Página 1 dos resultados de 6059 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Desenvolvimento de um método semi-automático em MatLab para calcular o coeficiente de dispersão de eritrócitos em microcanais

Curralo, Ana Rita Afonso
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
A incidência de diversas patologias no sistema cardiovascular constitui uma elevada importância na compreensão e antevisão do comportamento dos elementos sanguíneos. O objectivo principal deste trabalho é desenvolver um método semi-automático para o cálculo do coeficiente de dispersão dos eritrócitos. O coeficiente de dispersão permite-nos avaliar o comportamento do escoamento do eritrócito, relativamente à suas flutuação no fluido. Desta forma é possível substituir os métodos manuais existentes por um método mais simples e portanto mais fácil de utilizar, bastante mais rápido de implementar e mais eficaz, diminuindo a possibilidade de ocorrência de erros. Para isso foi necessário efectuar o seguimento de elementos (partículas fluorescentes e eritrócitos humanos) ao longo de uma sequência de imagens captadas no centro de um microcanal produzido em polidimetilsiloxano, através do software Image J para a obtenção dos valores do deslocamento radial. Para o cálculo do coeficiente de dispersão foi desenvolvido um método em programação MatLab. O método desenvolvido foi aplicado em diversos segmentos de imagens e foi comparado com um método manual aplicado que recorre ao Microsoft Office Excel para o cálculo do coeficiente de dispersão. Após a análise dos diversos resultados...

Dispersão de luz intraocular em diferentes idades e condições oculares

Bitencourt, Emilia Longhi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Avaliar a dispersão de luz intraocular em participantes com olhos saudáveis, moradores da Grande São Paulo e de San Miguel de Tucuman, Argentina, e pacientes que realizariam cirurgia refrativa (LASIK), utilizando o metodo psicofísico da Comparacão da Compensação presente no aparelho C-Quant (Oculus Optikgerate, Alemanha). Método: Foi utilizado o aparelho C-Quant, desenvolvido por Franssen, Coppens e van den Berg. (IOVS, 47:768,2006), disponivel comercialmente, para avaliar de maneira objetiva a dispersão de luz intraocular atraves de metodo psicofisico. Foram testados 261 voluntarios, de ambos os sexos, com idades variando entre 10 e 78 anos, divididos em tres grupos experimentais: grupo 1: n= 209, idade: 33,74 } 15,87 anos, moradores da Grande Sao Paulo; grupo 2: n=29, idade: 39,72}13,28 anos, moradores de San Miguel de Tucuman, Argentina; grupo 3: n=23, idade: 30,52}4,94 anos, moradores da Grande Sao Paulo e pacientes de cirurgia refrativa (LASIK). Cada voluntario realizou 6 testes, 3 em cada olho (olhos alternados), e os valores obtidos do parametro de dispersao foram comparados entre si e com as normas do equipamento. Os voluntarios do grupo 3 realizaram tres sessoes de testagem, antes da cirurgia, apos 60 dias da cirurgia e apos 120 dias da cirurgia. Resultados: Observou-se que...

Simulação do vento atmosférico e dos processos de dispersão de poluentes em túnel de vento; Wind tunnel simulation of the atmospheric boundary layer and of the pollutant dispersion processes

Wittwer, Adrián Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O estudo experimental dos processos de dispersão atmosférica de poluentes permite a análise de problemas específicos e a avaliação dos modelos teórico-numéricos. Os custos da experimentação de campo conduzem à realização de estudos de laboratório em modelos reduzidos. Este trabalho tem por objetivo principal a reprodução dos ventos atmosféricos e dos processos de dispersão em escala reduzida em túnel de vento. Foram estabelecidos os requerimentos gerais de modelagem para os diversos problemas relacionados com o estudo experimental da dispersão de poluentes atmosféricos, incluindo a simulação da camada limite atmosférica e da fonte de emissão. A partir desta análise, foram desenvolvidos e avaliados diversos modelos experimentais dos ventos turbulentos na camada limite atmosférica neutral utilizando velocidades médias muito baixas que permitam cumprir os requerimentos de semelhança do processo de dispersão. As simulações incluem ventos turbulentos sobre terrenos homogêneos a diferentes escalas. Na avaliação experimental foram utilizados dados da literatura e comparações diretas com resultados de campo para a condição de atmosfera em estabilidade neutra. Foram estudados escoamentos turbulentos mais complexos nas proximidades de um modelo simples de uma edificação e em um entorno urbano não homogêneo. Para os estudos da difusão atmosférica...

