Página 1 dos resultados de 13698 itens digitais encontrados em 0.021 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP

Meios de comunicação social no Brasil: promoção do pluralismo, direito concorrencial e regulação; Media in Brazil: promotion of pluralism, competition law and regulation.

Fernandes, André de Godoy
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.18%
O trabalho discute o problema da concentração dos meios de comunicação social no Brasil. A preocupação inicial está voltada para a análise da realidade do setor de mídia brasileiro. Procura-se, por meio de estudo interdisciplinar, identificar os traços essenciais da formação econômica e política da sociedade brasileira, apresentar algumas notas sobre a evolução histórica do processo de concentração de poder no setor de comunicação social e traçar um retrato da concentração da mídia brasileira. Em seguida, pretende-se desenvolver uma reflexão crítica sobre a realidade brasileira. Partindo do enunciado de algumas hipóteses de caráter axiológico-normativo relativas à organização do setor de comunicação social, procura-se avaliar a robustez de tais premissas. Nesse contexto, avalia-se a importância de valores como a difusão do conhecimento para a promoção do desenvolvimento e o pluralismo de idéias e opiniões para o debate na esfera pública e a vitalidade da democracia. Também são estudados os princípios estabelecidos pela Constituição Federal relativos à organização do setor de comunicação social. Esses valores democráticos e princípios constitucionais servem de base para a construção de uma visão crítica das estruturas concentradas de poder existentes no setor de mídia. A última parte do trabalho possui nítido caráter normativo...

A leitura sob o signo da relação - ler como ato de comunicação social; A leitura sob o signo da relação - ler como ato de comunicação social

Lopes, Katiuscia da Cunha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.15%
Esta tese realiza uma anatomia investigativa teórica e laboratorial para problematizar o atual conceito predominante de leitura que está sedimentado em antigos paradigmas fragilizados por demandas sociais contemporâneas, principalmente os de Educação, Comunicação e de Cultura. A pesquisa elenca e convida para a reflexão sobre os elementos associativos à leitura que compõem o imaginário coletivo e que se sobressai nos estudos relacionados à leitura e à literatura. No bojo destas questões contemporâneas está uma inquietude levantada nessa tese a respeito dos paradigmas com que pensamos o processo, habitual ou esporádico, de ler; sobre o que realmente entendemos ser a leitura, quais conceitos, noções e imaginários que envolvem a questão, como estamos lidando com a problemática considerando contexto e demanda atual da sociedade. Sabemos que o ato de ler se transforma historicamente, e que, hoje, entre outros fatores, pelos avanços tecnológicos e opções e alternativas de suportes-canais, essas mudanças ocorrem no cotidiano, porém estas parecem não estar sendo muito bem acompanhadas e compreendidas; o que se lançou a fazer esta pesquisa, por reflexão teórica e experimentos de saraus. Com isso, a proposta é dar uma contribuição para expandir a noção de leitura (com maior plasticidade e mobilidade do que os conceitos dogmáticos)...