Página 1 dos resultados de 533 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Aliança terapêutica em terapia familiar sistémica com clientes voluntários e involuntários: microanálise das constribuições dos terapeutas

Figueiredo, Mafalda Joana da Silva
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.08%
O presente estudo exploratório tem como principal objetivo analisar de que forma a mesma equipa de coterapeutas contribui para a aliança em terapia familiar sistémica, num caso com clientes voluntários e noutro com clientes involuntários. O recurso ao instrumento SOFTA (System for Observing Family Therapy Alliances) permitiu uma análise observacional do tipo e frequência dos comportamentos do sistematerapeutas após manifestações negativas dos clientes, na primeira e quarta sessões dos dois casos. Os resultados demonstram que, apesar das intervenções dos terapeutas serem sempre positivas e maioritariamente com o intuito de contribuir para o Envolvimento dos clientes na terapia, no caso da família involuntária as suas contribuições para a aliança são mais imediatas às manifestações negativas dos clientes e mais diversificadas em termos da sua qualidade. São discutidas algumas hipóteses que permitem explicar os padrões de comportamento observados, tendo em conta as características do sistema-terapeutas e do tipo de abordagem terapêutica utilizada, bem como as especificidades de cada família. É ainda feita referência às implicações dos resultados para a prática clínica.; This exploratory study mainly aims to analyze how the same cotherapists’ team contributes to the alliance in systemic family therapy in a case with voluntary clients and other with involuntary clients. The use of the SOFTA (System for Observing Family Therapy Alliances) instrument allowed an observational analysis of the type and frequency of the therapists’ contributions after clients’ negative manifestations in the first and fourth sessions of the two cases. The results demonstrate that...

Relação entre características dos terapeutas e contributos para a força da aliança terapêutica no contexto da terapia familiar sistémica

Abreu, Mafalda Sofia Soares
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
O presente estudo exploratório tem como principal objetivo perceber, no contexto da terapia familiar, de que forma determinadas características pessoais (sexo, idade, estado civil) e profissionais (nível de formação, experiência clínica) dos terapeutas se relacionam com os seus contributos para a aliança terapêutica. A prossecução desse objetivo foi operacionalizada tendo por base a análise da 1ª sessão e recorrendo à utilização do SOFTA-o (System for Observing Family Therapy Alliances), o qual permite uma análise observacional dos contributos verbais, não-verbais, positivos e negativos para a aliança dos 31 terapeutas que compõem a amostra. Os resultados demonstraram que, os terapeutas com mais de 40 anos, casados, com formação completa e/ou incompleta e com alguma ou muita experiência clínica foram os que contribuíram mais para a construção da aliança nas dimensões Envolvimento e Conexão Emocional. Nas dimensões Segurança e Partilha de Objetivos da aliança nenhuma das variáveis obtiveram diferenças significativas. Posteriormente, são discutidas algumas hipóteses que permitem explicar os resultados obtidos tendo em conta as características dos terapeutas.; This exploratory study has as main objective to perceive...

Therapeutic alliance and client feedback in family therapy processes

Costa, Carla Filomena César Dias da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
36.07%
As variáveis que contribuem para o sucesso dos processos terapêuticos, nas suas diferentes abordagens, têm vindo a ser investigadas por vários autores. Da teoria dos fatores comuns são destacados dois elementos importantes para os resultados positivos das terapias. Por um lado, a aliança terapêutica estabelecida entre cliente e terapeuta; por outro lado, o cliente e o seu feedback. A aliança terapêutica tem vindo a ser estudada por autores da terapia familiar e de casal, visto este modelo terapêutico ter características únicas de intervenção, principalmente por estarmos perante uma família com vários elementos e não apenas com um cliente só. O cliente e a sua perspetiva do processo terapêutico e da aliança terapêutica, por seu lado, aparece destacado no quadro das análises dos processos terapêuticos, independentemente dos modelos teóricos, sendo a sua investigação ainda escassa. O destaque dado a estas duas variáveis levou à necessidade de estudar e compreender como é que estas duas variáveis – aliança e feedback do cliente – se manifestam em processos de terapia familiar, assim como de procurar explorar diferentes visões de um mesmo sistema terapêutico, isto é, de terapeuta e clientes. A investigação...

