Página 1 dos resultados de 477 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Previsão de enchentes para o plano diretor de drenagem urbana de São Carlos (PDDUSC) na bacia escola do córrego do Gregório; Flood prediction at córrego do Gregório watershed for São Carlos urban drainage master plan (PDDUSC)

Barros, Regina Mambeli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
O mapeamento de inundações tem sido objeto de estudo para o desenvolvimento de Planos Diretores (PD). Desde 2002, a Prefeitura Municipal de São Carlos-SP (PMSC) desenvolve seu PD com diretrizes para prevenção e controle de enchentes. No entanto, o cenário atual é o de execução de obras estruturais anti-enchentes, onerosas e de soluções pontuais. Pela ausência de planejamento prévio da urbanização em áreas de risco, a região do Mercado Municipal de São Carlos (MMSC) é a principal atingida pelas enchentes na várzea do córrego do Gregório. Este estudo provê elementos à tomada de decisão no PD através de medidas estruturais e não-estruturais como o mapeamento de enchentes. Foram inventariados os eventos críticos que produziram inundações próximo ao MMSC, via entrevista à população da várzea. Para essas datas e para chuvas de projeto, foram simulados os escoamentos com transformação chuva-vazão integrada e propagação simples através de um modelo concentrado IPHS-1 e um modelo distribuído HIDRORAS, cujos resultados foram comparados. Os dados de entrada foram calibrados usando dados monitorados. As incertezas inerentes aos modelos foram identificadas. Os eventos simulados oferecem importantes subsídios para o mapeamento de inundações...

Metodologia para tomadas de decisão no âmbito de riscos sócio-ambientais em áreas urbanas: desmoronamentos e enchentes em assentamentos precários na bacia do Córrego Cabuçu de Baixo - SP.; Methodology for decision taken in the field of socio-environmental risks at urban areas: landslides and flooding in poor settlements on drainage basin of Cabuçu river -SP - Brazil.

Marino, Tiago Badre
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
De acordo com levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo - IPT, os acidentes graves relacionados com deslizamentos atingem de forma recorrente um número relativamente pequeno dos 5.563 municípios brasileiros, girando em torno de 150 os que tiveram vítimas fatais nos últimos 17 anos. Os municípios mais vulneráveis localizam-se nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Pernambuco, Alagoas, Bahia e Espírito Santo, localidades, na maioria dos casos, habitadas por pessoas de baixa renda, tornando-se, por conseguinte, expostas a catástrofes ambientais constantes (inundações devido ao assoreamento dos rios e erosão dos solos, os incêndios causados por instalações elétricas problemáticas, deslizamentos de terras, causadas por encostas irregulares e descalçamentos, entre outros). A Bacia Hidrográfica do Córrego Cabuçu de Baixo é um típico exemplo do que aconteceu em muitas cidades brasileiras. É uma bacia em acelerado processo de urbanização, mas ainda em condições para o controle, se bem administrada pelos seus gestores. Este trabalho objetiva a criação de mapeamentos que retratem avaliação positiva das condições ambientais (que pode ser chamado de "potencial") ou negativa (genericamente chamados de "risco" ambiental). Estes mapeamentos...

O combate às enchentes no município de Santo André/SP: caracterização socioambiental do problema e subsídios dos afetados ao planejamento das ações de Defesa Civil; The fight against floods in Santo André/SP: the affected people's subsidies to civil defence actions plan

