Página 1 dos resultados de 12 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

O papel da estratégia de operações na competitividade empresarial: uma vantagem competitiva para a liderança de mercado? A situação da empresa brasileira - um estudo exploratório. ; The role of operational strategy in business competitiveness. A competitive edge for market leadership? The Brazilian Enterprise - an exploratory study.

Pilão, Nivaldo Elias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.63%
O mundo moderno tem exigido das empresas uma força competitiva que deve se moldar aos diferentes segmentos de mercado e tipos de organizações. Vários são os exemplos de empresas que posicionam as suas operações no centro da estratégia competitiva, qualificando-as como uma força capaz de levá-las a modificar a seu favor a estrutura de mercado em que competem. Assim, tomando-se por base que a competitividade empresarial está diretamente associada à capacidade da organização de entender e atender as expectativas dos clientes, e que isto pode ser conseguido, em especial, pelo setor de operações, por meio da produtividade e da qualidade, por meio de sua eficiência interna e externa, o objetivo do presente trabalho é estudar as estratégias operacionais e refletir sobre a maneira como elas podem contribuir para conduzir as empresas à liderança de mercado ou funcionar como uma barreira contra a ameaça de novos entrantes. Mediante estudo exploratório da situação das empresas brasileiras, por meio dos casos das empresas Brasilata S.A. Embalagens Metálicas e Gol Linhas Aéreas Inteligentes S.A., a Tese demonstra que é possível posicionar as operações de forma a obter a desejada vantagem competitiva.; The modern world demands from companies a competitive force that must mold itself to different market segments and types of organizations. There are various examples of companies that position their operations in the center of competitive strategy...

Estudo morfológico da planta Salvinia Molesta : uma contribuição para a biônica e o design de produto

Steigleder, Ana Paula
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.19%
A análise biônica é uma ferramenta versátil que apresenta grande potencial tecnológico tanto em aplicações industriais como bens de consumo, pois através dela, o designer, pesquisa e busca na biologia indicações e orientações de elementos e mecanismos funcionais e formais que possibilitem o desenvolvimento de produtos. Assim, produtos que necessitem de conforto térmico, impermeabilização de paredes, lajes, telhas e produtos afins ou mesmo problemas como a retirada de resíduos do fundo de embalagens têm na análise biônica soluções inteligentes e otimizadas pela natureza. Desta forma, esta pesquisa teve o objetivo de analisar a morfologia da planta aquática Salvinia Molesta no intuito de investigar a capacidade de repelência da água na superfície da folha, para posteriormente reproduzir suas propriedades visando o desenvolvimento de produtos que necessitem de superfícies impermeáveis. Para esta análise foram realizados distintos métodos de caracterização: microscopia via microscópio estereoscópico, microscopia eletrônica de varredura - MEV, medida do ângulo de contato, medida da histerese do ângulo de contato e análise por dispersão de energia - EDS. Após a compilação destas informações foi desenvolvida uma simulação computacional 3D a qual serviu tanto para a demonstração quanto para uma melhor compreensão do mecanismo de funcionamento da capacidade de repelência de água da planta Salvinia Molesta. A caracterização por microscopia eletrônica de varredura apresentou a estrutura do tricoma onde por sua vez...

Sistemas inteligentes e biodegradáveis : incorporação de indicadores de temperatura; Intelligent and biodegradable systems : temperature indicator

Vinicius Borges Vieira Maciel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.41%
Embalagem inteligente é uma tecnologia inovadora que permite a comunicação de informações relacionadas à qualidade e segurança do produto envolvendo a incorporação de sensores ou indicadores que produzem um sinal como resposta a qualquer alteração das condições iniciais. No setor de alimentos e fármacos, uma embalagem com barreiras efetivas a gases, umidade e luz não garante a total qualidade do produto, se as condições de temperatura durante o transporte e armazenamento não forem rigorosamente cumpridas. Desta forma, o monitoramento da temperatura, que apresenta efeito significativo nas reações de deterioração, é um fator importante para garantir qualidade e segurança do produto até o consumidor. O objetivo deste projeto foi o desenvolvimento de sistemas indicadores colorimétricos obtidos a partir de filmes de quitosana contendo pigmentos naturais termossensíveis, com potencial para aplicação como material para formação de embalagens inteligentes que comunicam a variação de temperatura. A quitosana é um polímero biodegradável, proveniente de fontes renováveis, capaz de formar filmes flexíveis e resistentes, com barreira efetiva ao oxigênio. Os pigmentos naturais estudados neste trabalho foram clorofila (CLO) e antocianina (ATH)...

