Página 1 dos resultados de 1430 itens digitais encontrados em 0.064 segundos

Epistasia para a produção de grãos em soja; Epistasis for grain yield in soybeans

BARONA, Marco Antonio Acevedo; COLOMBARI FILHO, José Manoel; GERALDI, Isaias Olivio
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
96.04%
Em soja [Glycine max (L.) Merrill], a produção de grãos é o caráter de maior importância econômica, com herança quantitativa e altamente influenciado pelo ambiente. As estratégias de seleção utilizadas para o desenvolvimento de cultivares em soja poderiam ser otimizadas por meio do estudo da importância relativa dos componentes de variância, particularmente a proporção de variação devida às interações não alélicas (epistasia). Com o objetivo de estudar a variação epistática para a produção de grãos em soja utilizou-se o delineamento "Triple Test Cross Modificado" (TTC) de Jinks et al. Uma amostra de 32 linhas puras (Pi) derivadas de um cruzamento biparental foi cruzada com duas linhagens divergentes (L1 e L2) contrastantes para PG, derivadas da mesma população. O experimento de avaliação foi desenvolvido no ano agrícola de 2006/2007 em um delineamento em látice triplo triplicado (9 repetições), contendo 100 tratamentos: 32 cruzamentos Pi x L1 (L1i), 32 cruzamentos Pi x L2 (L2i), 34 linhas puras (32 Pi mais dois testadores) e duas testemunhas comerciais. A variação entre os contrastes de médias (L1i + L2i - Pi) foi altamente significativa na análise de variância (P<0,01), indicando a ocorrência de epistasia. Os resultados gerais indicam...

Componentes de variância e valores genéticos para as produções de leite do dia do controle e da lactação na raça holandesa com diferentes modelos estatísticos.; Variance components and breeding value for test day and lactation milk yields in holstein cattle with different statistical models.

Melo, Claudio Manoel Rodrigues de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
105.95%
Foram utilizados 263.390 registros de produção de leite do dia do controle (PDC) de 32.448 primeiras lactações de vacas da raça Holandesa obtidas no período de 1991 a 2001 para estimar componentes de variância e parâmetros genéticos, usando diferentes modelos estatísticos e a metodologia REML. Compararam-se as estimativas de valores genético (EVG) dos modelos de repetibilidade (MR) e de regressão aleatória (MRA) com às do modelo para as produções da lactação (P305). Nos MRA utilizaram-se duas curvas para descrever a trajetória da lactação: a polinomial logarítmica de Ali e Schaeffer (AS) e a exponencial de Wilmink (W), sob duas formas: a padrão e com uma modificação para reduzir a amplitude das covariáveis e contornar problemas de convergência (W Ú ). No ajuste da curva AS considerou-se heterogeneidade de variâncias residuais (VR) entre classes de dias em lactação (cDEL). A estimativa de herdabilidade para as P305 (0,27) foi menor do que àquelas para as PDC obtidas com MR, incluindo ou não a curva AS como sub modelo (0,30 e 0,43, repectivamente). As herdabilidades para as PDC por análises uni-caráter (0,22-0,36) e bi-caráter (0,23-0,33) foram menores no início e fim da lactação. As correlações genéticas entre produções de controles consecutivos foram superiores às estimadas entre controles do ínicio e do fim da lactação. As estimativas de herdabilidade por MRA com as curva AS (0...

Simulação de dados visando à estimação de componentes de variância e coeficientes de herdabilidade; Simulation of data aiming at the estimation of variance components and heritability

Coelho, Angela Mello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.17%
A meta principal desse trabalho foi comparar métodos de estimação para coeficientes de herdabilidade para os modelos inteiramente ao acaso e em blocos casualizados. Para os dois casos foram utilizadas as definições de coeficiente de herdabilidade (h2) no sentido restrito, dadas respectivamente, por h2=4 σ2t/(σ2+σ2t) e h2=4 σ2t/(σ2+σ2t+σ2b). . Portanto, é preciso estimar os componentes de variância relativos ao erro experimental (σ2) e ao efeito de tratamentos (σ2t) quando se deseja estimar h2 para o modelo inteiramente ao acaso. Para o modelo para blocos casualizados, além de estimar os últimos dois componentes, é necessário estimar o componente de variância relativo ao efeito de blocos (σ2b). Para atingir a meta estabelecida, partiu-se de um conjunto de dados cujo coeficiente de herdabilidade é conhecido, o que foi feito através da simulação de dados. Foram comparados dois métodos de estimação, o método da análise da variância e método da máxima verossimilhança. Foram feitas 80 simulações, 40 para cada ensaio. Para os dois modelos, as 40 simulações foram divididas em 4 casos contendo 10 simulações. Cada caso considerou um valor distinto para h2...

