Página 1 dos resultados de 115 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Do novo gerencialismo público à era da governança digital

Cepik, Marco Aurelio Chaves; Canabarro, Diego Rafael; Possamai, Ana Júlia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Parte de Livro Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.19%

Gestão gerencialista e produção de estilos de vida de executivos : rupturas (im)possíveis

Tonon, Leonardo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.19%
As mudanças socioeconômicas evidenciadas nas últimas décadas, essencialmente aquelas ligadas ao mundo do trabalho, contribuíram para a intensificação de novas demandas associadas a indicadores de desempenhos, exigências por curto prazo ou ainda aos padrões de eficiência e eficácia condizentes com a gestão gerencialista (PARKER, 2002; GAULEJAC, 2007). Nesse contexto merecem atenção os executivos, por se caracterizarem como ícones da (re)produção de estilos de vida (TANURE, CARVALHO NETO e ANDRADE, 2007; GAULEJAC, 2007; BOLTANSKI e CHIAPELO, 2009). Diante disso, elaborou-se o seguinte objetivo: investigar e compreender as possíveis influências da gestão gerencialista na produção do estilo de vida executivo, bem como as (im)possibilidades de rupturas a tal estilo de vida na sociedade contemporânea. Tomando-se como método a história de vida, foram entrevistados cinco executivos que, em algum momento, promoveram uma ação de ruptura em relação às suas carreiras, e reflexões foram traçadas com vistas a atender ao objetivo proposto. Quanto às influências da gestão gerencialista, foi possível constatar que alguns elementos contribuem com maior peso nos processos de (re)produção dos estilos de vida de executivos...

Gerencialismo e quase-mercado educacional : a acção organizacional numa escola secundária em época de transição

Martins, Maria Fernanda dos Santos
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 18/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Tese de doutoramento em Educação (área de conhecimento em Organização e Administração Escolar); O trabalho que agora se apresenta toma por objecto de estudo as tendências gerencialistas e de quase-mercado educacional na administração da escola pública portuguesa. No seu âmbito, seleccionam-se, no primeiro caso, a dimensão da concentração de poderes no órgão de gestão da escola e, no segundo, a publicação dos rankings das escolas como factor indutor de vectores de quasemercado. Procura-se proceder a uma análise das reformas desenvolvidas em países centrais, no domínio da administração das escolas, que, para além de nos fornecer um conhecimento sobre essas reformas e o seu impacto no plano da acção, contribui para a identificação e compreensão das alterações introduzidas em Portugal no domínio da administração das escolas públicas, a partir do final da década de noventa, atendendo às suas especificidades na realidade portuguesa. Privilegia-se, contudo, a partir de um estudo de caso, os discursos e as práticas dos actores educativos em torno das normas para a administração da escola pública. Para a interpretação desta situação desenvolve-se um quadro-teórico conceptual no qual assenta a abordagem teórica da hipocrisia organizada (Brunsson...

Administração pública brasileira entreo gerencialismo e a gestão social

Paula,Ana Paula Paes de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.19%
O objetivo deste artigo é analisar, em uma perspectiva comparada, a administração pública gerencial e a administração pública societal, propondo uma agenda de pesquisa para futuras investigações. Examinamos os antecedentes e as características desses modelos de gestão pública. Em seguida, comparamos os modelos a partir de seis variáveis de observação: a origem, o projeto político, as dimensões estruturais enfatizadas na gestão, a organização administrativa do aparelho do Estado, a abertura das instituições à participação social e a abordagem de gestão. Por fim, enfatizamos os limites e os pontos positivos de cada um dos modelos, além de enfatizarmos a necessidade de aprofundamento dos estudos sobre a administração pública societal e a abordagem de gestão social.

