Página 1 dos resultados de 537 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Organização e desenvolvimento do mercado da floricultura e sua importância para a economia da região de Trás-os-Montes e Alto Douro

Fernandes, António
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
A floricultura transmontana é o objecto de estudo desta dissertação, através da qual se pretende identificar o estado actual da actividade recorrendo à análise externa e interna através da consulta documental e do estudo empírico, respectivamente. Para a sua prossecução analisou-se o meio sócio-económico que, para além do nível educacional baixo, mostrou a tendência da população relativamente ao envelhecimento, litoralização e concentração nos centros urbanos. A estrutura fundiária revelou caracterizar-se pela predominância da exploração por conta própria, pequena dimensão, grande fragmentação, baixo grau de mecanização e pequena importância da área regada. Por fim, as contas regionais provaram a importância que o sector primário ainda detém na região. Para a análise interna inquiriram-se 36 floricultores transmontanos através de um questionário administrado directamente. O estudo da floricultura na região de Trás-os-Montes e Alto Douro revelou o seu carácter inovador face aos sistemas tradicionais de agricultura a que não estará alheia a predominância de floricultores jovens com um grau de educação/formação e especialização elevados. Quanto à estrutura agrária, verifica-se que os problemas estruturais referidos não limitam o desenvolvimento da actividade. O mesmo não se pode dizer do clima que obriga ao uso de estufas...

O estado actual da produção florícola em Trás-os-Montes e Alto Douro

Fernandes, António
Fonte: UTAD, Sociedade Portuguesa de Estudos Rurais Publicador: UTAD, Sociedade Portuguesa de Estudos Rurais
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.16%
Na região agrária de Trás-os-Montes e Alto Douro (TMAD), a produção de flores surge como uma actividade agrícola em franco desenvolvimento cujo vector crescimento assenta na penetração de mercados. Apesar das condições climatéricas adversas, da concorrência nacional e comunitária e do forte poder negocial dos clientes, o aumento do poder de compra do consumidor e a disponibilidade de fundos comunitários surgem como oportunidades que os jovens agricultores não querem desperdiçar. Na sequência de tal desenvolvimento, a produção de flores em TMAD tem vindo a aumentar, com excepção de 1997. Contudo tal evolução está ainda aquém das expectativas dos floricultores uma vez que as vendas efectivas representam, sensivelmente, 50% das vendas previsonais. Para evitar os efeitos nefastos do clima, a floricultura transmontana desenvolve-se em estufas e assenta, essencialmente, na monocultura do cravo. A sua produção é vendida, em grande parte, a empresas espanholas da Galiza que são, simultaneamente, clientes e fornecedores dos floricultores. Para além do mercado da União Europeia, os floricultores actuam também no mercado nacional e regional fazendo uso da distribuição intensiva, selectiva e exclusiva consoante os mercados nos quais actuam. Embora com alguns problemas...

Competitividade da floricultura transmontana: realidade ou ficção?

Fernandes, António
Fonte: INDEG, ISCTE Publicador: INDEG, ISCTE
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Na região portuguesa de Trás-os-Montes, o negócio da floricultura está em franco crescimento baseado numa estratégia de penetração de mercado. Apesar da adversidade dos factores climatéricos, da concorrência nacional e europeia e do poder dos clientes, há uma oportunidade clara para o empreendedorismo de jovens agricultores. Estratégias como a inovação, o desenvolvimento do mercado e o desenvolvimento do produto são capazes de moldar o futuro da floricultura transmontana.

