Página 1 dos resultados de 942 itens digitais encontrados em 0.105 segundos

Percepção - construção - representação - concepção. Os quatro processos de ensino da Geometria: uma proposta de articulação.; Perception - construction - representation - conception: the four processes of the Geometry teaching: a articulation proposal.

Lauro, Maira Mendias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
86.15%
Nas aulas de Geometria, de modo geral, reconhece-se uma polarização entre atividades perceptivas, manipulativas - que são propostas principalmente nas primeiras séries da escolarização - e a sistematização conceitual, a teorização, sendo ela formal ou informal, nas séries seguintes. Em outras palavras, não há articulação entre os processos que dizem respeito à percepção com aqueles teóricos que se referem à concepção. Esse caminho geralmente faz com que os alunos não compreendam a Geometria, não construam um conhecimento significativo. Neste trabalho, consideramos que, em todos os níveis do ensino, é fundamental a articulação entre a percepção e a concepção e que, juntamente com elas, duas outras dimensões da dinâmica do processo de construção do conhecimento geométrico - a construção e a representação - são essenciais. A primeira refere-se à elaboração de materiais em sentido físico e a segunda, à reprodução, por meio de desenhos, de objetos percebidos ou construídos. Partindo do referencial teórico estabelecido, foi feito primeiramente, um estudo histórico a respeito do ensino da Geometria, particularmente no período que vai da 5ª até a 8ª série do Ensino Fundamental, ou seja...

Abordagem histórico-epistemológica do ensino da geometria fazendo uso da geometria dinâmica; Historical-epistemological approach geometry teaching making use of dynamic geometry.

Waldomiro, Tatiana de Camargo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
106.18%
A presente pesquisa, de cunho quantitativo, tem como propósito responder a seguinte questão: De que modo e em que alcance o trabalho pedagógico articulado com a história, geometria e meio computacional tem refletido sobre posturas e caminhos que levassem os alunos a se envolver com o conhecimento matemático? Desse modo, fizemos uma investigação e análise sobre os efeitos de uma articulação entre o ensino da história da matemática e o uso de ferramentas computacionais como solução para as dificuldades apresentadas no Ensino de Geometria, principalmente no Ensino Médio. Utilizamos a obra de Lakatos e a primeira proposição (do livro 1) de Euclides para realizar a verificação de sua demonstração através de um software de Geometria dinâmica. Os resultados serão utilizados para a construção de um novo software que envolva o ensino e aprendizagem de história da matemática e geometria. Outros objetivos podem ser assim colocados: Refletir sobre as condições e viabilidade da integração de recursos computacionais para o ensino da Matemática no âmbito Ensino Médio em especial a partir do produtos/softwares propostos para a educação matemática; Compreender o potencial de softwares de geometria dinâmica para a educação matemática escolar; Analisar as necessidades matemáticas de uma instrumentação eficaz...

Tecnologias digitais na sala de aula para aprendizagem de conceitos de geometria analítica: manipulações no software grafeq

Santos, Ricardo de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
86.14%
Este estudo aborda a utilização de recursos disponibilizados pelas tecnologias digitais no ensino-aprendizagem de Matemática. Mais especificamente, o objeto de estudo é a introdução do software GrafEq no ensino de Geometria Analítica no Ensino Médio da Escola Básica, com reflexões acerca das contribuições identificadas. Para verificar o alcance destas contribuições, foi implantada uma sequência de atividades em duas turmas do segundo ano do nível médio em uma escola da rede privada de Porto Alegre. A análise dos resultados foi obtida de forma empírica utilizando-se, como método, o Estudo de Caso. Para isso, o estudo foi fundamentado pelas teorias de James J. Kaput sobre introdução das tecnologias digitais na Educação Matemática. Os resultados encontrados apontam para o uso de tecnologias digitais como uma possível contribuição no ensino-aprendizagem de Geometria Analítica, a qual se constitui em um importante tópico de Matemática do Ensino Médio. Como elementos integrantes dessa dissertação foram elaborados um tutorial para uso do programa, na forma de páginas para web (linguagem html), e um conjunto de atividades envolvendo tópicos de Geometria Analítica e uso do software.; This study approaches the use of available resources by digital technologies in teaching-learning Mathematics. Specifically...