Adição de areia para dispersão de solos na análise granulométrica

Corá, José Eduardo; Fernandes, Carolina; Beraldo, José Marcos Garrido; Marcelo, Adolfo Valente
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 255-262
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
A acurácia da análise granulométrica depende da obtenção de suspensões de solo completamente dispersas e estáveis para possibilitar a separação das suas frações granulométricas. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficácia da adição de quantidades e tamanhos de grãos de areia na fase de dispersão da análise granulométrica de solos, visando à maior acurácia na obtenção dos resultados da análise granulométrica. Os solos utilizados foram: Latossolo Vermelho eutroférrico (LVef), LatossoloVermelho acriférrico (LVwf), Latossolo Vermelho eutrófico (LVe), Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico (PVAe) e Nitossolo Vermelho eutroférrico (NVef). A dispersão das amostras dos solos foi realizada por meio da adição de hidróxido de sódio e agitação rotativa (60 rpm) por 16 h. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado, com esquema fatorial 6 x 2, com três repetições. Os tratamentos foram constituídos por seis quantidades (0, 5, 10, 15, 20 e 25 g) e dois diâmetros (2,0-1,0 e 1,0-0,5 mm) de areia, adicionados na fase de dispersão da análise granulométrica dos solos. de acordo com as equações ajustadas, a adição de areia com diâmetro entre 1,0 e 0,5 mm nas quantidades de 21...

Efeito do tipo de substrato para pupação na dispersão larval pós-alimentar de Chrysomya albiceps (Diptera, Calliphoridae)

Gomes, Leonardo; Gomes, Guilherme; Oliveira, Helena G.; Von Zuben, Claudio J.; Silva, Iracema M. da; Sanches, Marcos R.
Fonte: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Publicador: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 239-242
POR
Relevância na Pesquisa
37.02%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); As moscas-varejeiras utilizam substratos discretos e efêmeros para posturas dos ovos e para alimentação das larvas. Após a exaustão de recursos, as larvas começam a procurar por um sítio de pupação no habitat ou por mais fonte de alimento adicional (dispersão larval pós-alimentar). No entanto, o tipo de substrato de dispersão pode afetar este processo; assim, procurou-se avaliar o comportamento de dispersão de Chrysomya albiceps (Wiedemann 1819) por meio da localização das pupas em arenas circulares preenchidas com vermiculita, comparando-se com outros estudos feitos em serragem. As arenas foram dividas em 72 setores iguais a partir do centro de dispersão para facilitar a localização das pupas no substrato. A massa, a distância de dispersão do centro de arena, e a profundidade de cada pupa foram determinadas e verificou-se a relação entre peso, profundidade e distância do centro de dispersão. Pôde-se constatar que as larvas com menor massa foram as que percorreram maior distância do centro de dispersão, como também foi observado em estudos anteriores que empregaram outros substratos. O sítio de pupação da maioria dos indivíduos foi entre 2 e 8 cm de profundidade (média 4...

Polinização e dispersão de sementes em solanaceas neotropicais

Lidiamar Barbosa de Albuquerque
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Entender os processos ecológicos que determinam o funcionamento de um ecossistema implica em realizar múltiplos estudos sobre seus componentes e suas interações. Nesse sentido, é fundamental conhecer as relações funcionais entre espécies assim como estabelecer comparações (tanto intercomunitárias como pancomunitárias) entre grupos de espécies filogeneticamente relacionadas. Neste trabalho, estudou-se a ecologia de dispersão de sementes de Solanaceae neotropicais segundo quatro aspectos principais: a) as características dos seus frutos e os meios de dispersão; b) a fenologia de Solanum inodorum e sua interação com os visitantes florais e frugívoros; c) a ecologia de dispersão de S. thomasiifolium, destacando-se as estratégias de forrageo dos frugívoros e os locais de deposição das sementes; d) as síndromes de polinização e dispersão de sementes em florestas mesófilas neotropicais equivalentes, no México e no Brasil. As solanáceas são importantes na área médica, farmacológica e como recurso alimentar, além de serem fundamentais como colonizadoras de áreas abertas e perturbadas. Os meios de dispersão de sementes de Solanaceae (capítulo 1) são anemocoria, autocoria, barocoria, quiropterocoria, epizoocoria...