O estado actual da produção florícola em Trás-os-Montes e Alto Douro

Fernandes, António
Fonte: UTAD Publicador: UTAD
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
27.16%
Na região agrária de Trás-os-Montes e Alto Douro (TMAD), a produção de flores surge como uma actividade agrícola em franco desenvolvimento cujo vector crescimento assenta na penetração de mercados. Apesar das condições climatéricas adversas, da concorrência nacional e comunitária e do forte poder negocial dos clientes, o aumento do poder de compra do consumidor e a disponibilidade de fundos comunitários surgem como oportunidades que os jovens agricultores não querem desperdiçar. Na sequência de tal desenvolvimento, a produção de flores em TMAD tem vindo a aumentar, com excepção de 1997. Contudo tal evolução está ainda aquém das expectativas dos floricultores uma vez que as vendas efectivas representam, sensivelmente, 50% das vendas previsonais. Para evitar os efeitos nefastos do clima, a floricultura transmontana desenvolve-se em estufas e assenta, essencialmente, na monocultura do cravo. A sua produção é vendida, em grande parte, a empresas espanholas da Galiza que são, simultaneamente, clientes e fornecedores dos floricultores. Para além do mercado da União Europeia, os floricultores actuam também no mercado nacional e regional fazendo uso da distribuição intensiva, selectiva e exclusiva consoante os mercados nos quais actuam. Embora com alguns problemas...

Crescimento e marcha de absorção de nutrientes de crisântemo (Dendranthema grandiflora, Tzvelev.) cultivado em vaso; Growth and nutrients uptake curve of chrysanthemum (Dendranthema grandiflora, Tzvelev.) cultivated in pot

Rodrigues, Marcelo Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.16%
O crisântemo cultivado em vaso é um dos produtos floríferos mais vendidos na floricultura brasileira, possuindo grande diversidade de cores, formas e tamanhos de inflorescências, além de possuir alta durabilidade após a colheita. Para tanto, é necessário o atendimento das exigências nutricionais da planta para possibilitar expressar seu potencial ornamental. Os objetivos deste trabalho foram analisar o crescimento da planta e caracterizar a marcha de absorção de nutrientes no cultivo em vaso do crisântemo, variedade cultivada ,,Fine Time". O experimento foi realizado na estufa climatizada do Setor de Floricultura do Colégio Politécnico da UFSM, Santa Maria - RS, no período de setembro a dezembro de 2012. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com oito tratamentos e seis repetições. As plantas foram coletadas e analisadas em intervalos que variaram de 7 a 14 dias dependendo da fase de desenvolvimento da planta. Os parâmetros de crescimento avaliados foram: comprimento das hastes, folhas e de raízes; número de folhas, raízes, brotações, botões florais e de inflorescências; largura e área das folhas; massa de matéria seca das folhas, raízes; botões florais; inflorescências, hastes e das plantas. Em relação aos nutrientes foi analisado teor...

Código de conduta: uma potencialidade para o desenvolvimento sustentável da floricultura do Agropolo Cariri/CE

Alencar, Girlaine Souza da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 160 f. : il., fots.
POR
Relevância na Pesquisa
27.32%
Pós-graduação em Geografia - IGCE; O estado do Ceará tem se destacado no âmbito nacional como um importante produtor e exportador de flores e plantas ornamentais. O Agropolo Cariri/CE, devido às condições edafoclimáticas adequadas a esta atividade e aos incentivos do governo também tem expandido a sua produção. Entre os anos de 2000 e 2010 a área plantada evoluiu 1.837,29%. Entretanto, o setor da floricultura, assim como as demais atividades produtivas, gera impactos ambientais que devem ser bem gerenciados, especialmente nesta região devido à suscetibilidade de contaminação do lençol freático por insumos químicos, pelo fato da sua formação geológica ser essencialmente sedimentar. Estudos realizados nesta região apontam a necessidade de um gerenciamento ambiental no setor, especialmente no controle do uso de agrotóxicos e fertilizantes e saúde e segurança dos trabalhadores. Esta pesquisa foi realizada nas quatro cidades do Agropolo Cariri/CE que têm base produtiva organizada no setor da floricultura: Barbalha, Crato. Jardim e Juazeiro do Norte. E teve como objetivo sistematizar de um Código de Conduta para o setor no sentido de amenizar os impactos socioambientais gerados pela atividade. Para isto, foram utilizadas como parâmetros as exigências dos programas de rotulagem socioambiental Milieu Programma Sierteelt – MPS e EUREPGAP Flowers and Ornamentals Version 1.1-Jan04 e da Legislação brasileira que dispõe sobre o setor agrícola. O levantamento das propriedades foi feito junto aos órgãos de assistência técnica (EMATERCE...