Ambiente hipermídia para o ensino da geometria

Macedo, Claudia Mara Scudelari de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 140 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
86.09%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; O ensino de geometria nos últimos anos tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil, tanto para os alunos como para os professores. Dentre os fatores que colaboraram para esta situação, destaca-se o despreparo dos professores neste conteúdo nos seus cursos de formação. Da mesma forma, as dificuldades encontradas pelos alunos no entendimento de temas mais avançados como o próprio Cálculo ou a Geometria Analítica; são agravados pela falta da visão geométrica e da percepção formal da geometria como conjunto de elementos geométricos em movimento. Com o surgimento das novas tecnologias educacionais aliadas ao desenvolvimento da informática, surgiram os softwares interativos de geometria dinâmica que facilitam a visualização dos conceitos geométricos e a generalização de teoremas e definições, tornando o aprendizado deste tema mais atrativo. Com os recursos da hipermídia, pode-se estabelecer conexões similares aos esquemas mentais, propiciando a cognição. Este trabalho apresenta o desenvolvimento do conteúdo das curvas geométricas planas do terceiro grau para ser implementado em um ambiente hipermídia. Este ambiente utiliza metodologia de cunho construtivista...

Aplicação de técnicas de dobraduras no ensino de conteúdos de geometria

Andrade, Clair de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 66 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.03%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Curso de Matemática.; O presente trabalho apresenta um método de ensinar e aprender Matemática através do origami, enfatizando os conceitos geométricos embutidos na construção dos modelos. Destaca-se a construção do origami como uma ferramenta que pode ser explorada no processo de ensino-aprendizagem, a fim de tornar o ensino da geometria mais interativo e motivador. Para tanto, percorreu-se, ao longo da pesquisa, aspectos referentes à origem deste processo, ao tipo de papel empregado na confecção do origami, assim como algumas regras gerais que devem ser obedecidas para, através das orientações gráficas, desenvolver um modelo de qualidade, utilizados cotidianamente ou não. Busca, através de uma aplicação prática, observar se a utilização desta ferramenta no ensino de geometria proporciona uma experiência maisinovadora, motivadora e prazerosa.

Aprendendo a imaginar moléculas : uma proposta de ensino de geometria molecular

Sebata, Claudio Ernesto
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
86.22%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Física, Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, 2006.; O presente trabalho teve como objetivo elaborar uma proposta de ensino de geometria molecular do componente curricular Química do ensino médio associada à utilização de imagens. Essa proposta foi baseada em estudos geometria molecular e de teorias e/ou conceitos sobre imagens propostas por Carneiro, Cassiano, Duchastel e Waller e Moles. Os estudos sobre imagens no ensino de ciências indicam a inexistência de uma gramaticalidade da linguagem visual única, além de apontarem a necessidade de o professor explicar as imagens utilizadas em sala de aula. Além do desenvolvimento e aplicação da proposta de ensino de geometria molecular foram conduzidos dois estudos investigatórios. O primeiro consistiu na aplicação de um teste em uma turma de segundo ano do turno noturno de uma escola pública do DF que já havia estudado o conteúdo geometria molecular e de um pré-teste em uma turma de segundo ano dessa 0mesma escola que não havia estudado o referido conteúdo. Esse estudo teve como objetivo identificar dificuldades na compreensão desse conteúdo de Química e apontar possíveis conteúdos de outros componentes curriculares como matemática e artes que são necessários para sua compreensão. As análises desses testes indicaram que os alunos não foram capazes de identificar formas geométricas das moléculas e que não dominavam noções básicas de geometria espacial. A segunda investigação consistiu na avaliação da proposta desenvolvida...

O ensino da Geometria na 9.ª classe em Moçambique: três professores tacteando o currículo

Diniz, Paulo
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
86.22%
Tese de mestrado, Educação (Didáctica da Matemática), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; Esta dissertação baseia-se nos resultados de uma pesquisa que teve como objectivo compreender a situação do ensino da Geometria, no Ensino Secundário Geral em Moçambique, em particular da Geometria Espacial na 9ª classe, e as práticas de gestão curricular do professor que lhe estão associadas. Para tal, o investigador procurou compreender quais as perspectivas dos professores acerca da Geometria e do seu ensino, como se caracteriza o papel do professor na gestão do currículo de Matemática, em geral e da Geometria, em particular, e que dificuldades enfrentam os professores no ensino da Geometria, bem como a origem destas. Na busca de respostas para as questões de estudo aqui colocadas, o investigador optou por uma pesquisa de cunho interpretativo, seguindo uma abordagem qualitativa e modalidade de estudo de caso. O trabalho de campo foi desenvolvido em Moçambique, contando com a participação de três professores de Matemática do Ensino Secundário Geral, tendo a recolha de dados incidindo na realização de entrevistas e na análise documental. Na perspectiva dos três professores participantes nesta investigação...

