Página 1 dos resultados de 896 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Comparação dos níveis de histatinas da saliva da parótida entre sujeitos com doença periodontal e sujeitos sem história prévia de doença periodontal; Comparison of histatin levels between periodontally healthy and diseased subjects

Safioti, Luciana Moreira Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.76%
As histatinas são uma família de peptídeos presentes nas secreções salivares humanas tendo como membros mais importantes da família as histatinas 1, 3 e 5. Diversos trabalhos demonstraram atividade inibitória das histatinas sobre produtos bacterianos e derivados do hospedeiro envolvidos na doença periodontal, sugerindo uma função importante de defesa das histatinas na cavidade bucal na presença de doença periodontal. Este estudo teve por objetivo comparar as quantidades de histatinas 1, 3 e 5 e o total de histatinas presentes na saliva da parótida entre sujeitos com doença periodontal e sujeitos sem história prévia de doença periodontal. Participaram do estudo 20 sujeitos da pesquisa com doença periodontal e 20 sujeitos sem história prévia de doença periodontal. As coletas da secreção da parótida foram realizadas sob condições de estimulação gustativa com balas ácidas com auxílio de um coletor de saliva Carlson-Crittenden posicionado sobre o ducto de Stenson e conectado a um cilindro de borracha resfriado em gelo. A quantificação de histatinas presentes nas secreções salivares foi realizada pelo procedimento de precipitação por zinco seguido por quantificação utilizando-se cromatografia líquida de alta pressão de fase reversa. Não foram encontradas diferenças significativas nas quantidades de histatinas na saliva da parótida entre sujeitos com doença periodontal e sujeitos sem história prévia de doença periodontal...

Fator de crescimento endotelial vascular na doença periodontal inflamatória induzida experimentalmente em ratos; Expression of VEGF on the progression in experimental periodontitis in rats

Oliveira, Thais Marchini de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.77%
A doença periodontal é caracterizada por alterações inflamatórias, como vermelhidão e edema da margem gengival, sangramento provocado, alterações no contorno gengival e perda óssea alveolar. Evidências recentes sugerem que o fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) pode ser um mediador importante na doença periodontal inflamatória. Portanto, este trabalho teve como objetivos avaliar durante a progressão da doença periodontal inflamatória induzida experimentalmente em ratos: 1) o efeito do meloxicam, inibidor preferencial da COX-2, na perda óssea alveolar; 2) a cinética de expressão de RNAm para COX-2, VEGF, VEGFR-1 e VEGFR-2; e 3) a cinética de expressão da proteína VEGF. Cento e vinte (120) ratos foram aleatoriamente divididos em: grupo 1 (sem tratamento com meloxicam) e grupo 2 (tratados com meloxicam). Ligaduras de fio de seda foram colocadas na margem gengival do primeiro molar inferior direito de todos os ratos. O grupo 2 foi tratado por 3, 7, 14 e 30 dias com meloxicam (3 mg/kg/dia, via intraperitoneal) e o grupo 1 foi usado como controle. As técnicas utilizadas para as análises foram: análise microscópica, RT-PCR, Western Blot e imunohistoquímica. Os resultados foram submetidos à análise de Correlação de Pearson...

Prevalência de doença periodontal e estratificação do risco cardiovascular de Framingham e PROCAM de pacientes do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia; Prevalence Study of periodontal disease and cardiovascular disease stratification risk in Dante Pazzanese Cardiology Institute

