Página 1 dos resultados de 41926 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Discurso propedêutico de Kant diante da recepção da Crítica da Razão Pura; Kants propaedeutic discourse in face of the reception of Critique of Pure Reason

Ferreira, André Luís Doneux
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.49%
O objetivo central proposto nesta dissertação é investigar como a recepção da primeira edição da Crítica da razão pura ressoa no corpus dos textos dedicados à preparar o leitor para a compreensão da obra, ou seja, como Kant reconstitui seu discurso propedêutico em relação à Crítica da razão pura a partir dos referenciais oferecidos pelos juízos do público sobre a obra publicada em 1781. O corpus, portanto, está delimitado aos três textos cuja tarefa propedêutica ou seja, a referida preparação prévia do leitor é claramente influenciada pela recepção da Crítica da razão pura. São eles: Prolegômenos a toda metafísica futura que queira apresentar-se como ciência; a Introdução à Crítica da razão pura em sua segunda edição; o Prefácio à segunda edição desta mesma obra. Esta problemática aparentemente técnica é tomada como mote para a realização de uma leitura da posição de Kant frente a acontecimentos marcantes no contexto filosófico e político dos anos seguintes à publicação da primeira edição da Crítica da razão pura marcadamente, a Pantheismusstreit e a mudança no trono prussiano em 1786, a qual, frequentemente, é tomada como causa da suposta recaída no dogmatismo, que seria observada na segunda edição da Crítica da razão pura. Não obstante...

A crítica literária de Friedrich Schlegel; Friedrich Schlegels Literary Criticism

Medeiros, Constantino Luz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.47%
A presente tese investiga e discute o conceito de crítica literária de Friedrich Schlegel, com o intuito de esclarecer como o crítico, filósofo e filólogo alemão contribuiu para a alteração nos estudos de literatura de sua época ao postular a necessidade de aproximação entre a análise estética e histórica do fenômeno literário, antecipando muitos problemas da crítica contemporânea. Ao utilizar os paradigmas da filosofia da história e da estética para o entendimento dos diversos períodos ou épocas da literatura, e ao reconhecer e aplicar a perspectiva histórica como categoria crítica, Schlegel colaborou para o aparecimento de uma nova era da crítica literária. O contato com a herança do Iluminismo, e com os escritos de Johann Gottlieb Fichte, Friedrich Schiller, Immanuel Kant, Johann Gottfried Herder, Johann Joachim Winckelmann e Johann Wolfgang Goethe, entre outros, influenciou o crítico a desenvolver um novo modus de crítica literária, que levaria em consideração a atividade reflexionante e criativa do espírito crítico. A atividade de Schlegel enquanto crítico e historiador da literatura se caracteriza pela busca constante de aperfeiçoamento infinito, ou utilizando uma de suas expressões favoritas como uma ânsia de infinito [Sehnsuch nach dem Unendlichen]...

A fortuna crítica de Vestido de Noiva e Álbum de Família, de Nelson Rodrigues: casamento e/ou divórcio?

Costa, Letícia Tomazella
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 169 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.49%
Pós-graduação em Letras - IBILCE; O dramaturgo Nelson Rodrigues é considerado pela crítica brasileira o introdutor do teatro moderno no Brasil desde a estréia de Vestido de Noiva, em 1943. Se a crítica literária e teatral brasileira realizou a legitimação da glória de Nelson Rodrigues a partir deste ano de 1943, o oposto ocorreu em 1946, quando público e crítica repudiaram a peça Álbum de Família, que permaneceu censurada por, aproximadamente, vinte anos. Esta pesquisa centra-se em estudar a fortuna crítica das duas peças mencionadas, e a escolha de se trabalhar com a recepção destas peças específicas dá-se devido ao contraste de opinião crítica suscitado por elas. Abrangendo a crítica literária e teatral de parte do século XX, nosso estudo focalizará a forma como a recepção de uma obra trabalha com os valores dominantes de um sistema social e artístico, tendo o poder de legitimar um artista como bom ou desconsiderável; Playwright Nelson Rodrigues has been viewed by Brazilian critique as the introducer of modern theatre in Brazil since the premiere of his play Vestido de Noiva (Wedding gown), in 1943. If Brazilian theatrical and literary critics have legitimated the glory of Nelson Rodrigues since the year of 1943...