Testes de hipóteses para componentes de variância utilizando estatísticas U; U-tests for variance components in linear mixed models.

Nobre, Juvencio Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
106%
Nós consideramos decomposições de estatísticas $U$ para obter testes para componentes de variância. As distribuições assintóticas das estatísticas de testes sob a hipótese nula são obtidas supondo apenas a existência do quarto momento do erro condicional e do segundo momento dos efeitos aleatórios. Isso permite sua utilização em uma classe bastante ampla de distribuições. Sob a suposição adicional de existência do quarto momento dos efeitos aleatórios, obtemos também a distribuição assintótica das estatísticas sob uma seqüência de hipóteses alternativas locais. Comparamos a eficiência dos testes propostos com aqueles dos testes clássicos, obtidos sob suposição de normalidade, por meio de estudos de simu-lação. Os testes propostos se mostram mais adequados nas situações em que a amostra é de tamanho moderado ou grande, independentemente da distribuição das fontes de variação, e nas situações em que existe fortes afastamentos da normalidade.; We consider decompositions of U-statistics to obtain tests for null variance components in linear mixed models. Their asymptotic distributions under the null hypothesis are obtained only assuming the existence of the first four moments of the conditional error distribution and the existence of the first two moments of the random effects distribution. Thus...

Comparação de rols classificatórios de tratamentos e de estimativas de componentes de variância em grupos de experimentos; Comparison of treatments classicatory rankings and of variance components estimates in experimental groups

Dessotti, Cássio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.1%
As análises de grupos de experimentos, de grande importância em melhoramento genético, são indispensáveis quando se pretende investigar o comportamento de alguns tratamentos em diversos locais de interesse do pesquisador. Nestes casos, parte-se das analises de variância individuais em cada local, para o agrupamento de todos os ensaios em uma única analise. Verifica-se então a veracidade da significância da interação tratamentos versus locais - TL, sendo esta não-significativa, pode-se obter conclusões generalizados a respeito do comportamento dos tratamentos. No entanto, o grande interesse esta nos casos de interação significativa, em que dois caminhos de destaque surgem para que se conclua a analise, o primeiro, permite que se considerem os resultados e conclusões das analises individuais, com o resíduo específico de cada local, enquanto o segundo aconselha que se desdobrem os graus de liberdade relativos a tratamentos + interação significativa, visando a interpretação dos tratamentos em estudo dentro de cada um dos locais, utilizando o resíduo médio como testador. Partindo do fato de que componentes de variância são variâncias associadas aos efeitos aleatórios de um modelo matemático, que permitem quantificar a variabilidade de tais efeitos...

Comparação de métodos de estimação de componentes de variância e parâmetros genéticos considerando o delineamento III aplicado a caracteres quantitativos em milho; Comparison of estimation methods for variance components and genetic parameters considering the Design III applied to quantitative characters in maize

Coelho, Angela Mello
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.21%
Esse trabalho teve como objetivo comparar métodos de estimação de componentes de variância e parâmetros genéticos, considerando tanto o delineamento estatístico fatorial instalado em látice quadrado como o delineamento genético III. Como referência, foram utilizados três conjuntos de dados reais, em melhoramento genético de milho, relativos aos caracteres de produção de grãos (gramas por parcela), altura da folha bandeira ao chão (centímetros) e o número de folhas entre a primeira espiga e o pendão; sendo que a altura da folha bandeira e o número de folhas foram obtidos pela média entre cinco plantas competitivas para cada parcela. O método da Análise da Variância (ANOVA), conforme indicado pelo Delineameno III, foi utilizado na análise dos dados e estimação dos componentes de variância relativos ao modelo matemático, variâncias genéticas, coeficiente de herdabilidade e grau médio de dominância para cada um dos três caracteres estudados. Essas estimativas foram utilizadas na simulação de 1000 conjuntos de dados com características semelhantes a cada um dos conjuntos de dado reais considerados. Os métodos da ANOVA e da máxima verossimilhança restrita (REML) foram utilizados na predição dos parâmetros já mencionados para cada um dos conjuntos de dados simulados dentro de cada caráter. As 1000 estimativas obtidas por cada método...