Geometria descrítiva e visualização espacial através de recursos mínimos

Bettencourt, Vera de Lurdes Ataíde, 1978-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
86.14%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino de Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, Universidade de Lisboa, 2013; O presente relatório apresenta o resultado da pesquisa para a prática de ensino supervisionada, que constitui o foco do Mestrado em Ensino de Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário. A unidade didática escolhida insere-se nos conteúdos de interseção entre planos lecionados na disciplina de Geometria Descritiva A. Consequentemente, a pesquisa começa com a observação de aulas de geometria da turma J do 10º ano da Escola Secundária com 3º Ciclo do Ensino Básico de Pedro Nunes, passa por uma investigação teórica, em pedagogia, sobre os problemas detetados, e culmina na aplicação, através da prática de ensino supervisionada, das estratégias elaboradas com o intuito de superar esses problemas. A necessidade da visualização espacial consiste numa maior dificuldade dos alunos na aprendizagem da disciplina. Assim, este relatório incide-se na visualização espacial através de recursos mínimos que, consequentemente, lhe conferiu, em parte, o título. Para além da referida pesquisa, o relatório apresenta também o contexto da disciplina e da escola que possibilitaram a prática de ensino supervisionada.; The following report presents the results of the research for the practice of supervised learning...

O papel do professor e do aluno frente ao uso de um software de geometria interativa: iGeom

Isotani,Seiji; Brandão,Leônidas de Oliveira
Fonte: UNESP - Universidade Estadual Paulista, Pró-Reitoria de Pesquisa; Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática Publicador: UNESP - Universidade Estadual Paulista, Pró-Reitoria de Pesquisa; Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.99%
Neste trabalho discute-se o papel de destaque que a Geometria Interativa (GI) tem adquirido no contexto do ensino de Geometria assistida por computador, enfatizando alguns dos benefícios da GI para professores e alunos. De um lado, auxilia o professor em sua tarefa de criar material didático mais interativo e desenvolver atividades que estimulam a curiosidade. De outro lado, proporciona ao aluno um ambiente no qual a postura participativa e a busca por desafios promovem a troca de experiências e a maturidade para compreender o conteúdo geométrico. Neste contexto, serão apresentados resultados de experiências didáticas realizadas em cursos de licenciatura em matemática e de extensão universitária para professores, utilizando um software de GI chamado iGeom. Além disso, introduz-se como soluções geométricas podem ser didaticamente apresentadas como algoritmos e como é possível implementar algoritmos geométricos com laços repetitivos de modo automático no iGeom facilitando a abordagem de conceitos matemáticos como progressões geométricas, somatórios, convergência, entre outros.

O movimento de formação docente no ensino de Geometria nos anos iniciais

Lopes,Anemari Roesler Luersen Vieira; Vaz,Halana Garcez Borowsky
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
106.02%
Neste artigo, discorremos sobre a organização de um grupo do qual participavam quatro professoras que planejaram, desenvolveram e avaliaram uma proposta de ensino. Nosso intuito foi discutir sobre a formação de professores que ensinam matemática nos anos iniciais, tendo em vista os desafios de organizar uma Atividade Orientadora de Ensino de Geometria. Para isso, pautamo-nos nos pressupostos da Teoria Histórico-Cultural, e, especificamente da Teoria da Atividade (Leontiev, 1983; 1988) e da Atividade Orientadora de Ensino (Moura, 1996; 2010). Foi possível evidenciar que o conhecimento matemático das docentes atuou como norteador das ações e que o compartilhamento destas mostrou-se como preponderante para que se constituíssem como formadoras.

Investigando o ensino de geometria nos anos iniciais do ensino fundamental: uma análise das escolhas dos professores

