Página 1 dos resultados de 692 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Caracterização cinética da (Na+, K+)-ATPase da fração microsomal de tecido branquial de Callinectes danae (CRUSTACEA, PORTUNIDAE); Kinetic characterization of the (Na+,K+)-ATPase from the gill microsomal tissue of the swimming crab Callinectes danae (CRUSTACEA, PORTUNIDAE).

Masui, Douglas Chodi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
A caracterização bioquímica da (Na+,K+)-ATPase, uma importante enzima envolvida no controle osmo-iônico nos crustáceos osmorreguladores, foi realizada a partir de centrifugação diferencial de frações microsomais do tecido branquial do siri eurialino C. danae, coletado na Baía de Ubatuba e mantido a 33o/oo de salinidade (animais recém-capturados). A ultracentrifugação da fração microsomal em um gradiente contínuo de sacarose (10-50%) revelou a presença de um único pico de atividade (Na+, K+)-ATPase, coincidente com o pico de atividade K+-fosfatase. Ambas as atividades foram inibidas completamente pela ouabaína. O Western blotting da fração microsomal apresentou uma única banda imunoespecífica contra a subunidade alfa da (Na+, K+)-ATPase, sugerindo a presença de uma única isoforma para a cadeia alfa da enzima. A hidrólise do ATP ocorreu em sítios de alta afinidade que apresentaram interações sítio-sítio (nH=3,6) com uma atividade específica V= 35,4 ± 2,1 U/mg e K0,5= 54,0 ± 4,0 nM, bem como em sítios de baixa afinidade, que obedeceram uma cinética Michaeliana, com V= 271,5 ± 17,2 U/mg e KM = 55,0 ± 3,0 uM. A estimulação da atividade da enzima pelos íons Na+ (V= 302,1 ± 14,1 U/mg e K0,5= 5...

Caracterização cinética da (Na, K)-ATPase da fração microsomal do tecido branquial do ermitão intertidal Clibanarius vittatus; Kinetic characterization of gill microsomal (Na+,K+)- ATPase from intertidal hermit crab Clibanarius vittatus

Sivieri, Rubia Regina Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
A (Na+,K+)-ATPase presente no tecido branquial dos crustáceos osmorreguladores é um componente essencial do sistema de regulação iônica e osmótica e de excreção ativa de NH4 +. Dessa forma, a caracterização cinética da (Na+,K+)-ATPase branquial de Clibanarius vittatus pode fornecer dados importantes para a compreensão dos mecanismos bioquímicos desses processos. Nesse sentido, foram realizados ensaios cinéticos com a fração microsomal obtida do tecido branquial de C. vittatus. Os dados obtidos revelaram a presença de um único pico com atividade ATPase. Os dados obtidos a partir da hidrólise do substrato ATP revelaram a presença de dois sítios, um de alta afinidade que apresenta interação sítio-sítio (nH=1,9; K0,5= 63,8 ± 2,9 nM e V= 19,1 ± 0,8 U/mg) e outro de baixa afinidade, com características Michaelianas (nH=1,0; KM= 44,1 ± 2,6 mM e VM= 123,5 ± 6,1 U/mg). Além disso, foi observada interação do tipo sítio-sítio (nH= 1,8) para estimulação dos íons magnésio (V= 132,0 ± 5,3 U/mg e K0,5= 0,36 ± 0,02 mM). Por outro lado, as interações dos íons sódio (K0,5= 7,4 ± 0,4 mM), potássio (K0,5= 1,51 ± 0,05 mM) e amônio (K0,5= 4,5 ± 0,2 mM) obedeceram a uma cinética Michaeliana. Os dados obtidos mostraram que em condições saturantes de íons potássio...