Viabilidade de elaboração de etiqueta polimérica inteligente para acompanhamento de processos de acidificação

Fornari, Abelaine Kuntz
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 122 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos.; Tradicionalmente, as embalagens são produzidas com o objetivo de conter e proteger o produto, fornecendo informações, certa conveniência e minimizando a interação entre a embalagem e o seu conteúdo. Hoje as embalagens ganharam novas funções, desempenhando papéis que vão muito além do que simplesmente os de proteção. Novas tecnologias foram desenvolvidas para atender as exigências dos consumidores. As embalagens inteligentes são definidas como embalagens que contém um indicador da qualidade do produto. Estes dispositivos são confiáveis se suas energias de ativação são semelhantes à do alimento que monitoram. Este trabalho estudou a viabilidade de funcionamento de uma etiqueta inteligente, consistindo de um filme polimérico contendo indicador de pH, para acompanhar processos de acidificação de alimentos. Para tanto, foram conduzidas fermentações de repolho do tipo branco e liso (Brassica oleraceae var. Capitata L.), para obtenção de chucrute, nas temperaturas controladas de 4°C, 15°C, 18°C, 25°C e 35°C. O processo foi acompanhado medindo-se pH, acidez total (% ácido lático)...

Embalagens activas e inteligentes: promessas à vista

Poças, Fátima; Delgado, Telma
Fonte: IDG – Imagem Digital Gráfica Publicador: IDG – Imagem Digital Gráfica
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
16.19%

Desenvolvimento de tintas fotocrómicas para aplicação em embalagens inteligentes

Gonçalves, Alexandra Maria Ferreira
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.53%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Tecnologia Alimentar; As embalagens tradicionais contribuíram muito para o desenvolvimento dos sistemas de distribuição de alimentos. Contudo, a sociedade de consumo tornou-se mais complexa e exigente: sistemas inovadores de embalagem com mais funções são constantemente procurados como resposta à exigência de produtos minimamente processados, sem conservantes, aos requisitos regulamentares crescentes, aos mercados globais e às crescentes preocupações com a segurança alimentar. Desta forma, os sistemas de embalagem inovadores são cada vez mais uma forte aposta a nível da investigação e indústrias. A exposição à radiação UV solar ou artificial de alguns produtos alimentares/farmacêuticos tem como consequência a degradação por fotooxidação. A foto-oxidação dos produtos alimentares poderá ser a causa de odores e sabores estranhos, perda de cor do produto, inactivação de vitaminas, polimerização e rancidez, originando produtos de baixa qualidade nutricional,inaceitáveis organolepticamente e impróprios para consumo. Neste trabalho, tentámos desenvolver uma tinta fotocrómica, por forma a poder ser aplicada em algumas embalagens, advertindo o consumidor para a má utilização ou manipulação de certos produtos e assegurando de certa forma...

