Página 1 dos resultados de 5641 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Qualidade de vida em atletas de alta competição: a lesão como factor condicionante de reintegração na equipa

Oliveira, Lúcio Manuel de Jesus
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Com o presente estudo pretende-se avaliar a qualidade de vida em jogadores de alta competição e compreender a lesão como factor condicionante de reintegração na equipa. O desporto de alta competição acaba sempre por garantir contacto com formas de percepção de qualidade de vida exercendo inúmeras influências sobre o bem-estar e no sentido ao qual se costuma associar uma boa vida. Move-se por esferas ligadas à saúde, educação, convívio social, mercado, lazer e entretenimento. A área desportiva tem sido alvo de uma maior atenção por parte dos profissionais de saúde nos últimos anos, sendo que, actualmente, a presença do psicólogo nas equipas de futebol é cada vez maior e mais importante. Deste modo a lesão desportiva constitui um flagelo para os atletas sendo a área de maior intervenção destes profissionais de saúde, nomeadamente do massagista/enfermeiro, do médico, do fisioterapeuta e, mais recentemente, também do psicólogo, na recuperação da parte psicológica prestando assim os cuidados complementares de que o jogador de futebol de alta competição necessita. Sendo uma aposta recente por parte dos clubes esta é uma área onde é notória a carência de estudos relacionados com o papel e intervenção do psicólogo...

Competição no mercado de produtos, governança corporativa e desempenho das companhias; Product market competition, corporate governance and organizational performance

Barros, Pedro Henrique de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Esta dissertação investiga de forma pioneira no Brasil os efeitos da competição no mercado de produtos sobre a qualidade da governança corporativa. O período de análise foi de 2005 a 2007, com uma amostra de 90 empresas no período. A pesquisa foi dividida em duas partes inter-relacionadas. A primeira investiga se as variáveis de competição no mercado de produtos impactam de forma significativa a qualidade de governança das companhias. Como aproximação da qualidade de governança, foi utilizado um índice de governança adotado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Como aproximação para competição no mercado de produtos, foram utilizadas diversas medidas, tais como o Índice de Herfindahl- Hirschmann, a razão de concentração das quatro principais empresas do mercado e o número de competidores. Os resultados, embora não conclusivos em virtude da ausência de significância estatística de algumas variáveis explicativas relativas à competição, sugerem no geral que a competição influencia a qualidade de governança corporativa. Em síntese, as análises indicam que quanto menor o grau de competição no mercado de produtos, menor a qualidade de governança corporativa das companhias. A segunda parte investiga se o impacto da qualidade da governança corporativa sobre o desempenho das companhias varia em função do grau de competição no mercado de produtos. No geral...

O desporto de competição como meio de educação : uma proposta metodológica construtivista aplicada ao treinamento de jovens tenistas

Balbinotti, Carlos Adelar Abaide
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
O presente estudo, discute a proposição de um modelo construtivista de intervenção pedagógica referenciado ao treinamento de rendimento aplicado ao tênis de competição para escalões infanto-juvenil. Para tanto, realizamos uma investigação teórico-especulativa tendo como objetivo: 1°) Apresentar as principais vertentes filosóficas no âmbito da expressão da corporalidade. Como tal, discorremos sobre a concepção clássica do dualismo axiológico expresso na filosofia platônica; o dualismo metodológico cartesiano; o modelo não dualista das concepções existencialista e a concepção pós-marxista expressa na perspectiva do materialismo histórico dialético. 2°) Delimitar as principais vertentes que configuram formas diferenciadas sobre a compreensão da natureza lúdica do jogo, da competição e o papel do desporto na configuração de um a forma de vida essencialmente de valor educativo. Discutimos nessa perspectiva as principais correntes sobre a natureza do jogo e do desporto expressas principalmente em Huizinga e Caillois, e concluímos por delimitar o desporto enquanto um jogo de âgon, ou seja, configurando-o como uma forma de jogo. O jogo desportivo. 3°) Delimitar as principais concepções de intervenção pedagógica no âmbito do treino desportivo de competição. Apresentamos duas categorias principais...