α-Manosidases intestinais da larva de Tenebrio molitor (Coleoptera); α-Mannosidases intestinal from Tenebrio molitor (Coleoptera) larvae

Moreira, Nathália Ramalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
Os estudos da função intestinal foram particularmente estimulados após a conscientização de que o tubo digestivo é uma enorme interface relativamente pouco protegida entre o inseto e o meio ambiente e pode ser usado como alvo para controle de pragas. Neste contexto, nosso trabalho envolve a purificação e caracterização de uma α-manosidase solúvel e a detecção de uma α-manosidase de membrana. As α-manosidases pertencem a uma família de exoglicosidases as quais hidrolisam resíduos de α-D-manosil a partir de terminais não redutores de oligossacarídeos. Estas enzimas são implicadas no catabolismo de carboidratos e na via de N-glicosilação protéica em insetos, mas pouco se sabe sobre a bioquímica destas glicosidases. O Tenebrio molitor é um Coleoptera bastante estudado pelo nosso laboratório devido a sua relevância como praga agrícola e o seu posicionamento em um ponto estratégico da árvore filogenética de insetos. O estudo de distribuição desta enzima mostrou que a α-manosidase encontra-se, principalmente, como uma enzima solúvel no conteúdo anterior e médio do intestino médio, mas também existe uma atividade significante na fração de membrana. Para confirmar a existência desta enzima de membrana...

Purificação e caracterização de uma carboxipeptidase e de uma dipeptidase da larva de Tenebrio molitor (Coleoptera); Purification and characterization of a carboxypeptidase and a dipeptidase from Tenebrio molitor (Coleoptera) larvae

Oliveira, Érica Moreira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Devido aos problemas, ambientais e à população humana, causados pelos inseticidas químicos, novas investigações para o controle de insetos tornaram-se necessárias. Para isto, um maior conhecimento sobre a fisiologia digestiva dos insetos torna-se essencial, visto que o intestino é uma interface, grande e relativamente desprotegida, entre o inseto e o seu ambiente. Neste contexto, nosso trabalho envolve a purificação e caracterização de uma dipeptidase e de uma carboxipeptidase digestivas de T. molitor. Estas enzimas, compreendem as classes de enzimas digestivas de insetos menos estudadas. O estudo de distribuição das atividades de dipeptidase e carboxipeptidase nas diferentes regiões do intestino médio de larvas de T. molitor mostrou que essas enzimas encontram-se majoritariamente no conteúdo luminal. Para a purificação da dipeptidase e carboxipeptidase foram utilizadas cromatografias de troca iônica e filtração em gel. A carboxipeptidase purificada era muito instável para estudos mais detalhados. O estudo dos parâmetros cinéticos mostrou que a dipeptidase digestiva de T. molitor possui massa molecular de 38,6 kDa, pH ótimo 7,4, baixa solubilidade a fenantrolina e parece preferir dipeptídeos com cadeia lateral volumosa na posição P1. Devido a essas propriedades...

Clonagem, expressão heteróloga e caracterização do gene LmjF24.0320 que codifica a enzima fumarato hidratase em Leishmania major; Cloning, heterologous expression and characterization of the gene LmjF24.0320 that encodes the enzyme fumarate hydratase in Leishmania major.

Feliciano, Patrícia Rosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.4%
Leishmania é um protozoário parasito flagelado responsável pela Leishmaniose, doença que afeta 88 países, distribuídos em 4 continentes, e que causa um risco a aproximadamente 350 milhões de pessoas. Estudos recentes em tripanosomatídeos, utilizando Trypanosoma brucei como modelo, sugerem que as enzimas fumarato hidratase, enzimas que catalisam a hidratação reversível da molécula de fumarato em S-malato, são essenciais para sobrevivência de tripanossomatídeos. O presente projeto visou a clonagem, expressão, purificação e caracterização cinética e biofísica da enzima fumarato hidratase codificada pelo gene LmjF24.0320 de Leishmania major. A proteína foi expressa em bactéria e purificada por cromatografia de afinidade. Os ensaios de cinética enzimática mostram que a enzima segue o modelo de cinética de Michaelis-Menten com Km e Vmax de 2,7 ± 0,5 mM e 35,2 ± 5,8 micromol/min/mg para fumarato e 5,2 ± 0,4 mM e 11,8 ± 0,6 micromol/min/mg para S-malato, respectivamente. Para os estudos de localização celular foram produzidos e purificados anticorpos policlonais para as isoformas LmFH-1 e LmFH-2 de Leishmania major através de imunização de coelhos. A combinação de técnicas de imunofluorescência por microscopia confocal...