Sistemas inteligentes de embalagens utilizando filmes de quitosana como indicador colorimétrico de temperatura

Maciel,Vinícius B. V.; Franco,Telma T.; Yoshida,Cristiana M. P.
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.53%
Clorofila, um pigmento natural termossensível, foi incorporado à matriz de filmes de quitosana visando a obter sistemas inteligentes de indicação de variação de temperatura. A quitosana é um polímero biodegradável que forma filmes flexíveis com eficiente barreira ao oxigênio, podendo ser alternativa ao uso de polímeros sintéticos. Clorofila foi adicionada (0,25 g/100 g) à suspensão de quitosana (2,00 g/100 g) formando filmes inteligentes de quitosana (FIQ). Os efeitos da temperatura (10 °C a 50 °C) e luminosidade (0 a 1000 lx) foram estudados utilizando um planejamento experimental, avaliando os parâmetros de cor (L*, a*, b*) e propriedades mecânicas. As suspensões de quitosana contendo clorofila foram aplicadas como revestimento em superfície de papel cartão formando o sistema de material flexível filme-papel cartão (S-FP), reduzindo significativamente o tempo de secagem. Os filmes caracterizaram-se pela homogeneidade, flexibilidade, coloração esverdeada e fácil manuseio. A variação de cor foi visualmente observada no sistema S-FP, alterando irreversivelmente de verde para amarelo quando submetido a temperaturas acima de 50 °C, independentemente da luminosidade. Desta forma, o sistema proposto tem potencial de aplicação como indicador colorimétrico de temperatura na faixa de 50 °C a 75 °C...

Revisão: características de nanopartículas e potenciais aplicações em alimentos

Assis,Letícia Marques de; Zavareze,Elessandra da Rosa; Prentice-Hernández,Carlos; Souza-Soares,Leonor Almeida de
Fonte: Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL Publicador: Instituto de Tecnologia de Alimentos - ITAL
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.53%
O objetivo desta revisão é abordar as aplicações de nanotecnologia em alimentos, enfatizando o uso de nanopartículas lipídicas sólidas, nanoemulsões, nanocápsulas e de nanocompósitos para embalagens de alimentos, bem como os métodos de obtenção, a funcionalidade e as suas características. A aplicação da nanotecnologia em alimentos é nova em comparação com a área biomédica e as indústrias de tecnologia de informação, nas quais a nanotecnologia já é utilizada na fabricação de materiais. No entanto, já existem inúmeras oportunidades que podem ser exploradas, como a elaboração de produtos com características funcionais e nutracêuticas, o desenvolvimento de processos e as embalagens inteligentes. Esta revisão aborda os seguintes itens: nanopartículas lipídicas sólidas, nanoemulsões, nanocápsulas, nanocompósitos em embalagem e os riscos e a legislação para a nanotecnologia. Nanopartículas lipídicas sólidas são sistemas de transporte coloidal empregados para encapsular, proteger e entregar componentes funcionais. Nanoemulsão consiste em uma dispersão muito fina composta por uma fase de óleo e uma fase aquosa, com tamanho de gota, em escala nanométrica; em função do seu tamanho característico...

Revisão: Características de nanopartículas e potenciais aplicações em alimentos

Assis, Letícia Marques de; Zavareze, Elessandra da Rosa; Prentice-Hernández, Carlos; Soares, Leonor Almeida de Souza
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
O objetivo desta revisão é abordar as aplicações de nanotecnologia em alimentos, enfatizando o uso de nanopartículas lipídicas sólidas, nanoemulsões, nanocápsulas e de nanocompósitos para embalagens de alimentos, bem como os métodos de obtenção, a funcionalidade e as suas características. A aplicação da nanotecnologia em alimentos é nova em comparação com a área biomédica e as indústrias de tecnologia de informação, nas quais a nanotecnologia já é utilizada na fabricação de materiais. No entanto, já existem inúmeras oportunidades que podem ser exploradas, como a elaboração de produtos com características funcionais e nutracêuticas, o desenvolvimento de processos e as embalagens inteligentes. Esta revisão aborda os seguintes itens: nanopartículas lipídicas sólidas, nanoemulsões, nanocápsulas, nanocompósitos em embalagem e os riscos e a legislação para a nanotecnologia. Nanopartículas lipídicas sólidas são sistemas de transporte coloidal empregados para encapsular, proteger e entregar componentes funcionais. Nanoemulsão consiste em uma dispersão muito fina composta por uma fase de óleo e uma fase aquosa, com tamanho de gota, em escala nanométrica; em função do seu tamanho característico...

