Página 1 dos resultados de 402 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

Anatomia do caule e da raiz em Menispermaceae"; Stem and root anatomy in Menispermaceae

Tamaio, Neusa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.18%
Menispermaceae é uma família de distribuição pantropical que compreende diversos hábitos, em sua maioria, trepadeiras herbáceas e lianas, além de ervas, arbustos e árvores e onde se faz presente a variação cambial do tipo câmbios sucessivos. Este trabalho apresenta um estudo anatômico do caule e da raiz com ênfase nas lianas e trepadeiras herbáceas. Estudou-se 10 gêneros, 14 espécies e 31 espécimes. Cinco espécies são trepadeiras herbáceas, uma é herbácea (Cissampelos ovalifolia), uma é arbustiva (Abuta grandifolia), e o restante são lianas. As lianas e o arbusto apresentam em seus caules, a variação cambial do tipo câmbios sucessivos, enquanto as trepadeiras herbáceas e a erva não apresentam essa variação estrutural. Demonstra-se na liana Abuta imene, de maneira inédita para a família, que o periciclo origina o tecido conjuntivo, e esse, por sua vez, os câmbios sucessivos. Na análise comparativa do xilema secundário em diversos anéis sucessivos contidos no mesmo caule, destaca-se que o lenho produzido pelos novos anéis vasculares, normalmente, não difere qualitativamente do anel vascular original, no entanto há diferenças quando aos caracteres quantitativos: os diâmetros dos elementos de vasos sofreram aumento estatisticamente significativo no sentido centro-periferia. A análise do caule entre dois hábitos de Abuta grandifolia (liana X arbusto) mostrou que ambos possuem o mesmo padrão anatômico...

Variação de algumas características de diversas regiões do caule de rami

Castro,Guilherme Augusto de Paiva
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1976 PT
Relevância na Pesquisa
56.27%
Com o propósito de encontrar um método mais fácil de determinar algumas características do caule de rami, como peso de caule verde e seco, peso de fibra seca, teor de fibra sobre peso de caule verde e seco, fineza e comprimento de fibra, foram estudadas seis regiões de igual comprimento do caule da variedade "murakami" (Boehmeria nivea Gaud.). As regiões do caule apresentaram valores diferentes com relação às características estudadas. Algumas delas tiveram médias que podem representar as do caule tomado por inteiro.

Produção do porta-enxerto (Annona squamosa L.) com o uso de reguladores vegetais

Ferreira,Gisela; Erig,Paulo Roberto; Moro,Edemar
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
A redução do período de formação do porta-enxerto para qualquer espécie frutífera é desejável sob o ponto de vista da diminuição dos custos de produção para o viveirista. Desta forma, realizou-se o presente trabalho com o objetivo de estudar o efeito de diferentes concentrações de reguladores vegetais no crescimento e desenvolvimento do porta-enxerto Annona squamosa L.. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com sete tratamentos e cinco repetições de 15 plantas. Os tratamentos foram compostos pela pulverização com diferentes concentrações de reguladores vegetais: - Testemunha (sem pulverização); - GA3 (25, 50, 75 mg.L-1); - GA4+7 + fenilmetil-aminopurina (25, 50, 75 mg.L-1). Foram avaliados os seguintes parâmetros: - comprimento do caule (Cc); - número de folhas (Nf); - diâmetro do caule a 20 cm da base das plantas; - massa seca da parte aérea e da parte radicular. Os resultados de Cc demonstram que a aplicação de reguladores vegetais afetou positivamente o crescimento do porta-enxerto, pois ocorreu resposta quadrática e linear, para os tratamentos com GA3 e GA4+7 + fenilmetil-aminopurina, respectivamente. Quanto ao diâmetro do caule, observou-se somente resposta quadrática com a aplicação de GA3...

