Página 1 dos resultados de 1883 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Condicionamento, qualidade de sementes e sincronismo do florescimento em campo de produção de sementes do milho híbrido GNZ 2004; Priming, seed quality and flowering synchronism in a seed production field of the maize hybrid gnz 2004

TIMÓTEO, Tathiana Silva; PINHO, Édila Vilela de Resende Von; PINHO, Renzo Garcia Von; GUIMARÃES, Renato Mendes; CHALFUN, Marllon Zucari Haddad; TIMÓTEO, Tiago José
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Com o objetivo de avaliar o efeito do condicionamento fisiológico e da qualidade de sementes sobre a época de florescimento de plantas de milho, foi realizado o presente trabalho. Foram utilizados lotes de sementes com qualidade fisiológica distinta de duas linhagens. Parte das sementes de cada lote foi condicionada em água, por período de 24 horas, totalizando quatro tratamentos, os quais foram avaliados na ausência e presença do "split" (sincronia de plantio) recomendado. Na área experimental, cada parcela foi composta por seis linhas de quatro metros cada uma, seguindo o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições. Foram avaliadas a porcentagem da emergência das plantas em campo, altura das plantas, as datas em que ocorreram 50% e 100% de liberação do pólen e de emissão do estilo-estigma e, ainda, a data da ausência de liberação de pólen das plantas do parental masculino e receptividade do estilo-estigma para as do parental feminino e a data em que as sementes estavam no estádio de desenvolvimento LL3. Quando foram utilizadas sementes com alta qualidade e sem condicionamento, não houve necessidade de se efetuar o "split". O mesmo ocorreu com sementes não condicionadas e com alta qualidade do parental mais tardio...

Caracterização fenotípica e avaliação da expressão de genes envolvidos na indução e no florescimento da laranjeira 'x11'; Phenotypic characterization and evaluation of the expression of genes involved in the induction and flowering of 'x11' sweet orange

Voigt, Vanessa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
A laranjeira ,,x11" é um mutante espontâneo de laranja doce, com seedlings florescendo a partir do primeiro ou segundo ano de cultivo e plantas adultas podendo florescer em várias épocas num mesmo ano. Estas características tornam este mutante um excelente material para estudos de genômica funcional relacionado ao florescimento e a frutificação. Os objetivos deste trabalho foram caracterizar o florescimento da laranjeira ,,x11" em quatro épocas do ano e acompanhar o desenvolvimento do meristema apical em gemas axilares de plantas adultas, em relação às plantas de ,,Valência". Também foi avaliado o perfil de expressão dos genes envolvidos na indução e no florescimento em plantas adultas e juvenis das duas laranjeiras. Plantas adultas de ,,x11" enxertadas em ,,Cravo" e ,,Swingle" foram podadas no outono, inverno, primavera e verão e, em seguida, realizou-se a caracterização do florescimento em ramos novos e a determinação da viabilidade e germinação in vitro de grãos de pólen. O acompanhamento morfo-anatômico do meristema apical foi realizado em quatro estádios das brotações axilares das duas laranjeiras após a poda de outono. A expressão dos genes integradores das vias de indução (FT, SOC1 e LFY), genes repressores (FLC...

Aspectos agrotecnológicos, florescimento, impurezas vegetais e produção de bagaço de cultivares de cana-de-açúcar

Silva Neto, Hélio Francisco
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: v, 100 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; Para comparar as características agrotecnológicas dos cultivares de cana foram desenvolvidos estudos relacionados ao florescimento, isoporização, produção de bagaço e produtividade agroindustrial. Além disso, objetivou-se identificar o efeito de cada impureza vegetal na qualidade do caldo de cana. As coletas dos colmos ocorreram em área experimental da FCAV/UNESP ao longo da safra 2008/2009. As análises químicas e tecnológicas foram realizadas no Laboratório de Tecnologia do Açúcar e Etanol da mesma Universidade. Os cultivares RB855536 (precoce) e IAC94-2101 (tardio) não floresceram, e apresentaram baixa intensidade e volume de isoporização. Houve diminuição da pol em colmos em processo de indução floral e maior diâmetro isoporizado nos colmos florescidos. Os cultivares apresentaram os maiores valores de bagaço coincidindo com sua época indicada para o corte. Os cultivares precoces (CTC 16 e IACSP93-3046) e os tardios (RB867515, CTC 2 e CTC 8) se destacaram como exemplares de elevado potencial energético, devido à sua maior produtividade de bagaço, durante a maior parte da safra. Os cultivares precoces...

