Página 1 dos resultados de 288 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

Morbi-mortalidade por doenças do aparelho respiratório em idosos antes e após a introdução da vacina contra influenza: município de Cubatão, São Paulo, 1999-2005

NIEIRO, Marilene Bibiana Pereira; ALENCAR, Gizelton Pereira; BERGAMASCHI, Denise Pimentel
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
Apresenta-se análise da morbi-mortalidade por Doenças do Aparelho Respiratório entre idosos de Cubatão e cobertura vacinal no período 1999-2005. Observa-se tendência de redução, acompanhada de aumento da cobertura de vacinação contra o vírus influenza; We present the analysis of the correlation between morbi-mortality for Respiratory Tract Diseases and influenza virus immunization coverage, among elderly people from Cubatão, Brazil (1999-2005). There was a downtrend possibly due to immunization

Análise de internações por doenças do aparelho respiratório, pacientes residentes em Maringá-PR: relações com o espaço urbano e a variabilidade climática; Analyzis of hospitalizations due to diseases in the respiratory system, patients living in Maringá-PR: statement with the space pulite and climatic variability

Anjos, Isabel Barbosa dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.31%
O objetivo deste estudo foi analisar o número absoluto das internações por doenças do aparelho respiratório (J00-J99), em pacientes residentes em Maringá, localizada ao norte do Paraná-Brasil, com latitude 23º30 S e longitude 52º00 W, com altitude entre 542 a 600 metros acima do nível do mar. Trata-se de um estudo ecológico de séries temporais, para o período compreendido entre 2000 a 2007. Foram selecionados alguns itens, como: infecções agudas das vias aéreas superiores, influenza e pneumonias, outras infecções agudas das vias aéreas inferiores, outras doenças das vias aéreas superiores, doenças crônicas das vias aéreas inferiores e outras doenças do aparelho respiratório. Primeiramente, as internações foram analisadas por grupo de causas, categoria, sexo, faixa etária, Zonas Municipais e em seguida, relacionada com as informações climáticas, através da climatologia dinâmica e parâmetros estatísticos. Os resultados mostraram 18.339 registros de internações e 736 registros de óbitos, para o período de estudo. As Zonas Municipais densamente populosas destacaram com maior registros de ocorrências. A faixa etária entre 0-4, 60-69 e mais de 70 anos, apresentaram grande vulnerabilidade a essa doença. A maior quantidade encontrada foi para o sexo masculino...

Relações entre elementos climáticos e as doenças do aparelho respiratório no Rio Grande do Sul

Conceição, Cássio Luís da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
116.28%
Esta dissertação investiga relações entre elementos climáticos e informações de saúde no Rio Grande do Sul no período de 1984–2000. Basicamente estuda-se a associação entre temperatura sensível (lida no termômetro de bulbo úmido) e os óbitos por doenças do aparelho respiratório. O trabalho é complementado por uma reflexão mais ampla sobre a abordagem climatológica no âmbito da Geografia. Após a introdução de conceitos básicos usados na dissertação (Clima, Espaço Geográfico e Climatologia Geográfica), segue-se discussão crítica sobre o uso de médias na caracterização do clima sul-rio-grandense. As médias mensais de temperatura sensível do período 1984–2000 são usadas para explorar relações de causalidade com os óbitos totais em Porto Alegre. Os números de horas de frio para junho, julho e agosto (i.e., o inverno) ao longo desses 17 anos também foram usados para estudar as relações de causalidade com os óbitos por grupo de 100.000 habitantes nos municípios de Porto Alegre, Santa Maria, Passo Fundo e Bagé nos mesmos meses. Por fim, aborda-se a função ativa do espaço no dimensionamento da relação entre essas variáveis. Na associação das médias mensais de temperatura sensível com os óbitos totais existe uma relação sazonal...