Neves, Rafael Antonio Teixeira das
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
Trata-se de uma análise sócio-ambiental do fenômeno de enchentes, recorrente no município de Santo André/SP, permitindo identificar, de um lado, um esforço contínuo do poder público para combater esse fator de ameaça relacionado às chuvas. E, de outro, a persistência da vulnerabilidade espacial de populações de baixa renda na localidade, em especial, em áreas marginais. A dissertação levanta problemas que estão na área do gerenciamento do desastre de enchentes, descreve os processos sociais e urbanos, demonstra as vulnerabilidades e as ações tomadas para minimizálas, verificar quais são as perspectivas futuras para as vulnerabilidades e qual é o discurso coletivo das representações sociais dos afetados para as questões do risco, dos danos imateriais, o entendimento da política aplicada para as áreas de enchente, buscando a dimensão do desastre nas percepções dos atingidos pelas enchentes e inundações. Apresenta-se, daí, uma compreensão sociológica baseada no Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) do relato padrão dos afetados na convivência com as enchentes. A pesquisa qualitativa, realizada através de entrevista, identifica um discurso coletivo de sofrimento que, ao lado das perdas materiais, revelam a ausência de cidadania para levar adiante alternativas para a segurança do lugar frente às enchentes. A dissertação visa destacar seu valor informativo para balizar as ações de gerenciamento de risco através das ações integradas de prevenção...

As enchentes do rio Aricanduva (MSP) e a construção de conhecimentos no ensino de Geografia; Flooding of the river Aricanduva (MSP) and the construction of knowledge in geography teaching

Kobayashi, Marcia Yoko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
O objetivo geral da pesquisa é verificar até que ponto a Geografia ensinada em escolas cuja comunidade é afetada por enchentes tem realizado a leitura do espaço de vivência dos alunos e uma aprendizagem significativa. O trabalho de campo foi realizado em cinco escolas públicas (estaduais e municipais) situadas no entorno do rio Aricanduva, no baixo e médio cursos do rio, na área de maior inundação. Foram entrevistados Diretores, Coordenadores Pedagógicos, Professores e alunos da 6ª série do ensino fundamental. Os questionários (abertos) versam sobre a construção do conhecimento em Geografia e a noção de enchentes. Também foram analisadas as Propostas Curriculares Oficiais e os livros didáticos (adotados nas escolas). Observou-se que há um descompasso, entre o que se intenciona ensinar, a concepção de ensino e de Geografia e o que se aprende na disciplina. De um lado os professores (Propostas Curriculares e os livros didáticos) têm uma concepção que se preocupa com a realidade e o desenvolvimento do pensamento crítico, por outro lado; os alunos, possuem uma concepção da disciplina e da escola ligada à localização, ao mercado de trabalho e ao conhecimento enciclopédico. Em relação às enchentes prevalecem...

Modelo de alerta hidrológico com base participativa usando sistema de informações voluntárias para previsão de enchentes; Participative-based early warning model using volunteer geographic information systems for flood forecasting

Fava, Maria Clara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.76%
Este trabalho apresenta uma nova proposta metodológica de previsão de enchentes: o Modelo de Alerta Hidrológico com Base Participativa (MAHP). O MAHP consiste em um modelo de previsão de enchentes em bacias urbanas que integra Informações Geográficas Voluntárias (VGI) e redes de sensores sem fio (WSN). A principal contribuição deste modelo é o uso de dados de fontes heterogêneas (sensores aliados a dados fornecidos por voluntários) com o objetivo de reduzir a incerteza na previsão de enchentes. O modelo MAHP foi dividido em módulos, cada um deles é responsável por uma atividade no processo de previsão de enchentes. Embora o modelo possua diversos módulos auxiliares, pode-se resumir o modelo MAHP em três módulos principais: aquisição de dados; previsão de precipitações e, por fim, o módulo responsável pela previsão das enchentes. Para o módulo de aquisição de dados foram desenvolvidas metodologias para uso de dados voluntários de nível da água e sensores medidores de nível foram instalados para a composição da rede de sensores sem fio em pontos estratégicos nos canais fluviais da cidade. No módulo de previsão da precipitação do modelo MAHP foram desenvolvidos dois softwares de previsão, sendo um modelo de previsão da precipitação conceitual e um empírico. Para o funcionamento do módulo responsável pela previsão das enchentes foi feita a modelagem da bacia urbana de São Carlos no modelo SWMM (Storm Water Management Model). As simulações chuva-vazão realizadas com a bacia modelada apresentaram ajustes satisfatórios quando comparadas com eventos de enchente reais. Como o uso de informações voluntárias na previsão de enchentes é um conceito bastante novo...

Enchentes, fenômenos cíclicos?

