Página 1 dos resultados de 2511 itens digitais encontrados em 0.069 segundos

Educação para o trânsito e currículo escolar : um estudo de caso em uma escola de EJA no município de Porto Alegre

Gomes, Marcelo de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.81%
O presente trabalho analisa currículo, EJA e Educação para o Trânsito em uma escola do município de Porto Alegre. O atual Código de Trânsito Brasileiro prevê disciplina de Trânsito nas escolas, mas não elaborou nenhum projeto educacional neste sentido. Educação para o Trânsito nas Escolas se faz necessário por estarmos envolvidos num sistema de trânsito cada vez mais complexo e perigoso, requerendo conhecimentos, entendimento, mudança de atitudes, de cultura de educação, para com isto, minimizar as tragédias diárias causadas por acidentes de trânsito em nosso país veiculado constantemente através dos meios de comunicação. Foi pesquisado, numa revisão bibliográfica, o que consta atualmente sobre educação de trânsito nas escolas, o que diz a lei, se é curricular ou entra como tema transversal. A análise documental ocorreu na Constituição Federal (CF), no Código de Transito Brasileiro (CTB), na Lei de Diretrizes e Bases (LDB), Plano Nacional de Educação (PNE), Plano Curricular Nacional (PCN), Plano Estadual de Educação (PEE), Plano Curricular Estadual (PCE), Plano Municipal de Educação (PME), Plano Político Pedagógico das Escolas (PPP). Também foi realizada uma revisão bibliográfica em Teses...

A produção do conhecimento na educação básica através do ensino de filosofia na escola pública municipal

Thomal, Alberto
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ii, 132 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
65.85%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; A presente pesquisa foi desenvolvida junto à Área da Inteligência Aplicada com a Temática História, Filosofia e Educação, no Grupo de Estudos e Pesquisas da Engenharia de Produção. O trabalho busca constituir uma reflexão sobre as condições históricas, as situações práticas, os determinantes legais e institucionais do ofício de ensinar Filosofia no sistema educacional fundamental no Brasil e, a partir do Programa Filosofia para Crianças, de Matthew Lipman, resgatar a história, os avanços filosófico-pedagógicos do Programa organizado junto à escola pública municipal. Dessa forma apresenta uma análise histórica, institucional e educacional dessa experiência curricular e social e, também, uma experiência de educação filosófica especialmente desenvolvida com crianças, adolescentes e jovens, em busca de uma educação emancipatória, entendida como um conceito de autonomia, de crescimento cultural e enriquecimento pedagógico, dos cidadãos, educadores, de todos os sujeitos envolvidos. O tema é a Filosofia, o campo é a Educação, a intenção é investigar a possibilidade viável de uma educação reflexiva emancipatória. Aceita a Filosofia como o máximo de consciência possível que uma época ou sociedade pode realizar e parte da premissa de que todo o homem produz ou sustenta-se sobre uma determinada Filosofia de vida ou conjunto de idéias e valores. Apresenta a experiência institucional...

Filosofia para crianças: uma proposta para (re)pensar a educação?

Pedro, A.; Libório, O.
Fonte: Instituto de Estudos da Criança. Universidade do Minho Publicador: Instituto de Estudos da Criança. Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
65.86%
Este trabalho tem por objectivo essencial analisar o impacte do Programa de Filosofia para Crianças na educação de hoje como uma proposta que contribui, através dos seus métodos, para re-pensar a educação. Com efeito, inicialmente pensado para a instituição escolar, este programa pretende levar as crianças a “aprender a pensar melhor”, baseado no pensamento reflexivo e no diálogo investigativo. Para além disso, na implementação deste programa é fundamental a presença do professor como aquele que “faz acontecer” momentos de verdadeira reflexão filosófica, num processo em que o aluno é convidado a ser sujeito co-participante activo das suas aprendizagens. Como sabemos, a educação nem sempre tem privilegiado o hábito do pensamento reflexivo (será que a escola sufoca a capacidade de colocar perguntas?), pelo que a implementação deste programa ganha maior importância e significado na actualidade educativa em que se pretendem formar cidadãos conscientes, críticos e reflexivos.

