Página 1 dos resultados de 329 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Ciência, Escola e Sociedade: Concepções de Ciência de Estudantes Portugueses.

Canavarro, José Manuel de Albuquerque Portocarrero
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Tomando como referência as ideias de Gordon (1984), complementadas pelas de Yager (1996), as concepções de ciência dos sujeitos derivam do que se aprende (e experimenta) na escola sobre ciência e também das formas como esta é experimentada (e aprendida) na sociedade, destacando-se aqui o papel dos media e das relações preferenciais dos indivíduos. A Dissertação divide-se em duas partes. Na primeira parte, alguns temas teóricos são apresentados: a aprendizagem, equacionada de forma geral; a aprendizagem e o ensino da ciência na escola; o enquadramento social da ciência; e, por último, uma revisão de estudos sobre as concepções de ciência de actores ligados ao ensino e à escola (estudantes e professores) e sobre aspectos da relação entre estes. A segunda parte inicia-se pela definição dos objectivos dos estudos empíricos realizados. Seguidamente, apresenta-se um estudo das qualidades psicométricas dos instrumentos de medida seleccionados. São ainda expostos mais dois estudos empíricos: num deles descreve-se como a ciência, numa perspectiva de interligação à tecnologia e à sociedade, é concebida por estudantes portugueses e como alguns factores escolares e sociais são susceptíveis de contribuir para tais concepções; no último...

Avaliação da literacia em leitura : uma análise de produções dos estudantes portugueses no âmbito do PISA (Programme for International Students Assessment)

Almeida, Ana Cristina Tomé de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.3%
Dissertação de mestrado em Linguística e Ensino (Linguística Aplicada), apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Effects of short V. Long term migration on the eating patterns: the case of Portuguese University students in London : Trabalho de investigação : Efeito da migração de duração curta vs longa nos padrões alimentares: o caso de estudantes universitários em Londres

Vilela, Ana Sofia Mourão
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
ENG
Relevância na Pesquisa
46.75%
Resumo da tese: O objectivo principal deste estudo foi avaliar o efeito de diferentes períodos de duração de migração nos padrões alimentares de estudantes universitários portugueses. Cinquenta e cinco estudantes portugueses participaram num estudo sobre práticas alimentares antes e após a sua deslocação para Londres, Inglaterra. Os estudantes foram separados em dois grupos, o grupo de curta duração de migração, a viverem há menos de um ano em Londres, e o grupo de longa duração de migração, a viveram há mais de um ano . Quarenta e seis estudantes universitários ingleses participaram num estudo sobre práticas alimentares correntes, para serem usados como comparação com os estudantes portugueses. Um questionário foi administrado para avaliar a frequência de consumo de alimentos seleccionados, factores quem podem influenciar a escolha alimentar e a preparação e de compra de alimentos. Após a deslocação para Londres, o grupo com maior duração de migração fez mais alterações dietéticas e parece ser o mais aculturado. Ambos os grupos portugueses reportaram uma diminuição significativa na frequência semanal de consumo de legumes/hortaliça crus, peixe, sopa de vegetais e carne vermelha. A frequência de consumo de snacks...

Food habits and food choice motives among university students settled in London: the role of gender and culture : trabalho de investigação : Hábitos e escolha alimentar de estudantes universitários a viver em Londres: o papel do género e da cultura

Santos, Susana Moreira da Silva
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
ENG
Relevância na Pesquisa
46.68%
Resumo da tese:O presente trabalho sumariza os resultados de um estudo realizado de Abril a Maio de 2009 em estudantes universitários ingleses e Portugueses a viver em Londres. O objectivo deste estudo era avaliar o efeito da translocação temporária de Portugal para Londres e a influência do género e da cultura nos hábitos e escolha alimentar de estudantes universitários. O estudo incidiu numa amostra constituída por 101 estudantes universitários (55 Portugueses - 26 homens e 29 mulheres e 46 ingleses - 15 homens e 31 mulheres) recrutados em 12 universidades de Londres e consistiu na aplicação de um questionário dividido em 3 secções - (1) hábitos alimentares; (2) motivos para a escolha alimentar; (3) comportamentos sobre preparação e compra de alimentos. O questionário aplicado aos estudantes portugueses foi desenvolvido com o intuito de avaliar as suas práticas alimentares em Portugal e em Londres. Os resultados mostram que as mulheres, em geral, possuem hábitos alimentares mais saudáveis do que os homens, apresentando um maior consumo de fruta e vegetais. Com a translocação temporária para um novo país, os homens mostraram-se mais susceptíveis às mudanças alimentares enquanto as mulheres tenderam a manter os seus hábitos alimentares embora tenham realizado algumas mudanças indesejáveis. Observou-se um maior consumo de batatas fritas de pacote...