Dispersão de longo alcance e efeito Allee em um processo invasivo; Long distance dispersal and Allee effect in an invasion process

Salvador Lou Vega
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
Proponemos um modelo matemático para uma planta invasora, que acopla a dinâmica de reproduão com Efeito Allee e a dispersão de longa distância de uma planta invasora. Consideramos um efeito Allee devido à limitação de pólen, que reduz a produção de sementes. Introduzimos o efeito Allee através de uma função de probabilidade de encontro pólen-estigma que depende da densidade de plantas. Para a modelagem do processo de dispersão utilizamos equações íntegrorecursiva (IRE) tomando um núcleo de dispersão misto, que representa a dispesão local e a longa distância. Analisamos a dinâmica local do modelo determinando os pontos de equilíbrio e as suas estabilidades, para então analisar o processo de dispersão. Analisamos o modelo de dispersão por meio de simulação numérica, o que permitiu observar o deslocamento espacial da frente da invasão. Isto permitiu calcular a velocidade de expansão. Determinamos a inuência do efeito Allee, da capacidade reprodutiva e da dispersão de longa distância sobre a velocidade de expansão. Observamos que o efeito Allee torna velocidades aceleradas em velocidades constantes de expansão. A velocidade de expansão decresce com o aumento na intensidade do efeito Allee, mas aumenta com a capacidade reprodutiva. A dispersão de longa distância gera maiores velocidades de expansão...

Interação laser-ruído em fibras ópticas no regime pulsado : aplicação na construção de mapas de dispersão de alta ordem; Pulsed laser-noise interaction in optical fibers : application in maps of high-order dispersion

Juan Andrés Castañeda Tutestar
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
Estudamos a interação entre laser e ruído em fibras ópticas, sua dependência com dispersão cromática e sua aplicação para caracterizar flutuações dos parâmetros de dispersao ao longo da fibra. A interacao é governada pela polarização não-linear de terceira ordem e, nesta tese, consideramos especificamente o processo de mistura de quatro ondas ou FMW (de Four-Wave Mixing) descrito por termos de ordem cúbica na amplitude do campo elétrico aplicado. Em particular, nós estamos interessados em termos que são lineares na amplitude do laser e quadraticos na do ruído. Devido a este processo, são geradas novas ondas que apresentam picos bem definidos no espectro e muito sensíveis aos parâmetros de dispersão de alta ordem (até quarta ordem e demonstrada nesta tese). Medidas com pulsos de curta duração (~ 100 ps para o laser e ~ 40 ps para o ruído em nossos experimentos) nos permitem caracterizar como os parâmetros de dispersão variam ao longo da fibra com boa resolução espacial (< 1 km). Apresentamos também uma resolução numérica das equações exatas para determinar como os parâmetros de dispersão, em fibras de perfil de índice degrau, dependem do raio do núcleo da fibra. Encontramos que variações de 0.1 µm (± 1%) do raio do núcleo da fibra produzem mudancas no comprimento de onda de dispersão nula (?0) e no pico de FWM (?FWM) que são consistentes com os resultados experimentais. Também verificamos a existencia de um valor do raio do núcleo da fibra o qual oferece propriedades de dispersao robustas para processos paramétricos. Este trabalho visa contribuir para a compreensão dos processos nao-lineares e campos estocásticos e...

Distribuição geográfica, filogenia, morfologia e evolução da eficiência de dispersão de Bignonieae (Bignoniaceae); Biogeography, phylogeny, morphology and dispersal evolution of Bignonieae (Bignoniaceae)

