Página 1 dos resultados de 413 itens digitais encontrados em 0.056 segundos

Identificação e expressão de genes da biossíntese do jasmonato na interação entre Theobroma cacao e Moniliophthora perniciosa; Identification and expression of genes associated with jasmonate biosynthesis in the Theobroma cacao and Moniliophthora perniciosa interaction

Litholdo Junior, Celso Gaspar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
A doença vassoura-de-bruxa do cacaueiro (Theobroma cacao L.), causada pelo basidiomiceto Moniliophthora perniciosa consiste numa importante enfermidade e apenas o uso de variedades resistentes representa uma solução econômica e ambientalmente viável. Os hormônios vegetais são imprescindíveis na rede de sinalização envolvida na resposta contra uma grande variedade de estresses bióticos e abióticos, sendo bem reconhecido o papel crucial do ácido salicílico (AS), etileno (ET) e os jasmonatos (JA) na interação planta-patógeno. O mecanismo de resistência observado em T. cacao contra o fungo hemibiotrófico M. perniciosa parece não envolver resposta de hipersensibilidade mediada pela sinalização por AS, e caracteriza-se pela menor incidência de sintomas e atenuação do crescimento micelial no material resistente. A resposta regulada por JA e/ou ET é determinada pela contenção e redução da colonização de tecidos infectados pelo patógeno, com atenuação dos sintomas manifestados, e está associada com a indução e produção de inibidores de protease, enzimas líticas da parede de fungos e enzimas do metabolismo secundário e cujo os genes demonstraram indução diferencial em amostras inoculadas com M. perniciosa. Recentemente...

Caracterização dos componentes extracelulares produzidos em cultura de célula de Rubus fruticosus (amora-preta) durante resposta de hipersensibilidade; Characterization of the extracellular compounds released from Rubus fruticosus (blackberry) cell during a hypersensitive response.

Mello, Roberta de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.02%
A interacao planta-patogeno desencadeia uma serie de sinais que ainda nao estao completamente elucidados. Uma das respostas e a reacao de hipersensibilidade (RH), onde ocorre a morte celular programada no sitio da infeccao, impedindo a proliferacao do patogeno. Acredita que a morte celular e provocada pelo aumento do ERO, principalmente peroxido de hidrogenio (H2O2) e com o acumulo de acido salicilico (AS) que inibe a catalase, enzima responsavel pela transformacao de H2O2 em H2O e O2. Alem disso, ocorre o aumento da sintese e liberacao dos compostos fenolicos e alteracao da parede celular dos vegetais, com o aumento das atividades de diversas enzimas, capazes de degradar a parede celular da planta e do microrganismo invasor, liberando fragmentos que podem atuar como moleculas sinalizadoras, tornando as plantas mais resistentes. Nesse trabalho as celulas de Rubus fruticosus (amora-preta) foram tratadas, separadamente, com tres diferentes moleculas elicitoras, ou seja, moleculas capazes de ativar o mecanismo de defesa das plantas, o acido salicilico (AS), o metil jasmonato (MeJA) e ramnoglucuronogalactana (F-I), na concentracao de 1 Êmol/L durante 1h, para o estudo dos componentes extracelulares liberados e das modificacoes dos monossacarideos da parede celular durante resposta de hipersensibilidade. A concentracao de proteinas totais extracelulares foi aumentada com os indutores F-I e MeJA. A atividade enzimatica de -D-xilosidase nao se alterou na presenca de F-I...

