Página 1 dos resultados de 710 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Manejo da fertirrigação e controle da salinidade em solo cultivado com melão rendilhado sob ambiente protegido.; Fertirrigation management and control of the soil salinity under netmelon cultivation in greenhouse.

Dias, Nildo da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.44%
Com o objetivo de avaliar o uso de extratores de soluções do solo no auxílio ao manejo da fertirrigação e no controle da salinidade em solo cultivado com melão rendilhado, conduziu-se um estudo em ambiente protegido na área experimental do Departamento de Engenharia Rural da ESALQ/USP, localizado no município de Piracicaba, SP. Os tratamentos foram compostos da combinação de dois fatores: 6 níveis de salinidade inicial do solo (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 e S6 = 6,0 dS m-1) e dois manejos de fertirrigação: tradicional e com controle da condutividade elétrica da solução do solo. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos casualizados completos com 4 repetições, sendo os fatores estudados arranjados em um esquema fatorial de 6 x 2. A salinização inicial do solo se procedeu por meio da aplicação de soluções salinas preparadas a partir de fertilizantes, sendo que a quantidade de sais a ser adicionada foi determinada tomando por base uma curva de salinização artificial obtida previamente em laboratório. A condutividade elétrica da solução foi medida após o término de cada evento de irrigação, utilizando-se extratores com cápsulas porosas. Os resultados revelam que as produções total e comercial...

Doses de N e K aplicadas via fertirrigação na cultura do coqueiro (Cocos nucifera L. ) anão.; Levels of n and k applied by fertigation on coconut (Cocos nucifera L.) dwarf.

Ferreira Neto, Miguel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
No cultivo de coco irrigado, com a mesma tendência de outras culturas, vem aumentando a utilização da técnica de fertirrigação. No Brasil, as pesquisas com a variedade anã verde são recentes, não dispondo de resultados consistentes que viabilizem um programa de ampla difusão entre os produtores. Visando atender adequadamente as exigências nutricionais das culturas irrigadas, o fornecimento de nutriente em proporções adequadas tem sido uma dificuldade enfrentada pelos produtores. Objetivou-se com este trabalho estudar os efeitos de doses de N e K via fertirrigação no desenvolvimento e na produção do coqueiro anão verde do Jiqui, bem como, avaliar os efeitos na fertilidade do solo e na nutrição do coqueiro no 6º e 7º ano de cultivo. O estudo, iniciado em abril de 2002 até março de 2004, foi realizado em campo experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), em Parnamirim-RN. As plantas encontram-se espaçadas 7,5 x 7,5 x 7,5m num neossolo quartizarênico. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos inteiramente casualizados, com 4 repetições, utilizando para composição dos tratamentos a matriz experimental Plan Puebla III, sendo compostos da combinação de dois fatores: doses de nitrogênio e de potássio nas formas de uréia e cloreto de potássio...

Manejo da fertirrigação em ambiente protegido visando o controle da salinidade para a cultura do tomate em solo franco-argiloso; Management of fertirrigation in a protected environment for the control of salinity for the tomato crop in sandy-clayey soil

Medeiros, Pedro Róbinson Fernandes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
Em condições de ambiente protegido, o controle da salinidade e o manejo da fertirrigação se confundem, pois os sais fertilizantes utilizados na maioria das vezes são as principais causas de salinização. Com o monitoramento periódico da solução do solo, pode-se determinar a condutividade elétrica e a concentração de íons específicos essenciais a nutrição das plantas. Dentre as técnicas de extração da solução do solo, o extrator de cápsula porosa destaca-se pela praticidade em campo, baixo custo, fácil manejo e boa precisão. O objetivo desta pesquisa foi calibrar e avaliar o uso de extratores de cápsula porosa, para o monitoramento da solução do solo, visando auxiliar no manejo da fertirrigação e no controle da salinização, como também, estudar o efeito de diferentes níveis de salinidade, obtidos com base em curvas artificiais de salinização do solo, sobre a cultura do tomate utilizando a cultivar Débora Plus. As plantas foram submetidas aos seguintes tratamentos: seis níveis iniciais de salinidade do solo induzida por sais fertilizantes (S1 = 1,0; S2 = 2,0; S3 = 3,0; S4 = 4,0; S5 = 5,0 e S6 = 6,0 dS m-1) e dois tipos de manejo de fertirrigação, o tradicional (M1) e um manejo de fertirrigação com controle do nível de salinidade do solo durante todo o ciclo da cultura (M2); visando observar se o manejo M2 é capaz de manter a salinidade do solo a níveis desejados. O delineamento estatístico adotado foi o de blocos casualizados completos com quatro repetições...