Aliança terapêutica, retenção e dropout em terapia familiar: aliança dos clientes e das famílias, e os contributos dos terapeutas

Macedo, Cristina Isabel Vaz Queiroz de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
O presente estudo propõe-se a comparar o processo de construção da aliança terapêutica em famílias que desistiram da terapia (dropout) e famílias que a terminaram de comum acordo com os terapeutas (retenção). Para atingir esse objetivo recorremos ao System for Observing Family Therapy Alliances (SOFTA - Friedlander, Escudero, & Heatherington, 2006), utilizando uma amostra portuguesa constituída por 27 famílias em que houve retenção e 13 famílias que desistiram do processo. Os resultados revelam que as alianças construídas por parte de clientes/famílias que desistem da terapia são comparativamente mais fracas e tendem a apresentar cisões mais severas. As dimensões da aliança que surgem como mais relevantes para a retenção em terapia são o Envolvimento, a Segurança e o Sentimento de Partilha de Objetivos, sendo os comportamentos dos clientes/famílias, nestas dimensões, determinantes para a evolução do processo. Os resultados são discutidos atendendo às suas implicações teóricas e clínicas.; This study aims to compare the establishment of therapeutic alliances in families that discontinued therapy (dropout) and families that ceased therapy through mutual agreement with therapists (retention). To achieve this goal...

Terapia familiar sistémica com famílias voluntárias e involuntárias: Contribuições dos terapeutas para a aliança terapêutica

Moura, Ana Rita Valente Paz
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.09%
O presente estudo tem como principal objetivo perceber se os terapeutas contribuem para a construção da aliança terapêutica de forma distinta com famílias involuntárias e voluntárias. Mais concretamente, esta investigação visa comparar os contributos dos terapeutas (em regime de coterapia) para a aliança terapêutica, em ambas as condições. A prossecução desse objetivo geral foi operacionalizado através da utilização do System for Observing Family Therapy Alliances (SOFTA - Friedlander, Escudero, & Heatherington, 2006), aplicado a uma amostra portuguesa constituída por 40 casos arquivados de terapia familiar, subdividida em 20 casos com famílias involuntárias e 20 casos com famílias voluntárias. Os resultados da primeira sessão revelam a existência de diferenças estatisticamente significativas nos contributos dos terapeutas em duas dimensões, Envolvimento no Processo Terapêutico e Sentimento de Partilha de Objetivos dentro da Família, com resultados superiores para o grupo de famílias involuntárias. Na 4ª sessão não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre as subamostras, em nenhuma das dimensões da aliança terapêutica. Da primeira para a quarta sessão, também não foram encontradas diferenças nos contributos dos terapeutas...

Relação entre ciclo vital da família e evolução da aliança terapêutica e dinâmica familiar numa amostra de sujeitos em terapia familiar sistémica

Felício, Irina Laura Garcia
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.16%
O presente estudo exploratório tem como principal objetivo analisar a evolução do processo terapêutico em função das etapas do ciclo vital da família. De modo a cumprir esta finalidade foi administrado um conjunto de questionários de avaliação, em dois momentos distintos da terapia (1ª e 4ª sessões), a clientes que recorreram a serviços de terapia familiar e de casal, nomeadamente: o Family Crisis Oriented Personal Evaluation Scales (F-COPES, 1981; McCubbin, Olson, & Larsen); o Quality of Life (QOL, 1982; Olson & Barnes); o Systemic Clinical Outcome and Routine Evaluation (SCORE, 2010; Stratton, Bland, Janes, & Lask) e o System for Observing Family Therapy Alliances (SOFTA-s, 2002; Friedlander & Escudero). O estudo baseia-se numa amostra portuguesa de 55 clientes, tendo sido analisadas somente três etapas do ciclo vital da família, nomeadamente, as famílias com filhos em idade escolar, filhos adolescentes e filhos adultos. Os resultados revelaram que as “famílias com filhos na escola” apresentaram uma evolução mais positiva em termos da aliança terapêutica (escala global, Envolvimento no processo e Conexão emocional), as “famílias com filhos adultos” demonstraram uma evolução positiva no funcionamento familiar...