Metodo de identificação do grau de gestão (MIGG) nas atividades de produção de flores de corte; Management degree identification method (MDIM) for production activities involving cut flowers

Antonio Bliska Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.16%
A Floricultura é considerada um dos mais importantes segmentos da agricultura brasileira, não somente em função dos significativos recursos financeiros movimentados e do volume de mão-de-obra empregado, mas também pelo potencial de crescimento que possui, em virtude do baixo consumo interno per capita e das possibilidades de exportação. Para tanto, questões como qualidade e gestão são fundamentais para que o setor possa se desenvolver e atingir esse potencial de crescimento.Uma das atividades técnicas e economicamente promissora do Sistema Agroindustrial (SAG) da Floricultura é a produção de flores de corte. Este estudo centrou-se na primeira etapa dessa atividade, ou seja, na produção rural, pois os reflexos da implementação de conceitos e práticas de gestão no agronegócio nessa etapa, visando à obtenção de produtos de alta qualidade e tempo de vida pós-colheita adequados permeiam o setor como um todo. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um método para que os produtores de flores de corte possam, de maneira simples e rápida, identificar o grau gerencial de suas atividades e possibilitar a adoção dos fundamentos, critérios e práticas de gestão da qualidade que resultem na estruturação de seu negócio como uma empresa organizada. Para desenvolvê-lo...

Rosas, orquídeas, hortênsias e campânula – pesquisas e possibilidades de inovação avaliadas em Lages-SC e em Arujá- SP

Soccol, Jeferson João
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 64 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.16%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Curso de Agronomia.; A floricultura vem adquirindo importância econômica, principalmente, devido ao aumento do consumo interno brasileiro, o crescimento econômico médio deste setor, nos últimos anos, gira entorno de 15 a 20%. Frente a essa importância e a função social, gerando mais de 200 mil empregos diretos e indiretos, este estágio objetivou fundamentar e aumentar, através do contato com produtores e pesquisadores da área, os conhecimentos em floricultura adquiridos durante o curso de graduação em Agronomia da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. O estagio foi realizado em duas etapas distintas, na primeira, realizada no Centro de Ciências Agroveterinárias – CAV da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, acompanhou-se o desenvolvimento de um experimento com roseiras para corte, o qual teve como objetivo determinar a melhor densidade de plantio no cultivo protegido, este trabalho relata apenas as atividades realizadas. A segunda etapa foi realizada na Associação dos Floricultores da Região da Rodovia Dutra em Arujá, São Paulo. No qual o objetivo foi conhecer a produção comercial da região, caracterizar os produtores e as propriedades e elencar as principais dificuldades técnicas relacionadas à produção...

Estudo de caso para a caracterização e análise da competitividade na floricultura de Joinville, SC

Souza, Patrícia Carvalho de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 83 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.16%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Mesmo sendo uma atividade pouco estudada no Brasil, a floricultura tem despertado interesse em várias entidades, governamentais e privadas, pois é uma cultura que apresenta um bom nível de rentabilidade para os produtores rurais e é vista como uma saída para promover o desenvolvimento regional. Santa Catarina é destaque nacional pela qualidade e variedade de flores e plantas ornamentais oferecidas ao mercado brasileiro e seu maior pólo produtor é o município de Joinville. Caracterizadas pela administração familiar, as empresas produtoras deste município, através de iniciativas próprias e de algumas associações e entidades, procuram o aumento da qualidade da mão-de-obra, em busca da profissionalização da atividade. A maioria das ações desenvolvidas pelos agentes objetivam, em primeiro lugar a sua participação no mercado nacional e posteriormente, a conquista do mercado internacional. Com isso, a atividade de produção de flores e plantas ornamentais de Joinville está criando condições competitivas, pois apresentam empenho em melhorar seus resultados baseados nos fatores determinantes da competitividade.