Silva, Leopoldo Penteado Nucci da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.77%
Este estudo teve por objetivo avaliar a prevalência de doença periodontal e risco de doença cardiovascular estratificado pelos métodos de Framingham e PROCAM em uma amostra de sujeitos do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Trata-se de um estudo de prevalência com 56 sujeitos do gênero masculino de 45 a 70 anos dos Ambulatórios de Coronariopatia e Cardiologia do Esporte que aceitaram participar voluntariamente e tiveram os dados coletados da anamnese, do exame clínico global e periodontal e de análises laboratoriais. Os parâmetros clínicos periodontais foram: Registro Periodontal Simplificado (PSR), Índice Comunitário de Necessidades de Tratamento Periodontal (CPITN), Índice de Placa (IP), Índice de sangramento sulcular à sondagem (IS), Profundidade de Sondagem (PS), nível de inserção clínica periodontal (NIC) e Retração Gengival (RG). Avaliaram-se também na anamnese e no exame clínico global a idade, etnia, escolaridade, estado civil, hábitos alimentares, pressão arterial pulsátil, índice de massa corpórea (IMC), tabagismo, histórico familiar de cardiopatias, atividade física semanal e presença de doenças sistêmicas. Na avaliação laboratorial analisamos Glicemia, Triglicérides, Lipoproteína de Alta (HDL) e Baixa (LDL) Densidade...

Associação de doença periodontal com Síndrome Coronária Aguda: um estudo caso-controle; Association of periodontal disease with acute coronary syndrome: a case-control study

Angelis, Gabriella Avezum Mariano da Costa de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
INTRODUÇÃO: Estudos epidemiológicos experimentais, assim como evidências clínicas, têm sugerido que o desenvolvimento da doença cardiovascular (DCV), aterosclerose e infarto cerebral podem ser influenciados por infecção. Desta forma, tem-se demonstrado que pessoas com manifestações clínicas de doença arterial coronariana (DAC) ou infarto cerebral apresentam infecções periodontais mais graves e que a gravidade da doença periodontal apresentou correlação positiva com a aterosclerose. OBJETIVO O objetivo deste estudo é avaliar a associação da doença periodontal em pacientes com e sem diagnóstico de síndrome coronária aguda e investigar as possíveis associações com os fatores de risco conhecidos. MATERIAL E MÈTODO: Foram selecionados os participantes no Hospital Dante Pazzanese de Cardiologia para os grupos caso e controle. Foram entrevistados por meio de um questionário estruturado e submetidos a exame clínico periodontal que consistiu na avaliação dos seguintes parâmetros clínicos: profundidade de sondagem e nível clínico de inserção em seis sítios por dente em todos os dentes presentes na cavidade oral. As variáveis contínuas foram descritas em média e desvio-padrão. As comparações das variáveis contínuas foram feitas através do teste t de Student não pareado ou através do teste de Mann-Whitney para dados assimétricos. As variáveis categóricas foram descritas por freqüência relativa e absoluta dentro dos grupos caso e controle...

Concentrações salivares, sanguíneas e plasmáticas de Óxido Nítrico em pacientes com Doença Periodontal antes e depois do tratamento periodontal não cirúrgico; Salivary, blood and plasma concentrations of nitric oxide in patients with periodontal disease before and after non-surgical periodontal treatment

Zuardi, Leonardo Raphael
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
O Óxido Nítrico (NO) faz parte de uma família de radicais livres que está envolvida em várias funções do organismo como controle cardiovascular, homeostase, formação óssea, neurotransmissão e funções imunológicas. Tem sido descrito que o NO atuaria na resposta de defesa do hospedeiro frente à infecção dos tecidos orais. Por outro lado, tem sido descrito também que quantidades excessivas de NO podem contribuir para a destruição tecidual na periodontite. Além destes aspectos muito importantes na boca, o NO é uma das moléculas de maior importância para a saúde humana, pois a sua liberação pelo endotélio dos vasos é um componente fundamental para o controle da pressão arterial. Já foi demonstrado que bactérias comensais da boca seriam responsáveis pela produção de nitritos que, no estômago, seriam convertidos a NO e este absorvido. Como as quantidades de nitrito na saliva são cerca de mil vezes maiores do que aquelas detectadas no sangue total, acredita-se que o nitrito da saliva possa ter repercussão no NO do sangue total e possivelmente possa também ter algum efeito na regulação de eventos sistêmicos, como a própria pressão arterial. O número de trabalhos sobre NO na saliva encontrados na literatura científica de língua inglesa não soma 2 dezenas...