Andre Luis Casarin Rochelle
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
Integramos biogeografia, ecologia, filogenia e evolução da tribo Bignonieae (Bignoniaceae) para testar as seguintes hipóteses: (1) a área de distribuição geográfica das espécies é positivamente relacionada com sua idade filogenética, conhecida como "hipótese da idade e área", formulada por J.C. Willis, em 1922 que prevê que espécies antigas ocupariam maiores áreas de distribuição enquanto espécies recentes ocupariam menores áreas (endêmicas); (2) área de distribuição geográfica das espécies é positivamente relacionada com o potencial de dispersão anemocórico das sementes; e (3) o potencial de dispersão anemocórico é negativamente relacionado com a idade filogenética das espécies. Realizamos experimentos em túnel de vento para mensurar o potencial de dispersão anemocórico das sementes medindo sua distância de voo (SFD) e investigamos sua relação com oito atributos morfológicos biomecânicos - tamanho total (STS), tamanho do núcleo seminal (SNS), tamanho das alas (SWS), massa (SM), área (SA), razão entre tamanho do núcleo seminal e tamanho da asa (SNS/SWS), razão entre massa e tamanho da asa (SM/SWS) e razão entre massa e área (SM/SA). Analisamos a relação entre as características biomecânicas das sementes responsáveis por um maior potencial de dispersão com a idade filogenética das espécies e sua distribuição geográfica para investigar a evolução dos caracteres relacionados à maior habilidade de dispersão. Realizamos experimentos para verificar diferenças na morfologia e no potencial de dispersão das sementes de herbário em comparação com sementes coletadas em campo...

Modelagem matemática do escoamento e da dispersão de poluentes na microescala atmosférica

Boçon, Fernando Tadeu
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xvi, 291 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica; A determinação dos campos de concentração de poluentes lançados na atmosfera é um elemento importante na previsão de impactos ambientais causados por emissões de efluentes industriais. Na solução da equação da concentração para poluentes gasosos e material particulado, é necessário conhecer-se da maneira mais realista possível o campo de velocidade e os níveis de turbulência do escoamento na camada limite atmosférica. Um modelo matemático tridimensional baseado nas equações da mecânica dos fluidos juntamente com uma variante não isotrópica do modelo de turbulência k-e são utilizados para o cálculo do escoamento e da dispersão de substâncias na microescala atmosférica (distâncias da ordem de alguns km). O modelo é implementado em um código computacional tridimensional utilizando o método numérico dos volumes finitos em coordenadas curvilíneas generalizadas. Para que a modelagem matemática da dispersão na atmosfera forneça bons resultados é necessário que esta leve em conta os fenômenos atmosféricos importantes que influenciam a dispersão dos poluentes...

Identificação de efeitos de dispersão em experimentos com poucas replicações

Mattos, Viviane Leite Dias de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 153 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção; O presente trabalho elabora uma estratégia capaz de identificar os efeitos de dispersão em experimentos fatoriais do tipo 2K, com poucas replicações. O estudo começou com a seleção dos principais métodos para identificar efeitos de dispersão, em experimentos replicados e não-replicados. Os métodos selecionados utilizam estatísticas, baseadas em quocientes entre médias (aritméticas ou geométricas) de variâncias amostrais, resíduos quadráticos ou resíduos quadráticos modificados. Foram feitas algumas considerações sobre a utilização de resíduos quadráticos, empregados nos métodos para identificar efeitos de dispersão em experimentos não-replicados, estendendo-os à situação de experimentos com poucas replicações. Matematicamente, foi possível concluir que, nos métodos que empregam quociente de médias aritméticas, é equivalente usar todos os resíduos quadráticos ou suas médias aritméticas em cada ponto experimental. Entretanto, nos métodos que empregam quociente entre médias geométricas, simulações de Monte Carlo permitiram concluir que é melhor utilizar médias dos resíduos quadráticos. Em outras simulações de Monte Carlo realizadas para avaliar o desempenho dos métodos em termos de proporções de identificação correta de efeitos de dispersão e proporções de identificação falsa de efeitos de dispersão...

Dispersão de sementes de Hovenia dulcis Thunb. (Rhammnaceae) - uma espécie invasora em área de floresta estacional decidual

Lima, Raquel Elise Müller de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 79 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, Florianópolis, 2013.; A dispersão de sementes é um processo mutualístico que pode auxiliar e facilitar o processo de invasão de plantas exóticas. A introdução de uma espécie com frutos carnosos em uma formação vegetal pode fornecer à fauna nativa recursos alimentares adicionais, principalmente em períodos de escassez. Mamíferos e aves são considerados os agentes dispersores mais eficientes, devido à grande quantidade de frutos e sementes consumidos pelos mamíferos e pelas grandes distâncias que as aves podem dispersar. Hovenia dulcis é uma espécie exótica invasora em área de Floresta Estacional Decidual e este trabalho teve como objetivo avaliar as interações estabelecidas no processo de dispersão de suas sementes. Para isso, pretendeu-se identificar as espécies consumidoras dos frutos e dispersoras das sementes, analisar a oferta e remoção de frutos, a distância de dispersão, a viabilidade das sementes dispersas e a relação entre a fauna e a estrutura da vegetação. O estudo foi realizado no Parque Estadual Fritz Plaumann, Concórdia, SC, em área de Floresta Estacional Decidual. Em dez parcelas de 10x10m...

