Página 1 dos resultados de 11054 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Estudo, in vitro, da diferença de unidades de cor (DE) de dentes decíduos e resinas compostas ; In vitro study of the shade unit difference (DE) of primary teeth and composites

Ghersel, Eloisa Lorenzo de Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
Para este estudo foram utilizadas 30 coroas de dentes decíduos e 16 diferentes resinas compostas de diversas marcas comerciais. O objetivo foi comparar, in vitro, com o uso do espectrofotômetro, a diferença de unidades de cor (DE) de dentes decíduos e resinas compostas e, também, selecionar, in vitro, através de análise visual de três examinadores, as resinas compostas cujas cores mais se assemelhavam à cor dos dentes, utilizando as mesmas amostras do item anterior. Os resultados apontaram que apenas as resinas Herculite cor B1, Durafill cor SL e Filtek A110 cor B0,5 apresentaram DE menor ou igual a 3,5, demonstrando o restrito número de opções para uso em odontopediatria. Houve uma grande variação de tonalidades das resinas dentro da mesma designação de cor em diferentes marcas comerciais, o que indica a dificuldade do uso da escala de cor. A análise estatística mostrou haver diferença estatisticamente significante na comparação dos DE entre as diferentes resinas, (P £ 0,05). Na análise visual, os três examinadores consideraram a resina Durafill, cor SL, como a resina que mais se aproximou à cor dos dentes, seguida da Filltek Z250, cor B0,5 para os examinadores 1 e 3, e Filtek A110 cor B0,5 para o examinador 2. Na comparação realizada entre os resultados do espectrofotômetro com os examinadores para indicação da resina mais adequada...

Avaliação da alteração de cor e rugosidade média superficial de resinas acrílicas usadas em base de próteses após imersão em desinfetantes químicos e bebidas; Evaluation of the color alteration and superficial roughness of the denture base acrylic resins after immersion in chemical didinfectants and beverages

Fernandes, Flávio Henrique Carriço Nogueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
Pacientes submetidos a procedimento protéticos estão expostos a microorganismos patogênicos podendo ocorrer desenvolvimento de doenças e infecção cruzada entre pacientes e equipe odontológica.As próteses devem ser desinfetadas com substâncias que não provoquem alterações nas propriedades mecânicas e físicas principalmente em associação com a ingestão de bebidas com teor alcoólico ou baixo pH. O objetivo desse estudo foi avaliar a rugosidade média superficial (Ra) e estabilidade de cor de resinas acrílicas(Lucitone 550, QC-20 e Vipi-Wave), empregadas na confecção de bases para próteses totais, removíveis, overdentures e próteses protocolos sobre implantes após imersão em desinfetantes químicos (hipoclorito de sódio 1% e ácido peracético 2%) por 30 e 60 minutos, e após desinfecção por 30minutos seguida de imersão em bebidas com e sem teor alcóolico (vinho, suco de uva, chá e aguardente). Foram confeccionados 60 corpos-de-prova de cada marca comercial de resina, sendo divididos em 2 grupos, referentes aos desinfetantes químicos. Após os procedimentos de acabamento e polimento dos corpos-de-prova, foram realizadas as mensurações iniciais (t=0) de rugosidade e cor, e a seguir dez corpos-de-prova de cada marca comercial de resina foram imersos em hipoclorito de sódio e dez em ácido peracético...

A cor como fonte luminosa e a inserção do receptor; Color as the luminous source and the insert of the receptor

Henno, Juliana Harrison
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
No campo das Novas Tecnologias da Comunicação (NTC) se destacam determinadas obras que se caracterizam pela manipulação da cor materializada por fontes luminosas que, articulada poeticamente pelo artista, pode potencializar o diálogo entre obra e receptor. Esta dissertação pretende investigar o modo como a cor, proveniente de fonte luminosa, ao ser manipulada pelo artista, por meio de dispositivos tecnológicos das NTC, pode promover em sua obra um ambiente de sinergia e troca de informações com o receptor. Para contribuir com a compreensão do tema de modo eficaz serão abordados não somente os aspectos de ordem fisiológica, física, psíquica e cultural da cor, mas também, os seus aspectos históricos, investigando-se assim um cenário que propiciou o encontro entre a cor e a tecnologia, tornando compreensível a passagem gradual do uso da cor do objeto para a cor, como fonte de luz na arte. Serão abordados também os conceitos de obra aberta e interatividade nas NTC e sua relação com a cor como fonte luminosa. Uma vez clarificados os conceitos de cor, luz e obra aberta, serão realizadas leituras em obras visando identificar as várias formas como a cor proveniente de fonte luminosa pode ser manipulada pelo artista...