Professor: protagonista e obstáculo da reforma

Evangelista,Olinda; Shiroma,Eneida Oto
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.19%
O artigo discute a formação docente no contexto da reforma do Estado no Brasil, articulada às recomendações dos organismos internacionais para a Educação no início do século XXI. Para tanto, utiliza-se do conceito de Agenda Globalmente Estruturada para a Educação (AGEE), proposto por Roger Dale. Esse conceito permite pensar sobre tais reformas, apreendendo-as na dinâmica estabelecida entre países centrais e países periféricos no interior da divisão internacional do trabalho. A análise incide sobre três grandes projetos para a Educação na América Latina e Caribe: o Proyecto Regional de Educación para América Latina y el Caribe - PREALC -, patrocinado pela UNESCO; o Plan de Cooperación, resultante das Cumbre Iberoamericana de Educación, patrocinadas pela OEI; e os Proyectos hemisféricos en educación, patrocinados pela OEA. Privilegia-se, neste artigo, o modo pelo qual essas organizações procuram construir o professor como protagonista e, ao mesmo tempo, como obstáculo à reforma educacional, desqualificando-o teórica e politicamente. Procura-se evidenciar que, no corpus documental dos organismos indicados, dois conceitos são fundamentais para a compreensão da reforma da formação: profissionalização e gerencialismo. A centralidade atribuída a ambos tem em vista ampliar o controle sobre a categoria do magistério e sua potencial capacidade de opor-se às reformas e ao Estado. Corrobora-se a tese de que a reforma educacional tem pouco a ver com questões propriamente educativas e muito mais com a busca de uma nova governabilidade da Educação pública.

Pluralismo, pós-estruturalismo e "gerencialismo engajado": os limites do movimento critical management studies

Paula,Ana Paula Paes de; Maranhão,Carolina Machado Saraiva de Albuquerque; Barros,Amon Narciso de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.5%
O objetivo deste artigo é questionar o pluralismo do movimento critical management studies (CMS), apontar os limites do pós-estruturalismo como epistemologia crítica, denunciar os riscos de uma crítica alinhada com o "gerencialismo engajado" e apontar caminhos para o debate sobre a teoria e a prática no movimento crítico. Para isso, definimos as principais características do pós-estruturalismo, questionando seu caráter crítico, e problematizamos a questão do pluralismo no movimento CMS. Em seguida, analisamos como alguns dos representantes deste movimento defendem o "gerencialismo engajado" através de uma performatividade crítica, fazendo um uso inadequado de algumas formulações pós-estruturalistas. Discutimos então os caminhos para a prática na crítica, resgatando o conceito de práxis e afirmando a importância da educação como forma de despertar consciências e reconstituir o ativismo social e político. Concluímos destacando que o pós-estruturalismo deveria ser resgatado com maior seriedade, de modo a se constituir um novo movimento teórico para abrigar suas contribuições, preservando o caráter crítico.

Cultura organizacional e avanço do management na Marinha do Brasil

Santos,Maria de Fátima Bandeira dos; Fonseca,Ana Carolina Pimentel Duarte da; Sauerbronn,Fernanda Filgueiras
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.19%
Este artigo debruça-se sobre o avanço do gerencialismo norte-americano e seus reflexos sobre a administração pública brasileira. Mais especificamente, o foco concentra-se na introdução da cultura do management por meio do novo sistema de custos, apresentado pelo Governo Federal como forma de subsidiar a tomada de decisão e alocação eficiente do gasto público. A Marinha do Brasil e as Organizações Militares Prestadoras de Serviços (OMPS) estão imersas nesse contexto que reproduz acriticamente modelos de gestão e desconsidera aspectos relacionados à cultura organizacional. Portanto, o objetivo da pesquisa é investigar como as características culturais de uma OMPS se aproximam ou se afastam daquelas necessárias à adoção do método de custeio variável. O estudo foi desenvolvido por meio de pesquisa de campo, com entrevistas em profundidade. As falas dos sujeitos foram submetidas à análise de conteúdo e, para evitar uma abordagem monolítica e simplificadora da cultura organizacional, agrupadas de acordo com a proposta multiparadigmal de Meyerson e Martin (1987). Os resultados sugerem que profissionalismo e criatividade vêm sendo disseminados dentro da organização. Entretanto, essas características, que estão em conformidade com o culto da excelência alinhado ao management...