Alterações na dispersão de sementes por carnívoros causadas por alterações no habitat

Teixeira, Isa Sofia de Sá, 1990-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014; A dispersão de sementes é um processo de ecossistema fundamental que determina a distribuição espacial, a expansão e a manutenção das populações e comunidades vegetais. Diversos grupos taxonómicos cumprem o papel de dispersores de sementes, entre os quais os mamíferos carnívoros, particularmente importantes em ecossistemas mediterrâneos. O montado é um sistema agro-florestal, inteiramente desenvolvido pelo Homem, que caracteriza a região sul da Península Ibérica. Durante seculos, a actividade humana tem sido uma constante, no entanto, mais recentemente, tem-se verificado uma intensificação de algumas das práticas agrícolas. Estas levam a alterações muito rápidas e severas na maioria dos habitats, reduzindo a capacidade de adaptação e resiliência das espécies. Apesar da relevância ecológica e económica deste tipo de habitat, pouco se sabe acerca do funcionamento dos processos de dispersão de sementes, especialmente quando mediados por carnívoros. Nesta experiência são explorados os efeitos de distúrbios no habitat na dispersão de sementes por carnívoros. Para isso, foram selecionadas duas áreas de estudo nas proximidades de Évora: um montado continuo e denso e outro com uma cobertura florestal muito agregada e dispersa. Durante quatro meses foram fornecidos frutos experimentais com missangas coloridas no interior...

Efeito do tipo de substrato para pupação na dispersão larval pós-alimentar de Chrysomya albiceps (Diptera, Calliphoridae)

Gomes,Leonardo; Gomes,Guilherme; Oliveira,Helena G.; Von Zuben,Claudio J.; Silva,Iracema M. da; Sanches,Marcos R.
Fonte: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul Publicador: Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.02%
As moscas-varejeiras utilizam substratos discretos e efêmeros para posturas dos ovos e para alimentação das larvas. Após a exaustão de recursos, as larvas começam a procurar por um sítio de pupação no habitat ou por mais fonte de alimento adicional (dispersão larval pós-alimentar). No entanto, o tipo de substrato de dispersão pode afetar este processo; assim, procurou-se avaliar o comportamento de dispersão de Chrysomya albiceps (Wiedemann 1819) por meio da localização das pupas em arenas circulares preenchidas com vermiculita, comparando-se com outros estudos feitos em serragem. As arenas foram dividas em 72 setores iguais a partir do centro de dispersão para facilitar a localização das pupas no substrato. A massa, a distância de dispersão do centro de arena, e a profundidade de cada pupa foram determinadas e verificou-se a relação entre peso, profundidade e distância do centro de dispersão. Pôde-se constatar que as larvas com menor massa foram as que percorreram maior distância do centro de dispersão, como também foi observado em estudos anteriores que empregaram outros substratos. O sítio de pupação da maioria dos indivíduos foi entre 2 e 8 cm de profundidade (média 4,96±2,97 cm). Tal estudo do processo de dispersão pode ser útil na estimativa do intervalo pós-morte (IPM) para corpos humanos em investigações médico-criminais.

