Página 1 dos resultados de 11 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Os efeitos farmacológicos de drogas ditas ansiolíticas e ansiogênicas administradas em ratos testados no labirinto em cruz elevado na presença e ausência de luminosidade; Farmacological effects of anxiolytic and anxiogenic drugs in rats tested in the elevated plus-maze under light or dark condition.

Becerra, Andrea Milena Garcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
27.65%
Há relatos de que doses baixas de pentilenotetrazol (PTZ) apresentam um efeito ansiogênico em testes comportamentais que medem ansiedade. No labirinto em cruz elevado a droga reduz a porcentagem de entradas e o tempo gasto nos braços abertos. O clordiazepóxido (CDP), por outro lado, é uma droga que tem efeitos ansiolíticos, aumentando a exploração dos braços abertos do labirinto ao reduzir a aversão natural dos ratos aos braços abertos. Obtém-se um efeito similar quando o teste ocorre no escuro. Cafeína (CAF) é um composto estimulante que, aplicada em baixas doses, estimula a atividade motora no labirinto. O presente trabalho investiga o efeito de drogas gabaérgicas nas medidas de ansiedade obtidas no labirinto em cruz elevado, na presença ou ausência de luz. Ratos distribuídos aleatoriamente em 18 grupos receberam injeções de PTZ (0, 10 e 20 mg/kg), 5 min antes do teste, CDP (0,1.5 e 3 mg/kg) ou CAF (0, 10 e 30 mg/kg) 30 min antes do teste e foram colocados no labirinto em cruz elevado por 5 minutos, permitindo sua livre exploração, sob duas condições de luminosidade: claro (22 lux) ou escuro (0 lux). Os resultados mostraram que nem o PTZ nem o CDP tiveram qualquer efeito quando os animais eram testados no escuro. No claro...

Fatores hormonais, cognitivos e neuroanatômicos associados ao comportamento exploratório de ratos submetidos ao teste e reteste no labirinto em cruz elevado; Hormonal, cognitive and neuroanatomical factors associated with the exploratory behavior of rats submitted to the test and retest session in the elevated plus maze

Souza, Lucas Albrechet de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
16.93%
O protocolo de teste/reteste no labirinto em cruz elevado (LCE) mostra que a experiência prévia no labirinto produz alterações duradouras nas respostas comportamentais de roedores. Nesse contexto, ratos submetidos ao LCE pela primeira vez apresentam um aumento característico na exploração dos braços abertos e uma redução dos comportamentos de avaliação de risco após a administração de drogas ansiolíticas. Na reexposição ao labirinto, porém, essas drogas tornam-se ineficazes em alterar as medidas tradicionais do LCE. Esse fenômeno foi inicialmente observado com o benzodiazepínico clordiazepóxido e referido como one-trial tolerance (tolerância de um ensaio OTT). A proposta do presente estudo é compreender a OTT por meio do exame dos fatores hormonais, cognitivos e neuroanatômicos envolvidos nesse fenômeno. A administração sistêmica do benzodiazepínico midazolam ou de metirapona, um bloqueador da síntese de glicocorticóides, reduziu a frequência dos comportamentos de avaliação de risco e dos níveis plasmáticos de corticosterona quando injetados antes das sessões teste ou reteste. Além disso, a reexposição de ratos ao LCE foi caracterizada por uma avaliação de risco mais proeminente, de acordo com a análise fatorial...

Análise toxicológica de anfetaminas e benzodiazepínicos em amostras de cabelo por cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas; Toxicological analysis of amphetamines and benzodiazepines in hair samples by gas chromatography coupled to mass spectrometry

Pantaleão, Lorena do Nascimento
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.93%
As anfetaminas compreendem uma série de compostos com estrutura química semelhante à feniletilamina e que apresentam atividade estimulante do sistema nervoso central. Além de substâncias anorexígenas como o femproporex e a dietilpropiona, também estão incluídas nessa classe drogas ilícitas como a metanfetamina (ice, speed) e a metilenodioximetanfetamina (MDMA, ecstasy). Essas substâncias apresentam grande potencial de abuso, podendo ser utilizadas por diversos grupos sociais como motoristas profissionais (onde são conhecidas por "rebite"), estudantes, jovens (utilizando ecstasy em festas denominadas "raves") e pessoas que abusam de moderadores de apetite para o controle de peso. Interessantemente, há também a possibilidade de alguns indivíduos utilizarem anfetaminas em associação com benzodiazepínicos. Embora a comercialização dos derivados anfetamínicos tenha sido proibida no Brasil desde 2011, é de conhecimento que algumas pessoas ainda utilizam anorexígenos e recorram ao uso concomitante com benzodiazepínicos como forma de controlar a insônia provocada pelas anfetaminas. Outra situação de uso das duas substâncias ao mesmo tempo seria a de motoristas profissionais, usuários de "rebite", que também tentariam controlar os ciclos de sono utilizando benzodiazepínicos. Em vista dessa situação...