Doença periodontal em puérperas com parto prematuro

Priedols, Karen Fernandes Madi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 81 f.
POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Pós-graduação em Ginecologia, Obstetrícia e Mastologia - FMB; Comparar a prevalência e gravidade da doença periodontal entre dois grupos de puérperas, um com parto prematuro e outro com parto de termo. Sujeito e método: foi realizado um estudo observacional do tipo corte transversal. Participaram do estudo 50 pacientes divididas em dois grupos; puérperas com parto prematuro e puérperas com parto no termo, atendidas nos seguintes centros hospitalares: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu e Maternidade Gota de Leite de Marília, durante o período de novembro de 2005 a junho de 2006. Variáveis estudadas - Parto prematuro: foram considerados prematuros os partos ocorridos abaixo de 37 semanas de idade gestacional . -Doença periodontal: de acordo com o exame odontológico (registro periodontal simplificado), a doença periodontal foi considerada ausente, leve, moderada e grave. Resultados: utilizando o teste de Goodman, para contraste entre e dentro de populações multinomiais, observou-se que nas gestantes que tiveram partos prematuros (análise intra-grupo); doença periodontal leve foi mais significativa e entre as gestantes que pariram no termo a ausência da doença teve maior destaque. Na comparação entre os grupos...

Doença periodontal e resultados perinatais adversos em uma coorte de gestantes; Periodontal disease and adverse perinatal outcomes in a pregnant women cohort

Marianna Vogt
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.77%
Este estudo teve por objetivo avaliar a prevalência de doença periodontal em uma amostra de gestantes de baixo risco gestacional, os fatores a ela associados, e sua correlação com a ocorrência de resultados perinatais adversos, como parto pré-termo, recém-nascido de baixo peso, recém-nascido pequeno para a idade gestacional e amniorrexe prematura. Trata-se de um estudo de coorte com 334 gestantes fazendo acompanhamento pré-natal no Hospital das Clínicas da UNICAMP, que aceitaram participar voluntariamente e tiveram um único exame periodontal realizado no dia da consulta pré-natal. Os dados foram coletados da anamnese, do exame clínico periodontal e de informações relativas à gestação, parto e puerpério. Os parâmetros clínicos periodontais foram: índice de placa, índice de sangramento gengival à sondagem, profundidade de sondagem, nível de inserção clínica periodontal e retração gengival. As gestantes foram divididas em dois grupos: as com periodontite moderada a grave (P2-P4), e as sem doença ou com doença periodontal leve (P0-P1), pela classificação do índice WS. Avaliaram-se também a idade, paridade, raça, escolaridade, estado civil, hábitos alimentares, índice de massa corpórea (IMC), número de consultas de pré-natal...

Analise da influencia do diabetes tipo I induzido na progressão da doença periodontal experimental em ratos; Analysis of the influence of diabetes type I induced in the progression of experimental periodontal disease in rats

Juliete Aparecida Francisco da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
A doença periodontal é caracterizada como um grupo de lesões que afetam os tecidos que rodeiam e suportam os dentes nos seus alvéolos. A placa bacteriana é seu agente etiológico principal, todavia inúmeras evidências sugerem que a doença periodontal não está simplesmente associada à colonização da cavidade oral por microrganismos patogênicos, mas à susceptibilidade ou resistência do hospedeiro, uma vez que, dependendo da resposta imune mediada a estes microrganismos poderá resultar ou não na destruição do tecido periodontal. Nos tecidos periodontais saudáveis, há um delicado equilíbrio entre os microrganismos encontrados na placa e a resposta do hospedeiro. Embora a resposta seja essencialmente protetora é influenciada por diversos fatores que podem gerar uma resposta imune exacerbada e deste modo, contribui para o agravamento das lesões e cronificação da doença periodontal. Entre os fatores de risco está o Diabetes Mellitus, caracterizado pela ineficiência na produção ou utilização inadequada de insulina pelo organismo, afetando o metabolismo de proteínas, carboidratos e gordura, resultando em severas desordens metabólicas. O objetivo inicial deste trabalho foi estudar o desenvolvimento da doença periodontal experimental em ratos sob influência do diabetes induzido por estreptozotocina (STZ)...