Cultivo de pimentão em ambiente protegido utilizando diferentes manejos de fertirrigação; Greenhouse Sweet Pepper production using different fertirrigation management

Oliveira, Francisco de Assis de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.67%
Em busca da máxima produtividade das culturas em ambiente protegido, muitos agricultores aplicam doses excessivas de adubos. Isto, na maioria das vezes, acarreta no aumento dos custos de produção, no baixo rendimento das culturas, contaminação ambiental e acúmulo de sais no solo, podendo torná-lo impróprio para o cultivo. Neste sentido, são realizados estudos para desenvolver um manejo da fertirrigação que propicie maior eficiência produtiva da cultura do pimentão em ambiente protegido. Neste contexto, este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a eficiência de manejos da fertirrigação e níveis de nitrogênio e de potássio na cultura do pimentão em ambiente protegido. O delineamento utilizado foi blocos casualizados, em esquema fatorial 3 x 6, totalizando 18 tratamentos, com quatro repetições. Os tratamentos resultaram da combinação de três manejos de fertirrigação (M1 - Fertirrigação a partir da marcha de absorção de nutrientes pela cultura; M2 - Fertirrigação a partir do monitoramento da concentração de íons de N e K na solução do solo; M3 - Fertirrigação a partir do monitoramento da condutividade elétrica da solução do solo), com seis níveis de nitrogênio e de potássio (0...

Parcelamento da adubação e da fertirrigação na produção de palmito pupunha no Noroeste Paulista

Alves Júnior, José; Hernandez, Fernando Braz Tangerino; Santos, Ronaldo A.; Lopes, Adriano S.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA) Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 625-631
POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); O palmito é um alimento muito apreciado na culinária brasileira e mundial, e entre as várias espécies de palmeira produtora, a pupunha se destaca por apresentar precocidade de produção, perfilhamento, rusticidade e boas características de processamento. Introduzida no Noroeste Paulista em 1994, a cultura da pupunha é vista por técnicos e produtores como bastante promissora na região, porém carente de informações técnicas, entre as quais a maneira e a época de aplicação de fertilizantes. Face a isso, foi instalado um experimento na UNESP, Câmpus de Ilha Solteira - SP, em área irrigada por microaspersão, com pupunheiras espaçadas de 2 x 1 m entre linhas e entre plantas, respectivamente. Os tratamentos foram assim constituídos: adubação manual na linha de plantio a cada três meses, fertirrigação mensal, fertirrigação bimestral e fertirrigação trimestral. Aos 22 meses do plantio (2-3-2000), realizou-se a primeira colheita e, a partir dessa, foram realizadas colheitas bimestrais. Considerando as onze colheitas, a fertirrigação bimestral e trimestral apresentaram produção de 2,60 e 1,84 t ha-1 de palmito, respectivamente, enquanto a adubação manual e a fertirrigação mensal apresentaram produtividades de 3...

Absorção de nutrientes em duas cultivares de copo-de-leite colorido (Zantedeschia sp.) sob fertirrigação

Fonseca, Aline Segeren
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iv, 74 f. : il. color., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.44%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA; O manejo de fertilizantes em agricultura irrigada juntamente com o conhecimento das demandas de nutrientes durante o ciclo das culturas contribuem para uma eficiência da fertirrigação. Frente a essa questão e a escassez de informações sobre a cultura do copo-de-leite colorido (Zantedeschia sp.), o objetivo desse trabalho foi determinar a exigência nutricional e acúmulo de nutrientes em duas cultivares de copo-de-leite colorido sob fertirrigação como meio de fornecer subsídios para o manejo nutricional bem como meio de indicar uma referência de fertirrigação à cultura. O experimento foi conduzido em ambiente protegido na empresa Pro Clone, localizada no município de Holambra – SP. Adotou-se o delineamento experimental de blocos casualizados em esquema de parcela subdividida, com 4 repetições de 10 plantas. As cultivares utilizadas foram Black Magic e Chianti e estabelecido seis épocas de avaliação: 14, 28, 42, 56, 70 e 84 dias após o plantio.A fertirrigação foi via microaspersão.Avaliou-se, a cada quatorze dias, a produção de massa seca e a quantidade acumulada de nutrientes (N...