As contribuições dos economistas ao estudo da administração política: o institucionalismo, o gerencialismo e o regulacionismo

Santos,Reginaldo Souza
Fonte: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Publicador: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.19%
Este artigo é fruto do resultado parcial do trabalho de pesquisa teórica que estamos desenvolvendo no campo de administração e que tem como ponto de partida uma discussão epistemológica que intenta verificar se o conhecimento produzido em Administração dá-lhe o status de um campo do conhecimento próprio e autônomo. A preocupação inicial foi apreender o conceito da Administração Política, visando compreender a gestão (objeto da administração) das relações sociais de produção e distribuição no contexto do capitalismo. O presente artigo, portanto, é uma seqüência deste trabalho e que tem como preocupação fundamental incorporar ao conhecimento construído no campo da Administração as contribuições dos chamados economistas rebeldes, tomando como referência as escolas do institucionalismo, do gerencialismo e do regulacionismo e tendo como principais nomes Thorstein Veblen, W.C. Mitchell, Gunnar Myrdal, James Burnham, Michel Aglieta, Robert Boyer e Alain Lipietz.

Redes de catadores-recicladores de resíduos em contextos nacional e local: do gerencialismo instrumental à gestão da complexidade?

Boeira,Sérgio Luís; Campos,Lucila Maria de Souza; Ferreira,Elaine
Fonte: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Publicador: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.19%
Este artigo visa contribuir com o debate sobre a problemática da gestão dos resíduos sólidos urbanos (RSU), destacando: 1) aspectos históricos e culturais da emergência do Fórum Nacional Lixo & Cidadania, do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e das duas maiores organizações de catadores-recicladores de RSU de Florianópolis; e 2) quatro diferentes contribuições teóricas tomadas como complementares entre si: a) contextualização da temática dos RSU pelo confronto histórico de dois modelos de administração pública: o gerencial e o societal; b) abordagem do conceito de cultura organizacional, segundo três perspectivas teóricas dominantes; c) resgate da clássica crítica de Guerreiro Ramos à hegemonia da razão instrumental sobre a razão substantiva nas teorias organizacionais; e d) abordagem da gestão da complexidade como parte de uma mudança de paradigmas nas ciências e nas organizações. Este artigo é um dos resultados de uma pesquisa realizada entre agosto de 2004 e dezembro de 2005, para o CNPq, envolvendo basicamente um total de 62 entrevistas (questionários semiestruturados) nas organizações locais, além de observação direta e participação em reuniões e assembléias. Um dos resultados é a hipótese de emergência de um confronto entre o gerencialismo instrumental e a gestão da complexidade.

Gerencialismo

Newman,Janet; Clarke,John
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.92%
Este artigo explora a importância do gerencialismo como um conceito para pensar sobre projetos de reforma do estado durante os últimos quarenta anos. Fazendo particular referência ao Reino Unido e seu papel na proliferação da Nova Gestão Pública, o artigo sugere que o gerencialismo (como ideologia) e a gerencialização (como um processo de transformação) se combinam para produzir o que descrevemos como um estado gerencial. Nesta forma de estado, arranjos organizacionais e sistemas de poder, autoridade e processo anteriores embasados em uma combinação de burocracia e profissionalismo são reconfigurados em torno da autoridade gerencial: o direito de gerir. Recorrendo a uma concepção da dispersão de poder em processos de reforma do estado, sugerimos que é o gerencialismo que fornece coerência tanto ideológica como organizacional aos cenários organizacionais complexos que emergiram de projetos de reforma do estado. Fronteiras borradas, formas organizacionais hibridizadas, arranjos de governança inovadores e novos aparelhos de responsabilização e avaliação são articulados pelas promessas de maior liberdade e autoridade gerencial. O artigo é concluído com a especulação sobre o que a volta à austeridade na política europeia poderia significar para o gerencialismo e a dispersão do poder do Estado.

O gerencialismo entre eficiência e corrupção : breves reflexões sobre os percalços do desenvolvimento

Gabardo, Emerson; Reis, Luciano Elias
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Este texto faz parte da seguinte obra: SILVEIRA, Raquel Dias da; CASTRO, Rodrigo Pironti Aguirre de (Coord.). Estudos dirigidos de gestão pública na América Latina. Belo Horizonte: Fórum, 2011. v. 1, 393 p.; Discorre sobre a ética e a corrupção no gerencialismo, apresentando seus efeitos e o que seria o ideal para a eficiência no modelo gerencial.

