Página 1 dos resultados de 12636 itens digitais encontrados em 0.040 segundos

Produtividade da soja sob influência de ocorrência natural de Septoria glycines Hemmi e Cercospora kikuchii (Matsu. & Tomoyasu) Gardner com e sem controle químico. ; Soybean yield under the effect of natural occurence of septoria glycines hemmi and cercospora kikuchii (matsu. & tomoyasu) gardner diseases with and without chemical control.

Martins, Mônica Cagnin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
65.82%
A ocorrência das doenças de final de ciclo causadas pelos fungos Septoria glycines e Cercospora kikuchii é facilmente observada no campo. Entretanto, são necessárias informações precisas sobre a quantificação de danos e perdas na produtividade, bem como, a definição da melhor época para aplicação de fungicidas. A falta de um método padrão de quantificação visual pode levar a estimativas imprecisas da severidade das mesmas, induzindo a conclusões erradas. Com os objetivos de elaborar e validar uma escala diagramática para a quantificação das doenças de final de ciclo da soja, avaliar o efeito dessas doenças sobre a produtividade, identificar o melhor estádio fenológico da cultura para o controle dessas doenças, verificar a relação entre a severidade dessas doenças e a produtividade e avaliar os efeitos das mesmas sobre a duração e absorção da área foliar sadia das plantas de soja, foram instalados experimentos na Fazenda Areão (ESALQ/USP), localizada em Piracicaba - SP. Utilizou-se o cultivar de soja MG/BR - 46 (Conquista), considerado suscetível a essas doenças, adotando-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, no esquema fatorial 2 x 3 (dois fungicidas: benomyl e tebuconazole e três momentos fenológicos de pulverização: R4...

Seleção de plantas resistentes e de fungicidas para o controle da "morte prematura" do maracujazeiro, causada por Nectria haematococca e Phytophthora parasitica.; Selection of resistant plants and fungicides for the control of passion fruit "premature death", caused by Nectria haematococca and Phytophthora parasitica.

Fischer, Ivan Herman
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
55.84%
O presente trabalho teve por objetivos avaliar métodos de inoculação de Nectria haematococca e Phytophthora parasitica e idades de Passiflora edulis f. flavicarpa suscetíveis à infecção; avaliar a ocorrência de damping-off e podridão de colo do maracujazeiro em solo infestado; avaliar o comportamento de diferentes Passsifloraceas e genótipos de maracujazeiro amarelo aos respectivos patógenos; realizar testes de controle químico in vitro, tratamento químico erradicante em solo infestado e tratamento químico curativo em P. edulis f. flavicarpa para os respectivos patógenos. Inoculações no colo das plantas de P. edulis f. flavicarpa proporcionaram maiores níveis de doença comparadas às inoculações no sistema radicular, previamente ferido. Os resultados sugerem que N. haematococca seja um patógeno que penetra através de ferimentos. A mortalidade foi maior quando a inoculação foi realizada em plantas mais jovens e quando os patógenos N. haematococca e P. parasitica estavam em associação. Dentre as 17 espécies de Passiflora avaliadas para resistência aos patógenos, as espécies P. nitida, P. laurifolia e P. alata apresentaram as menores médias de lesões de N. haematococca, enquanto que para P. parasitica foram as espécies P. suberosa...

Cancro bacteriano do tomateiro: metodologia de inoculação, reação de genótipos do hospedeiro e eficiência de químicos sobre o controle.; Bacterial canker of tomato: inoculation methodology, reaction of host genotypes and efficiency of chemicals on the control.

Kronka, Adriana Zanin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
55.78%
O cancro bacteriano, causado por Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis (Cmm), é uma das doenças mais importantes da cultura do tomate (Lycopersicon esculentum Mill.), especialmente para tomateiros estaqueados. O controle está fundamentado na adoção de um conjunto de medidas preventivas, pois poucas são as informações sobre materiais resistentes à doença e não existe um produto químico que a controle eficientemente. Os objetivos desta tese foram determinar um método de inoculação adequado à seleção de genótipos de tomateiro resistentes ao cancro bacteriano; avaliar a reação de genótipos de tomateiro à inoculação com Cmm; e avaliar o efeito de acibenzolar-S-metil e outros produtos fitossanitários no controle da doença. Para o ensaio de metodologia, foram avaliados quatro métodos de inoculação (aspersão de suspensão bacteriana na face inferior das folhas; aspersão, sob pressão, de suspensão bacteriana na face inferior das folhas; corte do sistema radicular, com tesoura, seguido de imersão na suspensão bacteriana; e ferimento na haste com alfinete entomológico transpassando uma gota de suspensão de inóculo depositada na axila foliar) e três concentrações de inóculo (108 ufc/mL, 107 ufc/mL e 106 ufc/mL). Posteriormente...