Elaboração e análise de um estudo de viabilidade económica para implementação de um projecto de floricultura em estufa

Ramos, João Carlos Ferreira
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.16%
O presente trabalho trata de um Plano de Negócios, onde será estudado e avaliado a viabilidade económica – financeira de um Projecto de Floricultura ligado à produção intensiva de rosas em estufa. A área produtiva do empreendimento ocupará aproximadamente 4096 metros quadrados cobertos, sendo o funcionamento e gestão do processo de produção assegurado através do uso de tecnologias e métodos que premeiam a inovação e o desenvolvimento sustentável. As instalações de apoio à actividade produtiva, serão dimensionadas para ocupar aproximadamente 494 metros quadrados, e incluem áreas destinadas à gestão estratégica e administrativa do negócio, conservação, embalagem e expedição do produto. Aborda-se aqui o conceito de empreendedorismo de oportunidade num cenário de mercado em que a procura do produto tende a exceder a oferta no contexto nacional; ABSTRACT: This work is about a Business Plan, where a viability of a Floriculture Project will be economically and financially studied and evaluated taking into account the intensive production of Roses in a Greenhouse. The productive area of the project will be around 4096 covered square meters, where the management and functionality of the production process will be assured through the use of methods and technologies that reward innovation and sustainable development. The premises that support all the productive activity will be dimensioned in order to fit around 494 square meters...

Diagnóstico da floricultura no Rio Grande do Sul

Kämpf,Atelene Normann; Daudt,Rafael Schüür
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o segmento da produção de flores e plantas ornamentais no Rio Grande do Sul, Brasil, por meio de um levantamento a campo. O estudo faz parte de um projeto global, apoiado pelo Instituto Brasileiro de Floricultura (IBRAFLOR) e pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento (MAARA), através do Departamento Nacional de Cooperativismo (DENACOOP). Com base nos formulários preenchidos nas propriedades, foi elaborado um cadastro dos floricultores, com seus endereços e produções. A floricultura gaúcha conta com 257 produtores, que cultivam o total de 304ha em 65 municípios; 30% dessa área é ocupada com flores de corte, 33% com mudas para jardim, 29% com outros produtos da floricultura e 8% com plantas envasadas. O sistema de cultivo predominante é a céu aberto (89%), com baixos investimentos tecnológicos.

Nuevo modelo de acumulación y agroindustria: las implicaciones ecológicas y epidemiológicas de la floricultura en Ecuador

Breilh,Jaime
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.16%
El artículo refere-se a una investigación de los procesos que ha generado la producción florícola en el ecosistema de la Cuenca del Rio Granobles (zonas de Cayambe y de Tabacundo) y su impacto en el ecosistema y la salud humana. Para abarcar ese complejo objeto de estudio y sus múltiples dimensiones se ha requerido un enfoque interdisciplinario y además una construcción intercultural, desde los siguientes componentes: a) dinámica de los plaguicidas; b) proceso de distribución y comercialización de los plaguicidas en la cuenca; c) proceso de transformación económica y socio-antropológica generado por la floricultura; d) proceso epidemiológico de impacto en la salud humana; e) y el diseño de sistemas e instrumentos de información integrales, interculturales y participativos. La investigación consolidó una importante base de datos, geocodificada, de caracterización y conocimientos sobre impactos de la producción de flores en los(as) trabajadores(as), comunidades, sistemas hídricos y suelos, ofreciendo evidencias del severo impacto de actual sistema floricultor y exigindo reflexionar acerca de la sostenabilidad de los sistemas productivos y la garantia del futuro de los ecosistemas.

