handicap auditivo para adultos

Lima,Ivanildo Inacio de; Aiello,Camila Piccini; Ferrari,Deborah Viviane
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
47.01%
OBJETIVO: verificar as relações entre a autopercepção do handicap auditivo (restrição de participação), os achados audiométricos e dados sócio-demográficos em adultos deficientes auditivos. Comparar os resultados da percepção do handicap entre homens e mulheres. MÉTODOS: participaram deste estudo, 113 adultos jovens portadores de deficiência auditiva pós-lingual, neurossenssorial bilateral de graus variados. O questionário de Handicap Auditivo para Adultos (HHIA) foi aplicado no formato de entrevista. A pontuação total e das subescalas "social" e "emocional", do questionário foram correlacionadas com as médias dos limiares audiométricos (ISO, baixa, média e alta frequência) e limiar de reconhecimento de fala (LRF). Também foi obtida correlação entre as pontuações do questionário e tempo de surdez, escolaridade e nível sócio-econômico. A comparação dos resultados do HHIA entre homens e mulheres foi realizada pelo teste t de Student. RESULTADOS: correlações fracas, porém significantes, foram obtidas entre os dados audiométricos e a pontuação do HHIA. Não houve correlação entre o tempo de surdez, escolaridade e nível sócio-econômico com a pontuação do questionário. Não houve diferença significativa da pontuação entre homens e mulheres. CONCLUSÃO: os dados deste estudo reforçam a necessidade de utilização de um instrumento de avaliação da restrição de participação...

A efetividade do treinamento auditivo formal em idosos usuários de próteses auditivas no período de aclimatização

Miranda,Elisiane de Crestani; Andrade,Adriana Neves de; Gil,Daniela; Iório,Maria Cecília Martinelli
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.82%
OBJETIVO: Verificar a efetividade de um programa de treinamento auditivo formal em idosos usuários de próteses auditivas intraaurais no período de aclimatização. MÉTODOS: A amostra foi composta por 18 idosos (idade média: 71, 38 anos), de ambos os sexos, adaptados há uma semana com próteses auditivas intra-aurais binaurais. Os participantes foram randomizados em dois grupos: Grupo Experimental (submetidos ao treinamento auditivo) e Grupo Controle (não submetidos ao treinamento auditivo). O Grupo Experimental participou de sete sessões de treinamento auditivo em cabina acústica, uma sessão por semana, com duração de 50 minutos cada. Os procedimentos de avaliação incluíram testes de reconhecimento de fala e questionário de auto-avaliação do handicap auditivo. Estes foram aplicados em duas oportunidades, antes (1ª avaliação) e depois (2ª avaliação) do treinamento auditivo no Grupo Experimental e na avaliação inicial e final do estudo no Grupo Controle. RESULTADOS: No Grupo Experimental, o Índice de Reconhecimento de Fala e Fala com Ruído Branco foram significantemente melhores após o treinamento auditivo (2ª avaliação). Já o estudo das relações sinal/ruído no teste de reconhecimento de sentenças no ruído revelou uma tendência (p-valor próximo a 0...

Relação entre limiares audiométricos, handicap e tempo para procura de tratamento da deficiência auditiva

Yamamoto,Cássia Hiromi; Ferrari,Deborah Viviane
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.89%
OBJETIVO: Verificar a relação entre limiares audiométricos, autopercepção do handicap e tempo para procura de tratamento em indivíduos atendidos em um serviço público de saúde auditiva. MÉTODOS: Trata-se de estudo retrospectivo, com análise de prontuários de 152 idosos e 48 adultos deficientes auditivos. As médias de limiares audiométricos ISO (500 Hz a 4 kHz) e de altas frequências (2 a 6 kHz), os limiares de reconhecimento de fala e a pontuação total e das subescalas social e emocional dos Questionários de Handicap Auditivo para Adultos (HHIA) e Idosos (HHIE) foram comparados com o tempo compreendido entre o início da queixa auditiva e o momento da procura por tratamento. RESULTADOS: O tempo médio para procura do tratamento foi de 7,6 anos. Não houve diferença entre adultos e idosos para as médias dos limiares ISO e de alta frequência, pontuação total e das subescalas do HHIA/E, e tempo para procura do tratamento. Correlações negativas fracas, porém significativas, foram observadas entre os limiares audiométricos e o tempo para procura de tratamento. Não foram encontradas relações entre o tempo para procura de tratamento e as variáveis referentes à escolaridade, nível sócio econômico e percepção do handicap. CONCLUSÃO: Os limiares audiométricos parecem influenciar a procura pelo tratamento. A despeito dos avanços tecnológicos e mudanças no acesso à informação e ao tratamento...

