Página 1 dos resultados de 255 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Dificuldades de alunos ingressantes na universidade pública: alguns indicadores para reflexões sobre a docência universitária; First-year students' difficulties in public universities: signals of the need of reflections about university teaching.

Belletati, Valéria Cordeiro Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
56.48%
A elitização da universidade pública brasileira é a preocupação central desta investigação. Com os programas de inclusão social, tem-se possibilitado maior representatividade de alunos em condições socioeconômicas desfavoráveis nestas instituições. Na Universidade de São Paulo USP, locus escolhido para esta pesquisa, o Programa de Inclusão Social INCLUSP, desde 2007, tem favorecido a entrada de alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas, majoritariamente constituída por alunos em condições menos favorecidas da sociedade brasileira. Teve-se como objetivo trazer elementos que possibilitassem pensar a docência universitária no sentido de favorecer trajetórias acadêmicas de sucesso destes alunos, entendidas como possibilidade de formação profissional, científica e política, função que atribuímos à universidade pública, que se entende concretizar-se na promoção do ensino profissional indissociado da pesquisa e da extensão. Para tanto, realizou-se a coleta de dados por meio de dois questionários abertos, respondidos por escrito pelos sujeitos, em momentos diversos. Com o primeiro questionário buscou-se identificar dificuldades de alunos ingressantes que cursaram todo o ensino médio comum em escolas públicas. Na segunda etapa...

Disturbios e dificuldades de aprendizagem em crianças : analise do diagnostico interdisciplinar

Sylvia Maria Ciasca
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/1994 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A presente pesquisa teve por objetivo o diagnóstico e a análise de dados relativos a avaliação psicológica, neuropsicológica, neurológica e exames complementares em três grupos de crianças: normais, com dificuldade escolar e com distúrbios da aprendizagem. Foi nossa intenção mostrar quais instrumentos utilizados nas diversas avaliações discriminam ou não os três grupos pesquisados e como se comportam esses grupos quando comparados um a um. Para isso, foram estudadas 34 crianças, assim distribuídas, chegando-se a grupos significativos, caracterizados como: Grupo 1 - 11 crianças de ambos os sexos, com idade média de nove anos e seis meses, com bom aproveitamento acadêmico, sem outro tipo de queixa física e/ou comportamental, selecionadas pela professora de uma escola pública da Região de Campinas; Grupo 2 12 crianças de ambos os sexos, com idade média de nove anos e seis meses, com queixa de dificuldade escolar, porém sem queixas de ordem física ou comportamental; Grupo 3 - 11 crianças, com idade média de nove anos e seis meses, com queixa de dificuldade escolar associada a uma afecção neurológica não-incapacitante. Todas as crianças do grupo 2 e 3 freqüentavam escolas públicas e foram encaminhadas ao Ambulatório de Distúrbios de Aprendizagem no Departamento de Neurologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP...

Transição para a Universidade : apresentação e validação do Questionário de Expectativas Académicas (QEA)

Soares, Ana Paula; Almeida, Leandro S.
Fonte: Universidade do Minho. Centro de Estudos em Educação e Psicologia Publicador: Universidade do Minho. Centro de Estudos em Educação e Psicologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2001 POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
O processo de adaptação à Universidade é um processo complexo e dinâmico que envolve uma multiplicidade de factores. Entre eles, as expectativas que os jovens trazem aquando da entrada no Ensino Superior, são uma variável importante a considerar uma vez que, a discrepância entre aquilo que os estudantes esperam que a vida universitária lhes ofereça e aquilo que ela efectivamente lhes poderá proporcionar, pode estar na base de dificuldades acrescidas ao nível da adaptação, da satisfação e do sucesso académico obtido. Neste contexto, o presente estudo procura descrever os procedimentos de construção e validação do Questionário de Expectativas Académicas (QEA; Soares & Almeida, 2000) junto de uma amostra de estudantes universitários (n=1956) inscritos no 1º ano de 42 cursos de licenciatura da Universidade do Minho.