A recepção da literatura pela crítica brasileira

Miller, Laura Teixeira
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 432 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.47%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão; O presente estudo trata da recepção da obra de André Gide pela crítica brasileira segundo pressupostos teóricos da Estética da Recepção. O corpus da pesquisa é composto de artigos, ensaios e estudos publicados em livros e nos principais jornais e revistas do país a partir da década de 1920. A dissertação compreende duas partes: a primeira, organizada em três capítulos; a segunda reúne cópias destes documentos formando uma "gideana brasileira". O capítulo 1 - A sinfonia do falso pastor - caracteriza o autor e sua obra, apoiado nas opiniões da crítica brasileira, que retoma muitas opiniões consagradas pela crítica francesa. O capítulo 2 - Aspectos da crítica - aponta os primeiros leitores e traduções no Brasil, assim como traça paralelos reveladores: da ambigüidade do autor e do contexto brasileiro, do caráter transitório da crítica, de Gide como parâmetro para outros autores, do mimetismo da crítica brasileira em relação à francesa, da semelhança entre Gide e seus personagens. O capítulo 3 - Moralismo na crítica gideana - reúne textos que têm em comum um acentuado moralismo, seja ao abordar o homossexualismo...

Fúria e Melodia : Clarice Lispector : crítica (d)e tradução

Miroir, Jean-Claude Lucien
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Teoria Literária e Literaturas, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2013.; Este trabalho objetiva estudar o papel de Clarice Lispector como “crítica” da tradução de seu primeiro romance Perto do coração selvagem (1943), traduzido para o francês por Denise- Teresa Moutonnier, em 1954. O conceito de “Projeto de crítica produtiva” desenvolvido por Berman (1995) constitui um sólido arcabouço teórico desta tese para analisar o corpus de erros destacados pela escritora nessa primeira versão francesa. Nessa perspectiva, no primeiro capítulo, a leitura abrangente da crônica “Traduzir procurando não trair” (1968), uma das principais reflexões de Lispector sobre o ofício do tradutor, permitiu definir o perfil da escritora como “teórica” de tradução de textos dramatúrgicos à luz dos Think Aloud Protocols. Sua tradução da novela policial “Os três ratinhos cegos” de Agatha Christie, à qual ela se refere na crônica, ofereceu ao analista um corpus complementar pertinente, examinado por meio de uma “leitura distante” (distant reading), realizada com o apoio de ferramentas informáticas, a fim de definir os efeitos da “condensação” do texto traduzido para a literatura de massa (Reader’s Digest). A crônica revela ainda a interpretação do olhar de Lispector sobre suas próprias obras traduzidas em alemão e em inglês...

Dispositivo crítico : condições de possibilidade da crítica jornalística de teatro em Portugal

Matos, Miguel Pedro Quadrio Ferro de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 05/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.53%
Em Dispositivo crítico: condições de possibilidade da crítica jornalística de teatro em Portugal problematiza-se o lugar da crítica de teatro no interior do polissistema teatral português. Tal programa baseou-se na hipótese de que a crítica jornalística de teatro não encontrou ainda, entre nós, uma inserção adequada nos Estudos de Teatro, sendo vulgarmente sujeita ou à total omissão ou a uma utilização pontual e difusa, que se tem concretizado através de uma estratégia paradoxal de (sub)figuração, v.g., a ela se recorre como exemplo ‘autorizado’, ao mesmo tempo que a sua citação truncada – por conveniência do argumento que deveria ilustrar – não só a descontextualiza do seu continuum cultural e ideológico, como inviabiliza, também, a aferição da relevância sistémica que a mesma assumira à data da publicação. Desta desqualificação da crítica jornalista resultam duas consequências ponderosas: o enfraquecimento do espaço público, afectado pela exclusão de uma das práticas que o vem constituindo desde o século XIX; e a rasura da memória performativa, fonte indispensável para a escrita de uma efectiva, que não apenas literária, história do teatro. Para tornar sustentável a visibilidade da crítica jornalística propõe-se...