Modelo matemático para estimativa do tempo de fertirrigação

Oliveira, Marcus Vinícius Araújo Mello de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xi, 90 f. : il. colors., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Irrigação e Drenagem) - FCA; O sistema de produção agrícola, assim como outros sistemas produtivos, demanda um entendimento das suas diferentes interfaces, resultando tanto no desenvolvimento de novas tecnologias, como no aperfeiçoamento das tecnologias existentes. Dentro desse enfoque, fatores relativos à fertirrigação, bem como ao gerenciamento do sistema agrícola irrigado fertirrigado devem ser melhor estudados e compreendidos. O tempo de funcionamento de um sistema de irrigação - fertirrigação, leva em consideração duas situações distintas de manejo: a) quando não existe lâmina de irrigação a ser reposta pelo sistema de irrigação, e b) quando existe uma lâmina de irrigação a ser reposta, superior à lâmina mínima que é aplicada quando o sistema é acionado visando somente a fertirrigação. Na primeira situação, o tempo de funcionamento do sistema de irrigação-fertirrigação tem que ser o mais breve possível; enquanto na segunda, a operação de injeção dos fertilizantes tem que ser localizada dentro do tempo total de funcionamento do sistema, de forma que o fertilizante aplicado não fique localizado fora da área de alcance do sistema radicular. Dentro desse contexto...

Parcelamento da adubação e da fertirrigação na produção de palmito pupunha no Noroeste Paulista

Alves Júnior,José; Hernandez,Fernando B. T.; Santos,Ronaldo A.; Lopes,Adriano S.
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
O palmito é um alimento muito apreciado na culinária brasileira e mundial, e entre as várias espécies de palmeira produtora, a pupunha se destaca por apresentar precocidade de produção, perfilhamento, rusticidade e boas características de processamento. Introduzida no Noroeste Paulista em 1994, a cultura da pupunha é vista por técnicos e produtores como bastante promissora na região, porém carente de informações técnicas, entre as quais a maneira e a época de aplicação de fertilizantes. Face a isso, foi instalado um experimento na UNESP, Câmpus de Ilha Solteira - SP, em área irrigada por microaspersão, com pupunheiras espaçadas de 2 x 1 m entre linhas e entre plantas, respectivamente. Os tratamentos foram assim constituídos: adubação manual na linha de plantio a cada três meses, fertirrigação mensal, fertirrigação bimestral e fertirrigação trimestral. Aos 22 meses do plantio (2-3-2000), realizou-se a primeira colheita e, a partir dessa, foram realizadas colheitas bimestrais. Considerando as onze colheitas, a fertirrigação bimestral e trimestral apresentaram produção de 2,60 e 1,84 t ha-1 de palmito, respectivamente, enquanto a adubação manual e a fertirrigação mensal apresentaram produtividades de 3...

Efeitos de periodos e de frequencias da fertirrigacao nitrogenada na producao do melao.

PINTO, J.M.; SOARES, J.M.; PEREIRA, J.R.; CHOUDHURY, E.N.; CHOUDHURY, M.M.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.29, n.9, p.1345-1350, set. 1994. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.29, n.9, p.1345-1350, set. 1994.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.5%
Realizou-se um estudo no Campo Experimental de Bebedouro, do Centro de pesquisa Agropecuaria do Tropico Semi-Arido da EMBRAPA, em Petrolina, PE, para avaliar o efeito de periodos e de frequencias de fertirrigacao com nitrogenio na producao do melao (Cucumis melo L.), cultivar Eldorado 300. Adotaram-se duas frequencias e seis periodos de fertirrigacao, em um delineamento de blocos ao acaso, em esquema fatorial, com quatro repeticoes. As frequencias de fertirrigacao foram: diaria,s e tres vezes por semana. Os periodos de fertirrigacao foram: 1. aplicacao de N ate 55 dias do ciclo do melao; 2. aplicacao de N ate 42 dias; 3. aplicacao de N ate 30 dias; 4. aplicacao de 70% de N ate 42 dias, e os 30% restantes, ate 55 dias; 5. aplicacao de 70% de N ate 30 dias, e os 30 restantes ate 55 dias; e 6. aplicacao de 70% de N ate 30 dias, e os 30% restantes, ate 42 dias. A testemunha recebeu 55% de N aplicacao em fundacao, e os 45% restantes, em cobertura, 30 dias apos o plantio. O sistema de irrigacao utilizado foio de gotejamento. As maiores producoes foram de 20,28 t/ha e 18,87 t/ha com fertirrigacao diaria e periodo de aplicacao de 55 e 42 dias, respectivamente. Considerando os resultados, a frequencia diaria e os periodos ate 55 dias e ate 42 dias poderao ser recomendados para a cultura do melao.; 1994