Ferrugem asiática da soja: relações entre o atraso do controle químico, rendimento, severidade e área foliar sadia de soja (Glycine max L. Merril); Asian soybean rust: relationship between delay of chemical control, yield, severity and healthy leaf area of soybean (Glycine max L. Merril)

Calaça, Helen Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
65.88%
O controle da ferrugem asiática é altamente dependente do tratamento com fungicidas. A decisão do momento correto da aplicação é fundamental para a eficiência do tratamento, visto que atrasos na efetuação do controle podem torná-lo tão ineficaz quanto à ausência de aplicações. O dano provocado pela ferrugem asiática é decorrente da redução da área foliar, devido à destruição do tecido vegetal e desfolha precoce. Tendo em vista a influência que o atraso no controle tem sobre a ferrugem asiática, e esta sobre a folhagem das plantas de soja, o dano pode ser melhor compreendido com o uso de variáveis que captem modificações na área foliar do hospedeiro. Com os objetivos de avaliar o efeito do atraso no controle da ferrugem asiática sobre o rendimento e os componentes do rendimento, a duração (HAD), a absorção da área foliar sadia (HAA) de plantas de soja e sobre a severidade da doença e examinar as relações entre o rendimento de soja com a duração, absorção da área foliar sadia e severidade da ferrugem asiática, foram conduzidos cinco experimentos no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola da Arysta LifeScience, em Pereiras-SP. Os experimentos envolveram um tratamento preventivo e tratamentos que corresponderam a atrasos crescentes na efetuação do controle químico. As relações entre os parâmetros citados acima foram avaliadas por meio de testes de comparação de médias (LSD) e regressões lineares e não lineares (p<=0...

Controle de ferrugem asiática e desempenho de duas cultivares de soja submetidas a diferentes fungicidas e épocas de aplicações; Asian Rust control and performance of two soybean cultivars submitted to different fungicides and application time

Tsumanuma, Guy Mitsuyuki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
55.78%
O fungo Phakopsora pachyrhizi Syd. & Syd, representa grande ameaça à sojicultura nas principais regiões produtoras do mundo, onde perdas significativas foram relatadas. Na quantificação de danos causados por esta doença muitas são as variáveis a serem estudadas como Área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD), Absorção da área foliar sadia (HAA) e Duração da área foliar sadia (HAD), além das curvas de progresso da doença. Visando seu controle químico torna-se necessário a aplicação de defensivos agrícolas, os quais podem afetar o crescimento e metabolismo das plantas, resultando em consequências negativas ou positivas. Existem relatos de que a aplicação de fungicidas do grupo das estrobilurinas na cultura da soja tem promovido aumento de produtividade mesmo em locais sem incidência de doenças, indicando que alterações de ordem fisiológica devem ser quantificadas. Este estudo foi desenvolvido com o objetivo de verificar a influência dos diferentes fungicidas no progresso da doença, bem como suas implicações nas variáveis referentes à área foliar sadia, no crescimento e na produtividade de duas cultivares semeadas em época tardia. Os tratamentos testados nas duas cultivares foram: 1. Testemunha; 2. Testemunha com herbicidas (V4); 3. Herbicida + pyraclostrobin (V4); 4. Herbicidas + pyraclostrobin (V4) e pyraclostrobin + epoxiconazole (R2); 5. Herbicidas + pyraclostrobin (V4) e pyraclostrobin + epoxiconazole (R2 e R5.1); 6. Herbicida + pyraclostrobin (V4)...