Avaliação da influência do processo de confecção e da espessura da cerâmica, do substrato e do cimento na cor final da cerâmica de dissilicato de lítio; Evaluation of the influence of the manufacture process and the thickness of the ceramic, abutment substrate and cement in the final color of the ceramic lithium disilicate

Pires, Laís Alcântara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.87%
O propósito deste trabalho foi avaliar, in-vitro, a alteração de cor da cerâmica de dissilicato de lítio (IPS e.max Ivoclar Vivadent AG), variando-se os seguintes aspectos: processo de confecção (cerâmica monolítica e com a infraestrutura coberta por cerâmica de revestimento), espessura da cerâmica (1,5 e 2,0mm) e substrato (resina e liga metálica), com e sem cimento. Para isso foram confeccionadas 40 pastilhas de cerâmica IPS e.max Press (Ivoclar Vivadent AG), que foram divididas em 2 grupos (n=20): LT (cerâmica de baixa translucidez na cor A2) e HO (cerâmica de alta opacidade). Neste último grupo, as pastilhas foram confeccionadas com 0,5mm de espessura revestidas com cerâmica IPS e.max Ceram na cor A2 (Ivoclar Vivadent AG) com espessuras de 1,0 e 1,5mm. Foram utilizados substratos em resina composta (n=20) e liga metálica (n=20). Para o substrato em resina foi empregada a resina Filtek® Z250 XT, na cor A2 (3M ESPE) e para o substrato em liga metálica foi utilizado a liga de cobre-alumínio (Goldent L.A,). Para a cimentação foi utilizado o cimento de polimerização dual, Variolink II, (Ivoclar Vivadent AG), na cor translúcida. A leitura da cor foi realizada em um espectrofotômetro (Minolta CM2600d), equipado com fonte de luz padrão D65 (luz do dia). A cor determinada no aparelho é expressa em coordenadas CIE L* a* b* e os valores correspondentes foram utilizados para calcular o ΔE. Foram feitas comparações do grupo somente com a cerâmica (controle) versus os grupos cerâmica-substrato sem e com cimento; e dos grupos cerâmica-substrato sem cimento (controle) versus cerâmica-substrato com cimento. Os dados foram submetidos a análise estatística (ANOVA e teste de Tukey...

Avaliação instrumental da correspondência de cor de resinas compostas em função de escala de referência, tonalidade, composição e espessura

Portero, Priscila Paiva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 137 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Odontológicas - FOAR; Este estudo avaliou por meio do espectrofotômetro de reflectância Vita Easyshade® a correspondência de cor entre 3 escalas de referência [Vita Lumin Vacuum (Vita Classical), Vitapan 3D-Master e Chromascop] – Experimento 1, e a correspondência de cor de 2 resinas compostas (4 Seasons® e FiltekTM Supreme XT), nas tonalidades A2E e B2E, em relação a essas 3 escalas de referência por diferirem em sua composição – Experimento 2. Foram confeccionados 5 corpos-de-prova com dimensões de 8 mm de diâmetro e 10 diferentes espessuras (0,2 a 2,0 mm) fotoativados pelo aparelho LED Ultrablue (440 mW/cm2). Em cada amostra foram realizadas 3 mensurações de cor e os valores de diferença de tonalidade (ΔE) obtidos, analisados por regressão quadrática. Os resultados do experimento 1 demonstraram que: houve pouca correspondência de cor entre as tonalidades das 3 escalas avaliadas; no experimento 2, a resina composta nano-aglomerada (FiltekTM Supreme XT) apresentou maior correspondência de cor com as 3 escalas de referência analisadas, quando comparada à resina 4 Seasons®; não houve correspondência de cor entre as resinas compostas avaliadas; as espessuras de resinas compostas que apresentaram maior correspondência de cor com todas as escalas estudadas foram: 1...