Um estudo do comportamento social de duplas de ratos (Rattus norvegicus); A study of social behavior in pairs of rats (Rattus norvegicus)

Bonuti, Rafael Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
28.03%
Uma das dificuldades de se estudar o comportamento social é que para que ele ocorra são necessários pelo menos dois sujeitos, o que dificulta medidas de um deles, sem que seja necessário levar em conta o comportamento do outro. O presente trabalho investiga o comportamento social de duplas de ratos separados por uma grade, para minimizar o efeito que o comportamento de um rato possa ter sobre o outro. Como equipamento, foi utilizado um campo aberto de madeira (120 x 120 x 40 cm) forrado de fórmica marrom escuro. Uma das paredes podia estar intacta ou apresentar uma abertura por onde se podia acoplar uma gaiola de pássaros (34 x 22 x 26 cm). Todas as sessões se iniciavam pela colocação de um rato no centro do campo aberto e da gravação de seu comportamento por 10 minutos (exceto quando mencionado diferente) por uma câmara de vídeo. Para o registro, o piso do campo aberto na tela da TV foi dividido em 36 quadrados de 20 cm. Para cada quadrado, foram registradas a frequência e a duração dos seguintes comportamentos: (1) entradas e tempo gasto nos quadrados do campo aberto (compondo as áreas: quadrado da gaiola, cantos, periferia e centro), (2) frequência e tempo gasto farejando, limpando-se, levantando-se, esticando-se...

Validação farmacológica de um novo modelo comportamental integrado de ansiedade/emocionalidade em ratos

Wehrmeister, Thaize Debatin
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiv, 73 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
17.65%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Florianópolis, 2010; Vários testes existem para medir comportamentos relacionados à ansiedade em roedores de laboratório. Entretanto, a interpretação dos parâmetros e o entendimento dos comportamentos observados nestes testes ainda não são satisfatórios. Para uma avaliação mais completa do perfil emocional dos animais é interessante utilizar diferentes testes e medidas comportamentais. Porém, o mesmo animal não pode ser testado ao mesmo tempo em diferentes testes comportamentais. Para tentar resolver esta questão, foi proposto o teste triplo, que integra três testes comportamentais, o campo aberto (CA), o labirinto em cruz elevado (LCE), e a caixa branca/preta (CBP). No presente trabalho foi verificado o efeito do tratamento agudo com os ansiolíticos benzodiazepínicos midazolam (MDZ 0,187, 0,375 e 0,75 mg/kg) e clordiazepóxido (CDZ 0,5, 5 e 10mg/kg), e com o ansiogênico pentilenotetrazol (PTZ 10 e 20 mg/kg) no teste triplo. Ainda foi avaliado o efeito da administração aguda de clordiazepóxido (CDZ 0,5, 5 e 10 mg/kg) no CA e na CBP individualmente e o efeito da administração repetida de CDZ (10 mg/kg) em três protocolos: teste/reteste...