Podridão floral dos citros: dinâmicas temporal e espacial, sensibilidade de Colletotrichum acutatum a fungicidas e controle da doença; Postbloom fruit drop: temporal and spatial dynamics, sensitivity of Colletotrichum acutatum to fungicide and disease control

Silva Junior, Geraldo José da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
55.79%
A Podridão Floral dos Citros (PFC), causada por Colletotrichum acutatum, foi observada em 1956/57 em Belize e relatada posteriormente em 1979. Neste mesmo ano a PFC também foi relatada no Brasil e, desde então, tem causado prejuízos todas às vezes nas quais o período de florescimento coincide com a ocorrência de chuvas. O controle da PFC é realizado principalmente por meio de pulverizações preventivas com fungicidas. O uso indiscriminado de fungicidas com o mesmo modo de ação pode selecionar indivíduos resistentes. O conhecimento da epidemiologia da PFC pode gerar informações precisas a serem utilizadas na elaboração de estratégias de manejo no campo, bem como melhorar a eficiência do controle químico da doença. Assim, foi proposto este trabalho com os objetivos de: i) caracterizar as dinâmicas temporal e espacial da PFC em pomares jovens de laranja doce; ii) avaliar in vitro a sensibilidade de isolados de C. acutatum a fungicidas e; iii) avaliar o efeito de diferentes fungicidas, intervalos de aplicação e programas de pulverização no controle da PFC no campo. A dinâmica temporal e espacial da PFC foi caracterizada em três talhões de 2 a 4 anos de idade com 500 plantas cada. Crescimento explosivo da PFC foi observado com altas taxas diárias de progresso (r) descritas pelo modelo logístico de 0...

Métodos de controle químico de amostras de própolis; Chemical control methods of propolis samples

Rio, Ricardo Gomide Woisky Do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/1996 PT
Relevância na Pesquisa
65.84%
Propõe-se um conjunto de parâmetros e respectivos métodos para análise de amostras de própolis bruta e tinturas de própolis, com vistas ao seu controle químico. Para amostras de própolis bruta, propõe-se a determinação dos teores de fenóis totais, flavonóides, ácidos fenólicos, ceras, cinzas, substâncias voláteis e resíduo seco. Para a análise de tinturas, propõe-se a determinação dos quatro primeiros ítens acima, acrescidos do teor de álcool etílico e densidade. A adequação dos métodos apresentados para a determinação de fenóis totais, flavonóides e ácidos fenólicos foi avaliada através de sua aplicação a uma mistura contendo quantidades conhecidas de flavonóides e ácidos fenólicos. O percentual das diferenças entre os teores reais e os teores medidos na mistura padrão situaram-se sempre abaixo de 10,0%. O emprego do conjunto de análises propostas é exemplificado, através da determinação dos parâmetros em amostras de própolis bruta, coletadas em distintas localidades do Brasil, e em amostras de tinturas etanólicas e hidroalcoólicas de própolis. Todos os ensaios foram realizados em triplicata, o que permitiu verificar que os métodos propostos apresentam boa reprodutibilidade. As amostras de própolis analisadas apresentam teores de fenóis totais cerca de 30% inferiores à média dos resultados relatados para amostras de origem européia. Os teores de flavonóides encontrados são muito pequenos...

Antracnose do abacateiro: danos pós-colheita, caracterização do agente causal, quantificação de parâmetros da pré-penetração e monocíclicos e controle químico; Avocado anthracnose: post-harvest damages, characterization of the causal agent, quantification of prepenetration and monocyclic parameters and chemical control.

Tozze Junior, Hugo José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
55.75%
O Brasil é um dos principais países produtores de abacate. A competitividade do país no comércio internacional desta fruta demanda a minimização de danos pós-colheita, especialmente os causados pela antracnose. Este trabalho objetivou: (i) identificar e quantificar os danos pós-colheita em abacates Fuerte e Hass; (ii) identificar e caracterizar isolados de Colletotrichum do abacateiro, comparando-os com isolados de outras frutíferas; (iii) avaliar o efeito de temperatura e período de molhamento sobre a germinação de conídios e formação de apressórios, bem como, sobre a infecção e colonização de Colletotrichum gloeosporioides em abacates; (iv) avaliar o efeito de fungicidas e sanitizantes no controle da antracnose do abacateiro em pós-colheita. As incidências da antracnose e de outros danos póscolheita foram avaliadas periodicamente em abacates amostrados em três etapas do beneficiamento em packinghouse e revelaram que a antracnose foi a principal doença póscolheita, com incidências média de 45,7% para o abacate Fuerte e 68,7% para Hass. Identificação, caracterização e análise comparativa foram realizadas para 93 isolados obtidos de abacate, manga, maracujá e pêssego, por meio do aspecto da colônia e taxa de crescimento em diferentes temperaturas...