Oliveira, Regina Célia de; Santos, Marcelo Câmara dos (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
116.14%
A presente pesquisa teve como objetivo identificar os conceitos geométricos trabalhados pelos docentes que ensinam Matemática para os anos iniciais do ensino fundamental. O interesse por investigar o seu ensino se justifica, entre outros fatores, pela importância dos conceitos geométricos na construção de conhecimentos em diversas áreas de saber. As concepções sobre currículo abordadas por Sacristán (2000) e Silva (2009), e os estudos de Shulman (1986, 1992) sobre os saberes docentes, fundamentaram nossas análises. Nessa investigação, de caráter exploratório, buscamos identificar em documentos curriculares as orientações direcionadas ao ensino de Geometria para essa etapa da educação básica. A seguir, fizemos o levantamento dos conteúdos de Geometria encontrados nos livros didáticos – PNLD 2010 – adotados pelas escolas envolvidas na pesquisa. Por fim, realizamos um mapeamento dos conteúdos geométricos trabalhados em sala de aula, por meio dos registros contidos em 24 (vinte e quatro) diários de classe, de turmas de 5º anos, relativos ao ano de 2012. Como resultado, constatamos que as aulas envolvendo conteúdos geométricos representam, em média, 10% das aulas destinadas ao ensino de Matemática. Os dados mostram...

Uma proposta metodológica para o ensino de geometria fractal em sala de aula na educação básica

Nascimento, Maristel do
Fonte: Ponta Grossa Publicador: Ponta Grossa
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.17%
Acompanha: Caderno pedagógico: aplicação da oficina: conhecendo a geometria fractal.; The present investigation deals with the teaching of geometry proposed by the Curriculum Guidelines for Mathematics State of Parana. In this guidance document that is parallel to teaching the concepts of Euclidean geometry are also covered topics Fractal Geometry. The aim of the research was to propose different teaching activities that allow students to realize the existence and basic characteristics of fractal geometry and also present an educational booklet to help teachers in tackling this issue. From the methodological point of view the study was part of a qualitative study, based on a study involving students from one grade of high school to a state public school of Ponta Grossa in Parana state. The research was guided by the following question: The use of diversified activities that can contribute to high school students understand the basic concepts of fractal geometry? Data were collected from the application of a workshop involving this geometry. The investigation showed the gap of pupils starting secondary school in relation to the basic understanding of geometric concepts and that the teacher can address other geometries integrated education from the different activities that seeks to enable students to participate actively in the learning process.; A presente dissertação trata do ensino de Geometria proposto nas Diretrizes Curriculares Estaduais de Matemática do Paraná. Neste documento a orientação é que...

Geometrias não-eucludianas como anomalias: implicações para o ensino de geometria e medidas

Nascimento, Anna Karla Silva do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática; Ensino de Ciências Naturais e Matemática Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática; Ensino de Ciências Naturais e Matemática
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.17%
This present research the aim to show to the reader the Geometry non-Euclidean while anomaly indicating the pedagogical implications and then propose a sequence of activities, divided into three blocks which show the relationship of Euclidean geometry with non-Euclidean, taking the Euclidean with respect to analysis of the anomaly in non-Euclidean. PPGECNM is tied to the line of research of History, Philosophy and Sociology of Science in the Teaching of Natural Sciences and Mathematics. Treat so on Euclid of Alexandria, his most famous work The Elements and moreover, emphasize the Fifth Postulate of Euclid, particularly the difficulties (which lasted several centuries) that mathematicians have to understand him. Until the eighteenth century, three mathematicians: Lobachevsky (1793 - 1856), Bolyai (1775 - 1856) and Gauss (1777-1855) was convinced that this axiom was correct and that there was another geometry (anomalous) as consistent as the Euclid, but that did not adapt into their parameters. It is attributed to the emergence of these three non-Euclidean geometry. For the course methodology we started with some bibliographical definitions about anomalies, after we ve featured so that our definition are better understood by the readers and then only deal geometries non-Euclidean (Hyperbolic Geometry...

O uso do Geogebra no ensino da geometria analítica: estudo da circunferência; The use of Geogebra in teaching analytic geometry: circunference study

Oliveira, Carlos André Neiva de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em PROFMAT (RG); Instituto de Matemática e Estatística - IME (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em PROFMAT (RG); Instituto de Matemática e Estatística - IME (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.05%
This work refers to the GeoGebra application use for teaching analytic geometry. In this work it was made a guidelines approach about the PCNEM, to teach and discuss the use of the technologies in analytic geometry about computers, software and mathematics. It was made a brief history about the applications testing some tools checking if they are useful to develop circumference studies to apply in high school rst grades using that GeoGebra study.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES; Esse trabalho refere - se ao uso do aplicativo GeoGebra para o ensino de geometria anal tica. Nele e feito uma abordagem sobre as orienta ções do PCNEM para o ensino da geometria anal tica e discussões acerca do uso de tecnologias, como, computador e software no ensino da matem atica. Fizemos um breve hist órico do aplicativo mostrando algumas ferramentas que dispõe, e que são út eis para o desenvolvimento de atividades sobre o estudo da circunferência, e no final, apresentamos algumas atividades sobre a circunferência que podem ser aplicadas na 3ª s érie do ensino m édio, utilizando o software GeoGebra.