Estudo da expressão dos genes no processo de florescimento em laranjeira valência; Gene expression studies during flowering in sweet orange "Valencia¿

Valéria Siqueira Mafra
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
O desenvolvimento floral envolve uma rede complexa de genes que agem no meristema apical para especificar a identidade do meristema floral e, mais adiante, a identidade de órgãos florais. Outros genes controlando a simetria e polaridade dos órgãos, assim como a influência de giberelinas e auxinas, desempenham um papel importante no estabelecimento do tamanho final e arquitetura da flor. Este trabalho propôs avaliar as alterações no transcriptoma do meristema durante a indução e diferenciação floral e em diferentes fases do desenvolvimento do botão floral em laranja doce. Para isto, foi construído um chip de microarranjo de citros contendo cerca de 32 mil unigenes de laranja doce, presentes no banco de dados CitEST. Para se avaliar o perfil global de expresssão, foram coletadas gemas em dois estágios de desenvolvimento, quatro estágios de desenvolvimento do botão floral e flores abertas. As análises estatísticas foram feitas por meio da comparação 2x2, considerando um dado estágio em relação ao estágio anterior. Foram encontrados 3.590 unigenes nãoredundantes com diferença de expressão em pelo menos uma das comparações e a análise de enriquecimento de ontologias (GSEA) definiu os processos biológicos mais representativos. Foram identificados vários unigenes de citros envolvidos com a sinalização do florescimento...

O Bem-Estar Psicológico em Adolescentes: Uma abordagem centrada no florescimento humano

Fernandes, Hélder Miguel Graça
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Tese de Doutoramento em Psicologia, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; O domínio de investigação da dinâmica psicológica do bem‐estar constitui‐se, actualmente, por duas perspectivas que se organizam em torno de dois modelos, que apesar de comungarem do mesmo objecto de estudo, possuem distintas géneses, percursos e orientações teórico‐empíricas. O primeiro, denominado de Bem‐Estar Subjectivo, possui em Ed Diener o seu principal investigador e sistematizador, pelo que esta área visa, primordialmente, a compreensão da dimensão afectiva (felicidade) e cognitiva (satisfação com a vida) da avaliação subjectiva que cada indivíduo faz das suas experiências de vida. Por sua vez, o segundo modelo intitulado de Bem‐Estar Psicológico, foi concebido por Carol Ryff com base em diversas concepções da autorealização e crescimento pessoal, propondo um modelo multidimensional de funcionamento psicológico positivo constituído por seis dimensões: autonomia, domínio do meio, crescimento pessoal, relações positivas com os outros, objectivos na vida e aceitação de si. Tendo em consideração simultânea a idiossincrasia própria do bem‐estar durante a adolescência e a prevalência da abordagem psicopatológica deste construto durante este período de vida...

Florescimento humano e empowerment: da relação entre os conceitos e seus contributos para as novas perspectivas do desenvolvimento

Barreiro, Patrícia da Silva
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Mestrado em Desenvolvimento, Diversidades Locais e Desafios Mundiais - Análise e Gestão / Classificação JEL I15- Health and Economic Development J17- Value of life; Forgone income; Esta Dissertação foi elaborada enquanto requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre em Desenvolvimento, Diversidades Locais e Desafios Mundiais – Análise e Gestão. O objectivo desta investigação consiste na compreensão da pertinência e contributo dos Indicadores de Florescimento Humano e da sua relação com o Empowerment para as novas perspectivas de Desenvolvimento. Neste sentido, o estudo é modelado por um quadro conceptual em torno das teorias do Bem-estar Subjectivo, Saúde Mental e Florescimento Humano, do Empowerment e das novas perspectivas de Desenvolvimento. Para o efeito o trabalho apresenta as principais conclusões de revisões a estratégias de Empowerment e os resultados da análise estatística à amostra portuguesa do European Social Survey, Round 3. O modelo de análise seguiu como referência a definição operacional de Florescimento Humano proposta por F. Huppert e T. So e os elementos-chave do Empowerment propostos pelo Banco Mundial. O trabalho de pesquisa apoiado na análise documental e estatística, confirmou que estes indicadores constituem uma ferramenta de análise da realidade social relevante no âmbito do Desenvolvimento e que existem relações significativas entre Florescimento Humano e Empowerment. Sugerindo a pertinência de se empreender novas investigações com vista ao entendimento aprofundado destas relações e dos seus significados para as novas perspectivas do Desenvolvimento.; This dissertation was written in partial fulfillment of the requirements for a Master in Development...

