Página 1 dos resultados de 9 itens digitais encontrados em 0.043 segundos

Produtividade da soja sob influência de ocorrência natural de Septoria glycines Hemmi e Cercospora kikuchii (Matsu. & Tomoyasu) Gardner com e sem controle químico. ; Soybean yield under the effect of natural occurence of septoria glycines hemmi and cercospora kikuchii (matsu. & tomoyasu) gardner diseases with and without chemical control.

Martins, Mônica Cagnin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
86.5%
A ocorrência das doenças de final de ciclo causadas pelos fungos Septoria glycines e Cercospora kikuchii é facilmente observada no campo. Entretanto, são necessárias informações precisas sobre a quantificação de danos e perdas na produtividade, bem como, a definição da melhor época para aplicação de fungicidas. A falta de um método padrão de quantificação visual pode levar a estimativas imprecisas da severidade das mesmas, induzindo a conclusões erradas. Com os objetivos de elaborar e validar uma escala diagramática para a quantificação das doenças de final de ciclo da soja, avaliar o efeito dessas doenças sobre a produtividade, identificar o melhor estádio fenológico da cultura para o controle dessas doenças, verificar a relação entre a severidade dessas doenças e a produtividade e avaliar os efeitos das mesmas sobre a duração e absorção da área foliar sadia das plantas de soja, foram instalados experimentos na Fazenda Areão (ESALQ/USP), localizada em Piracicaba - SP. Utilizou-se o cultivar de soja MG/BR - 46 (Conquista), considerado suscetível a essas doenças, adotando-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, no esquema fatorial 2 x 3 (dois fungicidas: benomyl e tebuconazole e três momentos fenológicos de pulverização: R4...

Aerobiologia de conídios e manejo das cercosporioses da soja (Glycine max); Conidia aerobiology and cercosporiosis management of soybean (Glycine max)

Kudo, Angela Sathiko
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Fitopatologia, 2009.; O crestamento foliar de cercospora (Cercospora kikuchii) e a mancha olho-de-rã (C. sojina) são duas importantes doenças da soja. Devido à alta variabilidade apresentada pelos dois patógenos, a busca constante por novas fontes de resistência por métodos de controle eficientes se faz necessária. Assim, este trabalho, subdividido em cinco capítulos, teve como objetivos gerais: (a) a avaliação da reação de genótipos de soja às duas doenças; (b) o efeito de aplicações de fungicidas no controle destas; e (c) o monitoramento da quantidade aérea de conídios de C. kikuchii presentes no ar. Os capítulos 1 e 2 tiveram como objetivos específicos a reação de genótipos de soja convencional e transgênica (Roundup Ready) ao crestamento foliar e à mancha olho-de-rã, respectivamente, e o efeito da aplicação de fungicidas sobre as duas doenças em campo. Para isso foram realizados sete experimentos nas safras de 2005/06, 2006/07 e 2007/08, e foram avaliados 116 genótipos quanto a reação às doenças. Nos capítulos 3 e 4 os trabalhos tiveram como objetivos específicos a avaliação de concentrações de inóculo...

Reação de genótipos de soja ao crestamento foliar de cercospora; Reaction of soybean genotypes to cercospora leaf blight

Kudo, Angela Sathiko; Blum, Luiz Eduardo Bassay
Fonte: Instituto Agronômico Publicador: Instituto Agronômico
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.8%
Foram realizados dois experimentos em um delineamento em blocos ao acaso com três repetições, em Cristalina (GO), na sa¬fra de 2005/2006, para avaliar a reação de genótipos de soja convencional e transgênica (RR) ao crestamento foliar causado por Cercospora kikuchii. No experimento 1, foram avaliados 86 genótipos de soja convencional e no experimento 2, 30 genó¬tipos de soja convencional e transgênica quanto à reação ao crestamento foliar. Como padrões de genótipos convencionais foram usados Emgopa 313 e Msoy 8001 e como genótipos transgênicos Msoy 8585 RR e Msoy 8787 RR. Os genótipos com menor incidência (<1%) da doença no experimento 1 foram: GT04-7229, GT04-8987, GT04-8902, GT04-7991, GT04-8218, GT04-9501, GT04-7020, GT04-7505 e GT04-7439. No experimento 2, os menos afetados foram: GT04-7437 RR, GT04-9192 RR, GT04-8091 RR, GT04-8203, GT04-9265 RR e GT04-9085 RR. Não houve diferença na intensidade de doença entre genótipos transgênicos e convencionais. A intensidade do crestamento nos experimentos foi baixa (área foliar lesionada de 0 a 1,5% e incidência de 0 a 20%). _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study evaluated the reaction of soybean genotypes (conventional and transgenic) to cercospora leaf blight (Cercospora kikuchii). Two experiments in a completely randomized block design with three replications were carried out (Cristalina GO and Brasília DF...