Competição por recursos do solo entre ervas daninhas e culturas; Competition between weeds and crops by soil resources

Rizzardi, Mauro Antonio; Fleck, Nilson Gilberto; Vidal, Ribas Antonio; Merotto Junior, Aldo; Agostinetto, Dirceu
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
A competição entre plantas é um processo importante tanto em comunidades naturais quanto em ambientes agrícolas. O impacto vegetativo das ervas daninhas em agroecossistemas é considerado competição se houver redução no montante de recursos disponíveis para a cultura e, neste contexto, o desenvolvimento das raízes influencia na competitividade e na sobrevivência das plantas. Uma planta que apresenta sistema radical bem desenvolvido em extensão e em comprimento tem sido associada com aumento na habilidade competitiva devido ao maior potencial de absorção de água e nutrientes. A competição entre os sistemas radicais das ervas daninhas e das culturas interfere tanto na disponibilidade de água e nutrientes quanto nas interações por luz, na parte aérea. Entretanto, somente ocorrerá competição quando a zona de depleção das raízes da cultura e das ervas daninhas se sobreporem. A intensidade de competição entre raízes das ervas e da cultura pelos recursos abaixo da superfície do solo dependerá do tipo e da disponibilidade dos recursos e da espécie vegetal e de sua capacidade em desenvolver sistema radical extenso, com diâmetro reduzido e com ampla área superficial.; Competition between plants is an important process as much in natural communities as in agricultural environments. The impact of weeds in agroecossystems is refered as competition if there is a reduction in the amount of resources available for the crop and...

Judicialização e competição política no Brasil : uma análise subnacional

Cunha Filho, Marcio Camargo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
O trabalho testa, no plano da política subnacional brasileira, a hipótese de que a judicialização da política está associada à competição política. Na primeira parte, após constatar que muitos autores relacionam a judicialização à vontade dos magistrados ou a mecanismos institucionais, apresentam-se abordagens que associam o fenômeno a fatores exógenos às instâncias judiciais, como por exemplo a competição entre os atores políticos relevantes. Filiando-se a esta última corrente, a pesquisa analisa dados empíricos referentes à intervenção do Supremo Tribunal Federal nas políticas estaduais do Rio Grande do Sul e do Ceará, unidades federativas que apresentam elevado e reduzido níveis de competição, respectivamente. Verificou-se que os índices de judicialização são mais elevados no Rio Grande do Sul. Isso ocorre porque as forças políticas neste estado estão em constante conflito, o que faz com que a competição extrapole ô âmbito do Executivo e do Legislativo, estendendo-se em direção ao Poder Judiciário. Já no Ceará, uma pequena elite hegemônica restringe a competição política, inviabilizando a participação de grupos de oposição no policy-making, seja nos tradicionais órgãos representativos...

Partição da competição por recursos do solo e radiação solar entre cultivares de soja e genótipos concorrentes; Competition partition of soil and solar radiation resources between soybean cultivars and concurrent genotypes

Bianchi, Mário Antônio; Fleck, Nilson Gilberto; Dillenburg, Lucia Rebello
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
As plantas competem por recursos do meio situados abaixo e/ou acima da superfície do solo. A separação física da competição entre plantas possibilita conhecer a importância relativa de cada fração, bem como apontar possíveis diferenças em competitividade entre espécies. Objetivou-se neste trabalho separar os efeitos individuais decorrentes da competição por recursos do solo ou radiação solar, entre soja e plantas concorrentes. Foram realizados seis experimentos em vasos na UFRGS, em Porto Alegre-RS, sendo dois em 2001 e quatro em 2002. Os tratamentos testados resultaram das combinações de dois genótipos concorrentes (cultura e competidor) e quatro condições de competição (ausência de competição, competição por recursos do solo e radiação solar, competição por recursos do solo e competição por radiação solar). Os cultivares de soja IAS 5 e Fepagro RS 10 representaram a cultura, enquanto o nabo forrageiro e o cultivar de soja Fundacep 33 foram os competidores. Determinaram-se variáveis morfofisiológicas em plantas de soja e de nabo forrageiro. O crescimento das plantas de soja foi mais afetado pela competição por recursos do solo, sendo o cultivar RS 10 mais competitivo do que IAS 5. O nabo forrageiro não interferiu no crescimento dos cultivares de soja...