"Vivências de familiares de pacientes internados em terapia intensiva: o outro lado da internação" ; Experiences of families of the patients treated in intensive therapy: the other side of the treatment.

Urizzi, Fabiane
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.16%
Considerando a importância de se construir um atendimento em saúde que considere a pessoa em sua integralidade, em qualquer nível de atenção, a proposta deste estudo é compreender a vivência de familiares de pacientes internados em Centro de Terapia Intensiva (CTI), na intenção de contribuir para a humanização do cuidado nesse contexto. Tendo em vista a natureza do objeto de investigação, envolvendo questões de ordem subjetiva e social, este trabalho foi conduzido a partir de algumas idéias fundamentais do referencial fenomenológico. Nos meses de setembro a dezembro de 2004, foram entrevistadas 17 famílias de pacientes adultos internados em um CTI da Santa Casa de Londrina, instituição filantrópica que atende pacientes do SUS, conveniados e particulares. A questão norteadora deste estudo foi: Como está sendo para você ter um familiar internado aqui? Descreva para mim. Da análise dessas entrevistas, emergiram algumas categorias temáticas: Experiência difícil, dolorosa, sem palavras; Colocar-se no lugar e perceber o outro: aproximação ao sofrimento do paciente; Rompimento da relação com o cotidiano familiar; O medo da morte do familiar; CTI: cenário temido, mas necessário; Preocupação com o cuidado do familiar. Algumas facetas relativas ao atendimento da família em CTI foram desveladas...

Arteterapia com famílias e psicanálise winnicottiana: uma proposta de intervenção em instituição de atendimento à violência familiar; Art therapy with families and Winnicotts psychoanalysis: a proposal of intervention in an institution for cases of family violence

Sei, Maíra Bonafé
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.22%
A Psicanálise Winnicottiana baseia-se na crença de que o viver criativo está ligado à saúde. Winnicott propôs as Consultas Terapêuticas, quando a psicoterapia não era possível e a pessoa poderia ser ajudada com poucos encontros. Criou o Jogo do Rabisco, no qual o contato entre terapeuta e paciente ocorre por meio de desenhos. Entende-se que a soma destas características permite uma articulação desta teoria à prática da Arteterapia, intervenção terapêutica que oferece recursos artísticos para facilitar expressão e comunicação. Objetivou-se com esta investigação, construir uma proposta de intervenção com famílias, em uma prática da Artepsicoterapia pautada na Psicanálise Winnicottiana, para aplicação no contexto institucional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa em Psicologia Clínica, por meio da qual foram atendidas 10 famílias clientes de uma instituição de atenção à violência familiar. O processo psicoterapêutico familiar foi empreendido com a oferta de recursos artísticos disponíveis em uma caixa artística composta por diferentes materiais expressivos e presente nas sessões. Escolheu-se três famílias para aprofundamento da compreensão do processo, com foco na importância dos encontros iniciais na construção do processo terapêutico familiar...

Impacto do tratamento de crianças e adolescentes com transtorno obsessivo-compulsivo sobre a ansiedade parental, acomodação familiar e ambiente familiar; Impact of pediatric obsessive-compulsive disorder treatment on parental anxiey, family accommodation and family environment

Gorenstein, Gabriela
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.16%
O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) afeta de 2% a 4% da população pediátrica. Entre os fatores associados com a pior resposta ao tratamento do TOC pediátrico encontram-se a presença de sintomas de ansiedade nos pais, presença de histórico psiquiátrico nos familiares de primeiro grau, maior grau de acomodação familiar (AF) e ambiente familiar com características disfuncionais. No entanto, poucos estudos até o momento investigaram a variação da ansiedade parental, da acomodação familiar e do ambiente familiar em relação à resposta ao tratamento do TOC pediátrico. Nesse estudo foram avaliados, prospectivamente, 43 pais (31 mães e 12 pais) de 33 jovens com TOC (7 a 17 anos), antes e após o tratamento de seus filhos por 14 semanas com Terapia Cognitiva Comportamental (TCC) em grupo ou com fluoxetina. Os instrumentos utilizados para avaliar os pais foram: o Inventário de Ansiedade Traço e Estado (IDATE), a Escala de Acomodação Familiar (FAS), a Escala de Ambiente Familiar (FES-R) e um questionário para avaliar a presença de sintomas ansiosos, sintomas obsessivo-compulsivos (SOC), sintomas depressivos e uso nocivo de substâncias nos familiares de primeiro grau dos jovens com TOC. Os sintomas dos filhos foram avaliados pela Escala Yale-Brown de Sintomas Obsessivo-Compulsivos (Y-BOCS). De modo geral...

