Página 1 dos resultados de 473 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

O uso da estimulação elétrica nervosa transcutânea na disfunção temporomandibular; Transcutaneous electrical nerve stimulation for temporomandibular joint dysfunction

Grossmann, Eduardo; Tambara, Joseane Steckel; Grossmann, Thiago Kreutz; Siqueira, José Tadeu Tesseroli de
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A disfunção temporomandibular (DTM) é um termo que descreve um grupo de doenças que afetam funcionalmente o aparelho mastigatório, particularmente a musculatura mastigatória e a articulação temporomandibular (ATM). Tem etiologias múltiplas e tratamentos específicos, entre os quais a estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS). O objetivo deste artigo é o de revisar a literatura científica sobre o uso da TENS em pacientes com DTM. CONTEÚDO: Estudos epidemiológicos mostram que aproximadamente 75% da população apresentam algum sinal de DTM, enquanto 33% possuem ao menos um sintoma. Sempre que possível deve-se tratar a causa da dor, caso não se consiga estabelecer a sua etiologia, inicia-se com procedimentos menos invasivos e reversíveis, especialmente nos casos de dor e disfunção muscular. A terapia com TENS consiste na administração de corrente elétrica na superfície cutânea, de modo a relaxar os músculos hiperativos e promover o alívio da dor. CONCLUSÃO: Embora existam controvérsias quanto ao uso de TENS para o controle da dor crônica, seu uso na dor muscular mastigatória continua relevante. Entretanto, é fundamental o diagnóstico preciso para evitar uso inadequado. São necessários ainda estudos randomizados controlados que incluam amostras selecionadas para homogeneizar o uso de TENS em pacientes com DTM.

Avaliação eletromiográfica dos músculos da mastigação, da movimentação mandibular e do posicionamento condilar de pacientes desdentados totais com disfunção temporomandibular, antes e após a instalação de próteses totais com pistas deslizantes de Nóbilo; Electromyographic evaluation of chewing muscles, jaw movement and condyles position in edentules subjects with temporomandibular dysfunction before and after using complete dentures with NÓBILO'S sliding plates

Pavão, Rogério Fávaro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.06%
O objetivo deste trabalho foi estudar as medidas dos movimentos da mandíbula, o posicionamento dos côndilos nas fossas mandibulares, os sinais e sintomas de disfunção temporomandibular e a atividade eletromiográfica em pacientes desdentados totais, antes e após a instalação das próteses totais com pistas deslizantes de Nóbilo. Foram selecionados nove pacientes portadores de próteses totais superior e inferior, com presença de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular e com comprometimento da dimensão vertical da face. Os pacientes foram submetidos a mensurações dos movimentos mandibulares, análise da sintomatologia dolorosa, medidas de posicionamento condilar em radiografias transcranianas e exames eletromiográficos, antes e após a instalação das próteses. Os resultados obtidos foram analisados estatisticamente e mostraram significância estatística nos movimentos mandibulares (p<=0,05) de lateralidade direita, lateralidade esquerda e protrusão. Com relação a sintomatologia dolorosa posterior ao tratamento com as próteses, os resultados mostraram significância estatística (p<=0,05) nos músculos temporal esquerdo, pterigóideo lateral direito e esquerdo, pterigóideo medial direito e esquerdo e também nas articulações temporomandibulares direita e esquerda. Quanto ao posicionamento condilar os resultados mostraram-se não-significantes (p>=0...