Aerobiologia de Cercospora kikuchii; Aerobiology of Cercospora kikuchii

Kudo, Angela Sathiko; Blum, Luiz Eduardo Bassay; Lima, Marcello Arrais
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.66%
Neste estudo, foram quantificados os conídios de Cercospora kikuchii [crestamento foliar em soja (Glycine max)]presentes no ar, sua relação com a intensidade da doença e com os fatores ambientais [temperatura, umidade relativa do ar (UR), precipitação e molhamento foliar] no período de novembro a março de 2006/07 e 2007/08 em Brasília, DF. Para tanto, foi instalada uma armadilha volumétrica captaesporos ‘Burkard’ de sete dias em campo experimental com soja. Houve maior captura de conídios no período diurno, com mais de 60% dos esporos coletados entre 8h e 15h. Os dados climáticos variaram de acordo com a safra, mas, de modo geral, em ambos os experimentos, o período de maior captura de esporos ocorreu quando houve redução da precipitação e do molhamento foliar. A UR acima de 80% e temperatura entre 20 e 24ºC foram mais favoráveis para a captura de conídios e a intensidade do crestamento foliar. Nos dois anos de avaliação, a maior quantidade de esporo capturado ocorreu quando a soja se apresentava no estádio R6-R7, assim como a intensidade da doença foi maior após o início do estágio reprodutivo da cultura. Apesar da quantidade de conídio capturado em 2006/07 ter sido maior que em 2007/08, o padrão da flutuação aérea de conídios foi semelhante. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The objective of this study was to evaluate the relation of airborne released conidia of Cercospora kikuchii [cercospora leaf blight of soybean (Glycine max)] with the disease intensity and some environmental factors [temperature...

Reação de genótipos de soja ao crestamento foliar de cercospora

Kudo,Angela Sathiko; Blum,Luiz Eduardo Bassay
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.71%
Foram realizados dois experimentos em um delineamento em blocos ao acaso com três repetições, em Cristalina (GO), na safra de 2005/2006, para avaliar a reação de genótipos de soja convencional e transgênica (RR) ao crestamento foliar causado por Cercospora kikuchii. No experimento 1, foram avaliados 86 genótipos de soja convencional e no experimento 2, 30 genótipos de soja convencional e transgênica quanto à reação ao crestamento foliar. Como padrões de genótipos convencionais foram usados Emgopa 313 e Msoy 8001 e como genótipos transgênicos Msoy 8585 RR e Msoy 8787 RR. Os genótipos com menor incidência (<1%) da doença no experimento 1 foram: GT04-7229, GT04-8987, GT04-8902, GT04-7991, GT04-8218, GT04-9501, GT04-7020, GT04-7505 e GT04-7439. No experimento 2, os menos afetados foram: GT04-7437 RR, GT04-9192 RR, GT04-8091 RR, GT04-8203, GT04-9265 RR e GT04-9085 RR. Não houve diferença na intensidade de doença entre genótipos transgênicos e convencionais. A intensidade do crestamento nos experimentos foi baixa (área foliar lesionada de 0 a 1,5% e incidência de 0 a 20%).

Escala diagramática para a quantificação do complexo de doenças foliares de final de ciclo em soja

Martins,Mônica C.; Guerzoni,Rodrigo A.; Câmara,Gil M. de S.; Mattiazzi,Patrícia; Lourenço,Sílvia A.; Amorim,Lilian
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
86.2%
A ocorrência das doenças foliares de final de ciclo em soja (Glycine max) causadas pelos fungos Septoria glycines e Cercospora kikuchii é facilmente observada no campo. Entretanto, são necessárias informações precisas sobre a quantificação de danos e perdas na produtividade. A falta de um método padrão de quantificação visual para essas doenças pode levar a estimativas imprecisas da severidade das mesmas, induzindo a conclusões erradas. Com o objetivo de elaborar uma escala diagramática para quantificar a severidade dessas doenças, foram coletadas em campo, folhas apresentando diferentes níveis de severidade. A área de cada folha e sua correspondente severidade foram determinadas e, obedecendo-se a "Lei do estímulo de Weber-Fechner", foi elaborada uma escala com os níveis de severidade de doença: 2,4; 15,2; 25,9; 40,5 e 66,6%. A validação foi realizada por nove avaliadores, sem experiência na avaliação das doenças de final de ciclo, os quais estimaram a severidade de 30 folhas de soja com sintomas destas doenças. A precisão das avaliações variou de acordo com o avaliador (0,84

Efeito da severidade de oídio e crestamento foliar de cercospora na produtividade da cultura da soja