Caracterização cinética da (Na+, K+)-ATPase de animais juvenis e adultos durante a ontogenia do camarão de água doce M. amazonicum; Kinetic characterization of (Na +, K +)-ATPase of juvenile and adult animals during ontogeny of the freshwater shrimp M. amazonicum.

Bezerra, Thaís Milena de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
No presente trabalho foram estudadas a caracterização cinética e as propriedades bioquímicas da (Na+, K+)-ATPase branquial dos estágios ontogenéticos juvenil e adulto do camarão de água doce M. amazonicum. Em ambos os estágios de desenvolvimento foi expressa uma (Na+, K+)-ATPase com peso molecular de 105 kDa. A estimulação da atividade (Na+, K+)-ATPase de animais adultos pelo ATP apresentou comportamento michaeliano (V=181,8±77,83 U mg-1; KM=0,11±0,01 mmol L-1). Entretanto a estimulação da atividade (Na+, K+)-ATPase pelo Mg2+ (V=174,7±74,76 U mg-1; K0,5=0,27±0,05 mmol L-1; n= 2,5), Na+ (V=175,5±75,12 U mg-1; K0,5=4,73±0,81 mmol L-1; n= 1,9), K+ (V=171,2±73,28 U mg-1; K0,5=1,00±0,17 mmol L-1; n=1,2) e NH4+ (V=194,2±63,34 U mg-1; K0,5= 4,76±2,15 mmol L-1; n=1,9) ocorreu segundo cinética cooperativa. Nos animais juvenis, a modulação da atividade (Na+, K+)-ATPase pelo ATP, também apresentou comportamento michaeliano (V=189,52±32,45 U mg-1; KM= 0,14±0,02 mmol L-1). O mesmo foi observado para o K+ (V=178,56±30,58 U mg-1; KM= 1,30±0,22 mmol L-1) e o NH4+ (V=205,91±35,26 U mg-1; KM=1,88±0,32 mmol L-1). Para o Mg2+ (V=168,35±28,83 U mg-1; K0,5=0,51±0,09 mmol L-1; n=3,5) e o Na+ (V=165,48±28,33 U mg-1; K0...

Estudo da progressão da diabetes e da neuropatia periférica: classificação da severidade e caracterização cinética da locomoção; Study of the progression of diabetes and peripheral neuropathy: classification of the severity and kinetic characterization of locomotion

Picon, Andreja Paley
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.26%
Esta tese assumiu a premissa de que a neuropatia periférica é um sinal de piora da diabetes, além de levantar a questão de que estudos prévios sobre a biomecânica da marcha de diabéticos não têm distinguido os graus de progressão da diabetes nos grupos estudados. Neste contexto, não é possível identificar as diferenças nos padrões de geração da marcha entre estágios precoces e avançados da diabetes. Esta identificação poderia facilitar a intervenção terapêutica precoce nestes pacientes, o que poderá impedir a formação de úlceras e amputações recorrentes subseqüentes. Assim, apresentamos ao longo desta tese, três estudos para investigar a natureza das supostas alterações na marcha (estudo 1) e no descer escadas (estudo 2) de diabéticos, assim como para propor uma forma de classificar a progressão da diabetes levando em consideração as incertezas de fronteiras entre os subgrupos de neuropatas, por meio de um sistema especialista fuzzy (estudo 3). Os estudos 1 e 2 foram feitos com os mesmos três grupos: indivíduos diabéticos (GD) e diabéticos neuropatas (GDN) diagnosticados clinicamente e indivíduos saudáveis (GC). Para a avaliação cinemática e cinética do membro inferior foram utilizadas câmeras infravermelhas e uma plataforma de força durante o andar no plano e descendo uma escada. O cálculo dos momentos articulares de membro inferior foi feito por meio do método da dinâmica inversa. Os principais resultados do estudo 1 mostraram que independente da presença da neuropatia...