Análise eletromiográfica dos músculos temporal e masseter e força de mordida em indivíduos com disfunção temporomandibular muscular antes e após tratamento com acupuntura; Electromyographic analysis of masseter and temporal muscles in individuals with temporomandibular disorders before and after acupuncture treatment

Rancan, Sandra Valéria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.05%
O protocolo de atendimento aos indivíduos com dor orofacial, incluindo as disfunções temporomandibulares (DTMs), varia de acordo com o nível de comprometimento das estruturas, com a sintomatologia clínica e o tempo de instalação do problema. Tratamentos conservadores e reversíveis, tais como modificação de comportamento, terapia física, medicações e aparelhos ortopédicos funcionais são indicados para o cuidado inicial de quase todas as disfunções. As opções conservadoras de tratamento incluem: educação do paciente e autocuidados, agentes farmacológicos, terapia física e agentes físicos como a eletroterapia, o ultra-som e a acupuntura. Nos últimos anos, o interesse pelo uso da acupuntura na Odontologia tem aumentado, pois, a teoria do portão para controle da dor e o sistema de liberação de endorfinas, mecanismos fisiológicos envolvidos na acupuntura, têm sido demonstrados em pesquisas com animais e humanos. Com esta proposta de investigação científica pode-se comparar o que ocorre no processo da atividade elétrica dos músculos mastigadores em indivíduos portadores de disfunção temporomandibular muscular submetidos a tratamento com acupuntura. O objetivo deste trabalho é analisar e descrever as características funcionais dos músculos temporais e masseteres de pacientes portadores de disfunções temporomandibulares musculares e realizar um estudo comparativo da atividade eletromiográfica desses músculos e da força de mordida máxima...

Efeito do laser de baixa intensidade na dor à palpação, amplitude dos movimentos mandibulares e atividade eletromiográfica de portadores de disfunção temporomandibular; Effect of low intensity laser in the pain on palpation, amplitude of the mandibular moviments and electromyographic activity of patients with temporomandibular disorder

Venezian, Giovana Cherubini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
O laser de baixa intensidade tem sido utilizado atualmente como terapia alternativa para alívio da dor em disfunções musculares e articulares por induzirem um efeito analgésico, antiinflamatório e biomodulador das funções fisiológicas celulares. O objetivo desse estudo foi avaliar o efeito do laser de GaAlAs (780nm) na dor à palpação dos músculos masseter e temporal anterior e articulação temporomandibular (ATM), amplitude dos movimentos mandibulares e atividade eletromiográfica dos músculos masseter e temporal anterior em pacientes com disfunção temporomandibular (DTM). As aplicações foram feitas no músculo temporal e masseter e na ATM 2 vezes/semana (durante 4 semanas). 48 pacientes com dor miofascial e artralgia distribuídos aleatoriamente entre tratamento real e placebo e entre doses energéticas de 25 J/cm² e 60 J/cm² foram avaliados utilizando-se uma Escala Analógica Visual (VAS) e um paquímetro digital antes, imediatamente após a última aplicação e 30 dias após o tratamento com laser. A eletromiografia de superfície foi realizada em máximo apertamento voluntário em rolos de algodão e máximo apertamento voluntário em posição intercuspidal antes e após a laserterapia. Os resultados mostraram que não houve diferença estatística significante na atividade eletromiográfica na comparação entre os grupos antes e após o tratamento com laser. Em relação à dor na palpação...

A influência da fisioterapia na promoção da qualidade de vida em pacientes com disfunção temporomandibular; The Influence of the Physiotherapy in the Promotion of the Quality of Life in patients with Temporomandibular Disorder

Viana, Maíra de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.03%
VIANA, M. O. A Influência da Fisioterapia na Promoção da Qualidade de Vida em Pacientes com Disfunção Temporomandibular. 2008, 61f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Comunidade) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008. A disfunção temporomandibular (DTM) é responsável por uma sintomatologia de difícil diagnóstico e tratamento, estando cada vez mais presente em um número considerável de indivíduos, trazendo prejuízos nas atividades diárias, no sono e na alimentação, o que resulta em impacto negativo na qualidade de vida do paciente. A fisioterapia utiliza inúmeros recursos com a finalidade normalizar a função do sistema estomatognático e proporcionar uma melhora na qualidade de vida desses indivíduos. O objetivo geral da pesquisa foi avaliar a influência da fisioterapia na melhoria dos sintomas e na qualidade de vida sob a perspectiva de pacientes portadores de DTM. O estudo foi realizado com 60 pacientes de ambos os sexos, com idade variando entre 18 a 70 anos com diagnóstico de DTM atendidos na clínica da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP-USP). Os pacientes foram divididos em dois grupos de 30 voluntários cada, sendo que um grupo recebeu tratamento fisioterápico e odontológico e o outro recebeu apenas o tratamento odontológico. A medida da qualidade de vida foi obtida pelo questionário genérico SF-36 Medical Outcome Study-Mos Short From Health Survey...