Identificação de genes de maracujá azedo diferencialmente expressos durante a interação com Xanthomonas axonopodis; Identification of differentially expressed genes during the yellow passion fruit- Xanthomonas axonopodis interaction

Munhoz, Carla de Freitas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76%
O Brasil é o maior produtor mundial de maracujá azedo (Passiflora edulis f. flavicarpa) sendo esta a espécie de maior expressão comercial dentre as passifloras cultivadas. A bacteriose do maracujazeiro, causada por Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae (Xap), é uma das doenças mais severas da cultura, acarretando grandes prejuízos aos produtores. Atualmente, é incipiente o conhecimento sobre a interação maracujá azedo-Xap. Diante disso, a identificação e a caracterização dos genes envolvidos no processo de defesa são passos importantes para dar suporte ao desenvolvimento de variedades resistentes. Assim, o objetivo deste trabalho foi identificar e caracterizar genes de maracujá azedo diferencialmente expressos durante a resposta de defesa à Xap, bem como mensurar a sua expressão. Para isso, foram construídas duas bibliotecas subtrativas de cDNA (forward e reverse) usando o método SSH a partir de transcritos de folhas, que foram inoculadas com o patógeno ou solução salina (controle). Após o sequenciamento dos clones, o processamento e a montagem das sequências, as unisequências foram anotadas através da Plataforma PLAZA e do programa computacional Blast2GO. Genes envolvidos em diversos processos biológicos foram selecionados para a validação das bibliotecas por PCR quantitativo. Usando a Plataforma PLAZA...

Estudo dos perfis transcricionais em resposta ao estresse biótico e abiótico em cana-de-açúcar; Transcriptional profiles studies in response to biotic and abiotc stress in sugarcane

Mingossi, Fabiana Bombonato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
A cana-de-açúcar é uma gramínea C4 de alta biomassa que acumula grandes quantidades de sacarose e é utilizada para produção de etanol, um combustível de baixa emissão de carbono. Restrições bióticas e abióticas afetam significativamente a produtividade das culturas, pois elas podem prejudicar severamente o crescimento e desempenho da planta. Compreender as bases moleculares para essa perda de produtividade ajudará na investigação das estratégias de mitigação. Para estudar estes dois tipos de estresses, plantas jovens de cana-de-açúcar foram submetidas à herbivoria e à privação de água. Uma investigação foi realizada para estudar as mudanças transcricionais em cana-de-açúcar sujeita ao ataque da Diatraea saccharalis, usando macroarranjo para monitorar a seleção de transcritos, contendo sequências de ESTs de serina proteases e inibidores de serina proteases de cana-de-açúcar do banco de dados SUCEST. Análises do macroarranjo revelaram sequências diferencialmente expressas em resposta à herbivoria. PCR em tempo real confirmou que 10 ESTs homólogos à inibidores de protease (4 homólogos aos inibidores do tipo Bowman-Birk de arroz e milho (BBI), 5 homólogos à inibidores de proteinase de milho (MPI) e 1 homólogo ao inibidor de subtilisina) e 3 ESTs homólogos à serina proteases das famílias S1...

Análise da expressão gênica de Arabidopsis thaliana em resposta ao Citrus leprosis virus C e ao seu vetor Brevipalpus phoenicis; Gene expression analysis of Arabidopsis thaliana in response to Citrus leprosis virus C and its vector Brevipalpus phoenicis

Arena, Gabriella Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.09%
A leprose dos citros, principal doença viral que afeta a citricultura no Brasil, é causada pelo Citrus leprosis virus C (CiLV-C, gênero Cilevirus). CiLV-C possui um genoma bipartido de RNA de fita simples, polaridade positiva, que codifica para seis proteínas. O vírus é transmitido de planta a planta por ácaros Brevipalpus phoenicis e pode infectar mais de 40 espécies vegetais, produzindo lesões localizadas cloróticas ou necróticas ao redor do sítio de inoculação pelo ácaro. Invariavelmente, o patógeno não realiza movimento sistêmico em nenhuma de suas hospedeiras conhecidas. Para se revelar os mecanismos moleculares que determinam a atípica interação vírus/ácaro/planta, as atividades das principais vias de defesa foram avaliadas durante a infestação de A. thaliana com ácaros avirulíferos e virulíferos para o CiLV-C. A expressão de 19 genes marcadores associados às respostas de defesa do hospedeiro foi verificada mediante PCR quantitativo (RT-qPCR) em um experimento de time course (6, 12 e 24 horas após a infestação, e no momento do aparecimento dos sintomas de leprose). As análises demostraram que os genes envolvidos na via do ácido salicílico (SA) foram induzidos durante a interação com o ácaro e com o vírus. O perfil de expressão dos genes desta via durante a infestação com ácaros virulíferos foi similar ao observado com ácaros avirulíferos...