Ganho de peso de novilhas em pastagem nativa da Serra do Sudeste do RS submetida ao controle de plantas indesejáveis e intensidades de pastejo; Heifers weight gain on Serra do Sudeste native pasture in RS, submitted to undesirable plants control and grazing intensities

Crancio, Leonardo Araripe; Carvalho, Paulo Cesar de Faccio; Nabinger, Carlos; Silva, Jamir Luis Silva da; Santos, Rogerio Jaworski dos; Santos, Davi Teixeira dos; Pellegrini, Luiz Giovani de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.77%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de métodos de controle de espécies indesejáveis e de intensidades de pastejo sobre o desempenho animal em pastagem nativa da Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul. Foram utilizados os métodos de controle: roçada de primavera (RP), roçada de outono (RO), controle químico (Q) e um tratamento testemunha (T), todos submetidos a dois niveis de oferta de forragem, médio (8%) e alto (14%), expressos em kg de matéria seca diariamente ofertada para cada 100kg de peso vivo animal. O delineamento experimental empregado foi o de blocos completamente casualizados, num arranjo fatorial com duas repetições. A análise estatística não demonstrou interação entre os fatores estudados, bem como existência de diferença entre os métodos de controle de espécies indesejáveis para as variáveis de produção primária e secundária (P>0,1). Não houve diferença de ganho médio diário entre os níveis de oferta de forragem estudados (P>0,1). Animais submetidos à alta oferta de forragem apresentaram menor perda de peso por unidade de área (P<0,1).; This work aimed to evaluate the effect of different undesirable plants controlling methods and grazing intensities on animal production in native pastures. The treatments were no control (T)...

A model for optimal chemical control of leaf area damaged by fungi population - Parameter dependence

Oliveira, RZG; Bassanezi, R. C.; Yang, H. M.; Adami, A.
Fonte: World Scientific Publ Co Pte Ltd Publicador: World Scientific Publ Co Pte Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 105-122
ENG
Relevância na Pesquisa
55.77%
We present a model to study a fungi population submitted to chemical control, incorporating the fungicide application directly into the model. From that, we obtain an optimal control strategy that minimizes both the fungicide application (cost) and leaf area damaged by fungi population during the interval between the moment when the disease is detected (t = 0) and the time of harvest (t = t(f)). Initially, the parameters of the model are considered constant. Later, we consider the apparent infection rate depending on the time (and the temperature) and do some simulations to illustrate and to compare with the constant case.

Chemical control of pilea microphylla in euterpe oleraceae nurseries with oxyfluorfen

Romani, G. N.; Queiroz, J. R G; Silva, M. T.; Alves, P. L C A; Pivetta, K. F L
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: 327-330
ENG
Relevância na Pesquisa
55.79%
The açai palm is a Brazilian native species and economically important, grown for the hearts of palm and fruit extraction, as well as the seedling production for ornamental purposes. The weed control is one of the concerns observed in seedling production, which has the artillery plant (Pilea microphylla) with the major and widespread occurrence. Thus, the aim of this trial was to evaluate the selectivity and efficacy of oxyfluorfen in artillery plant control in açai (Euterpe oleracea) seedlings. The experimental design was completely randomized. The treatments were arranged in a 2 x 3 factorial scheme, using 2 types of herbicide application: broadcast spraying (sprayed over total area) and spot spraying (directed to the target) and 3 oxyfluorfen dosages (0, 72 and 144 g of active ingredient ha-1) with four replications. Each experimental unit consisted by one açai palm pot infested by artillery plant. They ere visually evaluated for seedling toxicity and the weed control percentage, at 7, 15, 30, 45 and 60 days after application (DAA). There was 100% control of artillery plant from 15 to 60 DAA for the two tested dosages, regardless of application type. However, 100% control was observed at 7 days, using 1.5 L ha-1 in the spot type. The effects of phytotoxicity from 30 to 60 days was moderate...