Evangelista, Luís Carlos da Rosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.61%
Este estudo foi realizado a partir da observação de uma sucessão de enchentes ocorridas entre os anos de 1936 a 1997, na cidade de Camaquã/RS. Diante da constatação da ocorrência destes fenômenos, fez-se necessário a realização de um estudo mais detalhado e de cunho científico das prováveis causas destas ocorrências. Aliado a isto, foi constatado que as providências adotadas pelas autoridades competentes, tanto da parte técnica quanto das ações políticas, não obtiveram resultados satisfatórios. Visando esclarecer a comunidade local à questão das enchentes do ponto de vista técnico, este estudo apresenta propostas de transformação futura dessa questão por meio de informação, do planejamento participativo, pela consolidação das organizações sociais e por uma nova mentalidade face à água. Partindo-se da experiência de casos similares, procurou-se caracterizar e avaliar os impactos causados pelas enchentes, tendo como objetivos: a elaboração de um mapa de riscos, a definição da cota máxima e mínima das inundações, propor ações mitigadoras frente aos desastres, fornecer subsídios para atualização do Plano Diretor Urbano e auxiliar a Defesa Civil na elaboração de um plano de ação para situações de calamidades públicas...

Avaliação da gestão da drenagem urbana na bacia hidrográfica do rio Belém em Curitiba

Lucca, Tácito Almeida de
Fonte: Florianópolis, SC. Publicador: Florianópolis, SC.
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 102 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.61%
TCC(graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnológico. Engenharia Sanitária e Ambiental.; Nas últimas décadas, a urbanização das cidades tem se intensificado e, consequentemente, a impermeabilização dos solos, chegado a níveis cada vez maiores. Por conseguinte, este processo vem desencadeando enchentes, em meio urbano, com uma maior frequência. No presente estudo é discutida, de modo crítico, a articulação das medidas estruturais e não estruturais implantadas, previstas e propostas para o controle das enchentes urbanas na Bacia Hidrográfica do Rio Belém, localizada na cidade de Curitiba, no Estado do Paraná. A discussão foi sustentada pelo estabelecimento de categorias que influenciam diretamente na aplicação e funcionalidade das medidas. O Trabalho contou com a colaboração de técnicos e especialistas responsáveis pela execução e gestão das medidas de controle de enchentes na Bacia Hidrográfica do Rio Belém. Como resultados diagnosticou-se que as medidas para o combate as enchentes utilizadas na cidade de Curitiba, mais especificamente na Bacia do Rio Belém, consistem de um modo geral em medidas intensivas por intermédio de canalizações parciais ou totais, desvios, alteração na seção transversal...

ESTUDO PARA PREVENÇÃO E ADEQUAÇÃO DO MUNICÍPIO DE RIO DO SUL ÀS ENCHENTES E INUNDAÇÕES

Ledra, Lais
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 72 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.35%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Campus Joinville. Engenharia de Infraestrutura.; Hoje, as cidades enfrentam, além dos problemas relacionados à sua própria complexidade, os problemas sem precedentes desencadeados pela força extrema da natureza. Este trabalho apresenta a temática das enchentes e inundações, algumas causas e consequências e, ainda, os fatores associados a elas, abordando especificamente o caso da cidade de Rio do Sul, localizada em Santa Catarina. Tendo em vista que a cidade vem sofrendo os impactos desses tipos de desastres naturais, o trabalho busca adequar a cidade à ocorrência desses eventos a fim de tornar harmoniosa a convivência entre a cidade e o rio Itajaí-Açu. Com essas análises foram identificados alguns pontos críticos do município e propostos, para cada um deles, medidas estruturais de interferência com o intuito de minimizar os prejuízos causados pelas enchentes e inundações. Face a esses pontos de interferência, o próximo passo é a construção efetiva dos mesmos, tomando os cuidados necessários, quanto à população a ser deslocada principalmente.; The cities face problems today besides those have related with your own complexity, they face too the problems unprecedented developed by nature power. This paper presents the flooding problems...