Influência de déficits hídricos controlados na uniformização do florescimento e produção do cafeeiro em três diferentes condições edafoclimáticas do Estado de São Paulo

Silva,Emerson Alves da; Brunini,Orivaldo; Sakai,Emilio; Arruda,Flavio Bussmeyer; Pires,Regina Célia de Mattos
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
O objetivo foi avaliar a influência de déficits hídricos controlados no florescimento e na produção de cafeeiro Arábica (Coffea arabica L. cv. Obatã enxertados sobre C. canephora cv. Apoatã) em três diferentes condições edafoclimáticas do Estado de São Paulo. As plantas, com idade inicial de 2,5 anos foram cultivadas em espaçamento 2,5 x 1,0 m, no período de julho de 2001 a maio de 2002, nas localidades paulistas de Adamantina, Mococa e Campinas, sob as seguintes condições de manejo de água: não-irrigado (NI), irrigado continuamente (IC) e irrigados com suspensão da irrigação por 30 dias em julho (I30) e 60 dias em julho e agosto (I60). Independentemente da localidade, nos três tratamentos irrigados (IC, I30 e I60) houve maior produção de cafés por planta em relação às plantas não irrigadas (NI), sendo as maiores diferenças signi4ficativas observadas em Mococa. O tratamento I60 favoreceu a obtenção de déficits hídricos da ordem de -1,1 MPa em Adamantina, -1,6 MPa em Mococa e -1,2 MPa em Campinas, os quais foram mais efetivos na sincronização das floradas do cafeeiro aliando uniformidade com alta produção. O maior número de floradas e a baixa uniformidade de produção das plantas irrigadas continuamente (IC) confirmam a necessidade de um período de seca na sincronização do florescimento. Os baixos valores de potencial da água (Ψwa) nas folhas (-2...

Condicionamento, qualidade de sementes e sincronismo do florescimento em campo de produção de sementes do milho híbrido GNZ 2004

Timóteo,Tathiana Silva; Pinho,Édila Vilela de Resende Von; Pinho,Renzo Garcia Von; Guimarães,Renato Mendes; Chalfun,Marllon Zucari Haddad; Timóteo,Tiago José
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Com o objetivo de avaliar o efeito do condicionamento fisiológico e da qualidade de sementes sobre a época de florescimento de plantas de milho, foi realizado o presente trabalho. Foram utilizados lotes de sementes com qualidade fisiológica distinta de duas linhagens. Parte das sementes de cada lote foi condicionada em água, por período de 24 horas, totalizando quatro tratamentos, os quais foram avaliados na ausência e presença do "split" (sincronia de plantio) recomendado. Na área experimental, cada parcela foi composta por seis linhas de quatro metros cada uma, seguindo o delineamento de blocos casualizados com quatro repetições. Foram avaliadas a porcentagem da emergência das plantas em campo, altura das plantas, as datas em que ocorreram 50% e 100% de liberação do pólen e de emissão do estilo-estigma e, ainda, a data da ausência de liberação de pólen das plantas do parental masculino e receptividade do estilo-estigma para as do parental feminino e a data em que as sementes estavam no estádio de desenvolvimento LL3. Quando foram utilizadas sementes com alta qualidade e sem condicionamento, não houve necessidade de se efetuar o "split". O mesmo ocorreu com sementes não condicionadas e com alta qualidade do parental mais tardio...