Bases de dados de formulações de cor para tintas decorativas

Silva, Fernando Manuel Couto
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
A cor está presente em tudo o que nos rodeia, e é, na generalidade, um fator determinante em diversos acontecimentos e fenómenos, não somente sobre os que respeitam à atividade humana, mas dos seres vivos em geral. Na indústria das tintas é incontestável a importância que a cor apresenta, pois o sucesso dos produtos que dessa indústria resultam, passa, seguramente, pelas características da cor que apresentam. Sendo, portanto, vital para esta indústria o estudo das cores. Neste contexto a empresa CIN revela o interesse no estudo da cor, procedendo à criação de bases de dados de formulação de cor para os seus produtos. Surgindo o presente trabalho como demonstração desse mesmo estudo, contribuindo com os resultados da criação e otimização de bases de dados de formulação de cor, que serão utilizadas como ponto de partida para a afinação da cor. Neste trabalho, descrevem-se algumas das teorias essenciais para a análise às propriedades das cores, bem como o procedimento da criação e otimização das bases de dados que, de forma sucinta, consiste no armazenamento das propriedades óticas das pastas pigmentos utilizadas para a produção de cor nos produtos, através do software adequado, que neste caso se baseia na teoria de Kubelka-Munk...

Avaliação da cor de peras secadas por diferentes métodos.

Carrilha, Fátima; Guiné, Raquel
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.88%
A pêra secada é um fruto com características únicas, sendo a sua cor um parâmetro físico que o consumidor avalia após o primeiro contacto com o alimento. Neste contexto torna-se importante adquirir conhecimentos acerca da cor das peras, a qual que confere ao produto secado uma maior ou menor aceitação. Neste trabalho as variedades de peras a serem estudadas são as peras da variedade portuguesa denominada por S. Bartolomeu, que depois de secada origina a pêra passa de Viseu. Estas peras são secadas por um método tradicional de exposição directa ao sol, o qual no entanto comporta vários inconvenientes relacionados com a fraca produtividade e com a deficiente qualidade do produto final. Nos últimos anos têm sido desenvolvidos trabalhos no sentido de encontrar métodos alternativos à secagem tradicional para secar a pêra de S. Bartolomeu, nomeadamente o uso de uma estufa solar na Escola Superior Agrária de Viseu (ESAV), o uso de um secador solar na Escola Superior de Tecnologia de Viseu (ESTV), e a utilização de um túnel de secagem na Universidade de Coimbra (UC). Atendendo a que a cor é uma característica bastante importante neste produto, é interessante verificar se os diferentes métodos de secagem produzem produtos com características semelhantes ao tradicional...

Cor e conservação: as intervenções cromáticas no Terreiro do Paço

Chagas, Daniela Álvaro
Fonte: Faculdade de Arquitectura de Lisboa Publicador: Faculdade de Arquitectura de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Mestrado em Arquitectura; O Terreiro do Paço constitui uma obra importantíssima para a cidade de Lisboa e para Portugal,tanto por este lugar ter sido um palco privilegiado da História Portuguesa como pelo valor arquitectónicoque o conjunto edificado possui. Sendo um dos elementos mais significativos do Património Português asua salvaguarda é essencial. A cor, por estar presente em tudo e ser fundamental para a percepção darealidade, destaca-se como um elemento muito importante para a Arquitectura na medida em quecontribui para a definição da sua imagem. A presente Dissertação tem como principal objectivo analisar as intervenções cromáticas que oconjunto edificado do Terreiro do Paço possuiu ao longo do tempo, avaliando-se o impacto de cada umadelas face à arquitectura do conjunto e à envolvente. Em função das análises e estudos desenvolvidos,pretende-se então definir uma adequada e fundamentada proposta cromática. O trabalho desenvolvido estrutura-se segundo três capítulos: Cor, Cultura e Arquitectura, Cor e Conservação e Caso de Estudo. No primeiro capítulo aborda-se a Cor como disciplina, estudando-se asrelações existentes entre cor e homem, cultura e lugar, arquitectura e cidade. No segundo, analisa-se a Cor na arquitectura e na cidade enquanto patrimónios...