Estudo de competição inter e intraespecífica envolvendo Glycine max (L. ) Merril e Cyperus rotundus (L.), em condições de casa de vegetação

Pitelli, R.A.; Durigan, Julio Cezar; Benedetti, N.J.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 129-137
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
O presente experimento teve por objetivo estudar os efeitos da competição inter e intraespecífica envolvendo Glycine max (L.) Merril e Cyperus rotundus L. sobre as características das plantas e acúmulos de N, P, K, Ca e Mg pelas espécies envolvidas. Para tanto, estipulou-se um tratamento em que se desenvolveram três plantas de Glycine max e outro em que se desenvolveram 3 tubérculos de Cyperus rotundus por vaso. Para estudar os efeitos da competição intraespecífica, em dois outros tratamentos dobraram-se as populações por vaso. No estudo da competição interespecífica permitiu-se o desenvolvimento de três plantas de Glycine max e de três tubérculos de Cyperus rotundus num mesmo vaso. de uma maneira geral, pôde-se observar que principalmente devido às diferenças no hábito de crescimento das duas espécies, a expressão da competição inter e intraespecífica, em cada uma delas, assume aspectos distintos. No caso de Cyperus rotundus, o efeito do dobro da densidade pôde ser compensado, em parte, pela maior produção de manifestações epígeas e de tubérculos, aliados ao maior desenvolvimento dos tubérculos na menor densidade de plantio. No caso da competição interespecífica, os resultados sugerem um efeito decisivo do sombreamento de Leguminosae sobre o comportamento da Cyperaceae. Os padrões de efeitos da competição pelos nutrientes foi determinado também pelas diferenças no recrutamento dos elementos do solo pelas espécies envolvidas.; Inter and intraspecific competition studies envolving Glycine max (L.) Merril and Cyperus rotundus L. were performed by measuring the effects on the growth and accumulation of N...

Processos cognitivos, emocionais e atencionais associados à percepção de ameaça na competição desportiva : a importância da ansiedade, interferência cognitiva e supressão de pensamentos

Cruz, José Fernando A.; Alves, Luís A.; Sofia, Rui M.; Amaral, Manuela; Valente, Joana
Fonte: CIEO - Universidade do Algarve Publicador: CIEO - Universidade do Algarve
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
In S.N. Jesus, J.L. Pais-Ribeiro, M. Resende, M.G. Heleno, G. Buela-Casal & J.M. Tobal (Eds), Atas do II Congresso Ibero-Americano / III Luso-Brasileiro de Psicologia da Saúde. Faro: CIEO – University of Algarve.; As relações das emoções em geral, e da ansiedade em particular, com processos cognitivos e atencionais associados ao desempenho, têm vindo a constituir um tema com crescente interesse em vários contextos aplicados da psicologia (e.g., Eysenck & Derakshan, 2011). O presente estudo, realizado com jovens atletas de diferentes modalidades e escalões competitivos de futebol (N=129), pretendeu analisar as relações entre a percepção de ameaça na competição desportiva, a ansiedade do rendimento e os processos de interferência cognitiva e supressão de pensamentos na competição desportiva. Foram utilizadas versões adaptadas do "Tought Occurrence Questionnaire for Sport"; (Hatzigeorgiadis & Biddle, 2000, 2001) e do "White Bear Supression Inventory" (Wegner & Zakatos, 1994) e medidas adicionais da percepção de ameaça na competição desportiva (Cruz, 1996; Dias, Cruz, & Fonseca, 2009) e de competências de concentração (Mahoney et al. 1987; Cruz, 1996). Os resultados obtidos evidenciaram as relações positivas e significativas entre a percepção de ameaça e as diferentes dimensões da ansiedade (preocupação...