Efeito de composto orgânico sobre a produção e características comerciais de alface americana

Yuri,Jony E.; Resende,Geraldo M. de; Rodrigues Júnior,Juarez C.; Mota,José Hortêncio; Souza,Rovilson J. de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.04%
Doses de composto orgânico foram avaliadas na produtividade e qualidade da alface americana em um ensaio em Três Pontas, de 08/07 a 30/08/02. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados com quatro repetições, sendo os tratamentos constituídos por cinco doses de composto orgânico (0,0; 20,0; 40,0; 60,0 e 80,0 t ha-1). A massa fresca total evidenciou um efeito quadrático, na qual a produtividade máxima de 914,2 g planta-1, foi obtida com a dose de 59,4 t ha-1 do composto orgânico. Para massa fresca comercial, a máxima produtividade (634,3 g planta-1), foi obtida com a dose de 56,1 t ha-1. A maior circunferência da cabeça comercial (41,4 cm), foi obtida com a dose de 53,7 t ha-1. A dose de 42,7 t ha-1 proporcionou um comprimento de caule máximo de 3,9 cm. Diante desses resultados, pode-se concluir que o uso de 56,0 t ha-1 de composto orgânico aplicado em pré-plantio, proporciona aumento de rendimento e qualidade comercial da alface americana.

Doses e épocas de aplicação de molibdênio na produção e qualidade de alface americana

Yuri,Jony E.; Resende,Geraldo M. de; Mota,José Hortêncio; Gonçalves,Luciano Donizete; Souza,Rovilson José de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.04%
Foram conduzidos três ensaios de dezembro/2001 a fevereiro/2002, no município de Nazareno (MG), com o objetivo de avaliar a influência de doses e épocas de aplicação de molibdênio sobre a produção e qualidade de alface americana (Lactuca sativa L.). Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco doses de molibdênio (0; 90; 180; 240 e 360 g ha-1) aplicadas em três épocas via foliar (14; 21 e 28 dias após o transplantio) e 4 repetições. A dose de 235 g ha-1 de molibdênio proporcionou a maior produção de massa fresca total. Não se observou diferença significativa entre tratamentos para épocas de aplicação. Houve efeito quadrático entre massa fresca comercial e doses de molibdênio, em função das épocas de aplicação, tendo as doses de 236; 212 e 229 g ha-1 de molibdênio proporcionado as maiores produções comerciais. Verificou-se que a aplicação aos 21 dias após o transplante apresentou as melhores respostas. A dose de 220 g ha-1 de molibdênio promoveu a maior circunferência da cabeça comercial, sendo que as melhores épocas de aplicação foram aos 14 e 21 dias, que não mostraram diferenças significativas entre si. Não se observou efeito significativo dos tratamentos para comprimento do caule.

Variação dimensional das traqueídes ao longo do caule de Podocarpus lambertii Klotzsch ex Endl., Podocarpaceae

Maranho,Leila Teresinha; Galvão,Franklin; Muñiz,Graciela Inez Bolzon de; Kuniyoshi,Yoshiko Saito; Preussler,Karla Heloise
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.04%
O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a variação dimensional das traqueídes ao longo do caule de Podocarpus lambertii Klotzsch ex Endl. Discos de madeira de três indivíduos foram retirados em diferentes alturas ao longo do caule. As amostras para o estudo da variação dimensional das traqueídes foram selecionadas no limite das camadas de crescimento e no sentido câmbio-medula. A avaliação do material, assim como sua mensuração e obtenção de imagens foram realizadas utilizando microscopia fotônica (Olympus - BX-41). Os dados obtidos foram analisados estatisticamente. No sentido radial houve um aumento no comprimento das traqueídes em direção medula-câmbio, sendo significativa a diferença entre as camadas de crescimento pela análise do teste "t-student". Houve uma variação mínima no que se refere ao diâmetro das traqueídes e a análise da espessura da parede celular revelou que não houve variação. São apresentadas figuras e tabelas onde são discutidos os resultados obtidos com trabalhos que fazem à mesma abordagem e os fatores que podem influenciar a variação das traqueídes no sentido radial e ao longo da árvore.

CONTRIBUIÇÃO AO ESTUDO ANATÔMICO DA FOLHA E DO CAULE DO CACAUEIRO (Theobroma cacao L.)