Walter Benjamin: tempo de escola - tempo de agora. Prolegômenos para uma educação para dias feriados

Santi,Angela Medeiros
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
65.77%
O propósito deste artigo é relacionar o pensamento de Walter Benjamin com o universo da educação e da infância, através da noção de tempo. A infância, para Benjamin, representa a suspensão do tempo vazio e linear, em favor de um tempo "artístico", um tempo de "dias feriados". A educação, em sua forma tradicional, trabalha com a formação da criança para o tempo linear, mas a infância, em sua potência revolucionária, é a suspensão do tempo como repetição mecânica, em favor de um tempo artístico, um "tempo de agora". Com base na constelação conceitual construída por Benjamin, pretendemos pensar uma agenda voltada para o futuro da educação, onde a escola deve, então, voltar seus investimentos para o tempo intensivo, o das surpresas, o dos cortes, o do inusitado. O artigo aponta para a educação pensada como experiência de outra temporalidade - aquela que se faz num encontro intensivo entre coisas e pessoas, livre e aberto para o inédito, aberto para o radical e para o agora.

Educação para pensar questões socioambientais e qualidade de vida

Buck,Sonia; Marin,Andreia Aparecida
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
65.89%
A análise das relações entre educação e condições de saúde nos grandes centros urbanos está definitivamente atrelada às questões socioambientais. Pensar qualidade de vida significa pensar qualidade ambiental e desenvolver ações preventivas de saúde pressupõe voltar olhos para o crescimento urbano. O presente trabalho trata da causalidade de condições de baixa qualidade de vida e saúde advinda das mudanças de paisagem e problemas ambientais associados ao crescimento urbano desordenado. Apresenta ainda uma análise crítica dos condicionantes da acomodação em situações de inadequação ambiental e baixa qualidade de vida, apontando para possíveis formas como a educação ambiental pode significar o instrumento pelo qual a comunidade se abra à reflexão sobre o lugar habitado e o tratamento das questões socioambientais nele vivenciadas. As bases para pensar essa educação passam pela abordagem crítica e sócioconstrutivista e os pressupostos da educação ambiental.

Reflexões sobre o ensino de Filosofia

Diez,Carmen Lúcia Fornari; Cunha,Rosâni Kucarz da
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
65.81%
O trabalho tem por norte pensar o ensino da Filosofia segundo Nietzsche, especialmente quando este se remete aos gregos antigos para mostrar como conseguiram tão espetacularmente realizar um duplo movimento no qual, ao mesmo tempo em que absorveram culturas e tradições de outros povos, também as superaram. Mesmo não pretendendo qualquer originalidade, transcenderam seus antepassados e coetâneos, tornando-se tão inovadores que após eles nada mais de importante foi criado. O que lhes permitiu irem tão longe foi utilizarem o aprendido para a vida, ao invés de para o conhecimento erudito, pois, segundo Nietzsche, tanto ser compelido ao saber quanto repugná-lo são atitudes igualmente bárbaras. Todavia, os gregos, por uma agonística da existência, controlaram tal arroubo para, em troca, viver imediatamente tudo o que aprendiam. Partindo desta perspectiva é que se deseja desenvolver uma reflexão sobre o papel do ensino da Filosofia, entendendo que a Filosofia no âmbito da educação tem o desígnio de instigar que o acesso ao conteúdo filosófico ocorra concomitante à criação de novos modos de pensar sobre o pensamento. Entende-se que é fundamental que se caminhe em direção ao desenvolvimento do senso crítico, mas também se entende que um pensamento crítico não surge ao acaso de modo autóctone. Ele precisa ser cultivado com conceitos e empiria...

Educar no deserto: o paradoxo da formação para o exercício da cidadania

Ferreira, Adalgiza Leão; Brayner, Flávio Henrique Albert (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
65.82%
O argumento que foi desenvolvido neste trabalho teve a metáfora do deserto como figura de pensamento. O mote educar no deserto delimitou a impossibilidade de educar numa perspectiva cidadã e democrática, tendo em vista que o mundo está em processo de desertificação e dilaceramento das experiências comuns. Esse quadro demonstra que a sociedade contemporânea parece não mais suportar as categorias nas quais a educação para o exercício da cidadania se estruturava, tais como cidadão, espaço público, igualdade. Para dar conta do desenvolvimento do argumento do estudo, foi preciso em um primeiro momento delimitar o diagnóstico de esvaziamento do espaço público e o consequente esgarçamento da noção de cidadania. Em seguida, tendo como referência as análises arendtianas acerca do totalitarismo, discutimos a pertinência da noção de cidadania como paradigma político-educacional na atualidade. Por fim, nos debruçamos sobre como a metáfora do deserto pode nos auxiliar a compreender o que significa educar neste mundo contemporâneo. A escolha do pensamento de Hannah Arendt como fio condutor do estudo não foi casual, procurei junto ao pensamento arendtiano chaves analíticas que, antes de proporcionarem uma saída à crise do momento atual...