A cor na formação do designer

Gamito, Margarida Maria Allen
Fonte: Faculdade de Arquitetura de Lisboa Publicador: Faculdade de Arquitetura de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Tese de Mestrado em Cor.; O objectivo desta investigação é o de estabelecer o conhecimento de cor necessário ao exercício do design, devendo ser incluído nos seus programas do ensino. Para atingir esse fim foi realizada uma extensa pesquisa bibliográfica sobre todos os aspectos da cor, assim como um conjunto de técnicas de recolha e análise de dados. Um grupo seleccionado de especialistas da cor deu a sua opinião sobre programas de ensino relacionados com a cor. Fez-se um inquérito, aos estudantes de duas instituições que ministram cursos de design: Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa (FAUTL) e Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing (IADE), para avaliar o seu conhecimento sobre cor. As conclusões da investigação definiram como relevante o conhecimento da temática seguinte para o ensino e prática do design: ▪ Teorias da cor, abordadas como suporte histórico para uma melhor compreensão do fenómeno da cor. ▪ Mecanismo da visão da cor, com o desenvolvimento suficiente para transmitir a noção do modo como o ser humano percebe a cor. ▪ Percepção e Interacção da cor, incluindo luz e pigmento, as suas características e complementaridade, os modos de percepção da cor e a influência do meio ambiente. ▪ Os efeitos psicofisiológicos da cor...

Etiqueta têxtil como contributo para a interpretação da cor pelos deficientes visuais

Sena, Madalena Duarte Craveiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Neste trabalho pretende-se analisar se existe uma preocupação por parte dos invisuais e deficientes visuais em relação à cor em geral e também à cor do vestuário, e se faz sentido criar um objecto têxtil que possibilite uma rápida e fácil forma de identificação das cores do vestuário para esse grupo de indivíduos. A cor é algo indissociável do aparelho visual pois a percepção da cor é realizada apenas pelos órgãos da visão mas isso não significa que os indivíduos com baixa visão ou sem visão não tenham preocupações com a cor e, neste caso particular, com a cor do vestuário. Os indivíduos privados de percepcionar a cor através do órgão da visão habitualmente recorrem a ajudas externas para conseguir conjugar as cores no acto da compra e posteriormente no acto de vestir. Assim, este projecto visa dar um contributo a todos os indivíduos que, com maior ou menor grau de acuidade visual para que possam ser autónomos no acto da compra e no acto de vestir peças e acessórios de vestuário. Para tal, cria-se uma etiqueta em tecido agregada à peça de vestuário, com o nome da cor escrito em Braille a colocar de forma permanente na peça de vestuário num local acessível e que permita de uma forma rápida a identificação da cor. Na mesma etiqueta podem constar um símbolo que fará parte de um conjunto de símbolos criados propositadamente...

A cor e a moda : a função da cor como suporte para o design de moda e personalidade dentro de um público jovem

Pina, Liliana Maria Gonçalves
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Ao longo da evolução do ser humano este sempre se auxiliou da cor para seu benefício nas mais diversas etapas. Explorar a relação cor/moda e cor/personalidade foi, desde o início, um dos principais motivos para a escolha de um tema para esta dissertação. Desde sempre o consumidor, necessitou de se vestir, desde sempre teve vontade de experimentar coisas novas, contrastes e harmonias onde o seu modo de ser e personalidade se poderiam inserir. Mas por vezes, e sendo o ser humano um ser vivo tão complexo, quando se trata da sua própria opinião, surge a necessidade de tentar perceber os porquês desta relação tão intrínseca, não só com a moda, mas também com a cor. Posto isto, esta dissertação teve como principal objectivo um estudo da cor em três fundamentos possíveis: a cor no seu ser e fenómeno, a cor numa abordagem ao consumidor e numa última análise teórica, a cor dentro dos parâmetros do design e da moda, bem como no design de moda. Desta forma procurou explicar-se os principais elementos do órgão visual bem como a percepção, estímulos e sensações que podem ser transmitidas ao ser humano. Foram também exploradas, a harmonia de algumas cores bem como os seus simbolismos e significados não só no mundo da moda...