Prevalência de disfunção temporomandibular em pacientes com Síndrome de Moebius: aspectos clínicos e imaginológicos; Prevalence of temporomandibular disorders in patients with Moebius syndrome: Clinical and imaging

Felix, Valtuir Barbosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
A síndrome de Moebius (SM) é pouco freqüente e caracterizada por paralisia total ou parcial de certos pares cranianos, obrigatoriamente VI e VII, podendo associar-se a outras anormalidades. Clinicamente ocorre falta de expressão facial, hipoplasia da língua, micrognatia, lábio curto e maloclusão. Disfunção temporomandibular (DTM) não tem sido estudada em pacientes com SM. O objetivo deste estudo é conhecer a prevalência de DTM em pacientes com SM e comparar a incidência e tipo de DTM com um grupo controle. Para tanto, foi realizado um estudo clínico caso controle observacional randomizado, no Centro de Atendimento a Pacientes Especiais (CAPE) da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FOUSP), entre julho de 2007 e dezembro de 2009, que avaliou 101 pacientes divididos em dois grupos: Grupo de estudo (GE) composto por 36 pacientes com SM, sendo 16 do gênero masculino e 20 do gênero feminino, com idade média de 10,2 anos, variando de 3 a 18 anos de idade; e grupo controle (GC) composto por 65 pacientes sem SM e sem nenhuma deformidade crânio facial, sendo 36 do gênero masculino e 29 do gênero feminino, com idade média de 10,7 anos, variando entre 3 e 18 anos. Nossos resultados mostraram que dos 36 pacientes do GE...

Avaliação das terapias a laser de baixa intensidade e ultrassom no tratamento da disfunção temporomandibular e na qualidade de vida; Evaluation of the low intensity laser and ultrasound therapies in the temporomandibular disorder treatment and quality of life

Carrasco, Thaise Graciele
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.15%
Os objetivos desse estudo foram avaliar a terapia a laser de baixa intensidade (LILT) e o ultrassom, no tratamento da disfunção temporomandibular (DTM) e o impacto da disfunção e das terapias na qualidade de vida dos pacientes. Trinta pacientes foram triados no Serviço de Oclusão e Disfunção da Articulação Temporomandibular da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (SODAT/FORP-USP) (RDC/DTM). Os pacientes foram pareados quanto ao grau de disfunção e distribuídos aleatoriamente entre três grupos de avaliação: o Grupo I (LILT), o Grupo II (ultrassom) e o Grupo III (não recebeu qualquer terapia). Três pacientes do Grupo III desistiram durante a pesquisa e, portanto, o grupo controle permaneceu com sete pacientes. O LILT (60mW, 60 segundos, 90J/cm²) foi aplicado por ponto da articulação temporomandibular (ATM) de forma pontual e de modo contínuo sobre cinco pontos: lateral da posição condilar (PL), superior da posição condilar (PS), anterior da posição condilar (PA), posterior da posição condilar (PP) e póstero inferior da posição condilar (PI). Com a potência de 60mW foi aplicado por 40 segundos e dose de 60,0 J/cm², por ponto dos músculos masseter superficial (terços superior...