A pedagogia Waldorf como educação para a liberdade

Bach Júnior, Jonas
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
65.78%
Resumo: O estudo teve como objetivo desenvolver uma discussão sobre as propostas educativas de Paulo Freire e Rudolf Steiner com foco no conceito de liberdade. Primeiramente, os fundamentos de ambos os autores foram revisitados. Em Steiner, as fontes foram Schiller, Schelling e Goethe. A epistemologia fenomenológica de Goethe foi apresentada como a base para a ideia de liberdade. O pensamento intuitivo e o individualismo ético são os princípios de uma evolução da consciência humana que traduzem a liberdade. No campo educacional, liberdade corresponde à ideia de autoeducação. De um ponto de vista epistemológico, autoeducação significa a capacidade de recriar a ação, através do pensamento intuitivo, de acordo com a percepção contextual. Em Freire as fontes foram o existencialismo de Mounier e Jaspers, o idealismo de Hegel, a fenomenologia de Husserl e o materialismo histórico-dialético de Marx. Na perspectiva de Freire, uma educação para a liberdade implica no desenvolvimento de uma consciência crítica relacionada com a ação para transformação da realidade. A luta pela libertação social de Freire inclui a consciência da internalização do opressor pelo oprimido, da necessidade da unidade dialética entre reflexão e ação e da cointencionalidade da mente numa abordagem dialógica com os outros. O estudo apresenta também uma pesquisa empírica de cunho qualitativo voltada a investigar o que significa educação para a liberdade para os professores da Pedagogia Waldorf. Foram entrevistados seis professores de escolas Waldorf do Brasil. Os dados dos entrevistados foram gravados...

Corporeidade e humanescência na fonte dos saberes da vida: a formação de professores que valoriza o ser

Câmara, Tereza Cristina Bernardo da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.76%
The present study comes from inquietudes of an investigative posture assumed by a Physical Education Graduation Professor, before her educative action with undergraduate teachers. The research was done with 16 (sixteen) Kindergarten and Elementary School teachers, who teach at public schools. The referred teachers are undergraduate students of the Graduating Normal Course at Superior Educational Institute President Kennedy, in Natal/RN. The analysis and discussion of the intertwining of knowledge, within the four Pillars of Education, at the Fountain of Knowledge , is a metaphor, especially created for this study, as for its epistemological and methodological structure, guiding all the investigative process. It provided to show up the repercussion of bathing and drinking these humanizing waters of a pedagogical practice that values the Being, aiming his self-transcendence. The conclusions obtained were the following: 1) The professor, while bathing himself in the Fountain of Life Knowledge, reflects his personal and professional life, recalling feelings and emotions that through time were forgotten, but as they were remembered and lived again, impulse people towards humanity. 2) While bathing himself at the Fountain of Life Knowledge...

Sentidos e significados da promoção da saúde na educação física escolar

Rezende, Derly Maria de Souza
Fonte: Universidade Federal de Goiás; brasil; UFG; Faculdade de Educação Física (RG); Educação Física (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; brasil; UFG; Faculdade de Educação Física (RG); Educação Física (RG)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
65.83%
Este trabalho tem como objetivo geral: Analisar e refletir em quais sentidos/significados a Educação Física pode contribuir para a promoção da saúde dos escolares. E específicos: Analisar como os professores abordam o tema da saúde nas aulas de Educação Física; Compreender as principais características da Educação Física na melhoria da saúde dos escolares. Para tanto, realizou-se uma análise de três artigos publicados em revistas da Educação Física como: Revista Brasileira Ciências do Esporte, Revista Pensar a Prática e Motriz os quais foram selecionados a partir de palavras-chave Saúde e Escola e leitura de títulos e resumos. Os resultados apontaram a necessidade de um novo olhar para a Educação Física em aproximação diferenciada para o pensar, avaliar e o agir em saúde. Observamos que dois dos artigos analisados apresentaram uma compreensão de saúde na direção ampliada, enfatizando que é preciso ensinar na escola os determinantes sociais que fazem parte da prática da Educação Física e suas relações com a Saúde, indicando que é preciso superar o entendimento de Saúde baseado apenas na aptidão física, perspectiva presente em um dos artigos. Concluiu-se que, os artigos analisados avançam nos relatos sobre a Saúde na Escola numa concepção ampliada...