Florescimento de gramíneas forrageiras cultivadas sob luminosidade reduzida

Castro,Carlos Renato Tavares de; Carvalho,Margarida Mesquita
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.87%
Foram feitas observações relativas ao florescimento de seis espécies de gramíneas forrageiras tropicais cultivadas sob condições de luminosidade reduzida. Os resultados indicam efeito negativo do sombreamento sobre a floração da maioria das espécies estudadas, sendo recomendados novos ensaios visando à quantificação das sementes produzidas e à avaliação da qualidade fisiológica dessas.

A ideia de racionalidade subjacente ao modelo da interação entre a ciência e os valores: florescimento cognitivo, humano e da vida

Ramos,Maurício de Carvalho
Fonte: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia Publicador: Universidade de São Paulo, Departamento de Filosofia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
No presente artigo, proponho uma interpretação da epistemologia de Hugh Lacey no que se refere à articulação entre o conceito de racionalidade e os conceitos de florescimento cognitivo, humano e da vida. Sustento que a crítica do autor aos aspectos teóricos e práticos da tecnociência envolve a substituição do progresso pelo florescimento, que é consistente com uma concepção de natureza humana que valoriza seus aspectos singulares e individuais sem comprometer-se com formas teóricas e práticas de indivi dualismo egoísta. Tais posições permitem elaborar uma ética do florescimento contrária à moral do progresso e à atividade científica orientada pelo éthos científico comercial. Tal orientação, segundo minha leitura, compromete a autonomia do cientista individual, da instituição de pesquisa e, no limite, da própria ciência. Discuto ainda a análise dos valores que Lacey realiza tematizando a crença e os desejos como causas da adoção de valores. Proponho que o desejo de saber está associado a certo grau de es pontaneidade (que, segundo o autor, se pode argumentar como sendo um valor em si mesmo) e que...

Simulação espacial do efeito da época de plantio sobre o tempo de florescimento de milho (Zea mays L.) no Brasil.

LANDAU, E. C.; TAVARES, R. B. T.; GUIMARAES, D. P.; HIRSCH, A.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 16, 2009, Belo Horizonte. Anais... Viçosa, MG: UFV; Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2009. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA, 16, 2009, Belo Horizonte. Anais... Viçosa, MG: UFV; Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; Não paginado.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Foi estimado o tempo necessário para o florescimento masculino da cultivar de milho de ciclo normal BR206 simulando o plantio nos diferentes meses do ano no Brasil, considerando quantidade de água suficiente para o desenvolvimento das diferentes fases da cultura. Foram consideradas a temperatura-base e o acúmulo térmico necessários para o florescimento da cultivar conforme Guiscem et al (2001). A simulação foi baseada em dados climáticos diários registrados em 100 estações meteorológicas ou agrometeorológicas da rede do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais no país de 2006 a 2008. Os meses com menor tempo semeadura-florescimento nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste são dezembro e janeiro e, na região Centro-Oeste, setembro e outubro.; 2009; CBA 2009.

Padrões de florescimento de clones de guaranazeiro.

ÂNGELO, P. C. da S.; ATROCH, A. L.; NASCIMENTO FILHO, F. J. do; SOUSA, N. R.; MENDONÇA, W. da S.; FONSECA, A. P. A. da.
Fonte: In: PEREIRA, J. C. R.; ARRUDA, M. R. de (Ed.). Pesquisa com guaranazeiro na Embrapa Amazônia Ocidental: status atual e perspectivas. Manaus: Embrapa Amazônia Ocidental, 2007. p. 192-198. Publicador: In: PEREIRA, J. C. R.; ARRUDA, M. R. de (Ed.). Pesquisa com guaranazeiro na Embrapa Amazônia Ocidental: status atual e perspectivas. Manaus: Embrapa Amazônia Ocidental, 2007. p. 192-198.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.87%
Este trabalho teve como objetivo verificar a ocorrência de padrões diferentes de florescimento entre clones de guaranazeiro, mantidos com e sem adubação.; 2007

Emergência e florescimento em acessos de melancia.