Estudo de alterações locais e sistêmicas em indivíduos portadores de disfunção temporomandibular; Study of local and systemic changes in individuals with temporomandibular dysfunction

Uekama, Ira Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
67%
Disfunção temporomandibular (DTM) é um termo coletivo que engloba um largo espectro de alterações articulares e musculares no sistema estomatognático. Estas disfunções são caracterizadas por dor, ruídos articulares e funções irregulares da mandíbula, e representam a principal causa de dor não dentária da região orofacial. A prevalência de indivíduos com necessidade de tratamento está entre 5 e 12%, calcula-se que no Brasil 8,5 milhões de brasileiros precisariam ter algum tipo de intervenção. Estudos epidemiológicos sobre DTM têm se apresentado deficientes quanto à padronização de índices e classificações. Conscientes disso realizou-se um levantamento de prontuários dos pacientes atendidos no Serviço de Oclusão, Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial, do projeto DAPE da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto USP, que realiza atendimento na área de DTM para população encaminhada pelo Sistema Único de Saúde (SUS), entre os anos de 2010 e 2011. Avaliou-se 117 prontuários de indivíduos, que foram submetidos à classificação do Índice Anamétido de Helkimo, divididos de acordo com a severidade de sinais e sintomas, em dois grupos : AiI (leves a moderados) e AiII (severos). Posteriormente os grupos foram subdivididos com relação ao gênero e faixa etária. Os dados foram coletados por meio de entrevista...

Avaliação ultrassonográfica da musculatura do sistema estomatognático em indivíduos com disfunção temporomandibular muscular; Ultrasound evaluation the muscle stomatognathic system in individuals with temporomandibular disorder muscle

Lecaros, Antuanett Mercedes Cornejo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
67%
A disfunção temporomandibular (DTM) engloba as alterações relacionadas com as articulações temporomandibulares (ATMs), a musculatura mastigatória e demais estruturas do sistema estomatognático apresentando-se na forma de dores nos músculos da mastigação, ATMs, músculos cervicais, reduções e desvios nos movimentos da mandíbula, sons articulares e padrões de oclusão inadequados. É de relevante importância estudar a musculatura mastigatória por causa da grande influência que a mesma tem no sistema estomatognático. O objetivo deste estudo foi analisar a espessura do músculo masseter e temporal, bilateralmente, por meio da ultrassonografia em indivíduos portadores de DTM muscular, com a finalidade de definir o padrão de espessura muscular nesta disfunção. Os resultados deste estudo permitiram a avaliação do sistema estomatognático do ponto de vista funcional em indivíduos portadores de DTM muscular e poderão nortear o cirurgião dentista na elaboração de diagnósticos, prognósticos e planos de tratamento, com ganho de qualidade de vida para seus pacientes. Portanto conclui-se que na condição de repouso como no apertamento em máxima intercuspidação habitual houve uma diminuição da espessura do músculo masseter esquerdo...

Impacto da dor e do ruído articular na qualidade e no custo de vida de indivíduos com disfunção temporomandibular; Impact of pain and joint sounds in quality and cost of living for individuals with temporomandibular dysfunction.

Rodrigues, Carolina Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
A disfunção temporomandibular (DTM) acomete uma relativa parcela da população e seus sinais e sintomas podem afetar as atividades rotineiras do indivíduo, com o potencial de gerar transtornos tanto aos serviços de saúde devido ao aumento na demanda quanto à economia devido aos dias perdidos de trabalho por incapacidade temporária do trabalhador. O objetivo desse estudo foi avaliar a influência da dor e dos ruídos articulares na qualidade de vida de indivíduos com DTM. Oitenta indivíduos foram triados no Serviço de Oclusão e Disfunção da Articulação Temporomandibular da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (SODAT/FORP-USP). Os sujeitos incluídos na pesquisa foram submetidos ao exame clínico do eixo I do Research Diagnostic Criteria (RDC/TMD), posteriormente, a severidade da disfunção foi determinada pelo Índice Craniomandibular (ICM) e os sons articulares foram avaliados através da eletrovibratografia (EVG), através do sistema SonoPAK (BioReserch). O impacto na qualidade de vida dos pacientes foi avaliado através do questionário OHIP-14 e o custo financeiro através do questionário específico. Durante o diagnóstico, maior numero de pacientes (43.75%) apresentaram desordens de disco associadas à desordens musculares...