Os componentes da variância da taxa de crescimento da firma

Brito, Luiz Artur Ledur
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
96.09%
Uma das principais características da estratégia como campo de conhecimento é o seu foco no estudo da individualidade das empresas em contraste com a economia que foca prioritariamente os ramos de negócios. As empresas diferem entre si em várias dimensões e estas diferenças constituem a essência do interesse de pesquisa em estratégia. Uma destas dimensões é a velocidade com que as empresas crescem ou diminuem de tamanho. Esta tese analisou a estrutura de variabilidade das taxas de crescimento das empresas tendo como objetivo identificar grupos de fatores que influem nesta variabilidade e a magnitude relativa desta influência. O estudo foi feito sobre uma amostra internacional com 13.221 empresas de 47 países e 216 ramos de negócios diferentes no período 1994 a 2002. Os dados originais foram obtidos da base de dados Compustat Global, mantida pela Standard and Poor’s, e combinados com índices do World Bank Development Indicators para considerar o efeito de inflação e mudanças de moedas nos vários países. A técnica de componentes de variância, normalmente utilizada para analisar a variabilidade natural em áreas como genética e biologia, foi usada para entender a composição da variância das taxas de crescimento. O principal achado foi que os aspectos individuais...

Análise da decomposição do desempenho de empresas brasileiras utilizando modelos lineares mistos e de componentes de variância

Moraes, Edmilson Alves de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
116.12%
A determinação e a mensuração da importância das principais fontes de vantagem competitiva, ainda é um tema em discussão na área de Estratégia. Uma linha de pesquisa, iniciada em meados dos anos 80, tem seu foco principal na determinação e quantificação da importância dos fatores que poderiam explicar as diferenças no desempenho de um grupo de empresas, utilizando a decomposição da variância dos valores do desempenho através das técnicas de Regressão Linear ou de Componentes de Variância. Nesta linha de pesquisa, desenvolveram-se uma série de trabalhos empíricos cujo propósito principal é quantificar, entre outros fatores, qual a importância do setor industrial em que a empresa atua, qual a importância do ano, qual a importância de se fazer parte de um grupo econômico e qual a importância dos fatores idiossincráticos da empresa na explicação do desempenho apresentado em determinados períodos. Dos resultados destes trabalhos surgiram discussões importantes sobre o papel da estratégia corporativa e sobre a importância relativa de tais fatores na determinação da vantagem competitiva. Este trabalho se insere nesta linha de pesquisa, cujo objetivo é, utilizando uma base de dados brasileira muito mais abrangente e completa que os estudos anteriores...

Avaliação de quatro alternativas de análise de experimentos em látice quadrado, quanto à estimação de componentes de variância

SILVA,HEYDER DINIZ; FERREIRA,DANIEL FURTADO; PACHECO,CLESO ANTÔNIO PATTO
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
106.1%
Estudou-se, no presente trabalho, a eficiência das seguintes alternativas de análise de experimentos realizados em látice quanto à precisão na estimação de componentes de variância, através da simulação computacional de dados: i) análise intrablocos do látice com tratamentos ajustados (primeira análise); ii) análise do látice em blocos casualizados completos (segunda análise); iii) análise intrablocos do látice com tratamentos não-ajustados (terceira análise); iv) análise do látice como blocos casualizados completos, utilizando as médias ajustadas dos tratamentos, obtidas a partir da análise com recuperação da informação interblocos, tendo como quadrado médio do resíduo a variância efetiva média dessa análise do látice (quarta análise). Os resultados obtidos mostram que se deve utilizar o modelo de análise intrablocos de experimentos em látice para se estimarem componentes de variância sempre que a eficiência relativa do delineamento em látice, em relação ao delineamento em Blocos Completos Casualizados, for superior a 100% e, em caso contrário, deve-se optar pelo modelo de análise em Blocos Casualizados Completos. A quarta alternativa de análise não deve ser recomendada em qualquer das duas situações.

Métodos de estimação de componentes de variância em modelos mistos desbalanceados

Marcelino,Sandra Denisen do Rocio; Iemma,Antonio Francisco
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
106.12%
A estimação dos componentes de variância em modelos mistos tem merecido, nas últimas décadas, atenção especial dos pesquisadores. Sendo assim, vários métodos de estimação têm sido propostos, e diante de tal disponibilidade, escolher um deles pode não ser uma questão trivial. Nesse contexto, buscando fornecer aos usuários dos métodos de estimação de componentes de variância em modelos mistos desbalanceados, subsídios para uma opção tão confortável quanto possível do método mais adequado para a obtenção das estimativas, em suas pesquisas, o presente artigo apresenta, com ilustrações numéricas, os principais métodos de estimação. Ademais, apresenta, aos usuários não iniciados, conceitos introdutórios necessários para a utilização do PROC MIXED do Sistema Estatístico SAS, na obtenção das estimativas dos componentes de variância através dos métodos ali disponíveis, considerando a ocorrência de diferentes matrizes de variâncias e covariâncias.