Enchentes e saúde pública: uma questão na literatura científica recente das causas, consequências e respostas para prevenção e mitigação

Freitas,Carlos Machado de; Ximenes,Elisa Francioli
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
As enchentes são os desastres naturais com maior frequência e afetam a vida de aproxi madamente 102 milhões de pessoas a cada ano, principalmente nos países em desenvolvimento e em grandes centros urbanos, com tendência de aumento nas próximas décadas. O objetivo é oferecer subsídios para uma melhor compreensão destes eventos, através dos resultados e experiências encontrados na literatura científica recente. Por meio de busca no Pubmed foram analisados 70 trabalhos aos quais se teve acesso e se enquadraram nos critérios de abordar pelo menos um dos itens selecionados para análise, que eram: causas; consequências; respostas e ações; encaminhamento de propostas e soluções para a prevenção e/ou mitigação dos riscos; e, impactos das enchentes. A partir destes critérios foram montados quadros para cada um dos itens de análise de modo a sistematizar e sintetizar os resultados para as causas, as consequências ambientais, a infraestrutura, os serviços e a saúde e para as respostas e ações de prevenção e mitigação. Considerou-se que, dados os cenários de aumento na frequência e gravidade destes eventos, os desafios para o setor saúde para a redução de riscos de desastres exigem respostas integradas com amplas políticas para o desenvolvimento sustentável.

Enchentes do Rio Uruguai no Rio Grande do Sul entre 1980 e 2005: uma análise geográfica

Righi,Eléia; Robaina,Luis Eduardo de Souza
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia, Instituto de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.55%
Os municípios que margeiam o rio Uruguai têm sido atingidos frequentemente por enchentes que deixam grande número de pessoas desabrigadas e, em algumas vezes, até vítimas fatais. Neste sentido, o presente estudo teve como objetivo central realizar um levantamento da ocorrência de enchentes nos municípios que margeiam o rio Uruguai no Estado do Rio Grande do Sul no período compreendido entre 1980 a 2005. Os objetivos específicos consistiram em apresentar de forma cartográfica os municípios nos quais ocorreram tais eventos, como também, pretendeu-se relacionar cada evento de enchente com a quantidade pluviométrica diária coletada em dez estações meteorológicas distribuídas nas sub-bacias hidrográficas do rio Uruguai. Os dados referentes às enchentes foram pesquisados junto ao acervo do jornal Zero Hora e no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul; os dados pluviométricos foram obtidos na Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO) e junto a Agência Nacional das Águas (ANA). As análises dos dados pluviométricos foram realizadas através da técnica estatística paramétrica. A análise das precipitações das 10 Estações meteorológicas e os municípios atingidos em cada ocorrência de enchente foi realizada observando primeiramente a abrangência do evento e posteriormente a quantidade de chuvas nas Estações pluviométricas significativas...

ENCHENTES NO RIO GRANDE DO SUL DO SÉCULO XXI

Wollmann,Cássio Arthur
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
No Rio Grande do Sul, as enchentes constituem-se em fenômenos naturais já conhecidos pela população, em especial, aquelas que habitam os vales dos principais rios sul-rio-grandenses. O objetivo geral desta pesquisa consistiu em identificar as correntes perturbadas e os tipos de tempo responsáveis pela gênese das enchentes nas três Regiões Hidrográficas do Estado entre os anos de 2000 e 2011. Aplicou-se metodologia baseando-se no Ritmo Climático. Nesse sentido, observou-se que a maior parte das enchentes ocorreu em função de ciclos climáticos nos quais havia a participação da Frente Estacionária e Ciclogêneses, com e tipos de tempo inerentes aos domínios destes sistemas.

Mapeamento do risco de enchentes em regiões metropolitanas utilizando sensoriamento remoto.