Questionário de vivências académicas : construção e validação de uma versão reduzida (QVA-r)

Almeida, Leandro S.; Ferreira, Joaquim Armando G.; Soares, Ana Paula
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1999 POR
Relevância na Pesquisa
36.26%
No presente trabalho, apresenta-se e descreve-se os procedimentos de construção e validação de uma versão reduzida do Questionário de Vivências Académicas (QVA; Almeida & Ferreira, 1997). A redução substancial do número de itens na versão abreviada da escala (QVA-r; Almeida, Ferreira & Soares, 2001), procurou ultrapassar as dificuldades inerentes à administração da versão integral do questionário (atendendo à sua extensão) e ainda, garantir maior versatilidade à escala tanto ao nível da investigação como da intervenção psicológica. A construção do QVA-r obedeceu à reorganização dos 170 itens e das 17 subescalas da versão original, em cinco grandes áreas da adaptação académica dos estudantes: (i) pessoal; (ii) interpessoal; (iii) carreira; (iv) estudo; e (iv) institucional. As qualidades métricas da versão reduzida revelam-se satisfatórias no que concerne à sua consistência e validade interna, o que corrobora a utilização do QVA-r como um meio mais acessível de diagnóstico das dificuldades de adaptação académica vivenciadas pelos estudantes que frequentam o Ensino Superior em Portugal.

Questionário de Vivências Académicas (QVA-r) : avaliação do ajustamento dos estudantes universitários

Almeida, Leandro S.; Soares, Ana Paula; Ferreira, Joaquim Armando G.
Fonte: Casa do Psicologo Publicador: Casa do Psicologo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2002 POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
O insucesso e a evasão no ensino superior atingem níveis preocupantes na maioria dos países. Importa conhecer as suas causas e implementar as medidas, sobretudo preventivas, que possam diminuir o custo individual, familiar e social de tais situações. No presente trabalho, apresenta-se os procedimentos de construção e validação de uma versão reduzida do Questionário de Vivências Académicas (QVA; Almeida & Ferreira, 1997). A redução substancial do número de itens na versão abreviada da escala (QVA-r; Almeida, Ferreira & Soares, 2001), procura ultrapassar as dificuldades inerentes à administração de uma versão integral do questionário constituída por 170 itens distribuídos por 17 subescalas. A presente versão abreviada é constituída por 60 itens distribuídos por cinco grandes áreas da adaptação académica dos estudantes: pessoal; interpessoal; vocacional; estudo-aprendizagem; e institucional. As qualidades métricas da versão reduzida revelam-se satisfatórias em termos da sua consistência e validade interna.

Programação de computadores : compreender as dificuldades de aprendizagem dos alunos

Ambrósio, Ana Paula L.; Almeida, Leandro S.; Macedo, Joaquim; Santos, Alexandre; Franco, Amanda Helena Rodrigues
Fonte: Universidade da Coruña / Universidade do Minho Publicador: Universidade da Coruña / Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
26.31%
As dificuldades dos alunos na aprendizagem das disciplinas de programação de computadores são frequentes, explicando o insucesso académico e o abandono de alguns alunos nos cursos de informática. Neste artigo, descrevemos tais dificuldades tomando o discurso de professores e de alunos, contrastando aqui alunos com bom e fraco rendimento Neste sentido, após um levantamento da literatura internacional na área, descrevemos as percepções de professores e alunos sobre as exigências cognitivas e académicas da aprendizagem de programação. Os resultados obtidos sugerem que os fracos alunos apresentam claras dificuldades na abstracção dos problemas e tendem para uma resolução por tentativa e erro dos problemas. Os bons alunos, descrevem uma maior concentração dos seus esforços na análise aprofundada do problema, sua partição e representação mental, avançando para a resolução com maior clareza cognitiva, organizando a solução em passos sequenciais.; Students’ learning difficulties in university computer programming courses are frequent and often insurmountable, leading to high failure and dropout rates. This paper describes these difficulties based on the discourse of teachers and students, comparing students with high and low performance. In this sense...