Efeitos de doses de nitrogênio e potássio aplicadas por fertirrigação nos aspectos vegetativos de feijão-vagem.

SOUZA, A. dos S.; FEITOSA FILHO, J. C.; CAVALCANTE, L. F.; FEITOSA, H. P. da F.; PINTO, J. M.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTIRRIGFAÇÃO, 1.; MOSTRA DE EQUIPAMENTOS E PRODUTOS UTILIZADOS NA IRRIGAÇÃO E FERTIRRIGAÇÃO, 1., 2003, João Pessoa. [Anais...]. João Pessoa : UFPB; Embrapa Semi-Árido; Areia : CCA, 2003. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FERTIRRIGFAÇÃO, 1.; MOSTRA DE EQUIPAMENTOS E PRODUTOS UTILIZADOS NA IRRIGAÇÃO E FERTIRRIGAÇÃO, 1., 2003, João Pessoa. [Anais...]. João Pessoa : UFPB; Embrapa Semi-Árido; Areia : CCA, 2003. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.36%
O objetivo do trabalho foi avaliar, durante os ciclos produtivos, o efeito da redução de 25% e 50% e o aumento de 25% nas doses de N e K aplicadas via fertirrigação em relação às recomendadas para adubação convencional em feijão-vagem e quantificar a relação custo/benefício com a redução ou aumento nas doses. Analisou-se oito tratamentos: T2(100% N + 100% k2 O) de forma convencional e os demais com fertirrigação T2(100% N + 50% K2 O); T7(75% N + 100% K2 O). Foram avaliados os dados da altura média das plantas; número de folhas por planta, período de florescimento, número e peso de vagem por planta, comprimento e diâmetro das vagens e produtividade total e das vagens comercial. A redução ou ampliação nas doses de N e K influenciaram apenas o período de floração com maiores valores para o tratamento convencional e menor para aquele com redução de 50% de K2 O.; 2003

Irrigação e fertirrigação na cultura da banana.

BORGES, A. L.; COELHO, E. F.; COSTA, E. L. da; TEIXEIRA, A. H. de C.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: cap. 12, p. 369-397.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.44%
Necessidades hídricas; Resposta da bananeira à irrigação; Métodos de irrigação; Absorção de água pelo sistema radicular; Manejo da irrigação; Qualidade da água e salinidade; Fertirrigação; Necessidades de nutrientes; Produção de matéria seca; Absorção de nutrientes; Exportação de nutrientes; Restituição de nutrientes; Nutrientes para fertirrigação; Nitrogênio; Fósforo; Potássio; Cálcio, magnésio e enxofre; Micronutrientes; Esquema de fertirrigação; Preparo da solução fertilizante; Frequência de aplicação e monitoramento.; 2011

Aspectos básicos em fertirrigação.

COELHO, E. F.; OR, D.; SOUSA, V. F. de
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 6, p. 235-251.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.36%
Aplicação de água e fertilizantes na superfície do solo; Transporte de solutos no meio poroso; Soluções analíticas para transporte de solutos; Dinâmica dos nutrientes no volume molhado; Absorção de nutrientes pelas raízes na fertirrigação; Impactos da fertirrigação no ambiente solo.; 2011

Irrigação e fertirrigação na cultura do maracujá.