Prescrição, dispensação e regulação do consumo de psicotrópicos anorexígenos em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Carneiro,Mônica de Fátima Gontijo; Guerra Júnior,Augusto Afonso; Acurcio,Francisco de Assis
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
16.93%
Estudo retrospectivo, realizado na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, para avaliar indicadores de dispensação e consumo de substâncias anorexígenas. Ocorreu em duas etapas: na primeira, foram analisadas 2.906 das 168.237 notificações de receitas aviadas por estabelecimentos farmacêuticos da cidade, em 2003. Observou-se uma baixa qualidade nas notificações. O consumo projetado foi de 19,75 DDD/mil habitantes/dia. A substância mais consumida foi o fenproporex (59,8%). Uma farmácia foi responsável por 39,8% das dispensações. Na segunda etapa, foram analisados 14.554 registros do livro de receituário geral da farmácia que mais dispensou tais produtos, no período de abril a agosto de 2005. Os anorexígenos responderam por 9,2% das manipulações e 91,8% deles foram prescritos para uso concomitante com outra substância: 43% com clordiazepóxido, 50,6% com fluoxetina, 7,5% com outro anorexígeno e 28,2% com bromazepam. Os resultados observados sugerem um uso indiscriminado e irracional de anorexígenos neste município, sendo fundamental aprimorar a regulação do mercado de produtos manipulados. Para tanto, é necessário uma melhor compreensão do papel da farmácia nessa regulação e o papel dos prescritores no uso racional dessas substâncias.

Evidências advindas do consumo de medicamentos moduladores do apetite no Brasil: um estudo farmacoeconométrico

Mota,Daniel Marques; Silva-Jr,Gilson Geraldino
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
18.03%
OBJETIVO: Analisar o consumo de moduladores do apetite (CMA) no Brasil em 2009, condicionado às características dos usuários, do sistema de saúde e de outros medicamentos. MÉTODOS: Estudo farmacoeconométrico com dados em corte transversal para analisar as relações entre o CMA (mg/per capita) e as variáveis independentes selecionadas (gênero, raça/cor, faixa etária, escolaridade, renda, cobertura de planos de saúde e consumo de fluoxetina e clordiazepóxido), mediante análise de regressão linear múltipla. Este estudo utilizou-se dessas variáveis em nível de agregação por estados para 2009. As análises foram realizadas no software Gretl. RESULTADOS: Destacamos que São Paulo registrou o maior CMA, com 97,3 mg/per capita, seguido de Goiás, com 94,8 mg/per capita. O menor consumo foi verificado no Ceará (3,8 mg/per capita). Os maiores consumidores de fluoxetina foram o Rio Grande do Sul, com 58,0 mg/per capita, e Goiás, com 51,5 mg/per capita. O Ceará (2,3 mg/per capita) registrou o menor con-sumo. Para o clordiazepóxido, os maiores valores foram verificados em Minas Gerais (7,5 mg/per capita) e Rio de Janeiro (4,8 mg/per capita), enquanto que o Amazonas (0,08 mg/per capita) obteve o menor consumo. Da análise de regressão destacamos: 1) o CMA está relacionado com renda...

Análise toxicológica por técnicas de triagem aplicada em amostras biológicas post-mortem de casos suspeitos de intoxicação provenientes de Instituto de Criminalítisca; Systematic toxicological analysis by screening techniques applied in pos-mortem biological samples of suspected cases of poisning from Institute of Forensic

Silva, Maria Augusta Alves
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas (FF); Faculdade Farmácia - FF (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas (FF); Faculdade Farmácia - FF (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.93%
The toxicological analyzes on various samples are extremely important and can be used for multiple purposes, such as monitoring of drug addicts, forensic analysis, doping control, therapeutic monitoring, analyses of environmental contaminants, etc. The objective of this study was to analyze post - mortem blood samples of the Instituto de Criminalística de Goiás (IC) by immunochromatography and systematic toxicological analysis HPLC - PDA to check the presence or absence of toxic agents. The chromatographic conditions of the method were: mobile phase monobasic potassium phosphate buffer pH 2.3 and acetonitrile, flow rate 1 ml / min, Lichrospher RP8 column, 5μm, 250 x 4.0 mm, scanning range 200-380 nm, the calibration standards were MPPH system, caffeine, benzene and histamine. It was used the database proposed by UVTOX Pragst et al (2001). As part of the partial validation the matrix effect was evaluated by liquid-liquid extraction of whole blood samples contaminated with 8 standards in known concentration. The whole blood samples were extracted at different pH values and analyzed by HPLC -PDA. Through the areas obtained from each standard, it was calculated the standardized factor matrix which showed a coefficient of variation less than 10 %. In order to compare two screening techniques for detection of drugs of abuse...