A busca pela terapia de casal e família : caracterização da clientela atendida em uma clínica-escola; The search for couples and family therapy : features of the clients attended in a school clinic

Neumann, Angélica Paula
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.07%
Este trabalho objetivou conhecer o processo de busca e a clientela atendida em terapia de casal e família. Para tanto, realizaram-se dois estudos. Inicialmente, através de uma revisão sistemática da literatura, foram identificados seis fatores associados à busca pelas terapias de casal e família: fatores pessoais, relacionais, culturais, de gênero, estratégias anteriores de ajuda e tipo de problema. Posteriormente, através de um estudo empírico, a clientela atendida em terapia familiar em uma clínica-escola de Porto Alegre (RS) foi caracterizada. Foram realizadas entrevistas estruturadas com 41 adultos encaminhados para terapia familiar, nas quais foram investigadas variáveis sociodemográficas e familiares, o processo de busca de ajuda, o problema apresentado, tentativas anteriores de ajuda utilizadas e expectativas sobre o tratamento. Os resultados permitem reflexões sobre a prática clínica com famílias em clínicas-escola, especialmente a respeito do envolvimento dos clientes no processo terapêutico e à transição da queixa para a demanda desde o período de avaliação inicial.; This research aimed to investigate the help seeking process and the clients attended in couples and family therapy. To achieve this objective...

Evolution of the biopsychosocial model in the practice of Family Therapy

Pereira, M. Graça; Smith, Thomas Edward
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
36.32%
Medical family therapy represents the maturity of the family therapy’s field emphasizing the collaboration between family therapists and medical providers. This theoretical study describes the evolution of this new discipline from its conception in the biopsychosocial model, to our days, starting with biopsychosocial oriented family theories, family centered medical care and culminating with the creation of medical family therapy. Biopsychosocial oriented family theory emphasized the relationship between health and psychosocial dimensions. Family Oriented Primary Care provided the physician with the counseling skills necessary to address the patient emotional needs regarding medical problems. Finally, Medical Family Therapy applies family therapy techniques in families with specific health problems and its focus is in advocating for patients, family members and health care professionals in integrated health care. Medical family therapy as a new discipline represents the development of family therapy in the practice of biopsychosoical medicine both theoretically and in health care delivery. This paper also addresses political issues that medical family therapy has to face regarding health care in particular the use of the DSM-IV diagnosis.; La terapia familiar médica representa el desarrollo del campo de la terapia familiar que tiene como objetivo la colaboración entre terapeutas familiares y profesionales de la salud. Este estudio teórico destaca la evolución de esta reciente disciplina desde su concepción en el modelo biopsicosocial hasta la actualidad...

A co-construção da hipótese sistémica em terapia familiar

Relvas, Paula
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1996 POR
Relevância na Pesquisa
36.09%
No presente artigo, a autora debruça-se sobre um dos instrumentos conceptuais fundamentais na terapia familiar sistémica, a saber, a hipótese sistémica. Apresenta numa primeira parte a conceptualização original de hipótese sistémica formulada pela Escola de Milão, a forma como é concebida no modelo estrutural de Minuchin e como está implícita no modelo estratégico através da noção de reenquadramento. Refere-se, ainda, ao papel e função da hipótese na condução do processo terapêutico. Na segunda parte, partindo da renovação epistemológica construtivista da terapia familiar (terapia familiar de segunda ordem), redefine- -se a hipótese como co-construção desenvolvida a partir da relação terapeuta-cliente, perspectiva em que é claramente entendida como metodologia e motor de mudança. A concluir discute-se o modo como a reconceptualização da hipótese sistémica é operacionalizada no modelo terapêutico seguido no NUSIAF, quer na própria sessão, quer ao longo de todo o processo terapêutico.; ABSTRACT: This article is about an important issue in Family Therapy: the systemic hypothesis. In the first part, we describe the original conceptualisation made by the Milan School, as well as the place that structural and strategic approaches give to this therapeutic instrument. We also emphasised the functional value of the hypothesis in the therapeutic process. In the second part...

