Página 1 dos resultados de 4507 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Gestão de emoções: coaching no âmbito da gestão organizacional

Neves, Carmo; Pereira, Fernando
Fonte: Projeto CIEE Publicador: Projeto CIEE
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
56.25%
Esta comunicação aborda a temática da gestão das emoções centrada no papel do coaching enquanto recurso da gestão organizacional. O objetivo é discutir a importância da competência emocional, da gestão de recursos humanos e do processo de coaching para a excelência do desenvolvimento organizacional. A metodologia usada baseia-se na reflexão pessoal e na revisão bibliográfica sobre esta temática. Como principais conclusões destacamos as seguintes: (1) a gestão organizacional implica a gestão das pessoas enquanto recurso (na sua vertente mais técnica e economicista) sem todavia se esgotar nela, sendo essencial, também, considerar as pessoas enquanto indivíduo (ser humano) com os seus valores, crenças, identidades, atitudes e comportamentos; (2) o coaching, como uma das ferramentas de desenvolvimento organizacional e individual, trabalha as competências da inteligência emocional como um todo; (3) o controlo positivo das emoções é uma competência a desenvolver com a finalidade de alcançar a satisfação de todos os atores (colaboradores) das organizações como caminho para o bom desempenho organizacional.

Marcos do desenvolvimento organizacional da ONG Aids Casa de Assistência Filadélfia - CAF ; Marks of Organizational Development of the AIDS/NGO - Casa de Assistência Filadélfia – CAF

Bochio, Ieda Maria Siebra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.32%
O estudo da epidemia da AIDS no Brasil possibilita observar uma somatória das ações e conquistas de diferentes atores que contribuíram para a modificação do atendimento e dos serviços em prol de pessoas vivendo e convivendo com AIDS, onde a experiência positiva do Brasil chama a atenção dentro do cenário mundial. A AIDS, dada a sua importância como evento global, foi assim um elemento fomentador de mudanças que se refletiram também nas organizações, dentre as quais, as ONGs/AIDS, cujo caráter público-privado encontra no Terceiro Setor o seu ambiente de identificação. Na experiência das ONGs/AIDS brasileiras o desenvolvimento organizacional se deu dentro da contingência cultural e sócio-política como uma resposta necessária à demanda da epidemia. Essas organizações buscaram uma profissionalização e o desenvolvimento de ferramentas de gestão próprias que viabilizaram a melhor implementação de sua missão e valores organizacionais junto aos beneficiários, com isso também, ampliando suas relações com outros setores da sociedade, dentre os quais, o governo e o mercado, com vistas ao estabelecimento de parcerias. A atuação organizacional promotora do protagonismo, perceptível pela inclusão do beneficiário nas decisões organizacionais e no redesenho do seu papel nos projetos é uma mostra da mudança proposta como desenvolvimento organizacional. A ONG/AIDS Casa de Assistência Filadélfia - CAF objeto deste estudo é representativa na medida em que buscou modificar-se para responder às necessidades percebidas e referidas pelos beneficiários...

Mudança e desenvolvimento organizacional do Banco Central do Equador : uma análise ecológica e uma proposta estratégica

Almeida Rueda, Carlos Elias
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
66.25%
Trata dos processos de mudança e desenvolvimento organizacional do Banco Central do Equador, tentando estabelecer um marco teórico referencial para a escolha de estratégias de desenvolvimento organizacional. Aborda as diversas teorias sobre organizações, tecnoburocracia, mu dança, inovação, deterioração e desenvolvimento organizacionais, estratégia, ambiente organizacional. Analisa as características principais da República do Equador e os paradigmas organizacionais do Banco Central do Equador

Comprometimento organizacional : anatomia e fisiologia das dimensões psicológicas dos contratos organizacionais