Dispersão de Latossolos em resposta à utilização de pré-tratamentos na análise textural

Donagemma,G. K.; Ruiz,H. A.; Fontes,M. P. F.; Ker,J. C.; Schaffer,C. E. G. R.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
O resultado mais acurado da análise textural depende da completa dispersão da amostra de solo e da manutenção da estabilidade da fase dispersa. Alguns Latossolos podem apresentar problemas de dispersão, graças à presença de microagregados de alta estabilidade. Esses grupamentos, muito argilosos, são parcialmente desagregados pela dispersão química e mecânica, contribuindo, pelo seu tamanho, para superestimar, fundamentalmente, a proporção de silte do solo analisado. Assim, visando minimizar a proporção de pseudocomponentes na análise textural dos Latossolos, realizou-se um experimento de laboratório, para verificar a efetividade da dispersão em resposta à utilização de pré-tratamentos na remoção de agentes cimentantes. Os tratamentos corresponderam a um arranjo fatorial 7 x 2². Os fatores em estudo foram amostras de sete Latossolos dispersos com NaOH 0,01 mol L-1, com presença ou ausência de pré-tratamentos para remoção da matéria orgânica e dos óxidos de ferro e alumínio mal cristalizados. A fração silte foi novamente dispersa, determinando-se a proporção de argila e silte após a segunda dispersão. A remoção de matéria orgânica e a de óxidos de ferro e alumínio mal cristalizados provocaram incremento na proporção de argila...

Adição de areia para dispersão de solos na análise granulométrica

Corá,José Eduardo; Fernandes,Carolina; Beraldo,José Marcos Garrido; Marcelo,Adolfo Valente
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.99%
A acurácia da análise granulométrica depende da obtenção de suspensões de solo completamente dispersas e estáveis para possibilitar a separação das suas frações granulométricas. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficácia da adição de quantidades e tamanhos de grãos de areia na fase de dispersão da análise granulométrica de solos, visando à maior acurácia na obtenção dos resultados da análise granulométrica. Os solos utilizados foram: Latossolo Vermelho eutroférrico (LVef), LatossoloVermelho acriférrico (LVwf), Latossolo Vermelho eutrófico (LVe), Argissolo Vermelho-Amarelo eutrófico (PVAe) e Nitossolo Vermelho eutroférrico (NVef). A dispersão das amostras dos solos foi realizada por meio da adição de hidróxido de sódio e agitação rotativa (60 rpm) por 16 h. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado, com esquema fatorial 6 x 2, com três repetições. Os tratamentos foram constituídos por seis quantidades (0, 5, 10, 15, 20 e 25 g) e dois diâmetros (2,0-1,0 e 1,0-0,5 mm) de areia, adicionados na fase de dispersão da análise granulométrica dos solos. De acordo com as equações ajustadas, a adição de areia com diâmetro entre 1,0 e 0,5 mm nas quantidades de 21...

Mecanismos de dispersão de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae) em pomares de citros

Alves,Everaldo B.; Casarin,Nádia F.B.; Omoto,Celso
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O conhecimento da dispersão de pragas é de grande importância para a compreensão da dinâmica da resistência a pesticidas. Desta forma, o principal objetivo do presente trabalho foi estudar a capacidade de dispersão de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) em condições de laboratório, casa de vegetação e pomares de citros. Estudos de dispersão por caminhamento em condições de casa de vegetação numa superfície constituída de areia fina mostraram que esse mecanismo de dispersão é relativamente limitado. Com a liberação de 6.000 ácaros em um determinado ponto, aproximadamente 3% atingiram distâncias de 40 a 50 cm. As distâncias percorridas pelo ácaro foram inferiores a 1 cm.dia-1. Em condições de laboratório, verificou-se que ventos de 23 km.h-1 não foram capazes de incitar o processo de dispersão de ácaros da superfície de frutos. Velocidades de 30 e 40 km.h-1 foram capazes de incitar a dispersão de menos de 1% da população de ácaros presentes nos frutos. Trabalhos de dispersão em condições de campo mediante a utilização de armadilhas adesivas também comprovaram que a dispersão de B. phoenicis é limitada quando comparada à de outras espécies de ácaros que ocorrem nos pomares de citros. Nesse experimento...