Genes diferencialmente expressos em cana-de-açúcar inoculada com Xanthomonas albilineans, o agente causal da escaldadura da folha

Dabbas, Karina Maia; Ferro, Maria Inês Tiraboschi; Barros, Neli Martins de; Laia, Marcelo Luiz de; Zingaretti, Sonia Marli; Giachetto, Poliana Fernanda; Moraes, Vicente Alberto de; Ferro, Jesus Aparecido
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 328-338
POR
Relevância na Pesquisa
65.91%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); A escaldadura da folha, causada pela bactéria Xanthomonas albilineans colonizadora do xilema, é uma das principais doenças da cana-de-açúcar. A sintomatologia na fase crônica é caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma faixa branca paralela à nervura central da folha, que evolui até queimar totalmente, sendo também observado brotação de gemas laterais no colmo. Neste trabalho, a técnica de macroarranjos de cDNA foi empregada para o estudo da expressão de 3.575 ESTs (espressed sequence tags) em folhas de cana-de-açúcar. Foram utilizadas duas variedades, uma resistente (SP82-1176) e outra suscetível (SP78-4467) a Xanthomonas albilineans as quais foram infectadas mecanicamente por ferimentos. As membranas dos macroarranjos foram confeccionadas a partir de ESTs de bibliotecas de folha e cartucho de cana-de-açúcar provenientes do projeto SUCEST e hibridizadas contra sondas de cDNA de plantas infectadas e controle marcadas com isótopos radioativos. Analisando os resultados dos macroarranjos foi possível verificar um comportamento diferenciado para cada variedade durante o ataque do patógeno. Após realizadas análises estatísticas identificamos na variedade resistente ESTs com expressão induzida relacionadas com biossíntese de isoprenoides...

Seleção e avaliação funcional de fatores potencialmente envolvidos com interações entre plantas e nematóides parasitas

Souza, Djair dos Santos de Lima e
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.11%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, 2008.; A cultura do algodão (Gossypium hirsutum) sofre perdas significativas na sua produção, devido ao ataque de fitonematóides, especialmente o nematóide de galhas M. incognita. Visando estudar os mecanismos envolvidos na resistência, foram construídas bibliotecas de ESTs de raiz de algodão resistente e susceptível a esse nematóide. As variedades de algodão resistente (IAC 96/414) e susceptível (IAC 98/708), cedidas pelo Institituto Agronômico de Campinas em São Paulo, foram desafiadas com o nematóide de galhas com o objetivo de identificar genes expressos diferencialmente nas plantas resistente e susceptível, durante a presença do nematóide. Cada planta foi inoculada com 1.200 J2s de M. incognita, depositados homogêneamente com a pipeta ao redor da base da raiz. As raízes das plantas de cada variedade foram coletadas após 2, 4 e 18 dias após a inoculação. Essas raízes foram acondicionadas imediatamente em nitrogênio líquido e mantidas em freezer a -80 ºC até o momento da extração dos RNAs. Para a construção das bibliotecas, foi determinada a reunião dos RNAs extraídos das plantas coletadas com 2...