Relação entre doença periodontal induzida e seus efeitos sobre a prenhez : estudo experimental em ratas; Relationship between the induced periodontal disease and your effects on pregnancy : Experimental study in rats

Kamille Barbosa Pontarolli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.75%
A infecção periodontal atua como um reservatório de microrganismos gram-negativos anaeróbicos, lipopolissacarídeos e mediadores inflamatórios como a PGE2 e o TNF-?. Estes mediadores atuam também no trabalho de parto. O objetivo deste estudo foi avaliar, em ratas, a relação entre a doença periodontal induzida e seus efeitos sobre a prenhez. Para isto foram utilizadas ratas Wistar divididas em três grupos: o grupo prenhez (PR) (n=16); o grupo prenhez + doença periodontal (PRDP) (n=21) e o grupo doença periodontal (DP) (n=09). A indução da doença periodontal foi feita com ligaduras de fio de algodão colocadas em 06 molares, 60 dias antes da indução à reprodução. As fêmeas adultas foram sacrificadas após os nascimentos das proles para análise da evolução da doença periodontal entre os diferentes grupos de pesquisa, através de histometria das furcas dos primeiros molares inferiores. O resultado da histometria demonstrou que ambos os grupos com doença periodontal induzida, apresentaram maior perda óssea em relação ao grupo não doente (PRDP: 191,6 ± 72,99; DP: 148,7 ± 44,37; PR: 53,05 ± 12,86; p<0.0001). Não houve diferença entre os grupos com relação ao tempo de gestação (PR: 23,12 ± 0,88; PRDP: 22...

O uso sistêmico de antibióticos no tratamento da doença periodontal

Valente, Ana Clara Luiz
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 36 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.73%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências da Saúde. Odontologia.; A boca humana, em condições fisiológias, contém um grande número de bacterias patológicas e não patológicas. Quando há um desequilíbrio entre a microbiota e as defesas do hospedeiro podem ocorrer diversas doenças, entre elas a doença periodontal; uma enfermidade extremamente comum na população mundial. Também conhecida como periodontite, ela representa um grupo de doenças inflamatórias de origem infecciosa e multifatorial que destrói os tecidos de suporte do dente. A prevenção e o tratamento dessa enfermidade são objetos de muitos estudos devido a sua extrema importância na Saúde Pública. Seu tratamento baseia-se em raspagem e alisamento radicular a campo aberto ou fechado associado à constante instrução de higiene oral e motivação do paciente. Esta é a terapia periodontal convencional, que na maioria dos casos possui êxito, entretanto nos casos em que a doença periodontal não regride, outras estratégias de tratamento são adotadas, entre elas o uso adjuvante de antibióticos. Este trabalho teve como objetivo revisar a literatura relacionada ao uso sistêmico de antibióticos no tratamento da doença periodontal. O estudo buscou analisar o uso de tetraciclina...

Análise dos níveis de proteína C-reativa ultra-sensível e de doença periodontal em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico

Pessoa, Larissa Costa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2011.; Introdução: O Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES) é uma doença auto-imune caracterizada por uma hiperatividade imunológica crônica pela ação de auto-anticorpos. A inflamação sistêmica crônica nesses pacientes está associada a diversas co-morbidades, principalmente a doenças cardíacas. A doença periodontal é considerada um fator de risco a doenças cardiovasculares e níveis de proteína c-reativa (PCR) tem sido utilizado para análise de sua repercussão inflamatória sistêmica e como parâmetro associado a doenças cardiovasculares. Objetivo: O objetivo desse trabalho foi verificar os níveis de PCR ultrasensível (PCRus) em pacientes com LES diagnosticados com doença periodontal e realizar análise comparativa antes e após a desinfecção periodontal. Materiais e Método: Um total de 16 pacientes foi incluído para a análise comparativa, seguindo todas as etapas do estudo e os rigorosos critérios solicitados para o trabalho. O intervalo de análise das dosagens sangüíneas ficou estabelecido em 30 dias. A desinfecção periodontal consistiu de profilaxia, raspagem e alisamento radicular. Foi realizado o teste estatístico do sinal...