LONGATO, M. de F.; ÁVILA, A. M. H.; PINTO, H. S.
Fonte: In: MOSTRA DE ESTAGIÁRIOS E BOLSISTAS DA EMBRAPA INFORMÁTICA AGROPECUÁRIA, 6., 2010, Campinas. Resumos... Campinas : Embrapa Informática Agropecuária, 2010. Publicador: In: MOSTRA DE ESTAGIÁRIOS E BOLSISTAS DA EMBRAPA INFORMÁTICA AGROPECUÁRIA, 6., 2010, Campinas. Resumos... Campinas : Embrapa Informática Agropecuária, 2010.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 67-70.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Um grande problema enfrentado atualmente pela população das regiões metropolitanas são as enchentes. É um fato que faz com que a urbanização e a ocupação irregular contribuam significativamente com o risco de alagamento nas cidades. Assim, fica clara a necessidade de desenvolver métodos para avaliar as regiões com potencial risco de alagamento para, assim, evitar ou minimizar o impacto da ocupação humana e dos riscos envolvidos. O presente trabalho tem por objetivo desenvolver, testar e aplicar um método de avaliação de risco de enchentes em regiões metropolitanas, utilizando, como área teste, a região metropolitana de Campinas.; 2010

O Ciclo de Oficinas ???Caminho das ??guas??? E a Percep????o Ambiental de Jovens Afetados por Enchentes em Uni??o dos Palmares (AL).

Correia, Carlos Jorge da Silva; Almeida, Maria Bet??nia da Silva; da Silva, Maria Aparecida Lopes; da Silva, Maria Madalena Soares; Galv??o, Maria Goretti Lopes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Ap??s enchentes que vitimaram milhares de pessoas nos estados de Alagoas e Pernambuco, ocorridas no ano de 2010, organizou-se, na mesma ??poca, um ciclo de oficinas intitulado ???Caminho das ??guas??? com o objetivo de proporcionar aos alunos e alunas afetados pelas enchentes um espa??o privilegiado para reflex??es sobre o meio ambiente e a qualidade de vida, tendo em vista a necessidade de superar as consequ??ncias danosas das enchentes, inclusive as de car??ter psicol??gico. As oficinas foram desenvolvidas em escolas p??blicas municipais de Uni??o dos Palmares (AL) que aderiram voluntariamente ao projeto proposto pela Sala Verde Serrana dos Quilombos, ??rg??o integrante da estrutura da Secretaria Municipal de Educa????o. Neste artigo, s??o apresentadas e discutidas algumas percep????es ambientais de jovens afetados pelas enchentes expressas na forma de mapas mentais produzidos ao longo das oficinas. Diante dos resultados obtidos, podemos considerar a pertin??ncia de estudos de percep????o em cen??rios de desastres ambientais no sentido de se configurar como uma oportunidade de discuss??o/proposi????o de solu????es sobre fatores agravantes dos riscos ambientais envolvidos em situa????es dessa natureza; numa clara dire????o de supera????o de tais desafios para uma melhor conviv??ncia com o meio ambiente.; After floods which killed thousands of people in the states of Alagoas and Pernambuco...

Enchentes e vazantes do Rio Negro Medidas no porto de Manaus, Amazonas, Brasil

MELLO,José Alberto NUNES DE; BARROS,Wanilze Gonçalves
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
As cotas do rio Negro vem sendo medidas, diariamente, desde setembro de 1902. O presente trabalho baseou-se em dados colhidos entre os anos de 1903 a 1999. As cinco maiores enchentes aconteceram em: 1953 (29,69m), 1976 (29,61m), 1989 (29,42m), 1922 (29,35m) e 1909 (29,17m). As cinco maiores vazantes aconteceram em: 1963 (13,65m), 1906 (14,20m), 1997 (14,34m), 1916 (14,42m) e 1926 (14,54m). Os cinco menores valores de cotas máximas foram em: 1926 (21,77m), 1912 (24,84m), 1992 (25,42m), 1964 (25,91m) e 1980 (26,00m) e os cinco de cotas mínimas foram em: 1926 (21,77m), 1912 (24,84m), 1992 (25,42m), 1964 (25,91m) e 1980 (26,00m). As cinco maiores diferenças alcançadas em um mesmo ano entre as cotas máximas e mínimas aconteceram em: 1997 (14,62m), 1909 (14,13m), 1953 (12,62m), 1952 (12,44m) e 1916 (12,21 m) e as menores aconteceram em: 1912 (05,45m), 1968 (06,10m), 1985 (06,53m), 1974, (06,62m) e 1986 (06,74m).