Opinões sobre a natureza da ciência e da tecnologia de estudantes portugueses do ensino superior

Figueiredo, Margarida; Paixão, Fátima
Fonte: Centro de Altos Estudios Universitarios de la Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura Publicador: Centro de Altos Estudios Universitarios de la Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura
Tipo: Parte de Livro
SPA
Relevância na Pesquisa
46.44%
Apesar de os currículos escolares estarem hoje, em Portugal, orientados para uma educação científica e tecnológica, visando a aquisição de atitudes científicas apropriadas pelos estudantes, persiste ainda alguma dificuldade relacionada com a compreensão adequada, por parte destes, da natureza da Ciência e Tecnologia (NdCeT). No presente capítulo serão apresentados os resultados obtidos numa amostra de estudantes portugueses, analisando as eventuais diferenças existentes no início e no final do curso e as que decorrem das diferenças relativas à sua área de formação. Os resultados apresentados referem-se a uma amostra de estudantes, a frequentar a Universidade de Évora e o Instituto Politécnico de Castelo Branco.

Bem-estar psicológico em estudantes do ensino superior: relação com as variáveis sociodemográficas, pessoais e académicas

Lopes, João José Borges
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
A presente investigação visa a compreensão e a reflexão sobre o bem-estar psicológico em estudantes portugueses do ensino superior sendo constituída por: dois estudos. O primeiro consiste na adaptação do instrumento Psychological Well-Being Scales (PWBS), de Ryff e Essex (1992), a estudantes do ensino superior; o segundo analisa a relação entre as variáveis sociodemográficas, pessoais e académicas, examinando os seus efeitos preditivos e diferenciais no bem-estar psicológico. Desenvolvemos esta investigação a partir dos modelos concetuais sobre o bem-estar designadamente, o bem-estar psicológico (Ryff, 1989). Participaram neste estudo 887 estudantes do 1º e 3º anos do ensino superior, oriundos de instituições públicas e privadas das cidades de; Almada, Coimbra, Évora, Guarda, Leiria, Lisboa e Viseu. No primeiro estudo (adaptação do instrumento Psychological Well-Being Scales (PWBS), de Ryff e Essex (1992), foram realizados estudos de validação, através da análise de equações estruturais. Os resultados evidenciaram um ajustamento aceitável do modelo que, agrupa dois fatores: mal-estar psicológico e bem-estar psicológico. Os resultados do segundo estudo mostraram um ajustamento global muito bom relativo ao modelo multivariado de bem-estar psicológico...

Fernando Pessoa e Raul Leal contra a campanha moralizadora dos estudantes em 1923; Fernando Pessoa and Raul Leal against the moralizing student campaign in 1923

Barreto, José, 1948-
Fonte: Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros de Brown; Centro de Estudos Portugueses da Universidade de Utrecht; Departamento de Humanidades e Literatura da Universidad de los Andes Publicador: Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros de Brown; Centro de Estudos Portugueses da Universidade de Utrecht; Departamento de Humanidades e Literatura da Universidad de los Andes
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
Reproduzem-se aqui quatro panfletos, dois deles pouco conhecidos, que Fernando Pessoa e Raul Leal escreveram em 1923, na sua polémica com a Liga de Acção dos Estudantes de Lisboa. Esses documentos são antecedidos pela proclamação com que a Liga, em Fevereiro desse ano, iniciou uma campanha contra a literatura imoral, na sequência da publicação pela editora de Pessoa, Olisipo, dos livros Canções de António Botto e Sodoma Divinizada de Raul Leal. Four pamphlets are hereby reproduced, two of them mostly unknown, which Fernando Pessoa and Raul Leal wrote in 1923 in their controversy with the so-called Action League of Lisbon Students. They are preceded by the proclamation with which the League launched a campaign against immoral literature in February of that year, following the appearance of the books Canções by António Botto and Sodoma Divinizada by Raul Leal, both issued by Pessoa’s publishing house Olisipo.