Evolução da mortalidade geral, por doenças do aparelho circulatório e doenças do aparelho respiratório em maiores de 40 anos no Rio Grande do Sul, entre 1999-2004

Leiria, Mirian Silva de Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.3%
O perfil epidemiológico da população brasileira nas últimas décadas passou por modificações, tendo sido expressivo o aumento da expectativa de vida e das doenças não transmissíveis e crônico-degenerativas. Objetivos: Descrever a evolução histórica e sazonal da mortalidade por Doenças do Aparelho Circulatório e Doenças do Aparelho Respiratório no Estado do Rio Grande do Sul, no período de 1999 a 2004, focalizando indivíduos com idade de 40 anos e mais. Métodos: Foi utilizado para subsidiar a pesquisa o banco de dados do DATASUS (SIM), de domínio público. Os coeficientes de mortalidade geral foram calculados por 1.000 habitantes e, os específicos, por 100.000 habitantes, com base na população residente estimada pelo IBGE no período de 1999 a 2004, para pessoas com idade de 40 anos e mais. Resultados: Evidenciou-se maior mortalidade da população masculina, nos dois grupos de causas, em todas as idades, embora em número de óbitos as mulheres ultrapassem os homens depois dos 80 anos, quando há significativamente mais mulheres sobreviventes na população. Foi observada a mesma sazonalidade na variação da mortalidade por DAR e DAC, com mais ocorrências nos meses de inverno e no pico anual de mortalidade por influenza e pneumonia...

Influenza e a coevolução anual e sazonal da morbidade hospitalar por doenças do aparelho circulatório e respiratório na rede pública do Rio Grande do Sul, 1999 - 2004

Lucena, Cristiane Machado
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.25%
Com o surgimento de novas evidências e hipóteses sobre a morbimortalidade relacionada à Influenza, identifica-se a insuficiência da caracterização do problema apenas pelas Doenças do Aparelho Respiratório (DAR), representando as Doenças do Aparelho Circulatório (DAC) um importante grupo a ser estudado concomitantemente. Objetivos: Estimar a morbidade hospitalar atribuível à Influenza através da coevolução anual e sazonal das DAC e do DAR na rede pública no RS, no período de 1999 a 2004. Métodos: Foi utilizado um banco de dados de internações hospitalares no SUS, por local de residência, para o período de 1999 a 2004. As internações foram apresentadas como números absolutos e coeficientes por 100.000 pessoas, padronizadas para meses de 30 dias. Resultados: A magnitude das internações por DAR (935.370 AIHs ou 24,35%) e DAC (541.664 AIHs ou 14,1%) posicionou-as como primeiro e segundo lugar nas causas de internação, excluindo-se as ligadas à gravidez e puerpério. Notou-se uma predominância do sexo masculino nas internações por DAR (54,5%) e do sexo feminino (54,6 %) nas por DAC, com diminuição proporcional anual nas internações por DAR e aumento nas por DAC. As internações por DAR, inclusive nos grupos "Influenza e pneumonia" e "Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica" (DPOC)...

A influência do ritmo climático na morbidade respiratória em ambientes urbanos

Souza, Camila Grosso de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 200 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
76.15%
Pós-graduação em Geografia - FCT; Esta pesquisa buscou estabelecer relações entre o clima e a saúde, considerando que as variações do tempo atmosférico causam ou agravam um emaranhado de sintomas, enfermidades e mudanças no quadro clínico de saúde, o qual é resultante das reações do organismo humano às condições atmosféricas. Nessa perspectiva, objetivou-se analisar a influência dos fatores climáticos urbanos na incidência de casos de doenças do aparelho respiratório, relacionando com os dados demográficos e socioeconômicos, numa conjuntura de desigualdade social e diferenciação nas condições de vida da população áreas urbanas do interior do Estado de São Paulo. Para isto, tomou-se a cidade de Presidente Prudente como estudo de caso. Realizou-se uma análise do quadro climático e dos casos de internação no Estado de São Paulo, fomentando idéias e cruzamentos de diferentes dados, como focos de queimadas (registrados via satélite) e evolução do desmatamento da cobertura vegetal primitiva. Para o estudo da cidade em questão, foram coletados, tratados e organizados dados meteorológicos - precipitação, temperaturas e umidade relativa, obtidos junto à Estação Meteorológica de Presidente Prudente - e...