COSTA, J. de A.; DIAS, R. de C. S.; SANTOS, S. de S.; ANDRADE, K. M. N. S.; LUBARINO, P. C. da C.
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMIÁRIDO, 7.; JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACEPE/UNIVASF, 1., 2012, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semiárido, 2012. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMIÁRIDO, 7.; JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACEPE/UNIVASF, 1., 2012, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semiárido, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; p. 111-116.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.02%
O objetivo deste trabalho foi verificar a emergência de plântulas e o florescimento em acessos de melancia do BAG de Cucurbitáceas do Nordeste brasileiro. O ensaio foi conduzido sob delineamento experimental de blocos casualizados, com 26 acessos, três repetições e dez plantas por parcela. Foi avaliado o percentual de sementes emergidas, índice de velocidade de emergência e floração masculina e feminina. Verificou-se que 65,38% dos acessos avaliados apresentaram mais de 90% de sementes emergidas, enquanto os demais variaram de 54,29% a 88%. Observou-se que o aparecimento da primeira flor masculina nos acessos variou de 35 a 40 dias após o plantio. Em relação à floração feminina, os acessos BGCIA 2, BGCIA 714, BGCIA 811, BGCIA 864, BGCIA 882 e BGCIA 979 foram mais precoces, com florescimento entre 38 e 42 dias após o semeio; enquanto os mais tardios (48 a 51 dias) foram BGCIA 36, BGCIA 40, BGCIA 115 e BGCIA 849. Os acessos BGCIA 865 e BGCIA 036 deverão ser submetidos a um cuidadoso processo de regeneração/multiplicação para evitar possíveis perdas da viabilidade das suas sementes no decorrer dos anos. Os acessos BGCIA 2, BBCIA 714, BGCIA 811, BGCIA 864 e BGCIA 882 apresentam potencial para serem utilizados em programas de melhoramento de melancia visando à precocidade.; 2012

Caracterização fisiológica e influência da época de plantio no florescimento de cultivares de cana-de-açúcar.

Santos, João Messias dos
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Agronomia; Produção vegetal; Proteção de plantas; Programa de Pós-Graduação em Agronomia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Brazil is the largest sugarcane producer in the world, and this extremely important crop gives rise to significant social, economical and environmental implications for the country. Brazil is also the largest industrial manufacturer of sugarcane alcohol and thus occupies a strategic position in terms of supply of this alternative and renewable source of energy. Owing to its unrivalled agricultural and industrial productivity, and lower production costs in comparison with other countries, Brazil is a competitive exporter of both sugar and alcohol, and exerts a strong influence on the international price of these products. The aim of the present work was to determine the photosynthetic activity and the levels of nutrients and soluble carbohydrates in four sugar cane cultivars, with different flowering cycles, planted at three different times of the year in Serra do Ouro (State of Alagoas, Brazil). The experimental design constituted a 4 x 3 factorial random arrangement involving four sugarcane cultivars (F150, RB72454, RB842021 and RB92579) and three planting periods (20th July 2005, 20th August 2005 and 20th September 2005 ). For each crop, the chlorophyll content, the gas exchange and the total number of flowering stalks were determined XIV from March 2006 until the end of the flowering period. The nutrients present in the cortex of the stalk were also analysed prior to flowering. In terms of flowering...

Valores científicos e florescimento humano

Fonseca, Bruno Lima da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.87%
O estudo tem por interesse investigar os valores existentes na ciência e analisar a possibilidade da promoção de uma prática científica ética na contemporaneidade. A base para essa análise fundamenta-se nos estudos de Hugh Lacey sobre a busca de um modelo epistemológico pautado na adequação de valores presentes nas práticas científicas às projeções sociais e necessidades humanas. Tal análise aponta que para termos uma melhor compreensão da ciência e do seu objetivo devemos distinguir tanto os valores quanto os momentos e as estratégias decisivas para o desenvolvimento da ciência. A proposta de Lacey apresenta duas articulações - uma distinção dos valores (cognitivos e não cognitivos); e uma distinção dos devidos momentos da prática científica – que possibilitariam uma melhor explanação e justificação do problema da ―ciência livre de valores‖. Para Lacey há três momentos da atividade científica que nos permitem analisar a atuação dos valores: o momento M1, de adotar caminhos e estratégias para a pesquisa; o momento M2, de aceitar teorias e; o momento M3, de aplicar o conhecimento científico. A distinção dos valores é necessária para apoiar a visão de que o conhecimento científico pode ser imparcial e ainda se servir de valores sociais. Já a distinção dos momentos da atividade científica permite ao autor indicar o local adequado para se investigar influências sociais no interior das pesquisas (nos momentos M1 e M3). Perceberemos que a tradição moderna de ciência se utilizou de um entendimento materialista que selecionou estratégias de pesquisa restritas e unidimensionais...