Estudo da correlação entre posicionamento do disco articular, cabeça da mandíbula, estalo e dor à palpação em pacientes portadores de disfunção temporomandibular avaliados clinicamente e pela ressonância magnética; Study of correlation between articular disc position, condyle, clicking and pain on palpation in patients with temporomandibular disorders assessed clinically and by magnetic resonance imaging

Nunes, Thaís Borguezan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
A Disfunção Temporomandibular (DTM) se refere a várias doenças que envolvem os músculos da mastigação e/ou a articulação temporomandibular (ATM). Ao longo da história, o desenvolvimento de técnicas de imagem possibilitou a avaliação das disfunções intra-articulares. A Ressonância Magnética (RM) é considerada o melhor método de avaliação de imagem para diagnosticar doenças da ATM e o exame mais preciso para detectar a posição do disco articular e visualizar estruturas ósseas, como a cabeça da mandíbula e a fossa mandibular, complementando o exame clínico. A associação entre sinais e sintomas de DTM e achados na RM é controversa na literatura e a correlação entre a posição da cabeça da mandíbula dentro da fossa mandibular e a sintomatologia de pacientes diagnosticados com DTM foi pouco elucidada pelos autores. O objetivo do estudo foi analisar os achados imaginológicos da ressonância magnética quanto à posição da cabeça da mandíbula e quanto à posição do disco articular, verificando sua correlação com os sinais clínicos de estalo e de dor à palpação muscular e articular relatados pelo paciente. Foram analisados 163 prontuários contendo ficha clínica e exame de RM de pacientes com DTM. As fichas clínicas forneceram dados referentes a sinais e sintomas dos pacientes...

Estudo da correlação entre estalo articular e posição do disco da articulação temporomandibular pela ressonância magnética em pacientes diagnosticados com disfunção temporomandibular; Study of the correlation between joint clicking and the disc position of the temporomandibular joint using MRI from patients diagnosed with temporomandibular dysfunction

Costa, Jessica Elen da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.99%
A Disfunção Temporomandibular (DTM) se refere a várias doenças que envolvem os músculos da mastigação e/ou a articulação temporomandibular (ATM). Os distúrbios de desarranjo do disco são considerados uma subdivisão dos distúrbios intra-articulares da ATM e são aqueles onde há relacionamento anormal do disco articular com a cabeça da mandíbula, fossa articular e eminência articular. O procedimento para diagnosticar a DTM geralmente consiste em exame clínico, mas quando informações adicionais são necessárias para confirmar esse resultado, exames de imagem são solicitados. Imagem por ressonância magnética (IRM) é considerada o exame padrão-ouro de referência de diagnóstico não invasivo de deslocamento de disco. Na literatura revisada não há justificativa de que o corte central da IRM deva ser o utilizado para classificar o posicionamento do disco e talvez o uso de vários cortes da IRM pudesse fornecer um dado importante para uma correta interpretação da posição do disco. O presente estudo avaliou a concordância entre três avaliadores para ambos os critérios de classificação (corte central versus vários cortes); verificou a concordância entre os dois critérios, além de correlacionar os resultados obtidos por ambos os critérios com o sinal clínico de estalo em pacientes diagnosticados com DTM. Para medir os níveis de concordância das proporções de imagens deslocadas entre os três avaliadores foi utilizado o coeficiente de correlação intraclasse (ICC). Os níveis de concordância entre os métodos e entre as avaliadoras foram medidos através do método Kappa. O teste utilizado para verificar associações entre as variáveis foi o teste exato de Fisher bicaudal e o nível de significância adotado foi de 0...