Chemical control of morning glory as a function of water restriction levels

Giancotti, P.r.f.; Toledo, R.e.b.; Alves, P.l.c.a.; Victoria Filho, R.; Cason, J.b.; Rocha, M.g.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 345-353
ENG
Relevância na Pesquisa
55.84%
Among the herbicides recommended for the dry season and registered to sugarcane crop, amicarbazone, isoxaflutole and the association diuron + hexazinone + sulfomethuron-methyl can be highlighted. These are pre-emergence herbicides efficient against broad-leaved weeds. Morning glory causes large losses in infested sugarcane fields by bending the stalks and interfering in harvesting. In this study the effectiveness of pre-emergence herbicides for two species of morning glory (Ipomoea hederifolia and Ipomoea grandifolia) was evaluated. Treatments were arranged in completely randomized factorial design (4 x 7). There were four periods of water restriction (0, 30, 60 and 90 days), seven chemical treatments [diuron + hexazinone + sulfometuron-methyl (1387 + 391 + 33.35 g a.i. ha-1), diuron + hexazinone + sulfometuron-methyl (1507.5 + 425 + 36.25 g a.i. ha-1), diuron + hexazinone + sulfometuron-methyl (1658.25 + 467.5 + 39.87 g a.i. ha-1), diuron + hexazinone + sulfometuron­methyl (1809 + 510 + 43.5 g a.i. ha-1), amicarbazone (1190 g a.i. ha-1), amicarbazone + isoxaflutole (840 + 82.5 g a.i. ha-1)] and a control with no application. At 7, 14, 21 and 28 days after the restoration of moisture, control was visually evaluated. After the final evaluation...

Minimum number of assessment times to compare chemical control treatments for papaya fruit anthracnose

Liberato,José R.; Cruz,Cosme D.; Tatagiba,Joseli S.; Zambolim,Laércio
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 EN
Relevância na Pesquisa
55.81%
The chemical treatment evaluation in the field to control post-harvest fruit anthracnose (Colletotrichum gloeosporioides) requires a suitable disease incidence assessment on harvested papaya (Carica papaya) fruits. The minimum number of papaya fruit harvests was determined for valid treatment comparison in field trials for anthracnose chemical control. Repeatability analysis was done using previously published data. The coefficient determination (R²) estimate range, using four methods, and based on means of 12 assessment times, was 92.58 < R² < 94.45%. The number of assessment times required for R²=90% varied from seven to nine. The R² values of 85.1 < R² < 91.3% estimated by ANOVA suggested that any seven successive assessment times were sufficient for treatment comparison.

Chemical control of morning glory as a function of water restriction levels

Giancotti,P.R.F.; Toledo,R.E.B.; Alves,P.L.C.A.; Victoria Filho,R.; Cason,J.B.; Rocha,M.G.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 EN
Relevância na Pesquisa
55.84%
Among the herbicides recommended for the dry season and registered to sugarcane crop, amicarbazone, isoxaflutole and the association diuron + hexazinone + sulfomethuron-methyl can be highlighted. These are pre-emergence herbicides efficient against broad-leaved weeds. Morning glory causes large losses in infested sugarcane fields by bending the stalks and interfering in harvesting. In this study the effectiveness of pre-emergence herbicides for two species of morning glory (Ipomoea hederifolia and Ipomoea grandifolia) was evaluated. Treatments were arranged in completely randomized factorial design (4 x 7). There were four periods of water restriction (0, 30, 60 and 90 days), seven chemical treatments [diuron + hexazinone + sulfometuron-methyl (1387 + 391 + 33.35 g a.i. ha-1), diuron + hexazinone + sulfometuron-methyl (1507.5 + 425 + 36.25 g a.i. ha-1), diuron + hexazinone + sulfometuron-methyl (1658.25 + 467.5 + 39.87 g a.i. ha-1), diuron + hexazinone + sulfometuron­methyl (1809 + 510 + 43.5 g a.i. ha-1), amicarbazone (1190 g a.i. ha-1), amicarbazone + isoxaflutole (840 + 82.5 g a.i. ha-1)] and a control with no application. At 7, 14, 21 and 28 days after the restoration of moisture, control was visually evaluated. After the final evaluation...