Expetativas académicas dos alunos do Ensino Superior : construção e validação de uma escala de avaliação

Almeida, Leandro S.; Costa, Alexandra Ribeiro; Alves, Filipa; Gonçalves, Paula; Araújo, Alexandra Maria Dantas de Castro
Fonte: Colégio Internato dos Carvalhos Publicador: Colégio Internato dos Carvalhos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.16%
As expetativas académicas que os estudantes apresentam quando ingressam no ensino superior afetam o nível de investimento nas atividades curriculares e no seu desenvolvimento psicossocial. Partindo de uma amostra de 890 alunos, este artigo descreve a construção e validação do Questionário de Perceções Académicas: Expetativas. Teoricamente o questionário era composto por sete dimensões ou domínios de expetativas: formação para o emprego, qualidade da formação, desenvolvimento pessoal, interação social, qualidade da instituição, pressão social, e envolvimento político e cidadania. As análises fatoriais conduzidas vieram, no entanto, confirmar a existência relativamente autónoma e consistente de cinco dessas dimensões, não se confirmando a dimensão da qualidade da instituição e do desenvolvimento pessoal. É possível que, os alunos do 1º ano que estão a ingressar no ensino superior não conheçam suficientemente a instituição e os seus serviços para, em torno da sua qualidade, formularem expetativas e, por outro lado, ao nível do self, em virtude das dificuldades socioeconómicas é possível que estes estudantes estejam hoje menos expectantes em relação à sua autonomia. Novos estudos e com amostras mais representativas devem ser realizados de forma a aprofundar os níveis mais elevados de expetativas...

Contribuição da avaliação do processamento auditivo na investigação das dificuldades de aprendizagem

Nunes, Cristiane L.; Pereira, Liliane Desgualdo; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA) Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.31%
O processamento auditivo central está relacionado com a capacidade do indivíduo analisar e interpretar os eventos acústicos recebidos pelo sistema auditivo, os quais estão intrinsecamente relacionados com o desenvolvimento da linguagem e da aprendizagem. Neste estudo aplicámos oito testes de avaliação do processamento auditivo (PA) em crianças dos 10 aos 13 anos e comparámos os resultados com o desempenho académico é linguístico. A amostra foi constituída por 51 crianças organizadas em 4 grupos: com bom desempenho académico ou com fraco desempenho académico; e com presença ou com ausência de perturbação da comunicação. A análise estatística mostrou que dois dos testes aplicados (teste MSV e teste PD) discriminam significativamente o perfil académico, e que crianças com fraco desempenho académico e com perturbação da comunicação apresentam mais dificuldade em testes que envolvem a atenção seletiva, tais como o teste Fala com Ruído e Dicótico de Dígitos. A tarefa de resolução temporal, observada pela aplicação do teste GIN, foi a que melhor se associou a crianças sem dificuldade académica e de comunicação. Os resultados mostram a existência de correlação entre o desempenho académico e a dificuldade de analisar os sons recebidos...

Auto-regulação motivacional : estudo exploratório com alunos maiores de 23

Pombo, Joana Filipa Catarino Ribeiro
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.34%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia da Educação e da Orientação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2010; Com o crescente ingresso dos aprendentes adultos nas Universidades surge a necessidade de criar condições favoráveis à sua adaptação ao ensino superior. Assim, torna-se útil conhecer as suas metas de aprendizagem, expectativas, dificuldades académicas e recursos para ultrapassar essas dificuldades. Pretendemos com este estudo encontrar pistas para uma possível intervenção a nível institucional de modo a promover o processo de adaptação destes alunos. Neste estudo utilizámos uma metodologia qualitativa, tendo entrevistado oito alunos maiores de 23 anos do primeiro ano da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, com o objectivo de conhecer e contextualizar as suas metas académicas, as suas expectativas, as suas estratégias para atingirem e manterem as metas que haviam definido, as suas dificuldades e os seus recursos para procurar ajuda. Seguidamente, tratámos a informação recolhida segundo a técnica de análise de conteúdo, através da utilização do programa informático N-Vivo 8. Este estudo é de carácter exploratório pois não foram encontrados estudos deste género com alunos universitários maiores de 23 anos. Em termos de expectativas...