Compósitos a base de dimetacrilatos ou silorano: caracterização da cinética e tensão de polimerização, com respectivos parâmetros determinantes; avaliação da rede polimérica formada por análise dinâmico-mecânica e estudo de extratos lixiv; Composites based on dimethacrylate or silorane: characterization of kinetics and polymerization stress, with their respective determining parameters; polymer network formed evaluation by dynamic mechanical analysis and leachable extracts study

Yamasaki, Lilyan Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.55%
OBJETIVO: caracterizar a interação entre tensão e cinética de polimerização e seus parâmetros determinantes, e avaliar a qualidade da rede polimérica e propriedades mecânicas de compósitos comerciais para dentes posteriores a base de dimetacrilato ou de silorano. A cinética de polimerização foi avaliada sob influência da intensidade da fonte de luz, da temperatura e da umidade. Por fim, o grau de conversão (GC) do compósito a base de silorano foi avaliado por espectroscopia e titulação. MÉTODOS: foram utilizados três compósitos de baixa contração: Kalore (KAL - GC America) e N´Durance (NDUR Septodont), a base de dimetacrilatos; e Filtek P90 (P90 - 3MESPE), a base de silorano. O EsthetX HD (EHD - Dentsply) foi utilizado como controle. A tensão de polimerização (TP) dos espécimes (n = 5; Ø = 5 mm; h = 1 mm, 10 min) foi obtida em máquina universal de ensaios mecânicos. A contração volumétrica (CVol) foi determinada em linômetro (n = 3; Ø = 6 mm; h = 1,5 mm; 10 min). O módulo de elasticidade em flexão (MeFlex) e a resistência à flexão (RFlex) (n = 10; 10 x 2 x 1 mm) foram obtidos através do teste de dobramento em três pontos (8 mm entre apoios; 0.5 mm/min). O GC e a taxa de polimerização (Rp) dos espécimes (n = 3; Ø = 6...

Adaptção de linhagens celulares humanas para crescimento em suspensão e meios de cultura livres de soro fetal bovino; Serum-free suspension adaptation of human cell lines

Biaggio, Rafael Tagé
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.24%
Linhagens celulares humanas têm atraído grande interesse devido a sua capacidade de glicosilar proteínas de maneira mais semelhante às proteínas nativas humanas, reduzindo o potencial de respostas imunológicas contra epítopos não humanos. No entanto, por se tratar de uma aplicação recente, essas células ainda não foram extensamente caracterizadas e cultivadas em condições reprodutíveis da escala industrial, ou seja, em suspensão e em meios de cultura livres de soro fetal bovino (SFB). Em função disso, o objetivo principal deste trabalho foi estabelecer culturas livres de SFB e em suspensão para as linhagens celulares humanas SK-Hep-1, HepG2 e HKB-11, que têm despertado grande interesse devido ao potencial de produção de proteínas recombinantes. Para isso, quatro formulações comerciais livres de SFB foram avaliadas. As células que apresentaram bons resultados na adaptação aos meios realizada em garrafas estáticas foram então adaptadas para crescimento em suspensão. Foi possível realizar a adaptação satisfatória da célula HKB-11 ao meio FreeStyle e da célula SK-Hep-1 ao meio SFMII bem como a criopreservação das mesmas também em condições livres de SFB. A caracterização cinética das células adaptadas mostrou que a célula HKB-11 apresentou concentração celular quatro vezes superior a da célula SK-Hep-1 (8...

Caracterização bioquímica, biofísica e estudos inibitórios da enzima diidroorotato desidrogenase de Schistosoma mansoni; Biochemical, biophysical and inhibitory studies of dihydroorotate dehydrogenase from Schistosoma mansoni