Pessoa em situação crítica: das práticas às representações

Fonseca, Ana; Frade, Maria; Marques, Céu; Correia, Isabel; Mendes, João
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
Resumo do trabalho de pesquisa realizado em 2011 e apresentado em Comunicação Oral no dia 2 de Junho de 2011 nas 1ªas Jornadas Internacionais de Enfermagem da Universidade de Évora: a pessoa em situação crítica Pessoa em situação crítica: Das Práticas às Representações Autores: Ana Fonseca; Anjos Frade; Céu Marques; Isabel Correia; João Mendes Introdução: A Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos (2008), define Pessoa Crítica como: “aquele que, por disfunção ou falência profunda de um ou mais órgãos ou sistemas, a sua sobrevivência depende de meios avançados de monitorização e terapêutica”. A Ordem dos Enfermeiros define Pessoa em Situação Crítica por: Pessoa a vivenciar processos complexos de doença critica e/ou falência orgânica (OE, 2009). Objetivos: Conhecer as representações sociais de pessoa em situação crítica, construídas por Enfermeiros e explorar as dimensões estruturais das representações sociais da pessoa em situação crítica, construídas por Enfermeiros. Metodologia: Trata-se de um estudo exploratório, cuja amostra é constituída por 175 Enfermeiros que trabalham em serviços de cuidados intensivos e intermédios. A recolha dos dados foi realizada em Novembro e Dezembro de 2010...

Teoria crítica em relações internacionais

Silva,Marco Antonio de Meneses
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Instituto de Relações Internacionais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.5%
Este artigo tem por objetivo apresentar a tradição da teoria crítica em Relações Internacionais. Entende-se que haja uma lacuna nos debates teóricos com a reduzida atenção dedicada a essa tradição no Brasil. O revigoramento dos debates teóricos contribui para o enfraquecimento das tradições teóricas convencionais. O papel da teoria crítica nessa tendência é primordial. A teoria crítica da Escola de Frankfurt é examinada como precursora filosófica e metateórica da teoria crítica em Relações Internacionais. Em seguida, as bases epistemológicas dos desafios da teoria crítica às teorias convencionais são apresentadas, com ênfase especial dedicada ao trabalho de Robert W. Cox. O pensamento neogramsciano é inspecionado à luz da busca pela transformação social nas relações internacionais. A vertente da teoria crítica internacional é vista como fonte de inspiração para muitos autores que trabalham com a emancipação. Examina-se a produção de Andrew Linklater por representar a busca por transformação das comunidades políticas por meio da expansão de suas fronteiras morais. Em seguida, busca-se uma avaliação crítica dos impactos trazidos pela teoria crítica ao campo de estudos das Relações Internacionais. Conclui-se que a teoria crítica tem méritos na guinada das discussões teóricas em direção a questionamentos ontológicos e epistemológicos...

Hacia una teoría de la crítica teatral

Pérez Jiménez, Manuel
Fonte: Universidad de Buenos Aires Publicador: Universidad de Buenos Aires
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 141229 bytes; application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.51%
El presente trabajo intenta sistematizar un conjunto de reflexiones destinadas a proveer una consideración teórica de la crítica teatral, que, de un lado, inscriba la actividad crítica en el proceso más amplio de la comunicación teatral y, de otro, contribuya al esclarecimiento de la cuestión relativa a la validez de la crítica como instrumento apto para la metodología del estudio y de la didáctica del teatro, propiciando así su posterior aplicación al análisis de las obras teatrales. El desarrollo del mismo procede, en primer lugar, a diferenciar dos niveles críticos, constituidos respectivamente por las denominadas crítica inmediata y crítica de investigación. La actividad crítica es situada en el ámbito científico de la recepción teatral, concepto éste último a cuya síntesis se procede en líneas generales, exponiendo también los que son considerados aspectos constitutivos del mismo. La inserción de la crítica en la instancia de la recepción teatral se contempla, tanto en su génesis (inscripción en un proceso comunicativo de carácter teatral), como en su posterior sistematización (codificación de una reflexión con base empírica). En su parte central, el estudio lleva a cabo una conceptualización de carácter sistemático...