Coalizão de forças, discursos e conflitos: uma análise do gerencialismo na gestão do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Sertão do Araripe Pernambucano (CISAPE)

Barbosa Filho, Evandro Alves; Gehlen, Vitória Régia Fernandes (Orientadora); Rodrigues, Cecile Soriano (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Em 2007, o Governo do Estado de Pernambuco apresentou seu plano político de gestão denominado Todos Por Pernambuco. Ele é uma proposta de gestão pública que traz para as instituições governamentais as práticas gerenciais empregadas no meio empresarial, denominadas gerencialistas. Neste plano, a política de saúde é reconhecida como estratégica à gestão governamental, sendo sua interiorização uma prioridade, a ser viabilizada, por meio de consórcios públicos. Os consórcios públicos são a união ou associação de dois ou mais entes federados visando à resolução de problemas de gestão e prestação de serviços em uma região específica. Eles integram a administração indireta de municípios e/ou estados membros e podem ser considerados consequência da Reforma do Estado na gestão pública. O objetivo desta pesquisa foi analisar o processo político-gerencial desenvolvido no Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Sertão do Araripe Pernambucano (CISAPE), iniciado em 2009. Os corpora da pesquisa são compostos por bibliografia especializada, documentos e entrevistas em profundidade, realizadas com sujeitos de controle social, técnicos, políticos e acadêmicos, entre os anos de 2010 e 2011. Os dados foram submetidos aos Estudos Críticos de Discurso (ECD) da corrente inglesa...

Educação em direitos humanos e cidadania em contexto gerencialista: limites e possibilidades

Gameiro, Thiago Gabriel Silva; Gomes, Alfredo Macedo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
27.5%
A presente pesquisa analisa a política educacional do governo do Estado de Pernambuco no período 2007-2012, gestão Eduardo Campos, mais especificamente na relação entre o Gerencialismo e a Educação em Direitos Humanos e Cidadania, paradigmas marcantes na orientação de sua política educacional, mas que se contradizem em essência. Estudos sobre a incorporação destes referenciais na educação permitem inferir esta contradição (BALL, 2001, 2005, 2011; PAULA, 2005; SECCHI, 2009; HYPOLITO, 2010; BENEVIDES, 2007; ZENAIDE, 2007; SILVA, 2010; SILVA e TAVARES, 2011; entre outros). Preocupados em compreender como este paradoxo pode se materializar numa mesma política, estabelecemos como objetivo geral da perscrutação: “Analisar as políticas de EDH e Cidadania do governo Eduardo Campos (2007-2012) a partir da visão dos sujeitos da escola, identificando os limites e possibilidades de sua efetivação num contexto gerencialista”. Os dados que coletamos como forma de problematizarmos este objetivo foram aferidos através da observação no campo de investigação, pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas, com ênfase nas duas últimas, o que confluiu na elaboração de um Estudo de Caso, dentro da abordagem qualitativa...

Política de democratização da gestãoescolar: um labirinto de sentidos, discursos e contradições?

Lopes, Monik de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.99%
Este estudio tiene por objeto investigar la política de democratización de la administración educativa de la consideración de los procesos socio-históricos que participaron en el programa de modernización de los paradigmas de administración, por la forma en que la política de descuentos y que se entiende por los sujetos dentro de la escuela. Se considera que la democracia defendida por la política de democratización de la educación por el neoliberalismo / gerencialismo, siendo el resultado de un acuerdo que aspira a dirigir la sociedad hegemónica, portador del gen, las diferentes concepciones de la democracia, por lo tanto, en su en el interior se colocan en posición, los elementos conceptuales de los diferentes proyectos de la sociedad. Por lo tanto, vamos a ver cómo, en el Estado Dom Escuela Nivaldo Monte, esta política se (re) significado y transformado por los sujetos, incluyendo las diferentes formas que se delinean en la dimensión de la democracia, autonomía, participación y representación. Aborda el tema de estudio en vista del materialismo histórico y dialéctico, por lo que consideramos que es posible examinar el objeto en sus fronteras, pero no de manera fragmentada o enajenados o la mediación de la determinación del capital económico...