Sousa, Doreslene Fernandes de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
56.23%
A partir de um estudo exploratório sobre o comprometimento organizacional, o trabalho destaca os desafios colocados para as intervenções de mudança na realidade não só organizacional como pessoal. Enquanto estratégia de estudo do comportamento humano no trabalho, tem-se, no conceito de comprometimento, um elo para se estudar tambem o comportamento das organizações. Destarte, é apresentado o contrato psicológico - o elemento mediador da relação indivíduo-organização, com base nos fatores organizacionais e pessoais que determinam o comportamento organizacional. Sua análise é baseada em pesquisa bibliográfica, bem como complementada com pesquisa de campo. A proposição de contrato psicológico como condicionante permite situar o processo de construção de comprometimento organizacional tendo em vista que ele predispõe, de alguma forma, o indivíduo para se comportar segundo padrõesinternalizados, conforme seu cálculo de motivação e seu processo de tomada de decisões no que se refere à mudança e ao desenvolvimento organizacional. O trabalho conclui que comprometimento organizacional apresenta uma anatomia e em uma fisiologia que fazem emergir contratos psicológicos sadios ou patológicos.

A relação organização-indivíduo nos estudos de desenvolvimento organizacional

Wahnon, Ruth L
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.1%
Crítica da relação organização-indivíduo nos estudos de desenvolvimento organizacional feita com base na obra de Alberto Guerreiro Ramos. A crítica básica diz respeito às tentativas de eliminação da tensão natural exigentes entre os indivíduos e os sistemas sociais planejados

A Gestão da qualidade e o redesenho de processos como modelo de desenvolvimento organizacional em hospitais publicos universitarios : o caso do Hospital de Clinicas da Unicamp; The quality management and the redesign of process as an organizational development model in university public hospitals : the case of UNICAMP Clinics Hospital

Maria Bernadete Barros Piazzon Barbosa Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.16%
A qualidade na área de saúde pública ainda é um movimento incipiente no Brasil. Insuficiência de recursos para investimentos e melhorias, mas também falta de eficácia e efetividade, frágil acolhimento dos usuários, baixo impacto das ações de saúde sobre os problemas da população, se constituem ainda problemas evidentes. Torna-se extremamente necessário e urgente apontar possibilidades de intervenção nesta realidade. Não basta melhorar o financiamento na saúde, é preciso corrigir os procedimentos organizacionais para reduzir custos, eliminar desperdícios, retrabalho, e reduzir a variabilidade nos processos de trabalho. O que deve mover a administração pública é a boa utilização do orçamento, e não o aumento de lucro. Sendo assim, a área de saúde pública é um ambiente único e desafiador para implantar mudanças na forma de Gestão. Esta dissertação tem a finalidade de retratar como a Gestão da Qualidade e o método de Redesenho de Processos pode ser uma estratégia para o Desenvolvimento Organizacional nos Hospitais Públicos Universitários, através do relato da experiência no Hospital de Clínicas da UNICAMP. A realidade encontrada pelo redesenho nos processos do HC-UNICAMP foi uma grande quantidade de mudanças fáceis de implantar nos processos vigentes. Os trabalhos permitiram avançar nas interfaces entre as áreas...

Procedimentos para identificação das fases de desenvolvimento das organizações de pequeno porte

Nunes Júnior, Carlos Luiz
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 148 p.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.23%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O processo de desenvolvimento organizacional tem estreita relação com o desenvolvimento do país e da região de atuação da organização. Entende-se com isso a relevância na busca pelo entendimento de como se desenrola tal processo. O objetivo deste trabalho é estabelecer procedimentos para identificar as fases o processo de desenvolvimento organizacional. Tendo por base modelos propostos por Greiner, Kazanjian, Chuchill e Lewis e Adizes; e do Modelo de Excelência de Gestão - MEG da Fundação Nacional da Qualidade - FNQ, valendo-se de análise quali-quantitativa, foi estabelecido um modelo e aplicado em base de dados secundário de empresas de pequeno porte de Santa Catarina. Como resultado da aplicação do modelo se obteve a classificação das fases de desenvolvimento das empresas analisadas e indicação de relação de tais fases com o porte organizacional.

