Página 1 dos resultados de 7 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

A Crise das Utopias: a esquerda nos romances de Antônio Callado; La crisi delle utopie: la sinistra nei romanzi di Antonio Callado

Agazzi, Giselle Larizzatti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/1999 PT
Relevância na Pesquisa
26.44%
A dissertação de mestrado procura mostrar como a literatura dialoga com a história para além das questões temáticas. O recorte se dá em torno de Quarup (1967), Bar Don Juan (1971), Reflexos do Baile (1976) e Sempreviva (1981), quatro romances de Antonio Callado que retomam o período histórico compreendido entre a eleição de Getúlio Vargas em 1950 até fins dos anos de 1970. O foco é o Golpe Militar de 1964, sua preparação e consequências para a sociedade brasileira. A intenção é mostrar como a crise da utopia das esquerdas é tecida esteticamente, por meio da construção dos personagens, do espaço, do tempo e da própria estrutura narrativa. Para tanto, a reflexão sobre as obras parte da tipologia descrita por George Lukács na Teoria do romance, tendo como eixo as análises da trajetória dos protagonistas e da forma romanesca; La tesi si propone di mostrare come la letteratura dialoga con la storia al di là delle questioni tematiche. Lo sguardo si fa intorno a Quarup (1967), Bar Don Juan (1971), Reflexos do Baile (1976) e Sempreviva (1981), quattro romanzi di Antonio Callado che riproducono il periodo storico tra l'elezione di Getúlio Vargas nel 1950 fino alla fine del 1970. Il centro dei romanzi è il colpo di stato militare del 1964 e le sue conseguenze per la società brasiliana. L'intenzione è quella di illuminare come la crisi dell'utopia di sinistra è tessuta esteticamente...

UNA OPPOSIZIONE DI TIPO PARTICOLARE. PCI E CENTRO-SINISTRA (1960-1968)

MARZILLO, MASSIMILIANO
Fonte: La Sapienza Universidade de Roma Publicador: La Sapienza Universidade de Roma
Tipo: Tese de Doutorado
IT
Relevância na Pesquisa
67.28%
Lo scontro tra sostenitori e oppositori della formula di governo basata sull’alleanza della Dc con il Psi ha segnato profondamente la storia dell’Italia repubblicana, e ha avuto un’evoluzione alquanto contraddittoria che ha lasciato dietro di sé un paese ben diverso da quello che avrebbe potuto essere. Ha lacerato il tessuto partitico nel suo insieme, giacché le principali formazioni politiche si divisero al loro interno tra correnti più meno visibili, giungendo in taluni casi a scissioni e ricongiungimenti su basi piuttosto labili. Viene ricostruito in questo studio l’articolazione e lo sviluppo dell’approccio comunista al centro-sinistra nell’arco temporale che va dal 1960 al 1968. Rispetto alla sopravvivenza complessiva dell’indubbiamente innovativo esperimento, estendibile fino alla metà degli anni Settanta allorquando videro la luce gli esecutivi di solidarietà nazionale, si è inteso proporre una periodizzazione più ristretta che però, si ritiene, ne rappresenta il momento più vero e significativo. D’altronde, come hanno osservato Giuliano Amato e Luciano Cafagna in Duello a sinistra, le politiche del 19 maggio 1968 furono delle «elezioni-verdetto», un passaggio assolutamente cruciale. L’intento, infatti...

L’Italia e l’Europa al bivio delle riforme : le elezioni europee e amministrative del 25 maggio 2014

VALBRUZZI, Marco; VIGNATI, Rinaldo
Fonte: Istituto Cattaneo Publicador: Istituto Cattaneo
Tipo: Livro
EN
Relevância na Pesquisa
26.12%
Le elezioni europee del 25 Maggio 2014 sono state a tutti gli effetti elezioni «critiche». Per almeno due motivi. Da un lato abbiamo assistito alla crescita sostenuta dei partiti euroscettici nel Parlamento europeo, sia di quelli che si limitano a chiedere una revisione della politica economica dell’Ue sia di quelli che mettono in discussione l’impianto stesso delle istituzioni europee e il progetto di unione economica e monetaria. Dall’altro lato, con riferimento al nostro Paese, il principale partito di centro-sinistra, il Pd, ha ottenuto un risultato a dir poco storico (e completamente inatteso), superando la soglia del 40%.; Prefazione, di Elisabetta Gualmini 7 -- Parte prima. Le elezioni europee: l’Italia in Europa -- Parte seconda. Le elezioni europee: l’Europa in Italia -- Parte terza. Le elezioni europee: l’Europa degli altri -- Parte quarta. Le elezioni amministrative e regionali -- Conclusioni. Prime elezioni europee o le solite lezioni nazionali?, di Marco Valbruzzi e Rinaldo Vignati