Cor e emoção : relação entre cores dovestuário e as emoções atribuídas às cores

Inácio, Vânia da Conceição Gaudêncio
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
O homem deste sempre usou as cores nas mais diversas áreas. Perceber a relação entre Cor e Emoção e se o homem atribui emoções às cores usados no vestuário foi o que levou à escolha deste tema para a concretização desta dissertação. Desde sempre a cor na vida do homem tem grande relevância, esta está em tudo o que rodeia o indivíduo fazendo parte da vida dele e do seu quotidiano, do seu vestuário, dos seus objectos e em tantas outras coisas. Assim foi elaborada uma análise teórica onde se procurou explicar como funciona o órgão visual através do qual percepcionamos as cores e como funciona a sua percepção, estímulos e sensações que são transmitidas ao homem. Com não poderia deixar de ser, foram também exploradas as emoções do ser humano e como actuam na vida do mesmo, bem como o seu funcionamento. Contudo houve a preocupação de perceber através da análise de outros estudos como as emoções estão relacionadas às cores no vestuário e de que forma isso afecta o indivíduo se de forma positiva, negativa ou de um modo indiferente, não transmitindo qualquer emoção. Falar dos simbolismos das cores e da linguagem das mesmas foi absolutamente relevante, já que os simbolismos que são dados às cores transportam por vezes cargas positivas ou negativas associadas...

A cor e o espaço

Gonçalves, Maria Luís Brás
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
A cor, encontra-se hoje em dia, pouco presente na arquitectura. Presente como fazendo parte dela, como sendo essencial para o seu entendimento. Mas nem sempre foi assim. A presença da cor nos espaços construídos iniciou-se talvez com a descoberta da própria cor e os seus efeitos perceptivos foram sendo descobertos. Existem hoje, imensos estudos de cor para as mais variadas disciplinas e compuseram-se diferentes teorias da cor, o tema não se encontra, no entanto, esgotado. A cor tem propriedades perceptivas únicas e necessárias ao entendimento do espaço. Aliás, ela é geradora do espaço. Este trabalho pretende mostrar isso mesmo, como a aplicação da cor nos espaços pode alterar a sua percepção, explicá-lo, reforça-lo, defini-lo. A utilização da cor na arquitectura não é apenas coisa do passado, no presente século ela continua a fazer-se presente. Muitos arquitectos, entendendo as suas capacidades tiram partido das mesmas. Para Barragán a cor evidencia, trás a nu o carácter do espaço. Provoca emoção e gera beleza. Já Siza Vieira tira partido do acromatismo das superfícies. A cor é um importante elemento caracterizador do espaço e é importante que seja entendida como tal e não como elemento de revestimento estético e decorativo meramente. A produção arquitectónica tem-se preocupado mais com a composição formal...

Differential modulation of androgen receptor transcriptional activity by the nuclear receptor co-repressor (N-CoR).

Berrevoets, Cor A; Umar, Arzu; Trapman, Jan; Brinkmann, Albert O
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 01/05/2004 EN
Relevância na Pesquisa
36.88%
Antiandrogens are widely used agents in the treatment of prostate cancer, as inhibitors of AR (androgen receptor) action. Although the precise mechanism of antiandrogen action is not yet elucidated, recent studies indicate the involvement of nuclear receptor co-repressors. In the present study, the regulation of AR transcriptional activity by N-CoR (nuclear receptor co-repressor), in the presence of different ligands, has been investigated. Increasing levels of N-CoR differentially affected the transcriptional activity of AR occupied with either agonistic or antagonistic ligands. Small amounts of co-transfected N-CoR repressed CPA (cyproterone acetate)- and mifepristone (RU486)-mediated AR activity, but did not affect agonist (R1881)-induced AR activity. Larger amounts of co-transfected N-CoR repressed AR activity for all ligands, and converted the partial agonists CPA and RU486 into strong AR antagonists. In the presence of the agonist R1881, co-expression of the p160 co-activator TIF2 (transcriptional intermediary factor 2) relieved N-CoR repression up to control levels. However, in the presence of RU486 and CPA, TIF2 did not functionally compete with N-CoR, suggesting that antagonist-bound AR has a preference for N-CoR. The AR mutation T877A (Thr877-->Ala)...