O Desporto de competição na Guarda Nacional Republicana

Marques, Bruno
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O presente Trabalho de Investigação Aplicada está subordinado ao tema “Desporto de Competição na GNR” O desporto de competição há muito constitui um forte pilar das sociedades, unindo multidões com o mesmo propósito, apoiar a sua equipa de eleição, ou, mais importante ainda, a sua nação. Sendo a atividade física uma componente intrínseca à missão dos militares e agentes de segurança na Guarda Nacional Republicana, o desporto está presente na maioria do seu efetivo e, nessa representatividade de desportistas, são encontrados muitos militares que são atletas de competição. Indo de encontro a esta realidade, este trabalho tem como objetivo perceber quais as condições existentes na GNR para apoiar estes militares atletas de competição na preparação, seja a nível de protocolos, a nível de compensações pelos seus resultados ou a nível das infraestruturas que a GNR possui para assistir na preparação dos atletas. Para atingir estes objetivos foram estudados conceitos inerentes ao desporto de competição, bem como as estruturas que o suportam. Foi também estudada a estrutura existente na Guarda, através de alguns documentos institucionais deste âmbito e alguns exemplos práticos atuais. Por fim...

Emoções em desporto : determinantes dos estados emocionais em treino e competição

Otero, Vasco Espinhal
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 09/10/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Dissertação de mestrado em Psicologia do Desporto; Com o presente estudo, pretende-se identificar as emoções que surgem com maior intensidade nos contextos de treino e competição desportiva, distinguir os determinantes situacionais presentes no surgimento de emoções nos contextos de treino e competição desportiva, bem como elaborar um perfil emocional em função dos determinantes situacionais específicos, nos contextos de treino e competição desportiva. Foi adoptada uma metodologia do estudo de caso, tendo sido efectuada uma pesquisa descritiva, constituindo-se como participantes os atletas de uma equipa profissional de futebol da Liga Profissional de Futebol. Para o efeito, foram realizadas entrevistas de auto-relato acerca de situações passadas e posterior análises de conteúdo. A grande maioria das emoções revelou diferenças significativas entre ambos os contextos, tendo este facto sido mais evidenciado na Euforia, mais presente na Competição, e na Felicidade, mais presente nos treinos. Foi possível discernir para cada emoção específica quais os seus determinantes / factores situacionais, assim como a sua presença nos contextos de treino e competição desportiva. Assim sendo, tornou-se viável a elaboração de um perfil emocional em função dos determinantes situacionais específicos presentes nos contextos de treino e competição desportiva.

Efeito da violação de expectativas no comportamento e na resposta de testosterona à competição

Cavalheiro, Ana Sofia Silva
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Tem sido proposto na literatura que, em humanos, a resposta da testosterona à competição possa ser modulada por variáveis cognitivas. Neste estudo, testamos a hipótese de que as variações dos níveis de testosterona, verificadas após uma competição, não estejam tão relacionadas com o resultado em si mas antes com a forma como o sujeito avalia o evento em questão, em particular com as suas expectativas acerca da competição. Para isso, foram manipuladas as expectativas que um grupo de participantes, do sexo feminino, criou acerca de uma competição e do seu resultado. Foi construída uma tarefa, em contexto laboratorial, que nos possibilitou a manipulação das suas expectativas. Assim, as participantes foram distribuídas por dois grupos artificiais e foi-lhes fornecido um falso feedback, que lhes direcionava as expectativas. Desta forma, os dados recolhidos apresentam informação acerca de participantes que perderam ou ganharam, em situações de confirmação de expectativas ou de violação de expectativas. Posto isto, colocou-se a hipótese de que se obteria maior resposta de testosterona nas participantes vencedoras, comparativamente com as derrotadas...

Estudo de competição inter e intraespecífica envolvendo Glycine max (L. ) Merril e Cyperus rotundus (L.), em condições de casa de vegetação