Dificuldades de aprendizagem e psicomotricidade : estudo comparativo e correlativo das competências de aprendizagem académicas e de factores psicomotores de alunos do 2º e 4º ano do ensino básico, com e sem dificuldades na aprendizagem

Vilar, Catarina Eloísa Carpinteiro
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
Mestrado em Reabilitação Psicomotora; O presente artigo pretende expressar a revisão bibliográfica realizada no âmbito do estudo das Dificuldades de Aprendizagem e da Psicomotricidade. Primeiramente, analisa-se o conceito e definição de Dificuldades de Aprendizagem, evidenciando as características apresentadas por crianças com dificuldades de aprendizagem. Procura-se também explicitar os processos e dificuldades ligadas às componentes académicas da Leitura, da Escrita e da Matemática. Em seguida, é desenvolvido o conceito de Psicomotricidade e de desenvolvimento psicomotor, descrevendo os factores psicomotores da Estruturação espácio-temporal, da Praxia global e da Praxia fina. Por fim, tenta-se compreender as possíveis relações existentes entre a Psicomotricidade e as Dificuldades de Aprendizagem.; The following article aims to express the bibliographic research embraced in the study of Learning disabilities and Psychomotricity. First it’s analysed the concept and definition of Learning disabilities, showing the characteristics presented by children with learning disabilities. It’s explained the process and difficulties related with the academic components of Reading, Writing and Mathematics. Next, it’s developed the concept of Psychomotricity and psychomotor development...

Comportamentos problemáticos em estudantes do ensino fundamental: características da ocorrência e relação com habilidades sociais e dificuldades de aprendizagem

Bandeira,Marina; Rocha,Sandra Silva; Souza,Thiago Magalhães Pereira de; Del Prette,Zilda Aparecida Pereira; Del Prette,Almir
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.09%
Investigou-se as características sócio-demográficas da ocorrência de comportamentos problemáticos e suas relações com as habilidades sociais e dificuldades acadêmicas, em uma amostra de 257 estudantes de 1ª a 4ª séries do ensino fundamental de uma cidade de médio porte de Minas Gerais, utilizando-se a escala Social Skills Rating System (SSRS). Participaram ainda da pesquisa 185 pais e 12 professores destes estudantes. Os resultados mostraram que 6,65% dos estudantes apresentavam muitos comportamentos problemáticos e 9,37% apresentavam poucos, na classificação dos professores. A ocorrência de comportamentos problemáticos foi mais elevada em crianças do sexo masculino, de nível sócio-econômico mais baixo e com desempenho acadêmico mais deficitário. A freqüência de comportamentos problemáticos foi menor em crianças que apresentaram um nível mais adequado e elaborado de habilidades sociais. Os resultados levantados na presente pesquisa confirmam dados da literatura da área e indicam a necessidade de se desenvolver intervenções junto a esta população-alvo.

Escolares com baixa visão: percepção sobre as dificuldades visuais, opinião sobre as relações com comunidade escolar e o uso de recursos de tecnologia assistiva nas atividades cotidianas

Ferroni,Marília Costa Câmara; Gasparetto,Maria Elisabete Rodrigues Freire
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.21%
este trabalho teve como objetivos conhecer a percepção de escolares com baixa visão (visão subnormal) em relação à suas dificuldades visuais, suas opiniões sobre a relação com a comunidade escolar e o uso de recursos de Tecnologia Assistiva nas atividades cotidianas. Realizou-se pesquisa quantitativa, tipo transversal, utilizandose roteiro estruturado aplicado por entrevista, no ano de 2010, a 19 escolares que situavam-se na faixa etária entre 12 e 17 anos, que eram frequentadores dos serviços de Habilitação e ou Reabilitação Visual nos municípios de Campinas e Ribeirão Preto e que estavam matriculados no Ensino Fundamental II e Médio. Verificou-se que 94,7% dos entrevistados apresentavam baixa visão congênita e 5,3% a adquirida, sendo 52,6% do sexo feminino e 47,4% do sexo masculino. Os resultados demonstraram que 94,7% declararam ter dificuldades visuais na escola destacando-se as dificuldades para enxergar a lousa (33,3%), ler dicionário (22,2%) e realizar leitura de livros (16,7%). Enfatizando as relações com a comunidade escolar, a maioria dos escolares (79,0%) afirmou ter bom relacionamento com os professores, 68,4% indicaram possuir boa relação colaborativa com os colegas de classe e 52,4% informaram não possuir relacionamento com a direção...