Modelo Multidimensional de Ajustamento de jovens ao contexto Universitário (MMAU): Estudo com estudantes de ciências e tecnologias versus ciências sociais e humanas

Soares, Ana Paula; Almeida, Leandro da Silva; Diniz, António Augusto Pinto Moreira; Guisande, M. Adelina
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
Apresenta-se um modelo para descrever o ajustamento dos estudantes portugueses à Universidade. Testámos o Modelo Multidimensional de Ajustamento de jovens ao contexto Universitário (MMAU) numa amostra de 560 estudantes a frequentar pela primeira vez o primeiro ano de cursos de ciências e tecnologias (C&T; n = 259) e de ciências sociais e humanas (CS&H; n = 301). Apesar das expectativas de envolvimento académico à entrada da Universidade constituírem um preditor efectivo dos comportamentos de envolvimento na vida universitária, e da qualidade do ambiente de aprendizagem afectar os níveis de envolvimento, bem-estar e satisfação, os resultados confirmaram a plausibilidade do modelo para ambos os grupos e revelaram que essas relações não foram suficientemente fortes para influenciar o rendimento académico e o desenvolvimento psicossocial dos estudantes. O rendimento foi predito pela nota de candidatura e o desenvolvimento psicossocial pelo nível de autonomia à entrada da Universidade. Contrastando os resultados nos grupos, a autonomia emocional e instrumental no início da vida universitária e o envolvimento na vida académica tiveram um impacto diferencial no bem-estar obtido, respectivamente para os estudantes de C&T e de CS&H. As características pré-universitárias dos estudantes revelaram-se importantes para a configuração dos seus processos de adaptação ao contexto universitário...

Inventário de burnout de Maslach para estudantes portugueses

Maroco, João; Tecedeiro, Miguel Moreira Vaz
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
O Maslach Burnout Inventory – Student Survey adaptado por Schaufeli, Martinez et al., 2002 a partir do Maslach Burnout Inventory – General Survey foi traduzido e adaptado para a lingua portuguesa.A avaliação das qualidades psicométricas da Escala de Burnout para Estudantes foi feita numa amostra de 654 estudantes universitários. A Escala de Burnout para Estudantes revelou uma adequada validade factorial e fiabilidade na amostra sob estudo revelando-se um instrumento sensível, válido e fiável na avaliação da síndrome de Burnout em estudantes universitários. ------ ABSTRACT ------ The Maslach Burnout Inventory – Student Survey adpated by Schaufeli, Martinez et al., 2002 from the Maslach Burnout Inventory – General Survey was translated and adapted for Portuguese college students. The psychometric evaluation revealed that the adapted scale maintained its factorial validity and realibility. The Portuguese version of the Maslach Burnout Inventory was shown to be a reliable valid instrument for the evaluation of the Burnout syndrome in Portuguese college students.

Fontes de informação, conhecimentos e uso do preservativo em estudantes universitários do Algarve e de Huelva

Martins, Ana Teresa; Nunes, Cristina; Muñoz-Silva, Alicia; Sánchez-García, Manuel
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
Embora os estudantes universitários tenham fácil acesso à informação sobre a transmissão do VIH e os comportamentos de risco associados à actividade sexual, esta informação nem sempre é correcta nem se baseia em fontes fiáveis ou conhecimentos científicos. Por outro lado, o nível de conhecimentos nem sempre se traduz numa utilização mais frequente do preservativo. Neste estudo analisaram-se as fontes de informação sobre os métodos contraceptivos e as doenças de transmissão sexual, os conhecimentos sobre a AIDS e o modo de transmissão do VIH e o uso do preservativo em 678 estudantes universitários portugueses e espanhóis. O nível de conhecimento é elevado em ambas as amostras, contudo os estudantes portugueses apresentam um melhor nível. Encontraram-se algumas diferenças no uso do preservativo e na utilização das fontes de informação entre países e sexo. Discutem-se as implicações para as actividades de promoção da saúde assim como o papel dos diferentes agentes educativos.