NAKAYAMA,L.H.I; SOARES,M.K.M; APPEZZATO-DA-GLÓRIA,B
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1996 PT
Relevância na Pesquisa
56.17%
O presente estudo teve como objetivo descrever a anatomia da folha e do caule adulto enfatizando a caracterização dos tricomas e das estruturas secretoras do cacaueiro. Foram analisadas amostras de caule e folhas (limbo e pecíolo), correspondente ao 3º nó, além de folhas novas de 5cm de comprimento. A lâmina foliar é hipoestomática, com estômatos do tipo anomocítico. Em ambas as faces do limbo ocorrem quatro tipos de tricomas: sendo dois tectores e dois glandulares. Na epiderme adaxial estão presentes as glândulas secretoras de mucilagem. O mesofilo é dorsiventral; o parênquima paliçádico é formado por duas ou três camadas. O parênquima lacunoso apresenta células coletoras. Ao longo do mesofilo predomina feixes colaterais envolvidos por bainha esclerenquimática que se estende até as epidermes. O padrão de venação é do tipo Camptodroma com ramificações mistas Brochidrodomas e Eucamptodromos. O pecíolo e o caule apresentam a epiderme com os tricomas descritos para o limbo; No parênquima cortical e medular do pecíolo e caule, há células contendo grãos de amido, idioblastos contendo drusas e canais de mucilagem. O sistema vascular ao longo do pecíolo se diferencia quanto a organização. O caule apresenta camadas de clorênquima...

Resposta da alface tipo americana a doses e épocas de aplicação de molibdênio em cultivo de inverno

Resende,Geraldo Milanez de; Yuri,Jony Eishi; Mota,José Hortêncio; Souza,Rovilson José de
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.02%
Foram conduzidos três experimentos no período de maio a julho de 2002, no município de Três Pontas - MG, com o objetivo de avaliar a influência de doses de molibdênio sobre a produtividade da alface tipo americana. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco doses de molibdênio (0, 35,1; 70,2; 105,3 e 140,4 g/ha) e 4 repetições, aplicadas via foliar em três diferentes épocas (14, 21 e 28 dias após o transplantio). Para matéria fresca total, constataram-se efeitos quadráticos nas quais as doses de 83,7; 77,2 e 81,9 g/ha de molibdênio proporcionaram as maiores produtividades aos 14, 21 e 28 dias após o transplantio. A maior produtividade de matéria fresca comercial foi obtida com a aplicação aos 28 dias após o transplantio na dose de 77,5 g/ha de molibdênio. O maior comprimento de caule foi obtido com a dose de 85,6 g/ha de molibdênio. Não se observou efeitos significativos dos tratamentos para circunferência da cabeça comercial.

Adubação foliar com molibdênio em alface tipo americana no Sul de Minas Gerais em cultivo de inverno.

RESENDE, G. M. de; YURI, J. E.; MOTA, J. H.; SOUZA, R. J. de.
Fonte: Horticultura Brasileira, Brasília, DF, v. 25, n. 1, ago. 2007. Publicador: Horticultura Brasileira, Brasília, DF, v. 25, n. 1, ago. 2007.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.04%
Foram conduzidos três ensaios distintos no período de maio a julho de 2002, no município de Três Pontas - MG, com o objetivo de avaliar a influência de doses de molibdênio sobre a produção de alface americana (Lactuca sativa L.). Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco doses de molibdênio (0, 35,1; 70,2; 105,3 e 140,4 g/ha) e 4 repetições, aplicadas em três diferentes épocas via foliar (14, 21 e 28 dias após o transplante). Para massa fresca total, constataram-se efeitos quadráticos nas quais as doses de 83,7; 77,2 e 81,9 g/ha de molibdênio proporcionaram as maiores produções aos 14, 21 e 28 dias após o transplante. Resultados similares foram observados para massa fresca comercial, tendo as doses de 77,0; 82,6 e 77,5 g/ha de molibdênio proporcionado os maiores retornos aos 14, 21 e 28 dias após o transplante, respectivamente. O maior comprimento de caule foi obtido com a dose de 85,6 g/ha de molibdênio. Não se observou efeitos significativos dos tratamentos para circunferência da cabeça comercial.; 2007; Edição dos Anais do 47. Congresso Brasileiro de Olericultura; 4. Simpósio Brasileiro sobre Cucurbitáceas, Porto Seguro, ago. 2007.