Avaliação clínica de sinais e sintomas da disfunção temporomandibular em crianças

Santos, Eduardo César Almada; Bertoz, Francisco Antônio; Pignatta, Lilian Maria Brisque; Arantes, Flávia de Moraes
Fonte: Dental Press Editora Publicador: Dental Press Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 29-34
POR
Relevância na Pesquisa
67%
OBJETIVO: avaliar a freqüência dos sinais e sintomas, dos hábitos parafuncionais e das características oclusais de 80 crianças, pacientes da clínica de Ortodontia Preventiva da Faculdade de Odontologia de Araçatuba - UNESP. METODOLOGIA: o exame clínico constituiu-se de avaliação das características oclusais do paciente e observação da presença de hábitos parafuncionais. As crianças foram submetidas a uma entrevista, supervisionadas pelos pais, cujas perguntas relacionavam-se com os sinais e sintomas da disfunção. RESULTADOS E CONCLUSÕES: concluiu-se que os sinais e sintomas mais freqüentes foram o hábito de ranger os dentes, dores de cabeça e ruídos na ATM. A onicofagia e o bruxismo foram os hábitos parafuncionais mais prevalentes. A freqüência de sinais e sintomas da disfunção temporomandibular pode ser verificada em crianças por meio da entrevista e exame clínico minucioso.; AIM: to assess the frequency of signs and symptoms of the parafunctional habits and of the occlusal characteristics of 80 children, patients of the Preventive Orthodontics Clinic at Araçatuba s Faculty of Dentistry - UNESP. METHODS: the clinical test comprised evaluation of the patient s occlusal characteristics and observation of the presence of parafunctional habits. The children were submitted to a parent-supervised interview...

Estudo da qualidade de vida em pacientes com disfunção temporomandibular e cefaleias primárias

Castanharo, Sabrina Maria
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 158 f. : il. color. + anexo
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR; Disfunção temporomandibular (DTM) representa a condição mais comum de dor músculo-esquelética crônica orofacial e abrange vários problemas clínicos que envolvem a musculatura da mastigação, a articulação temporomandibular (ATM) e estruturas associadas ou ambas. As cefaleias, principalmente as primárias, aparecem frequentemente associadas à DTM. Estudos apontam que estas condições dolorosas crônicas podem comprometer diferentes aspectos da qualidade de vida dos pacientes, no entanto, ainda não existem pesquisas que avaliem o impacto na qualidade de vida nos pacientes que apresentam DTM e cefaleias primárias. O objetivo do presente estudo foi avaliar os pacientes que apresentam DTM dolorosa e cefaleias primárias, assim como as cefaléias episódicas e crônicas e o comprometimento na qualidade de vida dos pacientes. Para o presente estudo, a amostra foi composta por 293 indivíduos com idade entre 18 e 76 anos (média de 37,57 anos), sendo 245 (83,6%) pacientes do sexo feminino. Foram formados quatro grupos de estudo: grupo Controle (n=34), grupo DTM (n=25), grupo DTM/Cefaleia (n=203) e grupo Cefaleia (n=31). O Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD) foi utilizado para confirmação do diagnóstico de DTM dolorosa. Para o diagnóstico de cefaleias primárias foram utilizados os critérios propostos pela International Headache Society...

Prevalência de alterações locais e sistêmicas em indivíduos com disfunção temporomandibular

Uekama, Ira Cristina; Palinkas, Marcelo; Regalo, Simone Cecilio Hallak; Silva, Silvio Rocha Corrêa da; Siéssere, Selma; Semprini, Marisa; Bataglion, César
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 13-18
POR
Relevância na Pesquisa
67.09%
Temporomandibular disorder describes a variety of conditions including joint and muscle in the stomatognathic system, characterized by pain, TMJ sounds, functions irregular jaw and represent the leading cause of nondental pain in the orofacial region. The objective of this research was to evaluate the prevalence of ophthalmological, otological and cognitive-behavioral changes, parafunctional habits in individuals with temporomandibular disorders (TMD). A total of 117 medical records of female and male individuals, aged 18 to 60 years, from the Occlusion, Temporomandibular Dysfunction and Orofacial Pain of the Ribeirão Preto School of Dentistry – USP, between 2010 and 2011. The anamnesis index proposed by Helkimo was used to classify the individuals according to TMD severity degree and to divide them into two groups: AiI (mild to moderate) with 69 individuals and AiII (severe) with 48 individuals. The groups were then subdivided with respect to gender (72.64% female and 27.36% male) and age. There was predominance in the 18-40 year age group (60.68%) when compared to the 41-60 year age group (39.32%). Data were collected through an interview with questions about the presence of parafunctional habits, otological, ophthalmological and behavioral changes. Data were subjected to the statistical analysis using the Kruskal-Wallis test. The prevalence of each change was also evaluated. The results showed statistically significant for all groups according to gender...