O fetiche da pedagogia da competência na educação profissional.; The fetish of the pedagogy of competence in professional education

GOMES, Hélica Silva Carmo
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.77%
The fetish of the pedagogy of competence in professional education derives from a research line in Education, Labor, and Social Movements of the College of Education of the Graduate Program in Education of the Federal University of Goiás. In this work we investigate the curriculum of two institutions in professional education from the point of view of the pedagogy of competence, aiming at the understanding and identification of their constitutive elements. The approach was based on the review and analysis of literature and official documents, as well as the institutions under consideration. We analyzed the pedagogical proposal adopted by these institutions in terms of the technical courses they offer by the study of course plans and interviews with coordinators, instructors and students. We could observe an intimate connection between professional education and the immediate need of the market. This research demonstrates that the idea of pedagogy of competence is constructed from parameters that come from the philosophy of pragmatism, which, in turn, favors subjects related to production practice in detriment to the political and social characters of labor. By moving its teaching ethodology in a pragmatic way to a mere utilitarianism...

A educação para as relações étnico-raciais em escolas da rede municipal de educação de Goiânia; Education for ethnic-racial relations in the municipal schools of education Goiânia

Noronha, Flávia Dayana Almeida
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (FE); Faculdade de Educação - FE (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.77%
This work was developed in the Education Post-Graduation Program of the Faculty of Education of the Federal University of Goiás inserted in the research line: State, Policy and History of Education. The research analyzed and reflected about the mandatory inclusion of the theme "Afro-Brazilian History and Culture" in the school curriculum (law no. 10.639/2003), examining, in a specific case, if theme or has been enhancing or not the education for ethnic-racial relations in the public schools of the Municipal School System (RME) from Goiânia. The theoretical background of this work is based mainly by the arguments of Gomes (2005, 2008, 2011a, 2011b) and Pierucci (1999) in what concerns regarding diversity/difference in an education for ethnic-racial relationship; and Moreira (1990, 1997, 1998, 2005) and Bourdieu (1975, 1989, 2009) in what concerns finding and reflecting on the mobilizing agents of the curriculum field. The process of research and exposure was guided by a qualitative and critical-analytical methodological approach. The research was articulated in three stages: literature review; documental research and field research. It was observed that the school work done on the experiences and practices of the surveyed schools was not directly mobilized by the enactment of law no. 10.639/2003...

O pensar intuitivo como fundamento de uma educação para a liberdade

Bach Junior,Jonas
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
65.88%
Este artigo apresenta o conceito de pensar intuitivo de Rudolf Steiner. O pensar racional alcança apenas um nível de apreensão da realidade. Por uma observação fenomenológica do pensar, torna-se possível a qualidade intuitiva do pensar. O produto e o produtor estão em unidade nesta observação. A autoeducação do sujeito é o processo de uma educação para a liberdade. Então, a conquista de nível intuitivo exige um aperfeiçoamento cognitivo por meio de um caminho heurístico. Agir no mundo com base na consciência intuitiva é fundamento de uma ética superior. O sujeito pode estabelecer diretrizes autênticas para sua ação quando se autoeduca.

Educar (para) o pensar : desenvolvimento de competências reflexíveis em professores e alunos do 1º CEB : contributos da "Filosofia para Crianças"

Machado, Celeste Maria Marçal Vieira
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
75.93%
O presente estudo inscreve-se na área científica da Formação de Professores, incidindo, particularmente, na compreensão do processo de desenvolvimento das competências reflexivas percebidas como factor de promoção do seu próprio desenvolvimento profissional e pessoal, do desenvolvimento da capacidade de pensar dos seus alunos, da revalorização dos processos curriculares de ensino-aprendizagem e de inovação dos contextos educacionais. Num contexto de complexidade, incerteza e mudança, importa repensar estratégias de formação de professores e de alunos para que possam constituir-se como fatores potenciadores do desenvolvimento da competência reflexiva. Estratégias que convocam, quer o professor, quer o aluno, para um tipo de questionamento de maior exigência reflexiva e consideradas potenciadoras do pensamento crítico, criativo e de cuidado com o outro, numa perspetiva educativa centrada no cuidar, que valoriza a dimensão humana, a atuação responsável, ética e solidária, em todos os planos da vida. Neste estudo propomo-nos retomar algumas das estratégias de formação já configuradas no movimento Filosofia para Crianças e que se constituíram como um programa de formação em contexto, no qual se procurou aprofundar e compreender as múltiplas dimensões e modos como interatuam os diferentes participantes da relação educativa em práticas curriculares reconfiguradas à luz dos pressupostos que sustentam este estudo. Do ponto de vista metodológico...

Oficina de jogos filosóficos - pensar brincando Uma proposta de apoio a Educação para o Pensar

Oliveira, Marinês B.
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
65.76%
O encontro entre filosofia e crianças é possível e a proposta didático-metodológica da Comunidade de Investigação se apresenta como um excelente caminho para propiciá-lo.Porque através de jogos? Porque jogar é uma oportunidade criativa de se encontrar com a gente mesmo, com os outros, com o todo. É uma maneira lúdica, prazerosa e criativa de aprender a pensar, a agir, a refletir, a filosofar.