Acibenzolar-S-Metil e Ecolife® na indução de respostas de defesa do tomateiro contra a mancha bacteriana (Xanthomonas vesicatoria)

Cavalcanti,Fábio Rossi; Resende,Mário Lúcio V.; Zacaroni,Ana B.; Ribeiro Júnior,Pedro M.; Costa,João de Cássia B.; Souza,Ricardo M. de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
75.81%
Foi investigada a eficácia comparativa da pulverização foliar em tomateiro de acibenzolar-S-metil (ASM) e Ecolife® na proteção contra Xanthomonas vesicatoria, bem como avaliada a ativação de algumas respostas bioquímicas de defesa de planta. Plantas de tomateiro cv. Santa Cruz Kada foram pulverizadas com acibenzolar S-metil (0,2 g l-1 ASM) e uma formulação natural proveniente de biomassa cítrica denominada Ecolife® (5 ml l-1). Quatro dias após as pulverizações, as plantas foram inoculadas com um isolado patogênico de Xanthomonas vesicatoria. Em experimentos de quantificação de doença, a pulverização foliar de Ecolife® e ASM conferiu 39,2% e 47,7% de proteção, respectivamente. A resistência induzida em plantas pulverizadas com ASM e Ecolife® foi evidenciada pelo aumento da atividade de peroxidases (POX) e oxidases de polifenóis (PPO), iniciado logo às primeiras horas após as pulverizações, continuando até 12 dias de avaliação. A despeito da tendência de queda nas atividades de amônia-liases de fenilalanina (PAL) a partir de 3 dias após as pulverizações, plantas tratadas com ASM e Ecolife® tiveram discreto aumento no acúmulo de lignina, principalmente aquelas pulverizadas com Ecolife® e inoculadas com X. vesicatoria. Teores de fenóis solúveis totais decresceram significativamente...

Genes diferencialmente expressos em cana-de-açúcar inoculada com Xanthomonas albilineans, o agente causal da escaldadura da folha

Dabbas,Karina Maia; Ferro,Maria Inês Tiraboschi; Barros,Neli Martins de; Laia,Marcelo Luiz de; Zingaretti,Sonia Marli; Giachetto,Poliana Fernanda; Moraes,Vicente Alberto de; Ferro,Jesus Aparecido
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
A escaldadura da folha, causada pela bactéria Xanthomonas albilineans colonizadora do xilema, é uma das principais doenças da cana-de-açúcar. A sintomatologia na fase crônica é caracterizada principalmente pelo aparecimento de uma faixa branca paralela à nervura central da folha, que evolui até queimar totalmente, sendo também observado brotação de gemas laterais no colmo. Neste trabalho, a técnica de macroarranjos de cDNA foi empregada para o estudo da expressão de 3.575 ESTs (espressed sequence tags) em folhas de cana-de-açúcar. Foram utilizadas duas variedades, uma resistente (SP82-1176) e outra suscetível (SP78-4467) a Xanthomonas albilineans as quais foram infectadas mecanicamente por ferimentos. As membranas dos macroarranjos foram confeccionadas a partir de ESTs de bibliotecas de folha e cartucho de cana-de-açúcar provenientes do projeto SUCEST e hibridizadas contra sondas de cDNA de plantas infectadas e controle marcadas com isótopos radioativos. Analisando os resultados dos macroarranjos foi possível verificar um comportamento diferenciado para cada variedade durante o ataque do patógeno. Após realizadas análises estatísticas identificamos na variedade resistente ESTs com expressão induzida relacionadas com biossíntese de isoprenoides...

Função bioquímica da via daslipoxigenases em plantas de soja submetidas ao ataque de mosca-branca (Bemisia argentifolii)