SOUSA, V. F. de; BORGES, A. L.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 17, p. 501-522.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.25%
Métodos e sistemas de irrigação; Necessidades hídricas da cultura; Exigências nutricionais; Necessidades de nutrientes para fertirrigação; Marcha de absorção de nutrientes; Cálculo da necessidade de fertilizante; Cálculo da solução fertilizante.; 2011

Manejo da fertirrigação em fruteiras e hortaliças.

SOUSA, V. F. de; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; NOGUEIRA, L. C.; COELHO FILHO, M. A.; ARAÚJO, A. R. de
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 10, p. 319-337.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.25%
Necessidade de nutrientes; Frequência de aplicação e distribuição de nutrientes; Preparo e aplicação da solução nutritiva; Monitoramento da fertirrigação.; 2011

Irrigação e fertirrigação na cultura de citros.

COELHO, E. F.; COELHO FILHO, M. A.; MAGALHAES, A. F. de J.; OLIVEIRA, A. S. de
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 14, p. 413-439.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.36%
Sistemas de irrigação; Necessidade hídrica dos citros; Transpiração da cultura; Absorção de água pelo sistema radicular sob irrigação; Manejo da irrigação; Fertirrigação; Necessidades nutricionais; Manejo da fertirrigação.; 2011

Irrigação e fertirrigação na cultura do mamão.

COELHO, E. F.; OLIVEIRA, A. M. G.; SILVA, J. G. F. da; COELHO FILHO, M. A.; CRUZ, J. L.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 15, p. 441-472.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.25%
Crescimento do mamoeiro sob irrigação; Floração, pegamento e crescimento de frutos do mamoeiro sob irrigação; Necessidades hídricas e produtividade do mamoeiro; Transpiração de plantas de mamão; Distribuição do sistema radicular e absorção de água pelas raízes; Métodos de irrigação; Manejo da irrigação; Monitoramento do estado da água do solo; Uso do balanço de água no solo; Fertirrigação do mamoeiro; Diagnose foliar;; 2011

Irrigação e fertirrigação na cultura do melão.

SOUSA, V. F. de; PINTO, J. M.; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; MEDEIROS, J. F. de; SANTOS, F. J. de S.
Fonte: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011. Publicador: In: SOUSA, V. F. de; MAROUELLI, W. A.; COELHO, E. F.; PINTO, J. M.; COELHO FILHO, M. A. (Ed.). Irrigação e fertirrigação em fruteiras e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: Cap. 23, p. 659-687.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.44%
Aspectos gerais da cultura: botânica, clima e solo; Sistemas de irrigação; Necessidade hídrica; Manejo de irrigação; Demanda de nutrientes pelo meloeiro; Necessidades de nutrientes e recomendação de adubação; Doses e aplicação de nitrogênio e potássio; Marcha de absorção de nutrinetes; Frequência de fertirrigação; Aplicação da solução nutritiva; Monitoramento e controle da fertirrigação; Exemplo de cálculo da fertirrigação no mamoeiro; Cáculo da necessidade de fertilizante e da solução fertilizante.; 2011

Manejo da fertirrigação e controle da salinidade para a cultura do pimentão (Capsicum annuum) utilizando medidores de íons da solução do substrato; Fertigation management and salinity control for bell pepper crop (Capsicum annuum) using ions meters of the substratum solution

Tavares, Antonio Clarette Santiago
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.5%
A produção agrícola, de maneira geral, sofre ação direta das condições climáticas e da exigência em insumos. Dentre as olerícolas cultivadas sob estufas no Estado de São Paulo, o pimentão destaca-se pelo volume total comercializado. No entanto, o manejo inadequado da irrigação, a adição de fertilizantes em altas dosagens e a inexistência de chuvas promotoras de lixiviação destes sais podem causar salinização e desequilíbrio nutricional dos solos ou dos substratos de cultivo nas áreas sob estufas. O objetivo desse trabalho foi estabelecer uma comparação entre a fertirrigação que é feita de forma convencional e o manejo da fertirrigação via monitoramento da concentração dos íons na solução iônica do meio de cultivo, assim como a definição de níveis adequados de N e K2O na prática da fertirrigação para essa cultura. O experimento foi conduzido no Departamento de Engenharia Rural da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” USP, no município de Piracicaba-SP, em vasos com substrato de fibra de coco, em uma estufa plástica com cobertura em arco. Os tratamentos foram compostos da combinação de 4 doses de N aplicadas via fertirrigação (N1= 200, N2= 300, N3= 400 kg ha-1 de N, N4= manutenção da concentração de NO3 - na solução do substrato entre 7 a 15 mmolc L-1) e 4 doses de K aplicadas via fertirrigação (K1= 450...