Caracterização botânica de genótipos de mandioca (Manihot esculenta) em Ouro Preto do Oeste, RO.

NASCIMENTO, F. S. S. do; SIVIERO, A.; CARVALHO, J. O M.; PEREIRA, A. A. A.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. 1 CD-ROM.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.83%
A caracterização botânica de genótipos de Manihot esculenta Crantz usando descritores de parte aérea e raiz em campo foi realizada em Ouro Preto do Oeste, RO no período de novembro/2010 a novembro/2011. Foram avaliados em campo doze descritores de mandioca como: forma do folíolo central, sinuosidade, cor do pecíolo, cor da brotação nova, cor externa do caule, número de lóbulos, comprimento do pecíolo e do folíolo central, forma raiz, número de raízes por planta, cor externa da raiz e da polpa da raiz. Os resultados do trabalho evidenciam grande variabilidade fenotípica entre os 39 genótipos de mandioca avaliados para todos os descritores utilizados na pesquisa.; 2012

Otimização do enraizamento de estacas de plantas adultas de erva-mate

Bitencourt, Juliany de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.26%
Resumo: A erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hill.) é uma espécie nativa da América do Sul, com grande importância econômica, principalmente na região Sul do Brasil. A degradação dos ervais nativos traz a ecessidade de resgate dos mesmos e a estaquia é uma alternativa à propagação desta espécie, uma vez que as sementes possuem germinação lenta e irregular. A recuperação da capacidade de enraizamento das estacas pode ser obtida por meio de técnicas de indução de brotações juvenis, entre elas o anelamento ou decepa do caule. O presente trabalho teve como objetivos verificar a influência do anelamento com aplicação do regulador vegetal benzil amino purina (BAP) e decepa com diferentes alturas de corte na emissão de brotações, assim como a capacidade de enraizamento das mesmas e a influência da aplicação da auxina sintética ácido indol butírico (IBA), em estacas coletadas de brotações de copa de plantas matrizes de 12 e mais de 80 anos de idade, nas quatro estações do ano. Para tanto, foram realizadas duas técnicas para a indução de brotações em árvores de erva-mate com 17 e mais de 80 anos de idade. A primeira técnica utilizada foi o anelamento do caule, o qual consistiu na retirada de um anel de casca e osterior tratamento da região do anelamento com BAP veiculado em pasta de vaselina...

Comportamento do feijoeiro submetido a estresses por sombreamento e desfolhamento

Daros, Edelclaiton
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.09%
Nos anos agrícolas 1995/96 e 1996/97 foram conduzidos, na Estação Experimental do Canguiri, da Universidade Federal do Paraná, em Pinhais, PR, experimentos a campo com o objetivo de determinar a influência de estresses por sombreamento (50% de restrição da luminosidade) e desfolhamento (100% de eliminação das folhas) aplicados nos estádios de desenvolvimento V2, V3, V4, R5, R6, R7 e R8 sobre duas variedades de feijão do Tipo II (FT 120 e FT Nobre) e uma do Tipo III (Carioca). O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso em arranjo fatorial 3 x 7, com três repetições. A parcela experimental tinha 6 linhas espaçadas de 0,50 m, com 6 metros de comprimento, com área útil da parcela de 4,0 m². No estresse por sombreamento utilizou-se sombrite de cor escura com redução de aproximadamente 50% de luminosidade colocado sobre as parcelas em estacas de madeira, com 1,0 m de altura. O estresse por desfolhamento foi feito retirando todas das folhas com tesoura cortando na base dos folíolos. Foi realizado o controle de pragas e doenças com aplicações semanais de fungicida e inseticida. Foram avaliados o rendimento e seus componentes, as características morfológicas, a partição da matéria seca e a área foliar. O estresse por sombreamento e desfolhamento alteraram a relação fonte-dreno das plantas refletindo em mudanças tanto na morfologia quanto na fisiologia dos feijoeiros ocasionando diminuição no rendimento da cultura...