Historia y concepto de la criminología crítica: genealogía de una teoría entre muertes, resurrecciones y transformaciones

Panarello, Giulia
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Dissertação de Mestrado
SPA
Relevância na Pesquisa
36.49%
El objeto de estudio de la Criminología Crítica ha sido desde siempre destinatario de muchas sospechas. A lo largo de su historia, el concepto y el significado Criminología Crítica han sido protagonistas de transformaciones, críticas y desplazamientos tanto teóricos, como geográficos. Recién nacida, la Criminología Crítica entró en crisis y, rápidamente como había aparecido, desapareció del debate criminológico. El presente trabajo se propone analizar críticamente el concepto de Criminología Crítica. La finalidad de la investigación es la de trazar un mapa genealógico de la Criminología Crítica, identificando tanto sus antepasados teóricos, como sus potenciales herederos en el debate criminológico contemporáneo. A través de la observación crítica de su árbol genealógico, se tratará de comprender y analizar por un lado qué es la Criminología Crítica y, por el otro, qué es lo que no ha funcionado, esto es, las razones, tanto evidentes como escondidas, de su crisis y del consecuente abandono del uso del término Criminología Crítica en el debate criminológico contemporáneo.

Ensayo, teoría crítica y dialéctica en T.W. Adorno: Caracterización, “ejemplo” y problemática didáctica.

Alfonso Rodríguez; Docente adscrito al instituto de estudios en educación de la Universidad del Norte y a la facultad de ciencias humanas de la Universidad del Atlántico
Fonte: Fundación Universidad del Norte Publicador: Fundación Universidad del Norte
Tipo: article; publishedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
46.33%
Con el ensayo que sigue me propongo contribuir a la reflexión acerca del tipo de texto que, se dice, es el más utilizado en el mundo: el ensayo; para ello me concentro en lo expresado por el pensador alemán T. W. Adorno. En primera instancia, expongo los rasgos característicos de ese tipo de texto según el autor de la llamada Escuela de Frankfurt; después, describo dos nociones relacionadas en este autor con este tipo de texto: las de teoría crítica y de dialéctica; y, finalmente, esbozo la problemática que esa noción de ensayo puede implicar para la didáctica de su composición. Me centraré en el texto “El ensayo como forma”, así como en “Idea de una historia natural”, “La crítica de la cultura y la sociedad” y Dialéctica negativa. Adorno caracteriza al ensayo como un “genero” cuyos rasgos son la autonomía, la celebración de lo individual y el espíritu crítico; su configuración sería la utilizada en una composición musical. La utilizada en el ensayo “Idea de una historia natural”, al oponerla a la de “El ensayo como forma”, puede ser considerada como una paradoja para la didáctica de su composición. With this essay, it is my purpose to contribute to the reflection on the type of text said to be the most widely used around the world...

LA DIDÁCTICA CRÍTICA: UNA OPCIÓN PEDAGÓGICA PARA LA EDUCACIÓN SUPERIOR

Martha Cecilia Andrade Calderón; Universidad Colegio Mayor de Cundinamarca; Clarena Muñoz Dagua; Universidad Colegio Mayor de Cundinamarca
Fonte: Congreso Internacional: Lectura y Escritura en la Sociedad Global Publicador: Congreso Internacional: Lectura y Escritura en la Sociedad Global
Tipo: Trabajo revisado (Peer-reviewed);
ES
Relevância na Pesquisa
36.5%
Desde el marco de los proyectos sobre lectura y escritura desarrollados en la Universidad Colegio Mayor de Cundinamarca en los última década, nos interesa socializar y destacar algunos de los resultados de corte pedagógico producto de los objetivos primarios de las investigaciones. Frente a las dificultades de nuestros estudiantes en las prácticas de lectura y escritura con fines académicos, planteamos desde nuestros marcos investigativos que la didáctica crítica es un camino pedagógico adecuado, oportuno y pertinente para coadyuvar a fortalecer las habilidades comunicativas de la lectura y la escritura desde las competencias interpretativa, argumentativa y propositiva en los estudiantes universitarios. El reconocimiento de las nuevas formas de leer y escribir de los estudiantes en un contexto multimodal, las exigencias de calidad, los bajos resultados de las pruebas Saber-Pro en cuanto a lectura crítica y producción de texto, obligan al maestro a buscar nuevas didácticas que impulsen al desarrollo del pensamiento crítico tanto para la lectura como para la escritura. Si bien la universidad colombiana en la práctica no ha desarrollado de manera amplia el concepto de didáctica para la educación superior, algunas facultades de educación  han incursionado en forma tímida en las didácticas específicas de algunas disciplinas como las matemáticas...