Costacurta, Juliana Serafim David
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.21%
Muitas doenças parasitárias, consideradas negligenciadas devido à falta de investimentos para o desenvolvimento de novas estratégias de prevenção e tratamento por parte dos setores público e privado, constituem um grave problema de saúde pública mundial e um obstáculo ao desenvolvimento sócio-econômico de países pobres e emergentes. A esquistossomose, em especial, é uma parasitose causada por platelmintos trematódeos do gênero Schistosoma que afeta 78 países e aproximadamente 249 milhões de pessoas. No Brasil, o S. mansoni é o agente etiológico causador da esquistossomose, chega a atingir 19 estados e aproximadamente 6 milhões de indivíduos. Embora atualmente o fármaco praziquantel seja utilizado para o tratamento da esquistossomose, há a necessidade de busca por novas opções terapêuticas, uma vez que este possui eficácia restrita ao estágio adulto do parasita, efeitos colaterais que dificultam a adesão do paciente ao tratamento e, dada a massiva administração do medicamento, a resistência do parasita ao medicamento pode se tornar um sério problema de saúde pública. Dentro deste contexto, existe um grande interesse em buscar novos alvos macromoleculares e em particular investigar o potencial da enzima diidroorotato desidrogenase (DHODH) como possível alvo terapêutico para o desenvolvimento de terapias eficazes e seguras para o tratamento da esquistossomose. A enzima DHODH participa da quarta etapa enzimática da via de biossíntese de nucleotídeos pirimidínicos...

A enzima indol-3-glicerol fosfato sintase de Mycobacterium tuberculosis H37Rv : caracterização cinética e mecanismo químico

Czekster, Clarissa Melo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
A enzima indol-3-glicerol fosfato sintase (IGPS) catalisa a formação irreversível do anel do composto 1-o-carboxifenilamino desoxiribulose-5-fosfato (CdRP), através de uma decarboxilação e de uma desidratação, liberando o composto indol-3-glicerol fosfato (IGP), o quinto passo na via de biossíntese do triptofano. Neste trabalho, é descrita a clonagem, expressão, purificação e caracterização cinética da IGPS, além da identificação de um intermediário reacional. Para a realização destes estudos, o substrato da enzima (CdRP) foi sintetizado quimicamente, purificado e caracterizado espectroscopicamente e espectrometricamente. A fluorescência do CdRP mostrou-se dependente de pH, possivelmente devido ao efeito de transferência intramolecular de prótons no estado excitado (ESIPT). Efeitos de temperatura foram analisados, indicando uma energia de ativação de 8.4 kcal mol-1 para a reação catalisada pela IGPS. Efeitos isotópicos de solvente mostraram que a transferência de próton é apenas modestamente limitante para a reação, e estudos de inventário de prótons demonstraram que apenas um próton é responsável pelo efeito isotópico de solvente observado. Perfis de pH foram realizados para avaliar a presença de catálise ácido-base...

Caracterização bioquimica e biologica de duas isoformas de BthTX-II:Bj-IV e Bj-V (PLA2) isoladas do veneno de Bothrops jaracussu

Vera Lucia Bonfim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.36%
Bothrops jararacussu é uma espécie de grande importância epidemiológica no estado do Rio de Janeiro. No entanto a sua distribuição é ampla, pois pode ser encontrada nos estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Sul da Bahia e também na Argentina, Paraguai e Bolívia. De um modo geral, os venenos botrópicos das espécies brasileiras foram pouco estudados tanto em relação aos seus componentes isolados como quanto ao veneno total, devido ?a falta de otimização das técnicas de purificação capazes de revelar a presença de novos componentes ou de suas isoformas. Desta forma justifica-se o interesse no isolamento e caracterização de duas novas isoformas de BthTX-II PLA2 (D49), lembrando que esta última citada é uma fração importante no veneno de Bothrops jararacussu. As isoformas foram isoladas em uma coluna de troca iônica catiônica (Protein Pack SP 5PW Waters) acoplada a um sistema LC 650 (Waters), sendo caracterizadas como isoformas de BthTX-II e denominadas como Bj-IV e Bj-V. O alto grau de pureza foi revelado ao serem re-purificadas em uma coluna de hidrofobicidade µ-Bondapack C18 acoplada a um sistema de HPLC de fase reversa, sendo eluídas em tempos de retenção muito próximos (Bj-IV 31...