Florescimento e frutificação em laranjeiras 'valência' com diferentes cargas de frutos e submetidas ou não à irrigação

Prado,Ana Karina de Souza; Machado,Eduardo Caruso; Medina,Camilo Lázaro; Machado,Daniela Fávero São Pedro; Mazzafera,Paulo
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
O objetivo do presente estudo foi avaliar como a quantidade de frutos (carga pendente) em laranjeira 'Valência' em um ano afeta o teor de carboidratos em folhas, o crescimento vegetativo, o florescimento, a frutificação e a produção de frutos na safra do ano seguinte, em plantas submetidas ou não à irrigação. O experimento foi desenvolvido em duas fases. Na primeira fase do experimento, em metade das laranjeiras irrigadas e não irrigadas foram retirados todos os frutos. O experimento foi realizado em um delineamento fatorial 2 x 2 com seis repetições. Analisaram os resultados por meio de análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste Tukey a 5%. A presença de frutos afetou o crescimento vegetativo e a intensidade de florescimento. Na segunda fase de experimento, as mesmas laranjeiras em que se retiraram os frutos tiveram maior produção. Em laranjeiras com maior produção de frutos, observou-se menor intensidade de florescimento, demonstrando que foi parcialmente inibido por eles. Nos resultados não houve evidências de que o teor de carboidratos tivesse limitado o florescimento. Não houve evidências também que a menor intensidade de florescimento foi devida à competição por carboidratos com os frutos. As baixas temperaturas do inverno foram suficientes para induzir o florescimento nas plantas irrigadas. Porém...

Indução do florescimento e crescimento de tangerineira 'Poncã' (Citrus reticulata Blanco) em função da irrigação e da aplicação de paclobutrazol

Santos,Carlos Henrique dos; Klar,Antonio Evaldo; Grassi Filho,Hélio; Rodrigues,João Domingos; Pierre,Fernanda Cristina
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
O experimento foi conduzido na Faculdade de Ciências Agronômicas - UNESP/Câmpus de Botucatu (SP), com o objetivo de avaliar o florescimento fora de época e o crescimento vegetativo da tangerineira 'Poncã'. Nesse contexto, adotou-se o delineamento estatístico em blocos casualizados, em parcelas subdivididas, com duas repetições, na instalação do ensaio. Os dois tratamentos de -0,03 e -0,05 MPa, como potenciais mínimos da água no solo, constituíram as parcelas e as quatro doses de paclobutrazol: 0; 4; 8 e 12 g por planta, nas subparcelas. No segundo ano de pesquisa, foram mantidas as mesmas parcelas e foram aplicadas nas plantas das subparcelas as doses de 0; 500; 1000 e 2000 mg l-1 de paclobutrazol, via foliar. Cada parcela foi constituída de 16 plantas, sendo oito destinadas à avaliação. Utilizou-se, em ambas as combinações, de um tratamento sem irrigação (-0,07 MPa) e sem aplicação de paclobutrazol, como testemunha. Foram avaliados parâmetros, como a altura, diâmetro médio, volume e área de projeção da copa e condutância estomática para caracterizar a resposta das plantas aos tratamentos empregados. Concluiu-se que a aplicação do paclobutrazol e a variação do potencial da água no solo não proporcionaram a indução do florescimento fora de época das tangerineiras...