LA COMPRENSIÓN CRÍTICA DEL ARTICULO DE INVESTIGACIÓN EN ESTUDIANTES UNIVERSITARIOS

Mahly Jahzeel Martinez; Universidad Nacional Experimental Francisco de Miranda
Fonte: Congreso Internacional: Lectura y Escritura en la Sociedad Global Publicador: Congreso Internacional: Lectura y Escritura en la Sociedad Global
Tipo: Trabajo revisado (Peer-reviewed); Investigacion Descriptiva, Diseño de Campo, No Experimental
ES
Relevância na Pesquisa
36.49%
La fuente principal de conocimiento en el ámbito universitario, son los textos escritos relativos al área disciplinar que se estudia. Estos son los denominados textos académicos, definidos por Parodi (2005), García de Díaz (2006), Bravo (2008), Bracho (2009) como un conjunto de textos cuya función comunicativa predominantemente referencial, dirigidos a una audiencia específica y con un propósito comunicativo orientado generalmente a  explicar, exponer o argumentar sobre los postulados de un tema específico, que circulan en contextos situacionales particulares como la academia, la docencia, el ejercicio profesional. La comprensión crítica de artículos de investigación (AI) es una de las tareas más difíciles para los estudiantes universitarios. El objetivo de este estudio descriptivo fue evaluar el nivel de comprensión crítica alcanzado por estudiantes universitarios. Se seleccionó un artículo de investigación para construir un cuestionario de 17 ítems y evaluar el nivel de comprensión crítica de los 26 estudiantes del Programa de Educación, de la U.C Seminario de Grado, de la UNEFM. Los resultados evidenciaron que  el 59% de la muestra se ubicó en un nivel regular de comprensión crítica, ya que no respondió adecuadamente o no sustentó de forma válida  sus argumentos. Las principales dificultades que se observaron  fueron; inferir el punto de vista del autor...

Pensando a crítica por meio da visão do artista contemporâneo

Netto, Simone dos Santos
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.52%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharel no Curso de Artes Visuais da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; Esta pesquisa busca pensar a crítica de arte por meio da visão do artista contemporâneo. Traz como base o questionamento: qual a voz que a crítica de arte tem entre os artistas contemporâneos? São apresentadas opiniões e pensamentos a respeito da crítica na arte contemporanêa, direcionando para a produção em artes visuais. A atuação da crítica no seu surgimento é citada brevemente, a fim de elucidar o início desta pesquisa. É investigado, neste estudo, como o sistema crítica de arte está se comportando nos dias atuais. Está desaparecendo ou não? Como o artista vê a crítica de arte? Qual o seu comportamento perante ela? Foram consultados alguns teóricos renomados no meio artístico, e seus pensamentos sobre arte, arte contemporânea e a crítica de arte. Informações sobre o sistema crítica de arte, como era e o que se pensa nos dias atuais, foram apresentadas a fim de se analisar e refletir sobre sua atuação no meio contemporâneo. Para destaque principal desta pesquisa, seis artistas foram entrevistados: Alan Cichela, Angélica Neumaier, Breno Stern...