Avaliação do handicap auditivo do adulto com deficiência auditiva unilateral

Araújo,Patrícia Graciano Vicci de; Mondelli,Maria Fernanda Capoani Garcia; Lauris,José Roberto Pereira; Richiéri-Costa,Antonio; Feniman,Mariza Ribeiro
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
47.1%
A deficiência auditiva (DA) unilateral é caracterizada pela diminuição da audição em apenas uma orelha podendo acarretar dificuldade acadêmica, alterações de linguagem e dificuldade sócio-emocionais. OBJETIVO: Avaliar a autopercepção do handicap auditivo de sujeitos adultos, portadores de DA sensório-neural unilateral, não usuários de Aparelho de Amplificação Sonora Individual. MATERIAL E MÉTODO: Estudo Prospectivo com 52 sujeitos adultos, com média de 34.5 anos e de ambos os gêneros (26 do gênero feminino, 26 do masculino) com deficiência auditiva: tipo neurossensorial unilateral, de graus variados; responderam a um questionário para a avaliação do handicap sendo utilizado o "Hearing Handicap Inventory for Adults" (HHIA). RESULTADOS: Foram pontuadas as subescalas dos aspectos emocionais e sociais/situacionais sendo encontrados 73,1% de presença do handicap entre os graus leve, moderado e significativo e em maior porcentagem (88,5%) no gênero feminino. CONCLUSÕES: A aplicação do questionário mostrou-se um procedimento eficiente, pois a DA unilateral pode, não raramente, comprometer aspectos sociais e emocionais do sujeito adulto e o mesmo grau de DA podem reagir de forma diferente, indicando que a grande variabilidade na autopercepção do handicap auditivo está associada a aspectos não audiológicos.

Correlação entre perda auditiva e resultados dos questionários Hearing Handicap Inventory for the Adults: Screening Version HHIA-S e Hearing Handicap Inventory for the Elderly - Screening Version - HHIE-S

Menegotto,Isabela Hoffmeister; Soldera,Cristina Loureiro Chaves; Anderle,Paula; Anhaia,Tanise Cristaldo
Fonte: Fundação Otorrinolaringologia Publicador: Fundação Otorrinolaringologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.89%
INTRODUÇÃO: Os questionários de autoavaliação são úteis para quantificar as consequências emocionais e sociais/situacionais percebidas em função da perda de audição, podendo ser utilizados em diversas situações na rotina clínica, como a triagem auditiva. OBJETIVO: Verificar a sensibilidade e a especificidade dos questionários HHIA-S e HHIE-S na detecção de perda auditiva e suas aplicabilidades em triagens auditivas e analisar a capacidade desses questionários em detectar diferentes graus de comprometimento auditivo na população estudada. MÉTODO: Estudo retrospectivo, 51 indivíduos, entre 18 e 88 anos, responderam aos questionários Hearing Handicap Inventory for Adults Screening Version - HHIA-S e Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version - HHIE-S em sala de espera de um ambulatório de otorrinolaringologia do SUS. RESULTADOS: Os instrumentos revelaram baixa sensibilidade (47%), não identificando indivíduos com perda auditiva; porém, apresentaram alta especificidade (75%), identificando, corretamente, indivíduos que não apresentavam problemas de audição. Ainda, não existiu associação significativa entre o grau da perda auditiva e o grau de restrição de participação. CONCLUSÃO: Os referidos questionários apresentaram baixa sensibilidade e alta especificidade...

Análise da percepção de um grupo de idosos a respeito de seu handicap auditivo antes e após o uso do aparelho auditivo

Guarinello,Ana Cristina; Marcelos,Shirlei Biano; Ribas,Angela; Marques,Jair Mendes
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
47.2%
INTRODUÇÃO: A presbiacusia, ou perda auditiva causada pelo envelhecimento, pode gerar dificuldades comunicativas, psicológicas e sociais nos indivíduos idosos, com impactos profundos em sua vida social e familiar. OBJETIVO: Este estudo visou analisar a percepção de um grupo de idosos a respeito de seu handicap auditivo antes e após o uso do aparelho auditivo. MÉTODOS: Foi aplicado um questionário a 29 idosos oriundos de um hospital particular da cidade de Curitiba, PR. Neste estudo, os idosos responderam a perguntas referentes às consequências emocionais causadas pela perda auditiva e sobre os efeitos sociais dessa perda. O questionário foi respondido antes da colocação do aparelho auditivo e, em um segundo momento, após um ou dois anos de uso. RESULTADOS: Verificou-se a existência de diferenças significativas entre os handicaps médios antes e após a protetização (p=0,0000). Desta forma, houve diminuição significativa do handicap auditivo após uso da prótese auditiva no grupo estudado. CONCLUSÃO: Constatou-se que os idosos obtiveram bom aproveitamento geral da prótese auditiva após um ano de sua utilização...

Adaptação transcultural de um instrumento de avaliação do handicap auditivo para portadores de Perda Auditiva Induzida pelo Ruído Ocupacional