Influênciado ethephoncom e sem uréia no florescimento de plantas de abacaxi (Ananas comosus (L.) Merrill 'Cayenne')

Fahl,J.I.; Carelli,M.L.C.; Franco,J.F.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1981 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Foram estudados os efeitos de ethephon, com e sem uréia no controle do florescimento de abacaxizeiro 'Cayenne". Foram utilizadas as concentrações de 475 e 950 ppm de ethephon, e essas mesmas doses em combinação com uréia a 2%, em pulverização sobre toda a planta. Verificou-se que 60 dias após os tratamentos, a porcentagem de inflorescências emergidas das plantas das parcelas que receberam 950 ppm de ethephon foi significativamente maior do que as que receberam 475 ppm; por outro lado, essa dose quando acrescida de uréia foi superior à de 950 ppm isolada. Entretanto, a concentração de 950 ppm de ethephon adicionado de uréia foi o melhor tratamento, apresentando mais de 50% de inflorescéncias emergidas, enquanto que a testemunha permaneceu em estádio vegetativo. Aos 116 dias da aplicação, todas as plantas apresentaram inflorescências emergidas excetuando-se as plantas testemunhas, das quais apenas 4,6% atingiram esse estádio de desenvolvimento. A adição de uréia ao ethephon aumentou significativamente a eficiência deste produto em antecipar o florescimento. O tempo necessário para se obt er ce rca de 100% de inflorescências emergidas foi 74, 95, 95 e 116 dias após a aplicação, respectivamente para os tratamentos de 950 ppm de ethephon + uréia a 2%...

Avaliação do potencial hídrico foliar, umidade do solo e temperatura do ar no período pré- florescimento dos citros

Cruz,Maria do Céu Monteiro da; Rocha,Railene Hérica Carlos; Siqueira,Dalmo Lopes de; Salomão,Luiz Carlos Chamhum
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
O trabalho foi conduzido em um pomar de citros localizado no Setor de Fruticultura do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa-UFV/Viçosa-MG, no período de março a setembro de 2004. O objetivo foi avaliar a influência do potencial hídrico das folhas e do solo sobre o florescimento da tangerineira 'Poncã', laranjeira 'Serra d'Água'e limeira ácida 'Tahiti' nas condições climáticas de Viçosa-MG. A temperatura do ar (ºC) e a precipitação pluviométrica (mm) foram avaliadas diariamente durante o período experimental. O potencial hídrico no solo e nas folhas foi avaliado em dois horários (7:00 às 8:00 h manhã e 13:00 às 14:00 h tarde). As cultivares utilizadas foram laranjeira 'Serra d'Água'(Citrus sinensis (L.) Osb.), tangerina 'Poncã' (Citrus reticulata Blanco) e limeira ácida 'Tahiti' (Citrus latifolia Tanaka.), enxertadas sobre limoeiro 'Cravo' (Citrus limonia Osb.). Observou-se que o potencial hídrico foliar dos citros diminuiu sob condições de altas temperaturas e déficit hídrico no solo, entretanto, varia em função dos cultivares, observando-se os maiores valores para a limeira 'Tahiti'. O florescimento ocorreu após um período de baixas temperaturas seguido por uma redução do potencial hídrico do solo. A limeira ácida 'Tahiti' é mais precoce...

Ethylene regulation under different watering conditions and its possible involvement in coffee (Coffea arabica L.) flowering; Regulação do etileno sob diferentes condições hídricas e seu possível envolvimento no florescimento do café (Coffea arabica L.)

Lima, André Almeida
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal; UFLA; brasil; Departamento de Zootecnia; Science of Tropical Environments Postgraduate program, Lancaster University, United Kingdom Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Fisiologia Vegetal; UFLA; brasil; Departamento de Zootecnia; Science of Tropical Environments Postgraduate program, Lancaster University, United Kingdom
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 23/11/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
37.24%
Coffee is one of the world's favourite beverage and the second most traded commodity after oil However, coffee quality can be greatly affected by fruit ripening stage at harvest time, which is often asynchronous due to the sequential flowering in this species. Coffee sequential flowering is a result of asynchronies in bud development and also environmental factors, since anthesis is triggered by precipitation after a period of water deficit. This series of events is commonly associated with an increase in ethylene production levels, suggesting that ethylene may be involved in the control of coffee anthesis promotion and its regulation might help to reduce the number of flowering events and thus promoting blossoming concentration. Thus, it was hypothesised that a droughtrewatering-induced ethylene burst might be the basis of the drought-rewateringinduced flowering in coffee trees. In order to test this hypothesis, this study aimed to access the effects of exogenous 1-MCP application on flowering of coffee trees under field conditions and, under greenhouse conditions, we aimed to study the ethylene regulation, through quantification of ethylene levels and expression levels of genes of the ethylene biosynthesis and signaling pathways...