Silva,Francine Barbosa; Oliveira,Maria Goreti de A.; Brumano,Maria Helena N.; Pires,Christiano Vieira; Almeida,Fabrício Tadeu de; Oliveira,Joel Antônio; Pilon,Anderson Martins; Silva,Carlos Henrique Osório; Moreira,Maurilio Alves
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
85.85%
Neste trabalho, avaliou-se a capacidade da planta de soja de uma cultivar comercial, IAC-100, e de um genótipo IAC-100 TN que apresenta ausência de lipoxigenases nas sementes de responderem ao ataque de mosca-branca (Bemisia argentifolii) pela via das Lipoxigenases. Foi realizada a caracterização cinética do pool de lipoxigenases. Os valores de KMapp decresceram nas plantas atacadas, sugerindo uma alteração no pool de lipoxigenases foliares. Valores similares de KMapp, entre os genótipos, indicam que a remoção de lipoxigenases de sementes não interferiram na expressão de lipoxigenases em folhas. Ocorreu aumento significativo na produção de inibidores de proteases. Com esses resultados, infere-se que a produção de inibidores de proteases está envolvida no mecanismo de defesa de soja ao ataque da mosca-branca.

Conhecimento sobre moscas-das-frutas no Estado de Rondônia.

PEREIRA, J. D. B.; SILVA, R. A. da; RONCHI-TELES, B.; GARCIA, M. V. B.; LEMOS, W. de P.
Fonte: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 273-278. Publicador: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. p. 273-278.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.63%
Diversidade de moscas-das-frutas. Hospedeiros. Parasitoides.; 2011

Variabilidade de características físicas e químicas de frutos de germoplasmas de umbuzeiros (Spondias tuberosa).

MACHADO, C. de F.; FONSECA, N.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.64%
O umbuzeiro (Spondias tuberosa Arruda Camara) é uma árvore endêmica do semi-árido brasileiro (PRADO e GIBBS, 1993). Essa anacardeaceae é adaptada ao clima e solo da região e apresenta a peculiaridade de emitir as inflorescências antes das folhas, no período seco. A emissão das flores ocorre também, normalmente antes das primeiras chuvas. O mecanismo de defesa contra a limitação de água está associado, entre outros fatores, às raízes modificadas ? os xilopódios. Os seus frutos são muito apreciados para o consumo in natura, sendo comercializados nos diversos mercados juntamente com produtos processados como polpa, doces, sucos e picolés. A espécie tem crescente importância socioeconômica para a região; fato confirmado pelo surgimento de várias pequenas agroindústrias de processamento. É explorado extrativamente, não existindo pomares comerciais em produção com plantas enxertadas e selecionadas.; 2010; pdf 1433

Identificação de genes diferencialmente expressos durante a interação incompatível cafeeiro-Hemileia vastatrix.

GALLINA, A. P; ALMEIDA, R. F. de; CAIXETA, E. T.; ZAMBOLIM, E. M.; FREITAS, F. de S.; ZAMBOLIM, L.; SAKIYAMA, N. S.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 6., 2009, Vitória. Inovação científica, competitividade e mudanças climáticas: anais... Vitória: Consórcio Pesquisa Café, 2009. Publicador: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA DOS CAFÉS DO BRASIL, 6., 2009, Vitória. Inovação científica, competitividade e mudanças climáticas: anais... Vitória: Consórcio Pesquisa Café, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: Não paginado.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.81%
O trabalho teve como objetivo identificar genes envolvidos na resistência do cafeeiro contra Hemileia vastatrix, por meio da técnica de Hibridização Subtrativa par Supressão. Para isso, folhas do genótipo Híbrido de Timor CIFC 832/2 foram inoculadas com a raça II do fungo. Esse cafeeiro foi escolhido por ser resistente a todas as raças do patógeno identificadas ate 0 momento. Nos períodos de 12 e 24 horas após a inoculação, os RNAs de folhas inoculadas e não inoculadas foram coletados e os cDNAs sintetizados. A subtração dos cDNAs resultou em quatro bibliotecas contendo 528 clones. Esses clones correspondem a potenciais genes diferencialmente expressos em respostas a infecção do cafeeiro a H. vastatrix. As subtrações foram realizadas em ambas as direções, de forma a possibilitar a identificação de genes induzidos e reprimidos na interação incompatível. A análise da seqüência de 31 clones diferencialmente expressos indicou que muitos destes codificam proteínas envolvidas com a resposta de defesa de hospedeiro a fitopatógenos, como por exemplo, quitinases, proteases serina e endoxyloglucano transferase. A caracterização futura de outros clones das bibliotecas, bem como a comprovação do envolvimento dos genes por outras técnicas de genômica funcional contribuirão para 0 esclarecimento do mecanismo molecular envolvidos na defesa do cafeeiro a H. vastatrix...