Estudo comparativo dos níveis de atividade física e hábitos de vida saudável em estudantes universitários europeus : Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal e Technical University Bialystok, Polónia

Leite, Luís Miguel Babo
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
Os níveis de atividade física e hábitos de vida saudável têm sido substituídos gradualmente por novos comportamentos sedentários (Epstein et al., 2005). É uma problemática que afeta toda a população em especial dos estudantes universitários, mesmo de diferentes países e contextos sociais, culturais e económicos. Objetivo: Este estudo pretende avaliar os níveis de atividade física e alguns hábitos de vida saudável de estudantes universitários portugueses e polacos. Método: Foi aplicado um questionário sobre atividade física (International Physical Activity Questionnaire - IPAQ) e hábitos de vida saudável a 658 estudantes de duas universidades europeias: 300 estudantes da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal) e 358 estudantes do Technical University Bialystok (Polónia). Resultados: Verificou-se que os estudantes polacos apresentam maiores níveis de atividade física (77%) em relação aos estudantes portugueses (45%). As duas populações têm objetivos distintos em relação a atividade física, os estudantes portugueses privilegiam os benefícios para a saúde, enquanto os estudantes polacos dão mais importância à performance. A falta de tempo (70%) é a principal causa indicada para a falta de prática desportiva. Os hábitos de vida saudável são idênticos em ambas as populações. Verifica-se um consumo similar de álcool...

Modelo Multidimensional de Ajustamento de jovens ao contexto Universitário (MMAU): Estudo com estudantes de ciências e tecnologias versus ciências sociais e humanas

Soares, Ana Paula; Universidade do Minho; Almeida, Leandro S.; Universidade do Minho; Diniz, António M.; ISPA-IU; Guisande, M. Adelina; Universidade de Santiago de Compostela
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
Apresenta-se um modelo para descrever o ajustamento dos estudantes portugueses à Universidade. Testámos o Modelo Multidimensional de Ajustamento de jovens ao contexto Universitário (MMAU) numa amostra de 560 estudantes a frequentar pela primeira vez o primeiro ano de cursos de ciências e tecnologias (C&T; n = 259) e de ciências sociais e humanas (CS&H; n = 301). Apesar das expectativas de envolvimento académico à entrada da Universidade constituírem um preditor efectivo dos comportamentos de envolvimento na vida universitária, e da qualidade do ambiente de aprendizagem afectar os níveis de envolvimento, bem-estar e satisfação, os resultados confirmaram a plausibilidade do modelo para ambos os grupos e revelaram que essas relações não foram suficientemente fortes para influenciar o rendimento académico e o desenvolvimento psicossocial dos estudantes. O rendimento foi predito pela nota de candidatura e o desenvolvimento psicossocial pelo nível de autonomia à entrada da Universidade. Contrastando os resultados nos grupos, a autonomia emocional e instrumental no início da vida universitária e o envolvimento na vida académica tiveram um impacto diferencial no bem-estar obtido, respectivamente para os estudantes de C&T e de CS&H. As características pré-universitárias dos estudantes revelaram-se importantes para a configuração dos seus processos de adaptação ao contexto universitário...

Estudantes e avaliação da universidade: um estudo conjunto Brasil-Portugal

Leite,Denise; Santiago,Rui; Leite,Maria Cecília Loréa; Genro,Maria Elly Herz; Braga,Ana Maria; Polidori,Marlis; Broilo,Cecilia; Sarrico,Claudia; Santos,Isabel
Fonte: Fundação Carlos Chagas Publicador: Fundação Carlos Chagas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
Este artigo trata da percepção dos estudantes sobre avaliação das universidades. Origina-se da segunda fase de estudo desenvolvido ao abrigo da cooperação internacional CNPq-ICCTI. Dele participaram 476 alunos de duas universidades públicas brasileiras e uma portuguesa. As respostas a um questionário com questões abertas foram organizadas em categorias segundo o seu significado, com apoio de dispositivo informático para análise de dados qualitativos, e permitiram entender que, em geral, os estudantes pesquisados reconhecem a importância dos processos de avaliação e formam seus próprios conceitos sobre o tema. Para os alunos brasileiros, a avaliação parece ter sentido de avaliação institucional. Para os estudantes portugueses, a avaliação parece ter um significado de avaliação institucional e da aprendizagem. As culturas estudantis de repúdio à avaliação única de uma prova nacional, no caso brasileiro, parecem ter influenciado suas percepções sobre formatos avaliativos. As culturas estudantis relativas à competitividade do mercado, no caso português, valorizaram a avaliação como regulação. Em ambos os casos, os estudantes destacaram tanto a legitimidade da avaliação para a sociedade e os sistemas educativos (cultura englobante) quanto para o cotidiano das universidades (cultura englobada).