Análise da relação entre intimidade e compartilhamento de conhecimento em grupos nos processos de desenvolvimento organizacional

Rabelo, Ricardo Alves
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 193 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2013; A introdução da Gestão do Conhecimento no ambiente organizacional tem sido responsável por transformações nos processos, relações e resultados das organizações. Essas transformações têm como base o fato de que o conhecimento, quando compartilhado, aumenta e sustenta o novo paradigma construído. Entretanto o processo de compartilhamento tem uma série de nuances que devem ser exploradas. O objetivo do presente trabalho é explorar uma destas nuances, a intimidade, a fim de verificar como o compartilhamento do conhecimento se relaciona com o desenvolvimento da intimidade de um grupo. A metodologia adotada foi, a partir da identificação de constructos que poderiam suportar as variáveis de estudo, analisar a evolução dos mesmos em um processo de desenvolvimento organizacional em uma organização prestadora de serviços por quatro anos, durante os quais seus líderes são submetidos a diversas práticas de Gestão de Conhecimento. Os resultados obtidos demonstraram que quanto maior a intimidade, melhor é o aproveitamento das práticas de Gestão do Conhecimento e que o desenvolvimento de intimidade gera mudanças de comportamento e de ambiente que fortalecem as razões para o compartilhamento de conhecimento...

O impacto da avaliação do desempenho docente na função docente e no desenvolvimento organizacional da escola

Carreiras, Maria Antónia Lopes Casqueiro Barceló
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação - Especialidade Supervisão em Educação; Este estudo baseia-se na avaliação do desempenho docente, realizada num agrupamento de escolas da cidade de Lisboa, nos últimos quatro anos letivos. Pretendemos aceder às conceções dos docentes sobre o impacto da avaliação de desempenho docente no seu trabalho e no desenvolvimento organizacional da escola. Nesta investigação, adotamos uma metodologia mista, realizamos entrevistas semiestruturadas, apoiadas na metodologia qualitativa e aplicamos um inquérito, auxiliados pela metodologia quantitativa. Os dados obtidos permitiram confirmar a importância da avaliação de desempenho docente para a melhoria das práticas educativas dos professores e consequente sucesso educativo dos alunos e, do mesmo modo, se configurou como uma maisvalia para o seu desenvolvimento profissional. Não obstante, foram igualmente identificados alguns constrangimentos, designadamente, o facto de esta não ser uma avaliação formativa e do tempo atribuído aos relatores se revelar insuficiente para o acompanhamento e supervisão pedagógica. O modelo adotado é considerado burocrático...

Complexidade e processos de desenvolvimento organizacional

Dias, José Duarte
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
Dissertação de Mestrado em Comportamento Organizacional; Admite-se que quando a dimensão imaterial dos recursos organizacionais cresce os membros das organizações tendem a desenvolver interacções entre si que geram dinâmicas de símbolos que transformam as estruturas de relações de causalidade linear que caracterizavam os processos de aprendizagem e de criação de conhecimento organizacional na economia do material. Baseado neste pressuposto o autor questiona a aplicabilidade e a utilidade, em contextos organizacionais dominados pelo imaterial, de metodologias de consultoria em Desenvolvimento Organizacional (Do) desenvolvidas sob o paradigma sistémico tradicional. Em alternativa, baseando-se num estudo de caso, propõe, com base na perspectiva dos processos de resposta complexa sugerida pela Ciência da Complexidade, um conjunto de princípios técnico-metodológicos que a consultoria em Do deverá adoptar para abordar as novas dinâmicas organizacionais decorrentes da intensificação do imaterial em contexto de trabalho.

Desenvolvimento organizacional e interpessoal em cooperativas de produção agropecuária: reflexão sobre o método

Scopinho,Rosemeire Aparecida; Martins,Adalberto Floriano Grecco
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
66.31%
O artigo apresenta alguns elementos para a reflexão sobre um método de elaboração e implementação de programa de desenvolvimento organizacional em cooperativas populares de produção agropecuária. Elaborado com base em estudos e experiências vividas com a organização e gestão de cooperativas localizadas nas regiões Sul e Sudeste e Centro-Oeste do Brasil e na participação em processos de formação dos cooperados, aborda temas referentes à convivência social e relações interpessoais que interferem no desenvolvimento organizacional. Apresenta um balanço sobre o processo organizativo dos assentamentos e das cooperativas, discute o conceito de desenvolvimento organizacional como estratégia de socialização para o trabalho e a necessidade de construir propostas apropriadas para as organizações cooperativas populares. Esboça algumas diretrizes para a implementação de programas de desenvolvimento organizacional pautados tanto pela solução das necessidades econômicas imediatas quanto pela preservação dos valores humanos e dos recursos naturais, sugerindo a utilização de um método que pode ser capaz de resgatar elementos importantes do universo simbólico dos cooperados.