Crescimento, nutrição e estrutura do lenho juvenil de três espécies florestais com potencial de fitorremediação em solos contaminados com petróleo

Santos, Gedir de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.09%
O presente trabalho teve o objetivo de estudar o efeito do solo contaminado com petróleo no crescimento, nutrição e estrutura do lenho juvenil de mudas de três espécies florestais. O experimento foi conduzido em campo e casa de vegetação para Podocarpus lambertii e em casa de vegetação para Allophylus edulis e Mimosa scabrella. O experimento em campo foi realizado em duas áreas contaminadas com petróleo (C1 e C2) e uma área não contaminada. O experimento em casa de vegetação teve três tratamentos: solo contaminado com petróleo, solo contaminado com petróleo e adubado com NPK e solo não contaminado. Cada tratamento teve oito repetições. As variáveis estudadas foram: altura das plantas, diâmetro da base do caule, biomassa da raiz e parte aérea, teor de pigmentos fotossintéticos e nutrientes nas folhas. Para o estudo da estrutura do lenho juvenil foram utilizadas apenas as plantas do solo contaminado com petróleo e solo não contaminado. As plantas de Podocarpus lambertii da área C1 reduziram o crescimento, biomassa e teores dos pigmentos fotossintéticos. Além disso, observou-se redução no comprimento e aumento na espessura da parede celular das traqueídes. Em contraste, as plantas da área C2 apresentaram um aumento no crescimento...

Resposta da alface tipo americana a doses e épocas de aplicação de molibdênio em cultivo de inverno

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
56.02%
Foram conduzidos três experimentos no período de maio a julho de 2002, no município de Três Pontas - MG, com o objetivo de avaliar a influência de doses de molibdênio sobre a produtividade da alface tipo americana. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco doses de molibdênio (0, 35,1; 70,2; 105,3 e 140,4 g/ha) e 4 repetições, aplicadas via foliar em três diferentes épocas (14, 21 e 28 dias após o transplantio). Para matéria fresca total, constataram-se efeitos quadráticos nas quais as doses de 83,7; 77,2 e 81,9 g/ha de molibdênio proporcionaram as maiores produtividades aos 14, 21 e 28 dias após o transplantio. A maior produtividade de matéria fresca comercial foi obtida com a aplicação aos 28 dias após o transplantio na dose de 77,5 g/ha de molibdênio. O maior comprimento de caule foi obtido com a dose de 85,6 g/ha de molibdênio. Não se observou efeitos significativos dos tratamentos para circunferência da cabeça comercial.

Avalia??o de substratos org?nicos no cultivo de orqu?deas nativas da APA ilha do Combu, Bel?m, Par?, Brasil

VALENCIA, Wilmer Herrera
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.1%
As fibras naturais vem se destacando no cultivo de orqu?deas, entre elas a fibra do coco ? a mais promissora. Entretanto, existem outros res?duos org?nicos naturais que podem usados no cultivo. Foi realizado um estudo na ?rea de Prote??o Ambiental Ilha do Combu, localizada no munic?pio de Bel?m, com o objetivo de avaliar os efeitos de substratos org?nicos no cultivo de orqu?deas. As orqu?deas selecionadas foram Brassia chloroleuca Barb.Rodr. e Sobralia macrophylla Rchb f. ambas nativas da APA. Entre os substratos testados, incluiu-se produto do aproveitamento do a?a?, a palmeira mais freq?ente na ilha. As orqu?deas foram submetidas a quatro substratos considerados como tratamentos (T1 - fibra do caule do a?aizeiro; T2 - fibra do coco; T3 - sementes do a?aizeiro e T4 - serragem). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 4 tratamentos e 4 repeti??es (10 indiv?duos/repeti??o). Os par?metros avaliados foram: o di?metro, o comprimento, o n?mero de brota??es, n?mero de folhas e Taxa de Sobreviv?ncia para pseudobulbos de Brassia chloroleuca e para rebrota??es de Sobralia macrophylla. Os dados foram inseridos em planilhas do Programa Bioestat 5.0. e submetidos ? an?lise de vari?ncia e as m?dias comparadas pelo teste Tuckey a 5% para avaliar o grau de signific?ncia dos efeitos dos tratamentos. Os resultados mostraram que a fibra do caule do a?a? promoveu o melhor desenvolvimento das estruturas vegetativas seguida da serragem em pseudobulbos de B. chloroleuca e para S. macrophylla a fibra do caule e a semente do a?a? promoveram o maior desenvolvimento vegetativo. Conclui-se que a fibra do caule do a?aizeiro pode ser utilizada no cultivo das esp?cies com aproveitamento sustent?vel e ecol?gico ap?s o corte do palmito do a?aizeiro.; ABSTRACT: The natural fibers are being considered in the cultivation of orchids...