A matemática sob a ótica do Tarô: Uma experiência com a educação de jovens e adultos

Albuquerque, Regina Lúcia Tarquínio de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática; Ensino de Ciências Naturais e Matemática Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática; Ensino de Ciências Naturais e Matemática
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.82%
La recherche de la formation des citoyens critiques et participatifs, dans le travail pédagogique avec les jeunes et les adultes, a besoin d un entraînement pédagogique qui va au delà de l attitude traditionnelle d'apprendre avec des méthodes mécaniques et arbitraires qui, en insistant excessivement sur l image du professeur, donnent priorité à l'enseignement, au détriment de l apprentissage. Dans ce sens, la présente étude, cherchant la possibilité de réalisation d'un travail alternatif pour l'enseignement des Mathématiques, dans une perspective transdisciplinaire, dans le sens de développer l apprentissage significatif des étudiants jeunes et adultes du Projet Croire, présente les résultats d'une recherche-intervention qui a utilisé les lettres du tarot comme ressource didactique en salle de classe. On prétend, avec cela, montrer cet instrument comme facilité d apprentissage de contenus des Mathématiques comme systèmes de numération, nombres entiers et géométrie, en amenant les Mathématiques dans une perspective historique et culturelle et donnant un traitement global à l'acte complexe d'apprendre. Dans ce travail, le jeune étudiant et l étudiant adulte est pris comme individu concret, prenant en considération les aspects cognitifs et les aspects d attitude de son apprentissage...

O ensino de Desenho e Geometria para a escola primária na Bahia (1835-1925)

D'Esquivel, Márcio Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.19%
D’Esquivel, Márcio Oliveira. O ensino de Desenho e Geometria para a escola primária na Bahia (1835-1925) / Márcio Oliveira D’Esquivel - Jequié, 2015. 151p. (Dissertação de Mestrado) 1.História da educação matemática 2.Ensino de Desenho e Geometria 3.Bahia I. Sant’Ana, Claudinei de Camargo CDD – 510.7 UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA - Campus Universitário de Jequié/BA Programa de Pós-Graduação - Educação Científica e Formação de Professores -; O trabalho de pesquisa investigou o processo de escolarização dos conhecimentos de Desenho e de Geometria na Bahia, no período compreendido entre os anos 1835 e 1925. Interessou, em última instância, interrogar o processo histórico de surgimento, mudanças e permanências do Desenho e da Geometria como saberes para a escola de ensino primário na Bahia. Adotou-se como recorte temporal o período compreendido entre os anos 1835 e 1925, cujos limites demarcam a instalação da Assembleia Legislativa Provincial da Bahia e o consequente estabelecimento da primeira legislação educacional da província; e a Lei nº 1846 de 14 de agosto de 1925, que reforma a Instrução Pública do Estado sob a direção de Anísio Spínola Teixeira. Para realização da pesquisa...

O ensino de geometria na 4a.serie de 1o.grau : a questão da aprensão dos conceitos de area e perimetro

Campiteli, Heliana Cioccia
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 136, [56]f.| il.+anexo
POR
Relevância na Pesquisa
96.1%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Cataina, Centro de Ciencias da Educação; O ensino de geometria nas escolas de 1o grau enfrenta problemas. Muitos professores, inseguros para trabalhar com a geometria, deixam de incluí-la em sua programação, já que a Lei 5692/71 concede liberdade às escolas quanto à decisão sobre os programas de diferentes disciplinas. Mesmo entre os professores que continuam a ensiná-la, muitos reservam o final do ano letivo para a abordagem. Os alunos apresentam dificuldades em aplicar, no seu dia-a-dia, os conhecimentos adquiridos na escola, mesmo aqueles que conhecem as definições formais. Além disso, os professores enfocam o ensino no conteúdo e na quantidade de conhecimentos e não no conceito. No sentido de minimizar estes problemas, desenvolveu-se este trabalho, dirigido aos professores, de maneira que os alunos apreendam os conceitos contidos nos conteúdos didáticos. Dentro da geometria, optou-se pelo estudo de área e perímetro, na 4a série do 1o grau, em vista de sua relevância e por fazer parte do currículo previsto pelo Estado do Paraná. O trabalho foi desenvolvido em duas etapas. A primeira consistiu em desenvolver uma metodologia de ensino centrada na apreensão dos conceitos contidos nos conteúdos didáticos...