Tratamento de cor em pós-produção televisiva: o caso da produtora de conteúdos SP Televisão

Madeira, Luis Miguel Cantante Gomes
Fonte: Escola Superior de Comunicação Social Publicador: Escola Superior de Comunicação Social
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.91%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Audiovisual e Multimédia.; A presente Dissertação centra-se na temática da cor e aborda a sua importância no decorrer do processo produtivo de ficção para televisão, mais propriamente no processo de finalização de cor do conteúdo. Os princípios da cor e a evolução no seu conhecimento serão abordados desde o passado até à actualidade. O descrever do processo de cor aditivo e subtractivo é o ponto de partida para o conhecimento do fenómeno da cor e das suas diferentes vertentes, utilizando para tal a literatura existente (Holtzschue, 2011), (Pedrosa, 1982, 2003), (Lopes, 2003), e demais estudos sobre as cores em óptica (Falk et al., 1986), passando por obras sobre análise de cor electrónica (Hunt, 1998), e finalizando nos actuais processos digitais de tratamento de imagem (Hurkman, 2011), (Hullfish, 2012). O campo cromático tem diversas abordagens efectuados por autores das mais variadas áreas. A documentação publicada sobre o tema é extensa e normalmente centra-se sobretudo na cor aplicada à pintura e ao design, à área da medicina oftalmológica, especialmente relativa ao daltonismo...

Economia energética por medição de cor em linha do açúcar à saída das centrífugas no processo de refinação da rama de açúcar

Ferraz, Amélia Maria de Andrade
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Instituto Superior de Engenharia do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Mestrado em Engenharia Química; O processo de transformação de rama de açúcar em açúcar branco, além de ter como objetivo tornar o açúcar um produto com qualidade alimentar, pretende também remover os corantes que podem já existir na matéria prima, ou que são formados durante o processo de refinação. A cor do açúcar final obedece a legislação nacional e europeia e é, sem dúvida, um parâmetro de extrema importância para alguns clientes industriais que utilizam o açúcar como ingrediente nos seus produtos. De modo a garantir que todo o açúcar está de acordo com a especificação de cor, é habitual produzi-lo com cor bastante abaixo do limite especificado. Esta prática, além de não ser valorizada pelo cliente, aumenta os custos de produção, quer pelo aumento de consumo de água e vapor, quer pela redução da capacidade global de produção. O procedimento mais comum para controlar a cor do açúcar é recolher periodicamente uma amostra na linha de produção e analisar a cor em laboratório. A amostra representa uma pequena quantidade de todo o açúcar produzido e o resultado da análise só é conhecido muito depois de o açúcar ter sido enviado para outras etapas da refinação ou, eventualmente...

A cor e o espaço

Gonçalves, Maria Luís Brás
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
A cor, encontra-se hoje em dia, pouco presente na arquitectura. Presente como fazendo parte dela, como sendo essencial para o seu entendimento. Mas nem sempre foi assim. A presença da cor nos espaços construídos iniciou-se talvez com a descoberta da própria cor e os seus efeitos perceptivos foram sendo descobertos. Existem hoje, imensos estudos de cor para as mais variadas disciplinas e compuseram-se diferentes teorias da cor, o tema não se encontra, no entanto, esgotado. A cor tem propriedades perceptivas únicas e necessárias ao entendimento do espaço. Aliás, ela é geradora do espaço. Este trabalho pretende mostrar isso mesmo, como a aplicação da cor nos espaços pode alterar a sua percepção, explicá-lo, reforça-lo, defini-lo. A utilização da cor na arquitectura não é apenas coisa do passado, no presente século ela continua a fazer-se presente. Muitos arquitectos, entendendo as suas capacidades tiram partido das mesmas. Para Barragán a cor evidencia, trás a nu o carácter do espaço. Provoca emoção e gera beleza. Já Siza Vieira tira partido do acromatismo das superfícies. A cor é um importante elemento caracterizador do espaço e é importante que seja entendida como tal e não como elemento de revestimento estético e decorativo meramente. A produção arquitectónica tem-se preocupado mais com a composição formal...