Auto-eficácia, resiliência e atribuição de causalidade nos estudantes de enfermagem. Diferenças e semelhanças de género

Fonseca, Elisabete Pinheiro Alves Mendes
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 18/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.67%
Introdução: O presente trabalho salienta as crenças de auto-eficácia, resiliência e atribuições causais nos estudantes de enfermagem, tendo em conta a sua expressão segundo o género. As crenças de auto-eficácia actuam como mediadoras entre as capacidades do estudante e o seu desempenho. A resiliência parece actuar na forma como o estudante adquire competências para o confronto com a adversidade. Os estudantes têm as suas acções influenciadas pelas explicações causais. Determinadas atribuições afectam as expectativas que, de alguma forma, influenciam o desempenho. Objetivos: Conhecer as crenças de auto-eficácia académica em estudantes de enfermagem portugueses de acordo com o género; Analisar os padrões de resiliência segundo o géneroConhecer as dimensões e atribuições de causalidade do desempenho dos estudantes de enfermagem portugueses segundo o género. Metodologia: Estudo do género descritivo-correlacional. População: Estudantes portugueses de enfermagem. Amostra seleccionada: 802 estudantes do 4ºano da Licenciatura em Enfermagem, de cinco escolas públicas de enfermagem em Portugal, tendo em conta a sua dispersão geográfica. Os dados foram recolhidos através da Escala Multidimensional de Auto-eficácia Percebida; Inventário Measuring Sate and Child Resilience; Questionário de Atribuições e Dimensões Causais e Questionário de construção própria para recolha de dados sócio-demográficos e académicos Análise de dados através do programa Statistical Package for the Social Science (SPSS). Resultados: Os estudantes do género masculino tendem a percepcionar maior eficácia para os tempos livres e actividades extracurriculares na escola...

Estudo comparativo dos níveis de atividade física e hábitos de vida saudável em estudantes universitários europeus : Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal e Technical University Bialystok, Polónia

Leite, Luís Miguel Babo
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
Os níveis de atividade física e hábitos de vida saudável têm sido substituídos gradualmente por novos comportamentos sedentários (Epstein et al., 2005). É uma problemática que afeta toda a população em especial dos estudantes universitários, mesmo de diferentes países e contextos sociais, culturais e económicos. Objetivo: Este estudo pretende avaliar os níveis de atividade física e alguns hábitos de vida saudável de estudantes universitários portugueses e polacos. Método: Foi aplicado um questionário sobre atividade física (International Physical Activity Questionnaire - IPAQ) e hábitos de vida saudável a 658 estudantes de duas universidades europeias: 300 estudantes da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal) e 358 estudantes do Technical University Bialystok (Polónia). Resultados: Verificou-se que os estudantes polacos apresentam maiores níveis de atividade física (77%) em relação aos estudantes portugueses (45%). As duas populações têm objetivos distintos em relação a atividade física, os estudantes portugueses privilegiam os benefícios para a saúde, enquanto os estudantes polacos dão mais importância à performance. A falta de tempo (70%) é a principal causa indicada para a falta de prática desportiva. Os hábitos de vida saudável são idênticos em ambas as populações. Verifica-se um consumo similar de álcool...

Em que diferem as boas práticas académicas dos estudantes portugueses e espanhóis?

Gonzaga, Luís; Gozalo Delgado, Margarita; León del Barco, Benito; Pinheiro, Maria do Rosário
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.39%

Atitudes e comportamentos de saúde oral em estudantes de medicina dentária em Portugal e na Holanda : um estudo comparativo

Dias, Ana Rita de Sousa Saraiva
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 01/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.71%
Introdução: Os estudantes de Medicina Dentária de hoje serão os futuros médicos dentistas, sendo responsáveis pela promoção e educação para a saúde oral (SO). As atitudes e os comportamentos dos profissionais de SO para com a sua própria saúde refletem o seu entendimento da importância dos procedimentos de prevenção dos problemas orais, podendo contribuir para o aperfeiçoamento da SO dos seus pacientes. Objectivos: Comparar as atitudes e os comportamentos de SO entre estudantes portugueses e holandeses. Materiais e Métodos: Realizámos um estudo transversal numa amostra de 281 (58,1%) estudantes de Medicina Dentária da Radboud University Nijmegen e 201 (41,9%) da Universidade Católica Portuguesa, Viseu. A recolha de dados foi efetuada através de um questionário auto-aplicado sobre as atitudes e os comportamentos de SO, que incluía o inventário Hiroshima University Dental Behavioural Inventory (HUDBI). Resultados: Verificámos que 69,5% dos estudantes portugueses e 63,3% dos holandeses adotaram atitudes e comportamentos de SO pouco adequados. A média de scores do HUDBI obtida pela amostra holandesa foi superior à portuguesa (8,0±1,2 vs. 7,8±1,5; p=0,045). Os estudantes holandeses do 1º e 2º anos...