O método de investigação apreciativa : fatores críticos à sua implementação no ambiente organizacional

Marianna Pinto de Oliveira, Andrezza; Gilson Gomes Feitosa, Marcos (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.22%
Os avanços tecnológicos, as expectativas dos consumidores e as realidades globais estão, paulatinamente, transformando a maneira com que as organizações se relacionam interna e externamente. Por conseguinte, os modelos de gestão, ultrapassados devido à sua rigidez, estão sendo cada vez mais questionados e revistos (LOURES, 2008). Em contraponto à maioria das abordagens de desenvolvimento organizacional centradas em problemas, identificando-os e propondo soluções plausíveis para solucioná-los, a Investigação Apreciativa, ao invés de procurar por problemas que devam ser solucionados, busca identificar as qualidades únicas e as forças especiais desta organização, que servirão de ponto de partida para a melhoria do desempenho das pessoas. Assim, o presente estudo realizar-se-á na área de Desenvolvimento Organizacional tendo como propósito compreender quais os fatores críticos à implementação da metodologia de Investigação Apreciativa (IA) no caso das organizações em estudo. Para tanto, foram discutidos no arcabouço teórico: as origens da metodologia da IA, seus pressupostos conceituais, princípios para a revolução positiva e as principais condições para o sucesso da metodologia (CAMERSON...

Plano de desenvolvimento organizacional a partir do mapeamento de competências individuais

Camargo, Mericler Doneda
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.26%
Resumo: Pesquisa qualitativa e exploratória que visa propor um Plano de desenvolvimento organizacional a partir do mapeamento das competências individuais para os colaboradores das Unidades do Sesi, Senai de Curitiba e Região Metropolitana. Relaciona as competências organizacionais e as individuais dos trabalhadores das unidades estudadas. Identifica as lacunas existentes entre as competências apontadas pela empresa como essenciais e as que os trabalhadores consideram possuir e que aplicam nas suas tarefas rotineiras. Classifica as competências por ordem decrescente de importância para deliberação de ações de desenvolvimento para a equipe. Analisa o impacto das oficinas de aprendizagem no mapeamento das competências. O trabalho de campo para a validação prática foi baseado no procedimento teórico da pesquisa-ação. Utiliza como instrumentos de coleta de dados a análise documental, questionário, entrevista não estruturada e observação participante. Conclui que o Plano de Desenvolvimento Organizacional possibilita detectar de forma consistente as competências percebidas pelos funcionários como desenvolvidas e que o capacitam a realizar suas atividades funcionais, identificando as lacunas entre aquelas desejadas e as existentes...

As componentes educativa e cultural das organizações como fatores incrementais da cooperação inter-institucional e do desenvolvimento organizacional

Serrano, João Manuel Monteiro
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
56.29%
O propósito desta investigação é o de produzir resultados científicos capazes de contribuir para a análise da forma como as componentes educativa e cultural das organizações contribuem para melhorar a cooperação entre instituições e para o seu desenvolvimento organizacional. Está centrada na problemática educativa organizacional, no contexto de uma estratégia de parcerias promovida pelo Instituto Politécnico de Santarém (IPS) para criar um projeto de desenvolvimento económico, enquadrado por um consórcio que fundou e do qual é líder: o Projeto da Cultura Avieira a Património Nacional. O objeto de estudo foca-se nas componentes educacional e cultural que emergem daquelas parcerias com diversas organizações aderentes, mas também na análise das mudanças organizacionais que daí advêm. Como objetivo principal é propósito do trabalho avaliar o impacto das variáveis anteriores sobre o desenvolvimento local e regional. Realizámos um estudo de natureza qualitativa e quantitativa e utilizámos uma metodologia de estudo de caso, que nos permitiu abrir uma janela de quaseexperimentação e de investigação, com duas valências, uma cultural e outra de investimento económico, num consórcio regional inserido num enquadramento institucional mais vasto. Consideramo-lo como um estudo holístico...