Síntese e caracterização de polímeros electrocrómicos para possíveis aplicações em embalagens inteligentes

Gomes, Neuza Marina Costa
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
Dissertação apresentada à Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar; O trabalho de investigação desenvolvido no âmbito desta tese de mestrado em Tecnologia e Segurança Alimentar, tem como principal objectivo a síntese e caracterização de novos materiais poliméricos electrocrómicos, para possíveis aplicações em embalagens alimentares inteligentes. Pretendeu-se inicialmente sintetizar três polímeros electrocrómicos diferentes, baseados em derivados de tiofeno. O polímero cor laranja Poli{3,4-bis(2-etilhexiloxi)tiofeno} (1), foi sintetizado de acordo com o plano sintético estipulado na literatura, correspondente ao ponto II.1, este polímero apresentou um bom grau de pureza segundo as análises de 1H-RMN e elementar. O polímerofoi utilizado na construção de células electrocrómicas, que demonstraram uma mudança de cor visível, abrindo caminho para o uso destes materiais associados a embalagens. Para a síntese do Poli{5,5'-(2,5-bis(deciloxi)-1,4-fenileno)bis(2,3-dihidrotieno[3,4-b][1,4]dioxino)} (2) de cor vermelha descrita no ponto II.2, foi necessário sintetizar uma das unidades constituintes do seu monómero...

Benefícios da utilização de embalagens ativas e inteligentes no lugar das comuns

Ramirez, Cristian Andres Venegas
Fonte: Universidade Municipal de São Caetano do Sul Publicador: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Tipo: Outros
PT
Relevância na Pesquisa
47.13%
A segurança alimentar é um dos principais fatores a ser considerado na área de alimentação e nutrição, a Organização Mundial da Saúde (OMS) registrou 351 casos de morte por contaminação alimentar no ano de 2010 e estima que cerca 582 milhões dos casos de contaminação global foram causados por consumo de alimentos estragados ou contaminados. Diante deste cenário, a indústria de alimentos vem desenvolvendo técnicas e processos para tornar o alimento cada vez mais seguro para o consumidor e ao mesmo tempo adequar seus processos, estruturas e capacitação de pessoas para atender a legislação vigente. Alimentos industriais geralmente são produzidos em grande escala para atender à demanda, exigindo assim processos automatizados e também um certo número de funcionários que manipulem este alimento, aumentando o risco de contaminação por conta dos manipuladores. A indústria de embalagens vem se desenvolvendo no sentido de reduzir a atividade microbiana no interior da embalagem, por meio de embalagens ativa ou de modificação atmosférica, ou embalagens que possam transmitir ao consumidor mais confiabilidade, indicando o que acontece no interior das embalagens. O objetivo do presente estudo foi analisar junto a literatura quais os tipos de embalagens existentes nos dias de hoje...

NEW TRENDS IN PACKAGING FOR FOODS: A REVIEW; NOVAS TENDÊNCIAS EM EMBALAGENS

BRAGA, LILIAN RODRIGUES; Universidade Estadual de Campinas; PERES, LEILA; Universidade Estadual de Campinas
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.69%
The aim of this study was to describe a literature review on the latest trends in food packaging industry in the national and international market. It was shown the concepts of active and intelligent packages, as well as their functions, composition and the design of packaging, the chemical reactions involved, the particular behavior of some types of packages, applications and benefits of their use in the food industry. These packages are planned and allow interactions with food in a desirable way in order to maintain the quality, integrity, freshness and safety of the packaged product. These technological innovations are already well established and accepted in some countries, providing benefits to the conservation of a great variety of foods. In Brazil they are emerging technologies that are being adapted to the national market and developed through the research of new mechanisms that can be used for many applications.; O presente estudo teve como objetivo apresentar as mais recentes tendências do setor de embalagens alimentícias no mercado nacional e internacional. Foram abordados os conceitos de embalagens ativas e inteligentes, assim como suas funções, a composição, o formato, as reações químicas envolvidas...