Estudo da dispersão na secagem de frutos de café em secador de bandejas vibradas

Sfredo, Marilia Assunta
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.99%
Para estudar a dispersão dos frutos de café durante a secagem, utilizou-se um secador de bandejas vibradas com reciclo. O secador consiste basicamente de quatro seções: túnel vertical de secagem, sistema de vibração, sistema de injeção de ar aquecido no túnel de secagem e sistema de reciclo dos frutos de café. O túnel de secagem contém quatro bandejas perfuradas por onde escoam os frutos de café e o ar, em fluxo cruzado. A secagem dos frutos de café foi realizada utilizando-se dois planejamentos experimentais, onde as variáveis estudadas foram, para o primeiro planejamento de secagem: temperatura dos frutos de café (40; 45 e 50ºC); massa de frutos de café alimentada (11,5; 12,5 e 13,5 kg) e vazão de ar de secagem (7; 8 e 9 kg ar/min), a variedade dos frutos de café foram: Acaiá, Catuaí e Mundo Novo; e para o segundo planejamento de secagem: massa de frutos de café (10; 12 e 14 kg) e vazão de ar (7; 8 e 9 kg ar/min), mantendo-se a temperatura dos frutos em 45ºC e a variedade Mundo Novo. Para o primeiro planejamento somente a temperatura dos frutos influenciou significativamente o tempo de secagem, onde o maior nível de temperatura reduz em 26,77 h o tempo de secagem. Para o segundo planejamento as variáveis estudadas não foram significativas para o tempo total de secagem dos frutos de café. Durante a secagem ocorre encolhimento dos frutos de café...

Espectro e distribuição vertical das estratégias de dispersão de diásporos do componente arbóreo em uma floresta estacional no sul do Brasil

Giehl,Eduardo Luís Hettwer; Athayde,Eduardo Anversa; Budke,Jean Carlos; Gesing,João Pedro Arzivenko; Einsiger,Sônia Maria; Canto-Dorow,Thais Scotti do
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
A dispersão de diásporos é um evento de elevada importância para as espécies vegetais, que dispõem de diversas estratégias para este fim. O presente estudo teve por objetivos conhecer e caracterizar o espectro das diferentes estratégias de dispersão do componente arbóreo em uma floresta estacional de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil (próximo às coordenadas 53º54'W e 29º38'S) e, a partir desses dados, investigar sua relação com os estratos verticais da floresta. Foram amostrados todos os indivíduos com perímetro à altura do peito > 15 cm, em 100 unidades amostrais de 10×10 m. A caracterização das estratégias de dispersão foi realizada por meio de observações a campo de frutos e potenciais dispersores, e consulta à bibliografia especializada. Foram amostradas 58 espécies pertencentes a 26 famílias botânicas. Dessas espécies, 74% apresentaram estratégia de dispersão zoocórica; 24%, estratégia de dispersão anemocórica e apenas Gymnanthes concolor Spreng. apresentou a estratégia autocórica. Analisando-se a proporção das estratégias de dispersão por meio da densidade relativa, verificou-se que 80% dos indivíduos são zoocóricos, 12% anemocóricos e 8% autocóricos. Para a floresta analisada foram encontradas diferenças significativas nos padrões de distribuição vertical das espécies agrupadas de acordo com a estratégia de dispersão. A zoocoria ocorreu em espécies de todos os estratos...

Uma análise da relação entre inflação e dispersão de preços antes e após a estabilização; Texto para Discussão (TD) 623: Uma análise da relação entre inflação e dispersão de preços antes e após a estabilização; An analysis of the relationship between inflation and price dispersion before and after stabilization

Oliveira Júnior, Márcio de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O artigo tem como objetivo testar a hipótese de que os agentes econômicos não são plena ou perfeitamente informados. Para isso, usou-se a correlação entre medidas de dispersão de preços e medidas de inflação. Estas foram consideradas uma proxy do nível de informação retido pelos agentes econômicos. Os defensores da tese de que os agentes são perfeitamente informados argumentam que a dispersão se deve a fatores como diferenças na qualidade dos produtos, na localização dos vendedores, na qualidade dos serviços pós-venda e na estrutura de mercado. Portanto, caso a teoria seja válida, mudanças na dispersão só ocorreriam em função de mudanças nesses fatores. Mas se esses fatores não mudam e a dispersão é alterada, devem- se buscar as razões para isso. Um período de aceleração da inflação ou de estabilização da mesma fornece uma boa oportunidade para se buscar as razões. Se a dispersão de preços diminui com a queda da inflação ou sobe com a alta da inflação, isso significa que o nível de informação dos agentes econômicos é um dos determinantes da dispersão, já que o nível de informação pode ser aproximado pela taxa de inflação. Portanto, a dispersão existe porque os agentes econômicos não são perfeitamente informados. Prova disso é que a dispersão aumenta quando o nível de informação diminui...