Interação reprodutor x rebanho na produção de leite da raça Holandesa no Brasil

Araújo,Cláudio Vieira de; Torres,Robledo de Almeida; Costa,Cláudio Nápolis; Lopes,Paulo Sávio; Pereira,Carmen Silva; Euclydes,Ricardo Frederico; Torres Filho,Rodolpho de Almeida
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
96.17%
Registros de produção de leite de vacas da raça Holandesa foram utilizados na verificação da efetividade da inclusão da interação reprodutor x rebanho no modelo estatístico para estimação de componentes de variâncias, como uma forma de ajustamento para heterogeneidade de variância entre rebanhos. Com base no desvio-padrão fenotípico da produção de leite, ajustada a 305 dias de lactação e à idade adulta da vaca, os rebanhos foram estratificados em três classes: alto (>1375 kg), médio (1165 a 1375 kg) e baixo (<1165 kg) desvios-padrão fenotípicos. Componentes de variância em análise de características múltiplas, em que se considerou a produção de leite ajustada a 305 dias de lactação e à idade adulta em cada classe de desvio-padrão fenotípico como característica diferente, foram estimados pela máxima verossimilhança restrita, utilizando-se dois modelos animais que diferiam apenas na ausência e na presença da interação reprodutor x rebanho. O teste da razão de verossimilhança foi utilizado na verificação da efetividade da inclusão da interação no modelo. As médias e os componentes de variância para a produção de leite, de modo geral, aumentaram da classe de baixo para a classe de alto desvio-padrão fenotípico. As estimativas de componentes de variância...

Avaliação de métodos de estimação de componentes de variância utilizando dados simulados

Carneiro Júnior,José Marques; Euclydes,Ricardo Frederico; Lopes,Paulo Sávio; Torres,Robledo de Almeida
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
116.17%
Estudos de simulação foram conduzidos com o objetivo de realizar análise comparativa entre os métodos de estimação de componentes de variância: método da máxima verossimilhança restrita (REML), método da máxima verossimilhança (ML) e método III de Henderson. Todos os três métodos foram utilizados com modelo reprodutor, e o método REML foi utilizado também com modelo animal. Objetivou-se verificar, principalmente, o efeito do desbalanceamento na estimação dos componentes de variância. Foi simulado um genoma, constituído de uma única característica quantitativa governada por 200 locos. O genoma foi utilizado na construção de três populações-base com herdabilidades de 0,60, 0,30 e 0,10, constituídas de 1000 animais (500 machos e 500 fêmeas). A partir de cada população-base, foram produzidas as populações iniciais. Cada população inicial foi submetida a acasalamento ao acaso, que deu origem a quatro populações para cada herdabilidade estudada. Para o estudo comparativo entre os métodos, foram introduzidos nas populações diferentes tipos e níveis de desbalanceamento. Para população com alta herdabilidade e dados totalmente balanceados, os três métodos, empregados como modelos reprodutores, apresentaram resultados semelhantes entre si...

Estimação de componentes de variância sob influência de genes de efeito principal, comparando-se metodologias Bayesiana e clássica sob diferentes cenários

Assis,Giselle Mariano Lessa de; Carneiro Júnior,José Marques; Euclydes,Ricardo Frederico; Torres,Robledo de Almeida; Lopes,Paulo Sávio
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96%
Quatro diferentes tipos de população foram simulados com o objetivo de verificar a influência de genes de efeito principal e do tamanho da população na estimação de componentes de variância sob seleção. A estimação foi realizada por meio da utilização e comparação das metodologias clássica e Bayesiana (a Bayesiana com três níveis de informação a priori). As metodologias REML e Bayesiana com prior não-informativo, em geral, produziram resultados bastante semelhantes. Em populações cuja característica é governada por genes de efeito principal, as estimativas dos componentes de variância genética aditiva foram pouco acuradas, exceto quando se utilizou metodologia Bayesiana com prior informativo. A inclusão das informações de parentesco e dos registros de todos os indivíduos até a população-base mostrou-se necessária, exceto para populações grandes cuja característica é governada por elevado número de genes.