Diabetes mellitus e doença periodontal

Ângelo, Tânia Cláudia Marta
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 02/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.75%
A diabetes mellitus é uma doença metabólica cada vez mais prevalente nos países desenvolvidos, sendo considerada, atualmente, um grave problema de saúde pública em Portugal, com repercussões negativas e importantes tanto a nível sistémico como a nível oral. A partir de vários trabalhos crê-se que, a nível oral, uma das principais complicações da diabetes é a doença periodontal, sendo esta considerada, por muitos clínicos, como a 6ª complicação desta patologia. A doença periodontal é caracterizada pela inflamação dos tecidos de suporte dos dentes e pode evidenciar-se de duas formas: gengivite (mais prevalente) e periodontite (menos prevalente e mais agressiva). No entanto, há que realçar que a gengivite, se não for tratada precocemente, pode evoluir para periodontite crónica. Assim, a associação da diabetes mellitus com a doença periodontal tem sido investigada nos últimos anos e, vários estudos, concluíram que a diabetes mellitus é um fator de risco para o desenvolvimento da gengivite e/ou periodontite tanto nos diabéticos tipo 1 como nos diabéticos tipo 2 mas que a doença periodontal, quando presente, pode agravar o controlo glicémico nestes doentes. A inter-relação entre estas duas patologias evidência a forma como uma doença sistémica pode predispor a uma infeção oral...

Influência da doença periodontal na qualidade de vida dos pacientes, com base no "general oral Health Assessment Index" (GOHAI) : estudo clínico

Araújo, António Alberto Garrett da Costa Reis de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
O presente trabalho aborda o tema Qualidade de Vida Relacionada com a Saúde Oral (QVRSO) de indivíduos diagnosticados com doença periodontal. Objetivo: Avaliação da qualidade de vida destes indivíduos que frequentam as consultas de Medicina Dentária da Universidade Católica e ainda averiguar se a fase higiénica do tratamento periodontal contribuiu ou não na melhoria dessa qualidade de vida. Metodologia: Um total de 50 indivíduos referenciados pela primeira vez para o departamento de Periodontologia da Universidade Católica Portuguesa, entre 16 de Abril de 2012 e 7 de Maio de 2012, diagnosticados com doença periodontal, exceto nas formas mais leves da mesma (gengivite leve induzida por placa e gengivite moderada induzida por placa), completaram o questionário GOHAI (General Oral Health Assessment Index), antes de qualquer intervenção por parte do médico dentista e novamente 6 semanas após os pacientes terem sido submetidos à fase higiénica do tratamento periodontal. Resultados: Não foram registadas diferenças estatisticamente significativas entre a média do questionário GOHAI obtida antes da fase higiénica do tratamento periodontal (me= 17,7) e a média do questionário GOHAI obtida depois da fase higiénica (me= 17...

Doença periodontal no cão

Gouveia, Ana Isabel Escudeiro Aguiar
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 03/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.79%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; A doença periodontal é a afecção mais comum da cavidade oral dos canídeos e afecta os tecidos de sustentação do dente que formam o periodonto, que é composto pela gengiva, pelo ligamento periodontal, pelo cemento e pelo osso alveolar. O agente etiológico da doença periodontal é a placa bacteriana acumulada sobre a superfície dos dentes. Vários outros factores parecem influenciar no desenvolvimento da doença periodontal tais como a raça, a genética, a idade, o comportamento de mastigação, a saúde geral, a oclusão dentária, a nutrição e a consistência dos alimentos. Inicialmente, a manifestação clínica da doença periodontal é a gengivite que é reversível se a placa bacteriana for removida. Se a gengivite não for controlada, conduz à periodontite que é irreversível e pode progredir para a destruição do osso alveolar e dos tecidos de suporte do dente. Estadios avançados da doença periodontal podem conduzir a complicações locais e sistémicas. As consequências locais incluem as fístulas oronasais, as lesões endo-periodontais, as fracturas patológicas, as complicações oculares, a osteomielite dos ossos maxilar e mandibular e o aumento da incidência de neoplasias orais. A nível sistémico podem estar associadas a doenças renais...