A INFLUÊNCIA DO GERENCIALISMO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICÍPAL DE OCAUÇU – SP

JACOMINI, FABRICIO DE REZENDE
Fonte: Centro Universitário Eurípedes de Marília Publicador: Centro Universitário Eurípedes de Marília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.5%
O presente trabalho tem como objetivo de estudo identificar se o município está utilizando ferramentas oriundas da administração em seu processo de decissão e para a realização de controle. Para atingir este objetivo foi realizado uma pesquisa bibliográfica visando identificar autores que tratam desta temática desde o conceito de administração e administração pública, como das características e evolução das formas e das políticas públicas brasileiras. A origem do gerencialismo e sua vinda para o Brasil, seu processo de adaptação ao molde das políticas empregadas aqui, o seu objetivo, as adaptações que sofreu no cenário municipal e as principais áreas as quais esta envolvida. As metodologias buscadas para embasamento do estudo, sendo bibliográfico, pesquisa de campo, acompanhamento da administração pública e a coleta e análise dos resultados. Para chegar a conclusão que o município de Ocauçu utiliza se de ferramentas gerencias no seu processo de decisão, como nos controle fim de alcançar a eficiência administrativa.

Política Nacional de Desenvolvimento de Pessoal: uma análise à luz da Teoria do Novo Serviço Público, do Gerencialismo e do Republicanismo; Brazilian National Policy for Staff Development: an analysis based on the New Public Service, Management and Republicanism Theories

Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAE - Departamento de Administração e Economia; UFLA; BRASIL Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS; DAE - Departamento de Administração e Economia; UFLA; BRASIL
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.19%
Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Administração Pública, área de concentração em Gestão de Organizações Públicas do Estado, para a obtenção do título de Mestre.

Burocracia, efici??ncia e modelos de gest??o p??blica: um ensaio; Burocracia, eficiencia y modelos de gesti??n p??blica: un ensayo; Bureaucracy, efficiency and public management models: an essay

Arag??o, Cec??lia Vescovi de
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP); Revista do Servi??o P??blico (RSP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
27.19%
Este artigo apresenta diferentes vis??es sobre burocracia e efici??ncia, fazendo o contraponto com alguns modelos de gest??o p??blica, tais como o tradicional ou ortodoxo, o liberal e o chamado empreendedorismo estatal. Discute o relacionamento entre burocracia e efici??ncia, com um exemplo extra??do do gerencialismo brit??nico, orientador de reformas administrativas em diversos pa??ses. Elenca algumas quest??es recorrentes, que norteiam diversos modelos de gest??o p??blica em sua busca por efici??ncia e que t??m indiscut??vel import??ncia no ??mbito da administra????o p??blica.; Este art??culo presenta diferentes visiones sobre burocracia y eficiencia, haciendo un contrapunto con algunos modelos de gesti??n p??blica, tales como el tradicional u ortodoxo, el liberal y el llamado emprendedorismo estatal. Discute las relaciones entre burocracia y eficiencia, con un ejemplo sacado del modelo gerencial brit??nico, orientador de reformas administrativas en diversos pa??ses. Expone una relaci??n de cuestiones recurrentes, que orientan diversos modelos de gesti??n p??blica, en su b??squeda de eficiencia, y que tienen una importancia indiscutible en el ??mbito de la administraci??n p??blica.; This article sets forth different views on bureaucracy and efficiency and draws a comparison between certain public management models...