Proposição de um sistema de alerta de enchentes para o município de Criciúma/SC

Amboni, Paulo Henrique Moliner
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado como requisito parcial para obtenção do grau de Engenheiro Ambiental no curso de Engenharia Ambiental da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; No Brasil, o processo de urbanização ocorreu de forma intensa e irregular. Em nossas cidades, viver com qualidade não é privilégio de todos, levando dessa forma parte da população menos favorecida e informada, a ocupar áreas de risco, que apresentam riscos a vida e que são impróprias para moradia. No município de Criciúma, a exemplo de várias cidades brasileiras, o processo de urbanização ocorreu em detrimento das condicionantes ambientais. Esta situação associada ao dimensionamento impróprio do sistema de drenagem pluvial contribui com habituais inundações em vários pontos do município. O presente trabalho proporciona conhecer os eventos de enchentes e inundações ocorridos no município de Criciúma que levaram a cidade a decretar situação de emergência, ou até mesmo calamidade pública, bem como as áreas mais castigadas por este tipo de adversidade. No município de Criciúma, tem-se mapeado quinze bairros e localidades que possuem áreas passíveis de inundação. A grande maioria destes locais são comunidades com baixo nível econômico...

As enchentes no Vale do Itajaí-Açú/SC: das obras de contenção à indústria da enchente – a problemática ambiental e a relação homem/natureza na busca de soluções

FRAGA, Nilson Cesar
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/save
Publicado em 01/09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
O presente trabalho focaliza questões sobre a problemática de enchentes registradas no Vale do Itajaí, SC. A bacia hidrográfica do Rio Itajaí-Açu, situada na Vertente Atlântica do Nordeste Catarinense, é uma das mais expressivas do Estado, tanto nos aspectos hidrográficos quanto nos sócio-econômicos. Desde sua colonização o Vale do Itajaí vem enfrentando calamidades em decorrência das cheias; esses problemas vêm se repetindo, seja por falta de recursos ou até mesmo por dificuldades técnicas, sem mencionar fatores agravantes como o desmatamento, a utilização das encostas, entre outros. Com base na enchente de 1957, o extinto Departamento Nacional de Obras e Saneamento-DNOS, projetou um sistema de barragens de contenção na Bacia do Itajaí-Açu: a Oeste/Taió (110 milhões m3), a Sul/ltuporanga (97,5 milhões m3) e a Norte/José Boiteux (357 milhões de m3) de armazenamento de água. Este estudo foi desenvolvido a partir do referencial bibliográfico atinente à execução de obras estruturais. Dados estatísticos foram levantados para comparar o número de habitantes e o processo de urbanização...

SAZONALIDADE DOS EPISÓDIOS DE ENCHENTES OCORRIDOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CAÍ – RS, E SUA RELAÇÃO COM A ATUAÇÃO DO FENÔMENO EL NIÑO, NO PERIODO DE 1982 A 2005; SAZONALIDADE DOS EPISÓDIOS DE ENCHENTES OCORRIDOS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO CAÍ – RS, E SUA RELAÇÃO COM A ATUAÇÃO DO FENÔMENO EL NIÑO, NO PERIODO DE 1982 A 2005

Arthur Wollmann, Cássio; da Graça Barros Sartori, Maria
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
O fenômeno “El Niño” exerce uma considerável influência sobre o clima do RioGrande do Sul em determinados anos, especialmente sobre os totaispluviométricos registrados no Estado, dado que, em função do fortalecimento doAnticiclone do Atlântico, ocorre o barramento do deslocamento de frentespolares, permanecendo estes sistemas atmosféricos estacionados sobre o RioGrande do Sul por alguns dias, favorecendo, às vezes, a formação deenchentes. No Rio Grande do Sul, tais fenômenos naturais já são conhecidospela população, em especial, àquelas que habitam os vales dos principais riossul-rio-grandenses, como o Rio Caí. Com isso, objetivo geral da pesquisaconstituiu-se em estabelecer a sazonalidade das enchentes ocorridas na BaciaHidrográfica do Rio Caí, no período de 1982 a 2005, calculando-se aporcentagem de ocorrência das enchentes mês a mês e estação a estação doano, bem como avaliar, estatisticamente, a relação existente entre a ocorrênciados eventos El Niño e a ocorrência de enchentes na referida bacia hidrográficano mesmo recorte temporal. Assim...