Teores de nutrientes na folha, qualidade do suco e massa seca de raizes de laranja-"Valência" em função da irrigação e fertirrigação

VILLAS BÔAS,ROBERTO LYRA; MORAES,MARIA HELENA; ZANINI,JOSÉ RENATO; PAVANI,LUIS CARLOS; CAMARGO,DANIELA APARECIDA; DUENHAS,LUIZA HELENA
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
O presente trabalho foi desenvolvido na Área Experimental de Irrigação da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal/Unesp, com o objetivo de avaliar o efeito da fertirrigação sobre o teor foliar de macro e de micronutrientes, a massa fresca de raízes e a qualidade do suco de frutos em um pomar de laranja-'Valência'. Os tratamentos utilizados foram: (SI) sem irrigação e adubação com fertilizante sólido parcelado em quatro vezes; (MI-100) fertirrigação por microaspersão com 100% da evapotranspiração; (MI-50) fertirrigação por microaspersão com 50% da evapotranspiração; (G-100) fertirrigação por gotejamento com 100% da evapotranspiração; e (G-50) fertirrigação por gotejamento com 50% da evapotranspiração. Os teores de macro e micronutrientes nas folhas não foram alterados pela irrigação, pelos sistemas de fertirrigação e pela lâmina de água aplicada. A acidez total titulável foi superior no tratamento sem irrigação, e a % de suco no fruto e "ratio" não foram afetadas pelos tratamentos com e sem irrigação. A massa fresca de raiz foi maior nos tratamentos irrigados, porém não foram constatadas para esse parâmetro diferenças entre os sistemas de gotejamento e microaspersão. A maior concentração de raízes ocorreu até 10 cm de profundidade e até 30 cm de distância do emissor.

Estudos de doses de nitrogenio e de potassio aplicadas no pimentao por fertirrigacao em comparacao a adubacao convencional.

FEITOSA FILHO, J.C.; CAVALCANTE, L.F.; LEITE JUNIOR, G.P.; LOPES, W.F.; SANTOS, C.S.; LOPES, W.F.; PINTO, J. M.
Fonte: In: WORKSHOP DE FERTIRRIGACAO, 2., 2001, Piracicaba. Artigos cientificos... Piracicaba: ESALQ: USP, 2001. Publicador: In: WORKSHOP DE FERTIRRIGACAO, 2., 2001, Piracicaba. Artigos cientificos... Piracicaba: ESALQ: USP, 2001.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 32-47.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.55%
O trabalho teve como objetivo estudar o efeito da reducao de 25% e 50% ou do aumento de 25% nas doses de N e K aplicadas no pimentao via fertirrigacao em relacao as recomendadas para adubacao convencional e quantificar a relacao custo/beneficio em funcao das doses de nitrogenio e potassio de cada tratamento. Avaliou-se oito tratamentos: T1 (100% N + 100% K2O) a lanco comparado aos tratamentos com fertirrigacao:T2(100% N + 100% K2O); T3(100% N + 75% K2O); T4(100% N + 50% K2O); T5(75%N + 100% K2O); T6(50% N + 100% K2O); T7(100% N + 125% K2O) e TB (100% N + 125% K2O). As formas de adubacao nao afetaram o numero de frutos comercial e total/planta e produtividade, porem o diametro, o comprimento e o peso dos frutos comercial e total/planta tiveram valores superior es na fertirrigacao; a reducao ou o aumento nas doses de N e K nao influenciaram o peso e a produtividade dos frutos comercial, indicativo da possibilidade de reducao de ate 50% nas doses desses elementos na fertirrigacao; a recomendacao da necessidade de aumento nas doses de N e K quando aplicadas atraves da fertirrigacao nao deve ser generalizada; as relacoes custo/beneficio em Real/ha foram as seguintes: T1=1: 2,36; T2=1: 3,71; T3= 1:4,06; T4= 1:5,33; T5= 1:3,50; T6= 1:3,34; T7= 1:250 e T8= 1:3...