Tenório Gonçalves Holanda, Wanessa; Luiza Carvalho de Lima, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.13%
A Perda Auditiva Induzida pelo Ruído Ocupacional (PAIRO) é definida como uma doença crônica e irreversível resultante da exposição sistemática e prolongada a elevados níveis de ruído no ambiente de trabalho. Mesmo no estágio inicial, essa perda auditiva pode ser sentida e interferir na comunicação oral de seu portador, comprometendo em vários graus a qualidade de vida do mesmo. Não existe disponível, para a língua portuguesa, um instrumento específico de avaliação das implicações psicossociais da PAIRO e, por isso, o objetivo deste trabalho foi realizar a adaptação transcultural de um instrumento de avaliação do handicap auditivo da sua língua original (inglês) para o português e avaliar a sua confiabilidade e validade a partir da aplicação do mesmo numa população de 43 trabalhadores com PAIRO. Após a seleção do instrumento a partir de pesquisas nas bases de dados nacionais e internacionais, o questionário selecionado (Hearing Disability and Handicap Scale) passou por um processo de equivalência semântica que envolveu as etapas de tradução, retradução, apreciação formal da equivalência, pré-teste e crítica final por uma equipe multiprofissional para a elaboração de uma versão final para uso corrente no Brasil. O instrumento foi considerado de fácil compreensão e aplicação por parte dos trabalhadores e obteve medidas psicométricas consideradas...

Reabilitação auditiva e qualidade de vida dos idosos; Hearing rehabilitation and quality of life of the elderly

Dantas, Marcella Almeida
Fonte: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
46.89%
Mestrado em Intervenção Sócio-Organizacional na Saúde - Área de especialização: Diagnóstico e Intervenção Organizacional e Comunitária; Este estudo foi realizado com o objectivo de avaliar a existência de relação entre a adaptação de próteses auditivas e o acréscimo da qualidade de vida nos idosos. Para tal, foram estipulados dois grupos: grupo controlo, com 30 pessoas que necessitam de prótese auditiva, mas que não foram protetizados; e o grupo teste, com 30 pessoas que necessitam de próteses e que foram protetizados. Na primeira consulta, em ambos os casos, foram realizados exames auxiliares de diagnóstico e a aplicação de um questionário de investigação do handicap auditivo. Após 3 meses, o questionário foi novamente aplicado nos dois grupos e os resultados foram comparados. Por último, foi realizada a análise dos dados de acordo com as variáveis observadas.; ABSTRACT - This study was carried out by with objective of assessing the existence of a relationship between the adaptation of hearing prosthesis and the improvement in the quality of life in the elderly. Two groups were stipulated: a control control, with 30 persons who needed, but did not have hearing aids; and the test group, comprised of 30 persons who needed and had hearing aids. During the flrst consultation...

Validity and reliability of the hearing handicap inventory for adults; Validade e confiabilidade do questionário de handicap auditivo para adultos

AIELLO, Camila Piccini; LIMA, Ivanildo Inácio de; FERRARI, Deborah Viviane
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.94%
The Hearing Handicap Inventory for Adults (HHIA) translated into Brazilian Portuguese has been used for clinical practice and research purposes; however, information regarding its ease of reading and psychometric properties are still lacking. AIM: To evaluate the ease of reading and psychometric properties of the Brazilian translation of this tool, including its validity and reliability. MATERIALS AND METHODS: Prospective study. The questionnaire was applied to 30 normal hearing (Group A) and 113 hearing impaired (Group B) persons. Thirty two participants (group B) answered the questionnaire a second time. The Flesch readability index was calculated for each item in the questionnaire. The internal consistency, test-retest reliability and discriminant validity were evaluated. RESULTS: Flesch's scores showed that the questionnaire was easy to read. Cronbach's alpha and Pearson's correlation showed high internal consistency. There was no significant difference between test and retest scores. Besides, correlation between these two scores was also high and significant. Student t test indicated significant difference between scores for groups A and B (discriminant validity). CONCLUSIONS: The Hearing Handicap Inventory for Adults translated into Brazilian Portuguese maintained the reliability and validity of the English version. Further studies are needed to determine the convergent validity and construct validity for this instrument; O questionário de Handicap Auditivo para Adultos (HHIA) traduzido para o português brasileiro vem sendo aplicado na prática clínica e pesquisas...

Adaptação transcultural de um instrumento de avaliação do handicap auditivo para portadores de perda auditiva induzida pelo ruído ocupacional

Holanda,Wanessa Tenório Gonçalves; Lima,Maria Luiza Carvalho de; Figueiroa,José Natal
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
47.08%
A Perda Auditiva Induzida pelo Ruído Ocupacional (PAIRO) é uma doença crônica e irreversível resultante da exposição a elevados níveis de ruído no trabalho que, mesmo no estágio inicial, pode comprometer em vários graus a qualidade de vida do trabalhador. Não existia disponível para a língua portuguesa um instrumento específico de avaliação das implicações psicossociais para portadores de PAIRO. O objetivo desse trabalho foi realizar a adaptação transcultural de um instrumento de avaliação do handicap auditivo da língua original para o português e avaliar sua confiabilidade e validade. O instrumento selecionado passou por um processo de equivalência semântica, que envolveu as etapas de tradução, retradução, apreciação formal da equivalência, pré-teste e crítica final por uma equipe multiprofissional para a elaboração da versão final para uso corrente no Brasil. A Escala de Inabilidades e Handicap Auditivo obteve medidas psicométricas consideradas, em geral, aceitáveis, considerando o tamanho reduzido da amostra e o fato de os participantes não possuírem perdas auditivas muito acentuadas. Portanto, tal escala precisa ser testada em amostras maiores e representativas de trabalhadores brasileiros portadores de PAIRO...