Desenvolvimento organizacional na Escola Básica do 1º Ciclo: o papel do coordenador de estabelecimento.

Ribeiro, Daniela Alexandra David
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.25%
A presente dissertação é resultado de um processo de investigação direccionado para a clarificação do papel organizacional assumido pela figura dos coordenadores de estabelecimento básicas do 1.º Ciclo. Reúne um retrato fiel ao nível do percurso de sedimentação histórica elementar portuguesa, cuja presença serve duas finalidades complementares: a superação de uma lacuna ainda latente ao nível da exploração bibliográfica do tema e a apropriação de todo um sentido contextual histórico que persiste em enformar as actuais dinâmicas individuais e organizacionais das escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Parte do enquadramento da escola enquanto local privilegiado de micro-políticas e da "necessidade de favorecer decisivamente a dimensão local das politicas educativas e a partilha de responsabilidades" (Decreto-Lei n.º115ª/98). Propõe um tratamento teórico ao nível da problemática da liderança e das metodologias de desenvolvimento organizacional, concentrando-se no contributo da liderança dispersa enquanto motor de dinamismo das organizações escolares tendencialmente configuradas enquanto redes de equipas auto-geridas, unidas sob a égide de um projecto educativo comum. Tal como Jesus (2000)...

DIAGNÓSTICO DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR: SECRETARIA GERAL

Amorim, Amanda Stelzer da Cruz; Nico, Barbara Almeida; Conceição, João Vitor Da Silva; Rodrigues, Jocicleia Bissaro; Sian, Julia Gasparini Aiolfi; Freitas, Rodrigo Randow de
Fonte: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE Publicador: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.2%
O principal foco do Desenvolvimento Organizacional é a mudança da cultura de uma organização, ou seja, a mudança do comportamento das pessoas e como isso afeta a qualidade das relações para melhorar o clima organizacional das empresas (Chiavenato, 2003). Com isso, um modo de traduzir as expectativas dos funcionários quanto seu ambiente organizacional, utiliza-se como referencial o Managerial Grid (Blake & Mouton, 1987), ferramenta que busca mostrar as decisões que os gerentes tomam ao competirem ou cooperarem uns com os outros, cuja análise apresenta duas dimensões: orientação para produção (resultados) e orientação para as pessoas (relacionamento). Além dessa, uma ferramenta bastante utilizada é a matriz Swot, onde tem como finalidade avaliar as ambientes internos e externos, formulando estratégias para otimizar seu desempenho (Chiavenato, 2003). Com isso, o objetivo da presente pesquisa foi realizar um diagnóstico organizacional com o intuito de propor uma mudança organizacional planejada na instituição federal de ensino superior (UFES).

DIAGNÓSTICO DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR: SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS E DIÁLOGO COM A COMUNIDADE

Bessoni, Alana Pereira; Barollo, Bruna Vieira; Barbi, Eric Simões de; Bragatto, Kaique Zamprogno Vieira; Sancheta, Larissa do Nascimento; Dutra, Mariana Gaspar; Freitas, Rodrigo Randow de
Fonte: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE Publicador: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.22%
Numa organização, é difícil atingir o patamar de um bom relacionamento com seus funcionários simultaneamente a uma boa produtividade. O desenvolvimento organizacional trata da mudança de pessoas e da qualidade das relações de trabalho, a fim de melhorar o clima organizacional (Chiavenato, 2003). Assim, o presentetrabalho visa analisar o desenvolvimento organizacional no Centro UniversitárioNorte do Espírito Santo, Universidade Federal do Espírito Santo, a fim de avaliar agestão vigente, ampliar a visão e possibilitar a obtenção de informações sobre aorganização de forma completa.