Caracterização fenotípica e molecular da linhagem congênica de ratos SHR.LEW-Anxrr16 como um novo modelo genético para o estudo da ansiedade

Medeiros, Gabriela Ferreira de
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 130 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
16.93%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Farmacologia; Um cruzamento entre as linhagens de ratos Lewis (LEW) e Spontaneously Hypertensive Rats (SHR) levou à identificação de um QTL (quantitative trait locus) no cromossomo 4, chamado de Anxrr16, influenciando a locomoção no centro do teste do campo aberto (CA), um índice experimental de ansiedade. Foi observado que, apesar dos animais da linhagem LEW normalmente exibirem um comportamento mais "ansioso" do que os SHR, a presença de alelos da linhagem LEW em Anxrr16 aumentava a locomoção no centro do CA de animais F2, ao contrário do esperado. Uma linhagem congênica (denominada SHR.LEW-Anxrr16, ou SLA16) foi então construída, através de cruzamentos entre as linhagens LEW (doadora) e SHR (receptora), para melhor investigar os efeitos desse locus. Através de testes comportamentais realizados durante a construção desta linhagem (PEREIRA, 2010), o efeito contra-intuitivo desse QTL foi confirmado, entretanto, os dados obtidos não foram conclusivos. O presente estudo teve como objetivos principais o refinamento e a caracterização genotípica e fenotípica da linhagem congênica SLA16...

An analysis of the anxiolytic effects of ethanol on consummatory successive negative contrast; Un análisis de los efectos ansiolíticos del etanol sobre el contraste negativo sucesivo consumatorio

Kamenetzky, Giselle V.; Mustaca, Alba E.; Papini, Mauricio R.
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2009 SPA
Relevância na Pesquisa
16.93%
The anxiolytic properties of ethanol (1 g/kg, 15% dose, i.p.) were studied in two experiments with rats involving incentive downshifts from a 32% to a 4% sucrose solution. In Experiment 1, alcohol administration before a downshift from 32% to 4% sucrose prevented the development of consummatory suppression (consummatory successive negative contrast, cSNC). In Experiment 2, ethanol prevented the attenuating effects of partial reinforcement (random sequence of 32% sucrose and nothing) on cSNC, causing a retardation of recovery from contrast. These effects of ethanol on cSNC are analogous to those described for the benzodiazepine anxiolytic chlordiazepoxide, suggesting that at least some of its anxiolytic effects are mediated by the same mechanisms. ; Las propiedades ansiolíticas del etanol (1 g/kg, dosis de 15% intraperitoneal) fueron estudiadas en dos experimentos con ratas que fueron expuestas a una disminución sorpresiva del incentivo, una solución azucarada, del 32% al 4%. En el Experimento 1, la administración del alcohol antes del cambio negativo de 32% a 4% previno el desarrollo de la supresión consumatoria (contraste sucesivo negativo consumatorio, CSNc). En el experimento 2, el etanol previno los efectos atenuantes del reforzamiento parcial (consistente en una secuencia aleatoria de solución azucarada al 32% o agua sin azúcar) sobre el CSNc...

Prescrição, dispensação e regulação do consumo de psicotrópicos anorexígenos em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Carneiro,Mônica de Fátima Gontijo; Guerra Júnior,Augusto Afonso; Acurcio,Francisco de Assis
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
16.93%
Estudo retrospectivo, realizado na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, para avaliar indicadores de dispensação e consumo de substâncias anorexígenas. Ocorreu em duas etapas: na primeira, foram analisadas 2.906 das 168.237 notificações de receitas aviadas por estabelecimentos farmacêuticos da cidade, em 2003. Observou-se uma baixa qualidade nas notificações. O consumo projetado foi de 19,75 DDD/mil habitantes/dia. A substância mais consumida foi o fenproporex (59,8%). Uma farmácia foi responsável por 39,8% das dispensações. Na segunda etapa, foram analisados 14.554 registros do livro de receituário geral da farmácia que mais dispensou tais produtos, no período de abril a agosto de 2005. Os anorexígenos responderam por 9,2% das manipulações e 91,8% deles foram prescritos para uso concomitante com outra substância: 43% com clordiazepóxido, 50,6% com fluoxetina, 7,5% com outro anorexígeno e 28,2% com bromazepam. Os resultados observados sugerem um uso indiscriminado e irracional de anorexígenos neste município, sendo fundamental aprimorar a regulação do mercado de produtos manipulados. Para tanto, é necessário uma melhor compreensão do papel da farmácia nessa regulação e o papel dos prescritores no uso racional dessas substâncias.