Expressão e caracterização da proteina tirosina fosfatase de soja e analise do perfil kinomico de raizes em germinação; Expression and characterization of a protein tyrosine phosphatase from soybean and kinomic profile analysis of roots under germination process

Luciana de Campos Leite Medeiros
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.31%
Em nosso laboratório foram purificadas quatro isoformas de fosfatases ácidas, a partir de sementes de soja quiescentes, tendo sido também estudadas suas propriedades cinéticas e físico-químicas. Estudos físicos e estruturais destas enzimas requerem uma grande quantidade da proteína pura, o que exigiria várias purificações convencionais, que, em geral, são bastante trabalhosas. Devido a este fato e a existência de poucas de tais proteínas clonadas e expressas, nos propusemos a clonar e expressar uma proteína tirosina fosfatase (PTP) de soja. O estudo da cinética da PTP recombinante revelou que esta enzima possui características típicas de uma fosfatase e maior especificidade para tirosina-fosfato em relação a outros substratos analisados. Foi feito o estudo de desnaturação térmica da enzima, através de dicroísmo circular, que mostrou que a enzima recombinante apresenta baixa estabilidade térmica. Identificamos por western blot a presença da GmPTP nos diferentes tecidos de soja, germinados tanto no claro como no escuro. Estes resultados, confrontados com os obtidos no PCR quantitativo, mostram uma expressão aumentada do tecido raiz, quando comparada aos outros tecidos avaliados, que está em concordância com o encontrado na literatura...

Caracterização biológica e molecular de cepas de Trypanosoma cruzi Chagas, 1909 (Kinetoplastida, Trypanosomatidae) isoladas da Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo; Biological and molecular characterization of strains of Trypanosoma cruzi Chagas, 1909 (Kinetoplastida, Trypanosomatidae) isolated from Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina and São Paulo

Aline Rimoldi Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.51%
Trypanosoma cruzi, protozoário que faz parte da família Trypanosomatidae é o agente causador da doença de Chagas que afeta 6-8 milhões de pessoas na América Latina. A origem dessa família pode ser estudada por meio de técnicas moleculares, como a investigação da região V7V8 - SSUrRNA. Trypanosoma cruzi é subdividido em seis grupos independentes TcI-TcVI denominados Unidades Discretas de Tipagem (DTUs). A caracterização biológica e molecular de onze cepas de T. cruzi pertencentes aos grupos TcI (Bolívia; Tlenti; Tmelanocephala; SC90), TcII (Famema; SC96; SI8; Y) e TcIII (QMM3; QMM5; SI5) isoladas de cinco espécies de triatomíneos esclarece fatores biológicos por parâmetros como a cinética de crescimento, curva parasitêmica, taxa de infeção celular, caracterização molecular, ação de metaloproteinases, perfil protéico e sorologia. O objetivo do trabalho foi a caracterização biológica e molecular de cepas de T. cruzi isoladas de triatomíneos da Bahia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O grupo TcII de T. cruzi mostrou maior capacidade multiplicativa em formas epimastigotas durante a cinética de crescimento, seguido por TcI e TcIII. A curva parasitêmica evidenciou variabilidade entre os camundongos Balb/c...

Caracterização da distribuição do tamanho das gotas e da energia cinética da precipitação na rega por rampa rotativa

Fernandez, Paulo; Marques da Silva, José Rafael; Ferreira, Alfredo Gonçalves; Silva, Luis Leopoldo; Coutinho, Miguel A.
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.33%
Esta metodologia permite caracterizar a energia cinética e o diâmetro das gotas de água nas rampas de rega rotativa utilizando diferentes tipos de aspersores, diâmetros de bico e pressões de funcionamento. A informação obtida será importante para seleccionar o tipo de aspersor e o diâmetro de bico óptimo para um determinado solo. A medição da distribuição do diâmetro das gotas de chuva provocadas por duas rampas de rega rotativa foi efectuada com o disdrómetro RD-69. As gotas com diâmetro superior a 3 mm verificadas na rampa de rega rotativa do Outeiro apresentam uma energia cinética elevada, contribuindo para 18% do valor total da energia cinética. A precipitação da rampa de rega rotativa do Outeiro apresenta um valor de energia cinética de 11 J m-2 mm-l, que é aproxidamente 18 vezes superior ao verificado na rampa de rega rotativa da Mitra (0,6 J m-2 mm-1).