O processo de construção de sentidos sobre mudança em Terapia Familiar; The construction of meaning on change in Family Therapy

Biagi, Berenice Araújo Dantas de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.2%
A mudança terapêutica tem sido amplamente pesquisada em Psicologia Clínica, utilizando-se uma diversidade de métodos de pesquisa na produção de conhecimento sobre a mesma. Contudo, há poucas pesquisas empíricas sobre a mudança em Terapia Familiar sustentadas por uma perspectiva construcionista social e, especialmente, pela poética social. Essa perspectiva define a conversa terapêutica como atividade dialógica e a poética nos remete para “dentro” de tais conversas, evidenciando seus efeitos construtivos. Assim, neste estudo, buscamos este entendimento do processo de produção de sentidos sobre a mudança terapêutica construído no contexto de atendimento em Terapia Familiar. Visamos especificamente: a) identificar momentos marcantes do processo terapêutico; e b) articulá-los a uma narrativa de mudança da família. Nesta pesquisa, analisamos o processo terapêutico de duas famílias a partir da transcrição integral das sessões áudio-gravadas. Os participantes da pesquisa foram dois núcleos familiares constituído por: a) mãe e filha; e b) três irmãs. Os passos da análise consistiram na: a) leitura exaustiva e curiosa das sessões transcritas com vistas a apreender o dinamismo do processo conversacional; b) identificação de momentos marcantes do processo terapêutico...

Salud y funcionalidad de las familias reconstituidas en proceso de terapia familiar

Galatsopoulou, Eleni
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.22%
OBJETIVOS Nos hemos propuesto identificar aspectos funcionales y estructurales de las familias reconstituidas en tratamiento, así como el estado de salud relacionado con la calidad de vida de sus miembros. Marcamos como objetivos específicos: identificar estos aspectos funcionales y estructurales particulares de las familias reconstituidas en los diferentes subsistemas; medir la calidad de vida relacionada con la salud de los menores; analizar la salud general de los adultos y la tensión de rol de los padrastros y las madrastras; analizar el impacto de variables clínicas y sociodemográficas en la calidad de vida de sus miembros; evaluar si existe una relación entre la tensión de rol y la calidad de vida de los adultos; y hacer propuestas de mejora en la asistencia terapéutica de estos pacientes. METODOLOGÍA Se trata de un estudio descriptivo transversal realizado durante los años 2010-2013 y llevado a cabo en dos períodos en un contexto clínico, el Instituto Alicantino de la Familia. La primera parte ha consistido en un análisis documental retrospectivo de historias clínicas de familias reconstituidas en tratamiento, complementado por métodos cualitativos. La segunda parte ha consistido en un estudio prospectivo observacional con instrumentos estandarizados (Kidscreen...

FATA Study: Prevalence of Atrial Fibrillation and Antithrombotic Therapy in Primary Health Care in a Northern City of Portugal; Estudo FATA: Prevalência de Fibrilhação Auricular e Terapêutica Antitrombótica nos Cuidados de Saúde Primários de um Concelho do Norte de Portugal