Administração pública no Brasil: ciclos entre patrimonialismo, burocracia e gerencialismo, uma simbiose de modelos

Campelo, Graham Stephan Bentzen
Fonte: Ciência & Trópico Publicador: Ciência & Trópico
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 21/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.5%
RESUMO Este artigo teve por finalidade realizar um estudo sobre Administração Pública no Brasil, levando em consideração a influência dos movimentos ideológicos como as Monarquias, a formação do modelo de Estado liberal, capitalismo, assim como as reformas decorrentes de movimentos reformistas das décadas de ’80 e ’90, no mundo e no Brasil, formando o ideário em torno do Patrimonialismo, enquanto modelo de administração pública baseada no clientelismo e na inversão do público, em nome do privado, no modelo Burocrático de administração, onde se enaltecem princípios como profissionalismo, carreira e hierarquia funcional, impessoalidade, formalismo e poder racional-legal, inviabilizadores do clientelismo, e, ainda, um modelo de administração que procure privilegiar os anseios do cidadão, baseado na ideia do gerencialismo. Por meio da revisão bibliográfica e documental, é possível vislumbrar que esses modelos de Administração Pública no Brasil não se caracterizam como modelos estanques, e sim passam por uma simbiose no perpassar histórico das instituições públicas brasileiras, denotando uma verdadeira simbiose dos modelos. PALAVRAS-CHAVE: Patrimonialismo. Burocracia. Gerencialismo. Simbiose de Modelos. PUBLIC ADMINISTRATION IN BRAZIL: CYCLES BETWEEN PATRONAGE...

A política de gestão de pessoas da UFPA: em sintonia com o gerencialismo?; A política de gestão de pessoas da UFPA: em sintonia com o gerencialismo?

Tavares, Denise de Lourdes de Andrade
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.83%
This research examined the personnel policies of the Federal University of Pará (UFPA), aimed at the middle area, implemented by the President's Office of Personnel Management (PROGEP), through the Performance Management and Development from 2006 to 2009 period, in which Institutional Plan was implemented for Technical and administrative (PIDT) with a view to ascertaining whether these actions were developed in line with the ideas of managerialism or New Public Management (NPM). The study opted for qualitative research using interview as a tool to collect data. The informants were managers PROGEP / UFPA who acted in that period. Data interpretation was based on analysis of content from the collation of speeches and documents produced during the period with the managerial categories. Data analysis revealed that the management of people, UFPA has the characteristics of a hybrid management, observing the period studied two models of management: a bureaucratic, rational, focused on processes, contemporary face of public organizations, and other managerialist, adopted by PROGEP in obedience to the mandatory policies of the federal government, being much more present the characteristics of a personnel policy-oriented processes. Concludes that the personnel policy of the UFPA has not been fully tuned to managerialism in the surveyed period; Esta pesquisa analisou as políticas de Gestão de Pessoas da Universidade Federal do Pará (UFPA)...

Professor: protagonista e obstáculo da reforma; Teacher: protagonist and obstacle to the reform

Evangelista, Olinda; Shiroma, Eneida Oto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
27.19%
O artigo discute a formação docente no contexto da reforma do Estado no Brasil, articulada às recomendações dos organismos internacionais para a Educação no início do século XXI. Para tanto, utiliza-se do conceito de Agenda Globalmente Estruturada para a Educação (AGEE), proposto por Roger Dale. Esse conceito permite pensar sobre tais reformas, apreendendo-as na dinâmica estabelecida entre países centrais e países periféricos no interior da divisão internacional do trabalho. A análise incide sobre três grandes projetos para a Educação na América Latina e Caribe: o Proyecto Regional de Educación para América Latina y el Caribe - PREALC -, patrocinado pela UNESCO; o Plan de Cooperación, resultante das Cumbre Iberoamericana de Educación, patrocinadas pela OEI; e os Proyectos hemisféricos en educación, patrocinados pela OEA. Privilegia-se, neste artigo, o modo pelo qual essas organizações procuram construir o professor como protagonista e, ao mesmo tempo, como obstáculo à reforma educacional, desqualificando-o teórica e politicamente. Procura-se evidenciar que, no corpus documental dos organismos indicados, dois conceitos são fundamentais para a compreensão da reforma da formação: profissionalização e gerencialismo. A centralidade atribuída a ambos tem em vista ampliar o controle sobre a categoria do magistério e sua potencial capacidade de opor-se às reformas e ao Estado. Corrobora-se a tese de que a reforma educacional tem pouco a ver com questões propriamente educativas e muito mais com a busca de uma nova governabilidade da Educação pública.; The article discusses teacher education within the context of the reform in the Brazilian State...