DIAGNÓSTICO DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR: SUBPREFEITURA

Costa, Igor Trancoso; Silva, Santiago Gomes da; Lima, Alex José Mendes de Araújo; Sá, Nicolas Santos de; Freitas, Rodrigo Randow de
Fonte: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE Publicador: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.27%
O Desenvolvimento Organizacional pode ser definido como um "esforçode longo prazo”, visando o estudo do esquema organizacional de uma empresa ou setor dessa empresa. É de acordo com os dados que são coletados durante a pesquisa e tem como objetivo melhorar a eficiência das pessoas, as relações interpessoais, a definição de trabalho em grupo e a eficácia da organização. Funciona em três etapas basicamente: coletar os dados, fazer o diagnóstico organizacional e agir com um plano de intervenção. Assim, com intuito de observar e apontar mudanças na cultura das organizações, focalizando-as como um todo, existem técnicas de DO, muito utilizadas como agentes eficazes no que diz respeito à coleta dados, diagnostico organizacional e ações de intervenção. Dentre elas destacamos o managerial grid e em complemento a matriz SWOT.A tecnologia de DO tipo Grid repousa sobre três premissas a respeito dasorganizações: os indivíduos e as organizações reduzem dissonâncias entre sua autoimagem e realidade, quando as organizações alcançam "satisfações" abaixo do seu potencial e uma grande quantidade de energia das organizações é devotada a comportamentos disfuncionais.Excellence gap: como a organização é um sistema complexo...

DIAGNÓSTICO DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR: BIBLIOTECA, RU, SUGRAD E SUPGRAD.

Nascimento, André Nogueira do; Oliveira, Lucas Santos Almeida de; Celante, Rainer Venturini; Alcântara, Ricardo Rebouças de; Carneiro, Rodrigo de Souza; Freitas, Rodrigo Randow de
Fonte: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE Publicador: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.3%
O Desenvolvimento Organizacional (DO) surgiu com o objetivo deotimizar o ambiente e a qualidade das relações de trabalho. Ele tem o enfoque principal na mudança da cultura organizacional, focalizando-a como um todo. Corroborando, Motta (1972), um dos autores que tratam dessa temática define o desenvolvimento organizacional como uma estratégia educacional orientada para apresentar uma mudança organizacional planejada, visando responder a demandas que são exigidas à organização, enfatizando o comportamento baseado na experiência. Mudanças que são conduzidas por agentes externos em conjunto com os internos, ou seja, é uma estratégia na qual se visa apresentar mudanças planejadas, conduzidas por agentes internos e externos trabalhando conjuntamente, de acordo com as demandas exigidas, enfatizando a experiência.Com o exposto, existem técnicas de DO, utilizadas como agentes eficazes no que diz respeito à coleta dados, diagnóstico organizacional e ações de intervenção. Dentre elas estão o managerial grid e a matriz SWOT.Assim o objetivo principal do presente estudo foi realizar uma análise sobre o desenvolvimento organizacional, com isso ampliando a visão e obtendo informações sobre a organização de forma completa.

DIAGNÓSTICO DE DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONAL EM UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA FEDERAL DE ENSINO SUPERIOR: CASAS E FAZENDA EXPERIMENTAL

Sobrinho, Edmir Vieira Lima; Paula, Johnatan Correia Mantay de; Filho, Marcos Antonio Zani; Monteiro, Pedro Garcia; Lachini, Victor Vantil; Freitas, Rodrigo Randow de
Fonte: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE Publicador: Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
O Desenvolvimento Organizacional (DO) surgiu objetivando mudarpessoas, natureza e qualidade das relações de trabalho. Tem enfoque na mudança cultural da organização. Por exemplo, Motta (1972) define o DO como uma estratégia educacional voltada para uma mudança organizacional planejada, visando responder demandas exigidas, enfatizando o comportamento baseado na experiência. Mudanças essas conduzidas por agentes externos e internos conjuntamente.Com o exposto, existem variadas técnicas de DO, utilizadas como agentes eficazes quanto à coleta dados e ações de intervenção. Dentre elas podemos citar o managerial grid e a matriz SWOT. O primeiro, é um modelo de DO que consiste em um questionário que avalia a gestão, com enfoque na produção, nos resultados atingidos pelos esforços e nos colaboradores. Já a segunda, contribui para elaboração de estratégias mais eficazes, por meio da análise do ambiente interno e externo.Portanto, o objetivo desse estudo é realizar uma análise sobre o DO, assim, ampliando a visão e obtendo informações sobre a organização essencialmente.