Antonio Giolitti : una riflessione storica

Fonte: Viella Publicador: Viella
Tipo: Livro
IT
Relevância na Pesquisa
26.61%
Sono tre le direttrici lungo le quali questo libro tratteggia e mette a fuoco la figura di Antonio Giolitti. La prima è la sua biografia, attraverso i momenti e soprattutto le esperienze essenziali della sua vita: la formazione giovanile, l’impegno politico nell’antifascismo con l’adesione al Partito comunista e la partecipazione alla Resistenza, il lavoro all’Einaudi, il 1956-57 e la rottura con il Pci, l’esperienza di governo in Italia e poi quella di commissario a Bruxelles, il suo rapporto con il socialismo. La seconda direttrice è il ruolo che egli svolse nella storia italiana del dopoguerra nella sua triplice veste di dirigente politico, di governante e di intellettuale della sinistra. E infine la terza è la sua stessa fisionomia di intellettuale-politico, una fisionomia non eccezionale al suo tempo, ma posseduta da lui con qualità e tratti che ne fecero un personaggio fuori del comune. Con un dialogo tra Giorgio Napolitano ed Eugenio Scalfari moderato da Giuliano Amato; Introduzione / Giuliano Amato. -- Antifascismo, resistenza, costituente / Mariuccia Salvati. -- Giolitti e l'Einaudi. -- 1943-1948 / Luisa Mangoni. -- 1949-1956 / Tommaso Munari. -- Il 1956. -- Il socialismo dei diritti / Luciano Cafagna. -- L'esperienza di 'passato e presente' / Claudio Pavone. -- Un'occasione mancata / Carlo Ripa di Meana. -- Perché la sinistra ha perso / Alfredo Reichlin. -- Governo e programmazione : anni sessanta-setanta. -- Giolitti e la programmazione / Giorgio Ruffolo. -- La programmazione come strumento specifico dell'utopia socialista / Franco Archibugi. -- Un memorandum attuale / Manin Carabba. -- La Conferenza di Washington sull'energia del 1974 / Luigi Spaventa. -- Tra l'Italia e l'Europa. -- Gli anni europei : riforme...

O horror e o outro

Terêncio, Marlos Gonçalves
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 276 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
16.12%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Florianópolis, 2013.; Esta tese objetivou caracterizar a importância do artigo freudiano Das Unheimliche (1919) para a compreensão das teorias da angústia em Freud e Lacan. Com esse enfoque, o trabalho percorreu os principais textos freudianos sobre a angústia, assim como o décimo seminário de Lacan. Os vínculos entre o Unheimlich (aqui traduzido como ?o sinistro?) e a angústia foram desenvolvidos por meio de três grandes eixos que enfatizam a relação do sujeito com o outro especular, com a castração e com o desejo do Outro. Paralelamente, o trabalho dialogou com a ficção de horror na literatura e no cinema. As respostas encontradas demonstraram uma interpenetração dos campos da angústia e do sinistro, cujos conceitos esclarecem-se mutuamente. Em primeiro lugar, enfatizou-se a figura sinistra do duplo presente na ficção de horror como ilustração maior do caráter angustiante e ambivalente presente na relação do sujeito com o seu semelhante. Na sequência, demonstrou-se como o Unheimlich constitui um campo de provas privilegiado para a tese freudiana da fantasia de castração como motor fundamental da angústia. Finalmente...

Strange images of death

Aguero, Dolores Aronovich
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 235 f.| il.
ENG
Relevância na Pesquisa
16.61%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente, Florianópolis, 2009; Esta tese analisa como cenas sinistramente violentas no Macbeth de William Shakespeare são realizadas em três produções teatrais (a Macbeth de Trevor Nunn, para a Royal Shakespeare Company, em 1976, a Macbeth de Ulysses Cruz, e Trono de Sangue de Antunes Filho, ambas de 1992) e em dois filmes (o Macbeth de Roman Polanski, de 1971, e Homens de Respeito, de William Reilly, de 1991). Essas produções foram escolhidas devido a sua proximidade nas respectivas épocas e sua relevância: a Macbeth de Nunn é um marco muito elogiado; as duas Macbeths brasileiras ocorreram em um momento em que o Brasil não estava feliz com seu presidente, que renunciou antes de sofrer o impeachment. Quanto aos filmes, o de Polanski é provavelmente o mais violento de qualquer adaptação de Shakespeare para as telas, e o de Reilly é uma apropriação que transporta a ação para a Máfia do século XX. Através de uma análise de "The Sand-Man," de Ernst Hoffman, Freud desenvolveu seu conceito do sinistro, aquilo que é estranhamente familiar, que deveria manter-se escondido mas insiste em aparecer. O sinistro engloba várias características...

Apresentação

Editor, O
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
16.12%
O segundo número da SANKOFA – Revista de História da África e de Estudos da Diáspora Africana é lançado tendo como referência os 120 Anos de Abolição, comemorados neste ano de 2008. Celebra-se, aí, a luta dos brasileiros, em especial, do povo negro brasileiro, contra a desumanização de si e do mundo. Buscando dar a sua contribuição a esta luta, a SANKOFA visa, mais uma vez, congregar e publicizar conhecimentos que unam demandas políticas e produção acadêmica, tendo por referência as experiências negras na África e na Diáspora. Para isto, apresenta uma revista democrática e interdisciplinar, contemplando a diversidade de saberes e abordagens. Inspirados por este ideal, a SANKOFA, a partir deste número, anuncia a criação da seção Ensaios & Debates, que irá reunir textos que discutirão, de forma resumida, temas relevantes no debate público contemporâneo. Para iniciar esta seção, apresenta-se o ensaio de Marina Gusmão de Mendonça, que expõem sua argumentação em favor do sistema de cotas raciais nas Universidades Públicas. Na seção de artigos, a SANKOFA continua a destacar o conhecimento das experiências negras na África e na Diáspora Africana. Focando a África, este número se inicia com o artigo de Frederico Souza de Queiroz Assis...