Estimação de componentes de variância utilizando-se inferência Bayesiana e freqüentista em dados simulados sob heterogeneidade de variâncias

Carneiro Júnior,José Marques; Assis,Giselle Mariano Lessa de; Euclydes,Ricardo Frederico; Torres,Robledo de Almeida; Lopes,Paulo Sávio
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
96.04%
Foi simulado um genoma de 3.000 centimorgans de comprimento considerando uma única característica quantitativa, governada por 800 locos com dois alelos por loco. Segundo a estrutura genômica proposta, foram simulados 1.500 machos e 1.500 fêmeas que formaram a população-base. A partir da população-base foram formadas duas populações iniciais, uma grande e outra pequena. Dois tipos de estruturas de heterogeneidade de variâncias foram inseridos nas populações iniciais: heterogeneidade de variância genética aditiva e heterogeneidade de variâncias genética aditiva e ambiental. Para obtenção destas estruturas, foram feitos descartes estratégicos dos valores genéticos aditivos e ambientais de acordo com o tipo de heterogeneidade e o nível de variabilidade desejada: alta, média ou baixa. Os componentes de variância foram estimados por meio da metodologia Bayesiana via Amostragem de Gibbs e pelo método REML. Para a metodologia Bayesiana, foram utilizados três níveis de informação a priori: não-informativo, pouco informativo e informativo. Os métodos comparados apresentaram resultados semelhantes quando priors não-informativos foram utilizados e as populações de tamanho grande, de modo geral, apresentaram melhores estimativas. Para as populações pequenas...

Impactos de se ignorarem os efeitos genéticos não-aditivos de dominância na avaliação genética animal

Cunha,Elizângela Emídio; Euclydes,Ricardo Frederico; Torres,Robledo de Almeida; Sarmento,José Lindenberg Rocha; Carneiro,Paulo Luiz Souza; Carneiro,Antonio Policarpo Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.07%
Objetivou-se com este estudo avaliar os impactos de se ignorarem os efeitos de dominância sobre a estimação de parâmetros genéticos e a predição de valores genéticos pelo método da máxima verossimilhança restrita sob modelo animal aditivo empregando-se o MTDFREML. Para a mesma arquitetura genômica, foram simulados dois modelos de ação gênica: um deles incluiu apenas efeitos aditivos dos genes e o outro, efeitos aditivos e dominância completa e positiva para 100% dos locos. Sob cada modelo genético, foram geradas três populações-base correspondentes às características com herdabilidades de 0,15 (baixa), 0,30 (média) e 0,60 (alta). A partir das populações-base, foram geradas as populações iniciais, que, submetidas a seleção e a acasalamentos ao acaso, durante seis gerações consecutivas e discretas, resultaram cada uma em 18.000 indivíduos com registro. As estimativas dos componentes de variância e herdabilidade obtidas no modelo com ação gênica aditiva foram semelhantes aos seus valores reais para todas as características, ao passo que, sob ação gênica de dominância, todos os componentes foram superestimados, principalmente a variância genética aditiva. A variância de dominância não-estimada pelo modelo animal adotado foi redistribuída entre os componentes genético aditivo e residual estimados. Houve perda na acurácia da avaliação genética sob o modelo genético com dominância e essa perda foi traduzida por correlações mais baixas entre os valores genéticos verdadeiros e preditos dos animais. Há necessidade de novos estudos...

Avaliação da heterogenidade de variância entre grupos genético, utilizando-se inferência bayesiana.

OLIVEIRA, C. A. L. de; MARTINS, E. N.; FREITAS, A. R. de; ALENCAR, M. M. de.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SBZ, 37.; 2000, Viçosa, MG. Anais... Viçosa:SBZ, 2000. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SBZ, 37.; 2000, Viçosa, MG. Anais... Viçosa:SBZ, 2000.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.03%
Foram estimados os componentes de variância para peso aos 365 e 550 dias, dos três grupos genéticos do processo de formação da raça canchim, utilizando inferência bayesiana. Dois modelos foram ajustados, um modelo unicaracter, e um modelo denominado tricaracter, que consederou a expressão de cada grupo genético como uma característica diferente. Foi verificado que os três grupos geneticos formadores da raça canchim, apresentaram variância genética aditiva homogênea. Para variância residual, os grupos geneticos 1/2 charoles-zebu e 3/4 zebu-charoles apresentaram variância homogeneas e discordantes do grupo genetico 5/8 charoles zebu.; 2000

Estimativas de componentes de variância na produção de palma de óleo.