Desenvolvimento e caracterização de nanocápsulas furtivas contendo beta-lapachona para a terapia do câncer/ Islene de Araújo Barbosa

de Araujo Barbosa, Islene; Stela Santos Magalhães, Nereide (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.31%
A b-lapachona é uma orto-naftoquinona obtida a partir do lapachol, substância extraída do cerne da Tabebuia avellanedae (ipê-roxo). Este fármaco apresenta diversas propriedades farmacológicas, porém o maior interesse de se estudar esta molécula é o fato desta apresentar uma elevada atividade antineoplásica contra várias linhagens de células tumorais. No entanto, sua aplicação terapêutica é limitada por apresentar baixa solubilidade aquosa. Uma estratégia para aumentar sua solubilidade, e conseqüentemente, sua biodisponibilidade, seria incorporar a b-lapachona em nanocarreadores poliméricos, tais como as nanocápsulas. O objetivo do presente trabalho foi encapsular a b- lapachona em nanocápsulas de Poli(e-caprolactona) (PCL) e Poli(e-caprolactona)-polietilenoglicol (PCL-PEG), efetuar a caracterização físico-química destes sistemas e avaliar a cinética de liberação in vitro. Nanocápsulas contendo b-lapachona foram obtidas pelo método de deposição interfacial do polímero pré-formado. As formulações foram caracterizadas pelo tamanho médio de partículas, carga de superfície através do potencial zeta, taxa de encapsulação, infravermelho e e análise térmica através de calorimetria diferencial de varredura (DSC). O tamanho médio das partículas variou de 120 a 171 nm. As nanocápsulas apresentaram-se monodispersas (PDI < 0...

Desenvolvimento, caracterização e estudo de permeação cutânea de diclofenaco de dietilamônio em sistemas tópicos nanoemulsionados

Alexsandro da Silva, José; Pereira de Santana, Davi (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.31%
As nanoemulsões (NE) são dispersões isotrópicas, transparentes, termodinamicamente estáveis, usualmente formadas por misturas de quatro componentes, água, óleo, tensoativo e co-tensoativo. Apresentam grande potencial como sistemas de liberação e de direcionamento de fármacos, pelas propriedades de solubilizar drogas hidrofílicas em meio lipofílico ou lipofílicas em meio aquoso e anfifilicas na interface óleo/água. O diclofenaco de dietilamônio (DDA) é um antiinflamatório não esteroidal (AINEs), potente inibidor da síntese das prostaglandinas, que quando administrado topicamente, penetra na pele em quantidade suficiente para atingir de forma profunda o local de ação, apresenta metabolismo hepático, curto tempo de meia-vida biológica e um bom coeficiente de partição, além de serem capazes de formarem micelas e cristais líquidos liotrópicos em água. Devido à toxicidade gastrintestinal do diclofenaco, atualmente, existe uma grande motivação por parte da comunidade científica em desenvolver novas formas farmacêuticas, em sistemas dispersos, entre elas encontram-se as NE, com o objetivo de reduzir esses efeitos colaterais. Os objetivos deste trabalho foram desenvolver e caracterizar formas farmacêuticas nanoemulsionadas para veiculação do DDA...

Caracterização de linhagens de Saccharomyces cerevisae e Zymomonas mobilis para aplicação na produção de bioetanol