A importância da qualidade do sono na disfunção temporomandibular: estudo piloto

Luro, Patrícia Raquel Ferreira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
O sono é um estado de consciência, é uma função do organismo humano que é complementar ao estado de vigília. Existem inúmeras patologias do sono que podem estar associadas a problemas como: dor crónica, transtornos psicológicos e psiquiátricos, alterações de humor e estados depressivos, stress. A disfunção temporomandibular é um grupo de patologias que afectam grande parte da população. A sua etiologia é multifactorial podendo as queixas por parte dos pacientes ser múltiplas dificultando o diagnóstico. A disfunção temporomandibular pode afectar tanto a articulação temporomandibular como os músculos constituintes do sistema estomatognático. Este estudo piloto pretende encontrar uma relação entre estas duas patologias: a disfunção temporomandibular e a patologia do sono. Foram escolhidos aleatoriamente 40 pacientes da Clínica Dentária Universitária da Universidade Católica Portuguesa – Viseu, os quais, foram submetidos a inquéritos: Índice RDC/TMD (“Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular disorders”) eixo I e II e pelo Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh.

Os efeitos da desativação dos pontos-gatilho miofasciais, da mobilização articular e do exercício de estabilização cervical em uma paciente com disfunção temporomandibular: um estudo de caso

Freitas,Diego Galace de; Pinheiro,Íris Camila Oliveira; Vantin,Karen; Meinrath,Natália de Cassia Maragno; Carvalho,Nilza Aparecida Almeida de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Paraná Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.98%
INTRODUÇÃO: A disfunção temporomandibular (DTM) pode alterar o equilíbrio dinâmico das estruturas, levando a uma série de sinais e sintomas característicos dessa disfunção, sendo a dor a principal delas. A DTM acomete grande parte da população mundial, o que torna essencial o desenvolvimento de técnicas terapêuticas para seu tratamento. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi verificar a eficácia do tratamento fisioterapêutico em uma paciente com DTM. MATERIAIS E MÉTODOS: Pesquisa experimental, um relato de caso com uma paciente com disfunção temporomandibular, tratamento fisioterapêutico com técnicas de desativação de pontos-gatilho, mobilização articular, estabilização segmentar e exercícios funcionais, sendo realizados duas vezes por semana, com duração de 30 minutos, durante oito semanas. RESULTADOS: A paciente apresentou melhora na dor, na função muscular, na amplitude de movimento e na postura. Portanto, podemos concluir que a intervenção fisioterapêutica tem grandes chances de melhorar o quadro clínico da DTM, juntamente com outras áreas, por ser uma patologia multifatorial.