Avaliação morfofisiológica de Canavalia ensiformis (L.) DC. (Fabaceae) em substrato contaminado com óleo diesel

Balliana, Amanda Gailit
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 105 f. : il. algumas color., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
55.94%
Orientadora : Profª. Drª. Cleusa Bona; Co-orientadores : Profª. Drª. Bárbara Baêsso Moura, Prof. Dr. André Andrian Padial; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Botânica. Defesa: Curitiba, 28/04/2015; Inclui referências; Resumo: A contaminação ambiental por óleo diesel gera grande impacto, pois o óleo é tóxico para animais e plantas, além de ser altamente persistente no ambiente e ter degradação lenta. Por conta disso, existem pesquisas para encontrar novas técnicas alternativas de descontaminação. Dentre essas técnicas, existe a fitorremediação, que utiliza plantas e microorganismos associados na descontaminação ambiental, já que algumas espécies vegetais não tem o desenvolvimento comprometido em ambientes poluídos e auxiliam na descontaminação. Antes de serem utilizadas no processo de fitorremediação, são necessários estudos prévios para analisar a tolerância e a sobrevivência das espécies em solo contaminado. O presente estudo teve como objetivo avaliar a tolerância de Canavalia ensiformis (L.) DC. em substrato contaminado com óleo diesel de maneiras distintas. No primeiro experimento, foram analisadas mudas da espécie em substrato contaminado com 95 ml óleo diesel kg-1 por meio de análises de crescimento...

Enraizamento e aclimataçao em diferentes substratos do porta-enxerto de macieira 'Marubakaido' (Malus prunifolia Borkh) micropropagado

Souza, Lizane Lucia de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.42%
Resumo: Os métodos de propagação in vitro, são bastante eficientes na multiplicação de porta-enxertos, oferecendo segurança no aspecto fitossanitário das mudas produzidas. Contudo, o enraizamento e a aclimatação são pontos críticos na micropropagação. O presente trabalho foi realizado no Laboratório de Micropropagação do Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo e na casa-de-vegetação na Universidade Federal do Paraná no período de junho de 2002 a dezembro de 2003. O objetivo do trabalho foi encontrar um protocolo para o enraizamento e aclimatação do porta-enxerto de macieira Marubakaido micropropagado. As plantas foram transferidas do laboratório para casa-de-vegetação em tubetes de 50cm3. Foram avaliados três fatores: A) Tempo de permanência no meio de enraizamento, por 10 e 30 dias, B) Diferentes substratos: 1) Plantmax®, 2) Plantmax®(3/4) + Casca de arroz carbonizada (1/4), 3) Plantmax®(1/2) + casca de arroz carbonizada (1/2), 4) Plantmax®(1/4) + casca de arroz carbonizada (3/4), 5) Casca de arroz carbonizada, C) Aplicação ou não de adubação foliar. O delineamento foi inteiramente ao acaso com 4 repetições e 6 plantas por unidade experimental em arranjo fatorial de três fatores. As médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. Foram analisadas as seguintes variáveis: número de folhas...