Herbicide efficacy on Borreria densiflora control in pre- and post-emergence conditions

Martins,B.A.B.; Christoffoleti,P.J.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
55.88%
The weed Borreria densiflora is a management issue in soybean and sugarcane crops from North and Northeastern Brazil. Knowledge upon chemical control of B. densiflora contributes to the integrated management of this weed species, especially when active ingredient options become reduced due to the selection of herbicide resistant or tolerant weed species. Experiments in pre- and post-emergence of B. densiflora were conducted in greenhouse, in a randomized block design and four replications. In pre-emergence, the dose-response curve methodology was used and 7 herbicides were tested. In post-emergence, 9 herbicides at the recommended rate and 4 herbicide mixtures were tested. For pre and post-emergence conditions, evaluations were conducted at 60 and 21 days after treatment (DAT), respectively, and the variables analyzed were weed control and dry weight (%). The results showed options of pre-emergent herbicides that can be used for controlling B. densiflora, especially in sugarcane, where chemical weed control is mainly based on pre-emergent applications. In the current glyphosate resistance scenario, one should consider the use of pre-emergent herbicides within an integrated management of B. densiflora. For satisfactory post-emergence control...

Optimisation of the chemical control of ascochyta blight in chickpea

Shtienberg, Dani; Kimber, Rohan Benjamin Essex; McMurray, L.; Davidson, Jennifer Anne
Fonte: CSIRO Publishing Publicador: CSIRO Publishing
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 EN
Relevância na Pesquisa
55.78%
Ascochyta blight, caused by Didymella rabiei, is the most devastating foliar disease of chickpea in southern Australia. As part of an effort towards developing disease management practices for susceptible cultivars, programs for timing fungicide applications were developed. The efficacy of chlorothalonil and mancozeb in suppressing ascochyta blight was evaluated in five field experiments conducted over 4 years. The results were variable; in some experiments disease was adequately suppressed (control efficacy >89%) whereas in other experiments, control efficacy was insufficient (<32%). Not all of this variability could be explained by differences in the fungicides used or their concentrations. Analysis of the time of spraying in relation to rain events identified possible causes for most of this variability. Ascochyta blight was suppressed when fungicides were applied in time to protect the plants from infections that occurred during rain events, but whenever the plants were not protected during rains, disease suppression was insufficient and control efficacy was low. The coincidence between control efficacy values and the amount of uncontrolled rain was highly significant (P < 0.01; R2 = 0.937). Data recorded in the field experiments were then used as input into a series of simulations aimed at quantifying how several management approaches could reduce fungicide use. Results were analysed using multiple regression with dummy variables. Compared with continuous protection of the crop throughout the season...

The Effect of Menopause on Acid-Base Regulation and the Chemoreflex Control of Breathing during Wakefulness

Preston, Megan E.
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 564274 bytes; application/pdf
EN; EN
Relevância na Pesquisa
55.77%
Acid-base regulation, as reflected by hydrogen ion concentration ([H+]), and the chemoreflex control of breathing were examined in healthy pre- (PRE; n=20) and postmenopausal (POST; n=15) women of a comparable age (45 ± 2.7 vs. 52 ± 1.8 years). [H+] behaviour was examined in both groups at rest and during exercise above the ventilatory threshold using Stewart’s physicochemical approach to acid-base analysis. Ventilatory chemoreflex characteristics were assessed using Duffin’s modified rebreathing protocol that includes 5 min of prior hyperventilation and maintenance of either hyperoxic (150 mmHg) or hypoxic (50 mmHg) iso-oxia. As expected, the ovarian hormones progesterone ([P4]) and estrogen ([E2]) were significantly lower in the POST group. [H+] was unaffected by menopausal status at rest or during exercise. At rest the POST group exhibited significantly higher PaCO2 and [SID] values relative to the PRE group. In general, the acidifying effects of increased PaCO2 were offset by the alkalizing effect of increases in [SID] (or vice versa) in the POST group such that [H+] did not differ between PRE and POST groups. The central ventilatory chemoreflex also differed between groups with the POST group exhibiting a significantly higher threshold and a lower sensitivity in the response to CO2 relative to the PRE group. [P4] was found to partially account for the significant group differences in acid-base and central ventilatory chemoreflex control characteristics supporting the role of [P4] as an important determinant of acid-base status and the chemical control of ventilation in healthy women. Findings of the current study may have potential relevance in understanding the increased occurrence of various health conditions such as osteoporosis and sleep disordered breathing in females following the onset of menopause.; Thesis (Master...