Perturbação do sono e disfunção temporomandibular : estudo clínico

Pinto, Miguel Ângelo da Costa
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
A DTM (Disfunção Temporomandibular) assume-se como um grupo de sinais e sintomas não patológicos que afectam uma elevada percentagem da população geral. A disfunção temporomandibular pode afectar a articulação temporomandibular, assim como os músculos do sistema estomatognático. A DTM tem etiologia multifactorial. O sono, comportamento complexo essencial ao organismo humano, apresenta uma complementaridade com o estado de vigília. Alterações graves deste estado fisiológico (sono) podem levar a uma série de queixas/problemas como estados depressivos dos indivíduos, alterações de humor, dor crónica, condições psicossociais, psicológicas e stress. Uma elevada percentagem da população que apresenta perturbações do sono recorre ao tratamento farmacológico para debelar o transtorno do ciclo circadiano, apesar de existirem tratamentos alternativos. O presente trabalho pretende estudar as relações entre o uso da farmacoterapia para as perturbações do sono e a diminuição da intensidade da dor temporomandibular, bem como a apresentação de dor articular e muscular por parte do paciente, dependendo da percepção subjectiva do sono. Para este estudo, foram escolhidos aleatoriamente 49 pacientes da Clínica Dentária Universitária da Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional das Beiras. Estes pacientes foram submetidos a vários inquéritos no final de cada consulta dentária. Os inquéritos cingem-se ao Índice RDC/TMD (‘Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders’) – eixo I e eixo II e o Índice de Qualidade de Sono de Pitsburg (PSQI). Os resultados demonstraram que...

Relação entre a disfunção temporomandibular e os fatores psicossomáticos

Silva, Ana Margarida Domingues Dias da
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
Introdução: A oclusão é definida como o contacto que existe entre os dentes maxilares e mandibulares. O termo disfunção temporomandibular (DTM) é utilizado para reunir um grupo de doenças que acometem os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular (ATM) e as estruturas adjacentes. Os principais sintomas da DTM são dor, limitação de abertura, sons articulares, desvio mandibular e dificuldades mastigatórias. Estes sintomas podem aparecer isolados ou combinados. A dor é o sintoma mais comum das DTM e é esta a razão pela qual os pacientes se dirigem ao médico dentista. Os pacientes têm dores quando realizam movimentos mandibulares, em repouso ou quando lhes é feita a palpação muscular. Os portadores de DTM são particularmente importantes do ponto de vista psicológico, sendo necessário avaliar os fatores psicossomáticos na presença de dores crónicas orofaciais. Objetivo: Realizar uma revisão bibliográfica em que se avalie o papel dos fatores psicossomáticos nas disfunções temporomandibulares. Materiais e Métodos: A pesquisa dos artigos a rever foi realizada no Pubmed, Google Académico e ScienceDirect. Nos motores de busca acima citados, os termos de pesquisa utilizados foram: “Occlusion”...

Características da dor em portadores de disfunção temporomandibular: estudo piloto em pacientes com disfunção da coluna cervical; Pain characteristics of temporomandibular disorder: a pilot study in patients with cervical spine dysfunction

Pedroni, Cristiane Rodrigues; Oliveira, Anamaria Siriani de; Bérzin, Fausto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Bauru
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
67.07%
OBJETIVO: O objetivo deste trabalho foi descrever as queixas de dor em portadores de Disfunção Temporomandibular (DTM) com disfunção da coluna cervical. MÉTODOS: Participaram desta pesquisa 14 portadores de DTM miogênica, do sexo feminino, com limitação do movimento cervical e rotação de pelo menos uma das três primeiras vértebras cervicais, diagnosticada através de exame radiográfico. A avaliação multidimensional da dor foi realizada usando uma versão brasileira do questionário McGill de dor (Br-MPQ). RESULTADOS: Foi observado que a região mais indicada como dolorosa foi a região cervical, seguida pela região da cintura escapular e articulação temporomandibular. Com relação ao padrão temporal da dor, mais da metade dos voluntários anotaram que suas queixas tinham uma característica ritmada, periódica ou intermitente. A intensidade da dor presente registrada no momento da avaliação foi classificada como de leve a forte para a maior parte dos participantes da pesquisa. Nenhuma das dimensões de palavras que descrevem a dor obteve concordância absoluta entre os voluntários, porém a maioria dos voluntários escolheu o descritor relacionado à tensão como a expressão que melhor descreve sua queixa dolorosa. CONCLUSÃO: A característica da queixa de dor...