GURGEL, F. de L.; GOMES JUNIOR, R. A.; PEIXOTO, L. de A.; BHERING, L. L.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.89%
O objetivo deste trabalho foi obter estimativas de componentes de variância e herdabilidade em famílias de híbridos interespecíficos de palma de óleo, com potencial para cruzamentos dialelos e geração de cultivares superiores. O delineamento utilizado foi de blocos casualizados, onde foi realizado três ensaios com 16 famílias por ensaio e quatro blocos. Foram utilizadas três testemunhas comuns. Cada parcela foi constituída por 12 plantas. As características avaliadas foram número de cachos por planta (NCP), produção de cachos por planta (PCP) e peso médio dos cachos (PMC). Verificou-se uma correlação positiva alta entre as características. Foi observada alta variabilidade entre as famílias. As famílias 5, 12, 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 apresentaram maior potencial para futuros cruzamentos dialelos. O ganho genético predito nesta cultura mostrou-se elevado utilizando a seleção entre famílias.; 2012

Estimação de componentes de variância em características de crescimento utilizando-se máxima verossimilhança restrita e inferência bayesiana.

OLIVEIRA, C. A.; MARTINS, E. N.; FREITAS, A. R. de; ALENCAR, M. M. de
Fonte: In: SIMPÓSIO NACIONAL DE MELHORAMENTO ANIMAL, 3., 2000, Belo Horizonte, MG. Anais... Belo Horizonte : FEPMVZ, 2000. p.422-424. Publicador: In: SIMPÓSIO NACIONAL DE MELHORAMENTO ANIMAL, 3., 2000, Belo Horizonte, MG. Anais... Belo Horizonte : FEPMVZ, 2000. p.422-424.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.07%
Diversos métodos para estimação dos componentes de variância tem sido proposto, os métodos apresentam, por vezes, limitações de implementação computacional, dificuldade na determinação e testes dos modelos estatísticos apropriados. No entanto, o procedimento estimação de componentes de ( co )variância apresenta-se como fase essencial no processo de avaliação genética, sendo necessário a sua implementação. O objetivo do trabalho foi estimar componentes de variância para características de crescimento em bovinos, utilizando maxíma verossimilhança : a restrita e inferência bayesiana.; 2000

Estimação de componentes de variância sob influência de genes de efeito principal, comparando-se metodologias Baynesiana e clássica sob diferentes cenários.

ASSIS, G. M. L. de; CARNEIRO JUNIOR, J. M.; EUCLYDES, R. F.; TORRES, R.de A.; LOPES, P. S.
Fonte: Revista Brasileira de Zootecnia, Piracicaba, v. 36, n. 5, p. 1266-1274, 2007. Publicador: Revista Brasileira de Zootecnia, Piracicaba, v. 36, n. 5, p. 1266-1274, 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106%
Quatro diferentes tipos de população foram simulados com o objetivo de verificar a influência de genes de efeito principal e do tamanho da população na estimação de componentes de variância sob seleção. A estimação foi realizada por meio da utilização e comparação das metodologias clássica e Bayesiana (a Bayesiana com três níveis de informação a priori). As metodologias REML e Bayesiana com prior não-informativo, em geral, produziram resultados bastante semelhantes. Em populações cuja característica é governada por genes de efeito principal, as estimativas dos componentes de variância genética aditiva foram pouco acuradas, exceto quando se utilizou metodologia Bayesiana com prior informativo. A inclusão das informações de parentesco e dos registros de todos os indivíduos até a população-base mostrou-se necessária, exceto para populações grandes cuja característica é governada por elevado número de genes.; 2007

Heterogeneidade de variância e transformação logaritimica em dados de pesos de bovinos.

FREITAS, A. R. de.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 31., 1994, Maringá. Anais...Maringá : SBZ, 1994. p.613. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 31., 1994, Maringá. Anais...Maringá : SBZ, 1994. p.613.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.89%
Uma suposição requerida nas metodologias usadas para estimar parâmetros genéticos e a homogeneidade de variância dentro dos níveis de efeitos fixos e aleatórios. Como e usual a ocorrência de heterogeneidade, a analise dos dados na escala logaritmica (Log) tem sido utilizada para estabilizar as variancias.Este trabalho objetivou estudar a influencia da analise de dados originais e log na estimativa de componentes de variância entre touros e residuais e herdabilidade.; 1994