Migração de indicadores para avaliação de impactos sócio-econômico-ambientais de pragas com risco de introdução no Brasil.

RODRIGUES, V. G.; HITZSCHKY, K. R. e de J.
Fonte: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 5., 2011, Campinas. Anais... Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2011. 1 CD ROM. Publicador: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 5., 2011, Campinas. Anais... Campinas: Embrapa Monitoramento por Satélite, 2011. 1 CD ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.64%
Resumo: A expressiva troca de germoplasma com outros países, por meio da importação e exportação de produtos agrícolas representa um aumento no risco de introdução desta praga no Brasil, por isso a importância do levantamento de informações acerca das características biológicas e fatores que nos permitam analisar os riscos agronômicos e econômicos da sua introdução no país. O refinamento dessas informações técnico-científicas possibilita a melhor compreensão de seu comportamento ecológico, no que diz respeito à reprodução, dispersão, interação com as plantas alvo e afins. Por fim, este conhecimento permite sua modelagem e a partir da análise desses dados garantir o melhor embasamento para a formulação de políticas públicas mais eficientes para o sistema de defesa fitossanitária governamental, e desta forma evitar prejuízos ao agronegócio nacional. Abstract: The expressive germplasm exchange with other countries, due to import and export of agricultural goods represents a raise in risk of introduction of this pest in Brazil. For that reason, it?s important gathering information about the biological characteristics and factors that allow us to analyze the agronomic risks and economic impacts of its introduction in the country. The refinement of technical and scientific information enables better understanding of their ecological behavior...

Fingerprinting de isolados de Fusarium oxysporum f.sp. passiflorae com uso de marcadores AFLP.

HOHENFELD, C. S.; OLIVEIRA, E. J. de; SILVA, A. dos S.; JESUS, O. N. de; BARBOSA, F. F. L.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA - RECITEC RECÔNCAVO. 1., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO E CULTURA NO RECÔNCAVO DA BAHIA - RECITEC RECÔNCAVO. 1., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 2 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.64%
A fusariose do maracujazeiro, causada pelo fungo Fusarium oxysporum f.sp. passiflorae (FOP) é considerada uma das principais doenças da cultura. O desenvolvimento de variedades resistentes a essa doença constitui-se como uma das medidas de controle mais eficientes.; 2011; Em paralelo aconteceram também os seguintes eventos: V Seminário de Pesquisa do Recôncavo da Bahia; V Seminário Estudantil de Pesquisa da UFRB; V Seminário da Pós-Graduação da UFRB; II Seminário Regional de Pesquisa da EBDA; 5ª Jornada Científica da Embrapa Mandioca e Fruticultura; VIII Seminário Estudantil de Pesquisa e Extensão da FAMAM; Semana de Ciência, Tecnologia e Inovação no Agronegócio; Fórum de Gestores de Iniciação Científica e Tecnológica da Bahia; II Simpósio Baiano de Defesa Agropecuária; I Semana de Educação Tutorial da UFRB.

Controle informatizado do monitoramento de pragas de Eucalyptus spp. por cartão amarelo em hortos florestais.