Gomes, Eva; Unidade de Saúde Familiar Nova Via. ACeS Grande Porto VIII Espinho/Gaia. Vila Nova de Gaia. Portugal.; Campos, Rui; Unidade de Saúde Familiar Nova Via. ACeS Grande Porto VIII Espinho/Gaia. Vila Nova de Gaia. Portugal.; Morais, Renata; Unidad
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 27/02/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.12%
Introduction: Atrial fibrillation is the most prevalent sustained arrhythmia. The efficacy of oral anticoagulation has been proved in prevention stroke in these patients. However, this seems to be an underutilized treatment.Objectives: to determine the prevalence of known atrial fibrillation in a Primary Health Care population; to identify major comorbidities, current antithrombotic therapy and evaluate their suitability according to the European Society of Cardiology guidelines.Material and Methods: Observational cross-sectional analytical study. Population: all patients aged 30 or above, enrolled in eight Family Health Units of Vila Nova de Gaia and diagnosed with atrial fibrillation.Results: Prevalence of atrial fibrillation was 1.29% (n = 940), being higher in males (p = 0.01) and increasing with age (p < 0.001). The most common comorbidities were hypertension (76.4%), heart failure (32.0%) and diabetes mellitus (28.2%). A total of 52% was performing anticoagulant therapy, 29% antiplatelet agents and 4% both therapies. Of those with low thrombotic risk, 63.6% was wrongly performing some kind of antithrombotic therapy; among patients with high risk or valvular disease 56.8% was properly undergoing anticoagulant therapy.Conclusion: The prevalence of atrial fibrillation as well as the frequency of the main comorbidities associated with it are in line with the majority of studies. Although most patients are undergoing oral anticoagulation...

Teoria do desenvolvimento cognitivo de Piaget e sua interface com a terapia cognitivo-comportamental familiar

Melo, Tatiane Coutinho Vieira de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.07%
Este trabalho é um exercício teórico, que versa sobre a Teoria Piagetiana numa interface com a Terapia Cognitivo-Comportamental Familiar, com a proposta de estender o trabalho de Piaget para o campo da psicoterapia. Para tanto, baseou-se na perspectiva teórica desenvolvimental de Piaget, para estabelecer relações entre noções da abordagem cognitiva e processamento de informação. Enfatizou-se retrocessos nos estágios cognitivos, que alguns adultos podem apresentar no contexto de conflito familiar e apontou-se relações entre padrões de cognição desadaptativos e este retrocessos de habilidades cognitivas. Analisou-se o processamento cognitivo que envolve os conceitos de equilibração, acomodação e assimilação, mecanismos adaptativos de regulação que fundamenta um possível modelo de formação de crenças e esquemas. Também, atentou-se para os princípios piagetianos concernentes aos estágios de desenvolvimento afetivo e moral, considerando que os aspectos cognitivo e afetivo permeiam o desenvolvimento moral do indivíduo. Assim, o intuito deste trabalho foi apresentar aos terapeutas de família um aparato teórico (o referêncial piagetiano) para compreender a psicopatologia á luz de retrocessos de habilidades cognitivas dos membros da família...

Terapia familiar sistêmica e idosos: contribuições e desafios; Systemic family therapy and the elderly: contributions and challenges

COUTO, Maria Clara P. de Paula; PRATI, Laíssa Eschiletti; FALCÃO, Deusivania Vieira da Silva; KOLLER, Sílvia Helena
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
O presente artigo descreve algumas intervenções clínicas de orientação sistêmica que podem ser realizadas com a população idosa. Quatro modalidades terapêuticas são abordadas: a terapia individual com idosos, a terapia de casal na terceira idade, o atendimento familiar com membros idosos e o idoso percebido como recurso à terapia familiar. Partindo de alguns conceitos desenvolvidos pela literatura da área, descrevemos situações prototípicas vivenciadas na terapia sistêmica com os desafios específicos desse momento de ciclo vital. O idoso pode ser percebido como um peso/fardo ou como um recurso pelo sistema familiar ao qual pertence, e até por ele mesmo. Por outro lado, a velhice bem-sucedida reflete um posicionamento pessoal que é intimamente influenciado pelas relações no sistema familiar dos idosos.; This study aims to describe some systemic clinical interventions focused on the treatment of elderly individuals. Four different therapeutics modes are explored: individual therapy, couple's therapy, family therapy with elder family members, and accessing elder members to help in the family therapy process. Some prototype situations in therapy with elderly individuals are discussed, taking into account some concepts developed in family therapy. The elderly can be perceived by the family...