Godoy,Cláudia V.; Canteri,Marcelo G.
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
86.61%
Ensaios de campo foram conduzidos na safra 2002/03, com as cultivares de soja (Glycine max) BRS 133 e BR 16, visando quantificar o efeito das doenças foliares na produtividade da cultura. O delineamento experimental foi blocos ao acaso com seis tratamentos (diferentes níveis de doença) e quatro repetições, sendo cada repetição formada por parcelas de 18 m². Diferentes épocas e números de aplicações de fungicida (difenoconazole + propiconazole) foram utilizados para criar um gradiente de doença. Foram realizadas avaliações semanais da severidade de doenças e do índice de área foliar, utilizando o analisador de dossel (Li-Cor®). A produtividade foi quantificada nos 4 m² centrais das parcelas. As doenças predominantes no ensaio foram oídio e crestamento de cercospora. A severidade de doença, nos estádios R6 (vagens com sementes verdes que preenchem totalmente a cavidade), e R7 (início a 50% de amarelecimento de folhas e vagens) apresentou uma correlação negativa significativa com a produtividade, utilizando-se regressão linear. As variáveis integrais área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD), obtida a partir da integração das curvas de progresso das doenças, e duração da área foliar sadia (DAFS)...

Eficiência de fungicidas no controle de mancha alvo (Corynespora cassiicola) e crestamento foliar de Cercospora (Cercospora kikuchii) em soja.

VOLF, M .R.; MEYER, M. C.; NEVES, T.H.; MANTELLI, R.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 48.; CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA PÓS COLHEITA, 2., 2015, São Pedro, SP. Fitopatologia de precisão - fronteiras da ciência: anais. [Brasilia, DF]: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2015. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 48.; CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA PÓS COLHEITA, 2., 2015, São Pedro, SP. Fitopatologia de precisão - fronteiras da ciência: anais. [Brasilia, DF]: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2015.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.54%
Este trabalho reporta um dos ensaios cooperativos de controle de mancha alvo da soja, conduzido na safra 2014/15 em Querência, MT, realizado em cultivar M 8210 IPRO, semeada em 16/11/2014, delineamento experimental de blocos casualizados, quatro repetições e parcelas de 18 m2 . Foram realizados três tratamentos fungicidas em estádio R1, aos 21 e 35 dias após a primeira, com exceção do tratamento T8-mancozebe (1125g i.a. ha-1 ), com aplicação extra aos 10 dias após R1. Os tratamentos fungicidas foram compostos de: T2-carbendazim (500 g i.a. ha-1 ), T3-trifloxistrobina+prothioconazol (60+70 g i.a. ha-1 ),T4- piraclostrobina+epoxiconazol+fluxapyroxad (64,8+40+40 g i.a. ha-1 ), T5-piraclostrobina+ fluxapyroxad (116,5+58,4g i.a. ha-1 ), T6-bixafen+prothioconazol+trifloxistrobina (62,5+87,5+ 75g i.a. ha-1 ), T7-azoxistrobina+benzonvindiflupyr (60+30g i.a. ha-1 ), T8-mancozeb (1125g i.a. ha-1 ), T9-mancozebe (1500 g i.a. ha-1 ), T10-azoxistrobina+ciproconazol (60+24g i.a. ha-1 ) e um tratamento controle T1. As médias de severidade da mancha alvo e do crestamento de Cercospora no tratamento T1 foram de 22,3% e 60,0%, respectivamente. O controle mais efetivo da mancha alvo foi verificado com os tratamentos T4, T5 e T6, apresentando controle de 65% a 73%. O tratamento T6 apresentou controle de 100% do crestamento de Cercospora. As maiores produtividades foram verificadas com T3...

Aerobiologia de Cercospora kikuchii

Kudo,Ângela Sathiko; Blum,Luiz Eduardo Bassay; Lima,Marcello Arrais
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.68%
Neste estudo, foram quantificados os conídios de Cercospora kikuchii [crestamento foliar em soja (Glycine max)] presentes no ar, sua relação com a intensidade da doença e com os fatores ambientais [temperatura, umidade relativa do ar (UR), precipitação e molhamento foliar] no período de novembro a março de 2006/07 e 2007/08 em Brasília, DF. Para tanto, foi instalada uma armadilha volumétrica capta-esporos 'Burkard' de sete dias em campo experimental com soja. Houve maior captura de conídios no período diurno, com mais de 60% dos esporos coletados entre 8h e 15h. Os dados climáticos variaram de acordo com a safra, mas, de modo geral, em ambos os experimentos, o período de maior captura de esporos ocorreu quando houve redução da precipitação e do molhamento foliar. A UR acima de 80% e temperatura entre 20 e 24°C foram mais favoráveis para a captura de conídios e a intensidade do crestamento foliar. Nos dois anos de avaliação, a maior quantidade de esporo capturado ocorreu quando a soja se apresentava no estádio R6-R7, assim como a intensidade da doença foi maior após o início do estágio reprodutivo da cultura. Apesar da quantidade de conídio capturado em 2006/07 ter sido maior que em 2007/08, o padrão da flutuação aérea de conídios foi semelhante.