Extensão rural e floricultura tropical para o desenvolvimento local: a cooperação no processo de inclusão competitiva dos agricultores familiares em Pernambuco

Silva,Fausta Calado; Leitão,Maria do Rosário de Fátima Andrade
Fonte: Universidade Católica Dom Bosco Publicador: Universidade Católica Dom Bosco
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
As políticas de Desenvolvimento Local e os processos de cooperação entre os agricultores familiares constituem os temas centrais deste artigo. Buscou-se investigar o papel da Cooperação na Extensão Rural no processo de Inclusão Competitiva dos Agricultores familiares da Floricultura Tropical em Pernambuco.

Arborização, floricultura e paisagismo com plantas da Caatinga.

ALVAREZ, I. A.; KIILL, L. H. P.
Fonte: Informativo ABRATES, Brasília, DF, v. 24, n. 3, p. 63-67, dez. 2014. Publicador: Informativo ABRATES, Brasília, DF, v. 24, n. 3, p. 63-67, dez. 2014.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.16%
A flora da Caatinga apresenta grande potencial em termos de arborização e paisagismo devido à rusticidade de suas espécies. O ambiente urbano demanda plantas que exijam a menor quantidade de irrigação e tratos possíveis. O conhecimento do real potencial das espécies vegetais do bioma Caatinga pode, além de outros fatores, contribuir para a menor perda de diversidade biológica, diminuir a perda de material genético e melhorar a qualidade de vida da população por meio do uso sustentável de seus recursos. Aqui retratamos alguns das principais questões para implantar uma arborização e floricultura com plantas da Caatinga e de que forma seria a aplicação dessas no paisagismo das cidades e no comércio. Ainda destacamos algumas espécies com potencial ornamental de ocorrência na Caatinga, entre elas das famílias Leguminosae, Convolvulaceae, Bignoniaceae e Cactaceae.; 2014; Edição das Palestras do V Workshop de Tecnologia e Fisiologia de Sementes e Mudas, Petrolina, dez. 2014.

A evolução da floricultura pernambucana : um novo produto na pauta de exportações do Estado

Higino Lomachinsky, Mariana; José de Arroxelas Galvão, Olímpio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.16%
Esta dissertação mostra a cadeia de suprimento do agronegócio da floricultura no mundo. Destaca os principais países exportadores e importadores e a posição do Brasil em relação ao comércio mundial de flores e plantas ornamentais. Apresenta no quadro nacional o Estado de Pernambuco como o principal produtor de flores da espécie tropical e a sexta posição na produção das flores da espécie temperada, em virtude da sua localização em relação aos mercados consumidores e a fatores climáticos que possibilitam a produção de flores o ano inteiro. Mostra a evolução da atividade produtiva local e as principais informações sobre o desenvolvimento da cadeia e seu potencial exportador, enfatiza as potencialidades e os problemas encontrados no Estado tanto pelos produtores como falta de financiamento e de logística quanto pelos consumidores locais que desconhecem as flores tropicais

Desenvolvimento da floricultura tropical paraense: uma an?lise dos fatores locais de inova??o

RIOS AREVALO, Michelly
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Teve como objetivo a intera??o de comunidades sociais espec?ficas no aglomerado da floricultura tropical paraense. A mesma foi direcionada a produtores locais em intera??o direta com outros agentes do setor para valorizar os fatores locais de inova??o da floricultura tropical. Embora a floricultura tropical tenha uma representa??o econ?mica menor que a da floricultura temperada (inserida de outras regi?es do Brasil) no cen?rio local, a mesma, ainda em seu curto estabelecimento, vai sendo considerada pelos diferentes agentes p?blicos e privados como uma importante atividade econ?mica do estado do Par?. No entanto, evidenciam-se a??es de atores que se focam em organiza??es sociais, alternativa que reduz os ?custos de produ??o? e os ?custos de transa??es? sobre as diferentes atividades que este setor demanda. Entre as comunidades estudadas est?o: a Associa??o dos Floricultores de Benevides (AFLORBEN), Cooperativa Agr?cola Santo Ant?nio (COOPSANT), Associa??o dos Produtores de Flores de Santa B?rbara (TROPISAN), Associa??o de Microprodutores de Castanhal (BARREIR?O), Associa??o Paraense de Floricultura e Plantas Medicinais (PAR?FLOR), e por ?ltimo, as comunidades e/ou agentes que conformam o cen?rio comercial e institucional da floricultura (a Rede Social do Aglomerado Local de Flores na Mesorregi?o Metropolitana de Bel?m). Esta ?ltima comunidade como sendo a respons?vel pela concretiza??o do objeto central do estudo...