Tendência de mortalidade de idosos por doenças crônicas no município de Marília-SP, Brasil: 1998 a 2000 e 2005 a 2007

Carvalho, Maria Helena Ribeiro de; Carvalho, Sebastião Marcos Ribeiro de; Laurenti, Ruy; Payão, Spencer Luiz Marques
Fonte: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 347-354
POR
Relevância na Pesquisa
76.1%
OBJECTIVE: to describe elderly mortality from cardiovascular and respiratory diseases and neoplasms in Marilia (SP). METHODS: this is a descriptive study of mortality from three diseases as defined by the 10th International Classification of Diseases, between 1998-2000 and 2005-2007. Mortality Information System records were used. Mortality rates by age and sex were calculated. RESULTS: circulatory diseases were the main causes of death among the elderly (39.25%). Neoplasm decline was noticed in both sexes and in those aged 60-69, particularly prostate cancer in men (-83.86%) and breast cancer (-70.96%) in this age group. Deaths from respiratory diseases increased in patients aged 80 and older: 39.31% in men and 57.92% in women. CONCLUSION: mortality from circulatory diseases and neoplasms among the elderly showed a decline, with increased mortality from respiratory system problems in patients 80 years of age and older.; OBJETIVO: descrever a mortalidade de idosos por doenças cardiovasculares, respiratórias e neoplasias no município de Marília-SP, Brasil. MÉTODOS: estudo descritivo da mortalidade pelos grupos de três doenças segundo a Décima Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10)...

O custo econômico de doenças respiratórias : estudo de caso na cidade do Gama, Distro Federal

Conte, Ápio de Araújo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
76.23%
A dissertação tem por objetivo medir os custos sociais e das famílias devidos a doenças respiratórias relacionadas à poluição atmosférica proveniente da frota de veículos na cidade do Gama no Distrito Federal. A utilização da combustão interna em veículos remonta há mais de um século e seus efeitos deletérios são potencializados pela queima de biomassa tanto na preparação da terra para cultivo quanto no desmatamento visando à atividade agropecuária. A poluição do ar afeta a saúde das pessoas, e como consequência, advém doenças que agregam danos econômicos e financeiros. Esses danos expressos em custos, não são internalizados na função de produção das firmas e nem no Produto Interno Bruto das nações. O trabalho procura avaliar esses custos econômicos dentro de uma moldura conceitual multidisciplinar (histórica – química – econômica), construída por modelagem matemática para uma função que agrega os custos de tratamento de pessoas com doenças respiratórias internadas em hospitais públicos. A obtenção da função custo para as famílias envolve um levantamento do perfil sócio-econômico das pessoas que foram internadas no Hospital Regional do Gama (HRG), em 2004, para tratar de doenças respiratórias. O HRG é um hospital público considerado referência no tratamento de doenças do aparelho respiratório no DF...

Tendência da mortalidade por doenças respiratórias em idosos do Estado de São Paulo, 1980 a 1998

Francisco,Priscila Maria Stolses Bergamo; Donalisio,Maria Rita de Camargo; Lattorre,Maria do Rosário Dias de Oliveira
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
76.11%
INTRODUÇÃO: A maior expectativa de vida no País e a queda da mortalidade trazem desafios aos programas sociais de atenção ao idoso, em especial na área na saúde. O objetivo do estudo foi analisar a tendência da mortalidade por doenças do trato respiratório em idosos. MÉTODOS: O estudo foi realizado com dados de mortalidade em idosos no Estado de São Paulo, no período de 1980 a 1998. Os dados foram obtidos do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS/DATASUS). Trata-se de um estudo ecológico de séries temporais onde foram analisadas as tendências das taxas padronizadas de mortalidade por doenças do aparelho respiratório, segundo faixas etárias (60 a 69, 70 a 79 e 80 ou mais anos), utilizando modelos de regressão linear. Descreve-se a mortalidade proporcional das doenças respiratórias frente às demais causas. RESULTADOS: Observou-se, no período, tendência crescente das taxas de mortalidade para ambos os sexos, principalmente a partir da faixa etária de 80 anos ou mais, havendo aumento na proporção de óbitos por doenças respiratórias em relação às demais causas. CONCLUSÕES: As doenças respiratórias são causas preocupantes de hospitalização e morte, particularmente na população idosa. As ações de prevenção e assistência a estas causas...