Estudo dos níveis séricos de cálcio ionizado em doença periodontal em canídeos em função do sexo, idade e peso vivo

Dias, Daniela Duarte Jesus
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.7%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; A doença periodontal (DP) é a doença infecciosa mais comum em canídeos, sendo que, 80 a 85% dos cães com mais de dois anos de idade apresentam algum sinal da doença. Devido à sua influência negativa na saúde e bem-estar geral dos indivíduos, frequentemente subvalorizada na prática clínica veterinária, é fundamental apostar na sua prevenção e terapêutica. O presente estudo incluiu uma amostra de 40 canídeos (canis lupus familiaris) e teve como objectivos: 1) estudar as variações séricas de cálcio ionizado (Cai) nos diferentes graus da doença periodontal nestes indivíduos; 2) verificar a possível influência dos factores fisiológicos sexo, idade e peso na evolução da doença, bem como nos níveis séricos de Cai; 3) verificar a utilidade da determinação dos níveis séricos de Cai no diagnóstico da doença. Os resultados obtidos sugerem a existência duma correlação negativa entre os níveis séricos de Cai e a evolução da DP. Verificou-se apenas uma correlação negativa da idade com a evolução da DP, bem como com os níveis séricos de Cai, não se revelando estatisticamente significativa a influência dos factores género e peso na evolução da DP...

Doença periodontal e angina pectoris estável: um estudo caso-controle

Souza, Alinne Alice Dias de Araujo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Odontologia; Odontologia Preventiva e Social; Periodontia e Prótese Dentária
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.74%
The search which it aim was to analyze the Periodontal Disease as a risk factor for the development of the Stable Angina Pectoris. For that, 120 patients (52 blokes and 68 wenches ), ages ranging from 40 to 65 years old, and attended to the Hemodinamic´s Sector of the Natal Hospital Center, showing the historic of Angina Pectoris to accomplishment of cinecoronariografhy. Before the accomplishment of this exam, the patients were submitted to interview, to investigate the possible risk factors for the Cardiovascular diseases , and it was followed of clinical periodontal examination to evaluate the presence of Periodontal Disease. After the cinecoronariography, the patients who presented diagnosis of important arterial obstruction (above 70%) were enrolled to the case grup. However the individuals with arteries free of obstruction, or obstrution below 30%, were considered without historic of Cardiovascular disease and therefore enrolled for the control grup. The groups were paired by the variables age and gender. From the analysis of the results, a did not observed statisticment the significant association between the presence of the Periodontal Disease, probing depth, periodontal attachment level, severity and extension index of the Periodontal Disease...

Análise imuno-histoquímica das metaloproteinases da matriz ( MMP-1,MMP-2 e MMP-9) na doença periodontal

Seabra, Flávio Roberto Guerra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.71%
The tissular destruction found in periodontal diseases is caused mainly by components of the host that have its production stimulated by the products of the microorganisms present on the plaque. Matrix Metalloproteinases (MMPs), a class of enzymes involved both in physiologic and pathologic extracellular matrix degradation are considered the main responsible for the characteristic tissular loss in periodontal disease, and the understanding of how this happens can have a series of beneficial implications for prevention, diagnosis and treatment of this illness. The aim of this work was to study the immunohistochemical expression of MMP-1, MMP-2, and MMP-9 in fragments of gingival biopsies with clinical diagnose of periodontal disease. MMP-1 has expressed significantly more than the others MMPs in gingivitis both in the epithelium (p=0,0008) and connective tissue (p=0,0049). In periodontitis, both MMP-1 and MMP-9 has expressed significantly more than MMP-2 in the epithelium (p<0,0001) and in the connective tissue (p=0,0002). MMP-1 and MMP-9 presented more expression in periodontitis than in gingivitis but MMP-1 only in the connective tissue (p=0,03) and MMP-9 in the epithelium (p=0,003) and in the connective tissue (p=0,04). In conclusion...