A cor e a moda : a função da cor como suporte para o design de moda e personalidade dentro de um público jovem

Pina, Liliana Maria Gonçalves
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Ao longo da evolução do ser humano este sempre se auxiliou da cor para seu benefício nas mais diversas etapas. Explorar a relação cor/moda e cor/personalidade foi, desde o início, um dos principais motivos para a escolha de um tema para esta dissertação. Desde sempre o consumidor, necessitou de se vestir, desde sempre teve vontade de experimentar coisas novas, contrastes e harmonias onde o seu modo de ser e personalidade se poderiam inserir. Mas por vezes, e sendo o ser humano um ser vivo tão complexo, quando se trata da sua própria opinião, surge a necessidade de tentar perceber os porquês desta relação tão intrínseca, não só com a moda, mas também com a cor. Posto isto, esta dissertação teve como principal objectivo um estudo da cor em três fundamentos possíveis: a cor no seu ser e fenómeno, a cor numa abordagem ao consumidor e numa última análise teórica, a cor dentro dos parâmetros do design e da moda, bem como no design de moda. Desta forma procurou explicar-se os principais elementos do órgão visual bem como a percepção, estímulos e sensações que podem ser transmitidas ao ser humano. Foram também exploradas, a harmonia de algumas cores bem como os seus simbolismos e significados não só no mundo da moda...

Cor e emoção : relação entre cores dovestuário e as emoções atribuídas às cores

Inácio, Vânia da Conceição Gaudêncio
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
O homem deste sempre usou as cores nas mais diversas áreas. Perceber a relação entre Cor e Emoção e se o homem atribui emoções às cores usados no vestuário foi o que levou à escolha deste tema para a concretização desta dissertação. Desde sempre a cor na vida do homem tem grande relevância, esta está em tudo o que rodeia o indivíduo fazendo parte da vida dele e do seu quotidiano, do seu vestuário, dos seus objectos e em tantas outras coisas. Assim foi elaborada uma análise teórica onde se procurou explicar como funciona o órgão visual através do qual percepcionamos as cores e como funciona a sua percepção, estímulos e sensações que são transmitidas ao homem. Com não poderia deixar de ser, foram também exploradas as emoções do ser humano e como actuam na vida do mesmo, bem como o seu funcionamento. Contudo houve a preocupação de perceber através da análise de outros estudos como as emoções estão relacionadas às cores no vestuário e de que forma isso afecta o indivíduo se de forma positiva, negativa ou de um modo indiferente, não transmitindo qualquer emoção. Falar dos simbolismos das cores e da linguagem das mesmas foi absolutamente relevante, já que os simbolismos que são dados às cores transportam por vezes cargas positivas ou negativas associadas...

Etiqueta têxtil como contributo para a interpretação da cor pelos deficientes visuais

Sena, Madalena Duarte Craveiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Neste trabalho pretende-se analisar se existe uma preocupação por parte dos invisuais e deficientes visuais em relação à cor em geral e também à cor do vestuário, e se faz sentido criar um objecto têxtil que possibilite uma rápida e fácil forma de identificação das cores do vestuário para esse grupo de indivíduos. A cor é algo indissociável do aparelho visual pois a percepção da cor é realizada apenas pelos órgãos da visão mas isso não significa que os indivíduos com baixa visão ou sem visão não tenham preocupações com a cor e, neste caso particular, com a cor do vestuário. Os indivíduos privados de percepcionar a cor através do órgão da visão habitualmente recorrem a ajudas externas para conseguir conjugar as cores no acto da compra e posteriormente no acto de vestir. Assim, este projecto visa dar um contributo a todos os indivíduos que, com maior ou menor grau de acuidade visual para que possam ser autónomos no acto da compra e no acto de vestir peças e acessórios de vestuário. Para tal, cria-se uma etiqueta em tecido agregada à peça de vestuário, com o nome da cor escrito em Braille a colocar de forma permanente na peça de vestuário num local acessível e que permita de uma forma rápida a identificação da cor. Na mesma etiqueta podem constar um símbolo que fará parte de um conjunto de símbolos criados propositadamente...