Associação de variáveis meteorológicas com os afastamentos do trabalho devido a doenças respiratórias: um estudo entre trabalhadores dos correios de Santa Catarina

Bitencourt,Daniel Pires; Fuentes,Márcia Vetromilla; Leite,Rose Aylce Oliveira; Poletto,Marisa Domíngues da Luz
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.95%
INTRODUÇÃO: As doenças do aparelho respiratório (DAR) em trabalhadores são, com frequência, atribuídas ao ambiente de trabalho ou ao tipo de atividade. Poucos estudos relacionam as DAR com as condições de tempo. OBJETIVO: Este artigo tem como objetivo identificar a existência desta relação através da comparação da taxa de afastamento do trabalho com as médias mensais de variáveis meteorológicas. MÉTODOS: Para tanto, calculou-se a correlação dos afastamentos com as médias mensais de temperatura e umidade, com os valores mínimos mensais de temperatura e umidade e com a maior queda de temperatura em 24h ocorrida no mês. A série de dados meteorológicos com melhor correlação foi dividida em quartis (25%) para identificar os valores típicos de afastamento em situações extremas de temperatura ou umidade. Os afatamentos por DAR foram calculados em trabalhadores dos Correios de Santa Catarina e os dados meteorológicos foram obtidos da reanálise de modelos numéricos. O período analisado compreendeu janeiro de 2001 a dezembro de 2007, totalizando 84 meses. RESULTADOS: Os afastamentos do trabalho devido às DAR obtiveram melhor associação, em ordem de importância, com a temperatura média do mês, a temperatura mínima do mês e o maior declínio de temperatura do mês. Todas essas correlações obtiveram significância estatística de 0...

Material particulado (PM2.5) de queima de biomassa e doenças respiratórias no sul da Amazônia brasileira

Silva,Ageo Mário Cândido da; Mattos,Inês E.; Freitas,Saulo R.; Longo,Karla M.; Hacon,Sandra S.
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
96.21%
OBJETIVOS: Analisar espacialmente o efeito da exposição ao material particulado (PM2.5) na ocorrência de doenças do aparelho respiratório de crianças de um a quatro anos e de idosos com sessenta e cinco anos ou mais nos municípios do Estado de Mato Grosso em 2004. MÉTODOS: Trata-se de um estudo ecológico em duas etapas. A primeira foi uma investigação da autocorrelação espacial global da prevalência de internações por doenças respiratórias e do percentual de horas críticas de concentração do material particulado nos municípios do estado de Mato Grosso, empregando-se o método bayesiano empírico para minimização das flutuações aleatórias dos indicadores e a estatística Moran "global". A segunda, uma regressão múltipla espacial, teve como variáveis resposta a prevalência de internações por doenças respiratórias, e como variável de exposição o percentual de horas críticas anuais. Para ajuste, foram utilizadas variáveis proxies de poluição do ar, variáveis de atenção à saúde e de condições de vida da população. RESULTADOS: Não foram observados padrões espaciais globais de prevalência de doenças respiratórias em grupos sensíveis nos municípios, mas evidenciou-se elevada dependência espacial do percentual de horas críticas anuais de concentração do material particulado. Na regressão múltipla...

Análise temporal das internações hospitalares e óbitos causados por doenças do aparelho respiratório em idosos, Minas Gerais

Dutra,Gleise Fontoura; Pereira,Aline Morais; Brito,Emerson Silveira de; Pereira,Emanuelle Cristina Silva; Santos,Cleidilene Luiza dos; Gonçalves,Naiara Ferreira; Fernandes,Sílvia Letícia de Souza; Figueiredo,Flávio Júnior Barbosa; Oliveira,Flávia M
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.19%
INTRODUÇÃO: Os distúrbios respiratórios que acometem os idosos são condições que possuem alta taxa de morbidade e mortalidade e resultam em impactos sociais, econômicos e pessoais. OBJETIVO: Este estudo tem por objetivos determinar e comparar o perfil das internações hospitalares e óbitos por distúrbios respiratórios em idosos na macrorregião Leste de Saúde e na região metropolitana do Vale do Aço, numa perspectiva temporal. MÉTODOS: Analisaram-se os dados do Ministério da Saúde referentes às internações e aos óbitos por doenças respiratórias em idosos entre 1998 a 2006. RESULTADOS: O coeficiente de internação por doenças do aparelho respiratório em idosos na Macrorregião Leste de Saúde variou entre 2,7 a 4,3 / 100 idosos, apresentando uma redução ao longo dos anos. No entanto, na região metropolitana do Vale do Aço, a taxa de internação foi maior, apresentando uma variação entre 4,3 a 5,9 / 100 idosos. As duas principais causas de internação e óbitos em ambas as regiões correspondem às doenças obstrutivas crônicas e à pneumonia, que vêm aumentado nos últimos anos. Observou-se um efeito sazonal sobre as internações que apresentaram aumentadas nos meses de maio, junho, julho e agosto. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que estudos devem ser realizados de forma local...