Possibilidades da educação para a emancipação no presente: considerações a partir de Foucault e Adorno

Pagni, Pedro A.
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.87%
presente artigo reflete sobre as possibilidades de uma educação para emancipação no presente a partir dos pensamentos de Michel Foucault e Theodor Adorno. Partindo do que esses filósofos compreenderam por educação para emancipação a partir dos conceitos de crítica e de Aufklärung presentes em suas filosofias, e das divergências existentes entre elas, objetivamos caracterizar uma atitude comum que as nutrem e à luz da qual parece ser possível pensar a atualidade de seus pensamentos sobre o assunto. Argumentamos pela tese de que a partir da atitude crítica e da suspeita em relação ao Aufklärung, comum aos seus pensamentos, é possível pensar em uma educação para a emancipação que consiste no reconhecimento e nos cuidados em relação à própria menoridade, na qual se encontra imerso não apenas o educador, como também o educando. Salientamos que, se Adorno pensa nessa possibilidade como uma forma de resistência política ao existente – uma exigência ética para que Auschwitz não se repita –, Foucault a compreenderá como um modo de subjetivação capaz de criar modos de existência que implique mais do que em uma resistência, em uma forma de inovar a experiência social. Tendo em vista essas divergências...

Proposta de educação moral no programa de Filosofia para Crianças – educação para o pensar

Lorieri, Marcos Antônio; Universidade Nove de Julho - UNINOVE
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
75.7%
O artigo apresenta idéias de Matthew Lipman e colaboradores presentes no Programa de Filosofia para Crianças sobre educação moral enfocando especialmente a importância dada à investigação ética. Aponta conceitos básicos de ética e moral constantes na proposta do referido programa e indica como a idéia de Comunidade de Investigação tem um peso especial na referida proposta.

Educação Para o Pensar, Educação Matemática e PCN: uma aproximação possível?

Mariano, André Luiz Sena
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
95.77%
Os PCN e o Programa Educação para o Pensar podem colaborar singularmente para a prática do ensino de matemática, uma vez que objetivam desenvolver no aluno um espírito crítico e uma atenção ao contexto no qual se inserem.

ÉTICA E EDUCAÇÃO PARA O PENSAR A PARTIR DE LITERATURA INFANTIL

Muraro, Darcísio N.; Instituto de Filosofia e Educação para o Pensar – IFEP
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
175.95%
Este artigo tem por objetivo relatar a experiência com o Projeto de educação filosófica denominado Ética e Educação para o Pensar a partir da Literatura Infantil, abordando a história da sua criação, algumas referências teóricas e metodológicas, a estrutura do projeto e o desenvolvimento através de parceria entre o Instituto Sadia, Fundação Sidónio Muralha, Instituto de Filosofia e Educação para o Pensar e seis secretarias de educação. O foco do projeto é a educação ética através da comunidade de investigação, enfatizando a abordagem dialógica dos valores, procurando trabalhar na direção da autonomia moral e cognitiva das crianças. O projeto foi desenvolvido com professores e alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental I. No final do artigo são apresentadas algumas produções dos alunos desenvolvidas como parte do projeto e depoimentos dos professores sobre o mesmo.

Do sedentarismo ao nomadismo: intervenções para se pensar e agir de outros modos na educaçãoFrom sedentarism to nomadism: some interventions to think and act differently in education

Carvalho, Alexandre Filordi de; Gallo, Sílvio
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.9%
Com o intuito de diagnosticar o que se denomina de representação sedentária na educação, por intermédio do pensamento de Foucault, o artigo analisa a pastoral cristã como diagnóstico da presença da arte de conduzir no campo da educação. Destaca a herança do controle nas condições de constituição de subjetividades, na fixação de significações dominantes e na regulação de ações independentes como estratégias responsáveis por condicionar o “fazer pensar” na educação a um conjunto de estruturas fixas. A partir daí, tendo por base o pensamento de Deleuze e Guattari, busca-se pensar a educação como experiência, espaço e movimento para além das estruturas sedentárias de representação, visando um tipo de nomadismo como intervenção para se pensar e agir de outros modos na educação. AbstractIntending to diagnose what is called sedentary representation in Education, through Foucault’s thought, this article examines the Christian pastoral as a diagnosis of the art of conduction in the field of Education. At same time, it highlights the legacy of control in terms of subjectivity constitution, by fixing dominant significations and in the regulation of independent action as well as the strategies responsible to making condicioned "the thinking" in education in a frame of fixed structures. Thereafter...