Unexpected flooding? vulnerabilities and public policies in Rio do Sul – SC, Brazil; Enchentes inesperadas? vulnerabilidades e políticas públicas em Rio do Sul - SC, Brasil

Espíndola, Marcos Aurélio; UFSC; Nodari, Eunice Sueli; UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
The main purpose of this article is to analyze the major flooding that occurred in the municipality of Rio do Sul situated in the Valley of the Itajaí-Açu River, in the State of Santa Catarina, Brazil. The process of human occupation of the region can be considered as one of the great responsible for the recurrence of urban flooding. It will be discussed the most significant floods that affected the population causing reversible and irreversible material, symbolic and even emotional damages. Decisions adopted as public policy in order to contain or minimize new occurrences also deserved a review. And finally through this review an effort was made to fill the gaps left by following researches dealing mainly with the cities located in the Medium and Low Valley of the Itajaí-Açú River.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7976.2013v20n30p9O principal objetivo do artigo é analisar as principais enchentes ocorridas no município de Rio do Sul, situado no Vale do Rio Itajaí-Açu, no Estado de Santa Catarina, Brasil. O processo de ocupação populacional da região pode ser considerado como um dos grandes responsáveis pela recorrência das inundações urbanas. Serão discutidas as enchentes mais significativas que afetaram a população causando danos reversíveis e irreversíveis...

Blumenau nas enchentes de 1983 e 1984 e o imaginário da “cidade do trabalho”

Frotscher, Méri; Universidade Regional de Blumenau
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1997 POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
The article focouses the problem of how the current discourse about the “german laboriousness” appropriates the catastrophic phenomenon of the 1983 and 1984’ inundation, to show the “capacity of reconstruction” and “laboriousness” of the inhabitants of the city of Blumenau (“blumenauenses”). This discourse identifies the “blumenauenses” as heir of the German settlers pioneering of the last century, who found the city.; O artigo trata da problemática de como o corriqueiro discurso acerca da “laboriosidade germânica” se apropria do fenômeno catastrófico das enchentes de 1983 e 1984, para mostrar a “capacidade de reconstrução” e “operosidade” do “povo blumenauense”. Este discurso identifica o blumenauense como herdeiro do pioneirismo dos colonos alemães do século passado, que fundaram a cidade.

Enchentes e saúde pública: uma questão na literatura científica recente das causas, consequências e respostas para prevenção e mitigação

Freitas,Carlos Machado de; Ximenes,Elisa Francioli
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
As enchentes são os desastres naturais com maior frequência e afetam a vida de aproxi madamente 102 milhões de pessoas a cada ano, principalmente nos países em desenvolvimento e em grandes centros urbanos, com tendência de aumento nas próximas décadas. O objetivo é oferecer subsídios para uma melhor compreensão destes eventos, através dos resultados e experiências encontrados na literatura científica recente. Por meio de busca no Pubmed foram analisados 70 trabalhos aos quais se teve acesso e se enquadraram nos critérios de abordar pelo menos um dos itens selecionados para análise, que eram: causas; consequências; respostas e ações; encaminhamento de propostas e soluções para a prevenção e/ou mitigação dos riscos; e, impactos das enchentes. A partir destes critérios foram montados quadros para cada um dos itens de análise de modo a sistematizar e sintetizar os resultados para as causas, as consequências ambientais, a infraestrutura, os serviços e a saúde e para as respostas e ações de prevenção e mitigação. Considerou-se que, dados os cenários de aumento na frequência e gravidade destes eventos, os desafios para o setor saúde para a redução de riscos de desastres exigem respostas integradas com amplas políticas para o desenvolvimento sustentável.