Título

GIANNETTASIO [Ministro]
Fonte: Ministério da Educação da Argentina Publicador: Ministério da Educação da Argentina
Tipo: legislation
Relevância na Pesquisa
27.32%
Otorgar reconocimiento oficial y validez nacional al título de Técnico Universitario en Parques, Jardines y Floricultura, que expide la Universidad Nacional de San Luis, cuyo plan de estudios obra como Anexo de la presente resolución

Tratamiento de desechos y desperdicios vegetales en la floricultura colombiana

Estrada Pulgarín, Janys Angélica; Reyes Bosa, Miguel Antonio; Harker Sánchez, Oscar, dir.
Fonte: Universidade La Sabana Publicador: Universidade La Sabana
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
37.16%
Tres décadas de desarrollo de la floricultura en Colombia, representan para el país y para el mundo un invaluable patrimonio de experiencias, conocimientos, pruebas y resultados en múltiples aspectos. Los desechos que generan los cultivos de flores merecen especial atención, tanto por su diversidad como por su magnitud. La presente investigación determina el manejo que se le debe dar a los desechos de carácter vegetal, el cuál requiere de organización, capacitación y concientización a todos los niveles de una empresa floricultora de tal forma que el problema se convierta en un asunto de cultura organizacional

World class strategy para la floricultura Colombiana

Rubio Carvajalino, Jaime Andrés; Combariza Vallejo, Mauricio, dir.
Fonte: Universidade La Sabana Publicador: Universidade La Sabana
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
37.16%
Con el fin de implementar un sistema de control y desarrollo estratégico, que enriquezca y de las bases para la formalización de la floricultura colombiana, el cual basado en metodologías de administración estratégica y herramientas como el Balance Score Card que brinden apoyo al gerente de cultivo y a su equipo de trabajo, se plantea el desarrollo de la metodología World Class Strategy, la cual tiene como finalidad garantizar el control sobre los procesos que la organización tiene establecidos para así lograr entregar un excelente producto a los clientes, integrando de manera completa la cadena de suministro.

Nuevo modelo de acumulación y agroindustria: las implicaciones ecológicas y epidemiológicas de la floricultura en Ecuador

Breilh,Jaime
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.16%
El artículo refere-se a una investigación de los procesos que ha generado la producción florícola en el ecosistema de la Cuenca del Rio Granobles (zonas de Cayambe y de Tabacundo) y su impacto en el ecosistema y la salud humana. Para abarcar ese complejo objeto de estudio y sus múltiples dimensiones se ha requerido un enfoque interdisciplinario y además una construcción intercultural, desde los siguientes componentes: a) dinámica de los plaguicidas; b) proceso de distribución y comercialización de los plaguicidas en la cuenca; c) proceso de transformación económica y socio-antropológica generado por la floricultura; d) proceso epidemiológico de impacto en la salud humana; e) y el diseño de sistemas e instrumentos de información integrales, interculturales y participativos. La investigación consolidó una importante base de datos, geocodificada, de caracterización y conocimientos sobre impactos de la producción de flores en los(as) trabajadores(as), comunidades, sistemas hídricos y suelos, ofreciendo evidencias del severo impacto de actual sistema floricultor y exigindo reflexionar acerca de la sostenabilidad de los sistemas productivos y la garantia del futuro de los ecosistemas.