Ensino de geometria : concepções de professores e potencialidades de ambientes informatizados

Nogueira, Cleia Alves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
86.12%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2015.; Essa dissertação resulta de uma pesquisa qualitativa de cunho participante. Objetivou analisar as influências do curso de formação continuada para professores Aprendendo Matemática com o Software GeoGebra (AMSG) nas concepções dos cursistas quanto à utilização de ambientes informatizados para o ensino da geometria. O curso foi ofertado na modalidade semipresencial, pelos Núcleos de Tecnologia Educacional (NTE) de Ceilândia e Taguatinga, com suporte do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle. O referencial teórico adotado baseou-se em Almeida (2003), Almeida e Valente (2012), Faria (2008), Gatti (2003, 2008), Kenski (2007, 2013), Nacarato e Passos (2003), Pavanello (1989), Pirola (2000), Silva (2014) e outros. Os dados empíricos foram obtidos junto a 14 professores pesquisados por meio de questionários (no início e final do curso), postagens e interações realizadas nos fóruns de discussão e relatórios de aplicação dos conhecimentos estudados nos laboratórios de informática das escolas representadas. Para análise dos dados, optou-se pela Análise de Conteúdo de Bardin (2011)...

As competências espaciais no ensino da geometria : a dinâmica da perspectiva linear na imaginação e no desenho

Ferreira, Helena Sofia Pires, 1982-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
86.11%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino das Artes Visuais, Universidade de Lisboa, 2013; O presente relatório foi elaborado no âmbito do Mestrado em Ensino das Artes Visuais e descreve a intervenção realizada numa turma do 11º ano de Artes Visuais, no âmbito da disciplina de Geometria Descritiva A, e é referente à prática de ensino supervisionada desenvolvida na Escola Secundária Quinta do Marquês, em Oeiras. O projeto de estágio relaciona-se com o desenvolvimento das competências espaciais, da imaginação e do desenho através da dinâmica da Perspetiva Linear, enquanto tema transversal, para o apuramento de aptidões atinentes à Geometria Descritiva. O objetivo da unidade didática foi desenvolver as capacidades criativas do aluno e a sua própria construção do saber na área do desenho de imaginação, através da realização de um projeto que englobasse vários campos artísticos como o design, as artes plásticas, a cenografia, a ilustração ou a arquitetura. O relatório organiza-se em três capítulos principais que estruturam e descrevem todo o processo de investigação, conceção e aplicação do projeto de estágio. No primeiro capítulo, Enquadramento Didático, apresentam-se os temas que fundamentam os objetivos da unidade didática no contexto da disciplina. Seguindo-se o segundo capítulo...

Conhecimento de geometria e perspetivas de professores do 1º ciclo do ensino básico sobre o seu ensinoGeometry’s knowledge and teachers’ perspectives of the 1st basic education's cycle about its teaching

Viseu, Floriano; Universidade do Minho; Menezes, Luís; Escola Superior de Educação de Viseu; Almeida, Júlia; Escola EB2, 3 Abel Salazar
Fonte: MTM/PPGECT/CFM/UFSC Publicador: MTM/PPGECT/CFM/UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.13%
http://dx.doi.org/10.5007/1981-1322.2013v8n1p156 Este estudo foca o conhecimento de conteúdo de Geometria de professores do 1.º ciclo do ensino básico portugueses e as suas perspetivas sobre o ensino deste tema nos primeiros anos de escolaridade. Os dados foram recolhidos através de um teste sobre tópicos de Geometria e de um questionário, que foi respondido por 14 professores. O estudo revela que os professores têm acentuadas dificuldades em tópicos como transformações geométricas, propriedades da mediatriz e dos quadriláteros e também na determinação dos valores das grandezas área e volume. Sobre as perspetivas relativas ao ensino de Geometria, a maioria dos professores valoriza estratégias de ensino centradas na sua própria atividade e na repetição de exercícios pelos alunos. Para ultrapassarem dificuldades que os alunos apresentam na aprendizagem de tópicos de Geometria, alguns professores agrupam esses alunos com outros que revelam melhor compreensão, enquanto outros recorrem à repetição de exercícios. As dificuldades e limitações que os professores revelam no seu conhecimento de conteúdo matemático sobre tópicos da Geometria elementar refletem-se acentuadamente nas suas perspetivas sobre o ensino e aprendizagem da Matemática.