Determinação do estado do aparelho respiratorio em potros PSI de corrida antes do inicio dos treinamentos atraves do exame clinico, endoscopia e citologia da secreção traqueo-bronquial

Michelotto Junior, Pedro Vicente
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
86.15%
Resumo: Avaliou-se o trato respiratório de 129 potros PSI de corrida, 59 machos e 70 fêmeas, entre 18 e 24 meses de idade, filhos de 44 garanhões, antes do início dos treinamentos, em 7 haras das regiões criatórias de Piraquara, São José dos Pinhais, Tijucas do Sul e Araucária, no Estado do Paraná. Empregou-se um questionário para avaliar a vida dos potros até o momento do exame, com respeito ao manejo de cocheira, alimentação, sanidade e filiação. Os potros foram examinados clinicamente. O exame endoscópico foi realizado com um video-endoscópio Welch- Allyn de 200 cm de comprimento e 9 mm de diâmetro, avaliando-se o trato respiratório superior e o trato respiratório inferior até a bifurcação da traquéia. O aspirado traqueal foi procedido quando necessário, corando-se o esfregaço pela técnica de Pappenhein para o exame citológico da secreção. Observou-se um aumento do número de potros mantidos em regime de liberdade após os 6 meses de idade. As auscultações traqueal e pulmonar não mostraram correlação com a presença de secreção traqueo-bronquial. HFL grau II ou mais foram observadas em 97,5% dos potros. Observou-se DDPM intermitente e DDPM persistente em 14,0% e 2,5% dos potros, respectivamente. A epiglote foi considerada comprida em 8...

A influência das variáveis ambientais (meteorológicas e de qualidade do ar) na morbidade respiratória na cidade de Campo Grande - MS

Souza, Amaury de
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
76%
O conhecimento antecipado das condições meteorológicas pode ajudar a sociedade a evitar a degradação da natureza assim como prevenir doenças do aparelho respiratório. O objetivo deste estudo é realizar uma análise estatística e através dela criar um modelo capaz de predizer internações devido a doenças respiratórias, usando dados de poluição do ar e índices biometeorológicos, conhecidos como índices de conforto térmico humano (CTH). O estudo utilizou dados diários de internações por afecções das vias aéreas com diagnóstico de doenças respiratórias, concentração de ozônio (O3), dados de precipitação, temperatura do ar, umidade e velocidade dos ventos de 2004 a 2010 referentes à cidade de Campo Grande no Mato Grosso do Sul. Foram calculados os índices de CTH índice de Temperatura Efetiva (TE) e o índice de Temperatura Efetiva com Vento (TEV) com base nas variáveis meteorológicas. Através da metodologia estatística de Modelos Lineares Generalizados (MLG) usando a Regressão de Poisson chegou-se a um modelo capaz de prever as internações por doenças respiratórias. Os resultados encontrados mostraram associações entre o número de internações e o O3 com defasagem de 4 dias e com o índice TEV MED também com defasagem de 3 dias. O aumento da concentração de O3 provoca um aumento nas internações e o risco relativo das pessoas expostas a este poluente contrair doenças respiratórias é maior do que daqueles que não se expõem. Já o conforto térmico provocado pelo aumento do índice TEV MED atua como fator de proteção para o n° de internações visto que o risco relativo diminui com o aumento deste índice. O modelo é satisfatório...

Avaliação do Impacte da Poluição Atmosférica na Saúde: Uma aplicação aos concelhos de Matosinhos, Maia, Valongo e Lisboa