Pitelli,R.A.; Durigan,J.C.; Benedetti,N.J.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1983 PT
Relevância na Pesquisa
36.98%
O presente experimento teve por objetivo estudar os efeitos da competição inter e intraespecífica envolvendo Glycine max (L.) Merril e Cyperus rotundus L. sobre as características das plantas e acúmulos de N, P, K, Ca e Mg pelas espécies envolvidas. Para tanto, estipulou-se um tratamento em que se desenvolveram três plantas de Glycine max e outro em que se desenvolveram 3 tubérculos de Cyperus rotundus por vaso. Para estudar os efeitos da competição intraespecífica, em dois outros tratamentos dobraram-se as populações por vaso. No estudo da competição interespecífica permitiu-se o desenvolvimento de três plantas de Glycine max e de três tubérculos de Cyperus rotundus num mesmo vaso. De uma maneira geral, pôde-se observar que principalmente devido às diferenças no hábito de crescimento das duas espécies, a expressão da competição inter e intraespecífica, em cada uma delas, assume aspectos distintos. No caso de Cyperus rotundus, o efeito do dobro da densidade pôde ser compensado, em parte, pela maior produção de manifestações epígeas e de tubérculos, aliados ao maior desenvolvimento dos tubérculos na menor densidade de plantio. No caso da competição interespecífica, os resultados sugerem um efeito decisivo do sombreamento de Leguminosae sobre o comportamento da Cyperaceae. Os padrões de efeitos da competição pelos nutrientes foi determinado também pelas diferenças no recrutamento dos elementos do solo pelas espécies envolvidas.

Efeitos da densidade e proporção de plantas de milho (Zea mays L.) e caruru (Amaranhus retroflexus L.) em competição

Christoffoleti,Pedro J.; Victoria Filho,Ricardo
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1996 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
A maioria dos estudos de competição, entre plantas daninhas e cultivadas, conduzidos nos últimos anos, procuram quantificar a interferência que as plantas daninhas causam sobre as culturas; no entanto, poucos destes trabalhos estudam mecanisticamente os efeitos da densidade e da proporção de plantas em uma mistura de espécies, a importância da competição intra e interespecífica e a diferenciação de nicho ecológico. Desta forma, foi desenvolvida a presente pesquisa com o objetivo principal de descrever as interações competitivas e os índices de competitividade entre plantas de milho (Zea mays L.) e caruru (Amarathus retroflexus L.). A metodologia utilizada foi a de um experimento substitutivo com densidade total de 400 plantas/m2 e 5 proporções, além da monocultura que variou de 50 a 800 plantas/m2, sendo conduzido no delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. Os resultados obtidos foram analisados pelo método convencional de análise de experimentos substitutivos e pelo método da produção recíproca total e por planta. O milho foi um competidor muito mais agressivo que o caruru, sendo que para a planta cultivada a competição intraespecífica é mais importante que a competição interespecífica. O contrário é verdadeiro para o caruru...

Competição entre plantas com ênfase no recurso luz

Castro,Carlos Renato Tavares de; Garcia,Rasmo
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1996 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
A competição entre plantas pelos diferentes fatores da produção vem recebendo, a bastante tempo, a atenção do homem. As diversas espécies vegetais reagem a cada tipo de competição de maneira diferente, mas apesar do seu importante papel na organização dos indivíduos num dado habitat, a competição inter e intra especifica é responsável pela redução da produtividade de muitas culturas, restringindo a diversificação dos consorciamentos e exigindo cuidados intensivos no controle da infestação por plantas daninhas. Nos consorciamentos, a modificação da qualidade e intensidade da radiação solar imposta pela cultura de porte mais elevado é um fator de seleção das espécies botânicas capazes de se desenvolverem sob esta condição; a melhor utilização e aproveitamento da energia solar e dos espaços vertical e horizontal aliada ao favorecimento da ciclagem de nutrientes e melhoria da estrutura do solo são vantagens explícitas do consorciamento. Muitos pesquisadores consideram a competição por luz, devido à interferência da parte aérea, mais importante e complexa do que a competição pelo substrato. Algumas espécies reagem à competição por luz ativando mecanismos complexos e se adaptando ao novo "status" de radiação...