Momentos marcantes na construção da mudança em terapia familiar; Arresting moments in the construction of change in family therapy

RASERA, Emerson F.; GUANAES, Carla
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
Assumindo as contribuições construcionistas sociais, esse estudo visa compreender o processo de produção de sentidos sobre a mudança em terapia familiar. Para isso, analisamos o processo terapêutico de uma família a partir da transcrição integral das sessões vídeo-gravadas. Baseado no método da poética social, buscamos identificar momentos marcantes do processo terapêutico vividos pelos terapeutas e familiares. Nossa análise apontou que a construção conversacional da mudança terapêutica foi marcada pelo deslocamento do discurso do problema individual para o da responsabilidade compartilhada, em que a definição do problema como algo individual foi desconstruída, passando o mesmo a ser considerado relacionalmente. Concluímos que o investimento dos terapeutas na construção de uma atmosfera dialógica e não-avaliativa foi fundamental para a emergência desses sentidos de mudança.; Considering social constructionist contributions, this study intents to comprehend the meaning making process about change in family therapy. We analyzed the therapeutic process of a family based on the transcripts of video-taped sessions. Anchored in the social poetics practice, we aimed to identify some arresting moments of the therapeutic process lived by the therapists and the family members. Our analysis pointed out that the conversational construction of the therapeutic change was marked by the displacement from an individual problem discourse to one of shared responsibility...

Percepção dos familiares de pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva em relação à atuação da Fisioterapia e à identificação de suas necessidades; Perception of relatives of patients admitted in Intensive Care Units with regard to the practice of Physical Therapy and identification of their needs

Almeida Neto, Abel Brasileiro de; Evangelista, Daiana Teresinha Oliveira; Tsuda, Fabiana Cristina; Piccinin, Marina de Jesus; Roquejani, Augusto César; Kosour, Carolina
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Trata-se de um estudo descritivo e de abordagem qualitativa, que teve como objetivo verificar o conhecimento dos familiares de pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas com relação à atuação da Fisioterapia intensiva neste serviço, bem como identificar suas necessidades. Foram entrevistados 60 familiares, sendo estes questionados a respeito do serviço de Fisioterapia e submetidos ao Inventário de Necessidades e Estressores de Familiares em Terapia Intensiva. Foi observado que a maioria deles desconhecia a atuação da Fisioterapia em tal Unidade, porém os que conheciam atribuíram nota máxima ao serviço. Em relação às necessidades dos familiares, notou-se que 56,7% julgaram necessário saber fatos concretos a respeito do progresso de seu familiar; 60% gostariam de ter a certeza que seu familiar está recebendo o melhor tratamento e 71,7% gostariam de ter dias e horários de visitas mais flexíveis. Constatou-se a falta de informações dos entrevistados em relação à atuação da Fisioterapia na Unidade de Terapia Intensiva. Foram identificadas as necessidades dos familiares, sendo possível, com isto, executar ações de melhoria. Por meio do presente estudo...

Genetograma: um instrumento de trabalho na compreensão sistêmica de vida; Genetograma: un instrumento de trabajo en la comprensión sistemática de la vida; Genetic map: an instrument of work in the systemic comprehension of life

Zuse, Almerinda Silveira; Rossato, Verginia Medianeira Dallago; Backes, Vânia Marli Schubert
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2002 POR
Relevância na Pesquisa
36.07%
O texto aborda uma experiência iniciada a partir da formação em terapia familiar sistêmica, a qual acrescentou à nossa prática profissional um moderno, eficaz e operacional instrumento de trabalho. Partindo do pressuposto de que um dos papéis dessa modalidade de tratamento é a reorganização do sistema, aproveitando-se as potencialidades inerentes a cada família, implantamos o serviço no Hospital Universitário de Santa Maria -- HUSM, confiantes em que, com o genetograma, seria possível incluir a família na recuperação das pessoas alcoolistas em tratamento nessa instituição. Concluímos, sugerindo aos profissionais da área da saúde, e áreas afins, que realizem o uso do genetograma e tenham a oportunidade de confirmar o que registramos no presente trabalho.; El texto aborda una experiencia que tuvo inicio a partir de la formación en terapia familiar sistemática, la cual agregó a nuestra práctica profesional, un moderno, eficiente y operacional instrumento de trabajo. Partiendo del presupuesto de que uno de los papeles de esta modalidad de tratamiento es la reorganización del sistema aprovechando las potencialidades inherentes a cada familia, implantamos el servicio en el Hospital Universitario de Santa Maria -- HUSM...