Nicolau, Rita; Machado, Ausenda
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Relatório
Publicado em /11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
76.33%
Este estudo visou a estimação de efeitos na mortalidade e no internamento hospitalar diário ocasionados pela exposição de curto prazo a diversos poluentes atmosféricos, nomeadamente, partículas em suspensão na atmosfera com dimensão inferior a 10 μm (PM10), dióxido de azoto (NO2), dióxido de enxofre (SO2), ozono (O3) e monóxido de carbono (CO). O impacte de cada poluente sobre a mortalidade e sobre os internamentos foi avaliado em três concelhos da Área Metropolitana do Porto (Maia, Valongo e Matosinhos), e no concelho de Lisboa com base em dados relativos ao período 2000-2004 (mortalidade) e 2000-2007 (internamentos hospitalares). Metodologia: Os modelos identificados para cada concelho, procuraram investigar a possível associação existente entre a mortalidade diária, ou os internamentos hospitalares diários, e a concentração média diária de cada poluente, com controlo de aspectos temporais (tais como, o dia, ano, mês, semestre, feriados e fins de semana) e de efeitos ocasionados por variáveis de confundimento e/ou modificadoras (tais como, a temperatura atmosférica e períodos de actividade gripal sazonal). Para modelar esta associação utilizaram-se regressões de Poisson desenvolvidas a partir de Modelos Aditivos Generalizados (GAM). As contagens diárias de óbitos e de internamentos hospitalares (decorrentes de admissões às urgências) foram inicialmente agregadas por concelhos de residência dos indivíduos. A análise destes eventos foi estratificada pelos seguintes grupos de doença: i. todas as causas excepto causas externas...

Tendência da mortalidade por doenças respiratórias em idosos do Estado de São Paulo, 1980 a 1998; Trends in mortality due to respiratory diseases in elderly, Brazil, 1980 to 1998

Francisco, Priscila Maria Stolses Bergamo; Donalisio, Maria Rita de Camargo; Lattorre, Maria do Rosário Dias de Oliveira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2003 POR
Relevância na Pesquisa
76.11%
INTRODUÇÃO: A maior expectativa de vida no País e a queda da mortalidade trazem desafios aos programas sociais de atenção ao idoso, em especial na área na saúde. O objetivo do estudo foi analisar a tendência da mortalidade por doenças do trato respiratório em idosos. MÉTODOS: O estudo foi realizado com dados de mortalidade em idosos no Estado de São Paulo, no período de 1980 a 1998. Os dados foram obtidos do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS/DATASUS). Trata-se de um estudo ecológico de séries temporais onde foram analisadas as tendências das taxas padronizadas de mortalidade por doenças do aparelho respiratório, segundo faixas etárias (60 a 69, 70 a 79 e 80 ou mais anos), utilizando modelos de regressão linear. Descreve-se a mortalidade proporcional das doenças respiratórias frente às demais causas. RESULTADOS: Observou-se, no período, tendência crescente das taxas de mortalidade para ambos os sexos, principalmente a partir da faixa etária de 80 anos ou mais, havendo aumento na proporção de óbitos por doenças respiratórias em relação às demais causas. CONCLUSÕES: As doenças respiratórias são causas preocupantes de hospitalização e morte, particularmente na população idosa. As ações de prevenção e assistência a estas causas...

Tendência da mortalidade por doenças respiratórias em idosos do Estado de São Paulo, 1980 a 1998

Francisco,Priscila Maria Stolses Bergamo; Donalisio,Maria Rita de Camargo; Lattorre,Maria do Rosário Dias de Oliveira
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
76.11%
INTRODUÇÃO: A maior expectativa de vida no País e a queda da mortalidade trazem desafios aos programas sociais de atenção ao idoso, em especial na área na saúde. O objetivo do estudo foi analisar a tendência da mortalidade por doenças do trato respiratório em idosos. MÉTODOS: O estudo foi realizado com dados de mortalidade em idosos no Estado de São Paulo, no período de 1980 a 1998. Os dados foram obtidos do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS/DATASUS). Trata-se de um estudo ecológico de séries temporais onde foram analisadas as tendências das taxas padronizadas de mortalidade por doenças do aparelho respiratório, segundo faixas etárias (60 a 69, 70 a 79 e 80 ou mais anos), utilizando modelos de regressão linear. Descreve-se a mortalidade proporcional das doenças respiratórias frente às demais causas. RESULTADOS: Observou-se, no período, tendência crescente das taxas de mortalidade para ambos os sexos, principalmente a partir da faixa etária de 80 anos ou mais, havendo aumento na proporção de óbitos por doenças respiratórias em relação às demais causas. CONCLUSÕES: As doenças respiratórias são causas preocupantes de hospitalização e morte, particularmente na população idosa. As ações de prevenção e assistência a estas causas...