Investigación crítica : desafíos y posibilidades

Balasch, Marcel; Fractalitats en Investigació Crítica (FIC); Montenegro Martinez, Marisela
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2005 SPA
Relevância na Pesquisa
46.33%
La emergencia de las ciencias sociales está ligada a la constitución de una red de tecnologías, conocimientos, prácticas y discursos para regular y gobernar la sociedad; desarrollando formas de control en el que las ciencias sociales juegan un papel central. La actual sociedad del conocimiento gestiona la producción de conocimiento científico que maximiza las aportaciones coherentes con el pensamiento hegemónico y dificulta el desarrollo de perspectivas críticas (Slaughter y Leslie, 1997, 2001). Las ciencias sociales se encuentran en la paradoja de cuestionar los fundamentos de aquello en que, de un modo u otro, participan constitutivamente. El desarrollo de la sociedad post-fordista y nuestra localización en la barriga del monstruo (Haraway, 1991) plantea la necesidad de una reflexión sobre el contexto, las posibilidades y las formas de un trabajo crítico en el presente marco institucional. Exploramos principios metodológicos y formas de investigación a considerar en el planteamiento de una “investigación crítica”, a la vez que nos preguntamos por las posibilidades mismas del trabajo académico de carácter crítico.; The emergence of the social sciences has provided a network of technologies, knowledges, practices and discourses to regulate and govern society. The social sciences may play a central role in developing forms of social control. Modern 'knowledge societies' manage the production of scientific knowledge in a way that privileges the kind of thinking that is consistent with current hegemonic thought...

O QUE É CRÍTICA. OU: QUAL É A CRÍTICA DA GEOGRAFIA CRÍTICA?; O QUE É CRÍTICA. OU: QUAL É A CRÍTICA DA GEOGRAFIA CRÍTICA?

Vesentini, José William
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
Este texto procura problematizar o que é crítica. Para isso realiza um breve histórico do vocábulo desde a Grécia antiga, onde surgiu, até Kant, pensador que redefiniu essa atitude. De fato, a partir de Kant – inclusive em autores como Hegel, Marx, Adorno, Habermas e outros – crítica passou a ser vista como superação com subsunção e como engajamento num projeto de autonomia. Além disso, este ensaio procura verificar como o termo crítica tem sido entendido na geografia crítica, mostrando que esta é uma questão e um importante debate em andamento nos dias de hoje.; This text has tried to understand critical as an intellectual issue. Thereby, a brief history of the word is produced: since the Ancient Greece, where the word was created, until Kant, thinker who redefined this expression and attitude. Indeed, from Kant – include authors like Hegel, Marx, Adorno, Habermas and others – critical means an overcome with subsume and at the same time a commitment in an autonomy project. Moreover, this essay has tried to verify how the word critical has been understood in the critical geography, showing that this is an important question and argument that has gone on nowadays.

Desafios Contemporâneos da Teoria Crítica: As novas (bio)tecnologias e o remodelamento da base material da sociedade

Rotondaro, Tatiana Gomes; Universidade Federal Fluminense-UFF GSO-Dep. de Sociologia e PPGS-Programa de Pós-graduação em Sociologia Professora Adjunta
Fonte: Revista Convergência Crítica Publicador: Revista Convergência Crítica
Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1969 PT
Relevância na Pesquisa
46.27%
Somos diariamente submetidos à informações, veiculadas pela mídia e por periódicos especializados, que reforçam a ideia de que os nossos genes são responsáveis pelas nossas ações e comportamentos. Mas se a compreensão dos condicionantes da ação humana é um dos principais problemas sociológicos, torna-se pertinente indagarmos por que essa tese determinista possui tanto apelo na opinião pública.  U melhor dizendo, por que as ciências sociais, ao menos aparentemente, têm publicamente perdido a sua autoridade acadêmica para explicar os condicionantes da ação humana para biólogos e psicólogos evolucionistas, que se apoiam em explicações genéticas altamente deterministas? Trabalhando nos marcos da Teoria Crítica, e olhando para essa questão a partir das (bio)tecnologias, argumentarei que essas novas tecnologias são atores privilegiados de uma transformação orgânico-material histórica, e que parte da fragilidade sociológica em lidar com esta especificidade se deve ao próprio desdobramento epistemológico apresentado pela disciplina nas últimas décadas.