Dinâmica de marcadores salivares de atividade autônoma e adrenocortical em resposta à competição de elite

Gómez, Miguel Mauricio Díaz
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
CAPÍTULO 2: O presente estudo investigou a variação da resposta do cortisol ao acordar (CAR) em relação com estados de humor e desempenho durante uma competição de natação profissional. Onze atletas foram examinados durantes dois dias consecutivos de competição. Em cada dia, a concentração de cortisol salivar foi determinada ao acordar, 30 e 60 minutos após acordar, imediatamente antes de aquecer para a competição e 5, 20 e 40 minutos depois da competição. O Perfil de Estados de Humor e reportes próprios de desempenho foram incluídos como instrumentos psicométricos. A CAR não foi diferente entre os dias de competição e controle e não houve relação com o desempenho em nenhum dos dois dias. No entanto, houve diferença antes de e após o evento entre os dias de competição e controle. A percepção de um desafio que irá acontecer durante o dia não necessariamente reflete a mesma magnitude de variação na CAR em sujeitos bem treinados. Isto pode ser devido a melhores mecanismos para lidar com o estresse e a fase e hora da competição em que os sujeitos foram avaliados. CAPÍTULO 3: O presente estudo investigou a resposta de proteína total na saliva (TP) alfaamilase (sAA) e cromogranina A (CgA) à competição esportiva e sua relação com estados de humor. Onze atletas profissionais foram examinados durante o primeiro dia de um evento nacional em natação e durante um evento simulado num dia de treinamento no mesmo dia da semana e no mesmo horário que a competição real. A concentração de TP foi determinada pelo método de Bradford e a de sAA e CgA por western blotting ao acordar...

Uma resenha sobre a competição tributária entre jurisdições; Texto para Discussão (TD) 819: Uma resenha sobre a competição tributária entre jurisdições; A review of tax competition among federations (integrated regions)

Silva, Napoleão Luiz Costa da
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.98%
A globalização e a integração econômica regional elevaram sensivelmente a mobilidade dos fatores de produção e reduziram as barreiras comerciais entre os países. Nesse ambiente, a competição tributária entre governos nacionais (subnacionais) para atrair fatores de produção e consumidores se intensificou. Neste trabalho discutem-se, mediante resenha de modelos teóricos, os efeitos da competição tributária entre países (estados) sobre o bem-estar de um bloco econômico regional (federação) e sobre os níveis de alíquotas tributárias e de gastos públicos na área. O argumento defendido neste texto é o de que a competição tributária entre países (estados) gera distorções que levam a alíquotas tributárias e níveis de gastos públicos diferentes daqueles que maximizam o bem-estar da região economicamente integrada (federação) considerada como um todo. Em consequência, a harmonização de tributos é desejável. Não obstante, a substituição das alíquotas de cada um dos países (estados) por uma alíquota comum gera custos e benefícios que devem ser mensurados para se decidir se a medida deve ou não ser adotada. O texto discute também as soluções possíveis para os problemas gerados pela competição tributária...

CAMPOS E ARMAS DA COMPETIÇÃO: UM MODELO PARA FORMULAR ESTRATÉGIA DE PRODUÇÃO NAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS DOI: 10.5585/rai.v4i3.109; FIELDS AND WEAPONS OF THE COMPETITION: A MODEL TO FORMULATE THE PRODUCTION STRATEGIES FOR SMALL AND MEDIUM COMPANIES

Costa, Manuel Antonio Meireles da; Sanches, Cida; Marietto, Márcio Luiz; Silva, Orlando Roque da
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
O presente trabalho argumenta que os responsáveis pela função produção nas pequenas e médias empresas - PMEs devem saber formular e implementar estratégias de produção alinhadas às vantagens competitivas que a organização busca conquistar, manter e ampliar, ou, em outras palavras, alinhadas à estratégia de negócio. Para tanto, recomenda o uso do modelo de campos e armas da competição. Além de fazer considerações sobre estratégia de produção e vantagem competitiva nas pequenas e médias empresas, o trabalho apresenta uma síntese do modelo de campos e armas da competição, que é um modelo bastante adequado para formular tanto a estratégia de negócio quanto as estratégias de produção. Campo da competição é o locus onde a empresa busca vantagem competitiva como preço, qualidade ou prazo de entrega, e é definido pela estratégia de negócio. Uma boa estratégia exige um ou dois campos principais, que não sejam excludentes, e um ou dois campos coadjuvantes. Arma de competição é um meio que a organização utiliza para alcançar vantagem competitiva em um campo da competição e é definida pela estratégia operacional. Para cada campo da competição há um conjunto de armas adequadas, chamadas de armas relevantes...