LAZARIN, D. F.; VIDAL, S. B.; SA, L. A. N. de; PESSOA, M. C. P. Y.
Fonte: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 6., 2012, Jaguariúna. Anais... Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2012. 1 CD ROM. Nº 12404. Publicador: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 6., 2012, Jaguariúna. Anais... Jaguariúna: Embrapa Meio Ambiente, 2012. 1 CD ROM. Nº 12404.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.64%
RESUMO: Este trabalho teve por objetivo apresentar resultados obtidos no âmbito do desenvolvimento do sistema informatizado de monitoramento em campo de pragas de eucalipto por cartões-armadilha adesivos amarelos, mais especificamente do módulo de controle informatizado dos registros de monitoramento de adultos das pragas exóticas de eucalipto, a saber, psilídeo-de-concha Glycaspis brimblecombei, bem como de seu bioagente exótico de controle Psyllaephagus bliteus, e percevejo bronzeado Thaumastocoris peregrinus. Desenvolvido em linguagens HTML, PHP e MySQL, o módulo de controle considerou as informações obtidas em monitoramentos por cartões-armadilha adesivas amarelos utilizados em monitoramentos de hortos florestais de Eucalyptus spp de Minas Gerais e análises laboratoriais decorrentes das contagens de adultos dos insetos coletados em cada cartão amostrado em campo. A recuperação das informações pode ser feita por ponto de monitoramento, por amostragem, por data de instalação do cartão e por data de retirada do cartão. Os registros inseridos no sistema recuperam informações de 23 pontos de monitoramento e de monitoramentos realizados em 2011. O resultado por ponto de monitoramento possibilitou identificar falta de periodicidade na instalação de cartões...

Identificação de seqüências expressas etiquetadas (ESTs) envolvidas na interação de arroz e do fungo causador da brusone (Magnaphorte grisea).

BEVITORI, R.; REIS, M. S.; DIÓGENES, R.; BRONDANI, R. V.; DA SILVA, F. R.; DE PAULA, A. W. M.; GROSSI DE SA, M. F.
Fonte: In: WORKSHOP INTERAÇÃO MOLECULAR PLANTA-PRAGAS, 2., 2007, Brasília, DF. Programa e resumos expandidos. Brasília, DF: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 2007. Publicador: In: WORKSHOP INTERAÇÃO MOLECULAR PLANTA-PRAGAS, 2., 2007, Brasília, DF. Programa e resumos expandidos. Brasília, DF: Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 144-146.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.79%
Considerando que um dos requisitos primordiais para o uso das novas ferramentas biotecnológicas é a identificação de genes, duas bibliotecas subtrativas foram construídas utilizando-se mRNA isolado de folhas de arroz infectadas por M. grisea, com o objetivo de construir um banco de ESTs visando analisar a expressão de genes induzidos ou suprimidos durante a interação patógeno-hospedeiro. Ate o presente momento, 1232 ESTs foram geradas e a análise das mesmas, utilizando métodos computacionais, encontra-se em andamento. Adicionalmente, a fornecer informações do modelo de expressão de genes de defesa do arroz, este estudo disponibilizará genes para estudos de genômica funcional e desta maneira poderá elucidar o mecanismo de resistência da planta a este fungo.; 2007; Coordenação geral: Maria Fátima Grossi de Sá.

Função bioquímica da via daslipoxigenases em plantas de soja submetidas ao ataque de mosca-branca (Bemisia argentifolii)

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
75.85%
Neste trabalho, avaliou-se a capacidade da planta de soja de uma cultivar comercial, IAC-100, e de um genótipo IAC-100 TN que apresenta ausência de lipoxigenases nas sementes de responderem ao ataque de mosca-branca (Bemisia argentifolii) pela via das Lipoxigenases. Foi realizada a caracterização cinética do pool de lipoxigenases. Os valores de KMapp decresceram nas plantas atacadas, sugerindo uma alteração no pool de lipoxigenases foliares. Valores similares de KMapp, entre os genótipos, indicam que a remoção de lipoxigenases de sementes não interferiram na expressão de lipoxigenases em folhas. Ocorreu aumento significativo na produção de inibidores de proteases. Com esses resultados, infere-se que a produção de inibidores de proteases está envolvida no mecanismo de defesa de soja ao ataque da mosca-branca.