A Contribuição do Observatório da Imprensa como Instrumento de Crítica da Mídia no Brasil

Rocha Neto, Manoel Pereira; Barreto, Laís Karla da Silva; de Carvalho, Isabel Cristine Machado; Morais, Gabriel Rodrigues
Fonte: Revista Observatório Publicador: Revista Observatório
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 26/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.5%
O presente artigo visa analisar a contribuição do Observatório da Imprensa, um dos principais instrumentos de Crítica da Mídia no Brasil. Observatório foi originalmente desenvolvido pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (LabJor) da Universidade de Campinas (Unicamp/SP), fundado, em 1996, e organizado como uma entidade civil, não-governamental, não-corporativa e não-partidária. Para a realização desta pesquisa desenvolvemos uma pesquisa exploratória por meio de uma revisão da literatura sobre a crítica da mídia e a trajetória do Observatório, observando também o conteúdo do site. Podemos concluir que o Observatório é um fórum permanente, no qual os usuários da mídia - leitores, ouvintes, telespectadores e internautas- podem manifestar suas opiniões sobre a atuação da mídia no Brasil.PALAVRAS-CHAVE: Crítica da Mídia, Imprensa, Jornalismo. ABSTRACTThis article aims to analyze the contribution of the Press Centre, one of the main tools of media criticism in Brazil. Observatory was originally developed by the Laboratory for Advanced Journalism Studies (Labjor), University of Campinas (UNICAMP / SP),. founded in 1996 and organized as a civil non-governmental non-corporate entity, and non-partisan. For this research we developed an exploratory research through a literature review on the media criticism and the history of the Observatory...

Correlação entre a força crítica e a velocidade crítica e suas respectivas frequências de braçada na natação; Correlation between critical force and critical velocity and their respective stroke rates

Buoro Perandini, Luiz Augusto; Grupo de Estudo das Adaptações Fisiológicas ao Treinamento – GEAFIT – Uni; Okuno, Nilo Massaru; Grupo de Estudo das Adaptações Fisiológicas ao Treinamento – GEAFIT – Uni; Kokubun, Eduardo; Laboratório de Biodi
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; Avaliado por Pares; Descritiva Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 19/12/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.5%
O modelo da potência crítica tem sido utilizado para estimar a capacidade anaeróbia e aeróbia na natação. Há estudos demonstrando que a velocidade de nado livre, força no nado atado e freqüência de braçadas aderem ao modelo da potência crítica. Entretanto, a relação entre essas estimativas no nado livre e atado necessita ser elucidada. Assim, o objetivo do estudo foi avaliar a relação entre a força crítica (FCRIT) no nado atado e a velocidade crítica (VCRIT) em nado livre e as respectivas freqüências críticas de braçada (FBrCRIT). Onze nadadores de ambos os sexos (16,6 ± 1,3 anos, 60 ± 10 kg, 172 ± 8 cm) foram submetidos à natação atada até a exaustão e esforços máximos livres em 200 e 400 m. Foram estimados: 1) FCRIT e CIAnaer através três equações do modelo de potência crítica (hiperbólica força-tempo F-t, linear força-1/tempo F-1/t, linear impulso-tempo I-t); 2) VCRIT e CNAnaer na natação livre através da relação distância-tempo (d – t) e; 3) FBrCRIT e CBrAnaer nos dois testes (atado e livre). No nado atado houve elevado grau de ajuste dos dados ao modelo da potência crítica: FCRIT (R2 de 0,98, 0,97 e 0,99) e FBrCRIT-ATADO (R2 de 0,96, 0,90 e 0,99). Houve correlação signifi cativa entre a VCRIT e FCRIT (r = 0...

Paleo, neo y pos crítica: Análisis de tres momentos de la crítica televisiva

Heram,Yamila
Fonte: La trama de la comunicación Publicador: La trama de la comunicación
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 ES
Relevância na Pesquisa
36.49%
Este trabajo tiene por objetivo reflexionar a partir del diagnóstico teórico sobre el fin de la televisión (Carlón: 2009; Verón: 2009; Pérez Silva: 2000; Piscitelli: 1998) cuál es el devenir de la crítica televisiva; algunos de los interrogantes que guían este escrito son: ¿qué sucede con la crítica televisiva?, ¿en qué ha mutado el discurso crítico? Para ello reponemos la tesis sobre el fin de la televisión y trabajamos sobre tres estadíos de la crítica que denominamos paleo crítica, neo crítica y pos crítica.