Prevalência da doença periodontal de uma população de utentes em cuidados de saúde primários inscritos na Unidade Saúde Familiar (USF) Espinho

Márquez, Giovanna Alejandra Di Lorenzo
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.77%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; A doença periodontal (DP), de acordo com a Academia Americana de Periodontia (AAP), é uma doença inflamatória crónica, que afeta os tecidos da gengiva e do osso encarregados de sustentar as peças dentárias; em meados do século XX, acreditava-se que todas as espécies de bactérias no biofilme bacteriano tinham igual capacidade de causar doença, mas a proporção de espécies de bactérias específicas responsáveis DP só foi estabelecida entre 1960 e 1970; segundo aos dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o 90% da população mundial sofre de esta doença; e a periodontite é o estágio mais avançado tendo muitos fatores que produzem a destruição progressiva do ligamento periodontal e o osso alveolar. Em Portugal, este problema assume particular gravidade dado que durante muitas décadas, a saúde oral não esteve acessível a toda a população, mas atualmente, é inquestionável a necessidade de programas nacionais que contemplem a promoção da Saúde Oral (SO), e a prevenção e tratamento das Doenças Orais (DO), que contribuam significativamente na melhora da Saúde Geral das populações. Estudos epidemiológicos utilizados na atualidade...

Modificações teciduais e expressão de metalproteinases de matriz e do inibidor Reck na progressão da doença periodontal induzida em ratos; Tissue modifications and expression of matrix metalloproteinases and the inhibitor Reck in the progression of periodontal disease induced in rats

Marcio Lorencini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.71%
A doença periodontal é a patologia crônica de maior incidência na dentição humana. A placa bacteriana é seu agente etiológico principal, embora uma resposta imune exacerbada seja apontada como fator preponderante para o agravamento das lesões. Já nos primeiros estágios da doença é possível notar uma grande degradação da matriz extracelular local, principalmente de fibras colágenas. Dessa forma, o envolvimento das metaloproteinases de matriz (MMPs), uma família de enzimas com atividade dependente de íons metálicos que degradam proteínas estruturais da matriz extracelular, tem sido amplamente estudado nesta patologia. Baseado nestas evidências, o objetivo deste projeto foi caracterizar as principais modificações teciduais associadas ao modelo de doença periodontal induzida em ratos com ligaduras durante três, cinco ou sete dias. Foi analisada a microbiota associada à progressão inicial da doença, a disposição de fibras colagênicas e reticulares no tecido gengival e o perfil de células inflamatórias migrantes. Também foi avaliada a expressão e atividade enzimática de MMP-2 e -9, além da expressão gênica de MMP-2, -7, -9 e -14, e do inibidor RECK. A indução da doença com ligaduras pennitiu a formação de placa bacteriana caracterizada pela substituição de microorganismos Oram-positivos por Oram-negativos. O tecido gengival apresentou uma diminuição na área ocupada por fibras colagênicas...

Relação entre doença periodontal e diabetes

Alcobaça, Elsa Filipa Batista
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.74%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária; Introdução: A diabetes é uma patologia sistémica associada a uma elevação crónica dos níveis de glicose. É causada por uma absoluta, ou relativa, falta de insulina devido a uma insuficiente produção pelo pâncreas ou uma deficiência da sua ação no organismo. Uma das complicações da condição diabética é a doença periodontal (Correia et alii, 2010), verificando-se que indivíduos com diabetes mellitus têm um elevado risco de sofrerem de doença periodontal (Almeida et alii, 2006). Na verdade, não é só a prevalência da doença periodontal que está aumentada em indivíduos diabéticos, também a sua progressão e severidade é mais rápida e agressiva (Almeida et alii, 2006). No entanto, o inverso é igualmente verdade. Os indivíduos com doença periodontal não tratada têm também um pior controlo dos níveis de hemoglobina glicosilada (HbA1c). A relação entre ambas as doenças parece ser bidirecional, mas será que o tratamento da doença periodontal tem efetivamente um efeito positivo sobre o controlo glicémico? Objetivo: Avaliar a relação entre a diabetes e a doença periodontal...