Atividades da Produção Integrada de Abacaxi em Floresta do Araguaia e Salvaterra - Pará.

NORONHA, A. C. da S.; MATOS, A. P. de; TAVARES, G. dos S.; NOGUEIRA, M. P. M.; SANTOS, A. C. P.; SILVA, A. T. de A.; KRAMER, V. R.; SANTOS, A. J. da S.; CALDAS, A. D. R.; MOREIRA, J. C. P.
Fonte: In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS, 11.; SEMINÁRIO SOBRE SISTEMA AGROPECUÁRIO DE PRODUÇÃO INTEGRADA, 3., 2009, Petrolina. PI Brasil: [anais...]. Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2009. Publicador: In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO INTEGRADA DE FRUTAS, 11.; SEMINÁRIO SOBRE SISTEMA AGROPECUÁRIO DE PRODUÇÃO INTEGRADA, 3., 2009, Petrolina. PI Brasil: [anais...]. Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.64%
O projeto 'Transferência e Difusão da Produção Integrada de Abacaxi no Estado do Pará' foi implantado nos municípios de Floresta do Araguaia, mesorregião do Sudeste do Pará, microrregião de Conceição do Araguaia, e Salvaterra, mesorregião do Marajó e microrregião do Arari. É coordenado pela Embrapa Amazônia Oriental e executado em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura do Pará (SAGRI), Serviço de Política e Desenvolvimento Agropecuário/Superintendência Federal de Agricultura (SEPDAGPA/ SFA/MAPA), Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (ADEPARÁ), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (EMATER-PA), Prefeitura Municipal de Floresta do Araguaia e iniciativa privada (abacaxicultores). O Estado do Pará ocupava a primeira posição entre os estados produtores de abacaxi do Brasil com uma área plantada de 15.462 ha e a produção de 389.971.000 frutos, entretanto, a previsão de safra 2009 com 10.358 ha (IBGE, 2009a) coloca o Pará na terceira posição. A produção de Salvaterra abastece o mercado de Belém, mas é no sudeste paraense que se concentra a maior produção do Estado (Homma et al., 2002). Floresta o Araguaia, com uma produção em 2007 de 194.000 mil frutos...

Identificação de fontes de resistência à podridão radicular em mandioca causada por Fusarium spp.

VILAS BOAS, S. A.; OLIVEIRA, S. A. S. de; HOHENFELD, C. S.; SANTOS, V. da S.; OLIVEIRA, E. J. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA, 16.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE MANDIOCA, 2015, Foz do Iguaçu. Integração: segurança alimentar e geração de renda: anais. Foz do Iguaçu: SBM, 2015. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MANDIOCA, 16.; CONGRESSO LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE MANDIOCA, 2015, Foz do Iguaçu. Integração: segurança alimentar e geração de renda: anais. Foz do Iguaçu: SBM, 2015. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.64%
O uso de variedades de mandioca resistentes à podridão radicular (PR) é a estratégia mais viável para controle da doença. Assim, este estudo objetivou identificar fontes de resistência à PR causada por Fusarium spp. (Fspp). Inoculações com Fspp foram feitas em 697 acessos em cinco ensaios, para avaliação da severidade da PR na casca (córtex e periderme) e polpa das raízes. Os valores genotípicos foram obtidos com o uso do procedimento BLUP/REML (Melhor predição linear não viciada/máxima verossimilhança restrita). Na análise de modelos mistos, os ensaios foram considerados de efeito fixo e os demais efeitos como aleatórios. Cerca de 10% dos acessos foram considerados resistentes. Discrepâncias na classificação dos acessos resistentes na casca e polpa indicam a existência de diferentes mecanismos de defesa nestas estruturas. A falta de resistência completa e a distribuição contínua da PR sugerem herança quantitativa da resistência.; 2015