EFEITO DO ÁCIDO GIBERÉLICO SOBRE O COMPRIMENTO E DIÂMETRO DO CAULE DE PLÂNTULAS DE LIMÃO `CRAVO' (Citrus limonia Osbeck)

MODESTO,J.C.; RODRIGUES,J.D.; PINHO,S.Z. de
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/1996 PT
Relevância na Pesquisa
56.15%
O presente trabalho foi instalado em condições de campo com plântulas de limão `Cravo'(Citrus limonia Osbeck), em delineamento inteiramente casualizado, com três repetições no esquema de parcelas sub-divididas, onde os tratamentos principais foram 5 concentrações de ácido giberélico: T1 = 0, T2 = 25, T3 = 50, T4 = 100 e T5 = 150 ppm, parceladas em quatro pulverizações. Os tratamentos secundários foram as coletas do material, realizadas dos 70 aos 210 dias, em intervalos de 14 dias. Pelos resultados obtidos, o fitorregulador promoveu efeito favorável com relação ao incremento do comprimento do caule, sendo o tratamento de 150 ppm superior aos demais. O diâmetro do caule atingiu maiores dimensões com aplicação de ácido giberélico 50 e 25 ppm.

Avaliação de diferentes substratos orgânicos no crescimento, rendimento e na composição química do óleo essencial de espécies medicinais; Evaluation of different substrates in organic growth, yield and chemical composition of the essential oil of species medical

Amorim, Edinéia Lima
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
56.1%
O objetivo do trabalho foi avaliar a influência de diferentes substratos orgânicos no crescimento, rendimento e na composição química do óleo essencial em diferentes espécies de plantas medicinais: hortelã-da-folha-grossa (Plectranthus amboinicus (Lour.) Spreng); manjericão (Ocimum basilicum L.) e hortelã-miúdo (Mentha piperita L.). O experimento foi conduzido em viveiro, instalado no campo experimental da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/UFRB. Foram avaliados 5 diferentes substratos: T1- solo; T2 – húmus de minhoca + solo + areia; T3 - composto orgânico + solo+ areia; T4 – esterco bovino + solo + areia; T5 - cama de frango + solo + areia nas proporções 2:1:1. O substrato com húmus de minhoca foi eficiente para as variáveis altura de planta, diâmetro do caule, área foliar, biomassa fresca e seca da parte aérea e da raiz e o rendimento do óleo essencial, na espécie hortelã-da-folha-grossa. O principal composto químico identificado foi o carvacrol. No Manjericão, o substrato com húmus de minhoca foi eficiente nas variáveis altura de planta, biomassa seca da parte aérea, biomassa fresca e seca das raízes e rendimento do óleo. O substrato com esterco bovino e cama-de-frango foi eficiente em diâmetro do caule...

Efeito de composto orgânico sobre a produção e características comerciais de alface americana.

YURI, J. E.; RESENDE, G. M. de; RODRIGUES JÚNIOR, J. C.; MOTA, J. H.; SOUZA, R. J. de.
Fonte: Horticultura Brasileira, Brasília, DF, v. 22, n. 1, p. 127-130, jan./mar. 2004. Publicador: Horticultura Brasileira, Brasília, DF, v. 22, n. 1, p. 127-130, jan./mar. 2004.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.04%
Doses de composto orgânico foram avaliadas na produtividade e qualidade da alface americana em um ensaio em Três Pontas, de 08/07 a 30/08/02. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados com quatro repetições, sendo os tratamentos constituidos por cinco doses de compost orgânico (0,0; 20,0; 40,0; 60,0 e 80.0 t ha-1). A massa fresca total evidenciou um efeito quadrádico, na qual a produtividade máxima de 914,2 g planta-1, foi obtida com a dose de 59,4 t ha-1 do composto orgânico. Para massa fresca comercial, a máxima produtividade (634,3 g planta -1), foi obtida com a dose de 56,1 t ha-1. A maior circunferência da cabeça comercial (41,4 cm), foi obtida com dose de 53,7 t ha-1. A dose de 42,7 t ha -1 proporcionou um comprimento de caule máximo de 3,9 cm. Diante desses resultados, pode-se concluir que o uso de 56,0 t ha-1 de composto orgânico aplicado em pré-plantio, proporciona aumento de rendimento e qualidade comercial da alface americana.; 2004