Processo de formulação da estratégia competitiva pelo modelo de campos e armas da competição; Proceso de formulación de la estrategia competitiva por el modelo de campos y armas de la competición; Competitive strategy formulation based on the fields and weapons of competition model

Contador, José Celso
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Campos e Armas da Competição (CAC) é um modelo da Teoria da Competitividade validado cientificamente, que, por ser qualitativo e quantitativo, tem vantagens em relação ao modelo de Porter, ao RBV e ao Balanced Scorecard. Ele nasceu de uma ideia simples: separar, de acordo com o interesse do cliente, as chamadas vantagens competitivas, distinguindo as que lhe interessam das que não lhe interessam. As primeiras dizem respeito aos campos da competição, e as segundas, às armas da competição. Os campos da competição estão relacionados à estratégia competitiva de negócio, e as armas da competição, às estratégias competitivas operacionais. A metodologia utiliza as seguintes variáveis matemáticas: grau de competitividade, intensidade das armas, intensidade média das armas, foco e difusão.; Campos y Armas de la Competición (CAC) es un modelo de la Teoría de la Competitividad convalidado científicamente, que, por ser cualitativo y cuantitativo, tiene ventajas en relación al modelo de Porter, al RBV y al Balanced Scorecard. Él nació de una idea simple: separar, de acuerdo con el interés del cliente, las llamadas ventajas competitivas, distinguiendo las que le interesan de las que no le interesan. Las primeras se refieren a los campos de la competición...

Concepts on the fields and weapons of the competition model; Conceitos sobre o modelo de campos e armas da competição

Contador, Jose Celso; UNINOVE - Centro Universitário Nove de Julho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Up to now, the Fields and Weapons of the Competition Model has been publicized as a theoretical framework for many studies and, as such, it has appeared in a fragmented manner. Due to the level of consolidation the model has achieved, now is the time to present it integrally, so as to expose it to the appreciation of the scientific community dedicated to Corporate Strategy. Belonging to the Competitiveness theory and having scientific validity, the model is both qualitative and quantitative, and therefore presents some advantages over Porter’s model, as well as over the RBV and the Balanced Scorecard models. A simple idea has originated it: according to the customer’s interest, separating the so-called competitive advantages, so as to sort out those that interest him/her from those that do not. The first group consists of the fields of the competition; the latter corresponds to the weapons of the competition. The fields of the competition relate to the business´ competitive strategy, and the weapons of the competition related to the operational competitive strategies. This is the first of a series of three articles.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2008v10n21p147O modelo de Campos e Armas da Competição (CAC) vem sendo publicado como referencial teórico de muitos estudos...

Efeitos bioquímicos da suplementação de carboidratos após uma competição simulada de Short Duathlon Terrestre

Mamus,Renata; Santos,M. Gisele
Fonte: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
A proposta do presente estudo foi investigar os efeitos bioquímicos da suplementação de carboidratos em uma competição simulada de short duathlon terrestre. A amostra foi constituída de quatorze duatletas, aos quais foram dados suplementos de uma bebida com carboidrato em uma solução a 6% de maltodextrina (g1), placebo (g2) e solução a 6% de glicose (g3), em três momentos distintos da competição simulada: 30 minutos antes da prova (500ml), a cada 15 minutos durante essa competição (200ml) e imediatamente após o término desta (300ml). Amostras de sangue foram coletadas em dois momentos - antes e imediatamente após o final da competição - para análise da glicemia, lactato, insulina e cortisol. Verificaram-se diferenças significativas, em relação aos níveis de glicemia entre g1 e g2, na fase pós-competição. Quando analisado o lactato, também se verificou uma diferença significativa em g1 e g2 na fase durante a competição. Da mesma forma, foram observadas diferenças significativas nas concentrações de cortisol durante a competição (g1) e pós-competição (g2). A conclusão desse estudo, baseada nos dados obtidos das amostras sanguíneas, foi que a suplementação de maltodextrina fornece indicativos bioquímicos que favorecem sua utilização em competições como o short duathlon terrestre.