Sá, Clarissa Brito Carvalho de; Maior, Ana Maria Souto (Orientadora); Pinheiro, Irapuan Oliveira (Co-orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
36.31%
O objetivo deste trabalho foi selecionar e caracterizar microrganismos etanologênicos eficientes e robustos para aplicação industrial. Inicialmente, foi comparada a produção de etanol entre 10 linhagens industriais de S. cerevisiae e entre 10 linhagens de Z. mobilis, pertencentes à Coleção de Culturas de Microrganismos do Departamento de Antibióticos da UFPE. Os experimentos foram realizados em tubos de ensaio (50 mL), em meios a base de glicose, com e sem hidrolisado hemicelulósico de bagaço de cana-de-açúcar. O hidrolisado foi obtido por tratamento hidrotérmico (195° C, 16 min.) em reator descontínuo de 20 L (Regmed AU/E-20). Por análise estatística, duas linhagens, uma de cada grupo (S. cerevisiae IA1238 e Z. mobilis ZAP), foram selecionadas para caracterização cinética em biorreator de bancada (New Brunswick Scientific, Bioflo 110). Foram avaliados, também, os efeitos individuais e sinérgicos de inibidores (furfural, HMF, ácido acético, ácido fórmico e ácido gálico) sobre as duas linhagens selecionadas. Na caracterização cinética em biorreator, na ausência de hidrolisado, o rendimento de etanol de S. cerevisiae IA1238 (0,36 g g-1) foi um pouco inferior ao de Z. mobilis ZAP (0,42 g g-1). No entanto...

Desenvolvimento e caracterização de micropartículas núcleo-coroa de PLGA

Souza, Rebecca Ribeiro Torelli de; Magalhães, Nereide Stela Santos (Orientadora); Amorim, Rosa Valéria da Silva (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
36.41%
A b-lapachona (b-lap) é um fármaco com diversas propriedades farmacológicas comprovadas, dentre elas atividade anticâncer. Entretanto, este fármaco apresenta baixo índice terapêutico acarretando em toxicidade para as células. Dessa forma, a incorporação da b-lap em sistemas de liberação controlada, tais como as micropartículas representa uma alternativa viável para a sua aplicação terapêutica. Assim, o objetivo deste estudo foi desenvolver e caracterizar microesferas núcleo-coroa de PLGA revestida por quitosana contendo -lap com propriedades bioadesivas para a administração oral e avaliar a cinética de liberação da -lap. As microesferas de PLGA foram preparadas pelo método de emulsão múltipla água em óleo em água seguido de evaporação do solvente e, posteriormente, revestidas por quitosana (CS), em diferentes concentrações, pelo método de adsorção (razão CS:PLGA 0:1, 0.3:1, 0.6:1 e 1:1, p/p). O perfil de liberação da b-lap a partir das microesferas foi avaliado simulando as condições gastrointestinais. As microesferas de PLGA revestidas por quitosana apresentaram eficiência de encapsulação da b-lap variando de 74% a 85% (razão b- lap:PLGA 1:15, p/p). As microesferas de PLGA exibiram tamanho de partícula de 6.14 μm (span de 2.38) e potencial zeta de -9.33 mV. Por outro lado...

Caracterização cinética e bioquímica da enzima inosina monofosfato desidrogenase (EC 1.1.1.205) de Mycobacterium tuberculosis como alvo para o desenvolvimento de inibidores

Rostirolla, Diana Carolina
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.41%
A tuberculose (TB) permanece entre as principais causas de morte por doenças infectocontagiosas e estima-se que um terço da população mundial esteja infectada pelo Mycobacterium tuberculosis. Apesar de existirem tratamentos disponíveis há mais de 50 anos, a TB é responsável por causar altas taxas de mortalidade em todo o mundo. A coinfecção com o HIV e a emergência de TB resistente a múltiplas drogas representam um desafio à saúde pública e têm estimulado a pesquisa por novos e mais efetivos agentes terapêuticos contra a doença. Avanços na identificação de novos alvos para drogas contra a TB têm sido possíveis graças ao sequenciamento do genoma do M. tuberculosis H37Rv e incluem a elucidação da função de proteínas envolvidas em rotas bioquímicas essenciais para o crescimento micobacteriano. A enzima Inosina Monofosfato Desidrogenase (IMPDH, EC 1. 1. 1. 205) é uma enzima chave na biossíntese de nucleotídeos de purina, pois participa de uma etapa limitante na síntese de novo de nucleotídeos de guanina, a partir de inosina 5’-monofosfato (IMP). Ela catalisa a oxidação de IMP a xantosina 5’-monofosfato (XMP), com concomitante conversão de nicotinamida adenina dinucleotídeo (NAD+) à sua forma reduzida...