Tendência de mortalidade de idosos por doenças crônicas no município de Marília-SP, Brasil:

Carvalho,Maria Helena Ribeiro de; Carvalho,Sebastião Marcos Ribeiro de; Laurenti,Ruy; Payão,Spencer Luiz Marques
Fonte: Ministério da Saúde do Brasil Publicador: Ministério da Saúde do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.1%
OBJETIVO:descrever a mortalidade de idosos por doenças cardiovasculares, respiratórias e neoplasias no município de Marília-SP, Brasil.MÉTODOS:estudo descritivo da mortalidade pelos grupos de três doenças segundo a Décima Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10), nos períodos 1998-2000 e 2005-2007; utilizaram-se registros do Sistema de Informações sobre Mortalidade (Sim) e calcularam-se os coeficientes de mortalidade por idade e sexo.RESULTADOS:doenças do aparelho circulatório lideraram as causas de mortalidade dos idosos (39,25%); houve declínio da mortalidade por neoplasias em ambos os sexos e na faixa etária de 60-69 anos, câncer da próstata nos homens (-83,36%) e de mama nas mulheres (-70,96%); óbitos por doenças do aparelho respiratório aumentaram aos 80 e mais anos, em homens (+39,31%) e mulheres (+57,92%).CONCLUSÃO:a mortalidade dos idosos por doenças cardiovasculares e neoplasias apresentou declínio, enquanto aumentou por doenças respiratórias na faixa etária ≥80 anos.

Associação entre material particulado de queimadas e doenças respiratórias na região sul da Amazônia brasileira

Carmo,Cleber Nascimento do; Hacon,Sandra; Longo,Karla Maria; Freitas,Saulo; Ignotti,Eliane; Leon,Antonio Ponce de; Artaxo,Paulo
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
75.96%
OBJETIVO: Investigar os efeitos de curto prazo da exposição ao material particulado de queimadas da Amazônia na demanda diária de atendimento ambulatorial por doenças respiratórias de crianças e de idosos. MÉTODOS: Estudo epidemiológico com delineamento ecológico de séries temporais. Os registros diários de atendimento ambulatorial foram obtidos nas 14 unidades de saúde do município de Alta Floresta, Mato Grosso, região sul da Amazônia brasileira, no período de janeiro de 2004 a dezembro de 2005. Informação sobre os níveis diários de material particulado fino foi disponibilizada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Para controlar possíveis fatores de confusão (situações nas quais uma associação não causal entre exposição e doença é observada devido a uma terceira variável), foram adicionadas ao modelo variáveis referentes a tendência temporal, sazonalidade, temperatura, umidade relativa do ar, precipitação pluviométrica e efeitos de calendário (como ocorrência de feriados e finais de semana). Utilizou-se regressão de Poisson via modelos aditivos generalizados. RESULTADOS: Um incremento de 10 µg/m³ nos níveis de exposição ao material particulado esteve associado a aumentos de 2...

Material particulado (PM2.5) de queima de biomassa e doenças respiratórias no sul da Amazônia brasileira

Silva,Ageo Mário Cândido da; Mattos,Inês E.; Freitas,Saulo R.; Longo,Karla M.; Hacon,Sandra S.
Fonte: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
96.21%
OBJETIVOS: Analisar espacialmente o efeito da exposição ao material particulado (PM2.5) na ocorrência de doenças do aparelho respiratório de crianças de um a quatro anos e de idosos com sessenta e cinco anos ou mais nos municípios do Estado de Mato Grosso em 2004. MÉTODOS: Trata-se de um estudo ecológico em duas etapas. A primeira foi uma investigação da autocorrelação espacial global da prevalência de internações por doenças respiratórias e do percentual de horas críticas de concentração do material particulado nos municípios do estado de Mato Grosso, empregando-se o método bayesiano empírico para minimização das flutuações aleatórias dos indicadores e a estatística Moran "global". A segunda, uma regressão múltipla espacial, teve como variáveis resposta a prevalência de internações por doenças respiratórias, e como variável de exposição o percentual de horas críticas anuais. Para ajuste, foram utilizadas variáveis proxies de poluição do ar, variáveis de atenção à saúde e de condições de vida da população. RESULTADOS: Não foram observados padrões espaciais globais de prevalência de doenças respiratórias em grupos sensíveis nos municípios, mas evidenciou-se elevada dependência espacial do percentual de horas críticas anuais de concentração do material particulado. Na regressão múltipla...