“Morangos com açúcar” na telinha: experiência pedagógica junto a estudantes portugueses de educação física

da Silva, Cinthia Lopes
Fonte: LICERE - Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer Publicador: LICERE - Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
RESUMO: Este trabalho tem como finalidade descrever e analisar uma experiênciapedagógica realizada junto a estudantes portugueses de Educação Física. Essa experiência consiste na problematização de uma série televisiva, denominada “Morangos com açúcar”. Os programas televisivos são produções que tem como finalidade difundir significados e entreter os telespectadores. Os estudantes de Educação Física, ao realizarem uma leitura de qualidade da mídia, terão condições de ter uma intervenção social futura efetiva. Como procedimentos metodológicos, é feita uma “descrição densa” da troca de significados junto aos participantes da pesquisa, caracterizando um estudo eminentemente qualitativo. Como resultado, a experiência pedagógica viabilizou aos estudantes revisão de conceitos e reflexões que contribuem para o desenvolvimento pessoal desses sujeitos e para sua formação profissional.“STRAWBERRIES WITH SUGAR” ON SCREEN: A PEDAGOGICAL EXPERIENCE WITH PORTUGUESE STUDENTS OF PHYSICAL EDUCATIONABSTRACT: This paper aims to describe and analyse a pedagogical experience carried on with Portuguese students of Physical Education. This experience consists in the problematisation of a TV series entitled “Strawberries With Sugar” (Morangos Com Açúcar...

Modelo Multidimensional de Ajustamento de jovens ao contexto Universitário (MMAU): Estudo com estudantes de ciências e tecnologias versus ciências sociais e humanas

Soares,Ana Paula; Almeida,Leandro S.; Diniz,António M.; Guisande,M. Adelina
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.33%
Apresenta-se um modelo para descrever o ajustamento dos estudantes portugueses à Universidade. Testámos o Modelo Multidimensional de Ajustamento de jovens ao contexto Universitário (MMAU) numa amostra de 560 estudantes a frequentar pela primeira vez o primeiro ano de cursos de ciências e tecnologias (C&T; n = 259) e de ciências sociais e humanas (CS&H; n = 301). Apesar das expectativas de envolvimento académico à entrada da Universidade constituírem um preditor efectivo dos comportamentos de envolvimento na vida universitária, e da qualidade do ambiente de aprendizagem afectar os níveis de envolvimento, bem-estar e satisfação, os resultados confirmaram a plausibilidade do modelo para ambos os grupos e revelaram que essas relações não foram suficientemente fortes para influenciar o rendimento académico e o desenvolvimento psicossocial dos estudantes. O rendimento foi predito pela nota de candidatura e o desenvolvimento psicossocial pelo nível de autonomia à entrada da Universidade. Contrastando os resultados nos grupos, a autonomia emocional e instrumental no início da vida universitária e o envolvimento na vida académica tiveram um impacto diferencial no bem-estar obtido, respectivamente para os estudantes de C&T e de CS&H. As características pré-universitárias dos estudantes revelaram-se importantes para a configuração dos seus processos de adaptação ao contexto universitário...

Inventário de burnout de Maslach para estudantes portugueses

Maroco,João; Tecedeiro,Miguel
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
O Maslach Burnout Inventory - Student Survey adaptado por Schaufeli, Martinez et al., 2002 a partir do Maslach Burnout Inventory - General Survey foi traduzido e adaptado para a língua portuguesa. A avaliação das qualidades psicométricas da Escala de Burnout para Estudantes foi feita numa amostra de 654 estudantes universitários. A Escala de Burnout para Estudantes revelou uma adequada validade factorial e fiabilidade na amostra sob estudo revelando-se um instrumento sensível, válido e fiável na avaliação da síndrome de Burnout em estudantes universitários.