Funcionalidade da relação entre habilidades sociais e dificuldades de aprendizagem

Molina,Renata Cristina Moreno; Del Prette,Zilda Aparecida Pereira
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.09%
Estudos no campo das habilidades sociais têm demonstrado a existência de relações entre desempenho interpessoal e acadêmico, embora ainda haja contradições quanto à natureza e funcionalidade dessa relação. O presente estudo pretendeu examinar a relação empírica entre esses dois aspectos por meio de: a) promoção das habilidades sociais com avaliação dos efeitos sobre o repertório acadêmico e b) promoção do repertório acadêmico com avaliação dos efeitos sobre o repertório de habilidades sociais. Utilizou-se um delineamento quase experimental de grupo (um grupo controle e dois experimentais), avaliando-se o repertório acadêmico e social dos alunos antes e após a intervenção. Participaram 16 estudantes com dificuldades na aprendizagem de leitura e escrita, cujas idades variavam entre sete e treze anos. O Treinamento em Habilidades Sociais consistiu em atividades lúdico-pedagógicas com objetivos organizados em ordem crescente de complexidade. A intervenção acadêmica caracterizou-se pelo ensino de 51 palavras de duas e três sílabas simples. Do repertório acadêmico registrou-se leitura, nomeação e ditado. As habilidades sociais foram avaliadas pelo próprio participante e por seus professores e colegas. Os resultados mostraram que...

Motricidade, escrita e leitura : possiveis elos de ligação em crianças com dificuldades de aprendização?

Maria do Socorro Correia Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/1997 PT
Relevância na Pesquisa
36.5%
O eixo central da discussão surgiu da necessidade de dirigirmos o olhar ao cenário que compõe o espaço escolar para verificarmos, de forma interativa, as interferências que poderão ter (ou não) alguns aspectos da motricidade (dificuldades e limites) no desempenho escolar de crianças com e sem dificuldades acadêmicas na escrita e na leitura. Elegemos como fio condutor, o estudo do tipo etnográfico na forma de pesquisa exploratória e descritiva. O estudo foi conduzido no Liceu Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, escola da rede particular, localizada na cidade de Campinas, no estado de São Paulo. Para reconstruir a problemática, escolhemos uma turma composta por 26 alunos, de ambos os sexos, que cursavam a 23 série do 10 grau. Segundo critérios da professora da sala de aula, das vinte e seis crianças pertencentes à classe, seis alunos apresentavam indicadores de dificuldades acadêmicas na escrita e na leitura, duas eram consideradas "distraídas" no trato com o conhecimento e dezoito, alegadamente, não tinham dificuldades acadêmicas. Foram utilizados com recursos metodológicos os seguintes: exame motor de G.B. Soubiran (adaptação brasileira), questionário para a professora da sala de aula investigada, registro através de vídeo-gravação...