Epidemiologia do cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv. citri) em laranja 'Pêra' (Citrus sinensis) sob condições de controle químico e cultural; Epidemiology of citrus canker (Xanthomonas axonopodis pv. citri) on ‘Pêra’ sweet orange (Citrus sinensis) under chemical and cultural control

Behlau, Franklin
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
55.86%
O cancro cítrico, causado pela bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri, é uma das doenças mais importantes da citricultura. O estudo do efeito de medidas alternativas de controle para o manejo desta doença assume grande importância tanto para áreas citrícolas onde a erradicação de plantas não é a principal medida de controle do cancro cítrico, como no Estado do Paraná, como para regiões onde a prática da erradicação vem sendo adotada como principal medida de controle da doença, como no Estado de São Paulo. Instalado em pomar citrícola do município de Ourizona, na região Noroeste do Estado do Paraná, este trabalho buscou estudar o progresso dessa importante doença em campo sob condições de proteção química das plantas, utilizando produto cúprico; e cultural, por meio de quebra-vento. Além disso, importantes informações relacionadas ao efeito de cada tratamento sobre a produção das plantas de laranja ‘Pêra’ também foram obtidas. Enquanto a aplicação de cobre apresentou efeito significativo na redução dos níveis de cancro cítrico, o emprego de quebra-vento pouco ou nada contribuiu para o controle da doença. Após 29 avaliações mensais, plantas submetidas à aplicação de bactericida cúprico apresentaram valores médios de AUDPC* de incidência da doença nas folhas de cerca de 20 %...

Ácaro branco do algodão Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) (Acari: Tarsonemidae) e ensaio de combate químico; The tropical mite on cotton Polwhaqolarswnemus latus (Banks, 1904) (Acari: Tarsonemidae) and test of chemical control

Rangel, R.C.; Hamamura, R.; Regitano, E.B.; Arashiro, F.Y.; Rangel, M.C.; Clari, A.I.; Mariconi, F.A.M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1990 POR
Relevância na Pesquisa
65.78%
Com o intuito de avaliar o desempenho de produtos químicos no combate ao "ácaro branco" Polyphagotarsonemus latus (Banks, 1904) em algodoeiro, instalou-se o presente trabalho. Os 7 tratamentos, com 4 repetições, foram os seguintes: A) testemunha; B) triazofós, 300g; C) triazofós, 150g + feromônios (alquenóis multimetílicos), 4,77g; D) propargite, 1,080g; E) abamectina, 6g + feromônios (alquenóis multimetílicos), 6,67g; F) profenofós, 400g; G) enxofre, 3.000g. As quantidades acima são de ingredientes ativos por hectare. Os melhores resultados foram conseguidos pelo triazofós, seguido pelo enxofre e as duas misturas com feromônios.; Chemical control of the tropical mite was evaluated by means of a field test conducted in Tiete, State of São Paulo, Brazil. Seven treatments with four replicates each were applied to plots of 150m². Treatments and their respective active ingredients were as follows: A) check; B) triazophos, 300g; C) triazophos, 150g + pheromones (multimethyl alkenols), 4.77g; D) propargite, 1080g; E) abamectin, 6g + pheromones (multimethyl alkenols), 6.67g; F) profenophos, 400g; G) sulfur, 3000g. Best results were obtained with treatment B (triazophos), followed by G (sulfur) and the two mixtures with pheromones (C and E) (triazophos plus multimethyl alkenols and abamectin plus multimethyl alkenols) (tables 2...

Chemical control of Aedes aegypti: a historical perspective

Manjarres-Suarez,Alejandra; Olivero-Verbel,Jesus
Fonte: Revista Costarricense de Salud Pública Publicador: Revista Costarricense de Salud Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 EN
Relevância na Pesquisa
55.91%
Objective: To describe the use of chemical insecticides throughout history as the main tool to fight against Aedes aegypti, a vector of dengue virus. Methods: A text mining approach was conducted on databases, such as PUBMED and SCIENCE DIRECT, using the keywords “Aedes aegypti”, combined with the words “insecticides”, “resistance”, “organochlorines”, “organophosphates”, “carbamates” and “pyrethroids”. Results related to historical information dealing with the chemical control of Aedes aegypti, in particular those containing data on insecticide resistance for this species, were scrutinized and analyzed. Results: Different chemical groups have been utilized to control A. aegypti, including organochlorine, organophosphate, carbamate and pyrethroid insecticides. In general, the tendency has been to replace a particular pesticide, for which resistance had been detected, for a new one, mosquito-sensitive, and with little evidence of deleterious effects derived from its use. The spread of resistance has been registered in several countries of America, Asia and Africa. Two mechanisms have been highly cited to be responsible for the resistance; the increase activity of detoxifying enzymes...