Psicomotricidade : um estudo em escolares com dificuldades em leitura e escrita

Gislene de Campos Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/1992 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A presente pesquisa procurou trazer os recursos da Psicomatricidade para as salas de aula, tanto no âmbito da educação quanto da reeducação. A preocupação fundamental era capacitar melhor o professor a auxiliar seus alunos com dificuldades em leitura e escrita. O estudo foi conduzido em uma escola estadual de 1º grau em Jundiai estado de São Paulo. Foram analisadas três classes do Curso Básico ( CB ) constituindo nossos grupos Piloto Controle e Experimental. As professoras responderam a um questionário apontando as principais dificuldades encontradas pelos alunos. Estes foram submetidos ao exame motor de G. B. Soubiran (adaptação brasileira) além de leitura e ditado de textos de livros didáticos. A partir desta avaliação foi apresentado aos alunos um instrumento psicomotor que visava capacitá-Ios a desenvolverem algumas habilidades básicas necessárias a um bom desempenho escolar. Com base nos estudos de casos realizados, chegou-se à conclusão de que este instrumento se mostrou eficiente para auxiliar as crianças a superar algumas deficiências de aprendizagem. A pesquisadora tinha também como objetivo lançar um alerta aos professores para realizarem uma maior prevenção de algumas dificuldades acadêmicas; The present research is attempting to bring the resources of the Psychomotricity to the classrooms...

A avaliação do processamento auditivo em crianças de 10 a 13 anos : sua função como indicador da perturbação da comunicação e do desempenho académico

Nunes, Cristiane L.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 10/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.45%
Tese de doutoramento em Estudos da Criança (área de especialização em Saúde Infantil); Já nos anos 50 do século XX se dava importância a avaliar-se o Processamento Auditivo (PA) em crianças com dificuldades na comunicação (Myklebust, 1954), o que em Portugal é designado por Perturbações da Comunicação (PC), e que se refere ao prejuízo no desenvolvimento das funções comunicativas relacionadas com a expressão oral, escrita e/ou compreensão (Costa, 2011). Para além dos estudos que apontam as implicações entre a Perturbação do Processamento Auditivo (PPA) e a Perturbação da Comunicação (PC), pesquisas científicas atuais demonstram uma forte associação entre a PPA e o fraco desempenho académico (Bellis, 2000; Farias, Toniolo, & Cóser, 2004). No presente estudo pretendeu-se verificar se existe relação entre as variáveis desempenho académico e a perturbação da comunicação, bem como a avaliação comportamental do processamento auditivo, com utilização de testes não-verbais e testes verbais adaptados ao português europeu.Inicialmente foi feita uma preparação dos testes auditivos verbais que seriam aplicados aos sujeitos da amostra com gravação dos estímulos e validação em adultos com limiares de audição dentro da normalidade. Em seguida...

Dificuldades de aprendizagem, conceções, boas práticas de ensino e necessidades de formação de professores de 1º ciclo do ensino básico

Marques, Marta Alexandra Costa Belo
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
As atuais conceções educativas convencionam que a educação deve ser considerada um direito, devendo ser assegurada a igualdade de oportunidades de acesso para todos independentemente das suas características individuais. Neste estudo pretendeu-se conhecer as conceções dos Professores de 1º Ciclo do Ensino Básico relativamente à problemática das Dificuldades de Aprendizagem Académicas, bem como as práticas de ensino/aprendizagem equacionadas pelos mesmos no trabalho com estas crianças e as suas principais necessidades de formação. Os dados obtidos através de um questionário elaborado de raiz e respondido por quinze Professores de 1º Ciclo do ensino regular de três agrupamentos de escolas do Alentejo, que trabalham ou trabalharam com crianças com Dificuldades de Aprendizagem Académicas. Os resultados revelaram que as conceções dos professores apresentam alguma heterogeneidade relativamente à tipologia das Dificuldades de Aprendizagem Académicas. Não obstante, verificam-se algumas semelhanças relativamente às práticas educativas consideradas como sendo implementadas neste domínio e às necessidades de formação relativas a esta problemática; ABSTRACT: The current educational concepts agree that education should be considered a right...

(Con) Vivendo com dificuldades de aprendizagem no 1º ciclo do ensino básico: concepções e práxis docente

Espírito Santo, Antónia Maria Godinho de Almeida
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.2%
As dificuldades de aprendizagem podem ser entendidas como uma discrepância entre o rendimento escolar do aluno e o que seria expectável em função da idade e nível intelectual (Lopes, 2010). O presente estudo visa conhecer as conceptualizações e práticas docentes, no 1º Ciclo do EB, relativamente aos alunos com dificuldades de aprendizagem. Para tal, quinze professores responderam a um questionário com questões abertas. Os dados recolhidos foram submetidos a análise de conteúdo e análise de ocorrências. Os resultados revelam que as dificuldades de aprendizagem são maioritariamente entendidas pelos professores como consistindo em dificuldades relacionadas com aprendizagens académicas e de processamento de informação, sendo o seu carácter temporário ou permanente visto de forma ambivalente. Destacam-se como causas tanto aspectos externos como biológicos. A avaliação das DA é realizada sobretudo através da observação e as respostas educativas centradas em adequações ao processo de ensino e aprendizagem conceptualizadas como devendo ocorrer no contexto de ensino regular. A participação de outros técnicos e as sessões de formação emergem como necessárias; ABSTRACT: Learning difficulties can be defined as a discrepancy between the academic performance of the student and what would be expected based on his/her age and his/her intellectual level (Lopes...

Estudantes dos PALOP da Universidade de Évora: do levantamento das dificuldades e necessidades à procura de soluções

Figueiredo, Maria Matos
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
A tese de mestrado que aqui se apresenta, surge no sentido de contribuir para um melhor conhecimento das dificuldades e necessidades desse grupo minoritário inontário enquanto estudantes desta Universidade. O estudo seguiu como método de investigação ou estratégia metodológica o "estudo de caso", cuja unidade de análise foi "estudantes dos PALOP da Universidade de Évora". Para a recolha dos dados foi elaborado um questionário composto por dois blocos de perguntas fechadas e umbloco com uma pergunta aberta, que foi distribuído à todos os estudantes dos PALOP da Universidade de Évora. Alguns factos deste estudo foram observados directamente, e esta tarefa me foi facilitada pelo facto de eu ser parte integrante desse grupo de estudantes e estar em contacto permanente com eles. Para a análise dos dados foram combinadas a vertentes qualitativa e quantitativa. Este trabalho tem subjacente as seguintes seis perguntas de investigação colocadas no início deste estudo e que passo a mencionar: Quantos estudantes dos PALOP estão matriculados na Universidade de Évora? Quais as suas origens? Qual tem sido a evolução do número e origem destes estudantes? Que dificuldades académicas e extra académicas enfrentam? Quais são as suas necessidades decorrentes das dificuldades enfrentadas? Que propostas apontam para minimizar as dificuldades e necessidades identificadas? Quanto a sua organização e estrutura...

Expetativas académicas dos alunos do ensino superior: construção e validação de uma escala de avaliação

Costa, Alexandra R.; Alves, Filipa; Gonçalves, Paula; Araújo, Alexandra M.
Fonte: Instituto Superior Politécnico Gaya Publicador: Instituto Superior Politécnico Gaya
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.16%
As expetativas académicas que os estudantes apresentam quando ingressam no ensino superior afetam o nível de investimento nas atividades curriculares e no seu desenvolvimento psicossocial. Partindo de uma amostra de 890 alunos, este artigo descreve a construção e validação do Questionário de Perceções Académicas: Expetativas. Teoricamente o questionário era composto por sete dimensões ou domínios de expetativas: formação para o emprego, qualidade da formação, desenvolvimento pessoal, interação social, qualidade da instituição, pressão social, e envolvimento político e cidadania. As análises fatoriais conduzidas vieram, no entanto, confirmar a existência relativamente autónoma e consistente de cinco dessas dimensões, não se confirmando a dimensão da qualidade da instituição e do desenvolvimento pessoal. É possível que, os alunos do 1º ano que estão a ingressar no ensino superior não conheçam suficientemente a instituição e seus serviços para, em torno da sua qualidade, formularem expetativas e, por outro lado, ao nível do self, em virtude das dificuldades socioeconómicas é possível que estes estudantes estejam hoje menos expectantes em relação à sua autonomia. Novos estudos e com amostras mais representativas devem ser realizados de forma a aprofundar os níveis mais elevados de expetativas...